VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Eduardo Guimarães: Na Folha, Mercadante afronta vítimas da ditadura

26 de abril de 2013 às 13h22

por Eduardo Guimarães, no Blog da Cidadania

Na semana que finda, o ex-delegado da Polícia Civil Cláudio Guerra delatou o comparsa de atrocidades durante a ditadura militar, o fundador do jornal Folha de São Paulo, Octavio Frias de Oliveira (1912-2007). Revelou que ele visitava “frequentemente” o Dops (Departamento de Ordem Política e Social), que, como se sabe, era um centro de torturas.

A denúncia foi feita ao vereador Gilberto Natalini, presidente da Comissão da Verdade da Câmara Municipal de São Paulo. Além dessa denúncia, também revelou que a Folha emprestou carros e ajudou a financiar os órgãos da repressão na época – denúncia que não é nova e que figura no livro Cães de Guarda, da doutora em História Social Beatriz Kushnir.

Palavras do denunciante: “O Frias visitava o Dops constantemente. Isso está registrado.”

Sim, está registrado. Recentemente, a Comissão da Verdade de São Paulo recebeu o livro de visitas do DOPS, onde empresários como Frias parece que davam expediente, sendo “inexplicável” a razão para comparecerem a um centro de torturas e morte seguidas vezes.

Segundo a própria Folha de São Paulo, em matéria publicada na quinta-feira, “Guerra disse também que o publisher da Folha era ‘amigo pessoal’ do delegado Sérgio Paranhos Fleury, um dos mais ativos agentes da repressão”.

O depoimento do congênere de Frias durante a ditadura foi apresentado em vídeo na terça-feira em audiência da Comissão da Verdade na Câmara Municipal de São Paulo.

Verdade seja dita, a Folha publicou as denúncias contra si em sua edição de quinta-feira. A coragem do jornal, porém, contrasta com a covardia do ministro da Educação, Aloizio Mercadante, que enviou carta ao Painel do Leitor da publicação a fim de bajulá-la. Fazendo isso, Mercadante envergonhou o PT e esbofeteou as vítimas da ditadura.

Leia, abaixo, o texto patético de alguém que é fundador do PT e ministro da educação do governo Dilma e que foi publicado na edição da Folha desta sexta-feira.

A Folha publicou notícia de que o empresário Octavio Frias de Oliveira visitou frequentemente o Dops e era amigo pessoal do delegado Sérgio Paranhos Fleury, um dos mais ativos agentes da repressão.

A denúncia partiu do ex-agente da repressão, Cláudio Guerra. Recebi a informação perplexo e incrédulo. Especialmente porque militei contra a ditadura militar na dura década de 70 e tive a oportunidade de testemunhar o papel desempenhado pelo jornal, sob o comando de “seu Frias”, na luta pelas liberdades democráticas.

A coluna de Perseu Abramo sempre foi referência da luta estudantil nos dias difíceis de repressão. A página de “Opinião” abriu espaço para o debate democrático e pluralista. A Folha contribuiu decisivamente para a campanha das Diretas Já.

Ao longo desses 40 anos de militância política, mesmo com opiniões muitas vezes opostas às da Folha, testemunho que o jornal sempre garantiu o debate e a pluralidade de ideias, que ajudaram a construir o Brasil democrático de hoje.

E “seu Frias” merece, por isso, meu reconhecimento. Acredito que falo por muitos da minha geração.

Aloizio Mercadante, ministro de Estado da Educação (Brasília, DF)

Quem escreveu esse texto vergonhoso não foi um general de pijama nem um dos barões da mídia, foi um dos fundadores do PT em 1980, vice-presidente do partido entre 1991 e 1999, senador pelo estado de São Paulo entre 2003 e 2010, ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação do Brasil de 2011 a 2012 e que se tornou ministro da Educação no ano passado.

Apesar de Mercadante ser filho de general do Exército, não parece que seja essa a sua motivação para se fazer de desinformado e, assim, dar à Folha o que ela precisava, um depoimento em defesa de Frias pai por parte de alguém que, por ser petista, seria insuspeito de estar mentindo a favor dele – a Folha parece reconhecer que está publicando o depoimento de um adversário político.

Mercadante apenas bajula a Folha como tantos outros petistas que acham que podem ser menos pisoteados pelo jornal se rastejarem diante dele e se ajoelharem em seu altar de mentiras. Mas caso o ministro da educação seja apenas um idiota que chegou aonde chegou sem conhecer a história de seu país, aí vão alguns esclarecimentos a ele.

O homem fardado e a declaração na foto que encima este texto correspondem a Otávio Frias de Oliveira, o falecido fundador do jornal Folha de São Paulo. Imagem e palavras pertencem a momentos distintos de sua vida. Todavia, unidas, explicam quem foi ele.

Frias de Oliveira lutou na Revolução Constitucionalista de 1932, que tentou dar um golpe de Estado contra Getúlio Vargas. Coerente com seu apreço pelo militarismo e pela derrubada de governos dos quais não gostava, apoiou o golpe militar de 1964.

Nesse período, a Folha de São Paulo serviu de voz e pernas para os ditadores que se sucederiam no poder ao exaltá-los e ao transportar para eles seus presos políticos até os centros de tortura do regime.

No dia 21 de setembro de 1971, a Ação Libertadora Nacional (ALN) incendiou camionetes da Folha que eram utilizadas para entregar jornais. Os responsáveis acusavam o dono do jornal de emprestar os veículos para transporte de presos políticos. Frias de Oliveira respondeu ao atentado publicando um editorial na primeira página no dia seguinte, sob o título “Banditismo”.

Eis um trecho do texto:

Os ataques do terrorismo não alterarão a nossa linha de conduta. Como o pior cego é o que não quer ver, o pior do terrorismo é não compreender que no Brasil não há lugar para ele. Nunca houve. E de maneira especial não há hoje, quando um governo sério, responsável, respeitável e com indiscutível apoio popular está levando o Brasil pelos seguros caminhos do desenvolvimento com justiça social-realidade que nenhum brasileiro lúcido pode negar, e que o mundo todo reconhece e proclama. […] Um país, enfim, de onde a subversão — que se alimenta do ódio e cultiva a violência – está sendo definitivamente erradicada, com o decidido apoio do povo e da imprensa, que reflete os sentimentos deste. Essa mesma imprensa que os remanescentes do terror querem golpear.”

(Editorial: Banditismo – publicado em 22 de setembro de 1971; Octavio Frias de Oliveira).

O presidente da República de então era Emílio Garrastazu Médici. Nomeado presidente pelos militares, comandou o período mais duro da ditadura militar. Foi a época do auge das prisões, torturas e assassinatos de militantes políticos de esquerda pelo regime.

Apesar dos elogios de Frias de Oliveira à ditadura, segundo a Fundação Getúlio Vargas foi no governo Médici que a miséria e a concentração de renda ganharam impulso. O Brasil teve o 9º Produto Nacional Bruto do mundo no período, mas em desnutrição perdia apenas para Índia, Indonésia, Bangladesh, Paquistão e Filipinas.

O que Aloizio Mercadante fez, não tem nome. Nem covardia e oportunismo definem seu ato. O petista, porém, engana-se sobre a Folha. Se for candidato a governador, ano que vem, terá oposição feroz do jornal. Sua bajulação foi inútil.

Concluo este texto, portanto, com uma promessa: enquanto eu viver, esse político nunca mais receberá um voto meu. Além disso, exorto quem me lê e concorda com o que aqui foi dito a fazer o mesmo, pois quem age como o ministro Aloizio Mercandante agiu não só não merece confiança, mas merece muita desconfiança.

PS do Viomundo:  O que as vítimas da ditadura e seus familiares têm a dizer sobre essa atitude de Mercadante? E o PT? Lembrando que o Eduardo Guimarães não mencionou duas questões relevantes sobre a relação da Folha com a ditadura: o empréstimo do jornal Folha da Tarde para a repressão, jornal que falsificava manchetes sobre morte de “terroristas” em confrontos fictícios; e a demissão da jornalista Rose Nogueira por abandono de emprego quando ela estava presa no presídio Tiradentes. Clique nos lnks abaixo para saber mais.

Leia também:

Rose Nogueira: A ficha (verdadeira) da Folha

Ex-delegado: Folha financiava repressão; Frias visitava o DOPS

Alípio Freire e Beatriz Kushnir: A Folha e a ditadura

Beatriz Kushnir: Quem eram os cães de guarda?

