VIOMUNDO

Coordenador-geral da campanha de Haddad: “É mentira que o D’Urso foi convidado para vice”

20 de junho de 2012 às 19h11

por Conceição Lemes

Circulou nas últimas horas na internet o boato de que Flávio D’Urso, candidato do PTB à prefeitura de São Paulo, teria sido convidado para vice de Fernando Haddad.

“É mentira, sequer foi cogitado por nós”, acabou de me informar Antonio Donato. “É informação plantada pelos adversários.”

Antonio Donato é vereador, presidente do PT municipal e coordenador-geral da campanha de Fernando Haddad à prefeitura de São Paulo.

“Nós estamos avançando a aliança com o PCdB”, disse-nos. “E, assim, que as alianças estiverem consolidadas, vamos discutir com todas essas forças apoiadoras o nome do vice.”

D’Urso foi um dos idealizadores do movimento tucano-direitista Cansei. Foi com uma matéria denunciando-o que eu estreiei no Viomundo, em 2008.

O GOLPE D’URSO

Atualizado em 21 de abril de 2008 às 16:13 | Publicado em 21 de abril de 2008 às 15:08

cansei.jpg

por Luiz Carlos Azenha

Este site recupera seus arquivos, que estão em um banco de dados. Só vamos republicar os relevantes, como a notável estréia da jornalista Conceição Lemes, em 2007. Na ocasião, o Cansei, lançado pela seccional de São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), ainda tinha um site, no qual falava sobre as adesões ao movimento. Registrava o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) como a adesão de número 26. O médico Henrique Carlos Gonçalves de fato compareceu ao lançamento do movimento, em 26 de julho de 2007.

image_mini.jpg

Na foto de apresentação dos cartazes da campanha, ele apareceu segurando a imagem de um homem negro. O site da Ordem dos Advogados do Brasil – seção São Paulo, que liderou o Cansei, em nota de 1º de agosto, informou: as lideranças presentes na sede da OAB-SP comprometeram-se a colocar toda a estrutura de suas organizações para apoiar o Movimento, entre elas Henrique Carlos Gonçalves, presidente do Conselho Regional de Medicina.

Mas, em entrevista à repórter Conceição Lemes, o presidente do Cremesp desmentiu o Cansei e o que foi publicado no site da OAB-SP. Em 13 de agosto, ele enviou ao presidente da OAB-SP, Luiz Flávio Borges D’ Urso, uma carta solicitando a correção do “mal entendido”. O pedido foi ignorado. Até o dia 25 de setembro, véspera da publicação da entrevista abaixo, o nome do Conselho Regional de Medicina continuava lá.

Segue a entrevista da repórter:

Conceição Lemes — Afinal de contas, o Cremesp apóia ou não o “Cansei”?
Henrique Carlos Gonçalves – Absolutamente não apóia.

Conceição Lemes — Mas o senhor posou para fotos. É quem segura o cartaz que mostra o único negro que participa da campanha, além do cantor e compositor Seu Jorge. Em release à imprensa, constava o Cremesp como apoiador…
Henrique Carlos Gonçalves — O que aconteceu foi o seguinte. O doutor D’Urso, presidente da OAB, convidou o presidente do Cremesp para o lançamento de uma campanha cívica que ocorreria na Ordem dos Advogados do Brasil, na sede da Praça da Sé. Numa retribuição de gentileza, fui a essa reunião. Só que, na verdade, era uma coletiva de imprensa e não uma reunião. Imagine a situação. Eu te convido para um evento no Cremesp. Você comparece. E, aí, de repente, sem a tua autorização, eu solto um release, dizendo que você apóia o meu movimento. Isso não se faz. Primeiro, eu nem sabia o que era o tal movimento cívico. Segundo, a adesão do Conselho enquanto instituição a qualquer tipo de movimento se dá por decisão da Diretoria e da Plenária. Se quisessem o nosso apoio, teriam que fazer isso de maneira formal. Até porque advogado faz tudo de maneira formal. Isso não foi feito. Portanto, houve por parte dos organizadores do “Cansei” certa imprudência, para não usar outros termos, de colocarem o nome do Cremesp como apoiador. É um direito da Fiesp [Federação das Indústrias do Estado de São Paulo], da Associação Comercial de São Paulo, da Ordem, dos publicitários fazerem uma campanha. Mas não se alinha às posições que o Cremesp tem adotado.

