VIOMUNDO

Paulo Preto, que Serra diz desconhecer, inaugurou Rodoanel junto com Serra

12 de outubro de 2010 às 13h29

O vídeo é dica do leitor Dilson.

Quando Serra aparece na inauguração do Rodoanel, cercado por operários de macacão laranja, Paulo Preto está agachado na fila dianteira.

No entanto, o candidato do PSDB diz que não conhece Paulo Preto:

“Eu não sei quem é o Paulo Preto. Nunca ouvi falar. Ele foi um factóide criado para que vocês (imprensa) fiquem perguntando”, disse o tucano em Goiânia, quando perguntado por repórteres (alguem tem o vídeo?).

Quer saber quem é o Paulo Preto?

Clique aqui.

Quer saber o clima criado na plateia do primeiro debate do segundo turno, na TV Bandeirantes, quando Dilma Rousseff mencionou Paulo Preto?

Clique aqui.

Aqui, entrevista de Paulo Preto à Folha (dica do leitor Odranoeljr)

Folha – A candidata Dilma Roussef disse que o sr. fugiu com R$ 4 milhões. O sr. pretende tomar alguma providência contra ela?

Paulo Preto – O que eu posso dizer é que a candidata Dilma só fala o que ela prova. Eu gostaria que ela provasse que eu sumi com o dinheiro e gostaria que o candidato Serra se posicionasse e dissesse se eu sumi com o dinheiro, porque ele é bem informado sobre minhas ações no governo. Por que eu? Porque eu cuidei das maiores obras. Fiz, paguei, terminei no prazo, os empresários tiveram lucro e doaram para a campanha muito mais do que R$ 4 milhões –isso é irrisório perto do que eles doaram. Acho leviano o pessoal do PSDB fazer essas acusações como fez na revista “IstoÉ”. Tomei medidas judiciais contra Evandro Losacco e Eduardo Jorge que vão responder por danos morais. Os demais que me acusaram já se retrataram.

Não somos amigos, mas ele [Serra] me conhece muito bem. Até por uma questão de satisfação ao país, ele tem que responder. Não tem atitude minha que não tenha sido informada a ele. Acho um absurdo não ter resposta, porque quem casa consente.

Por que o sr. acha que dirigentes tucanos disseram à imprensa que o sr. arrecadou dinheiro de empresários e não repassou ao PSDB
?

Ninguém nesse governo deu condições das empresas apoiarem mais recursos politicamente do que eu, ninguém fez mais do que eu fiz. O que é o gestor público, o que é a empresa privada? Todas elas, sabidamente, desde D. Pedro, apoiam campanha política. Eu vou falar da campanha política oficial. Como é que as empresas apoiam? Apoiam porque prestam um serviço tanto para a iniciativa privada quanto para o governo. E o que eles esperam do gestor público? Que seja cumprido o que é combinado com eles: prazo e pagamento. Para cumprir prazo, o gestor público tem que providenciar o que? Frente de obra nas condições…. meio ambiente, desapropriação, reassentamento, deixar os caras entrarem, cumprir o prazo e receber. Então, eu sou o gestor público que mais condições deu a eles. Se quiserem, é um direito deles, de propiciarem, terem recursos para apoiar politicamente quem eles quiserem. É um direito deles.

Então, por ter honrado esses compromissos de prazo e investimento, o sr. seria a pessoa mais credenciada…

Eu fui o cara desse governo mais bem-sucedido em entrega de empreendimentos. Não tenha dúvidas disso. Não sou interlocutor [das empresas]. O governo nunca me pediu isso. Eu estive com o governador Serra umas dez vezes, ele nunca me pediu nada disso. Se o empresário tiver lucro, ele apoia. Se não tiver, não apoia. Na lista de apoio aos candidatos estará o nome de todas essas empresas [que trabalharam no Rodoanel, Marginal e Jacu Pêssego].

Dia 11 de agosto sai uma matéria dizendo que os senadores, candidato a governador viraram as costas para o Serra. No dia 18, o Eduardo Jorge, que nunca me viu na vida, Evandro Losacco, que nunca me viu, José Aníbal, que nunca me cumprimentou, nunca trocou uma palavra comigo…. Uma semana depois soltam uma matéria dizendo que eu arrecadei R$ 4 milhões, mais que o PSDB nacional, e ainda no caixa dois. Sai a entrevista, uma semana depois o EJ vem e diz que não falou nada daquilo. Foi a primeira vez que me chamaram de Paulo Preto. Eu nunca tinha ouvido ninguém me chamar assim. O apelido ou é depreciativo ou é carinhoso. Não sou um alemão…

O que me espanta nesse sr Eduardo Jorge, que eu não conheço, é que ele processou todos os veículos de comunicação por terem feito com ele o que ele fez comigo agora. A mesma coisa o sr. Losacco. Ele é candidato. Eu fico abismado… Eu só fiz o bem para esse pessoal. No primeiro dia que saiu, eu me reuni com o meu advogado e disse: quero processar esses caras. Eu trabalhei para um governo que eu imagino honesto até hoje. O governador é correto. O Aloysio, o [Francisco] Luna, [secretário de Planejamento,] são corretos. Os caras mentiram.

Eu procurei o sr. Aloysio. Por meio da assessoria, ele disse que não tinha declarações a dar a seu respeito, que tudo que tinha a dizer sobre esse assunto ele já havia dito em uma nota no ano passado. Isso é amigo?

Eu sei que eu sou amigo dele. E a mim ele sempre deu demonstração de amizade. Fui com o Aloysio para Brasília, quando ele assumiu a Secretaria Geral da Presidência. Precisava tocar os programas do presidente, o Brasil Empreendedor Rural, micro, pequenas e médias empresas, crise energética. Fui trabalhar com Pedro Parente, puta executivo. O cara que falar mal dele e do Lula para mim tá condenado. Os incompetentes não me entendem, só os competentes.

O povo não podia entrar no Palácio [do Planalto]. Eu disse: “Aloysio, o povo tem que entrar no Palácio”. É isso que esse presidente [Lula] faz. É o “Cara”. E não sou eu quem diz isso, é o [presidente dos EUA,] Barack Obama.

Eram 17 ministérios, e eu só sentava com o cara abaixo do ministro, gente que tinha comando. Recebia em Brasília todos os executivos de todos os órgãos públicos do Brasil inteiro. Fui à casa do presidente duas ou três vezes, mas ele não me conhece.

Depois eu não quis vir para a Prefeitura [de São Paulo, com José Serra] porque eu achava que não tinha uma coisa dentro da minha capacidade para realizar.

Aloysio é o braço direito do Serra, o número um. O Aloysio foi o braço direito dele. É impossível ter acontecido alguma coisa nesse governo Serra sem Francisco Vidal Luna, [secretário de Planejamento]. Aliás, governo Serra é Francisco Vidal Luna, Mauro Ricardo, [secretário de Fazenda] e Aloysio Nunes Ferreira. Só a eles que que me reportava. Mais ao Luna, que é técnico, menos ao Aloysio, que é político.

Aí o mercado queria fazer a Marginal –as empresas Andrade, Camargo…. precisavam de um profissional. Eu ia ser vice-presidente da Dersa, que é o pior cargo do mundo. Eu não aceito ser vice em lugar nenhum. A Marginal começou a ir pra frente. Conheci o Luna, e aí dei a ideia da Jacu-Pêssego, parada desde Jânio Quadros, com problemas no TCU. Consegui fazer um convênio e trazer a obra para a Dersa. Negociei, reduzi em 23% o preço. Foi a primeira, a única obra inaugurada na Dersa nesse período. Eu era diretor de Relações Institucionais. Criou-se essa diretoria, que fazia os convênios das obras, como a Marginal e a Jacu-Pêssego.

Acabou o governo do Alckmin e eu continuei na administração. Não digo que gosto de todos, mas fui o único que continuei no governo.

E quem não queria?

Eu já estava lá na transição. Eu queria ter sido diretor de Engenharia da Dersa. Quem entrou na época foi o Thomaz de Aquino… toda a equipe do [governador Alberto] Goldman. No princípio, eu não era da equipe deles, não fui indicado por eles. O Mauro Arce, [secretário de Transportes], indicou o diretor de engenharia, uma pessoa honesta, mas, sinto muito, ele não tinha condição de ser diretor de engenharia. O setor público, quando se faz a nomeação de uma pessoa, tem que ver a vida pregressa dela. Será que alguém acreditava que o Dunga poderia dar certo se ele nunca foi técnico de nada? E o Maradona? Foram grandes jogadores.

Nessa época não se falava em Rodoanel. O governo achava que era impossível fazer o Rodoanel. Nem vou falar mal do [Mauro] Arce, ele sempre acha tudo impossível. Para que colocar data se você pode só colocar meta? Eu disse ao governo: eu faço o Rodoanel.

Quando o sr. entrou na Dersa?

Em 2005, no governo Alckmin, para cuidar da Marginal. Em 2007 veio o Rodoanel. Aí o pessoal que estava lá começou a me respeitar. Eu coloquei data: 27 de março de 2010, às 11h45 –porque eu gosto de quarto de hora, não porque 45 tenha simbologia com alguma coisa. Todas as obras que eu coordenei tinham data e hora para terminar. Já ouvi declaração do governador atual [Alberto Goldman] que não é isso: que o importante é ter meta. Para mim, o importante é ter data.

Por que tiraram o sr. da Dersa?

Porque eu sou uma ameaça para os incompetentes.

Pela minha maneira de ser, de eu me posicionar. Acredito que o próprio governador, o meu estilo não era o estilo dele, não era o estilo do Arce. Eu recebi por escrito aqui os cinco mandamentos que regem a vida do Mauro Arce: “Não pense. Se pensar, não fale. Se falar não escreva. Se escrever, não assine. Se escrever e assinar, aguente as consequências”. Ele é um sábio. Tudo isso aconteceu comigo.