Ivan Seixas: “Otavião” tinha medo de ser fuzilado

Beatriz Kushnir: Como a mídia colaborou com os militares

Ivan Seixas: O jornal que “matava” nas manchetes”

 

125 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Torturador da ditadura, o delegado Carlinhos Metralha é esculachado em Itatiba, SP - Viomundo - O que você não vê na mídia

04/05/2013 - 15h46

[…] Eduardo Guimarães: Na Folha, Mercadante afronta vítimas da ditadura […]

Responder

Ivan Seixas: Ministro da Educação não leu o Folha Explica - Viomundo - O que você não vê na mídia

29/04/2013 - 10h58

[…] Eduardo Guimarães: Na Folha, Mercadante afronta vítimas da ditadura […]

Responder

Dida

29/04/2013 - 09h19

Nao acho certo tá apedrejando o Mercadante por uma carta que ele escreveu em 1980 ou seja faz 33 anos….quero pensar que ele nao tinha o profundo conhecimento que ele tem hoje sobre esses fascistas. A trajetória dele é respeitável e está fazendo um trabalho brilhante no ministério da Educaçao… as pessoas evoluem, se equivocam, e aprendem . O Mercadante foi e é um grande lutador da nossa jovem democracia, é preciso mudar muitas coisas , mas o nosso Legislativo e o poder judiciário tampouco ajuda..nao ponham a culpa só no PT, porque lutar contra esses poderes e interesses e essa midia tóxica é preciso mais que vocaçao politica….Por favor parem de jogar pedras, e olhe mais a trajetoria desse politico…

Responder

    abolicionista

    30/04/2013 - 11h11

    Por favor, releia o texto com cuidado. Mercadante acabou de escrever a carta, ela não é da década de 80.

Mário SF Alves

28/04/2013 - 19h52

E olha a m&#*$ aí. Já começo a admitir a hipótese de que o que o (en)Cerra disse é verdade quando atribuiu ao PT o título de maior estelionatário da História. Bom… maior estelionatário é o partido dele, do (en)Cerra, mas… que no PT jà candidato a falsário da História, ah! isso tem.
_____________________________
Ministro da Educação??? Educação neoliberal, ainda vá lá, quem sabe.
________________________________
Vergonha!!! Pior pra mim que ainda defendia publicamente o PT. Depois dessa, só na “tese do menos pior”. E olhe lá.
________________________________________

Responder

Thomas Nok

28/04/2013 - 19h10

Depois que eu falo que o PT mudou demais, às vezes, recebo críticas.
Acreditei, votei e me filiei ao partido. Mas já me desfiliei depois de perceber que este partido está igual ao PSDB e DEM.
Você declarou seu IR ? Sentiu que é você, cidadão pessoa física, que continua a sustentar as maracutaias ? Enquanto grandes empresas recebem graças, isenções e reduções de impostos e taxas. Já o trabalhador…
Você que se aposentou após o Fator Previdenciário, sentiu o prejuízo ?
FHC criou o Fator, Lula poderia acabar e não o fez. Agora Dilma tenta comprar os senadores e deputados para que não votem a matéria.
E a inflação ?
E os hospitais e escolas ? Enquanto gasta-se milhões em estádios.
O PT traiu sua base. Os trabalhadores da iniciativa privada e todos os trabalhadores em geral.
Fiquei muito desiludido. Foi minha última esperança.
Pior que um inimigo declarado (FHC) é um amigo traidor(Lula, Dilma e PT).
O PT mudou para pior. É uma pena…

Responder

Murdok

28/04/2013 - 17h46

É por essas e outras que a mídia deita e rola.

Responder

Lu Witovisk

28/04/2013 - 15h53

Pela madrugada, ultimamente a vida está superando tanto a ficção que cada vez que entro, pra ler alguma coisa, fico com a impressão que estou em surto. Mas o pior é esse: essa é a realidade. tristeza.

Responder

xacal

28/04/2013 - 13h51

Não há o que dizer.

Uma cagada destas não tem lógica sob o ponto de vista das demandas pragmáticas de governos, dos arcos de aliança, enfim, de nenhuma causa ou justificativa.

Fica só a dúvida:

Mercadante é um cretino que desautoriza a si e sua história para parecer domesticado, ou é um cretino que nunca acreditou naquilo pelo qual diz ter lutado?

Para as duas perguntas, sendo a presidenta, ela mesma, uma torturada, só há uma resposta: demissão do Ministro, sem chance de se explicar, porque corre o risco de piorar a situação!

Responder

luiz claudio

28/04/2013 - 10h10

Por isto o Lula passou ,passa e passará tantos apertos,rodeado de tantos “amigos” assim ,quem precisa de inimigos,gente não devemos ser revanchistas,e não somos,mas queremos justiça,estes crimes cometidos por essa turma não pode ficar impune,pois envolveu torturas e mortes,isto não pode e não deve nunca prescrever,Senhor mercadante,minúsculo mesmo,o senhor envergonha a história do PT,do BRASIL e de TODOS NÓS BRASILEIROS.

Responder

Paulo Nogueira: Pede para sair, Mercadante! - Viomundo - O que você não vê na mídia

28/04/2013 - 07h43

[…] Eduardo Guimarães: Na Folha, Mercadante afronta vítimas da ditadura […]

Responder

João Carlos

28/04/2013 - 00h13

Mercadante deveria pensar; uma, dua, três vezes antes de enviar um tipo de depoimento desses para o jornal, sabendo que seria publicado. Que “queimação de fita” gratuita se meteu. Mesmo que sua opinião seja, como é, essa do qual ele pronunciou, ele deveria ser ao menos “racional”. É uma forma, não somente de se precaver, mas também de respeitar as famílias e as vítimas da ditadura do golpe militar. O Ministro Mercadante se apequenou realmente, se valia 7, agora vale 3, se valia 8, vale 4, ou seja; Hoje Mercandante vale metade do que valia antes de fazer essa bobagem, manchou em um minimo instante toda uma trajetória política de toda uma vida. Esse acontecimento é um exemplo de vida para outros políticos, é preciso saber o que falar o que fazer, é preciso ser consensual, é preciso saber comunicar-se. Foi chocante.

Responder

Nelson

27/04/2013 - 22h17

Sujeito desprezível. É nisso que virou o Sr Mercadante.

Anos atrás, ele chegou a afirmar, absurdamente, que o “PT e o PSDB têm muito a contribuir para a democracia brasileira”. Assim, em certa medida, não surpreende a atitude do SR Mercadante em relação à Folha.

Responder

FrancoAtirador

27/04/2013 - 20h32

.
.
RETROCESSO E PINCEL SEM ESCADA

O PT, que formou a cultura do voto partidário,

passou a colaborar com o culto ao voto nominal.

Tempo de bipartidarismo, em posições invertidas,

onde o PT e a ‘Base Aliada’, situação, são o MDB

e a Oposição ‘Fundida e em Rede’ é a antiga ARENA.

Agora, será muito difícil organizar o PT de 1980.
.
.

Responder

natan ferreira

27/04/2013 - 17h19

Calabar,o elogio da traicao

Responder

Mário SF Alves

27/04/2013 - 16h51

Mais um capítulo do “AO QUE TUDO INDICA, PARECE”

Parece I- Parece que enquanto prevalecer a máxima oligárquica do “o que vem de baixo não me atinge”, vamos falar, falar, criticar ou espernear, e os caras não estarão nem aí. Aliás, ainda não sei muito bem por que o PiG anda chiando tanto contra os líderes da blogosfera suja;

Parece II – Parece que o PT – que nem sequer de longe se parece mais com o PT – anda acreditando mesmo que a reeleição vai se dar independentemente do que pensam aqueles que se especializaram em desmontar farsas.

Responder

    FrancoAtirador

    27/04/2013 - 20h13

    .
    .
    Mais um Capítulo do “ÓBVIO ULULANTE”

    Sobre o ‘Parece I’: MONOPÓLIO NÃO ACEITA CONCORRÊNCIA, NEM DE 1%.

    Sobre o ‘Parece II’: PRESUNÇÃO: HAVERÁ APOIO SUJO, POR FALTA DE OPÇÃO.
    .
    .

Mário SF Alves

27/04/2013 - 16h10

Sacanagem é coisa pode rolar na intimidade entre pessoas, entre quatro paredes, no elevador, sei lá… mas, peraí, sacanagem com a História, ha, isso é novidade.
————————–
explica aí, ministro.

