VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Rodrigo Vianna: Palocci e as escolhas de Dilma

22 de maio de 2011 às 10h20

por Rodrigo Vianna, no Escrevinhador

A denúncia contra Palocci parece consistente. Ah, mas a “Folha” quer desgastar a Dilma… E daí? O fato ocorreu ou não?

Ah, mas a denúncia foi vazada por “ruralistas” interessados em enfraquecer o ministro. E daí, de novo? É só quando os poderosos divergem que essas coisas vêm à tona…

Sim, Palocci (contradição do mundo real?!) cumpria nesse caso um papel positivo: negociava duramente com os ruralistas da base governista, para que aceitassem um Código Florestal menos retrógrado do que o proposto por Aldo Rebelo.

Por isso, criticar Palocci agora – dizem alguns apoiadores de Dilma – é fazer “o jogo da direita”. Será?

Aliás, se o caso surgiu como “fogo amigo” de dentro da base governista, por conta da votação do Código Florestal, a essa altura parece ter ganho dinâmica própria. Os jornais já relacionam o enriquecimento de Palocci à campanha de Dilma. Vale a pena manter um ministro que traz esse grau de instabilidade ao governo?

Quem acompanhou os bastidores da campanha eleitoral de 2010 sabe qual foi a opção de Dilma e do núcleo dirigente do PT no primeiro turno: tentaram ganhar a eleição só com o programa de TV e a popularidade do Lula. A idéia era ganhar sem fazer política. No primeiro turno, foi assim: campanha controlada pelo marqueteiro e pelos 3 porquinhos (Palocci, Dutra e Zé Eduardo).

Quem fez política foi o Serra. Politizou pela direita: trouxe aborto e religião para a campanha. Com isso, empurrou milhões de votos pra Marina, e levou a eleição pro segundo turno. Aí, a ficha no PT caiu. Dilma e o núcleo da campanha finalmente compreenderam o que já estávamos vendo na internet há semanas: o terrorismo conservador. Dilma deixou os conselhos do marqueteiro de lado, teve coragem de ir pra cima no debate da “Band” (primeiro domingo do segundo turno): pendurou no pescoço do Serra a história do aborto (a mulher de Serra tinha dito que Dilma gostava de “matar crancinhas”), falou em Paulo Preto, reanimou a militância.

Se Dilma tivesse insistido no figurino do primeiro turno, poderia ter perdido a eleição. Pesquisas internas, pouco antes do debate da Band, davam apenas 4 pontos de diferença sobre Serra no início do segundo turno. Foi a realidade que levou Dilma a mudar de figurino.

Pois bem. Passada a eleição, Dilma montou o ministério e começou a governar. Como? Com o figurino idêntico ao usado no primeiro turno da eleição:  sem política, longe dos movimentos sociais, procurando agradar o “mercado” e a “velha mídia”. Foi uma escolha.

Palocci tem a ver com isso. Coordenou a campanha. Ele quer um governo moderadíssimo, que não assuste a turma a quem dá “consultoria”.

Logo no início do governo, estava claro que Dilma procurava ocupar um espaço mais ao centro. Lula tinha (e tem) apoio da esquerda tradicional, dos movimentos sociais, do povão que saiu da miséria. Dilma foi em direção à classe média que lê a “Veja”. Com Palocci à frente. Palocci é amigo da “Veja” e da “Globo”. Palocci é blindado na “Globo”. Perguntem ao Azenha o que aconteceu na Globo quando ele tentou fazer uma reportagem sobre o irmão do Palocci, 5 anos atrás…

Renato Rovai publicou em seu blog um texto que mostra a repercussão desastrosa – para o governo – do caso Palocci nas redes sociais. Como aconteceu na eleição, com o aborto e a onda consevadora: primeiro os temas batem na internet, depois chegam às ruas.

Assim como ocorreu na eleição, Dilma talvez perceba que o figurino palocciano não garantirá estabilidade ao governo. Com quem ela vai contar quando enfrentar crise séria? Com a família Marinho? Com os banqueiros?

Dilma segue com popularidade alta. Mas o caso Palocci mostra os limites do governo. E os riscos que ela corre diante da primeira crise mais grave. Pode faltar base social…

O Viomundo acredita que não se trata de uma questão policial, mas ética e política (clique aqui)

 

152 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

alexandre clistenes

24/05/2011 - 15h02

Logo que soube do twittaço sobre Palocci vi que parecia coisa do Serra e da Soninha. Para não ser injusto fui dar uma olhada no site do criador Rafael Oliveira. Olhei todos as postagens e não vi uma sequer contra governos tucanos, como se São Paulo não tivesse números mascarados sobre a violência, concorrências suspensas, etc.
Ai peguei uma postagem como exemplo onde vários políticos e empresas são citadas. Obviamente nenhuma empresa paulista e nenhum político tucano foi citado, vejam:
"Requião e Thomaz. Um caso DiFuDe !! Requião,Sarney,Copa do mundo,pré-sal,Petrobrás,Mantega,inflação,Renan Calheiros,Delúbio,Kassabi e o PSD."
Não poderiam colocar, por exemplo a USP e seu reitor biônico, ou o metrô paulistano com as obras paradas pela justiça??? Enfim, o blog é tucano, e como tudo relacionado ao PSDB (FHC), não atinje o pobre, pois o povão (ainda) não tem twitter!!!!

Responder

Messias Macedo

23/05/2011 - 21h25

… Engraçado [e/ou trágico?!], o Partido da Imprensa Golpista (PIG) cobrindo os golpes do Tony ´Paláccio'… O PIG praticando jornalismo, e Palocci não se emendou com o episódio Francenildo!… Se derem [mais] corda ao ex-trotskista de Ribeirão Preto, o conservadorismo voltará a estas plagas, movimento análogo ao que está acontecendo em alguns países europeus: partidos socialistas sendo destronados pela direita…

República de ‘Nois’ Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

rodrigo.aft

23/05/2011 - 21h12

Azenha e colegas,

não sei não… acho q o Lula caiu no conto do bilhete premiado e nós tbém…

ou

Lula disfarçava direitinho e tudo q agora parece absurdo, já estava lá….

ou eu estou ficando muito irritado e penso q os ministros "infiltrados" estão enganando Dilma (a pura), ou Dilma está enganando os ministros "infiltrados" (e puros) ou ninguém está enganando ninguém e nós somos os "tolinhos" por acreditar em palavras ditas ao vento…
ideologia… ética… partido com propostas… administração transparente… kkkkk… quem mandou acreditar? bem feito! kkkkkk (nossa, como tem otário no mundo! kkkkkk) bando de Polianas… kkkkk…

volto a perguntar: alguém, por favor, me passe o link de "companheiros" expulsos por desvio de conduta (apropriar-se do q não é seu, tráfico de influência, associação ao crime, formação de quadrilha)!!!

tenho um monte de exemplos de companheiros expulsos por NÃO CONCORDAR com a mudança de rumo do pt de "ético" para PRAGMÁTICO ou pt de RESULTADOS (resultados? quais? isso q está aí?)…

cadê os links dos "companheiros" expulsos do pt por desvio de conduta??????

Responder

    rodrigo.aft

    24/05/2011 - 01h25

    ao invés de me negativarem, por que não listam aqui, para q vejamos os companheiros expulsos pelo pt?
    cadê companheiros com desvio de conduta EXPULSOS (os presos pela polícia não contam; me refiro a expulsos por desvio de conduta pelo partido no bRAZIL inteiro)

    eu é q deveria estar "negativando" todos "poliana" petistas por defender cegamente petistas (e coligados) pilantras e falta de compromisso ético com seus eleitores, por serem CÚMPLICES de falsidade ideológica.
    estou me sentido LESADO com o voto dado ao partido.

    nem vou perder tempo falando mal dos políticos do psdb (e semelhantes) (blargh!) por ser redundante falar mal de maus políticos… seres inomináveis, ardilosos, lesa-pátria, hipócritas, quinta coluna, cachorrinhos amestrados dos irmãos bons do north, mas se o pt não mudar, é nesse maligno nível q vão chegar.
    parece q não estão se importando… parece, aliás, q estão QUERENDO isso…

    beattrice

    24/05/2011 - 17h04

    Quem "negativa" é o lobby palocciano que tem batido ponto implacável no VIOMUNDO, né Azenha?

Orsola Ronzoni

23/05/2011 - 18h32

A verdade nua e crua: na era petista a Casa Civil virou palco de histórias obscuras e muito mal explicadas. Em linguajar menos politicamente correto, o ministério mais importante do governo é o espelho do PT: antro de negociatas e de corrupção desenfreadas. Depois de Zé Dirceu e Erenice agora chegou a vez do Paloffi, o garanhão da República de Ribeirão. Só a Dilma se safou porque usou o seu braço direito pra meter a mão em seu lugar.
É o segundo dos 3 porquinhos que voltará para onde não deveria ter saído: a lama. E o terceiro já está caindo de podre a considerar as declarações que fez em defesa do seu parceiro suídeo artiodáctilo.

Responder

    Rafael

    23/05/2011 - 19h32

    Hummm? Qual dessas declarações foram provadas?
    Estranho nessas denúncias é que nenhuma é clara, todas com muita especulação.
    Tem que se ter bom senso, claramente você não gosta do PT ou partido de esquerda,deve gostar do PSDB a extrema direita que quando estava no governo tinha total apoio da mídia para abafar todos casos de corrupção, sem falar em muitos casos, diferentemente de hoje, com muitas provas e mesmo assim nada aconteceu. Basta lembrar o caso do privatização da teles que prova o que eu tô dizendo.

Ronaldo Luiz

23/05/2011 - 18h17

A Dilma não é ingenua, e como Lula sabe o que pode e o que não pode. No caso atual, eu particularmente acho que ela vai sustentar o Palocci, já que o 'enriquecimento' dele foi lícito, declarado ao fisco, e ainda temos diversos escalões como Ministério Público, PF, etc… que podem atuar, e atestar, que não houve ilegalidade. Note-se que quando a midia se refere `ética', é a ética deles, é claro. Haverá um momento que que a Dilma deverá se impor perante a mídia, caso contrário sempre haverá uma nova onda e cada vez maior, visando atingí-la como tentaram ao longo de todo o governo Lula.

