VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Dilma: Brasil está “maduro” para regulação da mídia

26 de setembro de 2014 às 18h15

Captura de Tela 2014-09-26 às 20.00.12

Foto Reprodução do Muda Mais

por Luiz Carlos Azenha

Em entrevista esta tarde a blogueiros, em Brasília, a presidente Dilma Rousseff defendeu o cumprimento do parágrafo quinto do capítulo 220 da Constituição de 1988.

Ele diz: “§ 5º – Os meios de comunicação social não podem, direta ou indiretamente, ser objeto de monopólio ou oligopólio”.

“No Brasil se confunde regulação com controle de conteúdo, que é coisa de país ditatorial”, afirmou Dilma ao responder ao blogueiro Altamiro Borges.

Ela lembrou que a existência de oligopólio ou monopólio em qualquer setor da economia cria uma “assimetria” não só entre os cidadãos, mas entre as instituições. Disse também que estimula a “prepotência”.

A candidata à reeleição disse que a regulação econômica já existe em outras áreas fundamentais, como os portos, o setor elétrico e o do petróleo.

“Não há porque ser ser diferente. O Brasil tem de regular”, afirmou. Outros objetivos de um eventual segundo mandato serão o de promover a regionalização da produção de conteúdo e a diversidade cultural na mídia.

“Eu acho que está maduro para fazer a regulação econômica” da mídia, disse a presidente.

Em resposta à blogueira Conceição Lemes, editora do Viomundo, Dilma disse que pretende promover a integração dos sistemas público e privado de saúde para garantir o atendimento de especialistas a usuários do SUS, numa rede integrada por clínicas públicas, privadas e filantrópicas.

Lembrou que desde que a CPMF — o imposto do cheque que arrecadava dinheiro para a Saúde — foi derrubada por ação do PSDB no Congresso, com a ajuda de aliados, o governo federal deixou de arrecadar R$ 470 bilhões.

Ainda assim, segundo Dilma, não houve recuo nos investimentos federais na Saúde, como tem dito José Serra, candidato ao Senado pelo PSDB em São Paulo e ex-ministro da Saúde. Segundo a candidata, os números indicam aumento de 77,4% nos investimentos em Saúde desde o início do governo Lula, em 2003.

[Clique aqui para ver o que Serra tem dito na propaganda eleitoral]

Ao longo de duas horas de entrevista, a candidata petista usou suas respostas para alguns disparos contra adversários políticos e a própria mídia:

— “Meu discurso na ONU foi integralmente distorcido”, disse Dilma, sobre as acusações de que teria fraquejado no combate ao terrorismo. Segundo ela, os ataques ao Afeganistão, Iraque, Líbia e Síria já demonstraram que a ação militar não é o caminho para resolver questões políticas. Dilma condenou as ações bárbaras do Estado Islâmico do Iraque, mas lembrou também que a fragilidade do governo iraquiano, dividido entre sunitas e xiitas, foi um dos fatores que determinaram o crescimento do Isis. A coalizão que governa o Iraque chegou ao poder depois da invasão promovida pelos Estados Unidos para derrubar Saddam Hussein.

[Clique aqui para ouvir a íntegra do discurso]

— Dilma definiu como “discussão estarrecedora” o embate que teve com a jornalista Miriam Leitão, durante entrevista ao Bom Dia Brasil, sobre o crescimento econômico da Alemanha. Na ocasião, a jornalista global disse que o Brasil crescia a taxa de 0,3%, contra 1,5% da Alemanha. “Não, a Alemanha não está crescendo 1,5%. A Alemanha está crescendo 0,8%, e há dúvidas a respeito da continuidade. Tanto é que o índice, aquele Zeus, que mede a confiança do empresariado na economia cai pelo nono mês consecutivo”, disse a presidente na ocasião.

— “Tem pessoa que gosta de aparecer como vítima, eu não. Eu não posso dar ao Brasil esta demonstração”, afirmou a petista, numa referência óbvia à candidata Marina Silva, que tem se queixado das críticas que recebe do PT ao longo da campanha.

— Sobre reforma política, Dilma definiu como melhor caminho um plebiscito para perguntar aos cidadãos se eles aprovam ou não o financiamento público de campanhas. Segundo ela, nem uma Assembleia Constituinte ficaria livre da influência do poder econômico. “Se a gente não acreditar na força do povo brasileiro, a gente não tem mais nada pra acreditar”, disse.

— “Ninguém desmonta uma empresa como a Petrobras”, afirmou. Lembrou que a petrolífera brasileira, a sexta maior do mundo, valia R$ 15,5 bilhões em 2002 e hoje vale R$ 110 bilhões. A candidata afirmou que por trás dos ataques à empresa estão interesses dos que pretendem mudar o sistema de exploração para beneficiar empresas estrangeiras.

— Dilma disse que num eventual segundo mandato seu foco será em usar a renda do pré-sal para investimentos na educação. Seria um novo passo, depois da ênfase do ex-presidente Lula em programas sociais e em garantir renda e emprego para a maioria dos brasileiros. Também prometeu a expansão da rede de banda larga. Disse aos blogueiros que, ganhando a eleição, fará um segundo mandato politicamente “mais combativo” e que as entrevistas como a de hoje passarão a ser feitas “de forma sistemática”.

