VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Em manifesto, entidades se solidarizam com equipe de Pernambuco que fez aborto de menina estuprada: ‘Cumpriu a lei’; íntegra
Blog da Saúde

Em manifesto, entidades se solidarizam com equipe de Pernambuco que fez aborto de menina estuprada: ‘Cumpriu a lei’; íntegra


17/08/2020 - 15h40

Manifesto de Apoio e Solidariedade à Equipe do Centro Integrado Amaury de Medeiros – CISAM/UPE

Coletivo Adelaides

As entidades abaixo assinadas vêm a público parabenizar e manifestar nosso apoio, solidariedade e admiração à equipe do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros -CISAM-UPE, serviço vinculado ao SUS, que no dia 16 de agosto mais uma vez fez cumprir a lei, garantindo o pleno direito de uma criança de 10 anos de idade, natural do Espírito Santo, que se encontrava grávida vítima de estupro e no aguardo do procedimento de abortamento conforme ditames legais.

A mesma vinha sendo estuprada desde seus seis anos de idade e mesmo após evidência de gestação oriunda de estupro e notadamente danosa para sua saúde física e mental, culminando com risco de vida, a mesma seguia no aguardo de uma autorização judicial, que ocorreu no dia 15 de agosto.

É importante destacarmos que esse tipo de aborto tem respaldo legal, tendo sido portanto desnecessária a espera de uma autorização judicial, o que aumentou riscos e sofrimento para essa menina, já profundamente violentada.

Manifestamos também nosso repúdio a todo e qualquer gesto escuso e oportunista de exposição, desrespeito e violência a essa menina, deveras traumatizada, e sua família, bem como aos profissionais que tão corretamente fizeram seu papel, garantindo direitos constitucionais que não podem, nem devem ser atrasados ou negados a quem quer que seja.

Exigimos também a investigação rigorosa e punição exemplar de quem vazou as informações sigilosas do caso e a imediata captura e prisão do estuprador.

