VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Vitória contra o obscurantismo: Paulo Freire permanece Patrono da Educação brasileira

14 de dezembro de 2017 às 19h07

por CDH reafirma Paulo Freire Patrono da Educação brasileira

por Ricardo Borges, da Comissão de Direitos Humanos do Senado

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado aprovou, nesta quinta-feira (14), o relatório apresentado pela senadora Fátima Bezerra para manutenção do título de “Patrono da Educação Brasileira” de Paulo Freire, rejeitando, assim, a Sugestão Legislativa 47/2017, apresentada por uma cidadã na página do E-Cidadania no portal do Senado.

Em sua justificativa, Fátima afirmou que a sugestão é derivada do processo de fascistização de setores da sociedade brasileira, marcado pela intolerância, pela falta de alteridade e por variadas formas de preconceito, discriminação e opressão.

“A proposta integra um movimento que, sob o pretexto de combater a doutrinação ideológica dos estudantes, busca abolir o pensamento crítico, a problematização da realidade. A sugestão é derivada, sobretudo, da ausência de conhecimento sobre o imenso legado de Paulo Freire para o Brasil e para o mundo. Estamos falando de homem que, pela sua obra, sua trajetória, é considerado um dos maiores filósofos, pensadores e educadores do século 20”, descreve.

Fátima lembrou que a vida e a obra de Paulo Freire inspiram os educadores de hoje e continuarão a inspirar os de amanhã na construção de uma sociedade livre, justa e solidária.

“No momento em que tentam sequestrar, através do Projeto Escola sem Partido, a liberdade de aprender e ensinar, o arquivamento da sugestão legislativa que pretendia tirar essa homenagem a Paulo Freire representa uma vitória da sabedoria contra o obscurantismo, da liberdade contra o autoritarismo”, disse.

“Em um país como o nosso, que ainda conta com 13 milhões de analfabetos, um educador do porte de Paulo Freire, que dedicou toda sua vida contra o analfabetismo e a uma educação democrática e inclusiva, merece todo nosso zelo, respeito e consideração. Paulo Freire é uma das principias referências não só para o Brasil, como para o mundo. Por isto, minha imensa alegria de, mais uma vez, homenagear Paulo Freire como patrono da Educação”, completou.

Após leitura do relatório, defenderam também a rejeição da proposta os senadores Paulo Paim e Marta Suplicy.

Participaram ainda da reunião o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e do Fórum Nacional Popular de Educação, Heleno Araújo; o coordenador da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara; e a representante dos Fóruns de Educação de Jovens e Adultos, Maria Luiza Pereira.

Defesa

Assim que foi apresentada a sugestão legislativa, educadores e entidades se mobilizaram em defesa de Paulo Freire. O Coletivo Paulo Freire lançou um manifesto em defesa do legado do educador e da manutenção da Lei nº 12.612, de 13 de abril de 2012, que declara o educador Paulo Freire Patrono da Educação Brasileira, de iniciativa da deputada Luiza Erundina.

Diz o manifesto: “A sociedade brasileira não pode permitir tamanho acinte. Tirar de Paulo Freire o título de Patrono da Educação Brasileira, recebido in memoriam, representa impor a ele e a sua obra uma espécie de segundo exílio, tão violento quanto o primeiro (1964-1980)”. Paulo Freire foi exilado durante a ditadura militar.

No início de novembro, a Comissão de Educação, Cultura, Ciência, Tecnologia e Esportes do Parlamento do Mercosul aprovou uma declaração contra as iniciativas em curso no Brasil que tentam desonrar o nome e o legado de Paulo Freire. A proposta foi sugerida pela senadora Fátima Bezerra.
Na declaração, os parlamentares declaram irrestrita admiração à obra inovadora e revolucionária de Paulo Freire e afirmam que seus métodos educacionais contribuíram e ainda hoje contribuem decisivamente para os processos de emancipação das populações historicamente excluídas dos benefícios do desenvolvimento, configurando sociedades mais justas, humanas e progressistas.

“O legado humanista de Paulo Freire inspira o processo de integração do Mercosul, o qual almeja, em última instância, a construção de um mercado comum fundado no atendimento aos direitos das populações de todos os países, com destaque para o direito emancipador e libertador da educação”, afirma o documento.

O Educador

Paulo Freire é o educador e pensador brasileiro mais reconhecido no mundo. Entre inúmeras honrarias, foi agraciado com 41 títulos de Doutor Honoris Causa de universidades ao redor do mundo.

Recentemente, o patrimônio documental do Acervo Paulo Freire foi incluído no Programa Internacional Memória do Mundo, pertencente à Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), que tem por objetivo contribuir para a paz e a segurança no mundo, por meio da Educação, das Ciências Naturais, Sociais e Humanas e por intermédio da comunicação e informação.

Paulo Freire é autor de dezenas de publicações na área de educação, entre elas A Pedagogia do Oprimido (1968), considerada sua obra-prima e o terceiro livro mais citado em toda a literatura das Ciências Humanas, segundo pesquisa realizada por Elliott Green, professor associado à London School of Economics.