Conceição Lemes — Mas, pelo andar da carruagem no dia do lançamento, o senhor não percebeu que era um movimento partidário, golpista, contra o governo do presidente Lula?
Henrique Carlos Gonçalves – Claro. Tanto percebi que, na reunião da Diretoria na segunda-feira seguinte [ocorreu no dia 28 de julho; o lançamento foi na sexta, 26], a minha posição foi contra a nossa adesão. Da mesma forma, me posicionei na reunião da Plenária na terça [29 de julho], quando estavam presentes todos os membros do Conselho. Contei-lhes que tínhamos sido convidados para participar de um movimento. E que, embora o doutor D’Urso houvesse dito que o movimento não tinha caráter político muito menos partidário, eu achei-o esquisito. Por isso a minha proposta era de que não deveríamos aderir. A Diretoria e o Conselho do Cremesp concordaram comigo. Não era pertinente nem oportuna a nossa participação. Rejeitamos, assim, a adesão.

Conceição Lemes – Mas o senhor posou para as fotos da campanha. Isso pegou mal, concorda?
Henrique Carlos Gonçalves – Pegou mal, sim. Foi ruim a utilização da nossa imagem. Eu fui convidado para uma reunião e não para uma coletiva, para ser fotografado.

Conceição Lemes – Como se sentiu posando com um cartaz na mão?
Henrique Carlos Gonçalves – É complicado. Ponha-se no meu lugar. Como é que eu poderia prever essa situação? A menos que eu tivesse algum tipo de prevenção contra a Ordem. Por exemplo, soubesse que o que vem da Ordem é ruim, comprometido, os caras vão usar a imagem. Por que então eu estava lá? Porque recebi um convite. Apenas isso.

Conceição Lemes – Considerando que tinha percebido o tom do movimento, o senhor não poderia ao menos ter deixado de posar para as fotos?
Henrique Carlos Gonçalves – Não, não teria condições de fazer isso. Quando cheguei, fui imediatamente chamado à mesa.

Conceição Lemes – Quer dizer que foi bem armado?
Henrique Carlos Gonçalves – Parece que sim, porque, na verdade, não tinha reunião nenhuma. Era uma coletiva.

Conceição Lemes – Então lhe apresentaram um prato feito?
Henrique Carlos Gonçalves — Exatamente. Quando eu cheguei, fui levado ao oitavo andar. Mas não entrei. Imediatamente a recepcionista me levou para o segundo andar, onde estava toda a imprensa. O D’ Urso já estava na mesa. Aí, eu e o representante do CREA [Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de São Paulo] fomos chamados. Aparentemente o processo com o CREA foi idêntico ao nosso *.

Conceição Lemes – O lançamento do “Cansei” foi em 26 de julho. No dia 28, a Diretoria do Cremesp decidiu não apoiar o movimento. No dia 29, a Plenária referendou a decisão. Por que só no dia 13 de agosto o Conselho reagiu oficialmente à inclusão do seu nome no “Cansei”?

Henrique Carlos Gonçalves – Como não participamos de nada do projeto e apenas presenciamos a exposição do D’ Urso, nós entendíamos que isso não significava aval ao movimento. Até que, em anúncio publicitário veiculado no dia 12 de agosto, a Ordem colocou o Cremesp como parte do “Cansei”. Aí, imediatamente mandei um ofício direto ao presidente D’Urso, comunicando que a minha presença no lançamento da campanha não engajava o Conselho. Era mera atenção a um convite. Também que Diretoria e a Plenária examinaram o tema e decidiram pela não adesão do Conselho enquanto instituição. Por fim, que corrigisse o mal entendido.

Conceição Lemes – Esse tipo de comportamento é comum entre Conselhos?
Henrique Carlos Gonçalves – Não é comum, não. Até porque são tribunais de ética. O respeito à individualidade e à independência de cada instituição é muito cultuado entre os Conselhos. Nós não fazemos verificação prévia quando um Conselho nos convida. Não tem esse aspecto de desconfiança. A relação é de muita lealdade.