Responder

Julio Silveira

23/05/2011 - 17h54

Sobre este assunto, devo dizer que politico tramposo pode até continuar a existir, mas com a internet ele e seus alcooviteiros vão ter trabalho para engolir aqueles que irão gritar seus nomes.

Responder

Messias Macedo

23/05/2011 - 17h39

Não e Sim. Palocci vai derrotar Dilma em 2014 ?
Vote !
‘O governo que se exploda!’
em conversaafiada.com.br

#####################
Lá vem o pitaco do matuto ‘bananiense’!

… [Antonio] 'Paláccio' vai derrotar o governo da presidente Dilma Rousseff em… 2011! Ainda que a atual presidente seja reeleita em 2014, estaria derrotada considerando a permanência deste réu confesso na Casa [dos Horrores] Civil…

República de 'Nois' Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

mauro ramos

23/05/2011 - 16h47

nao se esqueçam que o Palocci esteve num seminario do instituto milenium,ourviram??!!!

Responder

Paulo Roberto

23/05/2011 - 16h32

"Palocci quer um governo moderadíssimo, que não assuste a turma a quem dá “consultoria”."

Não é necessário dizer mais nada. Acorda Dilma, fora Palocci.

Responder

fernandoeudonatelo

23/05/2011 - 16h28

O problema de Palocci é ser um alvo político ambulante, (assim como o ex-tesoureiro do PT, Delúbio ou a ex-ministra chefe da Casa Civil, Erenice Guerra) apesar de razoável poder de articulação em matérias importantes para o governo.

Sâo fugurinhas marcadas perante a imprensa, além de serem, administrativamente falando, uma caixinha de surpresas.

Responder

Fefeo

23/05/2011 - 16h10

Foi um erro colossal escolher este cidadão para a casa civil. Vai ser um erro suicida tentar mante-lo. Que pena Dilma… A tua ingenuidade vai te custar caro.

Responder

Fefeo

23/05/2011 - 16h04

Azenha,

O que aconteceu na Globo quando você tentou fazer uma reportagem sobre o irmão do Palocci, 5 anos atrás?

Responder

    Jairo_Beraldo

    23/05/2011 - 19h49

    Foi demitido, ora…que pergunta tola!!! O maninho do Tony Palocci, Ademar Palocci, foi secretario municipal do petista Pedro "boca suja" Wilson, e depois por "méritos", foi aprontar na Eletronorte.

    Mas o bom mesmo, foi ler que o Rodrigo fala hoje o que falei DURANTE a montagem do ministerio pela Dilma….sabia que ia dar merda…Palocci não poderia emplacar…como toda a direita, é sujo como um porquinho…e o Zezão Cardozo então???? Cascão puro!!!!

ZePovinho

23/05/2011 - 15h15

Me enviaram.Não sei a fonte:

A fonte é o Valor Econômico

Responder

Eugênia

23/05/2011 - 14h57

A mim me parece que Rodrigo Vianna não gosta do Palocci com ou sem empresa Projeto. E usa os acontecimentos para dizer que ele não serve para o cargo. Na verdade Rodrigo Vianna é contra o Palocci e ponto. E acha que a Dilma deve ser também. Acho que não. O Palocci está bem onde está e é por essa razão que é atacado. Não acho que o PT tenha vocação para apanhar ou a Dilma escolheu errado. O que eu acho é que detratores de uma maneira geral não precisam de verdades para existir basta existir o objeto. A oposição e mídia que a orienta é que têm sempre o mesmo script, atacar o PT e os que tem poder no e para o PT, a qualquer preço. E encontram sempre audiência certa para isso.

Responder

    Marcelo de Matos

    23/05/2011 - 16h16

    A pergunta que se tem de fazer é se Palocci contrariou a lei. Está claro que não, pois, antes dele, vários ex-ministros da Fazenda e do BC fizeram consultoria. Elio Gaspari argumentou que os outros são economistas e Palocci é médico. Mas, Palocci foi ministro da Fazenda de reconhecida competência. Palocci chegou a pedir desculpas a Pedro Malan, André Lara Rezende, Pérsio Arida, Maílson da Nóbrega e outros por ter citado seus nomes. Eu digo que esses cidadãos, embora competentes, tornaram-se riquíssimos por terem exercido os ditos cargos e não vou pedir desculpas a ninguém. Se amanhã editarem uma lei que proíba o exercício de consultoria por essas pessoas, tudo bem. Enquanto isso não acontecer, todos podem exercê-la porque, afinal, todos são iguais perante a lei, ou como dizem muitos, todos são filhos de Deus.

    fernandoeudonatelo

    23/05/2011 - 16h45

    Parece sim, que o fato do enriquecimento foi utilizado como forma de desgate político e moral do próprio PT.

    O que não elimina o fato de Palocci, ser uma fonte em potencial de denúncias ou escândalos.

    Mais um daqueles casos, em que o governo até aperta as rédeas públicas de personagens controversos e visados, mas nada consegue fazer com suas atividades privadas conflitantes.

    Os próximos, vão ser os Fundos de Pensão Estatais com direção de nomes do PMDB, pode esperar.

    beattrice

    23/05/2011 - 20h46

    "Ministro da Fazenda de reconhecida competência", Ribeirão Preto tem boa memória da excelente "competencia" do dito cujo.

    João

    25/05/2011 - 20h32

    rapaz… vc confunde tudo numa sopa de meias verdades e mentiras completas!

    1) Nenhum dos sitados foi consultor enquanto trabalhava no/para o governo (já q nunca exerceram mandatos eleitos)

    2) Todos os sitados vieram do mercado ou são funcionários de carreira do BC… são economistas!

    3) Todos os sitados voltaram pro mercado DEPOIS de sairem do governo e cumprir o prazo de quarentena

    4) NENHUM dos sitados tinha influencia para "vender" durante o Governo Lula!

    5) Palocci, ao contrário dos nomes sitados, é médico e, apesar de ter sido Ministro da Fazenda, não entende PATAVINAS de Finanças ou Economia pra vender serviços especializados nessa área!

    6) Ninguem é contra um cidadão ganhar dinheiro… HONESTAMENTE! e vc, honestamente, acha q esse é o caso de Palocci? eu não…

Julio Silveira

23/05/2011 - 14h38

Sobre este assunto vou entoar meu mantra:
Fico impressionado com a facilidade com que alguns são tão ardorosamentes criticos, quando vem das hostes contrarias os maus feitos. Mas tão lenientes quando os mesmos mau feitos vem de correligionários ou de seus idolos de pés de barro. Ainda que hajam alguns participantes do blog, hipocritamente intencionados, que aproveitam para desancar seus recalques por terem também em suas defendidas hostes enorme quantidade de maus cidadãos, já reconhecidos pela sociedade como tal, ainda assim me envergonharia ter que defraudar a bandeira da igualdade no mal feito. São por atitudes como essas que a politica no Brasil está virando um saco de gatos onde tudo pode ser justificado, a ética sacrificada, desde que algum beneficio a sociedade seja dada em troca. Parece que convivemos tanto com o regime do trafico, ou o sistema rouba mais faz, que passamos a acreditar serem essas as unicas formas de fazer politica ou considerar-se postura politica adequada. Triste do meu país, com essa cultura se firmando na sociedade.

Responder

    Marcelo de Matos

    23/05/2011 - 16h05

    Desfraldando a bandeira da igualdade no mal feito? Temos leis e devemos obedecê-las. Ao cidadão é permitido fazer tudo que a lei não proíbe. Se a lei permite que ex-ministros da Fazenda ou do BC exerçam consultoria três meses após deixarem o cargo, essa lei deve valer para os filiados de qualquer partido. Não estamos mais no tempo da escravidão em que o pessoal do andar de cima podia tudo e os servos não podiam nada. Precisamos superar essa cultura, do contrário a democracia será inviável nesta terra. Elio Gaspari, ontem, na Folha, após pedir a cabeça de Palocci, reconheceu que “Salvo Mailson (da Nóbrega), todos (André Lara Rezende, Pérsio Arida e Pedro Malan) passaram pelo Departamento de Economia da PUC do Rio e estiveram na ekipekonômica tucana. Desde a fundação da Sorbonne, em 1257, nenhuma equipe de professores de uma universidade amealhou patrimônio semelhante à do punhado de mestres da Gávea”. Se vamos fazer uma campanha contra o exercício de consultoria, que seja extensiva a todos os ex-ocupantes desses cargos.

    Julio Silveira

    23/05/2011 - 17h51

    Marcelo me responda a um pergunta, desde quando esse politico se tornou ex?
    Até onde eu sei até março de 2006 ele foi ministro da fazenda no governo Lula, e de fevereiro de 2007 até janeiro de 2011 ele estava deputado federal que emendou com a atual Casa Civil.
    Então se voce está referindo que a propalada evolução patrimonial ocorreu no periodo de alguns meses entre mar/2006 e fev/2007, cara que tristeza tua cara de pau e sua cumplicidade burra.

    beattrice

    23/05/2011 - 20h47

    O lobby palocciano é incansável.

mundimveloso

23/05/2011 - 14h26

Azenha o que aconteceu na Globo quando ele tentou fazer uma reportagem sobre o irmão do Palocci, 5 anos atrás?

Responder

ZePovinho

23/05/2011 - 14h20

Me enviaram.Não sei a fonte:

"Escândalo Palocci: Pérsio Arida é um dos donos da WTorre Properties. Faz sentido?

Lembram que Antônio Palocci Filho, o ministro que ganhou R$ 10 milhões em dois meses e R$ 20 milhões em um ano, enquanto era deputado federal, coordenador financeiro da campanha de Dilma Rousseff e já indicado para o primeiro escalão do governo, se comparou com outros nomes que teriam participado de governos não petistas e, logo depois, virado banqueiros e milionários? Lembram quem ele citou? O texto da sua nota citava Pérsio Arida, André Lara Rezende, Pedro Malan, Mailson da Nóbrega, Alcides Tápias, Armínio Fraga e Henrique Meirelles.

A única empresa que reconheceu, até agora, que usou serviços de consultoria de Palocci foi a WTorre. Sabem o que aconteceu com a WTorre há dois meses atrás? A WTorre Properties anunciou a entrada do BTG Pactual como novo sócio. O banco entrou de sócio na WTorre Properties com ativos estimados em R$ 1,5 bilhão, mais R$ 300 milhões em dinheiro para formar o caixa da empresa. Com isso, tornou-se sócio majoritário no negócio, com mais de 50%. Já a WTorre participou com ativos avaliados também em R$ 1,5 bilhão, entre eles o imóvel da Petrobras, considerado a "joia da coroa". Só ficaram na WTorre Properties empreendimentos prontos ou em vias de conclusão. As informações são do jornal Valor Econômico.