1. Coletivo Adelaides

2. 342Artes

3. A Frente Parlamentar Feminista Antirracista com Participação Popular

4. A Rede Feminista de Saúde, Direitos sexuais e Reprodutivos

5. Além das Grades

6. ANEPS – Articulação Nacional de Movimentos e Práticas de Educação Popular em Saúde de Sergipe

7. Anis – Instituto de Bioética

8. ANPG – Associação Nacional de Pós-Graduandos

9. APG UFU – Associação de pós-Graduandos da Universidade Federal de Uberlândia

10. Articulação de Mulheres Brasileiras/AMB Rio

11. Articulação Negra de Pernambuco

12. Associação Brasileira de Enfermagem Seção Tocantins- ABEnTO

13. Associação Brasileira de Ensino em Fisioterapia – ABENFISIO

14. Associação Brasileira de Médicas e Médicos pela Democracia

15. Associação Brasileira de Saúde Bucal Coletiva.

16. Associação Brasiliense de Medicina de Família e Comunidade

17. Associação Capixaba de Medicina de Família e Comunidade/ACMFC

18. Associação de Docentes da UPE- ADUPE

19. Associação de Medicina de Família e Comunidade do Estado do Rio de Janeiro – AMFaC-RJ

20. Associação Paraibana de Medicina de Família e Comunidade (APBMFC)

21. Associação Paulista de Medicina de Família e Comunidade/ APMFC

22. Associação Paulista de Saúde Pública (APSP)

23. Associação Pernambucana de Medicina de Família e Comunidade – APEMFC

24. Associação Sergipana de Doulas ASDOULAS

25. Bloco Não é Não Goiás

26. BlocoA

27. Casa de Acolhimento Alice Tamieti

28. Católicas Pelo Direito de Decidir

29. CEBES Núcleo Recife

30. Centro Dom Helder Câmara de Estudos e Ação Social – CENDHEC

31. Centro Feminista de Estudos e Assessoria – CFEMEA

32. Chicas – Coletivo Feminista Francisca Praguer – Medicina UFSJ/CBD

33. CLADEM Brasil

34. CMS/BH Comissão Interinstitucional de Saúde da Mulher

35. CNCN – Congresso Nacional de Lutas Contra o Neoliberalismo

36. Coletivo de Assistentes Sociais Resistência e Luta, Sergipe

37. Coletivo FAPO – Feminismo de Ação Popular de Uberlândia/MG

38. Coletivo Filhas do Vento

39. Coletivo Mangueiras

40. Coletivo Margarida Alves

41. Coletivo Parir – São João del Rei/MG

42. Collectif Alerte France Brésil / MD18

43. Comitê Estadual de Educação do Campo, Sergipe

44. Comitê Estadual de Mortalidade Materna de Pernambuco

45. Conselho Municipal de Saúde de Belo Horizonte

46. Diretório Municipal do PT-BH – Vice Presidente Neila Batista

47. Deixa Ela Em Paz

48. Escola de Conselhos de Pernambuco- UFRPE

49. Federação Nacional dos Nutricionistas – FNN

50. Fórum DCA Recife

51. Fórum Gaúcho de Saúde Mental

52. Fórum de Mulheres da Amazônia Paraense

53. Fórum de Mulheres das Vertentes – MG

54. Fórum de Mulheres de Pernambuco

55. Fórum Nacional de Conselhos Tutelares – FCNCT;

56. Frente Favela Brasil – PE

57. Frente Feminista de Médicas de Família e Comunidade

58. Gabinetona – Minas Gerais

59. GEPCOL/UFPE* – Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Poder, Cultura e Práticas Coletivas

60. Germinar – UFRJ

61. Grupo Curumim

62. Grupo de teatro das oprimidas Madalenas Rio

63. Grupo Xicas da Silva -Minas Gerais

64. GT Aborto SES RJ

65. HYPATIA/UFPE* – Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Gênero, Ciências e Culturas

66. Indômitas Coletiva Feminista- BH

67. Instituto Pauline Reichstul (IPR)

68. Instituto Equânime Afro Brasil

69. Levante: Mulheres derrubam Bolsonaro

70. Liga Acadêmica do Cuidado Integral à Saúde da Mulher – UFSJ/Campus Dom Bosco

71. Lumiar Sergipe

72. Mandato Deputada Andreia de Jesus (Dep. Estadual MG)

73. Mandato Deputada Áurea Carolina (Dep. Federal MG)

74. Mandato Vereadora Bella Gonçalves (vereadora BH)

75. Marcha da Maconha Recife

76. Marcha Mundial das Mulheres

77. Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase – Núcleo Palmas

78. Movimento Negro Evangélico de Pernambuco

79. Movimento Unificado 8M-BH

80. Movimentos pela Saúde dos Povos- Círculo Norte Brasil

81. Mulheres do Seridó – RN

82. Mulheres no Audiovisual Pernambuco

83. NUSP-UFPE

84. Observatório Popular dos Direitos Humanos.

85. OMAQUESP (Organização de mulheres Assentadas e quilombolas do Estado de São Paulo).

86. PartidA – DF

87. Podcast Medicina em Debate

88. Rede de Mulheres Negras de Pernambuco

89. Rede de Pesquisa Psicanálise e Infância do FCL-SP

90. Rede de Pesquisa Psicanálise e Infância do Fórum do Campo Lacaniano de São Paulo

91. Rede Feminista de Ginecologistas e Obstetras

92. Rede feminista de saúde direitos sexuais e direitos reprodutivos/Regional Minas Dirlene Marques

93. Rede Médica pelo Direito de Decidir – Doctors for Choice/Brasil

94. Rede Nacional de Advogados e Advogadas Populares – RENAP.

95. Rede Nacional de Feministas Antiproibicionistas

96. Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares

97. Rede Solidária em Defesa da Vida de Pernambuco

98. Rede Unida

99. REHUNA – Rede pela Humanização do Parto e Nascimento

100. Residência De Medicina de Família e Comunidade – SESAU Recife

101. Rua_Juventude Anticapitalista PE

102. Secretaria Nacional de Mulheres do PT

103. Sentidos do Nascer

104. Sindicato Nacional das trabalhadoras e trabalhadores da Fundação Oswaldo Cruz – ASFOC SN

105. Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade/ SBMFC

106. SOS Corpo Instituto Feminista para a Democracia

107. TamoJuntas – Assessoria Jurídica Gratuita para Mulheres vítimas de violência

108. Núcleo de Mulheres do PT na Câmara: Deputada Benedita da Silva (PT-RJ), Deputada Erika Kokay (PT-DF), Deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), Deputada Luizianne Lins (PT-CE), Deputada Margarida Salomão (PT-MG), Deputada Maria do Rosário (PT-RS), Deputada Marília Arraes (PT-PE), Deputada Natália Bonavides (PT-RN), Deputada Professora Rosa Neide (PT-MT), Deputada Rejane Dias (PT-PI).

109. Coletiva Jurema Preta

110. Coletivo Juntas!

111. Programas Integrados de Residência em Medicina de Família e Comunidade e Multiprofissional em Saúde da Família da Fesf-SUS/FIOCRUZ

112. Fórum de Mulheres em Luta da UFPB

113. Programa de Residência em Enfermagem Obstétrica SESAU Recife

114. Grupo de Estudos sobre Álcool e Outras Drogas da UFPE

115. Igreja caliça Anglicana da Amazônia

116. Federação Internacional das Associações dos Estudantes de Medicina do Brasil – IFMSA Brazil

117. Coletiva Nós Mulheres – pré-candidatura coletiva à vereança de São Paulo (pré-candidata Rute Alonso)

118. União de Mulheres de São Paulo

119. Promotoras Legais de São Paulo – PLPs

120. Núcleo Especializado de Promoção e Defesa dos Direitos das Mulheres (NUDEM), da Defensoria Pública do Estado de São Paulo