PS 1 do Viomundo: Segundo o site Muda Mais, que providenciou a transmissão pela internet, a entrevista teve 600 mil acessos. Abaixo, o trecho da entrevista em que Dilma Rousseff falou sobre a regulação econômica da mídia. Ela começa citando o papa Francisco, que recentemente falou sobre a desinformação da mídia:

PS 2 do Viomundo: A minha ida a Brasília para participar da coletiva com a presidenta Dilma foi bancada integralmente pelos leitores-assinantes do Viomundo. Obrigadíssima, de coração, a todos e todas pela confiança e colaboração. Conceição Lemes

Leia também:

InfoMoney: Se Dilma vencer, a Bolsa vai mesmo despencar 25%?

O livro da blogosfera em defesa da democracia - Golpe 16

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.

Compre agora online e receba na sua casa!

 

40 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Hell Back

06/10/2014 - 19h33

Agora é meio tarde prá uma relativa regulação da mídia. Não foi feita enquanto isso era possível (lembram do contrôle remoto?) agora será muito difícil, senão impossível, realizar essa façanha com um congresso mais do que conservador.

Responder

FrancoAtirador

30/09/2014 - 01h12

.
.
SEMINÁRIO VIRTUAL: PARTICIPAÇÃO SOCIAL E DEMOCRACIA

Participação e Comunicação:
Disputa por Espaços e Enfrentamento Midiático

Por Bia Barbosa, na Carta Maior

(http://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Politica/Participacao-e-comunicacao-disputa-por-espacos-e-enfrentamento-midiatico/4/31889)
.
.

Responder

Romanelli

29/09/2014 - 07h00

SOU CONTRA !!!! e fico até com medo de ver DILMA falar uma besteira dessas.

VOU repetir tantas quantas vezes forem necessárias.

PRIORITARIAMENTE o BRASIL não precisa de uma REGULAÇÃO ECONÔMICA da mídia, mas de ética, de justiça célere.

Nosso problema é mais básica ..de democracia, isonomia, respeito, decência, dignidade, HONESTIDADE ..direito de resposta, direito de ser ouvido, de se defender ..é um problema pra definirmos CO-responsabilidade entre a fonte “insuspeita e/ou anônima”, o agente midiático, e o DANO feito ao objeto por exemplo.

enfim

é TUDO, menos regulação econômica ..isso é papo de JORNALISTA FALIDO

Isso é um blefe, um GOLPE ..pois se assim, com todos os demais vícios que citei, escreve aí !!

A sociedade corre o risco de sair da mão de uns bandidos inimputáveis pra cair na mão de outros pulverizados ..e quando não, do ESTADO

Responder

    abolicionista

    29/09/2014 - 09h21

    É só cumprir a Constituição, Romanelli. Ou a lei não vale pra todos. Propriedade cruzada de meios-de-comunicação é proibido por lei. Puna-se os culpados. Por que tanto estardalhaço?

    Romanelli

    29/09/2014 - 11h25

    Perdão, quem escreveu a Constituição de 88 foi Ulisses ou Moisés ? Veio de Deus ou dos manuscritos de Jobim ?

    Falamos de conceito, ed decisão política, não ?

    Mesmo pq grande parte da carta “MagDa” sequer foi regulamentada ainda ..e já falam em reformá-la ..afinal, o que se quer ??! democracia pros teus e pau nos contrários ?

    Por esta forma FARSESCA de se querer conduzir a discussão dum assunto tão sério como estes, é que com isso se coloca prioritariamente a partilha societária, a ideologia, em detrimento da ética..

    ..problema é que se criariam muito mais zonas de atrito desnecessárias para o momento, obstáculos que A RIGOR não nos garantem a qualidade da informação pretendida ..ela que seria o nosso verdeiro objetivo (e vc sabe muito bem disso, né ?!)

    Como cidadão desinteressado no “mercado”, o que quero mesmo é a informação fidedigna, o resto é LOROTA e golpe raso, só isso..

    Em verdade, como posto, o que se discutiria seria o direito de se ser MENTIROSO, se sozinho, ou se em grupo

    abolicionista

    29/09/2014 - 15h25

    Ou seja, para evitar “atritos desnecessários” não fazemos nada e somos coniventes com um crime previsto por lei. Não é só uma questão política, é também econômica. A formação de monopólios e cartéis é um veneno para a democracia e para a economia, criando uma cultura de clientelismo e subserviência e desestimulando a liberdade de pensamento, um dos pilares da ética moderna.

    É preciso punir a propriedade cruzada de meios-de-comunicação (chame de “regulamentação de quiser”, eu chamaria de cumprir a lei e usar a ética em prol do bem comum) e também que deputados sejam donos de retransmissoras (uma lista dos deputados que possuem rádios e TVs pode ser encontrada aqui: http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/exclusivo-a-bancada-dos-donos-de-radio-e-tv/).

    Ou seja, é preciso tirar a mídia das mãos dos monopólios e dos políticos, como está previsto na Constituição, que não precisaria de nenhuma reforma para que isso ocorresse, ao contrário do que você, se entendi bem, parece afirmar.

    abolicionista

    29/09/2014 - 09h23

    Parágrafo quinto do capítulo 220 da Constituição de 1988.
    “§ 5º – Os meios de comunicação social não podem, direta ou indiretamente, ser objeto de monopólio ou oligopólio”.

    Ou a Constituição só vale pra alguns? Tem gente acima da lei?