O sr. já levantou fundos para campanhas políticas?

Nenhuma vez, para ninguém, nem para o Aloysio.

Já recebeu dinheiro de empreiteiro?

Nem uma única vez.

Já pediu?

Nunca.

Já ofereceram?

A mim? Não.

Nunca arrecadou recursos mesmo?

Não.

E de onde o sr. acha que surgiu a história desse caixa dois de R$ 4 milhões?

Eles pediram para os empresários, que não quiseram dar. Esse cara cuidou das [estradas] vicinais [Losacco], por indicação do governador. Eu acho que quem criou a matéria foi ele. Acho que não foi Eduardo Jorge. Acho que quem criou esse assunto não foi a imprensa. Eu tenho um raciocínio íntimo. Qual o cara que mais apareceu no governo Serra? Qual o único cara que foi demitido? Eu. Qual o único cara que entregou todas as obras no horário marcado? Eu.

E agora o que o sr. está fazendo?

Eu agora só vivo por conta de entrevista, bracelete da [joalheria] Gucci….

O sr. foi denunciado criminalmente à Justiça e hoje responde a ação penal em decorrência de tentar avaliar uma joia que teria sido roubada.

Se fosse autêntico e se valesse aquilo eu ia comprar aquele bracelete e daria pra minha mulher no final do ano. Comprei uma joia, sem nota –quem disser que dá nota está mentindo. Fui para o meu carro e, quando vi que era da Gucci, decidi saber se era autêntico. Cheguei na Gucci e disse: “é possível você avaliar a autenticidade dessa joia”? A vendedora pegou a joia e foi lá para dentro. Eu fiquei experimentando sapato. Chamaram a polícia. Me pediram documento. Eu não ando com documento. Assinei um termo dizendo que me dispunha a ir à delegacia prestar esclarecimento como testemunha. Fui para a delegacia com meu carro, dirigindo. Depois chegou a delegada e disse “tá todo mundo preso”. Armaram e eu caí, tudo bem. Mas esse negócio de caixa dois, isso não.

Foto de Serra ao lado de Paulo Preto, dica da leitora Annita:

 

107 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

SÃO PAULO, O ESTADO ONDE NÃO EXISTEM CORRUPTOS. – Toninho Kalunga

25/07/2016 - 13h43

[…] No entanto, o então candidato à presidência da República pelo PSDB diz que não o conhece: “Eu não sei quem é o Paulo Preto. Nunca ouvi falar. Ele foi um factoide criado para que vocês (…”, disse o tucano em Goiânia em 11 de outubro de 2010, quando perguntado por repórteres por […]

Responder

Augusto

13/10/2010 - 13h51

O pior do paulo preto é a matéria abaixo:
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff17122

Filha de PAULO PRETO, diretor da Dersa, atua para empresa do Rodoanel

Priscila de Souza trabalha em escritório que defende o consórcio que constroi o trecho sul do Rodoanel.

A advogada das empreiteiras depositou R$ 250 mil reais na conta do Aloysio Nunces, chefe da casa civil do governo Serra e se defende: foi só um empréstimo.

A filha de outro tucanão também trabalha no mesmo escritório: Nathália Annette Vaz de Lima, filha do líder da gestão Serra na Assembleia Legislativa, José Carlos Vaz de Lima (PSDB). A matéria abaixo não diz se ela faz empréstimos.

JOSÉ ERNESTO CREDENDIO
ALENCAR IZIDORO
DA REPORTAGEM LOCAL
A filha de Paulo Vieira de Souza, diretor da Dersa, empresa do Estado responsável pela construção do Rodoanel, é advogada das empreiteiras contratadas pelo governo de São Paulo para construir a alça sul do anel viário em pelo menos um dos processos do TCU (Tribunal de Contas da União) que apontou indícios de superfaturamento no projeto.
Priscila Arana de Souza trabalha no escritório Edgard Leite Advogados Associados, que defende as mesmas construtoras no TCE (Tribunal de Contas do Estado) em casos que envolvem as obras do Rodoanel.
O escritório onde ela trabalha é especializado em atender grandes empreiteiras e ainda atua em processos na Prefeitura de São Paulo para a EIT (Empresa Industrial Técnica).
Neste ano, a EIT dividiu com a Egesa, por R$ 456 milhões, metade da obra da Nova Marginal, também gerenciada pelo engenheiro Paulo de Souza, diretor da Dersa.
Formada pela FMU (Faculdade Metropolitanas Unidas) em São Paulo em 2002, Priscila foi contratada em junho de 2006, quando seu pai já trabalhava na estatal.
Procurada pela Folha por três semanas, ela não respondeu ao pedido de entrevista.

Camargo Corrêa
Uma das empreiteiras do Rodoanel que é cliente do escritório é a Camargo Corrêa.
Segundo a Polícia Federal, há suspeitas de que a empresa tenha pago propina ao diretor da Dersa e pai dela por conta da obra do anel viário, no âmbito da Operação Castelo de Areia.
A Procuradoria da República, em São Paulo, requisitou a inclusão de Paulo de Souza na lista de autoridades investigadas por suspeita nas irregularidades em obras públicas.
Além das investigações do TCU, a obra do Rodoanel também é investigada pela Procuradoria da República e pelo Ministério Público Estadual.
No mês passado, vigas de um viaduto em construção no trecho sul desabaram sobre a rodovia Régis Bittencourt, deixando três feridos.
O consórcio responsável por esse trecho da obra (formado por OAS, Mendes. Jr e Carioca) também é um dos defendidos pelo escritório de advocacia onde trabalha Priscila.
Mais recentemente, em fevereiro deste ano, esse escritório contratou mais uma advogada próxima a autoridades do governo paulista -Nathália Annette Vaz de Lima, filha do líder da gestão Serra na Assembleia Legislativa, José Carlos Vaz de Lima (PSDB).
O deputado estadual Vaz de Lima é um dos políticos mais ligados a Aloysio Nunes. Ambos são de São José do Rio Preto (SP) e têm base política na cidade. Via assessoria, o deputado disse que não há nenhum problema no fato de sua filha trabalhar no escritório.

Empréstimos
A família de Paulo de Souza tem ligações estreitas com o secretário de Estado da Casa Civil, Aloysio Nunes Ferreira Filho, um dos pré-candidatos do PSDB ao governo de SP, caso José Serra não dispute o cargo.
Em 2007, a advogada e sua mãe, Ruth, fizeram um empréstimo de R$ 300 mil a Aloysio Nunes -Priscila respondeu pela maior parcela, R$ 250 mil.
Aloysio diz ter usado o dinheiro para pagar parte do apartamento que comprou em Higienópolis e que quitou todo o valor até este ano, em parcelas, mas tudo sem juros.
Assim como o diretor da Dersa, Aloysio também é citado nas investigações da PF que envolvem a Camargo Corrêa. O chefe da Casa Civil paulista é apontado como suposto beneficiário de um repasse de US$ 15.780, pago pela empreiteira em 1998. Ele diz que todas as doações que recebe são legais.

Responder

Nilton

12/10/2010 - 22h43

O serra falou q a dilma fala uma coisa e depois fala outra, ou seja, segundo ele duas caras; Então como qualificar ele propiro q falour q não conhecia o Paulo Vieira(paulo preto) e agora já diz conhecer? Como dizia outro "Peroba nele"

Responder

Jeferson Melo

12/10/2010 - 22h32

A Folha não publicou essa entrevista. Quem leu o jornal teve acesso uma matéria com declarações muito mais amenas – ou amenizadas. Detalhe: a chamada de capa da Folha – abaixo da dobra – foi "Ex-secretário da Dersa cobra defesa de Serra". Será que amanhã a Folha vai dizer que o Serra obedeceu?
O jornal do rabo preso com o Serra descobriu que o Serra tem o rabo preso com outro.

Responder

marlon

12/10/2010 - 22h11

Azenha,
postei hoje pela manhã no Nassif a matéria d'O Popular em que Serra dizia não conhecer este tipo. Ela está aqui:

"PT cria factóides para a imprensa, diz tucano
Pressionado a responder os ataques da adversária Dilma Rousseff (PT) em relação à suposta privatização da exploração da camada do pré-sal, que estaria sendo planejada pelo PSDB, e de corrupção dentro da campanha tucana, o candidato a presidente José Serra (PSDB) usou ontem, em Goiânia, a estratégia de atacar para se defender. O tucano falou em "privatização política" dos Correios e acusou o PT de criar "factóides" para serem repercutidos pela imprensa.
O fato criado pelos adversários, segundo Serra, foi a acusação de Dilma de que um assessor da campanha tucana teria sumido com R$ 4 milhões. Esse assessor seria Paulo Vieira de Souza, mais conhecido por Paulo Preto, que foi diretor de uma estatal paulista de obras rodoviárias, a Dersa, durante a gestão tucana no Estado.
O presidenciável afirmou desconhecer quem é Paulo Preto. "Isso é pauta petista. Eu nunca ouvi falar", disse.
Depois que um repórter insistiu "aquele da campanha, que teria sumido com o dinheiro", Serra reforçou: "Nunca ouvi falar disso. Eles falam isso para que vocês (a imprensa) perguntem".
Em seguida, o tucano acusou Dilma de ter falado coisas ininteligíveis no debate da TV Bandeirantes. "Primeiro, que não é fácil entender o que ela estava dizendo. Segundo, não vou gastar horas com coisas que não tenho a menor ideia e que são bobagens", disse.
Serra criticou Dilma por ter citado no debate sua mulher, Mônica Serra. "Foi uma surpresa que volte a atacar minha família. Campanha eleitoral é para discutir propostas, é para comparar os candidatos, para apresentar o que fizeram." A petista citou que foi acusada por Mônica de ser a favor "da morte de criancinhas".
Sobre o tom mais agressivo da adversária, Serra disse que era uma hipótese já considerada. "Acho mesmo que a Dilma foi treinada para produzir declarações que possam ser usadas no programa de TV", afirmou Serra. Todas as polêmicas levantadas pela petista foram usadas ontem mesmo no horário eleitoral gratuito.
Sobre o suposto plano de privatizar o pré-sal, Serra classificou a declaração de "coisa eleitoral" e partiu para a exploração dos escândalos recentes de corrupção que envolveram os Correios.
"O PT é o partido mais privatizante que existe", acusou. Serra repetiu que vai "reestatizar" os Correios e outras empresas que estariam sendo usadas pelo governo para ações políticas.
"Como é o caso dos Correios e Telégrafos, que funcionam como empresa privada do ponto de vista político. Vou fortalecer as empresas estatais, que estão consumidas pela corrupção, pelo empreguismo e pelos negócios", ressaltou.
O presidenciável falou ainda de lisura e eficiência na administração pública e se comprometeu a fortalecer também a Caixa Econômica Federal, a Petrobras, o Banco do Brasil e o BNDES: "Vou estatizá-las, funcionam como se seus donos fossem privados, mas o dono é o povo brasileiro".
http://www.opopular.com.br/#12out2010/politica-31

Responder

Baixada Carioca

12/10/2010 - 22h05

Num primeiro momento negou conhecer o comparsa, mas a blogosfera esclarece imediatamente as mentes esquecidas. Agora, ao reconhecê-lo, deixa os outros comparsas, os que denunciaram, com a pecha de mentirosos.

Responder

Messias Macedo

12/10/2010 - 21h25

PARA NÃO FICARMOS NESTE LERO-LERO, NESTE LEVA E TRAZ RECADO, NESTE TROLOLÓ… CONVOQUEMOS, IMEDIATAMENTE, A GLORIOSA E COMPETENTE POLÍCIA FEDERAL – para evitar que o factóide (sic) Paulo Preto se transforme no escândalo Paulo Preto, principalmente num período eleitoral, o que poderia causar dores na calva do candidato José (S)erra e arranhões em suas mil faces da campanha!… [RISOS] Senão vejamos:
1- Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, publicada nesta terça (12), Paulo [Preto] cobrou que Dilma Rousseff (PT) apresente provas contra ele, mas cobrou também que José Serra, que negou conhecê-lo e insinuou mesmo que Preto não existe o defenda. Ele disse que todas as suas "atitudes" foram informadas a Serra e garantiu: "não somos amigos, mas ele (Serra) me conhece muito bem. Até por uma questão de satisfação ao País, ele tem que responder (…). Acho um absurdo não ter resposta, porque quem cala consente". No debate de domingo, Dilma Rousseff perguntou a Serra o que ele teria a dizer sobre "seu assessor que fugiu com R$ 4 milhões, dinheiro de sua campanha". Ainda na conversa com o jornal Folha de São Paulo, o ex-diretor de engenharia da Dersa deu, segundo o jornal, um recado para antigos companheiros: "não se larga um líder ferido na estrada a troco de nada. Não cometam esse erro". Informações do Terra.
FONTE: http://www.bahianoticias.com.br/

2-Deu certo: Serra entendeu os recados de Paulo Preto – por Renato Rovai – revista Fórum http://www.revistaforum.com.br/blog/2010/10/12/de

… PARA NÃO FICARMOS NESTE “CHOVE-NÃO-MOLHA”… Polícia Federal, câmbio!

IMPORTANTE: “A cobra vai fumar” na sua Casa Civil, candidato José (S)erra!…

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia, República de Nós Bananas

Responder

Walter Decker

12/10/2010 - 20h41

( cont )Trecho – “ …Para Eduardo Hipólito do Rego, ambientalista e ex-secretário do Meio Ambiente de São Sebastião, os dados coletados pela reportagem só traduzem "a situação desesperadora" do sistema de esgoto do litoral norte. " Quase não há estações de tratamento “. Aí está… Eu não sei porque o PT deixa passar essas coisas. O Serra fala tanto de esgoto, de meio ambiente… E no Litoral Norte, a qualidade das praia dos ricos de São Paulo, só PIOROU nos últimos 10 anos ! http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20101010/

Responder

Walter - arquiteto

12/10/2010 - 20h40

Sugestão pra campanha : Focar o descaso com o meio ambiente do Serra. Um ponto é o Tietê, como já foi falado. Outro é a enorme piora das qualidades das praias do Litoral Norte paulista nos últimos 10 anos ( anos tucanos ). O Litoral Norte – São Sebastião, Ilhabela, Caraguatatuba e Ubatuba – é reduto de ricos e classe média alta. E hoje praias que jamais tiveram bandeira vermelha estão impróprias pra banho. O cara sai de uma mansão de 10 milhões de reais de frente pro mar e vai nadar literalmente na merda. Isso tem de ser enfocado pelo programa da Dilma – 10 de outubro de 2010 ESTADÃO : “ Litoral norte paulista registra recorde de praias impróprias na década “ Levantamento feito pelo ''Estado'' a partir de boletins semanais da Cetesb mostra aumento de bandeiras vermelhas até em cartões-postais " (cont )

Responder

    Messias Macedo

    12/10/2010 - 21h34

    Perdão, a campanha da Dilma tem que focar, à exaustão, o escândalo Paulo Preto!… Óbvio, apresentado dados reais e comprovados, e alternando o discurso acusatório com propostas de governo!…

    E VAPT VUPT!

    PANO RÁPIDO!

    "A cobra vai fumar" na Casa Civil do candidato campeão do torneio das "boas" companhias!

    Messias Franca de Macedo
    Feira de Santana, Bahia, República de Nós Bananas

Gerson Carneiro

12/10/2010 - 20h36

Acabo de ler no Yahoo que o Serra passou a defender o Paulo Preto.

"O senhor Paulo Souza era diretor da Dersa. Entrou na Dersa em 2006. E deixou a Dersa quando entrou o novo governador (Alberto Goldman). A relação que eu sempre tive com a Dersa, com a área de transportes, era através do secretário ou do presidente da empresa. Evidente que eu sabia do trabalho do Paulo Souza, que é considerado uma pessoa muito competente e ganhou até o prêmio de engenheiro do ano, no ano passado. Nunca recebi nenhuma acusação a respeito dele durante sua atuação no governo", declarou Serra.

Esse é o mote para Dilma exibir as mil caras do Serra.

Responder

    Mônica Rangel

    12/10/2010 - 21h07

    É Gersão…parece que Paulo Preto andou "refrescando" a memória de Serra!

    Gerson Carneiro

    12/10/2010 - 21h29

    Isto se chama "rabo preso". Bastou uma ameaçazinha do Paulo Preto pra Zé Mil Caras colocar o velho xodó no colo.

adroado

12/10/2010 - 20h32

aluisio nunes saiu de fininho, serra esta desconversando entao, obviamente: paulo preto, aluisio nunes e serra = mensalao de sp com dinheiro de superfaturamento de obras e etc., igualzinho ao arrudao em brasilia!!

Responder

Luciana

12/10/2010 - 20h31

Censura?

Tom Morello, do Rage Against the Machine, comentou no Twitter o fato de a Globo ter cortado da transmissão do show da banda a menção ao MST. "Se a rede de TV cortou as cenas em que aparecia com o boné do MST, é sinal de que estamos vencendo", escreveu.

Responder

EDUARDO

12/10/2010 - 20h14

Serra em Aparecida do Norte diz que Paulo Preto não era responsavel financeiro da campanha que não apanhou dinheiro nenhum e que ele não sabe de nada pois se tivesse apanhado dinheiro ele sabia. Se o MP não entra nisso, se a PF idem como eh que vai se investigar esse assunto se eh caixa 2? Como eh q a Dilma explora isso na campanha talvez do mesmo jeito que exploraram o caso Erenice com base na reportagem da Veja.

Responder

Messias Macedo

12/10/2010 - 20h02

O SORRISO DA MÔNICA (S)ERRA!… O ESCÂNDALO PAULO PRETO!

… Assisti, há pouco, no ‘Jornal da Band’, o José (S)erra tentando se explicar acerca do escândalo Paulo Preto! O que (S)erra bravateia não se escreve, eu sei! O relevante é o sorriso, ao lado, da Mônica (S)erra! O medo bateu-lhe à porta da consciência da gravidade do fato!…
Até o (S)erra, frio e calculista, já se apresentou menos dissimulado – como se estivesse falando, sentido, na calva, o peso de um *trêsointão do Paulo Preto!…
*trêsointão: revólver calibre 38!

Quem faz aqui, aqui mesmo paga! Viu, estropício (S)ERRAnte! Prepare-se que “a cobra vai fumar”!

Polícia Federal, câmbio!

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia, República de Nós Bananas

Responder

Gerson Carneiro

12/10/2010 - 19h47

" Caetano, venha ver aquele preto que você gosta!"

Dona Canô chamou, eu vou
Dona Canô chamou, eu já me vou Dona Canô

Hoje Caetano e Gil
Estão juntos na TV
Outro dia Dona Canô disse
Caetano venha ver
Aquele preto que você gosta
Aquele preto que você gosta
Aquele preto que você gosta"

Dona Canô – Composição: Caetano Veloso

Responder

    Mônica Rangel

    12/10/2010 - 20h21

    Outro dia Dona Mônica disse:
    Serra venha ver
    Aquele preto que vc gosta (eu não conheço,mulé!)
    Aquele preto que vc gosta (já falei que num conheço,mulé)
    Aquele preto que vc gosta(mas toda vez que essa mulé abre a boca me enrola mais…já falei que NÃO CONHEÇO!)
    Dona Mônica chamou,chamou…

wilson

12/10/2010 - 19h47

Acessem esta reportagem da Veja, de maio, antes que tirem do ar. http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/homem-bom
Quero ver se esta revistinha tem coragem de desmentir o que disse.

Responder

edson

12/10/2010 - 19h46

Você já ouviu falar no Flavio Bierrembach ?
Então entre no site: http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2010/10/1

Responder

lais

12/10/2010 - 19h46

e agora o serra ja assumiu que conhece o cara, foi só o cara da uma ameaçadinha q ele virou a história… esse cara deve te muitas cartas na manga contra o serra…. se a mídia fosse decente iria investigar isso e expor para a população… mas é o partido da imprensa golpista mesmo….

Responder

leandro

12/10/2010 - 19h46

por que a carta capital não se aprofunda na vida deste cara? o problema esta aí o pig trabalha unido.por que ele não detsca o otimo leandro fortes para fuçar a vida dele,assim como fazem veja,folha,estadão e o globo com seu batalhão de choque para investigar qualquer coisa a respeito de dilma.

Responder

Messias Macedo

12/10/2010 - 19h46

POR QUE DIABOS A REDE GLOBO NÃO SE PREOCUPA EM TAMBÉM NOTICIAR O ‘FURO DE REPORTAGEM’ DA CONCORRENTE/RIVAL REDE RECORD?! Senão vejamos!
#####################
RECORD FAZ MATÉRIA QUE A GLOBO SE NEGA A FAZER PARA PROTEGER SERRA!
VEJAM O VÍDEO, FOI AO AR ONTEM! http://youtu.be/v7YFaOetWoE
Por Grauhase
12 de October de 2010 at 11:33
Em http://www2.tijolaco.com/28657#comments
########################
Que país é este,siô?! República de ‘Nois’ Bananas(!)

Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Macedo

12/10/2010 - 19h43

Paulo Preto: Serra me
conhece e sabia o que eu fazia
em http://www.conversaafiada.com.br/politica/2010/10
ínclito e impávido jornalista Paulo Henrique Amorim!

FALA, MATUTO INCRÉDULO E ESTARRECIDO!

… Será que José (S)erra não conhece Verônica (S)erra?!…
[então, alguém generoso conceda a este senhor desinformado um exemplar da revista 'Carta Capital', que traz matéria de capa escrita pelo competente e insuspeito jornalista Leandro Fortes!]

… Este impostor [o (S)erra] extrapola os limítrofes da indecência!…
‘O jenio’ é capaz de afirmar, solenemente, que não conhece José (S)erra – em conformidade com os condicionantes…

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia, República de Nós Bananas

Responder

leandro

12/10/2010 - 19h36

tem alguma coisa no ar,ou é milagre de nossa senhora?o "noblat" repercutiu a noticia do paulo preto com imagens da record e tudo,estranho muito estranho

Responder

Reginaldo Moraes

12/10/2010 - 19h34

Negarás meu nome por tres vezes, antes do sol se por. Quantas outras ligações Serra vai negar?

Responder

Augusto da Fonseca

12/10/2010 - 19h33

É da Dersa o Eminente Engenheiro do Ano de 2009: Paulo Preto!

Provavelmente, por ter sido o responsável político por uma das principais obras do Desgoverno Serra – o desabamento do viaduto do Rodoanel -, Paulo Vieira de Souza (Paulo Preto) recebeu (acreditem!) o título de Eminente Engenheiro do Ano de 2009. (clique aqui para ver extensa matéria sobre essa premiação, no site da Dersa, antes que a retirem do ar).
O viaduto desabou no dia 13/11/2009. O Desgovernador José Serra, que não conhece o Paulo Preto, cuidou de que o assunto fosse abafado, conseguindo, inclusive, que o Google retirasse do ar, durante uma semana, todas as imagens do acidente. Lembro que essa denúncia levou a que o Google deletasse o meu blog que, na época, se abrigava no domínio Blogstpot.
Exatamente um mês e um dia após (14/12/2009), o Instituto de Engenharia outorgou, ao responsável político e administrativo pelo acidente, o título de Eminente Engenheiro do Ano de 2009.
Esse evento contou com a presença da nata do governo estadual, incluindo o Chefe da Casa Civil, Aloysio Nunes, atualmente senador eleito por SP.

Segue em: http://migre.me/1yqlK

Responder

Prof. Aglailson

12/10/2010 - 19h29

Basta a Dilma afirmar que o Presidente Lula será o seu Ministro Chefe da Casa Civil, para a quadrilha dos tucanos se desintegrar.

Responder

elmas m da costa

12/10/2010 - 19h21

E vem o Zé Pedágio dizer que não se trata de dinheiro público.
Foram contribuições de empreiteiras que realizam obras públicas no Estado de São Paulo , portanto, trata-se de doações de propinas em troca das referidas obras para as campanhas dos tucanos.

Responder

Dilson

12/10/2010 - 19h20

____Fico feliz por Serra,parece que a memória dele está voltando.
Hoje admitiu que conhece o Paulo Preto. http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/a-memori
Devemos todos ajudar José Serra a não esquecer os velhos amigos: http://www.youtube.com/watch?v=CRVBdRYgILg

Responder

J ALEXANDRE CIPOLLI

12/10/2010 - 19h11

O serra não conhece?
Me lembro do programa Brasil Urgente da Band, programa do datena, há 1 ou 2 anos, no qual o datena fez uma reportagem sobre o Rodoanel-trecho sul. Nesta reportagem, Datena junto ao então governador José Serra sobrevoaram de helicóptero as obras do rodoanel. Junto com eles no helicóptero, estava o engenheiro e admnistrador responsável pelas obras, Sr. Paulo Souza, vulgo Paulo Preto. Me lembro tambem, que quando perguntado sobre questões técnicas o então governador Jose Serra passava a palavra ao Sr. Paulo Souza. E mesmo assim, ele não conhece? É brincadeira!
Avalie isto Azenha, eu tentei mas não achei!

Responder

José Manoel

12/10/2010 - 19h07

Azenha: a desfaçatez dessa canalhada é de chorar! É isso que o povo quer que tome conta do país?????????? Estaremos perdidos para sempre!!!!!!!!! Dilma, já!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

william porto

12/10/2010 - 19h06

Acho que Zé Aiatolá não conhrcia o Paulo Preto porque é metido a purista e prefere Paulo Afrodescendente. O problema é a mala, era preta, branca, amarela… e tinha ou não os quatro milhões da campanha. Os tucanosd podem dizer iso e aquilo, mas ninguém pode perrguntar por Paul Noir, vôte,w

Responder

Paulo

12/10/2010 - 18h59

Não é o mesmo cara?

Preso ex-diretor da Dersa acusado por receptação de joia
15 de junho de 2010 | 10h 41
AE – Agência Estado
Paulo Vieira de Souza, ex-diretor do Dersa, foi preso em flagrante no sábado sob a acusação de receptar um bracelete de ouro furtado de uma loja no Shopping Iguatemi. Souza foi responsável por duas das principais obras viárias em São Paulo – o Trecho Sul do Rodoanel e a ampliação da Marginal do Tietê.

Responder

Antonio Silva

12/10/2010 - 18h56

1000 caras !

100 vergonha !

<object width="480" height="385"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/OtXsxm8rKng?fs=1&amp;hl=pt_BR"></param><param name="allowFullScreen" value="true"></param><param name="allowscriptaccess" value="always"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/OtXsxm8rKng?fs=1&amp;hl=pt_BR&quot; type="application/x-shockwave-flash" allowscriptaccess="always" allowfullscreen="true" width="480" height="385"></embed></object>

Responder

trombeta

12/10/2010 - 18h47

Esse cara é chave de cadeia, se investigarem mais vai aparecer outras falcatruas tucanas.

Serra vai ter que explicar o que esse vigarista estava fazendo na sua campanha, não adianta o PIG tentar desviar o foco o "pretão" é a senha do escândalo.

Record neles!!!

Responder

Digger

12/10/2010 - 18h38

Este caso do engenheiro Paulo Preto amigo do Serra e que comandou o Dersa é muito grave. Não pode de forma nenhuma ficar no esquecimento.
Tem de ser feita uma investigação rigorosa pelo MPE e a PF urgentemente. O PIG venal e parcial fará de tudo para abafar esta roubalheira dos tucanos.
O PT e a candidata Dilma, não podem deixar sair de foco nos debates e no horário político, este grave acontecimento de grande corrupção na campanha do Serra.

Responder

ZePovinho

12/10/2010 - 18h22

MAIS DE 4 MILHÕES e 500 MIL EXEMPLARES DE REVISTAS DA ABRILS NAS ESCOLAS DE SÃO PAULO!!!!!!!!!!!!!QUANTO CUSTOU????????????????????????????????????????????????????????????
http://namarianews.blogspot.com/2010/10/civita-te

SEGUNDA-FEIRA, 11 DE OUTUBRO DE 2010

Civita tem mais de 4 milhões de argumentos favoráveis a José Serra

Há alguns argumentos contundentes para o chefe supremo da Abril e da Fundação Civita, o Sr. Roberto Civita, ter dito o que disse e para defender tão nobres ideais expostos na imagem acima. A começar pelos números referentes às compras feitas somente pela Secretaria de Educação de São Paulo às suas empresas.

4.534.401 exemplares ou, se preferir, este é o número de produtos da Abril e Civita depositados em nossas escolas públicas estaduais, de 2005 a 2010, a título de materiais de apoio pedagógico. Tudo comprado sem licitação (por inexigibilidade). Coisas de altíssimo teor educacional, como a Revista Veja, Guia do Estudante Atualidades Vestibular e respectiva Revista do Professor, Revista Recreio, Atlas da National Geographic e Revista Nova Escola – esta também cortesmente entregue nos lares dos docentes.

São argumentos de papel, valiosíssimos. O Sr. Roberto Civita tem toda razão. Há que se compreender a humanidade.

Já o Estadão, esse tem menos motivos. São só 10.649 assinaturas (2009-2010). Mas isso não desmerece a qualidade primorosa do apoio ofertado à Educação pública e ao Sr. José Serra.

E agora você faz a pergunta fatal: Quanto custou isso aí, NaMaria?

Boa pergunta. Tenha um pouco de calma. Esqueça tudo que a antiga musa cantou.
O que foi dito ainda não é tudo. Tem muito mais.
Há provas, links, tabelas, valores inéditos.
Aguarde revelações bombásticas nesta mesma aracnoweb, neste mesmo aracnocanal.

PS- Não há sequer mísera página da Carta Capital ou Carta na Escola
nessas jogadas e modelos de negócios.

PS² – Enquanto espera, visite urgente a sábia Tia Carmela.

Responder

Mariana

12/10/2010 - 18h05

Em reportagem do UOL – que me pareceu estranhamente irônica – ele diz que conhece, que o cara ganhou prêmio e tró ló ló. Dê uma olhada.

Responder

Marat

12/10/2010 - 17h43

O cara é mentiroso e a grande impren$$$a fica calada… isso sim é o que eu chamo de auto-censura… e depois são contra a regularização…

Responder

Floriano Júnior

12/10/2010 - 17h08

Até agora só a Rede Record tocou no assunto e procurou investigar. Será que as novidades como a prova da foto e do vídeo da inauguração, em que Serra aparece junto com o Paulo, vai ser mostrada na TV? No Pig sei que não vai, mas a Record parece estar disposta e investigar mais a fundo!

Responder

SERGIO

12/10/2010 - 16h51

Por favor Azenha,
Faça chegar a alguem do PT MG que Belo Horizonte está completamente desmobilizada!O PSDB está fazendo adesivaço nas ruas,dando uma falsa impressão de virada na cidade.Não se ve carro com adesivo da Dilma,bandeiras,militancia,panfletagem,nada!Deste jeito vamos entregar de bandeja!O "Estado de Minas"noticiou encontro do Aecio com 300 prefeitos esta semana.Acorda Galera!

Responder

Alexandre Tambelli

12/10/2010 - 16h48

Azenha e Pessoal!

Mais uma pergunta a partir desta reportagem do site do Porto de Santos sobre a "engenharia financeira" do Governador SERRA para a construção em tempo record do trecho SUL do Rodoanel.

"Veja como o governo de São Paulo viabilizou e constrói, sem atrasos, o mais importante trecho do Rodoanel – a maior obra viária da América Latina. Na contramão dos prazos e atrasos do PAC, o trecho sul do Rodoanel, a maior e mais importante obra viária do país, segue rigorosamente dentro do cronograma. Com 61,6 km de extensão e um custo estimado em mais de R$ 4,2 bilhões, o trecho sul do Rodoanel, iniciado em junho de 2007, tem previsão de conclusão oficial para março de 2010, exatos 34 meses depois de iniciadas as obras. Sua conclusão, dentro do prazo, será um exemplo pronto e acabado de que governos competentes, quando definem prioridades, podem ser tão ágeis e rápidos quanto qualquer empresa privada. Mas nada é por acaso. Resultado de uma "engenharia financeira" desenhada pelo próprio governador José Serra, o mais importante trecho do Rodoanel, que vai desafogar a Marginal Pinheiros, a Avenida dos Bandeirantes e outras importantes artérias da capital de São Paulo, poderia ser mais uma, entre as dezenas de obras urgentes, que levam muitos anos para acontecer. "
http://www.portodesantos.com.br/clipping.php?idCl

O Paulo Vieira de Souza (Paulo Preto) foi o Diretor de Engenharia da Dersa que tocou a obra do Rodoanel SUL e o SERRA que foi o mentor intelectual do Rodoanel SUL em tempo record não conhece ele?

Responder

ruypenalva

12/10/2010 - 16h43

Não disse que ele tinha um alibi? Agora já diz que conhece o Paulo Souza, o pobrezinho do Souza, ladrãozinho pro patrãozinho. Ficou com medo das ameaças do Paulo Preto e agora está o defendendo. Recebeu recado: Zé, irmão, companheiro de luta, ou defende ou abro a boca. O cara é cinico, Maluf perto dele é batedor de carteiras.

Serra defende ex-diretor da Dersa e nega desvio de R$ 4 milhões
Tucano classifica acusação como "injusta" e afirma que não houve desvio em sua campanha

Nara Alves, enviada a Aparecida (SP) | 12/10/2010 14:17
O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, saiu em defesa do ex-diretor de Engenharia da Dersa Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto. No último domingo, durante o debate da Band, a candidata petista Dilma Rousseff acusou o engenheiro de desviar R$ 4 milhões da campanha tucana.

“Essa acusação contra ele é injusta porque não houve desvio por parte de ninguém, nem do Paulo Souza”, disse Serra hoje após missa em Aparecida, no interior de São Paulo. “Ele é totalmente inocente nessa matéria, completou.

Segundo o candidato, a acusação de Dilma é “absolutamente falsa”. “O Paulo Souza não está trabalhando na área de finanças, nunca recolheu dinheiro e eu saberia. Isso não aconteceu em absoluto. No dia do debate, a candidata colocou isso no final de um bloco e eu não tinha mais como responder. Não houve nenhum desvio”, afirmou.

Serra também criticou a petista por estar “preocupada com desvio de verba da nossa campanha” e aproveitou para cutucar a candidata. “Nossa preocupação é o desvio do dinheiro na Casa Civil, dos contribuintes. Isso é falta de assunto por parte da candidata que quer fazer todo esse floreio”, disse. O presidenciável minimizou a denúncia, que chamou de “ridícula”. “São factóides feitos para pegar na imprensa. Deu certo. É uma tempestade não em um copo d’água, é num cálice”, criticou.

De acordo com o tucano, Paulo Souza entrou na Dersa em 2006 e deixou o cargo de diretor quando entrou o novo governador, Alberto Goldman, em abril deste ano. “A relação que eu tive com ele foi através do Secretário e da empresa. Ele até ganhou prêmio de engenharia no ano passado. Nunca ouvi nada, nunca ninguém levantou nada. É completamente ridículo”.

Responder

    Mônica Rangel

    12/10/2010 - 19h45

    É uma verdadeira quadrilha!! Depois vem posar de "ficha limpa". Dá nojo,viu !!

    Baixada Carioca

    13/10/2010 - 09h21

    E os evangélicos que dizem que o diabo é o pai da mentira? O que dizem do tucano mentiroso?

Marco Aurélio

12/10/2010 - 16h41

Perfeito , achamos a " Erenice " do Serra , a diferença é que esse ai , se apertar um pouco mais , entrega até a alma , vai sobrar para todo mundo , Aloysio , Serra , Alckmin , FHC , a coisa é grande , é grana grossa de empreiteiras , notem as palavras dele , prestem atenção '''' NÃO SE LARGA UM LIDER FERIDO NA ESTRADA A TROCO DE NADA , NÃO COMETAM ESSE ERRO "" ( recado nada cifrado , foi direto para a cupula tucana , se eu me der mal , levo todo mundo comigo , até as pilastras , colunas e viadutos do Rodoanel ) tai ai !!! o PT precisa acordar , trata-se de uma oportunidade unica , é uma bomba esse cara , Dilma , Lula , vocês não começaram hoje na politica , sabem do que estamos falando , temos instrumentos para enquadrarr esse cara , e sinucar o PSDB de uma vez por todas , com a palavra , os donos do gatilho , PT vai que é sua , é nossa , essa bola …….

Responder

Lima

12/10/2010 - 16h31

Pelo andar da carruagem existem 02 PAULOS

Por que sera que apelidaram o cidadão de PAULO-PRETO?

Onde sera que esta o PAULO -BRANCO?

Pelo jeito existem 02 agentes de arrecadação= Dupla PAULO PRETO E PAULO BRANCO
.

Responder

swamy

12/10/2010 - 16h29

http://www.youtube.com/watch?v=MLdRON_S340&fe…!

Política habitacional do Serra/PSDB. É mesmo um jênio esse cara.

Responder

Wilson Nascimento

12/10/2010 - 16h24

Pasmem!

A direitona do PV não quer que toquem fogo na BOMBA……

Re… re… re …re …re ..re …

Acende, fogo na BOMBA…..

Abraços. Bum….Bum…Bum

Responder

ruypenalva

12/10/2010 - 16h21

Você notou que no vídeo ele está com a camisa da mesma cor da do chefe? Vestia a camisa.

Responder

Alexandre Tambelli

12/10/2010 - 16h20

Azenha e Pessoal!

Vejam esta reportagem do Estadão sobre o acidente do Rodoanel e cliquem nas 4 fotos existentes. Olhem a cara de assustado do SERRA e leiam o depoimento do Paulo Preto:

Empreiteira do Rodoanel mudou vigas para reduzir custos
http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,emprei

O SERRA foi até o local do acidente e não se encontrou com o Engenheiro da Dersa o Paulo Preto?

Responder

Luis Arthur

12/10/2010 - 16h16

Sempre foi muito fácil desmascarar o Serra. Pena que o PT só tenha resolvido fazer isso agora.

Responder

Marcelo

12/10/2010 - 16h13

Gostaria, portanto, que vissem o vídeo que está no You Tube. É do presidente Barack Obama, onde ele diz como deve agir um presidente que, mesmo tendo a sua fé, precisa governar para todos. Para os sem fé, inclusive. Vejam, pois é imperdível.
http://www.youtube.com/watch?v=_IHQr4Cdx88

Responder

Wilson Nascimento

12/10/2010 - 16h07

Que beleza!

Se é bomba.

Se explodi.

Ta no colo Serra.

Fogo no pavio.

A TV Record toco fogo no pavio.

O marqueteiro da Dilma tem que apertar o detonador em rede nacional.

Eu clamo, eu imploro, se necessário eu choro.

Pelo amor de Deus mantenham o fogo no pavio e apertem o detonador.

Sejam breves se não a globo tira a bomba do colo do Serra e joga no colo da Dilma.

Abraços…… havidos de explosões……..

Responder

ZePovinho

12/10/2010 - 16h04

http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2010/10/1

Serra fez plantão na porta da Justiça. Medo de se provar que era ladrão

O Conversa Afiada publicou post de título “Dilma, desmascare o Serra. Ele não tem escrúpulos”.

Aí se diz:

Dilma, você já ouviu falar no Flavio Bierrembach ?

O Flavio é um homem honrado.

Ele era candidato a deputado com o Serra e acusou o Serra de ladrão.

O Serra foi para cima dele.

Por azar, a ação caiu na mão do Juiz Walter Maierovitch.

Maierovitch chamou o Bierrembach às falas: que historia é essa de chamar alguém de ladrão, sem provas ?

O Bierrembach pediu “exceção da verdade” – ou seja, quero provar o que digo.

Maierovitch imediatamente deu ao Bierrembach o direito de provar o que dizia.

Dilma, sabe o que o Serra fez ?

Engavetou a ação.

Chama o Bierrembach para contar essa história.

Chama o Maierovitch – e só ligar para a Mara, secretária do Mino, na Carta Capital, que a Mara acha o Maierovitch rapidinho.

A propósito, o Conversa Afiada recebeu o seguinte e-mail do Maierovitch:
Caro Paulo Henrique.

–1. Seguem os meus telefones, sem precisar procurar a Mara, mencionada no seu texto: 11-82099931 ou 11-36721684 (minha biblioteca, onde vivo).

–2. Antes de mais nada. Não tenho filiação política partidária e nem religião. Não busco cargos e não tenho vocação para me tornar parlamentar.

Sou independente e não faço média. Para deixar claro: votei para o Galeno Amorim (PT), Luiza Erundina (PSB), Aloísio Nunes Ferreira (PSDB), Marta (PT), Fábio Feldman(PV) e Dilma (PT).

Como dediquei a minha vida ao estudo da criminalidade organizada transnacional, com especial atenção ao comportamento dos seus membros e como se movem quando apanhados pela Justiça, o Serra nunca perdi de vista. Isto pelo comportamento em face do processo criminal em que tudo fez para não ser apurada a exceção da verdade proposta pelo Flávio Bierrembach: até o advogado Marcio T.Bastos foi contratado para substituir o filho do Covas (advogado do Serra).
Mais ainda, à época dois plantonistas desigados pelo Serra revezavam-se no Cartório Eleitoral. Cumpriam a tarefa de evitar a saída, por erro cartorial, de ofícios que indagavam das movimentações financeiras de Serra, estas necessárias para comprovar o arguído por Berrembach. Também para apurar, pois ventilado, eventual compra de uma mansão no aristocrático bairro da City Lapa, dada como domícilio e residência de Serra : os ofícios, em razão da liminar, tinham sido apensados ao autos processuais. E Serra, recém eleito deputado federal, defendia, nos autos, a privacidade e não transparência. Em resumo, e daí os plantonistas,, não desejava que, com as expedições dos ofícios suspensos por liminar, viessem respostas. Destaco essa passagem por ter lido entrevista de Serra a sustentar “nunca ter sido envolvido em processos escandalosos referente a corrupção”.
A propósito, na Máfia, quer na siciliana, quer na Cosa Nostra sículo-norte-americana, esconder o patrimônio e se passar por “furbo” (espertalhão) é a regra adotada pelos capi dei capi (chefões). Só que tem um particular, de natureza ética, como ressaltado no episódio a envolver Bernardo Provenzano. O referido Provenzano, já chefe dos chefes da Máfia e foragido por mais de 40 anos sem deixar o comando da organização e tirar os pés da Sicilia, avisou o procurador nacional antimáfia, quando preso e posto à sua frente: – “Vamos deixar claro. O senhor faz o esbirro e eu o mafioso. Cada um na sua, sem disfarces”. Depois do aviso e contente por não esconder o que era, mergulhou no mais absoluto silêncio.

Em termos de transparência, prefiro Provenzano a Serra.

Atenciosamente.

Wálter Fanganiello Maierovitch

Responder

alex

12/10/2010 - 16h02

É tão estarrecedor que é preciso assistir uma segunda vez pra se acreditar

Responder

Alexandre Tambelli

12/10/2010 - 15h58

Olha outra reportagem na Revista Rodovia & Vias falando da ampliação de investimentos no Estado e dizendo que o Governador SERRA contratou uma equipe eficiente para a execução das grandes obras viárias. Entre eles Paulo Preto, Aloysio, etc.

Veja o que a reportagem fala do SERRA:

"Para uma tarefa dessa grandeza, o governador convocou profissionais experientes e de reconhecida capacidade de planejamento e de execução."

e depois como se referem ao Paulo Preto:

"Paulo Vieira de Souza (direita), engenheiro e matemático formado em Taubaté, um indômito "tocador" de obras, assumiu a diretoria-técnica da Dersa. A eles foi dada a gigantesca tarefa de avançar com o Rodoanel, "abrir" a Jacu-Pêssego, e ampliar a capacidade da Marginal Tietê (Dersa), e restaurar 12.000 km de rodovias vicinais (DER), dentre outras dezenas de obras importantes, com um cronograma absurdamente rígido."
http://www2.rodoviasevias.com.br/revista/materias

O SERRA não conhece o Paulo Preto?

Responder

ruypenalva

12/10/2010 - 15h58

E olha que eu pensava que só existia Homem Bomba no Oriente Médio e no Cáucaso Norte

Responder

ruypenalva

12/10/2010 - 15h55

Será que Serra conhece a Grana Preta?

Responder

alex

12/10/2010 - 15h54

OLHA O SERRA AÍ GENTE…

PRA ELE CRIMINOSO SEMPRE É LA DE CIMA..DO NORDESTE!

É difícil acreditar que um sujeito em campanha pense assim. Mas veja o vídeo:
http://www.youtube.com/watch?v=FAEdyAO1OmM&fe

Responder

El Cid

12/10/2010 - 15h50

Se apertarem, saí coisa grossa e mal cheirosa!
http://www1.folha.uol.com.br/poder/813235-engenhe….

É interessante destacar de sua entrevsita o seguinte:

"Aí o mercado queria fazer a Marginal –as empresas Andrade, Camargo…. precisavam de um profissional. Eu ia ser vice-presidente da Dersa, que é o pior cargo do mundo. Eu não aceito ser vice em lugar nenhum. A Marginal começou a ir pra frente."

Então é assim que definem as "prioridades" de investimento do Estado.

Responder

    Scan

    12/10/2010 - 19h29

    Já retiraram…

    Baixada Carioca

    13/10/2010 - 09h25

    Quando se chega a uma nota assim, é preciso fazer um Prt Sc para garantir a imagem do flagrante. Eu já tenho a do Estadão que noticiou a dona mônica serra em Nova Iguaçu dizendo que Dilma é a favor de matar criancinhas. Como ela andou dizendo que desconhece a denúncia da Dilma no debate, resolvi garantir a reportagem para uma prova futura. Vai que…

    El Cid

    13/10/2010 - 16h07

    Baixada, guarde isso a sete chaves…

Alexandre Tambelli

12/10/2010 - 15h46

Veja o depoimento de Paulo Vieira de Souza (Paulo Preto) na Revista Rodovias & Vias – edição número 39. Uma grande reportagem mostrando a velocidade de construção do Rodoanel.

"Prometemos ao governador realizar a obra em 1065 dias, divulgando isso em toda a empresa e nos canteiros de obras. Hoje, todos os envolvidos nesse processo têm a certeza, de que até o final de janeiro, o Rodoanel, trecho sul, estará pronto",

O link segue abaixo:
http://www2.rodoviasevias.com.br/revista/materias

O SERRA não conhecia o Paulo Preto?

Responder

Joao Carlos

12/10/2010 - 15h45

A bala de prata contra o Serra.
Se fosse contra a Dilma o PIG iria usar até o dia 30 de out.

Responder

Odair

12/10/2010 - 15h39

Serra não conhece Paulo Preto, não conhece FHC, não conhece Paulo Renato, não conhece Mônica Serra, não conhece as verõnicas, não conhece Gilmar dantas e não conhece o Brasil.

Responder

alex

12/10/2010 - 15h37

OS "DE BEM" COM A MÍDIA

Não tem democracia com esse PiG (**).

O Palocci e o Cardozo são muito amigos do PiG (**).

Eles queriam ganhar a eleição sem brigar com o Herbal.

Isso é muito comum no PT.

Eles rezam por uma página amarela da Veja e uma entrevista da urubóloga na GloboNews.

É tudo o que eles querem na vida.

Se dependesse do Palocci e do Cardozo, a Dilma perderia a eleição, mas não brigava com o Otavinho.

O Lula salvou o Governo dele, mas quase não faz a sucessora.

E, em oito anos, não construiu instituições que protegessem a democracia do PiG (**).

O Serra não é nada.

Não pensa nada.

Não tem uma idéia original.

É um produto do PiG (**) e da vala negra, onde respira.

Sem o PiG (**), o Serra e o FHC não passavam de Resende.

O Serra vai ser o Presidente da Associação Nacional dos Jornais, para articular o impeachment da presidente Dilma.

Nesse ponto, o papel da Traída foi salutar.

Mostrou à Dilma que a Ley de Medios é uma questão de vida ou morte.

Não apenas do Governo dela.

Mas da democracia, que ela defendeu sob tortura.

FONTE: Conversa Afiada. Trecho do Do Post:

Sem Ley de Medios, o PiG derruba a Presidenta

Responder

Elias São Paulo SP

12/10/2010 - 15h15

O mundo precisa saber que a imprensa brasileira e os meios de comunicação no Brasil querem DIREITAS JÁ!

E que a Folha de São Paulo e a Rede Globo são as locomotivas das DIREITAS JÁ!

Responder

WILSON GOMES

12/10/2010 - 15h10

AZENHA,

Muitos brasileiros tem memória fraca. Agora, que o Serra assumiu ser o legitimo sucessor de FHC, na campanha, é preciso lembrar a todos o desastre que foi FHC na presidência:
Compra de votos, retrocesso político, crises, desemprego, inflação, entre outras mazelas.

O PIG está empenhado em esconder da população o desastre que foi FHC.

Responder

Fabio

12/10/2010 - 15h07

é agora q o circo tucano começa a pegar fogo!

Responder

Alexandre Tambelli

12/10/2010 - 15h05

Azenha e Pessoal!

Vejam esta reportagem da Revista Época de 14 de maio de 2010 e a amizade de Paulo Preto com o Aloysio Nunes Ferreira chefe da Casa Civil do Governo SERRA.
http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EM…

Responder

    El Cid

    12/10/2010 - 15h53

    …Tem é que esfregar o Diário Oficial de SP na cara do "zé puxadinho" pra ver se ele sai da amnésia repentina…

priscila presotto

12/10/2010 - 15h05

O Brasil pode mais…sem Serra!

Responder

odranoeljrs

12/10/2010 - 14h57

Do sítio da folha:
http://www1.folha.uol.com.br/poder/813235-engenhe

Feliz cada novo dia…

Responder

    ZePovinho

    12/10/2010 - 15h18

    Vocês estão com medo!!!KKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!!!Chegamos no provável CAIXA 2 que pode impugnar a candidatura de Serra!!!!!!!!!!!!KKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    El Cid

    12/10/2010 - 15h50

    …ué, e eu pensando que os quadros do PSDB viessem todos dos mosteiros franciscanos…onde todos fazem votos de pobreza…minha nossa, como sou ingênuo…

    KKKKKKKKKKKK !!!

Marcelo

12/10/2010 - 14h55

Serra é gente que mente.

Responder

francisco.latorre

12/10/2010 - 14h52

fosse um filme.. eu ia imaginar o seguinte..

paulopreto..

dividiu a grana com o aluísio. e com o próprio zé..

depois pegaram mais com os otários.. eps.. financiadores..

ppaulopreto deve estar passando férias..

na casa da verônica filha-sócia do serra em trancoso.

4 milhões. mesma quantia o bob jefferson levou do ptb. paulo preto e bob jeff. par de dois.

..

Responder

edson

12/10/2010 - 14h50

Será que o Serra entendeu o recado do Paulo Preto?
A entrevista que o ex-diretor de Engenharia da Dersa Paulo Vieira de Souza, mais conhecido por Paulo Preto no folclore político, deu à Folha de hoje e que está no Uol é pra ser lida nos detalhes. Por isso, destaquei e comento quatro trechos.

Trecho 1

Eu gostaria que ela (Dilma) provasse que eu sumi com o dinheiro e gostaria que o candidato Serra se posicionasse e dissesse se eu sumi com o dinheiro, porque ele é bem informado sobre minhas ações no governo. Por que eu? Porque eu cuidei das maiores obras. Fiz, paguei, terminei no prazo, os empresários tiveram lucro e doaram para a campanha muito mais do que R$ 4 milhões _isso é irrisório perto do que eles doaram.

(Fica claro que a pressa em entregar certas obras guardava relação com o calendário das eleições. Mesmo nessas grandes licitações a maior parte dos pagamentos fica reservada para a entrega das obras. O que Paulo Preto quer dizer é que ele fez o que tinha de ser feito. E as empresas mandaram para o caixa – independente se oficial ou não – do PSDB o que haviam prometido. É uma declaração evidente de superfaturamento da obra. Cadê o Ministério Público Paulista? Isso merece investigação urgente.)

Trecho 2

Não somos amigos, mas ele [Serra] me conhece muito bem. Até por uma questão de satisfação ao país, ele tem que responder. Não tem atitude minha que não tenha sido informada a ele. Acho um absurdo não ter resposta, porque quem casa consente.

(Serra disse ontem em Goiânia que não conhece Paulo Preto e que se trata de um factóide. Hora do candidato se explicar. E pra bom entendedor Paulo Preto tá metendo o dedo na cara do ex-governador quando diz “não tem atitude minha que não tenha sido informada a ele”. Ou seja, Paulo Preto estaria querendo dizer algo como “se arrecadei ele sabe de tudo…” )

Trecho 3

(…) O povo não podia entrar no Palácio [do Planalto]. Eu disse: “Aloysio, o povo tem que entrar no Palácio”. É isso que esse presidente [Lula] faz. É o “Cara”. E não sou eu quem diz isso, é o [presidente dos EUA,] Barack Obama.

(Aqui Paulo Preto elogia Lula, você acha que ele fez isso à toa, só por bom mocismo)

Trecho 4

Aloysio é o braço direito do Serra, o número um. O Aloysio foi o braço direito dele. É impossível ter acontecido alguma coisa nesse governo Serra sem Francisco Vidal Luna, [secretário de Planejamento]. Aliás, governo Serra é Francisco Vidal Luna, Mauro Ricardo, [secretário de Fazenda] e Aloysio Nunes Ferreira. Só a eles que que me reportava. Mais ao Luna, que é técnico, menos ao Aloysio, que é político.

(Paulo Preto não enfileirou nomes à toa. Ele está dando um recado direto ao tucanato…Qual o recado? Eu desconfio que eles entenderam.)
http://www.revistaforum.com.br/blog/2010/10/12/se

Responder

católicoenvergonhado

12/10/2010 - 14h43

Já dizia o velho ditado:
“Para quem sabe ler, um (1) ponto diz muita coisa”. Ou
“Em terra de cego quem tem um olho é rei”

Hoje está constatada a concretização do que afirmei logo apos o debate de domingo, e cujo texto reapresento logo abaixo. Nele denunciei os sinais de fumaça enviados por Serra a Cúpula da Igreja Católica para que ela mantivesse os ataques e a baixaria junto a candidatura de Dilma. Pode ter passado desapercebido por muitos, mas apos a apresentação pelo Estadão do vídeo do Arcebispo de João Pessoa acusando Dilma e o PT de promoção do Aborto. Será coincidência?
Será que o TSE não pode investigar esta descarada compra de votos por parte dos que tenta alterar de forma tão vil o resultado desta eleição?

Já dizia o velho ditado:
“Para quem sabe ler, um (1) ponto diz muita coisa”. Ou
“Em terra de cego quem tem um olho é rei”

Hoje parte da mascara das alianças espúrias acordadas pelo candidato Serra foi definitivamente esclarecida em uma das poucas propostas feitas e apresentadas como projeto para país.
Estava eu a procurar o que levou certas figuras do clérigo católico fazerem abertamente propaganda do alto dos púlpitos das igrejas prol a candidatura do Zé Serra. Atitude da qual eles, os padres, não possuem o aval de falar pela instituição.
No entanto no debate o candidato enviou sinais de fumaça, através de um comprometimento financeiro do Estado Brasileiro, se caso vier a ser eleito presidente deste país, para que estas atitudes continuem sendo proferidas pelos padres, que se transformaram de cabos eleitorais do referido candidato.
E muitos estão se perguntando qual seria esta mensagem a que me refiro?
Pois bem é a primeira abordagem feita no primeiro bloco do debate em que o candidato reafirma este pacto através do compromisso no socorro as Santas Casas. Enviando para esta empresa católica mais verbas públicas se caso viesse a ser eleito.
Que tais empresas hospitalares da Igreja Católica são importantes e representam um reforço no atendimento do país isto é fato, mas, e digo novamente, mas como todas as instituições hospitalares terão que ser geridas de forma eficiente no atendimento dos que as procuram, e não serem mais uma empresa privada a ficar nas costas do estado sem o controle de seus gastos, e no final se apresentar como filantrópicas. Podem até ter sido no passado, mas atualmente visam lucros para engordar os caixas que abastecem os bancos do Vaticano.
Ao se venderem a um candidato que assume publicamente que irá lhes enviar verbas públicas para estas instituições, em troca de um trabalho covarde, calunioso e mentiroso sobre a outra candidatura, ai já ultrapassaram todos os limites do aceitável.
Acreditar que, nos, observadores atentos a cada mexida neste tabuleiro rumo ao poder da nação e das chaves do cofre do Banco Central, não perceberíamos esta tentativa de compra de votos dos incautos católicos, é que me faz pronunciar novamente minha indignação a esta e a qualquer outra atitude que visa, única e exclusivamente, manipular o eleitor através do extrato da sua fé.
Daí minha vergonha que nestas linhas coloco, uma vez que não sou cego nem analfabeto, para a reflexão dos motivos financeiros que estão sendo omitidos para que esta baixaria continue a fim de influenciar os incautos nestas eleições.

Responder

    José Manoel

    12/10/2010 - 19h14

    Eu sou cristão, mas não sou mais católico há um bom tempo. O que me enoja nessa igreja é que padre pedófilo e marginal, pode! Aí vão fazer discurso contra aborto e outros quetais, favorendo claramente um candidato que o que tem a oferecer é a sordidez e a canalhice. Outro indigesto, é o pastor (??????) Silas, que pede voto para o mesmo candidato. Que vergonha pura!!!! Somos um Estado laico, por essa razão esses bananas têm que ficar mudos!!! O povo decide o seu destino, devidamente abençoado por Deus!!!"

King Childerico

12/10/2010 - 14h40

http://www.youtube.com/watch?v=UuJ8G4eNRFY

Serra aparece ao lado de homem que diz desconhecer – Paulo Preto

Responder

Cornélius/Londrina

12/10/2010 - 14h40

Lembram-se do Fuscão Preto, a música?

Pois é, tem uma estrofe que cabe certinho na situação e é só trocar Fuscão por Paulo

Paulo Preto com o seu ronco maldito
Meu castelo tão bonito
Você fez desmoronar…

Ahh…os direitos autorais vão ficar na casa dos R$ 4 milhões tá?!

