VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Jornal francês define Marina como instrumento de Washington

27 de setembro de 2014 às 18h14

Captura de Tela 2014-09-27 às 17.02.27

Foto acima, reprodução da parte superior da capa da revista; foto abaixo, de Leandro Cavalcante, no Facebook, via redes sociais

marina direita

Da redação

O jornal francês L’Humanité, em sua revista dominical, traz um perfil da candidata Marina Silva. Pergunta: Quem é ela de verdade?

Na capa, no entanto, já vem a definição: Eleições no Brasil — Marina Silva criada por Washington para derrubar Dilma Rousseff.

O jornal, fundado em 1904, teve ligações formais com o Partido Comunista Francês e oferece aos leitores uma visão crítica de esquerda.

Até agora, Marina Silva vinha sendo descrita na mídia internacional como a filha de seringueiros que emergiu da floresta para salvar a Amazônia e, portanto, o planeta.

Por isso, a importância da publicação, que claramente coloca Marina no campo para o qual ela se deslocou: a “nova direita brasileira”, na definição do título da reportagem.

Leia também:

Stiglitz detona a teoria econômica que a direita brasileira quer importar

 

34 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Cláudio

29/09/2014 - 08h13

Com Dilma, a verdade vai vencer a mentira assim como a esperança já venceu o medo (em 2002 e 2006) e o amor já venceu o ódio (em 2010). ****:D:D . . . . ‘Tá chegando o Dia D: Dia De votar bem, para o Brasil continuar melhorando!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D . . . . Vote consciente e de forma unitária para o seu/nosso partido ter mais força política, com maioria segura. . . . . ****:L:L:D:D . . . . Lei de Mídias Já!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. ****:D:D … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …:L:L:D:D

Responder

Francisco

29/09/2014 - 02h36

Coalizão Globo-Abril-Folha-Estadão = G.A.F.E.

Responder

Eduardo

28/09/2014 - 22h24

Marina: um perfil de difícil reciclagem. Como não se bastasse prática a soberania invertida. Deletar até da lixeira é oportuno.

Responder

FrancoAtirador

28/09/2014 - 22h07

.
.
Documentário

Os Quatro Cavaleiros (The Four Horsemen), de Ross Aschcroft

Íntegra do Filme em: (http://youtu.be/5fbvquHSPJU)
.
.
A Política submetida aos Bancos

Como os financiamentos de campanhas eleitorais por bancos privados

são nocivos e contribuem para democracias racionadas e contraditórias

Resenha de Léa Maria Aarão Reis, na Carta Maior:

(http://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Cultura/Os-quatro-cavaleiros-de-Ross-Aschcroft-a-politica-submetida-aos-bancos/39/31858)
.
.
Mais informações em:

(http://www.youtube.com/channel/UCs8SA3E0FAGsI6fdHZe88oQ?sub_confirmation=1)
.
.

Responder

Luiz Noronha

28/09/2014 - 22h05

Jornal? kkkkkk

Responder

Roberto Locatelli

28/09/2014 - 20h22

As ligações de Marina com empresários do amianto:
http://tijolaco.com.br/blog/?p=21584

Responder

Fabio Passos

28/09/2014 - 18h45

Assino embaixo!
As propostas de marina são de um inegável servilismo ao imperialismo ianque.
Este neoliberalismo desvairado, que condenaria o Brasil ao eterno subdesenvolvimento, é exatamente o que washington espera de seus capachos.

marina é a candidata da “elite” branca e rica.
marina deu um tapa na cara dos trabalhadores brasileiros.

marina se vendeu… e quer entregar o Brasil para os ianques usufruírem.

Responder

    Elias Machado

    28/09/2014 - 20h40

    Fábio, muitos já usufruíram e querem continuar a usufruir. Lembre-se, porém, que o Youssef vai começar a falar agora. Que pena. A eleição está na porta. Só vai dar muito trabalho ao STF. E outra: a Petrobras não aguenta mais 4 anos de PT. Vai quebrar…

Leo V

28/09/2014 - 15h12

O que tira crédito da matéria, de cara, é dizer que ela foi produzida pelos EUA.
Dizer que é a nova direita vá lá. Mas dizer que é o produto dos EUA não tem o menor cabimento. A gente que é daqui sabe bem que não é, assim como o Malafia e o Bolsonaro ou o Aécio não são.