Antonio - SC

28/09/2014 - 21h01

Campanha lança site de financiamento popular
Movimento abre espaço para apoio solidário à reeleição de Dilma

http://doeagora.dilma.com.br/

https://www.pt.org.br/campanha-lanca-site-de-financiamento-popular/

Responder

C.Paoliello

28/09/2014 - 17h28

As relações perigosas de Osmarina:

http://tijolaco.com.br/blog/?p=21584

Responder

Urbano

28/09/2014 - 13h43

Agora vai…

Responder

Mancini

28/09/2014 - 00h30

Finalmente, eita pessoal lento. Despolitização desde 1964. A classe média, reacionária e desinformada como de costume. Para a classe C, tudo ‘Culpa da Dilma’, mas porém , contudo, todavia, as pesquisas estão mudando. Primeiro turno e não se mais nisso.
Outra coisa, excepcionalmente voltei a publicar um post no blog da Refazenda2010, em http://refazenda2010.blogspot.com.br/ . Espero a visita de todos, acho que vale a pena, pelo conteúdo atual e pelo esquecido e encarcerado jornalista, preso político, apagado e até mesmo amaldiçoado, aqui nas Montanhas. Quem não conhece o homem de Montezuma que o compre!…

Responder

Messias Franca de Macedo

28/09/2014 - 00h02

Há pelo menos três dias, nos semáforos da cidade de Feira de Santana-Ba, mocinhas vestidas com camisetas do rábula psicopata distribuem panfletos (sic) alusivos à tal “palestra”! As mocinhas trajadas a rigor em meio a tantos(as) outros(as) jovens com bandeiras da turma do atraso, a turma do famigerado e nefasto conluio DEMo/PSDB!…

Crime eleitoral?! “Isso é uma vergonha?!” A respeito desse infame ‘domínio do fato’, com a palavra o TSE!

Uma lástima, o MENTIRÃO!…

Rábula?! Psicopata?! Golpe jurídico-midiático ainda em curso?!…

É VERDADE: a luta contra o fascismo é interminável!…

Responder

Messias Franca de Macedo

27/09/2014 - 23h00

… Hoje à noite, no excelente telejornal ‘Repórter Brasil’ (TV Brasil), foi exibida uma matéria pedagógica acerca do tema ‘A Comunicação enquanto Direito dos Cidadãos’… Foram apresentadas experiências democráticas e exitosas a exemplo daquelas implementadas em Portugal; foram ouvidos estudiosos da área de Comunicações Sociais; menção também à infringência aos artigos 220 e 221 da Constituição brasileira…

RESCALDO: ao que parece, “a batata do PIGolpista está sendo assada”!
Viva!

Responder

FrancoAtirador

27/09/2014 - 22h44

.
.
Creio que a totalidade dos assinantes do Portal Viomundo,

bem como a maioria dos leitores e comentaristas do Blog,

sentiram-se, como eu, orgulhosamente bem representados

pela notável jornalista-militante da Saúde, Conceição Lemes,

na Entrevista com a Presidente Dilma Vana em Brasília.

Fica aqui registrado, portanto, este humilde agradecimento.
.
.

Responder

abolicionista

27/09/2014 - 18h41

Boa, Dilma, pra cima deles! É a nossa presidenta!
Conceição, meus parabéns.

Responder

Guillermo

27/09/2014 - 16h22

A globo falou que a Candidata tinha entrevista com jornalistas, não citou blogueiros. :)

Responder

Maurici Aazevedo

27/09/2014 - 16h22

Brindemos à nova imprensa!!!” O jornalismo não pode ser usado para incitar a violência, a intolerância, o arbítrio e o crime.” Prá cima deles presidenta!

Responder

Elias

27/09/2014 - 15h58

Incrível diferença entre [email protected] e paus mandados da Rede Globo. O tal Bom Dia Brasil tem muito a aprender com os blogueiros. E a primeira lição é: Deixa o entrevistado falar.

Responder

Fabio Passos

27/09/2014 - 14h43

O PiG é o sustentáculo do Apartheid Social.
Para construir uma sociedade justa é preciso derrubar a máquina de propaganda da “elite” branca e rica.

Parabéns, Presidenta Dilma!
Vamos mandar a casa-grande pelos ares!

Responder

FrancoAtirador

27/09/2014 - 11h58

.
.
Íntegra da entrevista concedida ontem (26)

por Dilma Vana a “[email protected] da Nova Mídia”.

(http://youtu.be/MgFOOxHY-Rg)
(http://mudamais.com)
.
.

Responder

Antonio

27/09/2014 - 11h35

Vamos tornar a mídia democrática, começando a justiça cobrando os impostos da Globo e cortar os 500 milhões que a Globo recebe do governo em propagandas.

Responder

Sergio Govea

27/09/2014 - 11h28

Atenção: dentre os diversos cenários que analiso, existe mais de um que leva à possibilidade da direita ( derrotada com Aécio e Marina) atentar gravemente contra a saúde da nossa presidenta.

Muito longe de ser um delírio meu, os “good guys” também chegaram às mesmas hipóteses e, pior, através de cenários diferentes. Isso diminuiu sobremaneira o desvio padrão, tornando a hipótese mais passível de ser crível.

Portanto, segurança dobrada e muito cuidado com exposição proximal em locais de grandes aglomerações.

O PMDB não é flor que se cheire. O assédio é enorme… colossal… Há muitos recursos tecnologicamente malévolos e disponíveis….

Os opositores à presidenta e ao Partido dos Trabalhadores estão dispostos a tudo…. a tudo !

No mais, parabéns pela entrevista e , espero, que venha a regulamentação econômica da mídia.

Sergio Govea.

Responder

El Cid

27/09/2014 - 10h25

…e a Blogosfera incomoda mesmo a Globo !!

https://vimeo.com/107328541

Responder

Gerson Carneiro

26/09/2014 - 23h46

Amei ver minha repórter preferida toda altiva na mesona, ao lado do Paulo Moreira Leite, entrevistando a Diva.

Responder

Brancaleone

26/09/2014 - 22h17

Eita!!!
Quando a imprensa puxa o saco e mente junto com o governo, aí tudo de bom mas quando ousa mentir e/ou criticar, ai aparecem os censores – gente que aprendeu nos anos 70… – Incrível como o poder corrompe!!!

Me lembra que no passado alguns governos detinham o direito exclusivo de importar papel jornal (Somoza na Nicarágua era um deles se não me engano) e assim todos os jornais estavam na mão dele.
Na boa gente, assumam que estão mesmo é querendo a censura de volta.

Responder

    julio cesar montenegro

    27/09/2014 - 08h16

    dobre a lingua antes de falar do que IGNORA ou finge desconhecer. escrevi no semanário Opinião nos anos da ditadura e havia censura pra começar dentro da redação e depois era preciso enviar tudo que ia ser publicado pra censura da

Júlio De Bem

26/09/2014 - 21h50

Esse filme, sobre regulação da mídia eu já vi a 4 anos atrás. Daí ela se elegeu, botou o bernardão lá e foi fritar ovo com a Ana Maria Braga.

Responder

    abolicionista

    29/09/2014 - 15h17

    Calma, Júlio, você acha que é fácil contrariar a família mais rica e poderosa do Brasil? Aqui são dois passos pra frente e um pra trás. Essa pauta começa a avultar e isso é um bom sinal para o país. Acredite, não é falta de vontade política da presidenta, é um problema difícil, porque tem muito dono de redistribuidora no congresso. Olha só uma lista dos os deputados proprietários de emissoras de rádio e televisão:

    ALBERICO FILHO (PMDB-MA)
    RÁDIO FM CIDADE DE PRESIDENTE DUTRA LTDA
    RÁDIO SANTA MAURA LTDA
    SISTEMA JANAÍNA DE RADIODIFUSÃO LTDA

    ALEXANDRE SANTOS (PMDB-RJ)
    RÁDIO MUSICAL DE CANTAGALO LTDA

    ANÍBAL GOMES (PMDB-CE)
    RÁDIO DIFUSORA DO VALE ACARAÚ LTDA

    ÁTILA LIRA (PSDB-PI)
    RÁDIO CHAPADA DO CORISCO LTDA

    B. SÁ (PSB-PI)
    RÁDIO VALE DO CANINDÉ LTDA

    BONIFÁCIO DE ANDRADA (PSDB-MG)
    RÁDIO CORREIO DA SERRA LTDA

    BOSCO COSTA (PSDB-SE)
    RÁDIO A VOZ DO SERIDÓ LTDA

    CARLOS ALBERTO LERÉIA (PSDB-GO)
    RÁDIO SERRA DA MESA LTDA
    RÁDIO DIFUSORA DE IMBITUBA S/A

    CARLOS RODRIGUES (PL-RJ)*
    TV VALE DO ITAJAÍ LTDA
    RÁDIO UIRAPURU DE FORTALEZA LTDA
    TELEVISÃO XANXERÊ LTDA
    RÁDIO EDUCACIONAL E CULTURAL DE UBERLÂNDIA LTDA
    RÁDIO ANTENA NOVE LTDA
    RÁDIO JORNAL DA CIDADE LTDA

    CLEONÂNCIO FONSECA (PP-SE)
    EMPRESA BOQUINHENSE DE COMUNICAÇÕES LTDA

    CLEUBER CARNEIRO (PTB-MG)
    RÁDIO PROGRESSO DE JANUÁRIA LTDA
    RÁDIO VOZ DO SÃO FRANCISCO LTDA

    CORAUCI SOBRINHO (PFL-SP)
    RÁDIO RENASCENÇA LTDA.

    DILCEU SPERAFICO (PP-PR)
    RÁDIO DIFUSORA DO PARANÁ LTDA
    RÁDIO DIFUSORA DO PARANÁ LTDA

    DIMAS RAMALHO (PPS-SP)
    RÁDIO TAQUARA BRANCA LTDA

    FÁBIO SOUTO (PFL-BA)
    EMPRESA CAMACAENSE DE RADIODIFUSÃO LTDA

    FRANCISCO GARCIA (PP-AM)
    RÁDIO E TELEVISÃO RIO NEGRO LTDA

    GONZAGA PATRIOTA (PSB-PE)
    REDE BRASIL DE COMUNICAÇÕES LTDA

    HUMBERTO MICHILES (PL-AM)
    REDE AMAZONENSE DE COMUNICAÇÃO LTDA

    INOCÊNCIO OLIVEIRA (PL-PE)
    RÁDIO A VOZ DO SERTÃO LTDA (OM)
    RÁDIO A VOZ DO SERTÃO LTDA (FM)
    REDE NORDESTE DE COMUNICAÇÃO LTDA (TV)
    RADIO A VOZ DO SERTÃO LTDA