Responder

    Mário SF Alves

    27/04/2013 - 16h15

    Outra coisa. A ideia não era só o tal do “relaxa e goza”? Pelo visto…

FrancoAtirador

27/04/2013 - 16h03

.
.
O “seu Frias”, na “luta pelas liberdades democráticas” exclusivamente dele,

incluía a prisão, a tortura e o assassinato, como formas legítimas de abater

aqueles que lutavam pelas Liberdades Democráticas de Todos os Brasileiros.
.
.
É a História que nos conta isso, senhor ministro da Educação (hã?!?).

O Professor (hã?!?) Aloisio Mercadante deve estar “fora da casinha”

ou estava “dentro da casinha” na Ditadura, nas décadas de 1960 e 1970,

enquanto a tortura física e psicológica no pau-de-arara corria solta.
.
.

Responder

André Dantas

27/04/2013 - 15h51

O que percebo em blogs de pessoas sérias como o Eduardo Guimarães e em comentários de leitores que aindam apóiam o PT e o Governo Federal é a tentativa de demonstrar que os membros do Governo e/ou do Partido são distintos do Governo e/ou do Partido. Que essas pessoas, declarações e atos seriam isolados da “essência” governamental ou partidária.
O próprio Viomundo em seu P.S. cobra uma postura do PT em relação às manifestações de Mercadante. Mas quem é o PT?
Mercadante, Ministro da Educação, Paulo Bernardo, Ministro das Comunicações, Gleisi Hoffmann, Ministra-Chefe da Casa Civil – se esses não são o PT quem é?
Apesar da farsa jurídico-midiática do mensalão, o PT e seus membros não negam a prática espúria de caixa 2 que, apesar de não interessar à grande mídia por não ter o condão de separar os petistas das práticas dos demais partidos, é também procedimento expúrio, extremamente lesivo à democracia e meio para estabelecimento dessa plutocracia em que vivemos. Se José Dirceu, José Genoíno e João Paulo Cunha não são o PT quem é?
Antônio Palocci tem inegável posição pró-mercado. Ele não é o PT?
E quantas vezes a própria Presidenta Dilma fez declarações defendendo esta mesma mídia golpista? Quem foi ao aniversário da Folha? Quem foi cozinhar com Ana Maria Braga? Dilma também não é o PT? Dilma não é o Governo? A Helena Chagas da SECOM comete suas barbaridades contra a vontade do Ministro e de Dilma?
O que muita gente se recusa a aceitar ou não quer acreditar é que aquele PT que surgiu no meio dos proletários no ABC, que recebeu diversos militantes e intelectuais decepcionados com os rumos que o PCB tomara nos anos 80, que se sustentava nas bases e no carisma de Lula simplesmente não existe mais. O que era um Partido de vanguarda é hoje um Partido da ordem, da ordem liberal.
É triste, mas o PT de hoje necessita e muito do PSDB, pois não são poucos que votam no PT por medo do mal maior que é o retorno do PSDB ou um de seus parceiros ao poder. Nas campanhas eleitorais o uso desse medo sequer é disfarçado. Eu mesmo não tenho a menor dúvida de que, em um 2º turno envolvendo Dilma e um dos fascistas que ela deverá enfrentar, votarei nela. Muitos já votam no PT não por acreditar que há um bom projeto, mas por não vislumbrarem uma alternativa melhor.
Não avançamos mais por medo de retroceder…
Sem o PSDB o PT sequer poderia hoje ser chamado de partido de esquerda. O PT não está apenas aliado a muitos dos setores mais retrógrados da nossa sociedade, mas também é necessário registrar que muitos dos antigos representantes da direita conservadora hoje estão filiados ao PT e ocupando cargos pelo PT. Aqui na Bahia isso é de uso corrente com carlistas em todas as esferas do Governo a começar pelo Vice-Governador.
Não me surpreendem declarações e atos de pessoas como Mercadante e Paulo Bernardo, o que me surpreende é que muitas pessoas inteligentes e legitimamente de esquerda ainda não estejam ao menos buscando outras alternativas.

Responder

    Nelson

    27/04/2013 - 21h53

    De uma forma bastante clara, você disse tudo, Dantas.
    Parabéns!

Ester Nolasco

27/04/2013 - 13h24

Aloizio Mercadante, ministro de Estado da desEducação

Responder

    carlos cruz

    27/04/2013 - 18h02

    Um bigode vazio, demagogo, ambicioso. Apenas.

Ester Nolasco

27/04/2013 - 13h24

É um MINISTRO DA DESEDUCAÇÃO

Responder

Julio Silveira

27/04/2013 - 11h46

Felizmente já estou me recuperando do choque.
Já faz algum tempo percebo não haver muitas diferenças entre as pessoas que fazem o PSDB das pessoas que fazem o PT. Existem uma que outras excessões, mas eu diria que as excessões vão sendo esvaziadas dentro do partido, para infelicidade da militância. O PT é cada vez menos o que poderia ser chamado de esquerda.

Responder

    Mário SF Alves

    27/04/2013 - 15h40

    Em sendo assim, prezado Julio, vou ter de admitir que – de fato – o PSDB era mais competente. E o que é mais grave, menos sádico, mesmo porque despejava o mal todo de uma vez.

Larissa Dias

27/04/2013 - 11h08

O tal ministro é um maluquete. Deveria ser expulso do PT, mas como o PT não tem culhões roxo para tanto ele vai ficar palitando os dentes

Responder

marcosomag

27/04/2013 - 10h31

Um homem pode ser tudo, menos Mercadante da sua dignidade.

Responder

mello

27/04/2013 - 10h21

Mais uma mercadantice reprovável e indesculpável do “afoito ” político.

Responder

Paulo Brasil

27/04/2013 - 08h52

Aos psdbistas camuflados nos comentarios, tenho apenas que ressaltar que essa foi uma iniciativa de um individuo e nao do PT.

Parem de ser aproveitadores e golpistas.

Responder

    abolicionista

    27/04/2013 - 10h49

    Quanto ao que me toca, caro Paulo Brasil, posso responder de peito aberto que não sou nenhum tucano camuflado. Fiz campanha ferrenha para a reeleição da Dilma e para os dois governos de Lula, como outros comentadores do site bem se lembram. O PT deve explicações sim à população pelas declarações do ministro Mercadante. Trata-se de uma figura importantíssima no governo Dilma, o partido tem o dever de reagir às declarações, que constituem uma agressão à memória de quem sofreu direta ou indiretamente com a ditadura. Se o PT se cala, corrobora a atitude de Mercadante. Se a corrobora, não merece o voto de quem lutou e luta pela justiça social no Brasil. Há pouquíssimo tempo, em São Paulo, vereadores do PT votaram a favor de um documento que homenageava a Rota. No documento, constavam ações gloriosas da corporação, entre elas o massacre de Canudos e certa “revolução de 1964”, ou seja, o que qualquer pessoa decente chama de ditadura. Diante de atrocidades como essa, o partido tem o dever de se manifestar. Caso não o faça, farei sim campanha contra o partido, assim como o tenho feito e continuarei a fazer contra o PSDB. Grato.

    francisco niterói

    27/04/2013 - 12h34

    Permita-me fazer minhas as suas palavras, caro abolicionista.

    Tenho muito respeito pelo PT, mas acima de tudo tenho mais respeito com meus principios e minha consciencia. Dessa forma, nao da pra compactuar com nada que, mesmo de longe, lembre apoio a torturadores e seus apoiadores.

    Mário SF Alves

    27/04/2013 - 15h58

    Solidarizo-me com você. De mais a mais é repugnante tal atitude do ministro. É repugnante que um mistro da Estado da Educação contribua para o falseamento da História. É repugnante que um ministro da Educação (fosse de que partido fosse) jogue uma pá de cal na dor daqueles que foram barbaramente torturados e mortos por lutarem por direitos civis, pela democracia e por um país menos injusto e menos subserviente.

    Jotace

    27/04/2013 - 15h59

    Caro abolicionista,

    Compartilho com orgulho de brasileiro de tuas palavras e sentimentos. Cordial abraço, Jotace

    abolicionista

    28/04/2013 - 17h38

    Obrigado pelo apoio pessoal, felizmente acho que muita gente concorda comigo. Resumindo, ainda vejo bons quadros no PT, mas não confio mais no partido, é isso…

    Jotace

    27/04/2013 - 13h20

    Caríssimo Sr. Paulo,

    Antes de acusar de psdebistas os que defendem de fato o Brasil criticando os desmandos constantes do PT, sugiro analisar o comportamento que tem caraterizado os figurões dessa organização. Infelizmente votei nos candidatos da mesma desde sua nefasta fundação. Considero extremamente injustas as suas qualificações de golpistas e aproveitadores àqueles que defendem a Pátria. Elas cabem na verdade aos responsáveis pelo golpe terrivelque recebe a nação em doses
    diárias e ininterruptas pelas privatizações, concessões e terceirizações efetuadas pelos aproveitadores/traidores instalados no governo. Cordialmente, Jotace.

