VIOMUNDO

Deputado Paulo Pimenta denuncia: PF mantém presa em condições precárias para forçar a delação premiada do marido

24 de janeiro de 2016 às 22h20

paulo pimenta e pf

por Conceição Lemes 

Desde terça-feira passada, 18, a empresária Cristina Mautoni Marcondes Machado, 53 anos, está presa na Polícia Federal (PF), em Brasília.

Tudo indica que é o “o troco” dado ao seu marido, o lobista Mauro Marcondes Machado, 79, por ele não ter aceito fazer delação premiada.

Cristina e Mauro são sócios na empresa Mautoni&Machado.

Em 26 de outubro de 2015, os dois foram presos preventivamente em nova fase da Operação Zelotes – a que investiga a suposta venda de medidas provisórias (MPs) do governo federal.

Parênteses: a Zelotes original, que apurava sonegação de impostos de R$ 21 bilhões por grandes empresas, como Bradesco, Santander, Grupo Gerdau, Mitsubishi, e Grupo RBS, afiliado à TV Globo no Sul, foi abandonada pela Polícia Federal (PF) e pelo Ministério Público Federal (MPF), sem maiores explicações até agora. Fechado parênteses.

Mauro Marcondes é acusado de ter pago valores acima do mercado em contrato de consultoria à LFT Marketing Esportivo, do empresário Luís Cláudio Lula da Silva, filho do ex-presidente Lula.

Para os acusadores, os repasses teriam ligação com a venda de MPs. Luís Cláudio sustenta que os valores se referem a serviços de consultoria prestados em sua área de atuação, o esporte.

Cristina foi presa por “ameaça à ordem pública”. Na empresa, ela figurava como sócia do marido e cuidava da rotina administrativa.

“Não é segredo que, com sua prisão, o comando da Zelotes quer forçar seu marido a fechar um acordo de delação premiada”, observou em dezembro do ano passado, a jornalista Teresa Cruvinel

De fato, desde o início, as pressões sobre o casal para a delação premiada são constantes e só fazem aumentar.

Marcondes está preso em regime fechado na Penitenciária da Papuda, em Brasília. Cristina foi autorizada, no final do ano passado, a cumprir prisão domiciliar, em São Paulo, para recuperar-se de cirurgia nas pernas.

Em abril, Marcondes completa 80 anos. E, de acordo com o artigo 318 Código de Processo Penal, a partir dessa idade ele pode requerer a prisão domiciliar. O grifo em negrito é desta repórter.

 “Art. 318. Poderá o juiz substituir a prisão preventiva pela domiciliar quando o agente for: (redação dada pela Lei 12.403, de 2011); I — maior de 80 (oitenta) anos; (incluído pela Lei 12.403, de 2011); II — extremamente debilitado por motivo de doença grave; (incluído pela Lei 12.403, de 2011); III — imprescindível aos cuidados especiais de pessoa menor de 6 (seis) anos de idade ou com deficiência; (incluído pela Lei 12.403, de 2011); IV — gestante a partir do 7º (sétimo) mês de gravidez ou sendo esta de alto risco. (incluído pela Lei 12.403, de 2011). Parágrafo único. Para a substituição, o juiz exigirá prova idônea dos requisitos estabelecidos neste artigo. (Incluído pela Lei 12.403, de 2011)”.

Daí, acreditam alguns, a obsessão do delegado Marlon Oliveira Cajado, um dos responsáveis pelas investigações da Zelotes, e do procurador José Alfredo de Paula Silva pela delação premiada de Marcondes antes do seu aniversário de 80 anos.

Na segunda-feira retrasada, 11 de janeiro, o “incentivo” pela delação atingiu o seu ápice.

Nessa data, sem a presença dos advogados, o lobista foi visitado de surpresa na prisão pelo delegado Cajado para uma “conversa”.

A denúncia foi feita por Roberto Podval ao Estadão

O advogado do casal, Roberto Podval, disse ao Estado que, no encontro, o policial “chantageou” seu cliente para que fizesse acordo de delação premiada. Conforme o defensor, a colaboração foi proposta como uma forma de Mauro Marcondes evitar a transferência de Cristina para uma unidade prisional.

Procurada, a assessoria de imprensa da PF informou que o delegado não comentaria as declarações do advogado.

Mauro Marcondes não aceitou a proposta.

O “troco” veio na terça-feira 18.