    IVAN RANZOLIN (PP-SC)
    RÁDIO ARAUCÁRIA LTDA

    JADER BARBALHO (PMDB-PA)
    RBA REDE BRASIL AMAZÔNIA DE TELEVISÃO LTDA
    BELÉM RADIODIFUSÃO LTDA

    JAIME MARTINS (PL-MG)
    RÁDIO DIFUSORA INDUSTRIAL DE NOVA SERRANA LTDA

    JOÃO BATISTA (PP-SP)
    RÁDIO 99 FM STEREO LTDA
    TV CABRÁLIA LTDA
    RÁDIO ANTENA NOVE LTDA
    RÁDIO ATALAIA DE LONDRINA LTDA

    JOÃO MAGALHÃES (PMDB-MG)
    COMCEL-COMUNICAÇÕES CULTURAIS E EVANGÉLICAS LTDA

    JOÃO MENDES DE JESUS (PSB-RJ)
    RÁDIO CULTURA DE GRAVATAÍ LTDA
    ALAGOAS RÁDIO E TELEVISÃO LTDA

    JOSÉ BORBA (PMDB-PR)*
    RÁDIO CIDADE JANDAIA LTDA (FM)
    RÁDIO CIDADE JANDAIA LTDA (OM)

    JOSÉ CARLOS MACHADO (PFL-SE)
    FUNDAÇÃO DE SERVIÇOS DE RADIODIFUSÃO EDUCATIVA SHALOM

    JOSÉ ROCHA (PFL-BA)
    RIO ALEGRE RADIODIFUSÃO LTDA
    RÁDIO RIO CORRENTE LTDA

    JULIO CESAR (PFL-PI)
    RÁDIO FM ESPERANÇA DE GUADALUPE LTDA

    LEODEGAR TISCOSKI (PP-SC)
    MAMPITUBA FM STEREO LTDA

    LUCIANO CASTRO (PL-RR)
    REDE TROPICAL DE COMUNICAÇÃO LTDA
    REDE TROPICAL DE COMUNICAÇÃO LTDA

    MARCONDES GADELHA (PTB-PB)
    RÁDIO JORNAL DE SOUSA LTDA
    SISTEMA REGIONAL DE COMUNICAÇÃO LTDA

    MAURO BENEVIDES (PMDB-CE)
    RÁDIO CLUB S A

    MOACIR MICHELETTO (PMDB-PR)
    RÁDIO JORNAL DE ASSIS CHATEAUBRIAND LTDA
    RÁDIO PITIGUARA LTDA

    MORAES SOUZA (PMDB-PI)
    RÁDIO IGARAÇU LTDA
    RÁDIO EDUCADORA DE PARNAÍBA S/A

    MUSSA DEMES (PFL-PI)
    RÁDIO CHAPADA DO CORISCO LTDA
    RÁDIO VALE DO PAJEÚ LTDA

    NELSON PROENÇA (PPS-RS)
    EMISSORAS REUNIDAS LTDA
    EMISSORAS REUNIDAS LTDA

    ODÍLIO BALBINOTTI (PMDB-PR)
    RÁDIO EDUCADORA LTDA

    OLIVEIRA FILHO (PL-PR)
    SAFIRA RADIODIFUSÃO LTDA

    OSVALDO COELHO (PFL-PE)
    RÁDIO E TELEVISÃO GRANDE RIO FM STEREO LTDA
    RÁDIO DA GRANDE SERRA LTDA
    RÁDIO FM VOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA LTDA
    RÁDIO E TELEVISÃO GRANDE RIO FM STEREO LTDA
    RÁDIO E TELEVISÃO GRANDE RIO FM STEREO LTDA

    PAULO LIMA (PMDB-SP)
    RÁDIO DIÁRIO DE PRESIDENTE PRUDENTE LTDA
    TV FRONTEIRA PAULISTA LTDA

    PEDRO FERNANDES (PTB-MA)
    RADIO DIFUSORA DE MOSSORÓ SA
    SISTEMA MARANHENSE DE RADIODIFUSÃO LTDA

    PEDRO IRUJO (PMDB-BA)
    RADIO SERRANA FM LTDA
    RADIO SERRANA FM LTDA
    RADIO SERRANA FM LTDA
    RADIO CLUBE RIO DO OURO LTDA

    RICARDO BARROS (PP-PR)
    FREQUENCIAL EMPREENDIMENTOS DE COMUNICAÇÃO LTDA

    ROBÉRIO NUNES (PFL-BA)
    RÁDIO FM MACAUBENSE LTDA

    ROMEU QUEIROZ (PTB-MG)
    RÁDIO PRINCESA DO VALE LTDA

    SANDRA ROSADO (PSB-RN)
    RÁDIO RESISTÊNCIA DE MOSSORÓ LTDA

    SARNEY FILHO (PV-MA)
    TELEVISÃO MIRANTE LTDA
    RÁDIO MIRANTE LTDA

    SEVERIANO ALVES (PDT-BA)
    PAIAIA COMUNICAÇÃO LTDA

    WANDERVAL SANTOS (PL-SP)
    RÁDIO ARATU LTDA
    REDE RIJOMAR DE RADIODIFUSÃO LTDA
    RÁDIO CULTURA DE GRAVATAÍ LTDA
    RÁDIO LIBERDADE FM DE SANTA RITA LTDA
    RÁDIO DIFUSÃO E CULTURA LTDA
    RÁDIO CONTINENTAL FM LTDA

    ZÉ GERARDO (PMDB-CE)
    RÁDIO METROPOLITANA DE FORTALEZA LTDA

    * Carlos Rodrigues (PL-RJ) e José Borba (PR), ex-líder do PMDB na Câmara, renunciaram ao mandato de deputado, suspeitos de envolvimento no esquema de mensalão.