121. Coletivo de Mulheres Defensoras Públicas do Estado de São Paulo

122. Grupo de pesquisa LAROYÊ culturas infantis e pedagogias descolonizadoras

123. Coletivo Diversus – FCMSJC Humanitas

124. Conselho Estadual de Direitos da População LGBT de Pernambuco

125. JORNAL INVERTA

126. Fórum de Mulheres em Luta da UFPB

127. Bancada Feminista do PSOL (pré-candidatura coletiva à vereadoras em SP)

128. Coletivo Elo das Marias

129. Sociedade Brasileira de Bioética

130. Associação Brasileira dos Terapeutas Ocupacionais – ABRATO

131. Coletivo Memória e Utopia

132. Ressignificando Vidas

133. Promotoras legais populares da fronteira trinacional

134. Fórum pelos Direitos e Liberdades Democráticas

135. Afronte! Juventude Sem Medo (Pernambuco)

136. Diretório Acadêmico Revolucionário de Enfermagem

137. Promotoras Legais Populares/SV

138. Associação cultural dos terapeutas ocupacionais do rio grande do sul

139. Coletivo de Terapeutas Ocupacionais Berenice Rosa Francisco

140. FONSANPOTMA – Fórum Nacional De Segurança Alimentar E Nutricional Dos Povos Tradicionais De Matriz Africana

141. Associação dos Docentes da Universidade Federal Rural de Pernambuco- ADUFERPE

142. Revista AzMina

143. Mulheres Unidas Contra Bolsonaro – MUCB

144. Associação Brasileira de Educação Médica- ABEM – Conselho de Administração

145. NegreX

146. Clinica Feminista Na Perspectiva Da Interseccionalidade UFRGS

147. Movimento Trombonistas Brasileiras

148. Fanfarra Feminina Sagrada Profana

149. Forum pela Humanização do Parto e Nascimento de Campinas e região

150. Fórum Aborto Legal do Rio Grande do Sul

151. Núcleo de estudos sobre Educação e Direitos Humanos

152. Setorial de Mulheres da Executiva Nacional dos Estudantes de Enfermagem (ENEEnf)

153. PLENU – Instituto Plena Cidadania

154. Coletivo ClarinetAs+

155. Mulheres Clarinetistas

156. GEM – Centro de Estudos e Pesquisas sobre Mulheres, Gênero, saúde e enfermagem

157. Grupo de pesquisa GESTAR

158. Clarinetista

159. Direção Executiva Nacional dos Estudantes de Medicina – DENEN

160. Fluxo – coletivo de psicologia social

161. Afronte! Juventude Anticapitalista

162. Beatriz Cerqueira – Mandato Deputada Estadual PT/MG

163. Secretária de Mulheres do PT BH – Isabel Cristina de Lima Lisboa

O manifesto está aberto a apoios. Para assinar, clique aqui.



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Renato Pereira

18 de agosto de 2020 às 13h08

Só para lembrar de dois casos famosos Aracelli e Ana Lidia. É bom não esquecermos

Responder

Zé Maria

18 de agosto de 2020 às 04h01

“Trabalho com um grupo muito coeso
que compartilha das mesmas ideias.
Eu costumo receber elogios da população
por ajudar essas mulheres
e não críticas e ofensas.
Querer impedir o aborto dessa criança
seria uma forma de violência
maior do que o próprio estupro.”

“A aglomeração atrapalhou ainda outras gestantes que precisavam de atendimento, atrapalhou o fluxo de atendimento ecolocou em risco a população por causa daquele corredor polonês com pessoas sem máscara e gritos ofensivos.”

“Trabalho com mulheres vulneráveis e vítimas de violência sexual há décadas e nunca passei por situação parecida.
Nunca recebi nenhum tipo de agressão, nem mesmo quando fizemos o aborto de uma criança de 9 anos, grávida de gêmeos”

Dr. Olímpio Barbosa de Morais Filho
Médico Ginecologista
Diretor do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam),
da Universidade de Pernambuco

“Ela [a menina] estava aparentemente tranquila, carregava duas pelúcias de sapo.
Nós a levamos para dentro e iniciamos o acolhimento da melhor forma possível, para evitar que ela percebesse o que estava acontecendo”

“Trabalhamos há mais de 30 anos com os direitos reprodutivos e sexuais das mulheres, mas ontem não havia espaço para o diálogo.
Havia agressividade nas palavras e até a criança foi chamada de assassina, sem ter culpa nenhuma do que estava acontecendo.
Ainda bem que já acabou”.

Enfermeira Benita Spinelli
Coordenadora da Equipe dos Profissionais de Saúde

Responder

Antonio Deives Alves Figueiredo

17 de agosto de 2020 às 19h43

Parabéns a todos os profissionais do CISAM/UPE que cumpriram com louvor essa missão de resgatar,em parte, a dignidade dessa sofrida criança,sem viés religioso ou político, orgulho de ter tido parte da minha formação acadêmica naquele renomado serviço de saúde pública

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!