Conceição Lemes – Está aí uma palavra-chave: ética. Continuamente os organizadores do “Cansei” falam em ética. Porém: 1) Não lhe colocaram qual o objetivo real do movimento; 2) Usaram a sua imagem e o nome do Conselho sem a devida autorização; 3) Distribuíram release, dizendo que o senhor não só apoiava o “Cansei”, como colocava o Cremesp à disposição do movimento. Isso não é falta de ética?
Henrique Carlos Gonçalves – Eu deixo para o próprio D’ Urso fazer esse julgamento. Ele também é presidente de um conselho de ética. Agora, se receber qualquer convite da Ordem, eu agirei como quando recebo release de um partido político. Verificarei antes o que trata. O Cremesp não tem necessidade de se apoiar em eventos da Ordem para ter destaque na mídia.

Conceição Lemes — O senhor acha que caiu no conto…
Henrique Carlos Gonçalves — No conto da reunião.

Conceição Lemes – Não seria o conto do “Cansei”?
Henrique Carlos Gonçalves — Eu prefiro não qualificar o comportamento. O certo é que o D’ Urso deveria ter pedido autorização para colocar o nome do Conselho e o meu. É de praxe que se faça. Não o fez. Portanto, estava desautorizado a incluir nosso nome. Insisto. A minha ida não significou nenhuma adesão ao movimento. A gente atendeu apenas gentilmente o convite de uma co-irmã de tribunal de ética.

Conceição Lemes — O senhor acha que foi vítima de uma ursada?
Henrique Carlos Gonçalves — Não sei (ele ri). Não quero fazer nenhuma analogia.

Conceição Lemes – A partir de agora, a relação do Cremesp com a OAB-SP muda?

Henrique Carlos Gonçalves — Sem dúvida alguma, muda. Imagine que um determinado Conselho me convida para um evento, eu vou e lá descubro que é intolerável. O que faço? Passo a ter prevenção contra essa instituição. Agora, qualquer convite que vier da OAB-SP, nós vamos ficar com o pé atrás, como eu sinceramente estou.

Quem é Conceição Lemes:
Há 25 anos atua como jornalista especializada em saúde. Já ganhou 22 prêmios por reportagens nessa área. Entre eles, o Esso de Informação Científica e José Reis de Jornalismo Científico, concedido pelo CNPq.

Publicado originalmente em 26 de setembro de 2007

Texto da carta enviada pelo presidente do CREMESP à OAB-SP:

“Senhor Presidente,
Sobre o Movimento Cívico pelos Direitos dos Brasileiros (Movimento Cansei), vimos, por meio desta, informar que este Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), por meio de sua Reunião de Diretoria e Seção Plenária, decidiu pela não adesão à iniciativa. Esclareço que minha presença, no dia 26 de julho de 2007, no ato de lançamento da campanha, atendeu ao gentil convite da Presidência da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção São Paulo, especificamente para a apresentação dos objetivos e dos materiais promocionais do movimento. A nossa participação seguiu a prática de cooperação e de reciprocidade de comparecimento em eventos realizados pelas duas instituições. A assinatura em peças publicitárias e em notas conjuntas à imprensa dependeria de autorização formal do Cremesp, o que de fato não ocorreu.

Na expectativa de que o mal entendido seja corrigido,

Dr.Henrique Carlos Gonçalves

Presidente”

Leia também:

Nassif: “Erundina errou, pensou só em si, não nas suas bandeiras políticas nem nos seus movimentos sociais”

Bob Fernandes: “O PT e Lula, mais uma vez, erraram”

 

58 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Conceição Lemes: “Façamos exatamente o contrário do que a Globo e outros inimigos desejam” | Maria Frô

31/03/2013 - 12h51

[…] 26 de setembro de 2007, estreiei no Viomundo, denunciando um dos idealizadores do movimento tucano-direitista Cansei, Luiz Flávio D’Urso, […]

Responder

“Façamos exatamente o contrário do que a Globo e outros inimigos desejam” « Viomundo – O que você não vê na mídia

31/03/2013 - 11h32

[…] 26 de setembro de 2007, estreiei no Viomundo, denunciando um dos idealizadores do movimento tucano-direitista Cansei, Luiz Flávio D’Urso, que […]

Responder

Mirmila Musse: A política do bem e do mal « Viomundo – O que você não vê na mídia

23/06/2012 - 19h30

[…] Coordenador-geral da campanha de Haddad: “É mentira que o D’Urso foi convidado para vice” […]

Responder

Wagner

21/06/2012 - 20h56

Azenha

O próprio Urso ao que parece confirmou o convite.