    Fonte: Levantamento feito pelo professor Venício A. de Lima com base em dados da Câmara dos Deputados (18/08/2005) e do Ministério das Comunicações (05/08/2005).

    Atualizada em: 30/04/2013 ás 10:25

    Fonte: http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/exclusivo-a-bancada-dos-donos-de-radio-e-tv/

Euler

26/09/2014 - 21h33

Tentei acessar no final da tarde e não consegui. Outras pessoas podem ter tido o mesmo problema. De toda forma, 600 mil para um dia é muita coisa, mostra que há uma militância virtual muito ativa, especialmente se considerarmos o horário da tarde, numa sexta-feira. A reprodução a posteriori certamente superará a marca de 1 milhão de acessos.

No Jornal Nacional de hoje, a Globo disse que a presidenta “não fez campanha” hoje e apenas deu entrevista para “blogueiros ligados ao PT”. Muita cara de pau desta Globo, que continua em plena campanha anti-Dilma e anti-PT. Precisavam ver como foi a cobertura “jornalística” (aspas) dos três candidatos. Primeiro a Globo falou sobre a contradição entre o baixo crescimento econômico e o pleno emprego, finalizando com a opinião de um economista que ameaçou: se o país não voltar a crescer o desemprego aumentará.

Na sequência, a Globo focalizou a campanha de Aécio, sempre rodeado de muita gente e sorridente, falando adivinhem sobre o quê? Claro, sobre como ele fará o Brasil retomar o crescimento econômico, gerando mais empregos, e blá, blá, blá. Conversa oca, mas ligada à reportagem anterior da Globo. Uma clara campanha eleitoral em favor do candidato tucano.

Já Marina também foi focalizada nos melhores momentos: rodeada por apoiadores, com a fala decorada de costume, aquela retrato de pureza moral e ética que só os bestas acreditam.

Já Dilma, claro, foi focalizada nos piores momentos. O cinegrafista apresentou a presidenta isolada, andando sem ninguém ao seu redor, e depois falando com gestos e palavras que não diziam nada, descompassados.

O que a Globo faz contra Dilma é criminoso e mereceria uma denúncia formal nacional e mundial. Nós, brasileiros, especialmente os de baixo, não podemos continar aceitando isso.

Dá vontade de ir no estúdio da Globo e colocar fogo naquele prédio. Claro que se trata de uma expressão de indignação apenas, da minha parte, e jamais faria isso, mesmo contra uma emissora que conspira dia e noite contra o povo brasileiro. Vamos derrotá-la nas urnas. Mas, que é revoltante é.

Que a presidenta Dilma, Lula e o PT aprendam a lição sobre o papel dos meios de comunicação no Brasil. Eles, nas mãos de uma máfia midiática, estão matando o nosso povo, as nossas conquistas, os nossos sonhos.

Viva o povo brasileiro! Apesar das manipulações midiáticas, vamos derrotar mais uma vez a direita golpista. Nas urnas e nas ruas, quando necessário.

Responder

Fabio Passos

26/09/2014 - 21h22

Já passou da hora de enfrentar os pilantras do PiG.

Avante, Presidenta Dilma!

Vamos detonar estas oligarquias canalhas que odeiam o povo brasileiro!

Responder

Walter

26/09/2014 - 21h00

Vou anotar pra cobrar.
Forçado pela ótica Do menos pior e para combater a ameaça evangélica que durante três anos eu prenunciei nessas páginas, estou de novo votando e pedindo voTo no PT.
Dilma diz que vai fazer a lei da mídia, pelo que eu entendi. Ou simplesmente está jogando pra platéia?
E os impostos dona Dilma?
Vamos parar de taxar a renda e o consumo e vamos começar a taxar o patrimônio?
Chega de imposto regressivo que penaliza os mais pobres e a classe média.
Os inimigos saíram da toca nessa campanha Presidenta.
Que o próximo mandato seja o da escolha dos que a escolheram D Dilma.
pau no Itaú, pau nos bancos privados, pau nos milionários, pau na Globo, pau no PIg.
Lei dos meios, imposto sobre fortunas e imposto sobre herança e patrimônio. Database pros servidores públicos!
Não me faça arrepender da minha escolha presidenta. fora Vaccarezza, fora Chinaglia, fora Puty, fora. Suplico e a cachorrada pseudotucana que está abrigada no PT.
vamos governar com o povo!

Responder

Lindivaldo

26/09/2014 - 20h12

No programa “Bom dia Brasil” de ontem a Marina criticou a política de combate à inflação de Dilma.

Com a mesma paranoia de seus economistas neoliberais, ou por uma estratégia deliberada, ela teima em enxergar uma inflação represada.

Na mesma linha, a Folha traz também uma reportagem em que o Alexandre Rands, coordenador econômico do programa de Marina, defende para 2015 um choque fiscal e tarifário:

folha.uol.com.br/poder/2014/09/1522206-assessor-do-programa-de-marina-para-economia-projeta-ajuste-fiscal-grande.shtml

Recentemente, o Eduardo Gianetti, conselheiro de Marina, disse ao Valor Econômico como e quando os ajustes e medidas impopulares deveriam ser aplicados.

Em resumo, a Marina e sua equipe econômica, incluídos o Lara Resende e a Neca Setúbal, são unânimes e perfeitamente sincronizados com o capital especulativo.

Mas se enrolam quando prometem o crescimento do País e a manutenção do emprego e dos programas sociais.

Porque a História e os números conspiram contra os fatos, diante das contradições e dos abismos entre o capital e o trabalho.