Cristina, mesmo de cadeira de rodas e com mobilidade reduzida devido à cirurgia nas pernas, foi tirada da prisão domiciliar, em São Paulo, e levada novamente para o regime fechado.

Ela foi transferida para Brasília, mais precisamente a superintendência da PF.

No final da tarde dessa sexta-feira 22, o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, recebeu várias denúncias sobre a situação de Cristina Mautoni, custodiada na Polícia Federal:

* Ela foi colocada num quarto sem janelas e banheiro, onde esteve preso o senador Delcídio do Amaral. Um local limpo e “decente”, que antes era utilizado como alojamento para os agentes de plantão.

* Devido aos medicamentos que utiliza, ela urina muito mais vezes que o normal.

* Ainda no dia em que chegou, pediu ajuda para ir ao banheiro, o que só veio acontecer cerca de duas depois. Cristina não aguentou e urinou na roupa, sujando-se, bem como o chão. Teve quem lhe dissesse que ela teria feito isso “por gosto”.

* Cristina foi transferida imediatamente para uma cela, onde não existe vaso sanitário. Tem um buraco no chão – o chamado “boi” – e um cano por onde sai água para que tome banho.

* Por estar ainda com mobilidade reduzida devido à cirurgia, Cristina não consegue se agachar para usar o “boi” ou tomar banho sozinha. Na superintendência da PF, muitas vezes, os agentes de plantão são todos homens, não havendo uma agente mulher que possa auxiliar para que faça as necessidades fisiológicas ou tome banho.

“Imediatamente, fui à PF para inspecionar o local da detenção e saber se era verdade ou não tudo o que acabara de ser denunciado a mim”, revela com exclusividade ao Viomundo o deputado Paulo Pimenta. “Só que não me foi permitido nada.”

Eram aproximadamente 18hs da sexta-feira.

Paulo Pimenta pediu para falar com o delegado de plantão.

Solicitaram-lhe que aguardasse um pouco. Depois, que se dirigisse a outra sala e lhe passaram um telefone. Era a delegada plantonista, que já estava de sobreaviso.

Mesmo não estando presente na superintendência da PF, foi atenciosa e cordial, mas não autorizou que ele vistoriasse a cela ou conversasse com Cristina Mautoni: “Deputado,  não posso!”.

Pimenta retrucou:  “Estou dentro da minha prerrogativa, sou presidente da Comissão de Direitos Humanos.  Nem na época da ditadura, a Comissão era impedida de visitar um preso federal. Eu não quero ouvir a pessoa, quero ver a cela”.

Não adiantou.

O deputado ligou então para o Ministério da Justiça explicando o que pretendia e que a fiscalização dos locais de detenção por órgãos e entidades de defesa dos Direitos Humanos era uma prerrogativa que não foi afastada sequer durante a ditadura militar.

Vários telefonemas foram trocados entre Pimenta e assessores do Ministério da Justiça:

— Expliquei-lhes que havia recebido a denúncia de que eram inadequadas as condições em que a presa Cristina Mautoni  se encontrava devido às particularidades da sua situação de pós-operatório.

— Em cadeira de rodas, com mobilidade reduzida, ela não estava conseguindo fazer as necessidades no “boi”. Que ela ainda não podia pode ficar em pé para tomar banho e que teria feito necessidades fisiológicas na roupa.

— Expliquei que gostaria de ver as condições da cela, que teria o final de semana pela frente e que não me foi autorizado o contato.

— Questionei o que fariam, se ela precisasse ir ao banheiro? Disseram-me que havia colegas de sobreaviso e, quando necessário, seriam chamados.  Só que os três agentes que estavam na carceragem no final da sexta-feira eram homens!

Até que veio a resposta definitiva, repassada a Pimenta: “A direção geral da PF está irredutível, não autoriza a inspeção, a menos que tenha ordem judicial, pois a presa está incomunicável”.

Resultado: Após quase duas horas na superintendência da PF – sendo que durante uma o local ficou sem energia elétrica – a Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados não teve acesso à cela ou a Cristina.

Nesta segunda-feira 25, na primeira hora, Paulo Pimenta relatará formalmente ao Ministério da Justiça o corrido e solicitará ao juiz da operação Zelotes que autorize a inspeção do local de custódia de Cristina.

“Se a Polícia Federal não tem nada esconder, qual o problema de me deixar ter acesso à cela? Por que eu não poderia vê-ela?”, questiona Pimenta.  “Eu não iria tomar depoimento. Fui lá para ver as condições dela e não me deixaram vê-la.”