Sabem quem é um dos sócios do BTG Pactual? Pérsio Arida. Assim sendo, ele também é um dos donos da WTorre, que contratou a consultoria de Antônio Palocci Filho, ministro-chefe da Casa Civil da Dilma.

Comentaristas lembram que o BTG Pactual também comprou o Banco Panamericano do Sílvio Santos, um buraco de R$ 4 bilhões para o Tesouro, por apenas R$ 450 milhões. Tudo começa a fazer sentido. Até mesmo o silêncio tucano."

Palocci é um lobista do sietma finaceiro dentro do núcleo duro do governo,por isso os tucanos ficam caladinhos.A grana das consultoria do Palocci,talvez,venha de Daniel Dantas.

Responder

Rogério Leonardo

23/05/2011 - 12h34

Além do Palocci, presepeiro velho de guerra, temos ainda o tal de Patriota (que não vem dando uma dentro).

Não me nego a entender que não há possibilidade de sucesso em um governo totalmente direcionado para a classe trabalhadora ou aos vulneráveis, eis que, são muitos os interesses a compatibilizar e os grandes capitalistas tem muito mais poder de fogo que as classes populares, mas, não acho que Dilma tenha de fazer tantas concessões como vem fazendo.

Quanto à questão em si, é evidente que não podemos ser hipócritas, todos os ex-funcionários de alto escalão, principalmente os Ministros de Estado, ganham fortunas em consultorias utilizando o conhecimento adquirido enquanto na ativa e suas conexões dentro do governo.

É uma atuação que ofende a ética, porém, não é ilícita uma vez que a legislação ainda não prevê uma quarentena para os ex-integrantes deste tipo de cargo nos moldes de outros países.

Conclusão, Palocci está sendo perseguido pela mídia oposicionista e não deveria sair devido a este "não escândalo", mas, no momento, acho que ele deveria colocar o cargo à disposição para que o governo possa lutar contra o ataque dos ruralistas.

Caso não entregue, Dilma tem obrigação de demití-lo ou endurecer na resposta contra estes grupos que estão se aproveitando de um momento de instabilidade para atacar seu governo, demonstrando força.

Acabou a trégua, é hora de um posicionamento à esquerda e um recado aos ruralistas faria muito bem à imagem do governo diante dos movimentos sociais, o famoso "vamos pro pau".

É a tal de Realpolitik da qual ela pode tentar fugir, mas que não há como escapar.

Saudades do Lula!!!

Responder

pedro Bahia

23/05/2011 - 11h28

E ai, prezado Azenha, precisamos saber o que aconteceu com a reportagem sobre o irmão de Palloci citado no texto acima.

Responder

Marcelo de Matos

23/05/2011 - 11h26

Continua a campanha da Folha pela deposição de Palocci. Elio Gaspari, ontem, desafinou no final quando citou a equipe econômica de FHC: “Salvo Mailson (da Nóbrega), todos (André Lara Rezende, Pérsio Arida e Pedro Malan) passaram pelo Departamento de Economia da PUC do Rio e estiveram na ekipekonômica tucana. Desde a fundação da Sorbonne, em 1257, nenhuma equipe de professores de uma universidade amealhou patrimônio semelhante à do punhado de mestres da Gávea”. Portanto, ele acaba reconhecendo que os ministros tucanos lucraram muito mais. Aí, os pseudomoralistas de plantão dirão – um erro não justifica outro, ou expressões semelhantes. O pessoal do andar de cima pode; os do PT são como os escravos – não têm direito algum. Hoje, Melchiades Filho, no mesmo jornal, depois de pedir a cabeça de Palocci, reconhece: “Sobram a Palocci inteligência e capacidade de trabalho. Não foi à toa que adquiriu influência e trânsito fora e dentro do governo, nas legendas da base e da oposição”. Isso a direita e os nanicos da esquerda não enxergam.

Responder

    beattrice

    23/05/2011 - 12h35

    O problema reside exatamente nessas duas palavras associadas: trânsito e influência.

Luiz Penna

23/05/2011 - 09h14

O "fogo amigo" à que se refere o artigo, vem da base aliada, sim, mas da base insatisfeita com a demora nas nomeações para cargos, afinal a bocas estão lá e aflitas por mamarem na teta da viúva. Esquece ruralista, por que até ontem, o que se dizia é que eles não se articulavam, não se entendiam etc… Essas denúncias têm a cara de todas as outras denúncias que vivem nos noticiários contra a oposição, dossiês e etc…

Responder

sergio

23/05/2011 - 08h53

Não vou nem entrar na questão de se o enriquecimento de Palocci é licito ou não. Mesmo porque se basear nas denuncias feitas por jornais no Brasil, hoje é temerária, dado o vinculo carnal que existe entre jornais, partidos políticos, bancos, interesses no agronegócio e por ai vai.

O que me deixa perplexo é o fato do PT gostar de apanhar. Não sei se é intencional ou burrice mesmo. Diz um amigo meu que burrice para baixo não tem limite, e no caso no PT não existe argumentos possíveis de refutar esta afirmação. Não caros amigos não sou tucano, sempre votei no PT, mas não posso deixar minhas convicções políticas turvar a minha mente.

O Palocci além de ser hornesto deveria parecer honesto. Mas o cara sempre esta envolvido em alguma coisa que outros podem usar contra ele, e por conseguinte afetar o governo. Ele deveria continuar dando consultoria e deixar de atrapalhar, pois MUITO AJUDA QUEM NÂO ATRAPALHA.

Responder

    luiz pinheiro

    23/05/2011 - 15h36

    O Lula, Sergio, também foi vítima, muito antes de ser presidente, de uma série de acusações, como por exemplo a de morar às custas de um empresário. Já pensou se o PT tivesse desistido do Lula por conta disso? O Brasil estaria hoje em situação infinitamente pior que a atual.

FrancoAtirador

23/05/2011 - 02h37

Crise com Palocci expõe falta de regras anticorrupção: Ministro da CGU cobra do Congresso projetos

A polêmica em torno do ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, que após deixar o governo Luiz Inácio Lula da Silva e já eleito deputado em 2006 utilizou a empresa Projeto para prestar serviços de consultoria a clientes, chama a atenção para o vácuo legal em torno das situações de conflitos entre os interesses públicos e privados.

Segundo o ministro Jorge Hage, da CGU (Controladoria Geral da União), o Congresso não dá "nenhum sinal de disposição" de votar três projetos relacionados ao tema: tornar crime o enriquecimento ilícito de agentes públicos, definir situações em que há conflito de interesses públicos e privados e ampliar a punição a servidores envolvidos em irregularidades.

As três propostas, apresentados em 2005, 2006 e 2009, respectivamente, estão entre as centenas de projetos à espera de votação na Câmara. Se isso ocorrer um dia, e se forem aprovados, esses textos ainda entrarão na fila de propostas a serem analisadas pelo Senado.

Projetos
Propostas moralizadoras apresentadas por deputados e senadores raramente chegam a ser votadas.
E, dos cinco projetos encaminhados pelo Executivo nos últimos seis anos, com pedido de prioridade, apenas um tem chances de se transformar em lei em um futuro próximo – ainda assim, após o prazo previsto.

Em relação aos funcionários de carreira do Executivo, uma regulamentação poderia estar em vigor se a tramitação de um projeto encaminhado pelo governo não tivesse sido barrada em 2008.

A proposta proibia que servidores de alto escalão, inclusive ministros, tirassem licença não remunerada para prestar consultoria privada e ampliava de quatro meses para um ano o período de espera para um ex-servidor exercer função que entre em conflito com o interesse público.

R7

Responder

Augusto

23/05/2011 - 00h22

Palocci, Ana de Hollanda, Helena Chagas, Cardozo foram escolhas péssimas para cargos muito importantes. Escolhas que foram feitas apenas para agradar a mídia. Isto para todos nós vermos como esta questão da mídia no Brasil chegou a um ponto inacreditável: Dilma escolhendo pessoas em fução da mídia, simplesmente para agradá-la. Adiantou alguma coisa??? Parece que não… Hoje a Record detonou o MEC e o Haddad no Domingo Espetacular por causa do "kit gay".

Responder

luiz pinheiro

22/05/2011 - 23h21

Fazer política, Rodrigo, é muito mais do que dar resposta na TV ao jogo sujo do Serra. Fazer politica é construir um projeto de país, com as alianças que devem ser feitas, o que inclui, evidente, parte relevante do setor.empresarial. Foi assim que se elegeram o Lula e a Dilma, com contribuição fundamental do Palocci. É assim também que eles governam, construindo um país de verdade, sólido, prósperro, inclusivo, soberano. Política não é o joguinho baixo do Serra candidato.

Responder

    beattrice

    23/05/2011 - 10h58

    Se dependesse da "contribuição fundamental" do Tony hj o presidente seria o Serra.
    O universo paralelo é incomensurável.

    luiz pinheiro

    23/05/2011 - 15h41

    Que enorme bobagem, Beattrice. Lula uma vez disse que ele e Palocci são como unha e carne. Na montagem da campanha da Dilma, o Palocci foi logo chamado. Por que será? Além do mais, voce acha que mudar ao seu gosto o nome dos outros te confere alguma razão?

    beattrice

    23/05/2011 - 20h49

    E você acha que mudar a seu gosto ou conveniência a realidade dos fatos te confere alguma razão?

    luiz pinheiro

    23/05/2011 - 21h28

    A realidade dos fatos, Beatricce, é que a politica econômica de Lula e Palocci fez muito bem ao pais,e foi reeleita duas vezes pelo povo brasileiro, mesmo com toda a oligarquia midiática contra. Outra realidade dos fatos é que Palocci não cometeu crime algum. E mais uma realidade dos fatos é que Palocci governou com Lula, fez a campanha da Dilma, e está governando com a Dilma. E voce inventa, não sei daonde, que por ele o presidente seria o Serra. É muita viagem, mesmo para um universo paralelo.

    beattrice

    24/05/2011 - 02h21

    Trata-se do mais tucano dos petistas paulistas. E considere-se que dentre eles há muitos tucanos, simples assim.

luiz pinheiro

22/05/2011 - 23h21

"Vale a pena manter um ministro que traz esse grau de instabilidade ao governo?", pergunta o Rodrigo. Engraçado, muita gente apoia o Lula e a Dilma mas, mesmo assim, duvida do que eles dizem. Tanto Lula como Dilma repetem a importância do Palocci, mas os blogueiros não acreditam, tratam o Palocci como a Jenny da canção do Chico. Chamam de tucano infiltrado, de Malocci, de um dos tres porquinhos. Ora, ele foi ministro da Fazenda do Lula, teve papel decisivo para tirar o país da bancarrota, da insolvência, quitou a dívida com o FMI, transformou o Brasil de devedor em credor. Só saiu devido à armação do Francenildo. Lula teve que tirá-lo, mas jamais deixou de prestigiá-lo e reconhecer sua importancia. Agora, está ade novo no nucleo do governo, junto com a Dilma. Como é possível achar que ele é descartável? Como é possível ceder tão facilmente às campanhas de desestabilização? Queremos ou não queremos a continuidade do projeto Lula-Dilma?