Aí sim pode ser uma aliança razoável se o PT quer seduzir uma parte da elite paulistana (viu abolicionista, não sou uma donzela no que se trata de política, só o Malufão que não desce…rsss).

A única coisa é que o Urso vai precisar de Vitasay porque é meio cansado…

Responder

Messias Franca de Macedo

21/06/2012 - 19h42

QUEM ESTÁ A MENTIR?

D’Urso diz que convite para vice na chapa do PT foi reforçado por Maluf

O advogado Luiz Flávio Borges D’Urso (PTB) confirmou nesta quinta-feira (21) que foi convidado a ser vice na chapa do pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad. E disse que, inclusive, recebeu um telefonema do deputado Paulo Maluf (PP), reforçando o convite. “Ele disse que o PP apoia o meu nome.”
Segundo ele, o convite foi feito pelo presidente do PT-SP, Edinho Silva. “Ele [Antonio Donato, coordenador da pré-campanha de Haddad] não está sabendo, quem me convidou foi o Edinho Silva.” Ontem, Donato desmentiu o convite ao advogado.
(…)
FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/poder/1108207-durso-diz-que-convite-para-vice-na-chapa-do-pt-foi-reforcado-por-maluf.shtml

A PERGUNTA QUE NÃO PODE CALAR:
QUEM ESTÁ A MENTIR?

República de ‘Nois’ Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

smilinguido

21/06/2012 - 16h07

se for pra chamar o chefe dos advogados prefiro o Maluf…ao menos o velho turco bota a mão massa e corre riscos, já os advogados, esses gigolôs do diabo, só contabilizam os lucros com a criminalidade sem correr risco algum..

Responder

abolicionista

21/06/2012 - 12h54

É o PIG a todo vapor. Alimentando o moralismo pequeno-burguês, incapaz de enxergar conjunturas. A denuncismo sempre se alimentou desse sentimento fascistóide.

Responder

erivaldosilva

21/06/2012 - 12h11

A mídia demotucana, tenta a todo custo desgastar a candidatura do petista é provável que o convite tenha ocorrido, mas D´urso nao tem nada a ver com Haddad

Responder

Janio de Freitas: A sorte de Haddad « Viomundo – O que você não vê na mídia

21/06/2012 - 11h05

[…] Coordenador-geral da campanha de Haddad: “É mentira que o D’Urso foi convidado para vice” […]

Responder

Bernardino B Souza neto

21/06/2012 - 10h40

A Midia VENAL vai aproveitar o dpisodio ERUNDINA para queimar as esquerdas.Bem feito o LULA nao deveria posar ao lado do MALUF,nem ter ido a sua casa.Poderia ate fazer alianças ate porque o sr SERRA fez acordo ate com satanas nas eleiçoes dse 2010 inclusive o sr QUERCIA com nome de ponte na MArginal Tietê obra do sr Serra e DELTA

Responder

    Ildefonso Murillo

    21/06/2012 - 13h56

    OH Bernardino!! O Lula é um lider guerreiro e tam obrigação com toda uma população de não ter medo de cara feia nem de assobração!! Agora, essa pataquada da ilustre deputada é difícil de entender, não é? Alguem pode tentar ajudar a entender esse episódio? O que a Sra. Erundina pretendeu com essa atitude? Fazer-se superior aos outros que vão à luta e não exitam em angariar apoio e reforço onde quer que seja. Estariam eles sob suspeição de transigir sobre principios porque apareceram ao lado daquele polêmico ser humano? Há alguem ai que pode atirar a primeira pedra? Com todo o respeito à ilustre senhora, sabemos que eleições são financiadas e custosas e dependem de apoio da mídia e não há financiamento público e, assim, todos precisam correr em busca de apoio. Ou estamos em algum outro planeta, por acaso?

    Lúcia Adélia

    21/06/2012 - 17h57

    Ildefonso, a senhora Erundina acha que com essa atitude vai angariar a popularidade do Lula para ela, é isso cara. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Jorge

    21/06/2012 - 22h38

    Lula, Lula, o maior estrategista que já existiu. Imagine, com uma foto, apenas uma foto, ele se livrou do peso da Erundina e da também de sua rejeição (vai ser pesada assim na China!). Péssima idéia colocar essa senhora com vice. Ia ser uma crise atrás da outra.
    Querem mais? Lula colocou Haddad na imprensa paulista.Todo mundo fala do Haddad.O Serra passou a ser marginal na imprensa. Passou também para a direita paulistana a imagem de um PT que não come criancinhas (ou vocês não acham que os corruptos direitistas de SP não tem medo também de ir para a cadeia???)
    Agora, finalmente, o Haddad está deglutível para o eleitorado diferenciado de SP…..

laura

21/06/2012 - 09h14

PO, O QUE ESTÁ NA HORA DE APARECER NA MIDIA, PELO MENOS NA BLOGSFERA É O PROGAMA DO HADDAD. vcs deviam fazer uma baita entrevista com ele, texto e video. Vamos repercutir menos a questão do Maluf, não é este o assunto que importa. Foi notícia, é notícias, mas tem OUTRS NOTICIAS QUE PRECISAM ENTRAR NA MIDIA.

Responder

    Marcelo de Matos

    21/06/2012 - 10h15

    Laura, tire o cavalo da chuva. Depois de um desses congressos da blogosfera alguns blogs progressistas tornaram-se “independentes”. Não sei o que houve por lá, mas, nada será como dantes. Alguns ainda apoiarão Hadadd, mas, o próprio Edu, que agora implantou um super servidor para turbinar seu blog, está criticando o Hadadd. Pelo menos foi o que depreendi de seu último post.

Moacir Moreira

21/06/2012 - 09h11

Eu não entendo porque se a mídia patrocinada pelo crime organizado faz de tudo para queimar o filme da Dilma não divulga a greve das Universidades Federais nem a real dimensão dos protestos no Rio de Janeiro.

Não seria um prato cheio para a imprensa golpista deitar e rolar?

Responder

    MARCELO

    21/06/2012 - 11h57

    kkkkkkkkkkkkk…..imprensa golpista?A Grande Familia é patrocinada pela
    CAIXA na Rede Globo.E o Lula foi no enterro do “doutor” Roberto Marinho.

Marcelo de Matos

21/06/2012 - 09h05

Malgrado o desmentido petista, é provável que o convite tenha ocorrido. D’Urso declarou ao Consultor Jurídico que esse é o quarto convite que recebe: “Já fomos procurados pelo [José] Serra (PSDB), pelo [Gabriel] Chalita (PMDB), pelo [Celso] Russomano (PRB) e, agora, pelo Haddad”. Para aceitar o convite do PT terá de ouvir seu partido, o PTB, que na base aliada está em situação de stand by: só continua apoiando se oferecerem mais cargos. Ou seja: sua aceitação depende de que PT e PTB sentem para discutir a relação. D’Urso, como candidato, aparece com 1% da preferência. Como vice do PT, porém, poderá carrear para a coligação os votos da classe média paulistana, tradicionalmente ligada ao tucanato. Nesse particular, salvo melhor juízo, como dizem nossos amigos advogados, poderá ser mais útil que a Erundina.

Responder

    Ildefonso Murillo

    21/06/2012 - 14h01

    Ai caberia um slogan:

    Sai a ÉTICA e entra um ADVOGADO!!!

Romanelli

21/06/2012 - 07h50

depois da Aliança com Maluf ..e antes com a de Collor, R.Jeferson e o Valdemar ..e agora? ..em quem confiar

CRIA FAMA, deita na cama diziam

http://www.youtube.com/watch?v=ZrrWpACpQWA&feature=fvst

Responder

    Romanelli

    21/06/2012 - 08h15

    ..e olha que interessante ..enquanto na política vemos cada vez mais de POLITICAGEM, é no antro da criminalidade que nos surge uma frágil e tênue luz meio que a nos dizer que nem tudo compensa e que é bom se pensar nos custos tb.

    TRAFICANTES DO RIO começam a entender que o crack DESTRÓI seus clientes muito rapidamente.

    entendeu LULA ? ..agora vê se aplica aos seus princípios e crença políticas

    LULA, de líder partidário, a caudilho, só faltava ..é, parece que o sucesso lhe subiu a cabeça, hein ?

    http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1107975-traficantes-de-favelas-do-rio-proibem-a-venda-de-crack.shtml

    Ildefonso Murillo

    21/06/2012 - 14h14

    É muito fácil daqui do abrigo, longe dos ventos e tempestades, ficar só teclando e falando bobagens. Se o Lula tivesse qualquer vocação de caudilho, teria proposto um plebiscito e teria cedido à tentação do terceito mandato. Tinha todas as condições para isso. Um verdadeiro lider tem a obrigação de buscar apoio onde quer que seja consciente de que a proximidade com o mal não poderá contaminar suas crenças e principios. Acima de tudo está seu compromisso com seua milhoes de seguidores.

Otto

21/06/2012 - 07h46

Só falta colocar como vice aquele pagodeiro espancador de mulheres…

Responder

andre

21/06/2012 - 04h47

1- PP e PT são aliados desde o 1º mandato de LULA. Só a mídia golpista não sabia…

2- Leci Brandão é um nome muito mais POPULAR que Erundina

3- Haddad conseguiu uma exposição inédita na mídia golpista. Deixou de ser um desconhecido da Grande Massa para ser o candidato de LULA.

4- É de conhecimento de todos que o tempo da TV é crucial na conquista dos votos dos indecisos.

5- A próxima pesquisa confirmará q Lula acertou de novo… chupa mídia !

Responder

Jaime

21/06/2012 - 03h50

Depois do Maluf, por que não? Dart Vader, Voldemort, Moriarti, todos agora são possibilidades. A propósito, esse marqueteiro estava em oferta?

Responder

Liz Almeida

21/06/2012 - 01h52

#protogenespravice

Responder

Paciente

21/06/2012 - 01h48

D’Urso, dizem, não será o vice. Talvez o PT esteja começando sentir o tamanho do problema de credibilidade que criou para si mesmo.

A partir de agora QUALQUER vice (ou ação) do PT passa a depender de confirmação ou não do PT.

Antes havia coisas “impossíveis” de acontecer a um petista. Agora…

Quiseram “ganhar” Erundina com o fato consumado. Não colou. Mas a pergunta que fica é: mas a aliança não tinha sido “programática”?

Sou socialista, mas o prazo de validade do PT esta chegando. Dez anos no poder e… fazer aliança com ARENA por causa de um minuto de TV? Não iria fazer reforma politica para acabar com essa necessidade? Cadê?

Fedeu.

Responder

    Ildefonso Murillo

    21/06/2012 - 14h25

    EPA!! Aqui tem um tucanoide travestido de “socialista”!!! Ou é do tipo esquerdoide que posa de socialista e apoia a direitaça! O fato é o seguinte: o Lula dirige a unica organização que pode ameaçar a hegemonia conservadora em São Paulo. Se jogar com a pontinha da sapatilha, perde no primeiro tempo!! Está de parabéns o Azenha e sua equipe que mantém esse espaço democrático aberto até para manifestações comprometidas.

VERA

21/06/2012 - 01h45

Prefiro o Maluf apoiando o Hadad ao Urso-cansado como candidato a vice, e tendo ainda de quebra que suportar o nazista do Campos machado!!! Eita sujeito insuportável!!!

Responder

Geysa Guimarães

21/06/2012 - 01h35

Fiquei boquiaberta com as “encurraladas” que Conceição Lemes deu no presidente da CREMESP.
Exatamente como deveria ser feito no telejornalismo, onde a praxae é o repórter perguntar alho, o entrevistado responder bugalho, e TÁ ENCERRADO o assunto.
Foi um belo presente trazer de volta a entrevista. À época, eu nem tinha debutado na internet.

Responder

Fabio Passos

21/06/2012 - 01h18

O PIG vai continuar atacando Haddad. Vai inventar mentiras e plantar iscas para enganar a população.

E conforme Haddad avance nas pesquisas… a agressividade do PIG só vai aumentar.

É a última eleição do serra… e o PIG está tentando manter a mesada de dinheiro público que recebe do psdb/dem.

A direita teme levar uma virada de Haddad como levou da Dilma.
O esgoto vai transbordar nas redações do PIG

Responder

Gerson

21/06/2012 - 00h16

Estão querendo milagre.

São Paulo é reaça desde que nasceu.

Melhor mudar de cidade, ou de provincia.

O PT já governou esta cidade por 2 vezes.

Não duvido que amanhã chamem o tucano Eduardo Suplicy para vice do Hadade.

É o samba do crioulo doido.

Responder

Maninha

20/06/2012 - 23h36

Uiaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!

A guerra tá pegando fogo.
E óia que a eleição nem começou.

O pau vai quebrar redondinho.