“Na ditadura militar, quando as entidades de defesa dos Direitos Humanos recebiam uma denúncia, era possível ver como o preso estava. Por que, agora, não me deixaram vê-la?”, insiste.

“Não é verdade que ela está incomunicável”, rebate a versão da PF.

“Disseram para fazer petição e marcar hora  para Comissão de Direitos Humanos visitá-la”, exalta-se. “Não tem sentido hora marcada! O elemento surpresa é para ver o que, de fato, está acontecendo e não a cena montada para inglês ver.”

“Os investigadores da Zelotes querem por toda a força que o marido de Cristina faça a delação premiada, para isso estão jogando pesadíssimo, submetendo a presa a uma situação de crueldade, humilhação e tortura, como diz o seu advogado no pedido de habeas corpus”, atenta Pimenta.

“Surpreendentemente, cada vez mais a prática é prender  os  parentes, especialmente as mulheres, para constranger os maridos e ameaçá-las de ficar longe dos filhos, para arrancar confissões e delações premiadas”, denuncia Paulo Pimenta. “Isso é o modus operandi da época da ditadura.”

Leia também:

Aécio, o chato, consegue escapar da capa da Veja

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR

 

53 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

FrancoAtirador

27/01/2016 - 17h47

.
.
OLJ (OC/PPP) destruiu Rede Nacional de Empregos na Área de Infraestrutura
.
Indústria da Construção fecha 483 Mil Empregos em 2015
.
Retrocesso de 6 Anos no Nível de Empregos Formais
.
Segundo pesquisa realizada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil
do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV),
com base em informações do Ministério do Trabalho e do Emprego,
o Setor encerrou Dezembro de 2015 com 2,835 Milhões de Trabalhadores Formais,
retornando ao Nível Registrado de Maio de 2010 [].
.
No Acumulado do Ano (2015), contra o mesmo período do ano anterior (2014),
.
o Segmento de Infraestrutura apresentou a Maior Queda (14,52%),
.
seguido pelo Segmento Imobiliário (13,38%).
.
(http://jornalggn.com.br/noticia/construcao-brasileira-fecha-483-mil-empregos-em-2015-0)
.
.

Responder

Arnaldo Costa

27/01/2016 - 16h44

A máfia demotucana domina a polícia federal. Em que fase irão investigar o apartamento de 11milhões de dólares de FHC na França? E a casa de mais de 10 milhões em Lagoa Santa dada por empreiteiras a um laranja de Aécio durante a construção da tal Cidade Administrativa? PF atua como partido, são omissos e coniventes com as falcatruas de seus aliados e, ao mesmo tempo, perseguem seus adversários políticos. Está tudo dominado!

Responder

Julio Silveira

26/01/2016 - 06h35

Espera aí, mas esse governo é de quem? A Policia deve satisfação a quem? Ou não deve satisfação a ninguém, e vivemos dias de exceção disfarçada de democracia? Assim a coisa fica difícil né deputado.? quando a oposição governava a gente podia criticar o governo federal por situações como essa agora a conta é exclusivamente da policia federal, como se ela se governasse e não obedecesse a comando superior? Aaah! fala sério, vá se queixar com seu bispo, ou a sua Dama.

Responder

    Ivaneide Moura de Vasconcelos

    26/01/2016 - 14h51

    Pois é, não compreendo esse lastro de poder sem limites para essa Polícia, mas qdo se trata de fatos que envolve o PT, pode tudo, qdo dos interesses dos nossos de todo o sempre algozes, as maiores arbitrariedades são cometidas, sem nenhum pudor. Porque que a gente tem que ficar tão acuado?

Marcio Ramos

25/01/2016 - 23h22

E na do Cunha não vai nada?

Responder

    Nelson

    26/01/2016 - 17h44

    Não, Márcio. Na do Cunha não vai nada, mesmo.

    Isto porque, ele e inúmeros outros pralamentares votam sempre a favor do Sistema. A grande mídia conhece, de há muito, os podres desses inúmeros pralamentares. Porém, não os denuncia por isso mesmo.

    O PT, apesar de ter também seus podres, tem que ser denunciado a todo momento, porque ainda tem, em seus quadros, uma quantidade muito grande de gente que atua nos parlamentos em benefício do povo como um todo.

    Então, não dá para dar o mínimo espaço. Vai que o povo comece a analisar a política com mais frieza e se dê conta disso. Os grandes partidos do Sistema, pelo menos, PMDB, PSDB e DEM começariam a perder eleitores aos borbotões.

Maria Libia Faria

25/01/2016 - 22h38

Neste momento acabo de criar uma Petição Publica contra o Ministro da Justiça, que tem sob a sua autoridade a Polícia Federal, ganha para isso e não exerce a função que deveria. O título da PP é: ABAIXO O MINISTRO DA JUSTIÇA JOSÉ EDUARDO CARDOSO, e peço que todos assinem, por favor. A petição não está lá essas coisas mas é a atitude que vale. Preciso de assinaturas. Vamos por este covarde para fora

Responder

Nelson

25/01/2016 - 22h34

Estamos vivendo algo muito parecido com o Macartismo. Uma dica: quem não sabe do que se trata, deve ler o excelente livro de Argemiro Ferreira, Caça às Bruxas-Macartismo, uma tragédia americana.

Valia de tudo para acabar com os comunistas e também com os amigos e simpatizantes deles. Depois, aqueles que acreditavam que os comunistas tinham o direito de se expressarem também tinham que ser perseguidos.

Hoje, vale de tudo se o negócio é moer com o PT e os amigos e simpatizantes dos petistas (Chico Buarque). Os que ainda não se deram conta do rumo que estamos seguindo ou que estão a aplaudir este rumo, devem “por suas barbas de molho”.

É interessante lembramos o que escreveu Martin Niemoller ao referir-se à ditadura nazista:
Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu.
Como não sou judeu, não me incomodei.
No dia seguinte, vieram e levaram
meu outro vizinho que era comunista.
Como não sou comunista, não me incomodei.
No terceiro dia vieram
e levaram meu vizinho católico.
Como não sou católico, não me incomodei.
No quarto dia, vieram e me levaram;
já não havia mais ninguém para reclamar.

Responder

    Marcos Faria

    26/01/2016 - 13h03

    Nelson,
    Esta hora não devemos discutir esta questão, pois, o que está em discussão é o fato de um ser humano ser vítima de atrocidades por parte do Estado. Não acho que devemos generalizar e incluir todos os petistas, porque são algumas que estão coniventes com a barbárie. Um é o zé da justiça que envergonha qualquer pessoa digna.
    Não sou advogado, mas a meu ver isso é crime de responsabilidade e que também implica em responsabilidade da Dilma porque ela mantém o zé da justiça. Será que a Dilma, como Poliana, está atenta a isso?
    Outra coisa, como diz o próprio poema citado, não podemos esquecer que um ser humano está sendo torturado emocionalmente e fisicamente e, ainda mais grave, uma pessoa que está doente. Portanto, nenhuma causa é maior que o ser humano.

Nelson

25/01/2016 - 22h23

Onde é que se encontram aqueles que, a todo momento, se apresentam intransigentes e inveterados defensores da democracia e da liberdade e ficam a tentar nos convencer de que coisas desse tipo só acontecem sob um regime comunista?

Onde é que estão os que vivem a apontar o dedo para a Venezuela, para o Iran, para Cuba, entre outros, acusando tais países de serem ditaduras?
-

Responder

mineiro

25/01/2016 - 21h16

como que um pres. ou uma maldita pres. sabendo que uma pf do seu governo faz atrocidades e nao respeitam a lei , faz o que quer a hora que quer e ninguem faz nada. como que um chefe de estado nao age em uma hora dessas? e isso esta acontecendo na nossa cara , na cara desse poste maldito que finge que nao esta acontecendo nada e do bundao do lula que vive no pais das maravilhas. ja viu toda entrevista do lula , mas parece que estamos em um conto de fadas do que a realidade que finge nao ver. entao essa pres. tem tanta culpa quando a pf , e isso serve para o pt salafrario que vai para a lata de lixo da historia. se ela é pres . e nao age , é conivente sim com tudo isso e nao tem como negar , é obvio.

Responder

    cesar fonseca

    26/01/2016 - 00h39

    Nosso Serviço Público está infiltrado por um grupo fascista que pratica atos que destoam completamente da orientação do Governo. Temos um Governo Democrático e Justo, porém o Executivo não governa sozinho. Os poderes judiciário e legislativo estão muito infiltrados. Mesmo o Executivo tem muitos servidores fascistas.
    São as “Forças Ocultas” citadas por Jânio Quadros quando foi obrigado a renunciar.
    Não podemos desistir. Temos que lutar!

    Helena/S.André SP

    26/01/2016 - 08h47

    ´Concordo om o que disse o Cesar Fonseca. Vamos à luta contra esses infiltrados no serviço público que querem desestabilizar o governo Dilma. Que se denuncie esses infiltrados e que se tire essas “laranjas podres” tanto do Judiciário como do Legislativo. Vamos à luta!

    mineiro

    26/01/2016 - 13h37

    respondendo aos comentarios: eu concordo com tudo, mas o problema maior é esse governo , que nao quer lutar e ai fica fazendo acordos com o diabo e nem com deus esta fazendo mais. esse governo covarde esta fazendo acordo com o pig , sistema financeiro e toda corja de politicos facistas e juizes dos quintos dos infernos. esse é que o problema , esse governo que eu chamo de desgoverno nao quer luta , quer conivencia e nos que se lasque.

mineiro

25/01/2016 - 21h09

pais que nao tem governo da nisso, esse pais esta desgovernado desde o primeiro mandato desse poste maldito covarde. essa sujeita que desgoverna o brasil , ela é do lado da direita a muito tempo e fica ai fingindo que é de esquerda. essa traidora entregou o poder na maos dessa turma que hoje manda no brasil , porque quis. se nao quisesse ja tinha botado pra correr esse salafrario traidor e tucano serviçal da elite o ze desgraça a muito tempo. entao porque ela ainda o mantem no cargo? pergunta que nao se cala , porque ela ainda o mantem no cargo? essa traidora antes da eleiçao falou uma coisa depois fez outra e ainda quer convencer que o brasil vai mudar?

Responder

Euler

25/01/2016 - 21h07

Neste caso, é o caso de se perguntar: quem é pior, hein? A Polícia Federal partidarizada anti-petista, ou o ministro da justiça do governo Dilma? É difícil saber. Quem precisa de inimigos com um ministro deste e uma PF desta, ambos sob o comando hierárquico do governo Dilma?

Responder

Marcos Faria

25/01/2016 - 20h28

Será que não tem nenhum advogado com sensibilidade para representar contra esse bandido que está no ministério da justiça e, se for preciso, representar contra Dilma que é responsável por colocar um bandido no ministério da justiça. Bandido sim, pois, quem compactua com estas atrocidades, bandido é pouco.

Responder

O JUIZ

25/01/2016 - 19h25

Já declarei anteriormente que, em meu ponto de vista, esse zé da Justiça é mais um tucano infiltrado no PT para trair o governo. O Delcídio já foi descoberto. Mas esse zé continua lá. Não dá para entender que tipo de acordo o PT foi obrigado a fazer para manter esse traíra no governo. enquanto o zé for ministro, a PF continuará fazendo essas barbaridades. Esse delegado já deveria ter sido exonerado. E quando algum desses presos morrer, o que acontecerá hein, seu zé da Justiça????

Responder

VIRGULINO

25/01/2016 - 18h57

Síndrome de Stocolmo da braba esta entre a Presidenta Dilma e o Zé da in-Justiça. Direitos suprimidos por filhotes saudosos da DITADURA. Um pouco mais, eu o eleitor do PT, viro as costas para Presidenta Dilma. E então, nunca mais. Prefiro votar em branco.

Responder

    Marcos Faria

    25/01/2016 - 20h33

    Você ainda não virou as costas prá Dilma? Sou filiado ao PT, mas me arrependo todas as vezes que vejo a sua cara pelo voto que desperdicei. Não vou deixar de votar em candidatos do PT que achar que são pessoas dignas, Como Lula, por exemplo, mas não sabe o que é sentir vergonha de si mesmo por ter votado numa pessoa como a Dilma que como FHC, deve estar rindo das nossas caras, por termos votado numa proposta, porque nem projeto de governo ela tinha e agora estar governando com a proposta do aecim popó, que também não tinha plano de governo.

olivires

25/01/2016 - 18h16

não acho que essa pf descontrolada seja obra de inépcia ou autismo, é uma ação calculada.

dilma, mercadante e zé cardozo pretendem herdar o que sobrar das cinzas do pt.

imaginam que serão um psdb mais à esquerda, com interlocução com a direita e capacidade de pacificar as centrais sindicais.

por isso não mexem uma palha para acabar com o massacre aos petistas e seus aliados.

e acenam a toda hora à mídia corporativa, aos banqueiros, até ao psdb, como os elogios fora de hora do mercadante.

http://www.conversaafiada.com.br/politica/2015/08/05/mercadante-chama-tucanos-para-governar

Responder

    C.Paoliello

    25/01/2016 - 23h13

    Acho que a conspiração é de antilulistas do governo Dilma. E tenho minha intuição é que a presidenta sabe mas faz vista grossa como se estivesse mandando um recado ao presidente Lula: aqui quem manda sou eu! Esquecendo-se de que ela foi tirada do ostracismo e eleita duas vezes pelo presidente Lula e a ele deve tudo o que é.

FrancoAtirador

25/01/2016 - 17h32

.
.
OLJ: A AMEAÇA É A ARMA DO NEGÓCIO
.
Há tempos, vem ocorrendo nos Subterrâneos da Sociedade
.
um Movimento de Insurreição Coletiva, Articulado na Mídia,
.
que transcende as Esferas Institucionais e Governamentais
.
e que foi acelerado com a 4ª Derrota Consecutiva da Direita,
.
nas Eleições Presidenciais de 2014, resultado, a ela, Inesperado,
.
pois acreditava que se daria, aqui, o que houve na Argentina.
.
A OC/PPP é uma Hidra NeoCapitalista de Ideologia UltraLiberal,
.
com Tentáculos Políticos e Financeiros no braZil e no Exterior,
.
que está determinada a exterminar o Trabalhismo do Planeta,
.
a todo custo, a qualquer preço, a qualquer vida e a qualquer morte…
.
.
“Em atenção à opinião pública, informamos que um dos nossos filhos
sofreu tentativa de assalto próximo à Praia de Iracema, em Fortaleza,
por volta das 21 horas deste sábado [23/01/2016].
Ele foi ferido com um tiro, mas, graças a Deus, sem maior gravidade
e não corre risco de morte.
Nossa família agradece a todas as manifestações
de solidariedade que estamos recebendo”.
.
Ciro Gomes e Patrícia Saboya
.
(http://tribunadoceara.uol.com.br/noticias/segurancapublica/filho-de-ciro-gomes-e-baleado-em-tentativa-de-assalto-em-fortaleza)
.
.
(http://www.viomundo.com.br/denuncias/ciro-gomes-hora-de-lancetar-o-tumor-da-chantagem.html)
(http://www.viomundo.com.br/denuncias/ciro-gomes-eu-chamei-o-eduardo-cunha-de-ladrao-ele-me-processou-e-chamou-michel-temer-como-testemunha-michel-temer-e-socio-intimo-de-eduardo-cunha-em-tudo-o-que-voce-possa-imaginar.html)
(http://www.viomundo.com.br/politica/ciro-gomes-temer-e-desleal-e-encheu-o-governo-de-mumia-paralitica-psdb-jogou-sua-historia-na-lata-do-lixo.html)
(http://www.viomundo.com.br/denuncias/ciro-gomes-eduardo-cunha-distribuiu-r-350-milhoes-a-picaretas-do-congresso-dilma-tera-escandalo-2-0-fhc-promove-vendetta-mesquinha.html)
(http://www.viomundo.com.br/politica/ciro-gomes-esta-acontecendo-uma-escalada-do-golpe-com-apoio-da-oposicao-e-de-temer-amigo-intimo-de-eduardo-cunha.html)
(http://www.viomundo.com.br/denuncias/veja-como-eles-ja-nao-pagam-o-pato-e-querem-cobrar-de-voce-brasil-nao-taxa-dividendos-e-cobra-bem-menos-que-outros-paises-de-propriedade-e-heran.html)
.
.

Responder

Stella Pacheco Pimenta

25/01/2016 - 16h19

Deputado Paulo Pimenta:

Peça uma CPI para investigar a verdadeira sedição em que se transformou a polícia federal. Talvez assim nosso ínclito Ministro da Justiça peça para sair.

Stella

Responder

Gerson

25/01/2016 - 16h02

Só uma perguntinha básica: Onde está o “Ministro da Justiça”? Já sei, dando entrevista para o PIG.

Responder

Vieira

25/01/2016 - 14h53

Porque a mulher do Cunha ainda está em liberdade? Ah! Não vem ao caso. Ele não é ligado ao governo federal.

Responder

wendel

25/01/2016 - 13h53

Então se o próprio presidente da comissão de direitos humanos não tem poder para reverter uma situação de clara evidência de violação de direitos humanos, o que pensar !!!!!!!!!!!!
Estamos realmente no limite do que podemos chamar de direito democrático !!!
Viramos uma galhofa para os países mais sérios no que tange aos direitos humanos e a atuação do judiciário !!!
Vergonha lé o que sinto. Isto para dizer pouco !!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

Márcio Gaspar

25/01/2016 - 12h56

Se voltarmos a fita iremos verificar que a autonomia que o PT(Lula) diz que deu à PF, parece verdadeira, mas essa autonomia foi para ferrar o PT e tentar, também, o Lula. É a obsessão da PF, pegar o Lula. Então temos, hoje no Brasil, Mídia(Globo) sendo o primeiro poder, PF o segundo, MP o terceiro( hoje auxiliar da PF). Ah!! E o Moro? Esse também é auxiliar da PF, pois tudo que a PF diz e escreve sobre investigação o Moro e o MP obedecem e assinam embaixo . É o pateta do Ministro da Justiça, nada. Acho que quanto mais demora a presidente faz para demitir o Ministro, mais difícil irá ficar para tira-lo, pois danado por danado e melhor fazer logo.

Responder

MARIA DO CARMO

25/01/2016 - 11h05

Indignada estou, nao apenas por essa senhora ser jovem ou idosa, indignada estou por tudo o que esta acontecendo no Parana, sou totalmente a favor da punicao de corruptos e corruptores, respeitando a constituicao, o estado de direito esta sendo rasgado, isso e inadmissivel, juiz sendo homenageado por revista e televisao parciais e seletivas, juiz , ministro (cabo eleitoral do psdb que quer julgar quando deveria se considerar impedido), procuradore e promotores sorrindo descaradamente, vaidoso diante de holofotes, deveriam se manifestar apenas nos autos, no meus mais de meio seculo de vida, nunca vi a justica ser tao aviltada, As pessoas talvez, nao prcebam que se o estado de direito esta sendo violado para punir alguem de quem nao gostamos, amanha ele estara sendo arranhado para nos atingir! Acorda povo brasileiro chegou a hora de dar um basta, brasileiros de bom senso, e hora de nos movimentarmos contra os arbitrios desse juiz Moro, ministro Gilmar Mendes, promotor e procurador Cassio Conserino e Carlos Fernando dos Santos Lima e cia, todos deslumbrados por holofotes. Parabens aos juristas e advogados que estao reagindo, na minha opniao timidamente, espero que reajam como agente do direito, ao empresario Marcelo Odebreth, preso sem acusacoes fundamentadas, e querem penaliza-lo por suspeitas que o mesmo e seu pai sao autores do movimento dos advogados, me perdoem isso e inquisicao, aonde estamos, querem prender, oprimir para que se diga o que querem, sem poder se defender parabens Marcelo Odebreth, parabens, sei que e duro estar preso em condicoes desumanas, meus respeitos, nao se abaixe a seus algozes, que envergonham os verdadeiros juizes, que exercem a justica como verdadeiro sacerdocio.

Responder

    C.Paoliello

    25/01/2016 - 23h16

    Maria do Carmo, assino embaixo de tudo que vc disse. Também estou indignado!

Celso Junqueira

25/01/2016 - 10h50

Uma pergunta que a Pres. Dilma terá que responder quando deixar o cargo é “por que manteve o Cardozo como Min. da Justiça, mesmo diante de tanta inação, passividade e leniência”. A PF age sem controle, não presta contas a ninguém. O juiz Moro, um juiz de 1a. instância, sozinho, imobiliza o país, causa uma crise enorme, é o único juiz no Brasil que cuida apenas de UM CASO!! Muito estranho tudo isso…

Responder

Àlvares de Souza

25/01/2016 - 10h37

É inacreditável a descrição que o Deputado faz. Não há mais nenhuma dúvida: quem manda no Brasil hoje é essa súcia de enlouquecidos e delinquentes da pior espécie, perversos, mentalmente corrompidos, verdugos para ninguém botar qualquer defeito. Até quando conviveremos com esse estado de coisas? O que esses caras pretendem com suas práticas fascistas, inquisitoriais? Por que a Presidenta mantém no Ministério da Justiça essa figura deletéria, omissa, solidária com essas práticas terroristas? Que tempos são esses, gente?

