VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas

O que dizia Gilmar Mendes quando a ação de Aécio Neves, para “encher o saco”, pretendia cassar Dilma Rousseff

09 de junho de 2017 às 23h06

Acima, Gilmar Mendes indignado com Dilma Rousseff

O tribunal é muito valente para cassar prefeitos de interior, por exemplo, mas é muito reticente em relação às disputas nas capitais. O TSE é muito corajoso às vezes para cassar um governador da Paraíba, mas não quer se intrometer na disputa em São Paulo, ou no Rio de Janeiro, ou mesmo em Minas Gerais. Há uma assimetria e talvez tenha uma razão… Cassamos governadores de Rondônia, Roraima, Maranhão, mas somos cautelosos em relação sobretudo à Presidência da República. Mas a questão tem gravidade que precisa ser pelo menos examinada, e é isso que estou colocando neste momento. Gilmar Mendes, quando se examinava ação aberta por seu parceiro Aécio Neves contra Dilma Rousseff

Da Redação

O próprio Aécio Neves, senador afastado, ex-presidente do PSDB e candidato derrotado ao Planalto em 2014, admitiu em conversa com o delator Joesley Batista que só pretendia “encher o saco” do PT quando ingressou com ação no TSE para cassar a chapa Dilma-Temer.

Na mesma conversa, Aécio afirmou que Michel Temer pediu que ele retirasse a ação, mas que não tinha como fazê-lo, já que o Ministério Público daria continuidade ao processo.

À época, a ministra Maria Thereza de Assis Moura negou monocraticamente o pedido de Aécio. Mas o caso foi ao plenário do TSE e, muito por conta do voto de Gilmar Mendes, o processo teve andamento.

O relator do caso decidido nesta sexta-feira, Herman Benjamin, referiu-se ao menos uma vez ao voto de Gilmar então como “uma Bíblia”, como forma de ressaltar a diferença entre o que Gilmar pensava ANTES e o que pensa AGORA.

Em 13 de agosto de 2015, ao informar sobre o voto de Gilmar no TSE, o colunista Reinaldo Azevedo, em seu blog na revista Veja, fez questão de destacar: “TSE tem de evitar a continuidade de um projeto no qual ladrões de sindicato transformaram o país num sindicato de ladrões”.

No texto, depois de reproduzir trechos do voto de Gilmar, acrescentou:

Ladrões

Nas intervenções que fez, fora de seu voto escrito, comentou o ministro: “Um colunista importante me disse, esses dias: ‘ladrões de sindicatos transformaram o país em sindicato de ladrões’. É grande a responsabilidade desse tribunal”. E emendou que, caso se demonstre ser assim, “a obrigação do TSE é evitar a continuidade desse projeto, por meio do qual ladrões de sindicato transformaram o país num sindicato de ladrões”.

Quem seria o colunista? O próprio Reinaldo Azevedo?

No voto desta noite, em que decidiu por 4 a 3 contra a pretensão de Aécio Neves de cassar Temer, Gilmar Mendes demonstrou uma grande preocupação em preservar a soberania do voto popular, o que nunca fez, ainda que em simples entrevista, antes da cassação de Dilma Rousseff pelo Congresso.

Quando o Senado cassou Dilma Rousseff mas manteve os direitos políticos dela, sob a presidência de seu colega Ricardo Lewandowski, em 2016, Gilmar afirmou:

“Considero essa decisão constrangedora, é verdadeiramente vergonhosa. Um presidente do Supremo não deveria participar de manobras ou de conciliábulos. Portanto não é uma decisão dele. Cada um faz com sua biografia o que quiser, mas não deveria envolver o Supremo nesse tipo de prática. O que se fez lá foi um DVS, não em relação à proposição que estava sendo votada. Se fez um DVS (destaque para votação em separado) em relação à Constituição, o que é, no mínimo, para ser bastante delicado, bizarro. (…) Vejam vocês como isso é ilógico: se as penas são autônomas, o Senado poderia ter aplicado à ex-presidente Dilma Rousseff a pena de inabilitação, mantendo-a no cargo. Essa é a tese. Então, veja, não passa na prova dos nove do jardim de infância do direito constitucional”

Esta noite, Gilmar poderia ter cassado os direitos políticos de Dilma por oito anos, mas isso exigiria a cassação da chapa — e de seu aliado, Michel Temer.

Em seu voto, ele não apenas espalhou suspeição sobre todos os indicados por Lula e Dilma ao STF, mas citou favoravelmente Fernando Henrique Cardoso, aquele que o indicou para a vaga no tribunal.

Gilmar afirmou que questões políticas deveriam ser decididas por políticos, sem lembrar que foi flagrado atendendo pedido do senador Aécio Neves para fazer lobby junto ao senador tucano Flexa Ribeiro pelo voto favorável à lei do abuso de autoridade.

Gilmar enfatizou que o TSE não deveria cassar mandatos com leveza, quando anteriormente havia afirmado que faltava coragem ao TSE para cassar mandatos em estados importantes ou mesmo o presidente da República!

Independentemente do mérito do que foi decidido — há petistas vibrando com a absolvição de Dilma e outros celebrando o ímpeto de Gilmar contra a Lava Jato, que pode beneficiar Lula — é importante frisar que as contradições de Gilmar apontadas acima são apenas migalhas diante do que uma análise completa do voto dele poderia revelar.

Gilmar enfatizou que a Justiça não pode ser feita de maneira fortuita, de acordo com as circunstâncias do momento, mas foi justamente o que fez ao livrar Michel Temer.

Abaixo, o voto de Gilmar que ajudou a abrir a ação contra a chapa Dilma-Temer no TSE, pretendida por Aécio Neves:

 

23 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Cunha

14/06/2017 - 21h30

Podridão sobre podridão.

Responder

Luiz Carlos P. Oliveira

11/06/2017 - 10h20

Depois de tudo isso, o golpe mostra, mais una vez, suas entranhas. Não há mais dúvidas sobre o “acordão com tudo e com todos” citado pelo Jucá. É uma briga de foice para encobrir a roubalheira de quem se diz paladino da honestidade. Um a um esses crápulas vão sendo conhecidos. Para condenar o PT basta uma delação, não precisando de dinheiro no exterior, nem malas de dinheiro, nem imóveis, nada. Para investigar os golpistas, não adianta provas, pois só vale a convicção. Esse país não é um sindicato de ladrões, é uma ORCRIM comandada pelas instituições que deveriam zelar pela nossa Constituição.

Responder

Bel

11/06/2017 - 09h22

Tem chato de primeira linha. Golpista de primeira linha. Não tem?

Responder

carlos

11/06/2017 - 06h31

Eu acho engraçado a nota da presidente do STF, ela falou meia verdade, e não sabe o que é democracia, muito menos guardar a constituição, vejam, ela fala que vai combater a arapongagem mas esqueceu de dizer aonde?o Lula e sua família foram bisbilhtados centenas de vezes sem que a presidente tomasse uma providência, agora quando é prá defender um de seus membros é o corporativismo que sempre impera e não a prática do zelo pela justiça.

Responder

Luis Carlos de Abreu

10/06/2017 - 23h00

Mas afinal, fiquei na dúvida:

Vcs defendem q a chapa Dilma/Temer roubou mesmo pra ser eleita e deveria ser cassada ou defendem q Dilma/Temer agiu corretamente e, portanto, deveria ser absolvida (como de fato ocorreu!)?

Dilma foi “legitimamente” eleita ou não?

Dilma é uma “mulher honesta” ou não?

Não se esqueçam q Dilma tb foi julgada!

Com a palavra, os petistas!

Responder

    Rene

    14/06/2017 - 20h44

    se fosse Dilma a presidente do Brasil, seria condenada, o Gilmarão seria o baluarte da justiça e da moral, o país estaria expurgado da corrupção e estariamos no paraíso. Se ela fosse condenada, abriria precedente, então do vereador da cidade de um homem só até o que futuramente vier a ser eleito, deveria ser cassado, mas como essa prioridade já foi ultrapassada, não importa o crime, importa quem comete. Assim entre o meu filho e o filho do vizinho existe a seguinte visão: o filho do vizinho é um ladrão, o meu apenas teve um ato falho, algo perdoável, nem foi tão grave assim, ( na verdade, os dois são ladrões). A diferença mora no presidente do momento.