Rogerio

27/04/2013 - 07h34

Caro Azenha: Esse jeitinho meigo e “espontâneo” do Mercadante defender a FOLHA, assim, de graça, não dá margem para outra interpretação: está sendo chantageado por aquele jornal, que como se sabe, foi um dos primeiros a ser informado pela PF, quando prenderam os assessores dele com aquele milhão e meio para comprar o dossie contra o Serra. Os famosos “aloprados” era capangas desse senhor ministro, lembra?

É muito provável que a FOLHA tenha algo muito forte quanto à origem daquele dinheiro, envolvendo o Mercadante. E esteja usando isso agora, chantageando esse bobo alegre e sem caráter.

E ele é um bobão mesmo. Lembra quando a direita queria a cabeça do Sarney para dar o Golpe de Estado com o Marconi Perilo, seu vice no Congresso e o Gilmar Mendes no STF ( O famoso golpe tipo Honduras?). Pois é, lembra Edu, como esse Mercadante disse que ia votar pela deposição do Sarney “porque seus eleitores pelo tuíter, estavam exigindo isso”? Lembra como ele depois disse que não sabia que existem programas de computador que enviam centenas de tuítes por minuto para quem quer que seja? Lembra quando os blogs caíram em cima dele por essa bobagem e ele voltou atrás e obedeceu ao partido? É uma cavalgadura, é um bobão, um deslumbrado e um medroso. Deve ter feito muita doação por fora e a FOLHA pegou algo e fica chantageando essa cavalgadura, como deve fazer com muitos desses petistas de araque, tipo Paulo bernardo, que andam por aí fazendo favores à mídia. São todos chantageados, gente que se deixou envolver e agora é prisioneira da mídia…Devíamos inciar uma campanha pública com abaixo assinado pela demissão desse senhor, a bem do serviço público. Ele, devia ser mais homem, confessar o que fez e acusar seus chantageadores, se tiver coragem e hombridade para isso!

Responder

    renato

    27/04/2013 - 11h23

    bem lembrado!

Rogerio

27/04/2013 - 07h16

No caso da derrubada do Sarney pela Mídia, o Merdandante também vacilou e muito, sem lembrar qu eo vice do Sarney seria o Marconi Perillo, sócio do Demóstenes e do Cachoeira. Na época essa figura de traidor se justificou dizendo que estava recebendo muitos pedidos pelo tuíter, de seus eleitores, para votar contra o PT e pela deposição de Sarney e nomeação do vice Perilo-Cachoeira, sem levar em conta que pelo tuíter , qualquer BOBÂO receb qualquer quantidade de mensagens de qualquer máquina de mandar tuítes…que podima ser de trolls da própria mídia golpista. Aí , alertado pelos blogs, esse traidor chamado Merdandante voltou atrás e obedeceu à orientação do partido. A FOlha deve estar chantageando ele com alguma coisa que sabe dele ou do pais dele!!! Só isso explica esse sabujismo gratuito, essa atitude que desrespeita os mortos, os torturados, os perseguidos! Tinhamos que começar um movimento BEM FORTE E ORGANIZADO PARA O GOVERNO DEMITIR ESSE TARIDOR, ESSE PUSTULA, ESSE PUXA SACO E FAZERMOS UMA ACUSAÇÃO FORMAL CONTRA ELE NO CONSELHO DE ÉTICA DO PT PEDINDO SUA EXPULSÃO. É um fraco. Deve ter um grande ponto fraco nessas suas campanhas eleitorais, a Folhe deve ter gravado esse palhaço fazendo alguma falcatrua com aqueles aloprados dele na época do mensalão. Desde lá ele é um sabujo da mídia e da direita.

Responder

Rogério Zanuto

27/04/2013 - 02h55

Busquei e não encontrei onde mandar um recado ao Mercadante.

Não votarei mais em você. Sua atitude foi covarde frente a mídia E falsa frente a quem acreditou que esta pensando no povo e nao no POVO DE CIMA.

Mas não tenho pra onde mandar e ele receber.
P.S.: Sempre votei e fiz campanha aguerrida pra ele, porém acabou. Aqui em minha cidade (caraguatatuba – sp) é um monte de PSDB e eu trabalhei pra ele de graça e sem ele ou o PT daqui saber, mas acabou.

Se ele não tem eu tenho vergonha na cara.

Gerinho da Terra

Responder

Hiro

27/04/2013 - 02h53

A maior vergonha da história do Brasil, o golpe de 64, agora tem um representante, Mercadante,
o lambe-botas. Enquanto não poucos dedicam as suas vidas até hoje pela luta contra o golpe de 64,
vai alguém do próprio PT cometer o maior ato de traição contra essa dolorosa memória.

Responder

Gabriel Braga

27/04/2013 - 00h25

Fica difícil até comentar.

Como pode alguém do PT fazer esse papelão ridículo de se humilhar dessa forma diante da Folha,o jornal da ficha falsa da Dilma e da ditabranda.

Além dessa babação de ovo patética ser um desrespeito com a memória dos mortos e torturados pelo regime militar,ela não valerá nada,pois se o Mercadante acha que isso vai fazer com que a Folha diminua a perseguição aos petistas,ele é muito ingênuo.

Mino Carta é quem tem razão quando diz que os petistas adoram aparecer na Globo e nas amarelas da Veja.

Responder

Márcio Martins

27/04/2013 - 00h25

O Mercadante “aloprou” novamente. Normal!

Responder

Jorge Vieira

27/04/2013 - 00h10

É incrível a capacidade que os políticos do PT tem em dar as costas para o seu eleitorado.
Mercadante pisou feio na bola e deveria fazer uma declaração explicando o seu pronunciamento sobre a Folha durante a ditadura.
E pedindo desculpas ao povo brasileiro, às vítimas da ditadura e aos militantes do PT.

Responder

Celso Carvalho

26/04/2013 - 23h55

Como diria um agente da ditadura, “Mercadante entrou em óbito”. A Folha de São Paulo está a cobrí-lo.

Responder

abolicionista

26/04/2013 - 23h44

E peço aos demais comentaristas que coloquem a mão na consciência e também se neguem a votar no PT enquanto enquanto o partido não se retratar.

Responder

abolicionista

26/04/2013 - 23h33

Obviamente estou sob pseudônimo, mas sou familiar de uma vítima de tortura. Meu tio esteve preso durante quatro anos, passou seis meses incomunicável, esteve no Tiradentes e no DOPS. Vou consultar os demais familiares, minha sugestão é que a família envie uma carta ao viomundo exigindo uma retratação do PT. Caso nada aconteça, farei campanha contra o partido até o fim dos meus dias. Não se pode usar a vida de cidadãos como moeda de troca política, é vergonhoso e indigno. O PT deve uma resposta aos brasileiros, isso não ficará impune…

Responder

    Jotace

    27/04/2013 - 00h56

    Muito nobre sua decisão, caro abolicionista. Mas, quanto ao PT não precisa combatê-lo até os últimos dias de sua vida. Ele, que foi como um apanágio de muitos como você e eu, está de fato praticamente morto, e já entrou até na fase de decomposição. O abjeto comportamento do mercadante, um dos seus figurões, é uma prova evidente. Um abraço, Jotace

Francisco

26/04/2013 - 22h51

Mercadante foi mais realista que o rei.

Ninguém da direita se manifestou.

Ele, feito aqueles meninos inseguros de colégio de freira, se meteu na frente pata falar “fezes”.

Isso lá é homem?

Responder

Jairo Fonseca

26/04/2013 - 22h23

Passei 40 anos da minha vida votando no PT de cabo a rabo e dois candidatos, especificamente, mereceram meu voto e de minha família: Aloisio Mercadante e Eduardo Suplicy. Pela atuação deles atualmente, jamais terão novamente meu voto e de minha família. Vão os dois plantarem batata. Dupla de políticos que estão contaminados pelo poder e de atuação simplesmente vergonhosa. Incluo também o Ministro da Justiça, seu José Eduardo Cardozo. Serei PT até a morte, mas nestes caras não voto mais.

Responder

    assalariado.

    27/04/2013 - 09h25

    Caro Jairo Fonseca, não desanime. Fui petista/ Socialista desde quando me convidaram para entrar nesse partido, em 1981 . Hoje continuo Socialista, um ser ideológico, em detrimento de ser fisiológico. Quer dizer, o que me move são os ideais socialistas no sentido de acabar com a exploração e um ser sobre o outro. importância estratégica de estar dentro de um partido de linha socialista, não cultivo mais rótulos ou idolatrias partidárias ou culta a personalidades, percebe a sutil diferença?

