VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Pigatto denuncia proposta de reforma da saúde com rede privada: “Ministro, respeite o Controle Social! Respeite o SUS!”; vídeo
Fernando Pigatto, presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS), Jorge Moll Filho, presidente da rede D’or São Luiz, e o ministro Marcelo Queiroga. Fotos: CNS e Ailton de Freitas/MS
Blog da Saúde

Pigatto denuncia proposta de reforma da saúde com rede privada: “Ministro, respeite o Controle Social! Respeite o SUS!”; vídeo


24/04/2021 - 23h46

Da Redação

Na terça-feira da semana passada (13/04), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse em entrevista coletiva que o  sistema de saúde brasileiro precisa passar por uma reforma.

Segundo ele, o ministério enfrenta uma luta diária para prover insumos e recursos humanos para que os hospitais ofereçam tratamento aos pacientes.

“A cada dez indivíduos que vão para UTI e recebem intubação, sete morrem. Um resultado que não é bom, que nós precisamos melhorar”, disse.

A melhora seria a partir da reformulação do sistema de saúde “como um todo”.

Nessa sexta-feira (22/04), Queiroga recebeu Jorge Moll Filho, presidente da rede D’or São Luiz.

Em seguida, em mensagem em rede social, disse o motivo da reunião:  “tratar da reforma do sistema de saúde do Brasil”.

O presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS), Fernando Pigatto, reagiu.

Em vídeo (veja no topo), denuncia proposta de Queiroga de promover com rede privada uma reforma no SUS.

“Não admitiremos. Qualquer debate sobre o SUS tem que passar pelo Controle Social, pelo sistema de conferências. Senhor Ministro, respeite o Controle Social! Respeite o SUS!”, enfatiza Pigatto, que também aponta a falta de ações efetivas do governo federal para enfrentar a pandemia e critica cortes no orçamento de 2021.

 





Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding