VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

As 51 pessoas que Lula deve agradecer se for eleito em 2018. Se houver eleição em 2018

14 de julho de 2017 às 00h10

por Luiz Carlos Azenha

A perseguição política é um dos mais poderosos cabos eleitorais no Brasil. Para quem é vítima dela.

A perseguição política desperta solidariedade de classe. “Ele não é perfeito, mas é um dos meus!”

Ao condenar Lula sem provas contundentes de que ele é dono do triplex no Guarujá, o juiz Sergio Moro tornou-se um dos cabos eleitorais do ex-presidente para as eleições de 2018.

Mas o ‘efeito Moro’ nas pesquisas eleitorais, que em breve vão registrar ascensão de Lula — contradizendo o ‘sendo comum’ dos analistas da GloboNews — não pode ser entendido fora de um contexto mais amplo.

A condenação de Lula se deu num quadro de profunda crise econômica, de número recorde de moradores de rua nas metrópoles, de desemprego avassalador e… de reformas que roubam direitos dos mais pobres.

Dotado de um sofisticadíssimo radar com que mapeia o sentimento popular, Lula traduziu em palavras simples o que qualquer eleitor do Brasil entende, independentemente de classe ou educação: ‘colocar o pobre no orçamento’, disse no discurso em que se lançou candidato.

Colocar o pobre no orçamento, promete o ex-presidente, um dia depois de 50 senadores terem atacado algo que a população mais pobre identifica com muita clareza: o direito de recorrer à Justiça trabalhista, de barrar o impulso escravocrata do patrão.

50 senadores e Moro, em conjunto, deram grande impulso à candidatura de Lula.

E, ocupando desde já as ruas, o ex-presidente não só nega o espaço onde poderiam florescer candidatos à esquerda. Parece entender que, incapaz de controlar o resultado das eleições de 2018, a direita vai partir para adiá-las, sob qualquer subterfúgio, da mesma forma que as pedaladas fiscais foram usadas para derrubar Dilma Rousseff.

Registre-se que a conjuntura eleitoral é muito dinâmica. Mas, olhando com os olhos de hoje, se houver eleição e Lula colocar a Globo do outro ‘lado’, como Trump fez com a CNN e a ‘mídia liberal’ nos Estados Unidos, Lula será eleito no primeiro turno.

Moro, a Globo e 50 senadores. Lula tem uma dívida com eles.

Leia também:

Temer sobrevive por enquanto, com a ajuda do Mineirinho

 

15 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Pedro Bó

24/09/2017 - 02h44

como ouvir dizer que ninguém tá conseguindo advogado por menos de alguns milhões, só para entrar na coisa, para processo que possa eventualmente cair nas mãos do Moro , o Lula estaria lascado se não fosse que todos façam tudo apenas por amizade. +++++++++++++++++++++++++++++++++++
Todos os 25 advogados de escritório que defende Lula foram grampeados

http://www.conjur.com.br/2016-mar-17/25-advogados-escritorio-defende-lula-foram-grampeados

Responder

EDSON

14/07/2017 - 20h44

EU SOU LULA !!!!!!!

Responder

Hélio

14/07/2017 - 17h43

Olha, eu voto no Lula ou em quem ele indicar. O povo é simples, mas nao é burro, o povao mesmo ja percebeu que esta diante de um golpe disfarçado de lei constitucional pela midia e pelo judiciario.
Como vao convencer o povo de um crime sem provas do crime.
Deixa eu ver se eu entendi direito: ” Reportagem do Jornal Hoje da globo ” é prova. Ele tirou essa prova do rabo dele.
É obvio que vao fraudar as eleiçoes de 2018 se tiver.
Logicamente o cara poe a mao num vespeiro desse de graça. Nao ganha um real em troca.
E outra por que ele nao pediu para o supremo investigar o Aécio ???? E por que ele protegeu o Temer das perguntas do Cunha ?
E pq um deputado zé ninguem igual o Rocha Loures esta solto ?
Pq o Delcídio foi preso e o Aécio nao se o Aécio fez coisas iguais ou pior que o Delcidio ?
APOSTO que na virada do ano ou 1 mes antes o Supremo e todos os juizes em cascata vao receber um gordo aumento de salário.

Responder

Fabio

14/07/2017 - 16h46

Azenha, se Lula for candidato e ganhar ela vai novamente incorporar o Lulinha paz e amor e a reconciliação de classes e pior, vai refundar o republicanismo petista?
Ou o Lula caso seja candidato e ganhe faça realmente um governo de esquerda voltado para o povão e para a classe media ou o Brasil mesmo com o Lula lá irá não sairá do abismo que se encontra.

Responder

Ramon

14/07/2017 - 16h03

Azenha, vou votar no Lula mesmo não querendo, pois a direita vem com tudo em 2018. Aqui no meu estado Maranhão, o povão votará nele.

Responder

Bernardo

14/07/2017 - 15h55

Lula será eleito por seus méritos e também pela imbecilidade de quem tenta comandar o país como se fosse um grande arraial e eles os coronéis da região. Nesse contexto inscrevem-se os 50 senadores inimigos do trabalhador e o juiz de Curitiba com sua perseguição insana contra Lula e o PT, além dos 300 picaretas da Câmara associados ao golpe e ao grupo de traidores do país comandados pelo atual presidente e seus cúmplices. Contudo não podemos perder de vista que tentarão derrubá-lo de alguma forma, por bem ou por mal, como convém à direita reacionária.
O motivo é simples: querem fazer um jogo em que o time deles é muito ruim e só consegue ganhar por WO, ou seja, se não houver adversário e por isso querem eliminá-lo da disputa. Do contrário a eleição para Lula será um passeio.

Responder

Policarpo

14/07/2017 - 15h03

É muito fácil reverter essa situação. Nas eleições de 2018 o PT (com Lula candidato ou não) e outras forças políticas democráticas e populares impor uma derrota monumental a forças do Golpe. Mesmo depois de tudo que fizeram (desorganizar econômic a e institucionalmente o país) o consórcio golpista não conseguiu definir um nome viável para a disputa que já começou. Eles não tem opção a não ser continuar pelo caminho antidemocrático que elegeram quando optaram pelo golpe.

Responder

David

14/07/2017 - 12h20

Sem LULA na parada, o campo progressista pode dar adeus ao poder.
O empenho da direita está centrada em aniquilar LULA.
Sem povo na rua não haverá solução.
A panela de pressão tem que começar a apitar.
Se continuarmos sendo bananas, preparemo-nos para aguentar Bolssonaro e cia.

Responder

Wandson Palheta

14/07/2017 - 10h19

Lula, vc continua sendo a esperança dos pobres e descamisados desse pais..LULA 2018!!!!

Responder

Danilo Dantes

14/07/2017 - 06h14

Com todo respeito, eu assisti a isso tudo ha um ano atras, o prêmio Nobel da Paz disse que o impitimam da direita era golpe, o ex-ministro do supremo A e o B disseram que era GOLPE, o maior criminalista do Brasil detona Moro, o maior sei la o que, detona a Globo, o Moro, a elite, e o escambau. A OIT condena a reforma trabalhista de Temer. E no que da’ tudo isso? O Golpe foi dado, a CLT foi enterrada, a Petrobras sendo privatizada, o Lula vai ser preso. A Globo já começa o trabalho de cooptar os ministro do TRF do RS. Enfim, meu ponto e’ simples, quem governa nao foi eleito para governar, e vão continuar governando. A globo finge que quer tirar o Temer e todo mundo acredita, ate a esquerda. O Janot e o Moro visitaram a CIA varias vezes. Nao ha saida, Lula vai fazer campanha, nao adianta nao vao deixar ele ser eleito. Nao conseguem enxergar que sem revolta civil nao vai haver Democracia? Sem sangue, nao vai haver democracia. Então, já sei o resultado. O Brasileiro nao vai fazer nada, vai sofrer calado como disse o Mino Carta. nasceu para ser subalterno. Os pobres subalternos da Casa Grande, e os ricos subalternos do US. O Brasil nunca sera um Pais desenvolvido, um eterno Mexico grande. O maior cancer do Brasil e’ a globo. O povo nao e’ bobo abaixo a rede globo, eh uma anedota. Tem que ser, O POVO EH MESMO BOBO VIVA A REDE GLOBO. A esquerda nao acordou, Democracia nunca mais, com votos ou republicanismo NUNCA MAIS. OU vocês acham que essa gangue nao vai adulterar as urnas eletrônicas e elegerem mais um tucano? ACORDA POVO BOBO. E VIVA A GLOBO. Quando alguém gritar “O POVO NÃO E’ BOBO, ABAIXO A REDE GLOBO”, LEMBRE-SE. O POVO EH MESMO BOBO, VITORIA DA GLOBO. A GLOBO NÃO PERDE UMA, ELA MANDA E DESMANDA NO BRASIL FAZEM TODOS DE IMBECIS, DA DIREITA OU DA ESQUERDA. VIVA A GLOBO, ELA FAZ TODOS DE BOBO. ENTÃO TENHA VERGONHA DE DIZER O POVO NÃO E’ BOBO, POIS E’ BOBO SIM, POIS JA GRITAM DESDE 1950 QUE O POVO NÃO E’ BOBO. NAO E’ SO BOBO COMO BURRO E COVARDES.

Responder

    Dan Balan

    14/07/2017 - 13h29

    Verdade. Lula 2018 eh mais uma ilusão dentre tantas desde o golpe na Dilma. Quantos analistas disseram que não haveria golpe? Eu ate cheguei a ter esperança. O fato eh que acabou. Nietzsche estava muito mais certo do que Marx: o povo tem moral de escravo. O pobre admira os ricos, mas tem inveja do pobre quando este entra numa faculdade, por exemplo. Lula vai ser condenado na segunda instância e a novela das nove vai continuar tendo índices de audiência notáveis. Sou professor da rede pública em SP e sou testemunha que o ensino eh uma fraude. A maior parte dos alunos sai mais ignorante do que entrou. Quantas vezes tive de repreender salas de aula inteiras que gritavam ofensas em coro a Dilma! O fora Temer eh coisa da classe média ilustrada. Infelizmente, essa eh a realidade. Temer vai ficar até 2018, tem o congresso nas mãos, Lula vai ficar inelegível, os corruptos vão se reeleger… e daí? O Brasil é um país tropical, em fevereiro tem Carnaval, futebol, novela e jornal nacional…

Bonobo de Oliveira, Severino

14/07/2017 - 06h08

Caro Azenha!

Em primeiro lugar, se Lula for eleito novamente Presidente do Brasil, quem tem a agradecer é o país e o povo brasileiro, inclusive os paneleiros de varandas Gourmet.

(…)
“Dotado de um sofisticadíssimo radar com que mapeia o sentimento popular, Lula traduziu em palavras simples o que qualquer eleitor do Brasil entende, independentemente de classe ou educação: ‘colocar o pobre no orçamento’, disse no discurso em que se lançou candidato.”
(…)
Segundo, ter um faro sofisticado para identificar as aspirações do povo, é uma qualidade do bom animal político, desde que ele use essa percepção para atender o povo, como fez e faz o Lula, e não para enganá-lo como faz a Globo News.

Errado, ilegítimo e condenável é o Moro, ou qualquer juiz, ou a PGR, pautar as suas ações, ao arrepio do interesse público primário, de acordo com os fatos que se desenrolam no cenário político.

Por último, quem abre ou fecha os caminhos para dialogar com o eleitorado são as próprias esquerdas esquizofrênicas que não constroem uma agenda política própria e embarcam na pauta do Mercado criticando os poucos que lhes abrem espaços de participação nas decisões políticas.

Responder

Conde

14/07/2017 - 04h40

Fora de Pauta, mas importantíssimo

Como a Globo está domesticando e pressionando os juízes do TRF-4 para terminar o serviço de Moro. Por Kiko Nogueira
Por Kiko Nogueira – 13 de julho de 2017

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/como-a-globo-esta-domesticando-e-pressionando-os-juizes-do-trf-4-para-terminar-o-servico-de-moro-por-kiko-nogueira/

Carlos Eduardo Thompson, presidente do TRF-4, estreia no Jornal Nacional

Da mesma maneira que fez com Sergio Moro, seu torquemada de estimação, a Globo está cuidando agora de domesticar e pressionar o Tribunal Regional da 4ª Região (Sul) no sentido de terminar o serviço contra Lula.

O Jornal Nacional dedicou boa parte de sua edição de quinta, dia 13 de julho, para explicar como opera o tribunal que pode tornar Lula inelegível.

A matéria era parte didatismo, parte wishful thinking. Só faltou o repórter falar “Se Deus quiser, o destino do vagabundo será selado por estes guerreiros”.

Imagens do interior daquela corte e closes dos desembargadores João Pedro Gebran, Leonardo Paulsen e Victor Luiz Laus ilustravam a trama.