    Sem medo de ser feliz, rumo a sociedade/ Estado Socialista.

    assalariado.

    27/04/2013 - 11h00

    Opa! Errei.

    Do meio do comentário, em diante, leia -se; (SEI DA) importância estratégica (dos assalariados), estarem dentro de um partido de linha socialista. Porém, não cultivo mais rótulos ou idolatrias partidárias, ou culto a personalidades, percebe a sutil diferença?

    Sem medo de ser feliz, rumo a sociedade/ Estado Socialista.

José Fernandes

26/04/2013 - 22h22

OS BLOGS SUJOS ME REPRESENTA!!!!!!!!!!

Responder

FRANCISCO HUGO

26/04/2013 - 22h01

Minha indignação foi censurada no ConversAfiada.
Tentei diretamente no blog do Edu e tento aqui.
O comentário:

Eleito Lula em 2002, antes de sua posse já se apresentavam como candidatos à sucessão: Marta Suplicy, Eduardo Idem, Cristóvão Buarque (petista então), Plínio de Arruda (idem), os Zés… e o Mercadante.
O “peão” já cumprira sua obstinada missão e abrira o caminho.
Reeleição para ele??? Nem pensar!
Desencantados, alguns procuraram a candidatura à Presidência, dentro e fora do PT. Para constatar sua real dimensão política/humana.
Os mauricinhos&patricinhas do PT têm histórico de alopramento.
Quem lembra do Greenhalgh vice da Erudina.
Do ponto de vista da consistência ideológica, os citados pertencem a uma massa congregada no PPS/PSDB, oriundos uns do pecezão outros da AP. Se curtem e fazem mise-en-scènes ao gosto do Jornal Nacional e do Departamento de Estado.
Desmoralizar a esquerda é sempre prioridade.
O PT deixou de ser das erundinas: é das martas.
E o mauricinho Collor morre de rir.
Fui educado para não cuspir. Nem no chão!
Mas curto Augusto dos Anjos:
“…………………………………………………….
Escarrar de um abismo noutro abismo,

Mandando ao Céu o fumo de um cigarro,
Há mais filosofia neste escarro
Do que em toda a moral do cristianismo!
Porque, se no orbe oval que os meus pés tocam

Eu não deixasse o meu cuspo carrasco,
Jamais exprimiria o acérrimo asco
Que os canalhas do mundo me provocam!”

Responder

José BSB

26/04/2013 - 21h35

mercadante é fraco. O ministro da justiça é outro pamonha. A pasta das comunicações é comandada por um pusilanime. A bancada petista no Senado é uma penca de bananas.
Enfim, a reeleição da Dilma é ameaça por gente do seu próprio partido.

Responder

Oliveira

26/04/2013 - 21h30

Se Mercadante não pedir demissão deve receber um cartão vermelho da Presidente. Se Dilma não demiti-lo não voto pra ela em 2014. E se o PT não se manifestar sobre a posição da Presidente e seu Ministro nunca mais voto neste Partido.

Responder

renato

26/04/2013 - 20h47

Será que ele não quer sair e entrar no Grupo de
Elite de Políticos, na Rede de Marina.
Colocando bem sua posição frente aos seus ideais.
Ninguém mais esta a fim de continuar o Governo Dilma,
já estão pensando nas Próximas Eleições.

– Terrorista não tem casa, não tem lugar por isto são
terroristas!(Militar burro).
– Indiscutível apoio popular, sobre a mira de sabres!
( militar idiota).
– Nenhum brasileiro (sob armas) não pode negar.(FDP).
– Que Mundo ( lazarento), que mundo!!!
– Nada erradica o terrorismo,(idiota),haja visto a
mortandade no Iraque.
– Perdeu, se fosse algo maléfico e terrível para o
povo Brasileiro, estaríamos F….. hoje………
Mostra a total ineficiência de vocês, algo que deve
fazer mal aos pijamas vomitados, e amarelados na
verilha.
Ninguém tem esta autoridade sobre seu povo!Só bandido
com armas em riste.E não podem nunca mais se descuidar.
Quer que responda o por que?
Ou é obvio?

Responder

Antonio Carlos Silva

26/04/2013 - 20h40

Ué, voces estão estranhando o que ?
Não foi o Merdadante que disse num seminário organizado por empresários tucanófilos, com platéia empoleirada de tucanos e transmitidas pela imprensa tucana, que o governo FHC foi fundamental para o Brasil, por criar uma base economica forte e sustentável para que o Governo Lula fizesse um bom governo ?

Responder

Jonas Aguiar

26/04/2013 - 20h36

Se ainda resta alguma dignidade ao sr. Mercadante, só lhe cabe pedir imediata demissão do cargo que ocupa no governo. Caso contrário deverá ser defenestrado imediatamente.

Responder

Edgar Rocha

26/04/2013 - 20h26

“Seu Frias”… putz! Só faltou pedir a bênção. Que intimidade, não? Mas, se querem saber, não me espanta. Faz parte da prática administrativa do PT tentar acalmar os inimigos insinuando-se rebolativamente, na ilusão de que o que possuem é tão gostoso e especial, que o inimigo não vai resistir. Na hora “H”, ao invés do sonhado “quer casar comigo?”, escutam “quanto é a morte, vagaba?” O pior é que, pelo que vemos, alguns estão dispostos a botar preço. Agem assim desde a primeira vitória nas urnas que presenciei de perto. Já na administração Luiza Erundina, o discurso vigente era de que “militância atrapalha, reclama demais”. E coagiam aqueles que ralaram para eleger o partido, afirmando que todos já estavam representados, o povo já estava no poder, por isto têm mais é que calar a boca e não encher o saco. Enquanto isto, a oposição, a direita mais fisiológica possível, frequentava as salas das administrações regionais, das secretarias e das autarquias, aparentemente, só pra “tomar um cafezinho, bater um papo, etc.” “É preciso cooptar o diferente”, “dialogar com todos”, diziam. E os movimentos eram solenemente humilhados, postos de lado sem nenhum remorso. Qualquer reivindicação era “pensar pequeno”, “falta de ética partidária”, “traição”. O problema é que, aquilo que o PT oferece não pertence aos que foram eleitos (ao menos em tese)! Nem a proximidade com o Estado, nem o poder, nem a representatividade, nem a força política pra negociar. Há tempos que estes bens PÚBLICOS são cafetinados pra um projeto que, cada vez mais não temos certeza qual é. Tudo continua sendo “pela causa”, sem que conheçamos realmente a “causa”. Petista tem que parar de ser bobo! Tem que parar de se submeter às imundas conversas de pinga-com-limão em que todos temem a execração pública e a ameaça de rompimento dos “companheiros”, esse povo que diz representar os anseios do partido e de sua base, pra depois agir desta forma! Se a militância não tiver soberania pra escrachar publicamente uma sacanagem destas que o Mercadante fez, é melhor ficar quieta e continuar vendo estas tais lideranças fazerem charminho com o rabo alheio.

Responder

Sandra

26/04/2013 - 20h03

Já havia decidido não votar no Mercadante depois do que ele fez com a carreira dos professores das Federais. Ele está arruinando tudo o que o Haddad havia construído. E agora está se prestando a lamber botas de apoiador da ditadura! Meu voto ele não terá.

Responder

Ricardo C.L.

26/04/2013 - 19h56

Mercadante deve ter fumado um cigarro de maconha estragado. É a única explicação que me vem à cabeça.

Responder

nilda Costa

26/04/2013 - 19h33

Realmente, desta vez o Mercadejante entrou numa Fria…

Responder

Paulo Brasil

26/04/2013 - 19h31

Mesmo lambendo botas da casa grande nao passaras da cozinha.

Responder

Bernardino

26/04/2013 - 19h10

Temos que buscar outras alternativas nas esquerdas.essa corja do PT ja deu o que tinha de dar!!Sujiro aos caros internautas um contato com o Sen REQUIAO a fim de quae da sua tribuna no senado leia e comente a conduta desse TRAIRA e filho de militar que se diz opositor da ditadura e que lutou de araque,pois tinha o papai MILICO pra lhe dar respaldo como tantos outros filhos de milicos que conheci.O FHC por exemplo entrou no pais pra assisstir os funerais do pai,depois passsou temporada na França e aqui voltou com dinheiro de uma dessas fundaçoes dos YANQUES,fundando o Cebrap e hoje é neo liberal e entreguista das riquezas nacionais como presidente apagado com popularidade ZERO e esquecido so lembrado pela IMprensa BAndida

Responder

sebastiao

26/04/2013 - 18h53

Até tu Brutus ??? Nunca mais voto em você!!!