Bel

10/06/2017 - 20h08

Semana teve notícias boas também: Dilma absolvida e Brasil x Argentina fora da Globo. Pelo menos não tivemos que aguentar mais malas…

Responder

robertoAP

10/06/2017 - 18h34

Esse sujeitinho ignóbil ,não passa de um político fundamentalista da direita radical tropical,travestido de juiz,com carteirinha da OAB.

Responder

moro fura teto

10/06/2017 - 16h48

O maior escândalo de corrupção do Brasil – o Nº 1, Banestado, com 142 Bilhões, PSDB – é o que é porque teve o dedo do moro fura teto, O GRANDE CARRASCO CONTEMPORÂNEO DO BRASIL!!!!!!

Responder

Henrique

10/06/2017 - 16h42

Vamos falar a verdade… Ninguém fez nada para que o TSE caçasse Temer ontem. De certa forma todos nós fomos cúmplices do ocorrido. Ontem havia apenas duas pessoas na frente do TSE protestando e clamando pela cassação da chapa Dilma-Temer. Onde estavam as Centrais sindicais? O Movimento Brasil Livre? MST? Movimento Vem Pra Rua? Janaina Pascual?A UNE? Guilherme Boulos? Gregório Duvivier? Alexandre Frota? Lobão? Letícia Sabatela? Sem pressão popular , Temer continuará até o final de 2018. Se, é claro, houver eleições em 2018.

Responder

Henrique

10/06/2017 - 16h41

Vamos falar a verdade… Ninguém fez nada para que o TSE caçasse Temer ontem. De certa forma todos nós fomos cúmplices do ocorrido. Ontem havia apenas duas pessoas na frente do TSE protestando e clamando pela cassação da chapa Dilma-Temer. Onde estavam as Centrais sindicais? O Movimento Brasil Livre? MST? Movimento Vem Pra Rua? Janaina Pascual? Os estudantes? A UNE? Guilherme Boulos? Gregório Duvivier? Alexandre Frota? Lobão? Letícia Sabatela? Sem pressão popular , Temer continuará até o final de 2018. Se, é claro, houver eleições em 2018.

Responder

Luis Carlos de Abreu

10/06/2017 - 15h04

Mas afinal, fiquei na dúvida:

Vcs defendem q a chapa Dilma/Temer roubou mesmo pra ser eleita e deveria ser cassada ou defendem q Dilma/Temer agiu corretamente e, portanto, deveria ser absolvida (como de fato ocorreu!)?

Dilma foi “legitimamente” eleita ou não?

Dilma é uma “mulher honesta” ou não?

Não se esqueçam q Dilma tb foi julgada!

Com a palavra, os petistas!

Responder

adroaldo lima linhares

10/06/2017 - 09h28

fhc é o pai de todos. gilmar é cria de fhc, que tem moro como filial lá em cúritiba. claramente foi fhc, e toda a sua gangue tucana, que depois de preparar o campo desde 2013, chantageou / forçou / PAGOU temer a arrebanhar seus parlamentares para dar o golpe em Dilma Roussef / PT. Se está tão claro que o cabeça é o testa de ferro fernando henrique cardoso o principal responsável pelo golpe e pela ditadura que está em andamento destruindo o Brasil e o povo brasileiro, porque que ficam descento o cacête nos criminosos menores crias de fhc? Não seria o correto exigir justiça prendendo primeiramente os cabeças responsáveis E DEPOIS SEUS CUPINXAS? Por que o blog BLINDA fhc da mesma forma que a globo?

Responder

    moro fura teto

    10/06/2017 - 16h52

    Em dezembro do ano passado o salário do juiz Sérgio Moro foi equivalente a 120 vezes o salário mínimo ( holerite de dezembro de 2016, R$ 117,5 mil )!!!!!!!!! E o teto constitucional???????????