Preparem-se colegas, vai chover chumbo na imprensa golpista.

Responder

SILOÉ-RJ

20/06/2012 - 23h05

O casa e descasa do Haddad com Erundina lembra além do personagem do Jô, um pouco de Dona Flor e seus dois maridos.
Mas, agora com Leci Brandão e esse PIGURSO mau nas paradas… tá mais pra Chapeuzinho Vermelho, ou Joãozinho e Maria. Sei lá!!!
uma coisa É certa: Nunca vi tanta mídia em torno do Haddad, e isso é muito bom!!!
De dedinho em dedinho, vai enganando as bruxas direitinho, ficando com o seu ibope cada vez mais gordinho.

Responder

    Cristina

    20/06/2012 - 23h50

    Olha quem fala….Serra e Tiririca….Pior não fica…

Moacir Moreira

20/06/2012 - 21h51

Ótimo!

Bem vindo, companheiro D’Urso.

Assim a quadrilha fica completa!

Me engana que eu gosto.

Ou como diria o companheiro Maluf:

Toda publicidade é boa.

Responder

    Julio Silveira

    21/06/2012 - 11h26

    Hahahahahaha, desculpem mas essa é demais, tive que rir.

José da Mota

20/06/2012 - 21h30

Interessante a coincidência das fotos e das manchetes da matéria de Luíza Erundina ao lado ou acima da de Delfim Neto na Carta Capital. E quem acompanhou a política brasileira na época em que Delfim Neto foi ministro da direita e hoje é um dos aliados do PT não compreende essa repulsa de Erudina, tardia por sinal, porque veio mais de vinte e quatro horas depois, repelir Paulo Maluf. Prova ela que retroage, retrógrada é, a concretização da “Esquerda Burra”. Que na comissão da verdade age cheia de ódio e rancor, vingativa. Que caso inverta o caso sabe-se lá qual seria ou será de sua vingança, o ardor de seu fogo. Toda a concentração de energia que pulsa em explosão nas suas decisões entre um sim e um não são as mesmas, volátil alguém definiria. Um perigo para a sociedade analisariam, pois aparentemente o que se menos levou em conta em sua decisão foi a melhoria para o povo. Uma faísca que por um tempo riscou o céu com luz e se apagou, para sempre. Com petulância de desesperada defesa a Estrela Guia com seus argumentos apagou. Lula-lá passou dos limites, disse, pelo povo. Luíza Erundina melhor do que ele moralmente se achou. Seria o mesmo que dizer. Quem és tu Lula Estrela Guia diante de apagado risco no céu que um dia pouca luz lançou? Ainda obrigado, Lula, a ouvir o que não é nada em qualquer espaço, além de escuridão. Ousar dizer que quem passou dos limites foi tú, Lula-lá, ainda estrela guia brilhante no céu do coração do povo brasileiro.
José da Mota.

Responder

Edimilson

20/06/2012 - 21h11

DONATO pede para sair e leva junto o RUI FALCÃO, O ADDAD não presisa do cerra como adversario ja tem vocês! seu trapalhão.

Responder

Richard

20/06/2012 - 20h48

Depois do maluf o durso seria um ganho para a coligação. Só falta daqui há pouco o PDdoB impor o netinho “porrada na mulher” de paula como vice.

Responder

Gerson Carneiro

20/06/2012 - 20h43

O D´Urso é o advogado que quer provar que a Elise esquartejou o japa porque um dia foi prostituta.

Responder

souza

20/06/2012 - 20h36

ptb é o que existe de pior e não rende voto.

Responder

Luis Arthur Silva

20/06/2012 - 20h32

Segundo matéria do Terra,

“O advogado conta que recebeu apoio de Maluf nesta quarta-feira. “Ele ligou para Campos Machado e para mim e reforçou que apoia meu nome para ser vice”, disse.” (http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2012/noticias/0,,OI5849214-EI19136,00-Advogado+do+caso+Yoki+diz+que+foi+convidado+para+vice+de+Haddad.html)

Acho que não foram bem os adversários que plantaram a informação…

Responder

alex

20/06/2012 - 20h31

ATENÇÃO — ERUNDINA, HOJE NO JORNAL DA RECORD

Em tempo: A deputada Luiza Erundina confirmou agora à tarde entrevista ao vivo no Jornal da Record News, comandado por Heródoto Barbeiro, que vai ao ar às 21 horas desta quarta-feira.

