VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Eduardo Guimarães: Quando a acusação é bem maior que o desmentido

13 de julho de 2012 às 12h06

Inquérito no Paraguai desmente acusação contra Venezuela

Posted by eduguim on 12/07/12, sugerido pelo Marco Aurelio

A mídia mundial foi tomada, de ponta a ponta, pela acusação da ministra da defesa do Paraguai, María Liz García, de que o chanceler venezuelano, Nicolás Maduro, teria se reunido secretamente com chefes militares paraguaios para fomentar um levante das forças armadas do país contra a deposição relâmpago do ex-presidente Fernando Lugo.

A acusação gerou uma investigação pela procuradora do Paraguai Estella Marys Cano, que chamou às falas os militares que se reuniram com o diplomata Venezuelano e, depois se soube – mas só pela blogosfera –, com os dos outros países da missão da Unasul que foi àquele país ponderar com o congresso sobre a destituição açodada do presidente constitucional.

A procuradora Marys Cano divulgou o resultado das investigações. Disse que o chanceler venezuelano, Nicolás Maduro, não instou militares do país a se sublevar contra a queda de Lugo no dia do impeachment. Segundo Cano, que ouviu os militares, Maduro fez uma “advertência” a respeito das sanções a que o Paraguai poderia ser submetido.

Além disso, a investigação da procuradoria paraguaia também descartou como “prova” um vídeo editado pela ministra da defesa paraguaia que mostra Maduro e militares paraguaios entrando em uma sala do palácio presidencial no dia da queda de Fernando Lugo – a procuradora confirma que o vídeo, na íntegra, mostra que foi uma reunião muito mais ampla.

Como sempre, a mídia dá grande destaque a acusações contra seus desafetos e publica uma notinha de pé de página, escondida, quando aquelas acusações se mostram falsas.

Pior, porém, é a falsificação de notícias.

Uma comissão da OEA composta por EUA, Canadá, México, Honduras e Haiti emitiu um relatório preliminar que referenda a deposição de Lugo. Isso não significa que a OEA vá aprovar esse relatório, até porque foi feito por emissários oriundos de países que desde a primeira hora aceitaram o golpe paraguaio, mas a mídia deu grande destaque a essa notícia, que ganhou as primeiras páginas dos jornais.

O que as matérias malandras sobre o relatório preliminar da OEA não esclareceram é que a maioria dos países que integram o organismo é contrária ao processo que derrubou o presidente constitucional do Paraguai e, portanto, são reduzidas as chances de esse relatório se tornar posição oficial.

Nos últimos anos, democracias combalidas como a do Paraguai ou a de Honduras transformaram-se em laboratórios para um novo tipo de violação da vontade eleitoral dos povos da região. Está em curso uma batalha surda para, de um lado, impor um preço alto a aventuras golpistas nas Américas e, de outro, brindar golpes com impunidade.

A única possibilidade de burlar a censura e as manipulações midiáticas é usando a internet. Que cada internauta que souber da verdade se multiplique e espalhe as versões corretas dos fatos, pois o golpismo terceiro-mundista, de inspiração ianque, trabalha a todo vapor para vender rupturas institucionais como processos legais.

A democracia conta com você, leitor. Espalhe essas notícias.

O livro da blogosfera em defesa da democracia - Golpe 16

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.

Compre agora online e receba na sua casa!

 

5 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Breno Altman: Direita declara guerra contra integração da Venezuela ao Mercosul « Viomundo – O que você não vê na mídia

18/07/2012 - 17h43

[…] Eduardo Guimarães: Quando a acusação é bem maior que o desmentido […]

Responder

abolicionista

16/07/2012 - 09h15

Sem lei de mídia, sem democracia. Ponto.

Responder

FrancoAtirador

14/07/2012 - 17h42

.
.
O QUE MAIS AMEAÇA A DEMOCRACIA

É O MONOPÓLIO DA DESINFORMAÇÃO,

O CONLUIO PARA A FALSIFICAÇÃO DA NOTÍCIA

E A CONSPIRAÇÃO PARA A OMISSÃO DA VERDADE.
.
.
ESTÁ NA HORA DE DESMANTELAR ESSE CARTEL MAFIOSO!

NO BRASIL, A CPI DO CACHOEIRA TEM ESTA CHANCE ÚNICA.
.
.

Responder

Roberto Locatelli

14/07/2012 - 09h53

O fato de o PIG (a mídia golpista) esconder os desmentidos quando eles não lhe convém mostra claramente a má intenção dessa mídia.

No caso das emissoras de rádio e TV, a simples partidarização já é ilegal, pois trata-se de CONCESSÕES PÚBLICAS. Mas além da partidarização, há má fé. O PIG mente, falsifica e esconde informações.

Responder

Não, não foi o Chávez quem derrubou o Supertucano « Viomundo – O que você não vê na mídia

14/07/2012 - 00h49

[…] próprios militares paraguaios desmentiram o factóide, que teve ampla repercussão […]

Responder

Deixe uma resposta