Responder

    C.Paoliello

    25/01/2016 - 23h18

    É o Estado Policial LEGITIMADO e o Estado Democrático de Direito ABOLIDO!

mauro silva

25/01/2016 - 10h26

pois então, o deputado que represente o ministro da justiça por desídia e os delegados da polícia federal por tortura.
outros crime podem ser apurados do episódio além do cabimento de uma denúncia formal à anistia internacional: ele é deputado e presidente da comissão de direitos humanos.
onde anda a presidente da república que, imersa numa teimosia parva, mantém esse inepto no ministério da justiça?

Responder

L. Souza

25/01/2016 - 04h50

Ei. Esse modus operandi não é o que os bandidos do tráfico usam para obrigar os devedores a pagar?
Tem traficante infiltrado na PF?

Responder

    mauro silva

    25/01/2016 - 10h28

    a diferença entre uns e outros, em regra, limita-se ao ‘crachá’.

Maria

25/01/2016 - 01h42

Indignada fiquei ao ler esse artigo.
Como pode uma senhora dessa idade em situação especial, e um idoso passarem por tal situação?
Temos um Estatuto do Idoso. E o seu cumprimento?
Temos OAB neste país?
Temos ministro da justiça no exercício do cargo?
Ministério Público conivente com tais ilegalidades, sem promover sua função de fiscal da lei!
Justiça?
Voltamos à época da Inquisição que perseguia aqueles por desvio de conduta religiosa.
Hoje, a tortura do constrangimento (sem marcas físicas), tem apenas um objetivo: colocar “Lula” na cadeia.
Vemos, ainda, um grande espetáculo na mídia: a honra de muitas pessoas arderem na fogueira da calúnia, da injúria e da difamação.

Responder

    VAVÁ

    25/01/2016 - 11h14

    Eu já joguei a toalha com essa “Presidenta”, se a justiça, mídia, oposição, estão comandando o Brasil neste momento,
    imagine o que farão quando tomarem o poder?

FrancoAtirador

25/01/2016 - 00h53

.
.
Tudo isso, porque o Diretor do Instituto Lula tem o mesmo sobrenome,
.
sem sequer ser Parente ou Contraparente dos Chantageados pela PF.
.
(http://www.redebrasilatual.com.br/blogs/blog-na-rede/2015/08/lula-continua-na-mira-dos-irmaos-marinho-diz-celso-marcondes-722.html)
.
.

Responder

Roberto Locatelli

25/01/2016 - 00h34

Já passou da hora de o stf agir, das organizações da sociedade agirem. É inaceitável que se pratique tortura nas dependências da polícia federal.

Responder

    Athos

    25/01/2016 - 13h50

    Sim, esta PF da Dilma Esta sem controle.
    Estamos sem Governo.

    Pafúncio Brasileiro

    25/01/2016 - 18h45

    Esta PF está usando métodos stanilistas, para arrancar confissões e delações. Já passou da hora do Zé da jus cair fora e o Paulo Lacerda voltar para controlar os pitbulls.

a.ali

25/01/2016 - 00h04

E o lerdo zé ?

Responder

simone haidamus

25/01/2016 - 00h00

O mesmo está acontecendo na Operação Zinabre. Estou à disposição para dar maiores detalhes. Atc

Responder

Leonel

24/01/2016 - 23h57

Não da para entender o motivo que Dilma mantém esse Min. da Justiça, ou tá sendo chantageada, ou tá fazendo também o jogo da mídia (EUA). E isso que estão fazendo com essa Sra. é desumano, motivo para investigação e punição desses chantagistas! A perseguição há Lula continua, o partidarismo no MP, PF,PGR e mais órgãos da justiça esta as claras, só não vê os que veem, globo, veja, es, folha, época e por aí vai…

Responder

LIsterix

24/01/2016 - 23h57

Refresquem a minha memória, por favor, pq faz muito tempo q não ouço falar disso, o qualificativo dessa tática é fascismo ou nazismo?

Responder

    C.Paoliello

    25/01/2016 - 23h21

    Nazifascismo.

João Só

24/01/2016 - 23h53

Não dá mais para aguentar tanto aparelhamento na PF pela direita.
O ministro Zé Cardoso tem que sair.

Responder

C.Paoliello

24/01/2016 - 23h51

Se fosse preciso mais alguma prova de que não há ministro da justiça no governo Dilma, já não precisa mais.

Responder

Trindade

24/01/2016 - 23h46

Meu Deus !
Voltamos a barárie !
A inquisição !

Responder

Deixe uma resposta