Sidnei Brito

10/06/2017 - 09h21

A galeria dos hipócritas aqui do ViOMundo poderia se chamar “galeria Gilmar”.
Bem, mas para ser sincero, acho que Gilmar acertou desta vez, assim como havia acertado na libertação de Dirceu.
Só para ilustrar, relógio enguiçado acerta a hora pelo menos duas vezes por dia!
Mas a hipocrisia fica, claro!

Responder

Gilberto Bueno

10/06/2017 - 08h59

É absurdo esse bandido continuar no poder, agora com absolvição em mãos imagina o quanto podera roubar, trair e conspirar.

Responder

Jose fernandes

10/06/2017 - 08h49

Não sei como, os pares consegue conviver com esse verme ao lado,vai ver que são singulares, pobre País que tem isso como membro do S.T.F.

Responder

lando carlos

10/06/2017 - 03h53

o Gilmar e os ministros que o acompanham e motivo de chacota do mundo jurídico,ele ter a cara de pau de dizer que tem que se respeitar o voto popular,e de um mau caratismo sem medidas.

Responder

daniel

10/06/2017 - 01h28

Gilmar é Gilmar. Previsível como sempre. O importante é o placar: 4 x 3. Perderam: o capital financeiro internacional, o partido da mídia e os fascistas do partido da justiça. Ganhou a casa grande (elite política), mas também Dilma, que continua elegível! Sei que muitas pessoas (como a turma de 2013) tem problemas com Dilma, mas a tendência dela é crescer. Afinal, ao garantir direitos trabalhistas aos empregados domésticos, Dilma foi responsável pelo maior salto civilizacional desde as leis trabalhistas de Vargas. O difícil é fazer alguém da “classe média” enxergar isso! As próximas gerações certamente lhe renderão tributo.

Responder

    carlos

    11/06/2017 - 06h43

    Com relação ao Gilmar só um jeito de nos livrarmos dele, todo e qualquer processo que entre no STF, é só arguir a suspeição dele é deixar rolar, todo processo que entrar lá seja da união dos estados e municípios,ou de pessoas comuns façam isso,pq o que ele pela manhã a noite já muda é Bipolar, ninguém pode entender as convicções dele, a lógica dele não tem uma coerência.

Eugenio Arima

10/06/2017 - 00h45

Ao contrário Lukas, foi extremamente ruim. Dilma, mais uma vez, dá inequívoca demonstração de que não tem estofo para ser estadista. Seria seu sacrifício pelo país, pela democracia. Mas preferiu mais uma vez, livrar a própria cara quando poderia sacrificar sua “carreira política”em benefício do país, afastando a corja que esteve ao seu redor. Pessoa miúda, encontrou a chance de “não macular” sua imagem, que a meu ver está irremediavelmente maculada. Sua empáfia, sua desleixada condução política, seus erros de gestão, foram veneno ao país. Entregou-o na mão dos carrascos, ladrões, proxenetas. Condeno Dilma ao esquecimento eterno. Meus lábios nunca pronunciarão seu nome, a não ser como aquela, que covardemente abandonou meu país ao desespero e o entregou sem luta, aos piores carrascos que conheci. Que cruz o estige e nunca mais volte. Assim como seu ladrão Temer.

Responder

Lukas

09/06/2017 - 23h26

Dilma absolvida. Nem tudo foi ruim, não é mesmo?

Responder

    Denis Paulo

    12/06/2017 - 14h55

    Lukas,
    Qual era a culpa/crime da Dilma, para ela ser condenada pelo TSE ?
    Ela tratou de gastos de campanha pessoalmente?
    Resposta: Só faz isso quem quer levar algum por fora.

    Ela, ou alguém da família dela, tem algum sinal exterior de riqueza?
    Resposta: Não.

    Vocês do PSOL devem uma democracia para o Brasil.
    As manifestações irresponsáveis de 2013 que o PSOL fomentou serão cobradas de vocês.
    Aguardem….

    A hipocrisia de vocês não engana.

Deixe uma resposta