Então, quais seriam, na verdade, os impactos do neoliberalismo de Marina sobre os trabalhadores?

E o que realmente poderia acontecer com os programas sociais?

A tais indagações, coube ao próprio Gianetti responder fria e detalhadamente na entrevista abaixo num rebuscado economês:

http://jornalggn.com.br/noticia/ao-valor-giannetti-fala-sobre-programa-economico-de-marina

Segundo o Gianetti, o Brasil convive com uma inflação artificialmente controlada por preços administrados que estariam represados.

Embora ele não explique como uma inflação pôde ficar sob pressão e ao mesmo tempo baixa por quase doze anos e ainda em trajetória descendente.

Pois, comparando-se as taxas médias inflacionários por gestões, temos: FHC, 9,56%, Lula, 6,46%, e Dilma 6,08 ate 2013.

Pois bem, com base nesta falsa premissa, ele defende uma imediata elevação geral dos preços da gasolina, da energia e de outras tarifas.

Claro que, com um choque tarifário, associado ao oportunismo previsível de alguns segmentos da produção, eles planejarão produzir uma alta inflacionária.

Que será empurrada para a população, com o apoio da mídia, como se realmente decorresse da propalada inflação represada, pondo-se, é claro, a culpa no governo anterior.

E esta estratégia político-econômica será apenas a porta aberta pela qual o neoliberalismo retornará com todo poder para deitar e rolar.

Pois, a partir daí, o Banco central, mais poderosos do que nunca, entrará em cena para elevar a taxa Selic ao bel prazer do mercado financeiro.

E tudo sob o velho pretexto de conter o consumo.

De imediato, e em cascata, elevar-se-á a taxa de juros de curto prazo e a redução da oferta de crédito.

Do jeito que os bancos sempre sonharam: emprestar pouco e com juros altos.

Com Lula e Dilma ganharam bastante, mas se arriscaram demais ao emprestar muito com juros a menos.

Pois, no neoliberalismo de FHC, operaram a uma taxa média de juros reais de 17%; enquanto que na gestão de Lula,a 8,2% ; e, na de Dilma, a 3,3%.

Além disto, tiveram que competir com os bancos públicos para acompanhar a expansão de crédito.

Que, de 2003 a 2007, foi de 150%; e que, logo depois, chegou a 37% do PIB – R$ 1 trilhão- ou seja, um mercado de crédito jamais visto.

E que exige competição, compromisso com a produção e risco, nada condizente com as manhas de qualquer capital especulativo.

Mas, para eles – os infalíveis neoliberais – a expansão do crédito teria sido um afrouxamento da perna monetária.

Então, conforme o Gianetti, repetir-se-á o combate à inflação por métodos ortodoxos do neoliberalismo que provocarão sempre sequelas irreversíveis à sociedade.

Tais como a volta de demissões em massa, reduções de salários e substituição de contrato de trabalho por terceirização.

Em seguida, segundo aquele economista, aplicar-se-á o choque fiscal, iniciando-se pelo corte do crédito subsidiado.

Que disparará duplamente a TJLP e destruirá os programas sociais com base no crédito subsidiado.

Entre outros, serão atingidos em cheio os setores de Habitação: Minha Casa, Minha Vida; da Agricultura; e da Educação: o Fies.

Na Indústria, inviabilizar-se-á qualquer investimento, por conta do aumento da TJLP pressionado pelo aumento da taxa Selic e pelo corte do subsídio.

Ou seja, a “operação desmame” do Setor, utilizando-se das próprias metáforas de Gianetti..

E quanto aos demais programas sociais, tais como, o Bolsa Família?

Responde o Gianetti em seu quadradismo neoliberal: somente se houver o “equilíbrio fiscal”.

Ou melhor, nunca!

Ou, quem sabe, subsistirá minguado, com um orçamento irrisório, simbólico, reduzido…

Pois, se vão provocar uma recessão, para combater uma inflação imaginária, de onde vão tirar recursos para os programas sociais?

Responder

    AlvaroTadeu

    27/09/2014 - 15h01

    Oi, Lindivaldo, só uma correção: o IGPM médio da Administração Fernando Henrique Cardoso foi de 12,56%, Mais ou menos o dobro da média do período Lula (6,46%). E, acrescente-se, a meta de inflação para 2002 foi de 3,5%, para uma inflação real de 12,53%, mais de 3 vezes o centro da meta, sob o silêncio obsequioso da imprensa corrupta,vendida, entreguista e antinacional.

FrancoAtirador

26/09/2014 - 20h04

.
.
Dilma Vana com a “Nova Imprensa”

Fotos dos Bastidores no “Muda Mais”:

(http://mudamais.com/ocupe-politica/dilma-e-nova-imprensa-confira-os-bastidores)
.
.

Responder

Fabio Passos

26/09/2014 - 20h00

Prá cima do PiG, Presidenta!

Estas oligarquias decrépitas são o atraso do Brasil.
Vamos mandar a casa-grande pelos ares!

Responder

FrancoAtirador

26/09/2014 - 19h46

.
.
Bom que o BraSil, nos Governos do PT,

passou ser comparado com a Alemanha.

Estivéssemos, hoje, num governo do PSDB,

e a Economia braZileira seria comparável

a de Espanha, Croácia, Chipre ou Portugal.
.
.
12/09/2014
Negócios Online, via ANERH

Portugal “comemora” desemprego de 14,6%

Desemprego em Portugal recua
para mínimos de Dezembro de 2011

A taxa de desemprego em Portugal
desceu três décimas em Maio,
situando-se nos 14,3%.