Responder

    Lana

    12/10/2010 - 17h20

    Cornelius, esse caso Paulo Preto X Serra X 4 milhões sumidos dá um pout pourri inteiro.
    Eu me lembrei de uma canção que a Gal cantava:

    Onde está o dinheiro/ O gato comeu, o gato comeu/
    Que ninguem viu/ O gato sumiu, o gato sumiu.
    O seu paradeiro, está no estrangeiro/
    Onde está o dinheiro.

    Outra que o Ney Matogrosso cantava:

    O que a gente faz, é por debaixo dos panos/ Pra ninguem saber, é por debaixo dos panos
    Se eu ganho mais, é por debaixo dos panos?Ou se vou perder, é por debaioxo dos panos.

    Bem lembrado o Paulo Preto/ com o seu ronco maldito/meu castelo tão bonito/vc fez desmoronar

    BUT

    Esse trecho tem que ser o grand finale, ou seja, depois que a "midia amiga" martelar todos os dias em suas manchetes; depois que o Tralli sair em investigação para o JN e Fantástico e estes veicularem a matéria por longos 15, 20 minutos, como fizeram com o caso Erenice.
    Vc acredita nisso?

    Cara, eu estou desencantada, abatida, indignada, impotente, tiririca.
    Acho que vou sumir da net e não assistir jornais até o fim dessas eleições.

Alder L. e Silva

12/10/2010 - 14h30

Que tal a campanha da Dilma começar a explorar essas contradições do Serra? O Serra diz uma coisa sobre o Bolsa Família mas a mulher dele e pretendente ao cargo de primeira -dama, diz outro. Afinal, Serra tem a mesma opinião que a D. Mônica Serra?
Vamos relembrar o que ela declarou?
Será que alguém pode me explicar afinal o que o Serra acha do Bolsa Família? Parece que na casa dele há um "certa divergência".
Vejam:::::
Mulher de Serra diz que Bolsa-Família faz com que as pessoas não queiram mais trabalhar. Quase bolsa vagabundagem!

A mulher do tucano José Serra, Mônica, entrou na campanha do marido. No Paraná, fez críticas ao bolsa-família, que, no seu entender, faz com que as pessoas não queiram mais trabalhar e passem isso para seus filhos. Uma espécie de bolsa-vagabundo. Serra, seu esposo, entretanto, já prometera na campanha não só manter como ampliar o programa.Leia mais abaixo na matéria do Valor Econômico.

Guilherme Pupo / Valor

Mônica Serra, mulher do candidato à presidência José Serra (PSDB) entrou de salto alto na campanha corpo a corpo com a população. Foi com uma bota que ela começou seu trabalho em Curitiba, na sexta, em reunião com lideranças comunitárias, mas no segundo compromisso, depois de alguns minutos de caminhada em um bairro da periferia da capital paranaense, recebeu uma sandália sem salto que estava no carro. E não entendeu quando a troca de calçado foi alvo de fotógrafos que a acompanhavam.

A passagem de Mônica por Curitiba marca o novo estilo que ela quer adotar para tentar ganhar votos para o marido. Psicóloga e professora aposentada, a discreta esposa de Serra irá esta semana a capitais do Nordeste. Nega que seja uma estratégia motivada pela existência de duas mulheres na disputa, Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PV), e explica sua motivação. “A questão do gênero está superada”, diz.
Goiás e Minas também já foram visitados por Mônica recentemente, de maneira discreta.
Ao pegar o microfone, disse estar emocionada. “Pensei: não vou conseguir falar”, contou, pouco antes de criticar o programa Bolsa Família. “As pessoas não querem mais trabalhar, não querem assinar carteira e estão ensinando isso para os filhos”, falou

Responder

Annita Clayton

12/10/2010 - 14h15

Paulo Preto estava no governo de São Paulo desde 2005. Foi o coordenador de obras viárias que enterraram o dinheiro de nós paulistas e eram prioritárias para Serra: Nova Marginal Tietê, Jacu-Pêssego e Rodoanel. Foi ele também que tentou explicar na TV o acidente no Rodoanel em 2009. Paulo Preto falou à TV sem consultar Serra?

Serra não o conhecia? Desde 2005 jamais ouviu falar no homem que tocava suas obras prioritárias?

Para refrescar a memória de Serra, há uma foto dele ao lado de Paulo Preto (Paulo Vieira de Souza, que segura um jornal), na inauguração do trecho do Rodoanel em 30/10/2010. Está aqui: http://www.flickr.com/photos/robsonfonseca/447720

Serra está com Alzheimer?

Responder

    Annita Clayton

    12/10/2010 - 15h19

    Corrigindo: esse encontro foi em 30/03/2010.

Carlos

12/10/2010 - 14h09

O que Marina falou de Serra após o debate na Globo:
– Ele vai perder perdendo, o Serra. Ele tinha toda essa imagem de uma pessoa que prima pela gestão pública, pela eficiência, e descambou para o caminho do vale-tudo eleitoral – disse Marina, na saída dos estúdios da TV Globo em Jacarepaguá, no Rio.
– Ele não tem programa, subestimou a Dilma, se preparou para ficar fazendo só o embate como se ele fosse falar e o mundo fosse estremecer. Quando não deu certo, começou a fazer um festival de promessas – afirmou.
– Criticava o inchaço da máquina pública e sai da campanha prometendo dois ministérios, isenção de impostos para tudo quanto é lado… eu não sei como é que isso se realiza. Então vai perder perdendo – prevê.
Fonte: http://correiodobrasil.com.br/marina-resume-situa

Responder

Regis E Vanessa

12/10/2010 - 14h05

Língua do P.
“Paulo Preto pegou propina das poderosas pavimentadoras que patrocinam oPSDB. Pensando porém que poderia partir com o pé-de-meia e a parcimônia dos partidários pagou o pato, pois a petista primeira presidenta provocou pânico na platéia podre PSDBista ao pendurar o pepino no pescoço do seu padrinho pseudopedagogo, papa-hóstia, pai das praças de pedágio, privatizador da Petrobrás que procedeu como Pedro, o pescador.”
Paulo Preto passou a perna nos Parceiros do PSDB.
Pilantras no PSDB é puro pleonasmo.

Responder

    Marat

    12/10/2010 - 17h47

    PQP – Psensacional!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Mônica Rangel

    12/10/2010 - 20h33

    Já vou jogar no "face". Aquilo lá tá um ninho de tucano!!

ruypenalva

12/10/2010 - 14h04

Azenha, o Serra não é bobo, ele disse que não conhece o Paulo Preto, mas não lhe perguntaram se ele conhece o Paulo Vieira de Souza. Entendeu a nuance? Esse é o alibi de Serra. "Me perguntaram se eu conhecia o Paulo Preto, nunca ouvi falar desse nome, mas se tivessem me perguntado se eu conhecia o Paulo Vieira de Souza eu teria dito que sim". Serra é ardiloso, aprendeu com o cinismo de Maluf. O Roubanel foi todo loteado, cada empreiteira ganhou um trecho e ninguém saiu perdendo. Vamos perguntar ao Serra se ele conhece Paulo Vieira de Souza, vulgo Paulo Preto, receptador de jóias roubadas e arrecadador de fundos das empreiteiras, que acompanha o tucanato, em missões sujas, desde o governo FHC.

Responder

    Marat

    12/10/2010 - 17h46

    Agora tem que ser o preto no branco… e bem colocado!

Gerson Carneiro

12/10/2010 - 14h03

[youtube i_itmiLWqfo http://www.youtube.com/watch?v=i_itmiLWqfo youtube]

Responder

malu

12/10/2010 - 14h02

Ele só não disse que não conhece a Mônica Serra, porque ela estava assistindo ao debate o Zé Puxadinho.

Responder

    ruypenalva

    12/10/2010 - 16h02

    Tudo indica que não conhece mesmo

    Marat

    12/10/2010 - 17h46

    Eles moram em casas separadas!

wadih

12/10/2010 - 13h59

quero ver se a campanha de dilma vai ficar vendo a banda passar e não vai explorar este escândalo. Tem mostrar o que serra falou ontem e estas fotos. vamos começar a desmascarar este cara.

Responder

King Childerico

12/10/2010 - 13h58

A bala de prata era vermelha

e não amarela e Azul

E a gente pensando que o Pt estivesse comendo moscas

Estava era esperando a hora certa para jogar a bomba hauhauha

Bom, está registrado que o Serra mentiu ao dizer que não conhecia o homem hauhau

Ja era

Responder

    Marat

    12/10/2010 - 17h45

    Mas é só quando alguém do PT mente que a impren$$$a pega no pé. Com o $erra, é capaz de eles dizerem que foi mentira, que a fotografia foi uma montagem… Eles são sórdidos. São daqueles que levam as esposas às clinicas de aborto de SP, e depois de alguns dias estão comungando – rsrsrs – pessoas patéticas e sujas!

Bernardo

12/10/2010 - 13h52

Sugiro publicar este texto da revista novae. Ele desmente um boato que corre na internet. Não deixem que a campanha desça o nível.
http://www.novae.inf.br/site/modules.php?name=Con

Responder

Karmélia Brasil

12/10/2010 - 13h47

O "clique aqui" não está funcionando.

Responder

Karmélia Brasil

12/10/2010 - 13h47

Adorei! Vai agora, já para a minha rede. E essa jornalista ainda está no mesmo lugar?

Responder

sergio figueiredo

12/10/2010 - 13h41

Pior que paulo preto são as veronicas

kcade as veronicas nas pautas?

serra é sócio de daniel dantas e usa sua filha como laranja

caraca isso é muito grave para nao estar em pauta

qdo o povo souber da ligação serra – dantas os votos deles evaporam

vamos espalhar galera

a maracutaia a aliança serra – dantas se chamam veronicas

e ampresa chama decidir.com e elas são SÓCIAS

imagine se fosse a filha da dilma

Responder

Deixe uma resposta