Responder

luiz pinheiro

22/05/2011 - 23h20

A denúncia contra Palocci não tem consistência do ponto de vista legal. Ele prestou consultoria a grandes empresas e tinha o direito de fazer isso, é a praxe corriqueira. Pode-se criticar, do ponto de vista político, mas não há ilegalidade. Não há enriquecimento ilícito, o rendimento foi corretamente declarado, e não há qualquer indicação concreta de tráfico de influência. Há, isso sim, insinuações maldosas. A Folha expôs o Palocci ao lado de uma manchete sobre o pouco interesse do Congresso em dar andamento a um projeto do governo para coibir o enriquecimento ilícito. É ou não é má-fé?

Responder

João Carlos

22/05/2011 - 22h38

Não tenho dúvidas de que, na hora do "pega pra capar", Palocci trairá Dilma, Lula, direção do PT e quem mais atravessar sua horta de "consultorias" milionárias…

Responder

Eduardo

22/05/2011 - 22h37

Dilma vai ter que tomar muito cuidado e precauções daqui pra frente, quando essa tempestade passar deve fazer um balanço profundo e buscar uma linha de contra ofensiva mais eficiente e corajosa, essa turma da elite tem parte com o diabo e por causa de poder e dinheiro eles já penhoraram até a mãe. Tudo passa e vamos ver outras investidas malignas e virulentas. Presidenta Dilma suas oportunidades de contra ataque tem que ser precisa e elas podem mostrar ao país e porque a senhora recebeu o poder das mãos do povo.

Responder

ellen

22/05/2011 - 22h31

Só acreditarei na instituição da presidência da república quando estiver convencida de quem ocupa o cargo é, de fato, soberano..
Lula, a quem admiro, quase vendeu a alma pro sarney e outros do juduciário.
Dilma, parece que vai pelo mesmo caminho.
Que acreditem no povo. Este sim pode legitimar ou não, sobretudo em tempos de internet,
Queremos governantes que tenham coraqgem…aquela mesma que esperamos desde a 1a. eleição do lula!!!

Responder

    rodrigo.aft

    23/05/2011 - 11h11

    ellen,
    uma sugestão de comportamento e atitudes dos vizinhos governantes.
    talvez alguém do pt assista e perceba algo de útil…
    pelo q percebi, o pessoal do pt não viu essa série de vídeos, mas viu o modus operandi do psdb e está seguindo à risca… q decepção… q vontade de nivelar a política por baixo… como uma quase quadrilha tomou o pt de assalto e ninguém de dentro reage?
    tomara q nossa "grita" e esses vídeos despertem um pouco de honra e patriotismo no pt (se restou algum)!

    do site do dep. Brizola Neto : http://www.tijolaco.com/presidentes-de-latinoamer
    . http://www.tijolaco.com/presidentes-de-latinoamer
    . http://www.tijolaco.com/presidentes-de-latinoamer
    .
    tomara q vc (e outros colegas) goste(m) (caso não tenha(m) visto); não há legenda, e o áudio é em espanhol.

rodrigo.aft

22/05/2011 - 22h19

Rodrigo Vianna e Azenha,

ótimo artigo!!!

parabéns ao Rodrigo pelo texto e ao Azenha por repercuti-lo.

acho q há uma "cegueira" ideológica e partidária q dificulta um debate aberto e HONESTO INTELECTUALMENTE.

o mais engraçado é ver um monte de gente, q dominando leitura e interpretação (básica) e filiação ou simpatia partidária (o suficiente para se achar politizada), mas sem base culutural ou filosófica mais apurada, se propõe a defender ou interpretar a realidade com base nas suas preferências e nas informações "formatadas" q lhe chegam.
esse tipo de público é o q sustenta tanto a direita como a esquerda q cometem desvios de conduta e se acobertam na "unidade partidária" ou luta (imaginária) contra um "inimigo comum", manipulando descaradamente os fatos em seu benefício e contando com a anuência – e defesa acirrada – bovina de seus "simpatizantes".
outros, misturam o imaginário pessoal (todos tem direito de ficar "ricos", por ex,) com visão política míope e também causam um desserviço à grande maiora da sociedade ao acobertar atos ilícitos em nome dessa salada idelógica temperada com ambição.

nossa, q dificuldade em estabelecer um debate ético e intelectualmente honesto…

agora, talvez se saiba a utilidade de história, geografia, filosofia, biografias (HONESTAS), ética, sociologia, e outros ítens, numa discussão de alto nível…. pessoas sem história e sem sabedoria dificilmente enxergam além do aqui e agora.
(diferencio cultura formal de sabedoria, e acho sabedoria tão importante qto cultura formal, mas até mesmo sabedoria está em falta…)

Responder

    luiz pinheiro

    23/05/2011 - 09h41

    "luta imaginária contra um inimigo comum"…
    Cito Lula: "precisamos unir os diferentes para enfrentar os antagônicos".

    SILOÉ -RJ

    25/05/2011 - 03h03

    Não é preciso ser intelectual para saber como se faz o jogo sujo da política.
    Paixão ideológica e partidária, vivencias, experiencias, bom senso, senso crítico e visão, também contam. É certo que por vezes falta malícia e ou conhecimento apurado nas nossas avaliações, mas você há de convir que no meio de tantos interêsses escusos e nebulosos no meio de tanto cinísmo, fica difícil separar o joio do trigo e saber quem é quem, até mesmo pra vocês intelectuais, não é não???

    rodrigo.aft

    26/05/2011 - 02h43

    oi Siloé… é vc mesma? qto tempo!!! rsrs

    explicando… veja a minha frase "acho sabedoria tão importante qto cultura formal, mas até mesmo sabedoria está em falta".
    ou seja, nem só de cultura formal vive o homem, e a cultura formal não modela para bem o caráter de um homem (ou mulher, lógico, pois estou falando de espécie, não de gênero). Há montes de pessoas com boa cultura formal e caráter totalmente falho.

    minha crítica foi aceitar informações "formatadas" sem discussão e questionamentos antes de repassá-las como verdades. Este é o risco de comprar gato por lebre, de ser massa de manobra, de achar q está defendendo uma causa justa, mas na verdade, está acobertando os lobos no meio das ovelhas ou abrindo o galinheiro para as raposas).

    usando suas palavras "Paixão ideológica e partidária", é q se percebe o risco do emocional ser mais forte q o racional. Por mais q eu goste do pt (por enquanto em minúsculas), o fato de haver pessoas nefastas, aproveitadoras, hipócritas ná cúpula do partido e em algumas áreas do governo, impede uma boa oxigenação (renovação e limpeza) de quadros e idéias, levando a uma necrose, ou seja, o partido morre por dentro ao manter elementos nocivos, e ainda protegendo os crápulas à custa de muito malabarismo ético e concessões aos abutres e lobos de plantão.

    o psdb (blargh!), o pmdb (blargh!!!), o dem (blargh!) e assemelhados são muito piores q o pt, mas se o pt não promover essa limpeza e renovação de quadros e idéias, vai virar isso aí q é o pmdb (blargh!!!), por ex.

    vc assitiu, por ex., "o ovo da serpente" de Ingmar Bergman? já leu "A Revolução dos Bichos", de George Orwell? Quando eu era estudante, não perdia uma montagem das peças de Bertolt Brecht, e aí vai… qto mais, melhor! (mais os clássicos de filosofia e psicologia aplicada – lógico q para manipulação e alienação de massas, não para formação de cidadãos conscientes)… rsrs… talvez outros colegas queiram fazer boas sugestões de leitura para "abrir a cabeça" (não para "fazer a cabeça", por favor!).

    Enquanto não puder fazer tudo isso leia este post do Nassif: http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/chomsky-
    (é um bom começo e vale muito a pena)

    seria legal, mas não necessário… caso vc usar com frequência algumas regras q promovem sabedoria:
    – faça o q eu digo, mas não faça o q eu faço (veja se a vida pessoal das pessoas com bons discursos é compatível com suas pregações e seu dia-a-dia);
    – confiar desconfiando. (confie num primeiro momento, e no segundo, vá ver se é verdade);
    – dê chance somente a arrependidos sinceramente (pessoas com boa lábia frequentemente convencem outras pessoas, mas recaem nos mesmos erros, caso só estejam fazendo cena e manipulando os outros);
    – faça a coisa certa na hora certa (coisa certa na hora errada e coisa errada na hora certa não vira nada, só piora em certos casos);
    – os resultados provém de muita transpiração o pouca inspiração (desconfie de quem trabalha pouco e tem (ou quer) muito ou tenta convecer os outros para q façam por eles);
    – palavras comovem, exemplos arrastam… e aí vai… aplique esses pquenos drops de sabedoria e vc vai chegar quase à mesma conclusão q as teorias de cultura formal (qdo – e se – bem aplicadas, diga-se de passagem)

    qquer coisa, nóis proseia mais! td d bom! (e quem falou q sou intelectual? eu só tento não ser ingênuo e massa de manobra de pessoas intelectualmente capacidatas, mas eticamente desonestas)

    SILOÉ -RJ

    27/05/2011 - 22h40

    Abrigada pela dica, seguirei à risca suas recomendações.
    [ ],

ECM

22/05/2011 - 22h13

Também votei no PT, como a opção menos pior…
Seria muito bom se esse escândalo – ou incidente – do Palocci fosse um fato isolado…
Mas o problema é muito mais abrangente: – os “aloprados” voltam a atacar, desta vez, encastelados em diversos escalões do governo.
Estão aprontando na área dos combustiveis, na educação (kit gay), na Previdencia Privada, no BB, na PREVI, etc. – e poderão detonar o mandato da Dilma e as futuras campanhas eleitorais do PT.
Valiosas informações sobre esse “aparelhamento” do governo, na área Previdencia, do BB, da PREVI e da PREVIC (inclusive sobre o faturamento da Projeto, empresa de “consultoria” do Palocci e sobre o “rombo” de R$7.5 BI no patrimonio da PREVI) estão disponíveis nos seguintes endereços: –
http://www.previplano1.com.br
(neste site, veja o post PREVI, O ANTRO e seus 52 comentarios);
http://www.unap-bb.org; …. e, principalmente
http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2011N10163
(Petiçao Publica, para a qual estamos todos convidados)

Responder

    luiz pinheiro

    23/05/2011 - 09h40

    "Votei no PT como opção menos pior"…

    Deficiência sua, por não ver que com o PT o Brasil está muito, muito melhor.