Responder

    DARCY BRASIL RODRIGUES DA SILVA

    28/09/2014 - 19h16

    Como não tem nenhum cabimento? O recrutamento de latinos , de modo geral, ou de brasileiros, em particular, é uma atividade permanente, científica, do departamento de estado dos EUA, seja através de sua agência de inteligência, a CIA, seja por outras vias, porém articuladas. Os programas de intercâmbio da juventude, por exemplo, foram concebidos, entre outros propósitos,também para reconhecer jovens suscetíveis ao canto da sereia ianque ( nada melhor que a convivência no seio de uma família estadunidense para que uma pessoa revele o seu potencial para servir àquele país desservindo ao seu povo). Com o mesmo propósito operou também a Escola das Américas, a formar todos os militares traidores da pátria que nos infelicitaram e que ainda nos infelicitam. Marina tem interface com algumas áreas que poderiam tranquilamente ser ferramentas dessa política de assédio e compra de almas. Os agentes da CIA costumeiramente atuam no interior de ONGs, agências culturais, etc e no âmbito de multinacionais estadunidenses. Atuam também na indústria cinematográfica, onde tem brilhado Fernando Meirelles. Marina se articula com várias ONGs e andou a receber dinheiro para conceder palestras em multinacionais ( uma forma de corromper pessoas que é permitida pela legislação brasileira, e que tem sido fartamente usada para remunerar serviçais do imperialismo em nosso país, por serviços prestados que nada tem a ver com o conteúdo das palestras ministradas). Deixemos de ser ingênuos. Agentes da CIA existem entre nós e em grande quantidade, sejam eles estadunidenses em trabalho de campo, sejam eles brasileiros cooptados. A verdade é que o Brasil é um país infestado de traidores da pátria nojentos. Em muitos países eles podem mesmo ser fuzilados. Aqui, eles podem ser eleitos presidentes da república.

    Borges

    29/09/2014 - 14h56

    Rapaizzzz… você escreveu o que nosso desconfiômetro registra, mas registra de forma sutil.

    cicero macci

    29/09/2014 - 19h54

    muito boa sua avaliação.É isso mesmo!

Mauro

28/09/2014 - 14h12

É importante saber o passado as origens os sonhos dos candidatos,mas ainda mais relevante e poder de decisão é saber para onde estes candidatos se inclinam como eles se predispõem em relação ao futuro feito isto podemos entender que Marina enxerga o futuro muito diferente das lutas que travou no passado, ou seja não se enganem com essa mulher é puro retrocesso.

Responder

Urbano

28/09/2014 - 13h40

A campanha presidencial da oposição ao Brasil de 2014 se resume num jatinho órfão de dono e de seriedade, uma pista-aeroporto superfaturada e uma biruta transgênica.

Responder

silvio carlos nobre

28/09/2014 - 08h56

Bom saber que ainda tem jornal no mundo que nao se preoculpa em levar ao seus leitores apenas a visao dos EUA e das grandes corporaçoes.

Responder

digaquemés

28/09/2014 - 06h35

Jornal desinformado. Ela é cria do PT, como a esq se define: “nunca abandonará o sonho comunista”.

Responder

    Willson

    28/09/2014 - 12h17

    O jornal está certissimo. Iniciada no PT, parece que a messiânica se “converteu” mais uma vez. Agora à direita. O que dizer com quem anda com desde Jorge Bornhaussen, Agripino Maia, Banco Itau, Neca Setubal, a Lara Resende, Gianetti da Fonseca, especuladores da Bolsa, Zé Serra, Malafaia, Assembléia de Deus, e tantos outros direitistas empedernidos ou enrustidos?

    Se ela não foi competente nem para regularizar seu partido, como poderia montar uma base de governo… Do ponto de vista da esquerda Marina é um engodo. E da direita uma excelente janela de oportunidades. Do ponto de vista de quem tem juízo, é melhor evitá-la.

    luith santos -Goethe-Br.