Responder

Hélio Pereira

26/04/2013 - 18h53

Mercadante ao se perfilar na Fileira dos Golpistas,acabou concordando nas entre-linhas com a opinião do Jornal Folha de SP,de que a Presidente Dilma é TERRORISTA,que a Ditadura foi uma Dita-Branda,que Ivan Seixas mentiu,que todas as acusações contra o Sr Frias são falsas…etc,etc.
Mercadante assinou como MINISTRO da EDUCAÇÃO do Governo Dilma e não deixa alternativa a Presidente que foi taxada de TERRORISTA numa ficha falsa,publicada pela Familia Frias,que não seja sua sumária DEMISSÃO.
O PT deveria pedir a demissão imediata deste Porta-Voz dos Golpistas de 64 e expulsa-lo imediatamente do Partido.
Eu jamais votarei no Mercadante,jamais repetirei o erro de outras eleições,onde votei nesta figura,por não conhecer sua opinião a respeito da Familia Frias.
Também deixo claro que se o PT não o expulsar,me sentirei impedido de votar em seus candidatos em 2014.
A “condecoração” a ROTA assinada pela maioria dos Vereadores do PT de SP,parece que não foi mera coincidência.

Responder

Zepol

26/04/2013 - 18h45

Parece que o PT cansou de ser governo e já faz de tudo para ser mandado às favas. Acho que tenho de procurar uma alternativa, e o pior é que está quase impossível de encontrar. Tenho alguma esperança no Requião, mas….uma andorinha só não faz o verão. É inacreditável a capacidade que algumas pessoas têm de dar as costas para a sua própria história!

Responder

roberto pereira

26/04/2013 - 18h44

Pelo andar da história quem resistiu à ditadura foi o Frias e o Roberto Marinho. O Brasil é “sui generis”. O golpe foi da direita e quem defende os colaboradores deste é a esquerda. Quem está no poder é o partido dos trabalhadores e os trabalhadores na educação passam 8 meses em greve e o governo não está nem aí. É um país surreal. O neoliberalismo leva o mundo desenvolvido à quebradeira e aqui o pensamento financista ganha força com os desenvolvimentista acuados, elevando as taxas de juros para agradar justamente aqueles que empurraram a parte rica do mundo à crise. Aqui pobre defende rico porque assim se sente um pouco rico também. É verdadeiramente o país do “realismo fantástico” de Garcia Marques.

Responder

Corisco

26/04/2013 - 18h43

Acho que o PT finalmente está saindo do armário. O caso Mercadante é só mais um lapso flagrante do desvio que o partido, proclamado de esquerda nos palanques antes das eleições, vem cometendo desde o governo Lula. As indicações equivocadas (será?) para os altos cargos da República, que resultaram na crise presente, ficaram sem respostas até agora. A proteção da midia reacionária, a tolerância com a lei que anistia torturadores, mesmo contrariando a corte da OEA, o sepultamento da reforma agrária, que sempre foi bandeira do PT, enfim, uma sucessão de “erros” que mais parecem deliberados do que ocasionais. Essa excessiva confiança na popularidade medida por pesquisas de opinião pode sair pela culatra. Cuidado PT, o povo tá de olho.

Responder

Paulo Roberto Álvares de Souza

26/04/2013 - 18h34

Algum político paulista é confiável?

Responder

    Pedro Correa

    26/04/2013 - 19h08

    Nenhum!

    ps: considero Lula um político paulista.

Fabio Passos

26/04/2013 - 18h30

A esquerda sequer deveria falar com o PiG
Que sentido faz submeter-se a interrogatorios politicos de inimigos do povo?
A esquerda tem de falar diretamente com o povo sem manipulacao de difamadores.

Agora… escrever espontaneamente elogiando um crapula que foi apoiador da ditadura e financiador de torturas e assassinatos?
E fez isso sabendo que o filhotinho do facinora usa o jornaleco que herdou para sabotar toda e qualquer iniciativa que beneficie a classe trabalhadora.

Os trabalhadores nao aceitam mais ser ofendidos e atacados pelo PiG.
Capachos do PiG nao representam os trabalhadores.

Responder

Nazareno Fonteles reage: PEC responde à "ferocidade autoritária, quase fascista" do Judiciário - Viomundo - O que você não vê na mídia

26/04/2013 - 18h28

[…] Eduardo Guimarães: Na Folha, Mercadante afronta vítimas da ditadura […]

Responder

Gerson carneiro

26/04/2013 - 18h24

Vexatório:

Tinha que ser alguém do seio do PT para sair em defesa da Folha de São Paulo para o vexame ser insuperável.

Patético:

Ministro da Educação sendo deixado para traz por qualquer candidato do ENEM.

Quando a oposição atacava o Sarney com o objetivo de atingir o Lula, foi preciso o Lula puxar a orelha do Mercadante porque lá estava ele falando pelos cotovelos. É um idiota.

Mercadante é a versão adolescente do Eduardo Suplicy.

Responder

Luiz Rogerio

26/04/2013 - 18h14

Putz, como o PT não tem oposição, estão criando uma dentro, é a ala da direita do PT (Mercadante, Palocci, entre outros) Dilma, raspa esse bigodão daí, de amigos assim quem precisa de inimigos????

Responder

Gustavo

26/04/2013 - 18h11

Pior é tentar imaginar a troco de que ele escreveu isso porque nem entrevista foi. O fez de livre e espontânea vontade. Lamentável

Responder

    Hélio Pereira

    26/04/2013 - 19h05

    Pois é Gustavo,
    se a Familia Frias é Demócrata como disse Mercadante,então na opinião dele a Folha de SP não mentiu ao chamar a DITADURA de “Dita-Branda”,não mentiu ao chamar Dilma de Terrorista e a Ficha Falsa era verdadeira,Ivan Seixas é mentiroso,como também eram mentirosos todos os que acusam a Folha de SP de colaborar com a Repressão e ceder veiculos pra Operação OBAN.
    Se o Sr Frias é tudo isto que pensa o Mercadante,então que faz ele no Governo Dilma ?

Walter Decker

26/04/2013 - 18h03

O pessoal do PT apanha, apanha,… e parece que gosta. Amanhã, se ele for candidato a governador de SP, essa mesma Folha vai cair de pau em cima dele. Como já caiu em cima da Dilma e do Lula. E aí vem o Mercadante puxar o saco da Folha. Tem umas coisas no PT que não dá pra acreditar…

Responder

Urbano

26/04/2013 - 18h03

É muita pantomima mercadantológica…

Responder

João Vargas

26/04/2013 - 17h23

O mínimo que se espera de um ministro da educação é que ele seja bem informado. Partindo desta premissa concluo que Mercadante agiu como um inergúmeno bajulando um financiador das torturas que ocorreram no país. Demissão já!

Responder

assalariado.

26/04/2013 - 17h09

Realmente, a diferença entre um discurso da social democracia petista e de um socialista (de fato) é profundo, diria até antagônico. A mídia burguesa sabe onde, e quando jogar um holofote, para assim desmascarar cada vez mais, a verdadeira ideologia e a face, já não oculta, de um partido que um dia se propôs a falar pelos assalariados e a sociedade escravizada pelos donos do capital e seu Estado troiano. A doença reacionária do PT, e suas contradições de identidade, já não cabem em si próprio. Falo isto pelas praticas cotidianas de inúmeros ministros, parlamentares e, até da parte orgânica de um partido que se afastou, e faz tempo, de ‘suas’ bases sociais.

O seu lado ideológico foi engolido pelo lado fisiológico, tanto quanto a esperança de muitos petistas que circulam na blogosfera e, com isso, a banda podre do petismo já se tornou maior que ele mesmo, dia após dia. Este é o resumo politico da qual tenho sobre a ideologia politica da social democracia petista do século 21, em comparação com a social democracia do século 19, o PSDB. Sim, estas duas ideologias, na linha do tempo, e da história da luta de classes, estão coerentes, apenas estão separadas, na linha pragmática de como desenvolver e governar o modo de produção capitalista, para os capitalistas, para assim tornarem -se os governos da governabilidade, distribuindo para os famélicos alguns ‘direitos sociais’. Como partido dos pobres e dos explorados da nação, agem, e sempre traem, aqueles que morreram em armas, e os que estão dispostos a morrer em nome do fim da exploração do capital pelo trabalho. Não passarão, não passarão, …

Rumo ao Estado Socialista sem patrão, seja estatal, seja privado.