    Francisco De Olavo

    23/05/2011 - 10h42

    Em bandalheira, roubo e corrupção com certeza, nisso o PT é mestre.

    beattrice

    23/05/2011 - 12h38

    O Brasil está muito melhor graças ao lulismo, exatamente o que falta e muito a este gabinete Dilma.

    luiz pinheiro

    23/05/2011 - 15h46

    Outra grande bobagem, Beatricce. Vários ministros são inclusive os mesmos. Voce deveria, isso sim, é dar mais atenção ao que o próprio Lula diz a esse respeito.

    beattrice

    24/05/2011 - 02h23

    Desqualificar o interlocutor não é um caminho adulto nem civilizado ao debate.

    rodrigo.aft

    26/05/2011 - 02h48

    uh hu!!! chama pro pau e dá umas bordoadas de argumentos qualificados nele!!! rsrs

    (o q vc achou do meu questionamento sobre os 3 porquinos infiltrados na campanha da Dilma em "Maringoni: O primeiro a rir das últimas do Palocci"? procede?)

Luiz Fortaleza

22/05/2011 - 22h07

Tribunal de Justiça nenhum no mundo condena ninguém sem provas… cabem aos acusadores mostrarem a ilicitude e não ficar com reportagens insinuativas e especulativas.

Responder

    beattrice

    23/05/2011 - 01h01

    Em lugar nenhum do mundo deve-se entregar uma das chaves do cofre à raposa que já saqueou vários galinheiros.

    Luiz Fortaleza

    23/05/2011 - 13h15

    Vc tem certeza disso?

SEBASTIÃO FACA

22/05/2011 - 21h41

CARO AZENHA;
O governo do PT adora correr riscos desnecessários, o palocci ja estrelou esse filme no passado, esses aloprados quase derrubaram lula e quase jogou sua reeleição pela janela ,detonaram o primeiro turno de DILMA, e se o PT deu a volta por cima foi graças a popularidade de LULA e seu governo popular, agora LULA ta fora do jogo e a imprensa golpista sabe muito bem disso, DILMA tem que abrir os olhos e mandar esses aloprados para casa mais cedo. sou petista de carterinha, e odeio aloprados. o PT e PSDB de São Paulo são farinha do mesmo saco, o BRASIL não merece esses encostos.

Responder

    alexis

    23/05/2011 - 06h27

    O maior problema está na conexão entre o público e o privado. Palocci parece ser um bom político e administrador, mas não tem perfil para o “serviço público”.
    Se isso é considerado normal seria um precedente muito perigoso. O público e o privado encontrariam um amparo legal para sua nefasta coexistência.
    Ele tirou vantagem do seu cargo público e das suas conexões e conhecimento de informações privilegiadas e sigilosas!
    Se o Palocci não estivesse perto do poder, alguém contrataria com ele alguma consultoria tão cara?
    Lembrando que ele é médico, de modo que a sua consultoria aconteceu não pela sua atividade profissional colegiada, mas pelo seu “notório saber” nas consultorias dadas…..
    Acho que deve sair e ficar na iniciativa privada, onde parece atuar com mais propriedade. Não é um bom exemplo para o partido dos trabalhadores nem para o povo brasileiro

    beattrice

    23/05/2011 - 12h39

    A prova cabal de que ele não tem, digamos assim, "qualificação técnica" para as "consultorias" prestadas advém do fato de que registrou o sobrinho, economista, como titular da mesma empresa no Conselho de Economia.

    João

    25/05/2011 - 20h17

    1) Palocci não tem qualificação técnica nenhuma em economia! ele é médico sanitarista e como tal não poderia exercer atividade de consultoria financeira…

    2) pra escapar desse "pequeno" problema, Palocci colocou o sobrinho q é economista, com 0,0001% de participação na empresa…

    3) Palocci só tinha 1 "serviço" pra oferecer a seus clientes: Facilidade politica! E pra esses casos, toda "confidencialidade" é bem vinda pra não se deixar rabo preso!

spin

22/05/2011 - 21h15

Isso incomoda a velha imprensa, ainda mais se sabendo que Dilma pode fazer um bom governo, o que a zelite quer impedir:

O PT é o partido mais ético, menos corrupto, várias pesquisas junto aos tribunais indicam quem são os corruptos, o DEM em primeiro lugar no ranking da corrupção, o PT é lanterinha, mas a velha imprensa não quer saber disso, vc também não, a conferir:

Dobra número de processos contra parlamentar no STF

qua, 09/06/2010 – 10:28 — MCCE

Veja reportagem do site Congresso em Foco:

"Na relação das pendências judiciais, há 33 inquéritos e 11 ações penais contra 21 senadores e 97 ações penais e 256 inquéritos contra 148 deputados. Em números absolutos, nenhum partido tem mais parlamentares processados do que o PMDB, dono da maior bancada do Congresso. Ao todo, 36 dos 108 peemedebistas – ou seja, um terço da bancada – são alvos de inquérito ou ação penal no Supremo. O DEM, com 23 dos seus 70 parlamentares (32,85%), e o PSDB, com 20 dos seus 72 representantes (27,77%), aparecem na sequência entre os partidos que mais têm nomes na lista de congressistas sob investigação. Depois deles, vêm o PP, com 19, o PR, com 18, o PT e o PTB, com 11 cada(…)"

Responder

    Carmem Leporace

    23/05/2011 - 08h32

    Já prenderam o honestão vice prefeito do PT em Campinas??? a roubalheira já passa dos 100 milhões.

    Tchau tocador de tuba.

    beattrice

    23/05/2011 - 12h40

    O camburão estava ocupado pela cúpula tucana de Vinhedo, e o vice ainda não retornou da viagem ao exterior, quando prestará esclarecimentos.

Antonio Pereira

22/05/2011 - 21h10

Nada de novo no front, a imprensa suja do PIG não perde tempo em tentar desestabilizar o governo da Dilma, assim como tentaram inúmeras vezes contra o Lula. Até quando teremos que aguentar esse jogo sujo de denúncias sem provas objetivas e irrefutáveis?. Há o Palocci ganhou muito dinheiro com os serviços de consultoria?, então ele possui qualidades e conhecimentos para tanto, do contrário ninguém pagaria. Está na hora de encarar com mais seriedade tais fatos por todos os envolvidos. O Palocci deveria vir a público e esclarecer de vez essa questão e não deixar que a imagem do governo fique prejudicada.
Acredito que a Dilma saberá conduzir estas situações com serenidade e sem se distanciar das linhas de governo traçadas pelo Lula

Responder

    beattrice

    22/05/2011 - 21h21

    Não virá, porque não pode esclarecer, ele nunca pode, ele nunca pôde.

    leandro

    23/05/2011 - 08h16

    Qualidades?? conhecimento??? Pelo amor de Deus, voce deve acreditar em duendes. Só a empresa WTorre, umas das clientes do palocci fechou contrato de 1,3 bi com o governo depois da consultoria. Isso é suborno, trafico de influencia, etc… Se ele é assim tão talentoso, porque esse talento só surgiu depois que ele virou governo??? Ele é tão talentoso quanto o filho de lula que saiu de funcionário de zoológico a grande empresário depois que papai virou presidente. Essas qualidades só surgem depois que estão com o poder na mão.

Anatoly

22/05/2011 - 20h41

Para quem quiser algo mais crível que comentários delirantes:
http://m.estadao.com.br/noticias/nacional,dilma-p

Responder

Rafael

22/05/2011 - 20h40

Nesse caso do Palloci eu acredito que pessoas com a experiência que ele tem sabem muito bem o que a globo e parceiros fazem com essa informação e o Palloci sabe muito bem também que essas informações vazam, então suponho que não seria burro a ponto de dar a cara ao tapa. E outro ponto quem divulgou tudo isso? E o que estão escondendo com esse assunto?

Responder

    beattrice

    22/05/2011 - 21h22

    Quer dizer se a notícia é ruim, mate-se o mensageiro?

Victor

22/05/2011 - 20h21

Calma, pessoal. A Dilma não é boba. Já deu o assunto por encerrado. Se Pallocci enriqueceu, que Palocci explique ele mesmo. Se alguém disser que esse dinheiro foi utilizado na campanha da Dilma, que prove. Não adianta ficar fazendo ilações. Ministério Público e Polícia estão aí para investigar. Agora, dizer que o Palocci vai eleger o "Cerra" em 2014 é brincadeira….

Responder

Joel Palma

22/05/2011 - 19h18

Palocci foi posto lá por Lula para ser queimado pelo PIG, exatamente como está acontecendo…E outra, Dilma não vai brigar com todo mundo no seu primeiro ano de mandato…Não mesmo, porque não é IDIOTA…simples assim…tudo tem seu tempo…e o tempo político não é o tempo que a gente quer, é o que é necessário. Lula não mexeu com os banqueiros, e nem por isso foi um Silvério…Dilma também não o será…Mas tudo tem seu tempo…É simples assim…

Responder

Remindo Sauim

22/05/2011 - 19h04

Folha, Veja e Globo fizeram de tudo para matar a candidatura de Dilma. Os apoiadores de primeira hora do Golpe de 64 fizeram tudo para que a petista não fosse eleita. Conseguiram no máximo que a eleição tivesse segundo turno e ali perderam feio. Dera meio ano de trégua e agora entram no segundo turno. A jogada é a mesma do mensalão. E mais uma vez pessoas esclarecidas entram no jogo da direita. Diversos bloqueios ditos sujinhos estão dando seu aval às aleivosias da mídia golpista. Palocci não é o alvo, querem atingir a presidente.

