VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Médicos pela Democracia: É hora de votarmos nos candidatos a prefeito que defendem um SUS integral, equânime e universal
Blog da Saúde

Médicos pela Democracia: É hora de votarmos nos candidatos a prefeito que defendem um SUS integral, equânime e universal


23/11/2020 - 09h16

Associação Brasileira de Médicas e Médicos pela Democracia e as eleições municipais de 2020

A ABMMD foi fundada em 2019 com o propósito de dotar as médicas e médicos brasileiros de uma entidade capaz de defender a democracia, o SUS, a dignidade da profissão médica, e o compromisso com o humanismo e a ciência.

Nessa quadra decisiva para a democracia brasileira, golpeada e ameaçada pelo totalitarismo de ultradireita, a ABMMD vem a público se manifestar em favor das candidaturas do campo democrático, rogando às médicas e médicos do Brasil que se empenhem para que elas sejam vitoriosas nos enfrentamentos de segundo turno diante dos representantes do fascismo, do obscurantismo religioso, do racismo, do machismo, da misoginia, da homofobia e de todas as formas de discriminação e opressão, do desrespeito ao meio ambiente e da negação da ciência.

O fascismo que pretendia utilizar as eleições de 2020 para galgar supremacia política no Brasil foi fragorosamente derrotado no primeiro turno, desgastado que está por uma política lesa pátria, subalterna aos interesses norte-americanos e genocida do nosso povo no que toca ao enfrentamento da Covid-19.

Além disso, a derrota de Donald Trump, principal aliado do governo brasileiro no exterior tende a isolar cada vez mais o Brasil da comunidade internacional.

Todo esse cenário, aliado a uma queda de popularidade acentuada do governo nos últimos meses torna essas eleições de segundo turno, que estão ocorrendo em cidades importantes do Brasil, cruciais para a tentativa por parte da extrema direita de garantir alguma sustentabilidade política.

Por isso, derrotar os aliados do governo nesse segundo turno se preenche de imensa importância para a consolidação da resistência democrática e para inviabilizar em definitivo as aspirações totalitárias, jamais escondidas pelos que estão no Poder em Brasília.

Médicas e médicos do Brasil a sua valorosa atuação é muito importante nesse momento!

A hora é de nos levantarmos com determinação e energia para apoiarmos candidatas e candidatos que defendem a promoção da justiça social e dos direitos humanos, os direitos e garantias fundamentais, os direitos sociais e a dignidade da pessoa humana, consubstanciados no direito à saúde e a uma vida dignas e em favor da manutenção e melhoria do SUS de qualidade, equitativo e com acesso universal.

Em nome do SUS, dos(as) nossos(as) pacientes, nossa razão de ser, com quem temos uma responsabilidade e um compromisso, em nome da ciência brasileira e da medicina enquanto profissão humanista e herdeira de um esforço de toda a humanidade: Vamos derrotar o fascismo!

Fortaleza, novembro de 2020





2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

23 de novembro de 2020 às 15h40

Parece até mentira que hoje há muitos políticos
que pretendem a Privatização dos Serviços de
Saúde no Brasil, inclusive Candidatos do MDB,
partido ao qual pertenceu Ulisses Guimarães,
Presidente da Assembléia Nacional Constituinte
que promulgou a Constituição Cidadã de 1988
que estabeleceu Dispositivos para a instituição
estatal do Sistema Único de Saúde (SUS)
Universal e Gratuito à População Brasileira.
Ulisses deve estar tentando se erguer das águas
para lançar um grito aos seus correligionários:
– Pelo Amor de Deus, não traiam a Carta Magna!
O SUS é do Povo! Não o ponham em Mãos Sujas!

Responder

abelardo

23 de novembro de 2020 às 14h25

Estamos anotando os nomes de todos os políticos inimigos do SUS e do povo, para deixá-los fora da política em 2022 e eleger somente candidatos e candidatas que se comprometerem a anular e reparar todas as decisões e alterações políticas que permita reduzir e afetar o papel cada vez mais impressindivel do SUS junto a população, como também ajudar na divulgação desses candidatos e/ou candidata, para sua eleição reforce muito mais a proteção, o poder e toda a estrutura assistencialista desta importante e fundamental instituição de brasileiras.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Blogs & Colunas
Mais conteúdo especial para leitura