VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Covid-19: Ministério da Saúde segura R$ 21 bi que poderiam estar salvando vidas
Agência Brasil e divulgação
Blog da Saúde

Covid-19: Ministério da Saúde segura R$ 21 bi que poderiam estar salvando vidas


24/07/2020 - 19h37

Combate à Covid-19: estados e municípios têm R$ 14 bilhões represados no Ministério da Saúde

O CNS acompanha a evolução da execução orçamentária e tem alertado para a demora no repasse de recursos destinados a combater o coronavírus

Ascom Conselho Nacional de Saúde (CNS)

Parte da verba destinada a estados e municípios para melhoria da oferta dos serviços hospitalares e de Atenção Básica na pandemia está parada.

São aproximadamente R$ 14 bilhões represados no Ministério da Saúde que poderiam estar sendo utilizados para atenuar a crise e salvar vidas.

A demora para esse repasse segue injustificável, segundo o Conselho Nacional de Saúde (CNS).

A informação é fruto de um estudo da Comissão de Orçamento e Financiamento do Conselho (Cofin/CNS), divulgado nesta sexta-feira (24/07), no Boletim Cofin.

Outro dado é que, quase R$ 7 bilhões do recurso previsto no orçamento para Aplicação Direta do MS no combate ao Covid-19 também está parado.

Isso quer dizer que, 63% do recurso disponível ainda não se transformou em pedidos de compra de respiradores, máscaras e outros itens necessários para a população, para os trabalhadores da saúde e para equipar as unidades de saúde pelo Brasil.

A soma do recurso represado para estados e municípios com a verba prevista para a aplicação direta do MS que também está parada é de R$ 21 bilhões, mais da metade do recurso de R$ 39,2 bilhões disponível para isso.

Há, portanto, uma grande parte de recursos parados que são necessários o enfrentamento da crise sanitária.

“A falta de agilidade na execução dos recursos disponíveis é gravíssima e tem relação com a quantidade crescente de mortes e avanço da doença no país”, afirma o coordenador adjunto da Cofin do CNS, Claudio Ferreira do Nascimento.

Passado mais de cinco meses de pandemia, o levantamento corrobora a falta de uma coordenação nacional para enfrentamento da pandemia, e também uma falta de planejamento integrado com os gestores municipais e estaduais.

O consultor técnico da Comissão de Orçamento e Financiamento (Cofin) do CNS, Francisco Funcia alerta para a diferença entre repassar os recursos ao longo de 150 dias ou em apenas 15.

“O que se deixou de fazer pela falta de recurso não será recuperado. Além disso, é inviável administrativamente executar um montante para vários meses, em poucos dias, especialmente nas localidades menores”, destaca.

Desde abril o CNS tem acompanhado semanalmente a execução orçamentária e alertado para a demora no repasse de recursos destinados a combater o novo coronavírus.

Também enviou a Recomendação nº 49 à Presidência da República para a adoção de medidas corretivas urgentes que promovam a execução orçamentária e financeira do Ministério da Saúde com a celeridade requerida pela emergência sanitária causada pelo Covid-19 no Brasil.

Saiba mais

O Boletim Cofin é uma publicação semanal do CNS com informações sintéticas sobre a evolução dos gastos federais do Sistema Único de Saúde (SUS).

Neste período, as análises focam no combate à pandemia do Covid-19.

O Boletim Cofin é produzido a partir de dados levantados pelo economista Francisco R. Funcia, consultor técnico do CNS e professor da Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), Rodrigo Benevides, representante do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), e Carlos Ocké-Reis, representante do Ipea e da Associação Brasileira de Economia da Saúde (Abres).

Os dados do Boletim Cofin foram extraídos da Plataforma Siga Brasil.



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

25 de julho de 2020 às 03h46

E os Hospitais Públicos desabastecidos
de insumos, anestésicos e analgésicos
necessários ao tratamento dos doentes.

Responder

    Zé Maria

    25 de julho de 2020 às 22h07

    O Genocida do Planalto está acumulando Crimes contra a Humanidade
    para mais um Processo no Tribunal Penal Internacional (TPI), em Haia.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!