Responder

    beattrice

    22/05/2011 - 21h23

    O erro é de quem põe um alvo fácil na sala ao lado.

Fabio_Passos

22/05/2011 - 18h41

Análise certeira.
O consultor representa os interesses e tem comportamento político que os eleitores da Dilma rejeitam.

Que espécie de acerto colocou o consultor na Casa Civil?

Responder

niveo campos e souza

22/05/2011 - 18h36

Também acho que algumas escolhas da presidente Dilma tem colocado munição nas armas dos inimigos.
É essencial lisura a toda prova.
Niveo Campos e Souza

Responder

trombeta

22/05/2011 - 18h15

Boa análise.

Palocci é a direita dentro do governo Dilma, se sair vou comemorar.

Responder

Carlos Cruz

22/05/2011 - 17h59

Dilma parece que não entendeu uma coisa basica:treino é treino, jogo é jogo. Se "certas pessoas" foram necessárias durante a eleição (treino) já não o são agora, só atrapalham. O crédito de sua eleição deve-se aos movimentos sociais que, expulsos da campanha no primeiro turno, mobilizaram-se e conseguiram mudar a realidade que se apresentava, derrota na eleição presidencial. O jogo começou e o governo começou timido, na retranca, e ate entendo, todo início é assim, apesar de Dilma ter sido chefe da Casa Civil no governo Lula. Está na hora de mudanças, adiantar a zaga, posicionar os atacantes em direção ao gol, fazer mudanças no time. Ainda há (muito!) tempo pra mudar o resultado do jogo.

Responder

    beattrice

    22/05/2011 - 21h24

    Excelente definição, mas o treino acaba e o jogo começa só quando os jogadores entrarem em campo, enquanto só houver péssimos reservas escalados, o placar não avança.

Silvio I

22/05/2011 - 17h57

Tem-se que tirar o chapéu para Lula, de uma psicologia brutal. Quando um de seus ministros, caía em desgraça ele o chamava o abraçava, e disse podes pedir a conta, porque sino isto me vai a molestar a mi. E isso passo varias vezes.

Responder

Emanuel Leandro

22/05/2011 - 17h44

É o PIG com força total já logo de inicio querendo derrubar já os ministros do governo Dilma, e com a ajuda daqueles que antes estavam do outro lado, inclusive e principalmente com Rede Record no meio, a última rede de TV que faltava para ingressar no PIG.

Ontém no programa do tucanoide Marcos Mion, um personagem chamado "Luíz", imitando a voz de Lula, se dizia um desocupado que virou um cachaceiro por ter perdido o emprego para uma mulher. Um ótimo emprego em que trabalhava muito pouco , ganhava e viajava muito.

A Record News, que foi inaugurada com a presença de Lula, agora vai virar um reduto do PIG e da imprensa tucana. Uma verdadeira enxurrada de jornalistas "tucanopigs" foi desaguada por lá, trazendo a frente nada mais nada menos do que o Heródoto Barbeiro.

Quem manda é o patrão, não é mesmo?!?!

Responder

    Carmem Leporace

    22/05/2011 - 18h31

    Amigo na boa, isso é sério mesmo??? era de brincadeira ou prejorativo??? não vejo TV aberta… isso é sério mesmo????

    Luís

    22/05/2011 - 19h24

    Eu odeio ter que concordar com a Carmem Leprosa, mas dou razão às palavras dela. Cara, na boa, você viajou dessa vez.

    Jornalistas tucanos na Record News? Quem, por exemplo? O Kotscho?

    Carmem Leporace

    22/05/2011 - 20h04

    Obrigada Luís…

    Tchau rapaz.

    Gustavo Pamplona

    22/05/2011 - 21h13

    O mais interessante… não foi ele que tinha sido defenestrado da TV Cultura por causa do Serra? É cada um que aparece por aqui…. (tsc.. tsc…)

    Agora sobre jornalistas "tucanos" temos que reconhecer que o "casal" do JR é tucano, Celso Freitas e Ana Paula Padrão. Quando tinha a Adriana Araújo era meio tucano.

Augusto

22/05/2011 - 17h12

Esse negócio de nomear mulher só pelo fato de ser mulher me parece uma coisa estúpida. Helena Chagas tem de sair. É muito fraca, não tem condições nenhuma de continuar no cargo.

Responder

    beattrice

    22/05/2011 - 21h26

    Ela poderia aproveitar e convidar para um passeio à Terra do NUNCA a dona Anna ON ICE de Amsterdam.

    JotaCe

    23/05/2011 - 02h33

    Sem esquecer o patriota…

Augusto

22/05/2011 - 17h11

Desde o início eu sabia que tinha sido um erro nomear Palocci. O cara não vale nada. Não vale um centavo furado. Não tem compromisso com a democracia, nem movimentos sociais. É o responsável por um ato covarde contra um caseiro que trabalhava na famosa mansão dos prazeres. Não entendo como Dilma foi nomear esse cara. Mais, não entendo como Dilma nomeou Cardozo, Ana de Hollanda e Helena Chagas. A Helena Chagas, por exemplo, está no lugar de Franklin Martins. Ela não tem condições nenhuma de ser coisa alguma. É muito fraca, muito mesmo. Tão fraca que Dilma precisou chamar Franklin Martins de volta. Aliás, para quem não sabe, Franklin saiu porque Dilma havia tido um desentendimento pessoal com ele. Só por isso.

Responder

    beattrice

    22/05/2011 - 21h27

    Vamos incluir o arremedo de chanceler na lista o tal de Tony Patriot é patriota lá pras terras de Uóchinton.

    JotaCe

    23/05/2011 - 02h41

    Estou contigo, Beattrice. Se ela mantiver esses ministros, além de realizar um governo pequeno, contraditório àquele que era esperado, não deixará espaço para qualquer vitória subsequente das forças progressistas.

    luiz pinheiro

    23/05/2011 - 21h38

    É difícil medir quanto vale o Palocci, ou qualquer pessoa. Mas a economia brasileira, depois dele no governo, vale muito mais. Os trabalhadores tem mais emprego e mais salário. A classe média está viajando duas vezes por ano ao exterior. O Brasil não é mais inadimplente nem deve ao FMI. Nosso PIB saltou de U$ 550 milhões no fim de 2002 para U$ 2,1 trilhão hoje.

Carmem Leporace

22/05/2011 - 16h44

“Confio plenamente na integridade do ministro Palocci”.

Paulo Maluf.

Responder

    P Pereira

    22/05/2011 - 19h42

    Quem foi que disse:
    "Acho normal que uma pessoa tenha rendimentos quando não está no governo e que esses rendimentos promovam uma variação patrimonial”?
    O primeiro acertador ganha uma bolinha de papel.

    Carmem Leporace

    22/05/2011 - 20h03

    """Eu sou capaz de lhe dar um cheque em branco"""..

    O acertador de quem disse esta frase bíblica ganha uma garrafa de 51.

Fernando

22/05/2011 - 16h43

Quando o PT era de esquerda, enriquecer durante o mandato era motivo de expulsão!
Mas, como foi dito na nota de esclarecimento, ministros do FHC, Sarney, etc. tbm ficaram milionários através do tráfico de influência, digo, de "consultorias". Nesse ponto estão corretos: São todos iguais!

Responder

    Carmem Leporace

    22/05/2011 - 17h43

    E desde quando o PT ou Lula foram de esquerda????

    Tchau rapaz.

Página 13 » Blog Archive » Palocci e as escolhas de Dilma

22/05/2011 - 16h39

[…] governo. E os riscos que ela corre diante da primeira crise mais grave. Pode faltar base social… http://www.viomundo.com.br/politica/rodrigo-vianna-palocci-e-as-escolhas-de-dilma.html Download do artigo em formato PDF […]

Responder

Maria Dirce

22/05/2011 - 16h20

Não sei como o povo ainda acredita que a Dilma politicamente vai longe.O seu governo com pouco mais de 100 dias ja esta em polvorosa, ja começa a ficar escandalizado, e com essa história dela não dar moral pra mídia e ficar trancada no gabinete, ja é uma estratégia dela para se privar de declarações.O pig tão antenado em assuntos do Itamaraty, esqueceu que isso dela ficar trancafiada no gabinete é estratégia.Como o Brasil e seus eleitores vão aceitar esse tal Palloci?e a presidente defende ainda? Dilma ta pisando em campo minado e não percebeu!!!!!!

Responder

sergio josé dias

22/05/2011 - 16h18

Há certos personalidades do governo Dilma que são intragáveis. Palocci, Ana de Holanda, Moreira Franco e outros não deveriam fazer parte de um governo que, queira se considerar de esquerda. Para nosso gáudio ambos têm enfrentado"fogo amigo". Se forem embora, que sejam substituídos por pessoas mais comprometidas com as reivindicações populares.

Responder

SILOÉ -RJ

22/05/2011 - 16h18

Mexer no código florestal é comprar briga com a classe mais poderosa desse país:
OS LATIFUNDIÁRIOS.
A terra muito mais do que o dinheiro e o ouro, é o real sinônimo de riqueza, por ser passível de exibição sem riscos, e sem desvalorização.
Todos os "GRANDES" homens de bem ou não, políticos. empresários. profissionais liberais, etc,etc…tem lá sua terrinha, regular ou não: Eis a questão!!!
Prefeitos donos de ilhas, prefeitos com mansões em área de proteção permanente. governadores com mansões com praias privadas, Projac construido em hectares de terras da união cedidas em conlúios, e por aí vai…
Pelo visto o Palocci com ou sem culpa, é o boi de piranha desse imbróglio.

Responder

mac

22/05/2011 - 15h37

Seria o Palocci “brilhante´´ ?

Responder

Manoel Teixeira

22/05/2011 - 15h23

A FSP está fazendo 'fogo amigo'. Palocci é mais PSDB que Aécio.