Responder

    LEANDRO

    26/04/2013 - 18h03

    Para de reclamar com esse papo de “donos do capital”, “burguesia” e outros termos que nem me lembro mais. Quantoses país você conhece onde um operário consegue ser presidente da república e um preto pobre chega a ministro do supremo? O mal do “socilista” é só saber reclamar e esperar que o estado faça tudo para a vida dele melhorar. Para quem quer trabalhar e se esforça para ter educação, o Brasil ainda é um país de oportunidades.

    assalariado.

    26/04/2013 - 19h33

    Caro Leandro, obrigado pelas observações. Não sou de reclamar, escrevo e apenas constato o que vejo em minha frente. Ou seja, minha referencia de vida é pela justiça politica econômica, entre os seres humanos. É através desse ponto de partida que descobri onde é que está o nó da historia das injustiças sociais.

    Porém, devo lhe dizer que, o sistema que você defende não é um sistema social da sociedade de oportunidades para todos, é sim, um sistema de hipócritas, oportunistas e exploradores do suor alheio, que se realiza através da exploração da burguesia patronal em cima dos assalariados e da sociedade. A sociedade baseada na luta de classes caminha para frente, não para trás, a não ser quando os donos do capital, mais conhecidos como burguesia dão os seus golpes de Estado na democracia que tanto ‘defendem’, a qual chamam de ‘Estado de Direito’. Aliás, uma perguntinha: quem é que saqueia o Estado, tempo inteiro, são os pobres ou são os ricos?

    Quem inventou o Estado foi a própria burguesia, para se camuflar como classe exploradora da sociedade, de quebra, se esconderem juridicamente das mazelas sociais, por ela gerada, que se da através da expropriação do trabalho coletivo, para acumulação de riquezas. Quanto a questão do operário e do negro, você tripudia no seu argumento, devido que, sua analise de ‘esforço’ de trabalhar, se baseia nas exceções, não na regra. Basta perguntar para qualquer aposentado se eles viraram burguês, na condição de explorados, como assalariados, né mesmo?

    Abraços Socialistas.

francisco niterói

26/04/2013 - 17h01

Eu entrei no blog do planalto e enviei mensagem pra presidenta perguntando, tal como o PHA, se, ao assinar como ministro de estado, o mercadante estaria falando em nome do governo.

Nao vai dar em nada mas pelo menos to enchendo o saco deles. Aconselho a todos a fazer isso, ou encher o saco da bancada, do oartido, etc.

Responder

Wanderson Brum

26/04/2013 - 16h56

Dos mesmos produtores de “Dormindo com o inimigo” com os premiados J. Dirceu, Robert Jeff e Mark Vallery.

Mais um episódio da série tragicômica

CAVANDO A PRÓPRIA COVA

Uma produção dos estúdios Auto Sabotagem

Não perca os próximos capítulos!

Responder

LEANDRO

26/04/2013 - 16h50

Tá bom…um doce para quem adivinhar quem elogiou Médici, um dos mais duros presidentes-ditadores que tivemos..
“foi o homem que assinou a Embrapa e foi o homem que assinou Itaipu. Em uma demonstração de que cada um de nós tem uma coisa boa para oferecer, tem coisas ruins dentro da gente, e que nós não poderemos ficar julgando eternamente as pessoas por um gesto, ou dois gestos, sem compreender os outros gestos que as pessoas fizeram, que permitiram que o Brasil encontrasse o seu rumo. Cada um de nós será julgado um dia. Cada um de nós será julgado por aquilo que fez, por aquilo que deixar de fazer, pelos nossos erros e pelos nossos acertos.”

Responder

    Mariano

    26/04/2013 - 18h13

    Touché.

mineiro

26/04/2013 - 16h47

nojento , escabroso , terrivel, o que esse sujeito fez foi violar os herois que lutou contra a ditadura. ele simplesmente deu um tapa na nossa cara e cuspiu e riu ainda por cima. esse sujeito que um dia eu admirei , isso se estende ao partido do pt, acabou de decretar a sua sentença de traidor e bajulador. eu concordo ,temos que execrar esse sujeito e mostra o que ele disse em todos os blogs progressista , para acabar com a imagem dele de vez. uma pessoa que disse que lutou contra a ditadura falar uma asneira dessas , pra min é mais delator dos lutador, para min nunca lutou contra a ditadura. e o pior disso tudo é que o governo desse poste de pres. ta igualzinho o que traidor disse , ta todo mundo se aliando com a direita e bajulando o pig golpista. o governo dilma é da direita a muito tempo. só nos brasileiros que nao viu isso. é uma vergonha para esse partido tucano petista.

Responder

augusto2

26/04/2013 - 16h40

‘O min dias toffoli deu prazo ao congresso para prestar informaçoes sobre a proposta que pretende limitar os poderes do STF.”
É isso mesmo, sr fóffoli, ou eu li errado?
-Se eu sou pres ou lider no Congresso eu DEVOLVO de IMEDIATO, em papel timbrado do congresso, pedido de informaçoes ao toffoli e ao gilmar, sobre a intençao de cortar Antecipadamente um P/L ou PEC do Legislativo.
O qual foi eleito pra isso mesmo.

Responder

Jotace

26/04/2013 - 16h33

Noto, dos meus caros companheiros de comentários, a grande e justificada repulsa quanto ao comportamento desprezível de mercadante. Muitos desses pronunciamentos aqui expostos refletem de alguma forma um sentimento de surpresa. Mas, por que estranhar, pergunto eu? O mercadante, com seu gesto de servidor/bajulador do PiG, nada mais fez do que ratificar o que o atual governo tem praticado desde reconhecida sua vitória nas últimas eleições: dar prosseguimento à subserviência, e ao servilismo aos vende-pátrias. Que sempre foi, aliás, uma característica dos governos do PT nos quais suponho a maioria dos comentaristas, como eu, neles terem votado: dar seqüência aos atos criminosos de FHC e seu bando. O que acontece é que agora, com a Dilma, não há mais disfarce e, depois do que vem acontecendo, ficou absolutamente claro o comportamento do partido, nesta altura totalmente definido e sabidamente irreversível. Comprovam-no plenamente os atos sucessivos, diários, da Presidente que elegemos esperando dela um comportamento mais patriótico, sem resvalar ao que chegou. Como brasileiro muito desejo que o REQUIÃO se candidate para restaurar a decência em nosso país que tanto dela está a necessitar.
Em seu governo, trastes como mercadante, não terão vez como ministros.

Responder

Apavorado por Vírus e Bactérias

26/04/2013 - 16h14

Mercadante está louco, cherou cola ou comeu cocô?

Responder

Francisco Antonio da Silva

26/04/2013 - 15h59

O Mercadente não iria se expor a esse ponto defendendo o jornal. Este é um ponto. O outro ponto é que tem muita gente, atualmente, se dizendo perseguido na época da ditadura e não é verdade.Carlos Heitor Cony mesmo é um deles. Recebe uma gorda gorda grana (19000 reais por mes) fruto de ação ganha na Justiça por causa do fechamento do jornal que trabalhava na época. Cony hoje é um notorio colunista do PIG. Hoje, o Edu Guimarães poderia me dizer o que faziam, na época da ditadura militar, os blogueiros Nassif, Paulo Henrique Amorim, Azenha e Rodrigo Vianna. Eles foram terroristas ou subversivos tambem? Gostaria imensamente de saber.

Responder

Valmont

26/04/2013 - 15h48

Pelo andar da carruagem e pelos comentários que vejo aqui, já estou me vendo sem candidato para 2014.
Essa “banda amarela” do PT me deixa profundamente injuriado e Dilma parece apoiar-se nessas estacas podres…
Após tantos anos de lutas e de tantas promessas, será este o fim desolador? A Era Lula vai se desfazer nesse mar de laranjas amarelas?
A única esperança para o PT é Renovação já!
Depois de tentar nomear Cláudia Costin, me vem com essa… pelamordedeus, pede pra sair, Mercadante!

Responder

    MariaC

    26/04/2013 - 17h05

    Ele tem andado muito perto do PSDB, se contaminou.

    Mas terá um futuro de Pallocci.

Pedro Correa

26/04/2013 - 15h35

Quer dizer q devemos levar a sério a “denuncia” do delegado q atesta q Octávio Frias (já falecido e sem meios de se defender) era colaborador, patrocinador e incentivador da ditadura e de casos de tortura?

q bom!