(li no Balaio do Kotscho)

Responder

Wagner (ex-Rorschach)

20/06/2012 - 19h58

Azenha, por favor permita-me divulgar nossa manifestação neste espaço democrático. Desde já agradeço.
______________________________________________________________________

Atenção todos os servidores federais que acompanham esse blog.

Amanhã, 21 de junho, paralisação de todas as atividades por 24 horas e mobilização em frente ao TRE-SP, às 14h., onde votaremos pela realização da primeira greve unificada em 10 anos!

Juntemo-nos ao Itamaraty e aos professores federais contra a política neoliberal de desvalorização do servidor federal que vem sendo praticada pelo Governo Dilma.

Agora é hora de luta!

Responder

    Almir

    20/06/2012 - 22h39

    “política neoliberal de desvalorização do servidor federal que vem sendo praticada pelo Governo Dilma.” – É mesmo? E quantos servidores já foram demitidos, com vistas ao “enxugamento de quadros”, reduzindo as despesas com a máquina pública “inchada” (as famosas despesas correntes) e deixando o Estado Brasileiro bem mais “musculoso e enxuto”, com querem os Serras, os Agripinos e os Álvaros Dias? Ah, nenhum servidor foi demitido, apesar de zelosos defensores do dinheiro público exigirem isso diuturnamente nas tribunas? Ora, vão catar coquinho, vão.

    Wagner

    20/06/2012 - 22h59

    Não sei o que Serra, Agripino e outros lixos tem a ver com nossa justa reinvidicaçãol após 6 (eu disse 6) anos de congelamento salarial. Sabe quanto foi a inflação no período?

    abraços grevistas

    abolicionista

    21/06/2012 - 00h53

    Todo apoio aos grevistas! Vou responder seu comentário, Wagner. Mas, a despeito de eventuais divergências, acho greve de vocês é totalmente legítima!

Fabio Passos

20/06/2012 - 19h56

É evidente que o apoio do PP a Haddad incomodou muito o candidato do PIG.
O contra-ataque do PIG foi duro e muito bem executado: Haddad perdeu a gigante Luiza Erundina como vice.

Tomara que nenhum outro líder da esquerda morda esta nova isca do PIG e vá criticar o Haddad devido ao “apoio do D’Urso”.

Não está na hora da esquerda parar de falar ao PIG?
Faz sentido ir declarar divergências internas para os adversários?

veja = psdb = globo = dem = fsp = pps = estadão
Quem ainda não sabe disso?

O PIG está em campanha para eleger serra. O PIG é a oposição tentando manter um feudo atrasado no Brasil.
Não dá prá cair nas lorotas do PIG.

Responder

    Lu Witovisk

    20/06/2012 - 20h39

    Mesmo pq o grosso do $$ que sustenta o PIG vem de SP… não da pra esquecer as assinaturas da Abril em escolas publicas.

    Fabio Passos

    20/06/2012 - 20h45

    Eleger serra é questão de sobrevivência para o PIG… é a forma de continuar botando a mão na gaita.
    Vai ser a eleição mais suja da história.

    O molina vai botar laudo que o aborto da monica serra foi cometido pelo Haddad.

    Glecio

    20/06/2012 - 22h59

    Concordo plenamente.

Julio Silveira

20/06/2012 - 19h36

Desculpem os crédulos, mas não duvidaria nada se depois do Malluf não fosse um teste para testar a aceitação da chapa. Provavelmente o termometro mostrou febre alta demais para o doente suportar.

Responder

    Julio Silveira

    20/06/2012 - 19h52

    Desculpem a cacofoto, saiu sem que eu percebesse.

    Julio Silveira

    20/06/2012 - 19h55

    Quiz dizer “cacófato”. Esses teclados,hehehehe.

Mácio

20/06/2012 - 19h27

Eu li este boato e achei muito estranho. Afinal, o “o convidado” seria um cansado.

O que poderia fazer um cansado por São Paulo?

Nada, absolutamente nada.

Responder

ricardo silveira

20/06/2012 - 19h24

Continuando a piada, e, se convidado, o ilustre advogado recusa por uma questão de princípio?

Responder

Wagner (ex-Rorschach)

20/06/2012 - 19h15

Menos mal.

Responder

Deixe uma resposta