Responder

easonnascimento

22/05/2011 - 15h22

Palocci deve se explicar, por que não? Por outro lado não podemos aceitar julgamento e condenação sumária. http://bit.ly/kg711H

Responder

Fernando

22/05/2011 - 15h21

Bem que os blogs progressistas podiam ter avisado essas coisas antes, aí eu teria votado no Plínio e não me sentiria cúmplice dessa sem-vergonhice.

Responder

FrancoAtirador

22/05/2011 - 15h16

.
.
Quem sabe um dia o Rodrigo Vianna, o Luiz Carlos Azenha e outros autênticos jornalistas escrevam o livro sugerido aqui no Viomundo, na sessão "Opinião do Blog", em 18/09/2010:

Opinião do blog
18 de setembro de 2010 às 16:16

Sobre as dívidas que o verdadeiro Jornalismo tem conosco

por Luiz Carlos Azenha

1. Um livro ou grande reportagem explicando as conexões entre a campanha de José Serra e as redações das Organizações Globo, Folha de S. Paulo, Estadão e Editora Abril –ou vocês acham que é apenas identidade ideológica e de classe?

2. Um livro explicando os bastidores desta campanha, especialmente o fogo amigo. Quem traiu quem? O PT esfaqueou o PT no caso da violação de sigilo na Receita Federal? Ou apenas aproveitou o esfaqueamento do PSDB pelo PSDB? Aliás, onde foi parar este “escândalo”? No caso Erenice, o PMDB traiu o PT? Qual ala do PMDB? Trata-se do desdobramento de alguma briga intestina? Por que o 171 que veste preto acusou Hélio Costa? Quem levou o receptador de carga roubada em um tour pelas emissoras de São Paulo (para o Jornal Nacional, ele deu entrevista no heliponto da sede da TV Globo)? Este livro, sobre quem traiu quem, pode ser dividido em alguns tomos.

Como o verdadeiro Jornalismo foi sequestrado para servir a uma campanha, podem esperar sentados.

http://www.viomundo.com.br/opiniao-do-blog/sobre-

.
.
Post Scriptum

Sugestão: Estes verdadeiros jornalistas poderiam inclusive dedicar um capítulo especial, no mesmo livro, narrando as experiências profissionais, através das quais testemunharam "as conexões entre as redações" do Grupo G.A.F.E. com os políticos e o círculo do poder, especialmente no periodo em que trabalharam para as "Organizações Globo".
.
.

Responder

Carol

22/05/2011 - 14h58

Palocci foi um mal necessário para Campanha Dilma mas acho que agora seu tempo acabou!

Responder

    beattrice

    22/05/2011 - 21h31

    Agora? O tempo deste homem nunca deveria ter começado neste novo país que surgiu com o governo LULA, até porque principalmente na campanha ele foi um desastre.

Remindo Sauim

22/05/2011 - 14h41

Desculpe, Rodrigo, mas estás entrando na da Folha. Se tens alguma prova, mostra. Não vale dizer que se os ganhos do Palocci forem legais não são éticos. Esta é a teoria da turma da Lúcia Hipólito.

Responder

    beattrice

    22/05/2011 - 21h31

    Como se precisasse ainda muita prova com a ficha corrida que ele tem desde a prefeitura de RP.

William Cogo

22/05/2011 - 14h32

Estamos esperando Azenha……..

Responder

João

22/05/2011 - 14h10

O que a Dilma está esperando para demitir o Palocci??
Fora, vendilhão do templo! Palocci deveria ir para o PSDB, onde acharia seus pares.

Responder

FrancoAtirador

22/05/2011 - 14h04

.
.
Talvez o Palocci tenha mesmo rabo-de-palha e seja dono de um imóvel com telhado de vidro.

É provável também que Dilma Rousseff, em tão pouco tempo no exercício na Presidência da República, já esteja pagando caro por escolhas equivocadas, tanto no que se refere à nomeação de alguns dos ministérios do governo, quanto pelas relações político-institucionais.

Mas este caso palocciano, chama a atenção, mais uma vez, para o fato de que a maioria dos bois lançados pela mídia nos rios de piranha são de governos do PT.

O Zé Dirceu tá pagando até hoje pelo caixa 2 praticado pela quase totalidade dos políticos da maioria dos partidos.

Agora, o Palocci vai pagar por todas as irregularidades praticadas por centenas de parlamentares empresários.

Parece até que a mídia oligárquica "brazileira" zela pela ética nas instâncias governamentais e na política como um todo.

Os telegramas da embaixada e dos consulados norte-americanos, divulgados pelo WikiLeaks, mostram exatamente o contrário disso.

Assim como a maioria absoluta dos militantes de esquerda, especialmente a militância "virtual", eu particularmente sempre fui contra a nomeação do Palocci para qualquer ministério do governo Dilma,

mas por motivos político-ideológicos, não devido a um falso moralismo midiático do Grupo G.A.F.E.*,

cujos interesses evidentemente são o de manchar o nome do PT, como sempre foi, e agora o de denegrir a imagem do Governo Dilma para ressuscitar a falecida oposição.

Mas o pior, neste caso específico, não é o que aparece como evidência, são os objetivos escusos dos especuladores do mercado financeiro e do agronegócio, sempre dispostos a faturar lucros e dividendos, às custas de uma crise governamental e da desestabilização institucional.

Seria adequado, neste momento, lembrar de nomes como os de Gregorio Marin Preciado, Ricardo Sérgio e de todos aqueles demotucanos neoliberais citados pelo jornalista Amauri Ribeiro Junior no prefácio do livro Os Porões da Privataria, que destruíram a economia brasileira, na década de 90, com privatizações espúrias e a total desregulamentação financeira.

A leitura do livro "O Brasil Privatizado", de Aloysio Biond, também seria uma boa recomendação.
.
.

Responder

    Chrisitano Almeida

    22/05/2011 - 14h55

    Alguem lembra que – no auge da raiva dos EUA – afirmaram o problema renal de Bin Laden? Alguem lembra que os inimigos dos EUA quando abatidos são expostos como troféus de caça? Lembram da morte de Guevara? da deposição de Noriega? do assassinato de Allende? Nuremberg? Por outro lado, alguem acredita que aquela pessoa vendo tv era o Bin Laden? Alguem acredita que realmente o Bin Laden foi preso? Se é para acreditar nesta versão esdruxula, fico com a minha: O Bin Laden já havia morrido. O momento político/econômico/finaceiro/diplomático/militar não é dos melhores e que os EUA estão às portas de uma eleição presidencial em que uma "nova ordem" é necessária, pois o deblaquê FINANCEIRO/FISCAL É IMINENTE?. Portanto, há um teatro à frente dos acontecimentos. Observem que agora o OBAMA tenta "enquadrar " isarael acerca das suas fronteiras? Coincidências com a "morte" de Bin Laden e "surto" democrático árabe?

    Omar

    22/05/2011 - 15h32

    Será que Dilma escolheu Palocci? Espero que não…
    Acredito que ele e Cardozo vieram no "fluxo", pela conjuntura político partidária e ônus da sucessão.
    Espero!

    FrancoAtirador

    22/05/2011 - 22h34

    .
    .
    Burburinho: tudo sobre Serra, FHC, Preciado e Ricardo Sergio

    Poucos conhecem (ou conheciam) a folha corrida dos tucanos de SP como Rodrigues

    Stanley Burburinho, o reparador de iniquidades, localizou na Folha (*), na Folha (!) a resposta ao que este Conversa Afiada tinha sugerido, antes do debate na Rede TV: botar o Preciado e o Ricardo Sérgio no pedaço.
    O amigo navegante verá que o Farol de Alexandria diz ao Mendonça de Barros: não te meta nisso !
    Digno de um estadista, não ?
    De um “primeiro mandatário” da Nação.
    (Disse o Ciro Gomes: o FHC não rouba, mas deixa roubar.)
    Vamos ao implacável Burburinho e chore de vergonha, amigo navegante (por falar nisso, por onde anda o Fernando Rodrigues ?):

    Abaixo, quatro matérias publicadas pela Folha de São Paulo em 2002, no espaço de cinco dias, falando das ligações de Ricardo Sergio com Serra, Preciado e FHC e com explicações sobre os bastidores da privatização da Vale:

    1 – No BB, Ricardo Sérgio ajudou empresário ligado a Serra

    2 – Entenda o caso da privatização da Vale do Rio Doce

    3 – Saiba os bastidores da privatização da Vale do Rio Doce

    4 – Saiba mais sobre Ricardo Sérgio, ex-diretor do Banco do Brasil

    http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2010/09/1

beattrice

22/05/2011 - 13h41

OK Azenha, o Rodrigo levantou a bola, conta aí "o que aconteceu na Globo quando ele tentou fazer uma reportagem sobre o irmão do Palocci, 5 anos atrás…"???

Responder

Cidadã

22/05/2011 - 13h40

Que análise interessante…
Quando li que os salários de Xuxa e Ratinho são em torno de 1milhão por mês (pra entulhar de baboseiras a tv aberta) mudou alguma coisa no meu jeito de olhar para esses valores denunciados como corrupção de políticos. Ninguém ousa falar dos ganhos dos empresários, pois parece sempre como legítimo, embora seja o resultado da usurpação de milhares de pessoas ( com as bençãos da lei, do senso comum e, claro, dos políticos que também são filhos de Deus!).
É lamentável ver que a 'esquerda" não conseguiu fazer diferente, cede sem escrúpulos à lógica e às praticas do sistema.
O problema não é o Palácio ter multiplicado em 20 vezes seu patrimônio em pouco tempo. O problema é sua 'consultoria' ter sido 'valorizada' às custas de (no mínimo) ter informações privilegiadas, que o cargo (que NÓS lhe outorgamos) lhe dá. E mais, o problema é que enquanto o deles (políticos e empresários no geral) têm seus ganhos multiplicados o NOSSO (ganha-pão) mal consegue acompanhar os indices da inflação (que nunca deixou de existir).