    19/10/2014 - 23h29

    …-no meu entender,analisando bem a personagem Marina…os seus pronunciamentos…nos induz a pensar que a mesma é “uma marionete utili zada pelos lôbos da política contemporanea e á disposição de quem dar mais, assim como mercadoria de prateleira…”-quanto aos nativos que ela se dizia defensora dos direitos e blá blá blá…acredito,ela ja quase não se lembra da existencia dos mesmos…-ela poderá em raros casos reu nir alguns votos entre as “Marias vai com as outras”…a cada dia será menos a sua influencia…mas como o diabo veste saias…-a filha do Chico Mendes, no caso ,reuniria mais votos ao menos parece bem intencionada e não parece em nada com uma múmia que tenha fugido de algum sarcófago…esta é a opiniaõ pessoal de um observador e interessado em egiptologia…-até provas em contrário,acredito-me certo…-Goethe-Br.

    Américo

    28/09/2014 - 14h35

    OPs ! Coxinha detectado .

    Odette

    28/09/2014 - 19h42

    faz-me rir!!!

sergio

28/09/2014 - 03h42

Os franceses estão espertos.
Marina do Itaú é cria dos EUA,não tem mais como esconder.
Já estão falando em ALCA, política de aproximação, ou seja, o retorno da política caracu.

Responder

    Mário SF Alves

    28/09/2014 - 13h48

    Política caracu, definição:

    Sob a dialética da democracia do big stick: “nós, anglo-americanos, entramos com “O” cara e vocês, brasileiros e adjacentes latino-americanos, entram com “A” …!”

FrancoAtirador

27/09/2014 - 23h29

.
.
Manchete do jornal O Globo:

Em queda nas pesquisas,
Marina pede que eleitores
evitem ‘voto útil’
.
.
Quer dizer então que a MariNéca

pede se dê um voto inútil, nela.
.
.
Néca, MariNéca!

Meu voto será útil:

13 = Dilma Vana (PT).
.
.

Responder

    Mário SF Alves

    28/09/2014 - 13h59

    Uai, mas não é o AhÉsim que – [às voltas, indo, vindo, e jamais retornando nesta incansável maratona de diálogos monologástricos] – anda preconizando o tal do voto útil [quero dizer, inútil]?

    FrancoAtirador

    28/09/2014 - 17h08

    .
    .
    É mesmo, Mestre Mário.

    Tucanos andam pelas ruas gralhando:

    ‘Inútil! A Gente Somos Inútil!’
    .
    .

Marat

27/09/2014 - 22h51

Nem precisava ser francês, ou de qualquer país europeu, para perceber que Marina é a Monika Lewinski do Brasil… Mas ela nem deve ficar preocupada, pois todo o PSDB é assim também… não pode ouvir alguém falando em inglês, que já vai arriando as calças… Talvez algum psiquiatra possa explicar!

Responder

Mário SF Alves

27/09/2014 - 22h31

Se não estivéssemos tão familiarizados com o PSDB, diria que isso é assustador.

Mas, agora que a mácara caiu, sabemos, infelizmente, Marina Silva é pior do que todos os tucanos, traidores da socialdemocracia e empedernidos vendilhões do futuro deste País.
_________________________________

Eles passarão,
Nós passarinho!

Responder

    renato

    28/09/2014 - 12h17

    Disse-o bem Mario..

FrancoAtirador

27/09/2014 - 21h18

.
.
Sugestiva aquela foto da matéria do Humanité:

Diante dos microfones da TV Record e do SBT,

Maria Osmarina discutindo com MariNécaFaia…
.
.

Responder

FrancoAtirador

27/09/2014 - 21h00

.
.
Se o Aébrio Nébulus Deus-Me-Livre ganhar a eleição

vai nomear a MariNéca para privatizar a Amazônia.
.
.

Responder

Luiz

27/09/2014 - 19h17

100% privatizada a Marina

Responder

[email protected]!r [email protected]+35

27/09/2014 - 18h41

Putz…nem os franceses ela não consegue enganar mais…

Responder

    Marat

    27/09/2014 - 22h52

    E olha que francês, assim como alemão, adora ficar de quatro para o Tio Sam…

    Mário SF Alves

    28/09/2014 - 14h04

    Ultimamente, Marat, só ultimamente.

    Bom… tem a coisa da tal posição na qual qual Napoleão perdeu a guerra… mas… aí já seriam outros quinhentos, outras Monikas e outras Lewinski.

Deixe uma resposta