Então, espero q esse blog dê todo o apoio e crédito à denuncia q Marcos Valério fez, envolvendo o ex-presidente Lula (ainda vivo e com meios de se defender) no esquema do Mensalão!

coerência é uma das características do caráter!

Responder

    Preto Velho

    26/04/2013 - 17h23

    A diferença, caro trollcano, é que o denunciante do antigo dono da Folha fala algo que consta nos autos, escrito nos relatórios de entrada e saída dos documentos do DOPS. Busque na internet, mesmo, sobre o assunto.

    O Marcos Valério soltou uma “denúncia” sem mostrar dados concretos que provem que o “Lulla” era o cabeça da operação.

    Se tivesse algum dado concreto sobre o Lula, você acha mesmo que o Joaquim Barbosa iria deixar passar?

    japinha

    26/04/2013 - 18h21

    Vem cá, cara-pálida, dizer que o “seu Frias” não tem como se defender das acusações que se lhe faz é muita cara de pau, né, não! Mesmo já falecido ele dispõe de meios que poucos mortais tem para se defender. Corrija-me se estiver errado.

    Ronaldo Silva

    26/04/2013 - 20h58

    Que comentário miserável de ruizinho…até a veja faz melhor.

Aderaldo

26/04/2013 - 15h16

Política nacional, partidos, Congresso… está uma bagunça. Uns querem limitar o poder do STF; eles, por sua vez, falam em indepedência, mas querem interferir no Congresso [caso: Genoíno e João Paulo] Agora, Mercadante defendendo a Folha?!.. O mundo está acabando mesmo!!

Responder

Bruno

26/04/2013 - 15h16

Sinceramente, essa turma que representa o governo gosta de dar um bola fora. Até parece sabotagem.

Responder

Neto

26/04/2013 - 15h10

Última frase da carta do Mercadante: ” E “seu Frias” merece, por isso, meu reconhecimento. Acredito que falo por muitos da minha geração.”
Comentário meu: Mercadante está falando sozinho. Ninguém de sua geração assina embaixo do que ele falou. Asqueroso

Responder

PEDROSO

26/04/2013 - 15h10

Temos que mandá-lo à Argentina aprender ,com Cristina, como é que se trata essa gente.

Responder

José Neto

26/04/2013 - 15h03

Nem precisava a Dilma ter pedido ao Mercadante não sair candidato ao governo de SP, ao fazer reverência ao QG da tortura, revelou o que até o reino mineral já sabia, é mais um tucano que saiu do armário da forma mais vil, horripilante e escarnecedora. Me sinto ultrajado, dilacerado, pois meu pai foi preso pelos golpistas e faleceu de um tumor cerebral dois anos depois. Voto em Minas mas tenho parentes e amigos em SP, a campanha contra este mercenário Mercadante vai ser implacável, e contra todos aqueles que fugirem ao enfrentamento desta mídia podre.

Responder

MANOEL

26/04/2013 - 14h55

estranho este comentário do Mercadante. Diria até tenebroso. Num clima de comissões de verdade que vivemos hoje no país, nada justifica, pela posição do mercadante, este comentário. fiquemos atentos

Responder

Roberto Ribeiro

26/04/2013 - 14h54

O que é isso ex-companheiro?

Responder

Luiz

26/04/2013 - 14h54

Por tudo isso que vemos, é que temos que ajudar nossos “blogs sujos”. Já deram sua contribuição a eles? Hoje fiz meu depósito. É o dinheiro que eu um dia já destinei para a assinatura de jornais e que não farei nunca mais, caso permaneça este status quo.

Responder

João Cesar

26/04/2013 - 14h52

Mercadante pisa na bola e se demonstra incapaz para ocupar um cargo no Executivo desde que assumiu o Ministério da Educaçaõ! O alguém se esqueceu de como este senhor tratou os grevistas do ensino superior federal durante a greve do ano passado?

Responder

Antero

26/04/2013 - 14h48

Aloisio Mercandante, é pré-candidato ao governo de São Paulo pelo PT. Desta forma, ele bajula e lambe as botas da Folha. Pois acaso ele passe de pré-candidato a candidato espera com isso ganhar pontos e não ser atacado pelo jornal Folha.
.
Outra observação a rondar a figura de Mercandante diz respeito ao desaparecimento dele por pelo menos 2 semanas, bem no meio do furacão sobre o debate da diminuição da maioridade penal. Ele sumiu com medo de que algum reporter lhe perguntasse se ele era a favor ou contra a diminuição.
.
Como em SP, 93% são a favor da diminuição, Mercandante estava com medo de responder algo que desagradasse o eleitorado.

Responder

Bacellar

26/04/2013 - 14h39

Se a fama que corre na boca miúda dos gostos do Mercadante for verdadeira bem provável que o ministro possua algo muito comprometedor gravado em alguma fita por aí…Claro que uma declaração dessas não é espontânea.

Responder

Geysa Guimarães

26/04/2013 - 14h34

Tentando compreender o Mercadante: a Folha sempre acendeu uma vela pra Deus e outra pro diabo.
Assim como faz hoje: se na 2a.página mantém os articulistas diretamente ligados ao ninho tucano, em compensação se pode ler um maravilhoso Jânio de Freitas (em página menos nobre, claro!).
Dou um desconto ao Mercadante mas votar nele, nem ontem, nem hoje e nem amanhã.

Responder

Péricles

26/04/2013 - 14h32

Isso é uma questão de estratégia. A jogada é ser expulso do partido, vestir o uniforme de vítima dos radicais vermelhos e entrar para o PSDB que está sem candidato pra nada.
Só pode ser isso. Ninguém tão idiota pode ter chegado onde chegou com tanta credibilidade. Então não é idiota. Descartada a idiotice, só resta a má fé.

Responder

Urbolino PIgao

26/04/2013 - 14h29

Idiota, lambe ovo do Pig!

Responder

Cristina Gaspar Martucci

26/04/2013 - 14h27

Meu Deus vai ver que esse cara se mancomunou com a Folha para atacar o Gabriel Chalita.

Cristina

Responder

Alexandre

26/04/2013 - 14h21

É por conta de cretinos, arrogantes e perniciosos, verdadeiros tucanos disfarçados de petistas (há pelo mesnos três ministros assim), que o governo petista vive se esgueirando de avanços democráticos para satisfazer bandidos da grande mídia (ou melhor PIG).

Responder

Willian

26/04/2013 - 14h19

Mercadante é um dos pré-candidatos a governador de São Paulo pelo PT.

Responder

    Ronaldo Silva

    26/04/2013 - 18h26

    É bom o pt começara a pensar em outro nome, rss esse aí nem com Lula subindo no palanque.

José Ricardo Romero

26/04/2013 - 14h19

Que decepção é este PT (e que ninguém se sinta exceção, porque eu duvido que alguém vai protestar contra esta atitude indigna do Mercadante)! Sossega Eduardo, o Mercadante não vai se candidatar a governador porque a Dilma o quer junto dela como articulador politico! Lula está fazendo de tudo para apoiar um candidato do PMDB em São Paulo e no Rio em troca de apoio deste partido balcão de negócios para a candidatura da Dilma. De qualquer forma, por mim não voto mais no PT.

Responder

IZA

26/04/2013 - 14h16

Como Petista, filiada há mais de 30 anos,só posso pedir desculpas por essa vergonha proporcionada pelo senador Aloísio Mercadante!
Se queria ser candidato em São Paulo, acabou de jogar sua biografia e candidatura no lixo, no esgoto!

Responder

Anônimo

26/04/2013 - 13h48

Meu voto este indivíduo não terá mais, quanto ao pt…está quase lá!

Responder

FMG

26/04/2013 - 13h48

Mercadante nunca mais…

Responder

Mardones

26/04/2013 - 13h30

Vergonhoso! Dilma deveria pedir uma retratação do Ministro. Caso contrário, empossar outra pessoa mais digna da pasta.

Rui Falcão já demorou em não se manifestar contra esse crime cometido pelo Mercadante.

Paulo Henrique Amorim lembrou que no enterro do Roberto Marinho, o Palocci disse que tratava-se de um defensor da democracia.

Duvido que a militância esperava viver para ver isso.

Vergonha!

Responder

    José Ricardo Romero

    26/04/2013 - 14h21

    Bem lembrado, Mardones. Tutti buona gente!

    Preto Velho

    26/04/2013 - 17h26

    Segundo o Amaury, no último capítulo do “Privataria Tucana”, o Rui Falcão não é flor que se cheire, não se fie a ele, caro amigo.

Deixe uma resposta