Responder

Antonio

22/05/2011 - 13h34

Inicialmente fiquei cheio de dedos em tocar nesse assunto na Internet, pois a gente nunca sabe se é pura trama do PIG ou não. Mas com seu texto, realmente me convenci de que Palocci está demais no Governo Dilma. Dilma e seu governo têm que ser preservados, pois não podemos retroceder. A direita tem que ser aniquilada ao ponto de não influir na vida brasileira. Eles já fizeram muitos estragos. Eles são de rapina e não pensa duas vezes para destruir o Estado e o povo. O Governo Dilma tem que ser poderoso. Sem Palocci vai ser muito mais fácil, pois o aval de Dilma é o povo que a elegeu.

Responder

Jair Almansur

22/05/2011 - 13h28

Lúcido texto. Foi assim que a Dilma começou no plano interno com Pallocci e Cardozo, no plano externo com Patriota, no plano militar não conseguiu superar 'Mr. Jobin' (aceitável num momento de fraqueza do governo Lula, mas absolutamente dispensável se se quiser avançar em uma reformulação/popularização das forças armadas). Desse jeito quem precisa de serras e fhcs?. Quem pensava que teriamos um passo à frente se decepciona com o que temos no paço. Cada pais produz um Lula por século, vamos aproveitá-lo em mais um mandato.

Responder

    beattrice

    22/05/2011 - 13h45

    Em mais dois.
    LULA 2014.

    JotaCe

    23/05/2011 - 02h58

    Nem um sequer, se Dilma mantiver os ministros aqui já mencionados.

Gerson Carneiro

22/05/2011 - 13h11

Eu não confio no Palocci.
E ele não seria Ministro meu.

Responder

Rafael

22/05/2011 - 13h09

Parece que não sabe que a oposição não tem discurso e muito menos apoio da população. Única opção é pelo espetáculo montado pela mídia e mesmo assim é limitado, passaram 8 anos do governo Lula com pirotecnia e Lula acabou com 80% de aprovaçao. Quem cai nessa onda das denúncias vazias já são pessoas com identificação com a direita que muito dificilmente votam no PT. O que vai acontecer quando Palloci explicar o patrimônio? Óbvio que partirão para outro assunto, e assim vai ser até 2014.
E se Palloci é blindado pela globo é ótimo que está acontecendo. Não se pode cair fácil nessa fiada da direita e mídia, tem coisa aí por trás, quem divulgou as informações?
Quando Palloci quebrou o sigilo bancário do caseiro provando que ele recebeu dinheiro para acusar Palloci fizeram uma festa e exigiram a demssão de Palloci e agora que vazaram a informação do Palloci será que vão fazer o mesmo barulho? Tem dedo podre aí por trás.

Responder

Gerson Carneiro

22/05/2011 - 13h08

Azenha,

O que aconteceu na Globo quando você tentou fazer uma reportagem sobre o irmão do Palocci, 5 anos atrás?

Responder

Jair de Souza

22/05/2011 - 13h01

2- O que nos cabe é lutar para que o governo Dilma se oriente muito mais no sentido popular e não se deixe pautar hegemonicamente pelo paloccismo. Não devemos desejar a queda de Antonio Palocci para que a direita ainda mais retrógrada assuma de vez o comando da política do governo Dilma. Deveríamos, sim, batalhar para que a força dos setores populares aumente significativamente de peso e que o paloccismo deixe de exercer uma influência que não lhe cabe. Qual é a consigna, então? Em meu entender é: apoiar o governo Dilma e exigir que ele se mantenha fiel aos compromissos com as maiorias populares que lhe garantiram a vitória eleitoral. Nenhum apoio à política neoliberal do paloccismo.

Responder

    beattrice

    22/05/2011 - 13h44

    O GOVERNO DILMA nem começa enquanto o Tony não sair da antesala, ele não deixa.

Jair de Souza

22/05/2011 - 13h01

1- Esta é uma situação interessante. São momentos como este que permitem ver como atuam os defensores das causas da maioria trabalhadora numa situação de frente ampla. Mesmo sabendo que o governo Dilma (assim como o de seu antecessor, Lula) não é um governo socialista, tratar de derrubá-lo sem nenhuma condição de substituí-lo por outro mais progressista é fazer indiscutivelmente o jogo da reação, do capital corporativo, das multinacionais e da máfia midiática, dentre outros grupos reacionários. Não há nenhum partido ou grupo de esquerda popular que possa sair ganhando com a desmoralização do governo Dilma. Mas. também não é com a defesa de Antonio Palocci que a esquerda popular estará prestando serviço às maiorias trabalhadoras. Nenhum defensor das causas populares deveria lançar-se em defesa de alguém que representa na coalisão governamental interesses contrários aos do povo trabalhador.

Responder

Luisc

22/05/2011 - 12h49

Quem viu a Folha de São Paulo de hoje, percebeu o seguinte:
1) O Palocci é citado em 10 textos no caderno de política. Ainda tem textos sobre mensalão e aloprado.
2) Embora o restante do PIG não tenha aderido ao projeto Folha, o citado jornal declara: acabou a lua-de-mel.
3) Como não oposição partidária que se sustente, a Folha resolveu assumir o papel de vanguarda..
4) De fato, é um incômodo razoável a situação: se para defender o governo Dilma, tiver que defender Palocci, aí será dose para leão. Evidentemente o sistema financeiro já deve estar fazendo isso. Mas nem o PT, nem a Dilma tem que apanhar por causa dele.
5) A disputa com essa gente tem que ser política e ideológica. Aí cabe ao PT e à presidenta definir se topa a disputa ou vai ficar na defensiva, se explicando.

Responder

Marcelo de Matos

22/05/2011 - 12h31

Palocci corre o risco de ser cassado pela segunda vez. Nessa santa aliança contra o político ribeirãopretano unem-se os indefectíveis golpistas do PIG e seus parceiros da oposição, os radicais de esquerda e os maria-vai-com-as-outras de plantão. O jovem e aparentemente bem intencionado Rodrigo pergunta – Vale a pena manter um ministro que traz esse grau de instabilidade ao governo? Em princípio, sim, Rodrigo. Palocci, com sua vasta experiência política e administrativa, é muito útil ao governo. Claro que se a pressão dessa heterogênea força golpista persistir, ele terá de ser afastado. Já vimos esse filme com o próprio Palocci e com Dirceu, Gushiken, Valdir Pires e tantos outros. A sobrevivência política do PT, confrontado com o PIG, os reacionários e os partidos nanicos da esquerda, requer a estratégia de, a cada travessia, entregar um boi à sanha das piranhas. Enquanto essas feras se alimentam, a caravana passa. Não vale a pena ficar repetindo que Palocci não desrespeitou as leis do país, nem as regras do capitalismo. Só o sangue apazigua os golpistas.

Responder

    beattrice

    22/05/2011 - 13h43

    Vasta experiência administrativa do palocci deve ser conferida in loco em RP, até o reino mineral e vegetal por lá sabem enumerar as "qualidades administrativas" do TONY MALOCCI.

    M. S. Romares

    22/05/2011 - 13h59

    Beattrice, pergunta pro Malocci sobre o hospital S. Lucas. Ele vai adorar…Depois pergunte sobre a Ceterp. Também vai adorar.

    beattrice

    22/05/2011 - 21h34

    Dois dos temas preferidos…Buratti pode figurar na lista?

    Marcelo de Matos

    23/05/2011 - 10h46

    Você devia ter pensado um pouquinho antes de falar do Buratti. Esse foi um dos poucos inquéritos envolvendo políticos em que o MP agiu com extrema severidade. Buratti, um advogado que assessorava Palocci, foi algemado e apresentado à imprensa com o macacão amarelo do presídio. Só vi tanta severidade no caso da morte do prefeito de Santo André, em que um empresário, a que apelidaram “Sombra”, ficou um ano preso sem que nada fosse provado contra ele. No caso da morte do assessor da ex-governadora do Rio Grande do Sul, afogado no lago Paranoá, não houve prisões espetaculares. Nem no caso da modelo mineira que era conhecida de Itamar Franco e cujo caso teve investigação discretíssima. Como sempre, a direita e os nanicos da esquerda cobram mais rigor nas investigações. São grupos extremamente moralistas.

    rodrigo.aft

    22/05/2011 - 22h26

    a Leão e Leão (do lixo, lembra?) manda forte abraço (amigos para sempre!) ao Maloffi tbém!!!
    (Paloffi, não vai fazer de conta q não nos conhece, hein?!)

    só pra não perder a deixa, 2 anos como vereador e 2 anos como deputado antes da prefeitura tbém mandam abraços!!! (q "carreira" meteórica, não? AMIGO é pra essas coisas!!!)

Gustavo Pamplona

22/05/2011 - 11h52

"Por isso, criticar Palocci agora – dizem alguns apoiadores de Dilma – é fazer 'o jogo da direita'. Será?"

Perguntem para mim o porque eu não perco meu tempo com isto… Você estão apenas fazendo o joguinho da direita, ainda mas de coisas vinda da Folha.

Nota: Farei questão de comentar lá no Rodrigo Vianna

Responder

Regina Braga

22/05/2011 - 11h50

Cara de tucano,comportamento de tucano…é tucano, Agora,virou moeda de troca.Então,presidenta…como fica a negociação do tucano? Apenas,por uma questão de ética,poderia afasta-lo..pode ser até legal,mas ficou imoral.A fraqueza de um Governo, é qdo ,não se investiga ou apura os fatos.Perder o apoio dos movimentos sociais e de militantes, pode ser seu calcanhar de Aquiles…Qual vai ser a escolha? Um tucano moeda de troca ou um Governo Transparente?

Responder

sergio

22/05/2011 - 11h45

Demita Palocci já Presidenta.

Responder

waleria

22/05/2011 - 11h43

Dilma tem dificuldade com suas escolhas.

Infelizmente.

Responder

    Micuim

    22/05/2011 - 16h00

    Waleria, o mesmo diziam do Lula 8 anos atrás… Pensa.

Wadilson

22/05/2011 - 11h43

Bom, Azenha, então, lá vai: o que aconteceu na Globo quando você tentou fazer uma reportagem sobre o irmão do Palocci, 5 anos atrás…???

Saudações

Responder

    Fabio SP

    22/05/2011 - 22h37

    "Perguntem ao Azenha o que aconteceu na Globo quando ele tentou fazer uma reportagem sobre o irmão do Palocci, 5 anos atrás…"

    Estamos no aguardo…

Carmem Leporace

22/05/2011 - 11h29

Sei.

Tchau rapaz.

Responder

Deixe uma resposta