Apesar da melhoria, desemprego em Portugal
é o 4º mais elevado da União Europeia

A melhoria no mercado de trabalho em Portugal começou a recuperar de forma constante a partir de Maio de 2013, depois de, em Fevereiro do ano passado, ter tocado um máximo histórico nos 17,4%.

No primeiro trimestre de 2014, o PIB caiu 0,7% relativamente ao trimestre anterior e cresceu 1,2% face ao período homólogo mas, estima o Citigroup, a quebra será compensada por uma recuperação no segundo trimestre do ano.

O mercado de trabalho está a melhorar,
mas o número de desempregados é ainda elevado.

Ainda assim, a taxa de desemprego em Portugal
é a quarta maior da União Europeia
entre os países com dados disponíveis,
a seguir a Espanha (25,1%), Croácia (16,3%) e Chipre (15,3%).

(http://www.anerh.pt/NoticiasRH/Detail/22916/desemprego-em-portugal-recua-para-minimos-de-dezembro-de-2011)
.
.
27/01/2012
Jornal de Notícias, via ANRH

Espanha supera barreira histórica dos 5 milhões de desempregados (*)

O número de desempregados em Espanha aumentou em 295 mil pessoas no quarto trimestre de 2011, alcançando o valor recorde de 5.273.600, com a taxa de desemprego a subir para os 22,85%, segundo dados divulgados esta sexta-feira. (**)

Os dados foram revelados no Inquérito da População Activa (EPA, na sua sigla espanhola) do Instituto Nacional de Estatística (INE) espanhol, confirmando que Espanha tinha no final do ano a maior taxa de desemprego desde o primeiro trimestre de 1995, quando chegou aos 23,49 por cento.

Paralelamente, continua a cair o número de pessoas que integram a população activas, com menos 348700 trabalhados activos para 17.807.500, com uma taxa de actividade que recuou até aos 59,94%.

O número de lares com todos os seus membros desempregados aumentou em quase 150 mil para 1.575.000, tendo o número de lares com todos os seus elementos a trabalhar caído em 212.300 para 8.846.100.

O número de pessoas sem emprego subiu, entre Outubro e Dezembro, especialmente entre pessoas de 25 e 54 anos (286 700 pessoas), seguido das de 55 anos e mais (42 400).
O desemprego baixou entre os espanhóis com idades entre os 20 e os 24 anos (6 400) e entre os 16 e 19 anos (27 400).

Desemprego entre estrangeiros chega ao 32,8%

No últimos três meses de 2011, 71500 estrangeiros ficaram desempregados, subindo para 1 225 800 o total de estrangeiro no desemprego no país vizinho. Representam 34,82% do total da taxa de desemprego.

Andaluzia, com 32,23%, é a comunidade que regista a maior taxa de desemprego, com um total de 1,2 milhões de desempregados, no final de 2011.
Segue-se a região das Canárias, com 30,93% e 341 900 desempregados.

(http://www.anerh.pt/NoticiasRH/Detail/20911/espanha-supera-barreira-historica-dos-5-milhoes-de-desempregados)

(*) Em 2011, a Espanha tinha cerca de 47 milhões de habitantes.
A partir de 2012, a população espanhola começou a diminuir,
principalmente devido ao êxodo de pessoas que abandonaram
aquele belo País da Península Ibérica, em busca de trabalho.

(http://abre.ai/populacao_espanha_diminui)

(**) Em abril de 2014, a taxa de desemprego na Espanha atingiu 25,93%,
perfazendo um total de 5.933.300 ou cerca de 6 milhões de desempregados.

(http://imgur.com/aC4giec)
i.imgur.com/aC4giec.png
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    26/09/2014 - 22h59

    .
    .
    Adendo

    Para não ser injusto com Aério Naves:

    Se a (des)governante fosse a MariNéca,

    com o Banco Central do Itaú Independente,

    a situação do Brasil estaria ainda pior

    do que a dos países da periferia da Europa.
    .
    .

Gerusa

26/09/2014 - 19h13

…me impressionou não falarem de meio-ambiente e da condição dos povos indígenas.

Responder

    Walter

    26/09/2014 - 21h06

    Ainda bem
    Chega de verdísmo imperialista e indigenismo.
    ou o índio é brasileiro e se integra as necessidades da nação brasileira ou vai sobrar.
    Chega desse papo furado de índio com mais terra que qualquer cidade brasileira.
    A Amazônia é do povo brasileiro e não de meia dúzia de índios e seus tutores americanos, inglês e alemães.

    Giusepe

    23/02/2015 - 11h06

    Caro Walter, imagine se não fossem os Indios brasileiros a defender historicamente nossas fronteiras, preservando a natureza para que nossos descendentes pudessem conhecer as matas naturais as cachoeiras. etc…., não se esqueça que os verdadeiros donos da Terra Brasilis são os Índios, quando os europeus dos quais somos descendentes aqui chegaram,bem que tentaram,mas não conseguiram escraviza-los ou mesmo corrompe-los,muito diferente dos mercenários corruptos trazidos pela corte portuguesa, dos quais os brasileiros herdaram a corrupção, o tal ” jeitinho brasileiro”. Esse discurso de ódio contra os Índios é totalmente descabido,os caras são a origem do Brasil (puros sangue), e nós somos o resto da porra dos invasores Europeus…..

Deixe uma resposta