Leia também:

Damous garante que candidatura de Lula será registrada em 2018

 

6 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Cláudio

18/12/2017 - 04h13

:
: * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra♥♥S♥♥il e postando:

Grande Paulo Freire, que, igual a Lula, nos dá orgulho de sermos nordestinos/as (mas não Sarney, Agripino ou Collor e outras escória$$)…
.:.
:: Poesia contra a distopia (Distopia = Ideia ou descrição de um país ou de uma sociedade imaginários em que tudo está organizado de uma forma opressiva, assustadora ou totalitária, por oposição à utopia. “Distopia”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, 2008-2013, [consultado em 01-10-2016].
.:.
Poema acróstico para o maior e melhor brasileiro de todos os tempos :

L ouvemos quem bem merece o mais pleno louvor
U m homem simples como as coisas boas da vida
Í ntimo camarada, nosso irmão e amigo de valor
Z elando sempre pelo bem da humanidade querida

I nimigo dos maus, amigo dos bons, trabalhador
N ascido do povo que muito o ama e admira
Á rvore de bons frutos, os de melhor sabor
C onsciência plena de tudo que no mundo gira
I magem perfeita do homem de si senhor
O humano defensor de humana lira

L uz de nossa gente, lutador incansável
U m verdadeiro herói do povo brasileiro
L úcido e consciente do mais admirável
A mor pelo ser humano e verdadeiro

D igno e sincero, fraterno e muito humano
A migo do povo, honesto e sempre lhano

S eja o meu/nosso canto para te louvar
I sso que a voz do povo já disse várias vezes
L ula, o BraSil vive mais feliz só por te amar
V itória da melhor sorte no número treze
A fazer do brasileiro a humanidade a se ampliar.
.:.::.:.
Autor: Cláudio Carvalho Fernandes ( poeta anarcoexistencialista )
.:.
L uz do povo brasileiro / U m digno e fiel lutador / L astreando com real valor / A honra do BraSil inteiro.
.:.
L ula livrou 36 milhões da pobreza / U m feito memorável sem precedentes /
L utando contra a mídia venal, teve a certeza / A bsoluta de estar ao lado dos brasileiros conscientes
.:.
L ivrando da miséria extrema 36 milhões de brasileiros / U m feito sem igual que por si só já bastaria
L ula segue sendo no mundo um dos primeiros / A fazer de seu povo a eterna rima rica de sua poesia
.:.
.:.
Mídia cínica, mercenária, demagógica e corruta.
.
“Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma”.
. …………………..………………………………. ( Joseph Pulitzer )
.:.
Se você não for cuidadoso / cuidadosa
.
“Se você não for cuidadoso / cuidadosa, os jornais [a mídia] farão [fará] você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas e amar as [‘]pesso[nh]as[’] que estão oprimindo”.
. …………………..………………………………. ( Malcolm X )
.:.
( En la lucha de clases )
.
En la lucha de clases
Todas las armas son buenas

Piedras
Noches
Poemas
. ……………………………………….( Paulo Leminski )
.:.
( Não é a beleza )
.
Não é a beleza
Mas sim a humanidade
O objetivo da literatura
. …………………………………………….( Salamah Mussa )
.:.
A existência precede a essência.
. …………………………………………….( Jean-Paul Sartre )
.:.
.:.
* 1 * 2 * 13 * 4
.:.
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
* * * * * * * * * * * * *
* * * *
Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já pra antonti (anteontem. Eu muito avisei…) !!!! Lul(inh)a Paz e Amor (mas sem contemporizações indevidas) 2018 neles/as (que já perderam DE QUATRO nas últimas 4 mais recentes eleições presidenciais no BraSil) !!!!
* * * *
* * * * * * * * * * * * *
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Responder

Julio Silveira

15/12/2017 - 19h55

O povo brasileiro, a maioria sofrida pelo menos, precisa sair da sua tradicional letargia e recobrar o espirito de justiça, deixado para tras pos conta do chá golpista do boa noite cinderela, aviado pela conjunção de forças do atraso, que sempre estiveram camuflados, empunhando as mais diversas bandeiras da ocasião, no país. Todas que, sob um olhar critico minimamente lucido e atento, percebe serem hipocritas, usadas para lutar contra o avanço cultural e de cidadania dessa maioria relegada. Secundarizada no país, renegada por essas forças, por que funciona para eles não termos uma nação protagonista, autonoma, soberana. Gente que busca a predominancia para transformar o atraso da igualdade e da isonomia, em beneficios pessoais, por conta da manutenção da estrutura que montaram para como ela serem os beneficiarios exclusivos e quanto vivem sobre a desgraça da maioria e, por consequencia, do país.

Responder

Morvan

15/12/2017 - 12h02

Bom dia.
Vitória da Razão X as Trevas do “Escola Sem Partido” e outros vermes: Paulo Freire ratificado como Patrono da Educação brasileira. Perderam, miseráveis!
Repercurti“, no RedeCoxa e vou fazê-lo no VK, também.

Saudações “#ForaTemerGolpsista; Eleger o ‘Jara’, recobrar o país das mãos dos destruidores. Reforma do Golpiciário urgente. Com esta curriola togada, jamais teremos democracia“,
Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.

Responder

John

15/12/2017 - 03h54

Com tantas situações extremamente necessárias e urgentes, fico embasbacado com uma pessoa ocupar o tempo do Senado com uma proposta absurda, como a que foi apresentada. Felizmente, a razão e o bom senso venceram esse nefasto, como referiu a Senadora Fátima Bezerra, obscurantismo intelectual.

Responder

a.ali

14/12/2017 - 23h13

temos de fazer barba, cabelo, bigode e suiça nesses fascistas…é mt. alienação!

Responder

Flavio Wittlin

14/12/2017 - 22h08

Vitória da luz sobre os atormentados que tentaram empalar o saber crítico e libertário inaugurado pelo gênio da raça humana chamado PAULO FREIRE.

Responder

Deixe uma resposta