Num determinado momento, entrou ele, Carlos Eduardo Thompson, presidente do TRF-4, asseado, um retrato em aquarela ao fundo de algum medalhão no quadro, o cabelo emplastrado de brilhantina, declarando o que a emissora queria ouvir: até agosto de 2018, antes da eleição, o processo em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado a nove anos e seis meses de cadeia estará julgado em segunda instância.

A pedidos, Thompson foi além: deu sua opinião sobre a sentença do Homem de Maringá. “Olha! Muito bem trabalhada!”, cravou, a mão direita reforçando o ponto. Ironizou em seguida o fato de Lula ter criticado a ação.

Ou seja, tudo no script.

Daqui em diante, Thompson e seus amigos serão presença constante em todos os veículos do grupo. Será convidado dos programas de entrevistas (o de Roberto D’ávila é batata) e, eventualmente, ganhará algum prêmio do tipo “Faz Diferença” ou uma patacoada dessas.

Como a Globo pauta o resto da mídia preguiçosa, serão abertas as portas da fama para Thompson e companheiros. Conheceremos sua casa, seus familiares, seus animais de estimação — e seu rigor no trabalho.

A ofensiva sobre eles teve seus preâmbulos. Em junho, Merval Pereira escreveu no Globo que “se a impugnação na segunda instância acontecer depois que sua candidatura [a de Lula] à presidência da República estiver homologada pela convenção do PT, teremos uma crise institucional instalada no país.”

Míriam Leitão, por sua vez, atacou a estratégia lulista baseada “na tese delirante de que ele é um perseguido político”.

“Uma grande parcela do seu eleitorado ele perdeu para sempre. Ele sabe disso, mas o importante para Lula é ser candidato para que quanto mais perto fique do pleito, mais difícil seja para o tribunal de segunda instância condená-lo. É uma corrida contra o tempo, que será atravessada em um período de aumento da tensão política no país”, escreveu.

O recibo da parceria com o Judiciário está no texto de Moro condenando Lula. Na síntese das “provas documentais” de que Lula é dono do triplex do Guarujá está uma reportagem publicada pelo Globo em 2010.

Segundo Sergio Moro, nenhuma das testemunhas, nem o material apresentado pelos advogados ou muito menos o depoimento de Lula jamais conseguiram desmentir aquela reportagem, publicada antes da Lava Jato apurar o caso.

Sim um recorte velho contém a verdade.

Alguns dos maiores juristas do Brasil criticaram pesadamente as mais de 200 páginas perpetradas por Moro. O cientista político Leonardo Avritzer chamou-as, simplesmente, de “lixo”.

Para Afranio Silva Jardim, professor associado de Direito Processual Penal da Uerj, processualista consagrado e ex-mestre de Moro, “Lula foi condenado por receber o que não recebeu e por lavagem de dinheiro que não lhe foi dado”.

“Olha! Muito bem trabalhada!”, garante Carlos Eduardo Thompson do seu lado. Uma bandeira inesquecível.

Das 48 sentenças de Moro revisadas pelo TRF-4, dez foram mantidas e 16 aumentadas.

Para que o roteiro dê certo, teremos de nos acostumar a ver os antes anônimos meritíssimos transformados em popstars. Depois eles somem novamente.

Prepare-se para ter saudade do Japonês da Federal.

Responder

Eduardo Guimarães

14/07/2017 - 00h32

Azenha, o tempo que falta para as eleições de 2018 torna impossível construir uma candidatura de esquerda com força suficiente. Lula mobiliza um eleitorado que transcende a esquerda. Sem Lula na disputa, esse eleitorado se dispersará. Se Lula se candidatar e for impedido, resultará uma indignação entre seu eleitorado que fará esse eleitorado votar em quem ele indicar. Se Lula nem se apresentar, que essa esquerda se prepare para ser governada por Bolsonaro ou Doria. Será que já não basta a burrada que essa esquerda cometeu em 2013? Às vezes acho que esses setores querem um governo reacionário e autoritário pra brincar de revolução. Mas isso não tem graça. Não brinquem com fogo.

Responder

    Assim Falou Golbery

    24/09/2017 - 00h29

    sem Lula na disputa, rodos já recebem de forma subliminar mensagem para votar em Bolsonaro ou algo pior

Deixe uma resposta