VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Moro intima petroleiro por “possíveis práticas de crime contra a honra de servidor público federal”

11 de dezembro de 2016 às 08h44

cancella e moro

Emanuel Cancella lança até o final do ano  o livro “A outra face do juiz Sérgio Moro”

Sérgio Moro intima o petroleiro Emanuel Cancella

Aécio Neves não é investigado na Lava Jato simplesmente porque o juiz Moro não quer, pois já foi delatado mais de 5 vezes; Moro faz ouvido de mercador

por Emanuel Cancella, em seu blog 

A intimação do MPF de nº 09/2016 (PR-RJ – 00080581/16) datada de 09/11/16, chegou à minha residência por volta 16:00 h do dia 9/12.

Liguei para o MP, no mesmo dia, por volta das 17:30 h, para saber quem seria o pseudo-ofendido das “ (…) Possíveis práticas de crime contra a honra de servidor público federal…”

Falei com uma atendente, que passou para a outra, que por sua vez mandou que eu ligasse 20 minutos depois.

Liguei e fiquei sabendo que o autor da intimação era o juiz Sérgio Moro.

Em primeiro lugar, quero dizer que não conheço o juiz pessoalmente, não tenho nenhum problema pessoal contra ele, entretanto tenho severas críticas à operação Lava Jato que ele comanda.

Quero salientar também que a Lava Jato tornou-se o maior acervo da vida política brasileira contemporânea, porém, na minha concepção, e de muitos, Moro usa de forma seletiva essas informações.

Aliás, esses questionamentos da seletividade foram feitos não só no Brasil como nos EUA e agora na Alemanha.

E tanto nos Estados Unidos como na Alemanha Moro responde de forma cínica.

Nos EUA, segundo divulgação da imprensa: “O juiz Sergio Moro disse que não julgou casos relacionados ao PSDB porque investigações sobre o partido não chegaram a ele (1).”

Na Alemanha: “Moro chama de “infeliz” foto em que aparece rindo com Aécio Neves, mas ressalta que senador não é investigado. (2)”

Entretanto todos sabem que governo tucano de FHC, na Petrobrás, já foi denunciado várias vezes e ainda, na certeza da impunidade, o próprio FHC reconhece no livro Diários da Presidência que havia corrupção na Petrobrás, em seu governo.

Além disso, o filho de FHC já foi citado, em negócios espúrios, pelo ex-diretor da Petrobrás preso, Nestor Cerveró, como também pelo operador do PMDB, Fernando Baiano.

Aécio Neves não é investigado na Lava Jato simplesmente porque o juiz Moro não quer, pois já foi delatado mais de 5 vezes.  Moro faz ouvido de mercador (3, 4).

Alguém tem que dizer ao juiz Moro que o mundo e a informação hoje são globalizadas. Com isso a Lava Jato não se restringe à “República de Curitiba” e o mundo está acompanhando o golpe que está acontecendo no Brasil.

Moro tem que explicar à sociedade a sua colaboração exacerbada com o governo dos EUA em relação à Petrobrás, já que, além de convocar os procuradores estadunidenses para investigar a Petrobrás, ainda autorizou os corruptos da empresa a irem testemunhar contra o Brasil nos tribunais americanos(6).

Logo os americanos que estão doidos para abocanhar o pré-sal! Assim fica fácil para eles!

Moro autoriza essa “ajudinha” aos americanos, em detrimento do Brasil, mesmo sabendo que se trata de uma farsa a principal acusação nessas ações contra a Petrobrás.

Os gringos espertamente alegam, e Moro fornece argumentos, que a corrupção seria a motivação da queda das ações da empresa.

Entretanto o mundo sabe que as ações, de todas as petroleiras do mundo, não só da Petrobrás, caíram por conta da desvalorização do barril do petróleo.

Na verdade, a queda do valor do barril, e consequentemente das ações, foi artimanha dos EUA, em conluio com a Arábia Saudita, que juntos aumentaram a oferta do petróleo no mercado, derrubando o preço de US$ 140 para US$ 30.

Tudo isso faz parte da política internacional americana para usurpar o petróleo alheio, prejudicando assim países produtores como a Rússia, Ira, Venezuela e Brasil.

E a blindagem aos tucanos segue agora na Petrobrás!

A Lava Jato, que diz combater a corrupção na Petrobrás, se furta a barrar a gestão do tucano Pedro Parente na empresa.

Parente está fazendo uma verdadeira liquidação com os ativos da Petrobrás, num verdadeiro bota-fora com o patrimônio conquistado com o suor do povo brasileiro. Inclusive a venda de ativos está sendo interrompida pelo TCU (5).

Parente está vendendo, sem licitação, o petróleo do pré-sal do campo de Carcará a preço de um refrigerante, quando o preço do barril no mercado internacional está acima de US$ 50.

Fico preocupado porque essa intimação chega no momento em que o meu livro,  A Outra Face do juiz Sérgio Moro, está na fase final de revisão para em seguida ir para a gráfica.

O lançamento do livro será com até o final do ano. Aliás, quero agradecer, de público, à brilhante jornalista Fátima Lacerda que, sem ela, essa obra não seria concretizada, como também aos cartunistas Mega e Latuff.

Esclareço que toda a renda do livro, incluindo o trabalho gratuito da jornalista, será doada para os cerca de dois milhões de trabalhadores demitidos em função da Operação Lava Jato, sendo retirados apenas os custos da edição, financiado pelo autor.

Quero dizer que o livro expressa críticas à atuação do juiz Moro, mas também dá a ele a oportunidade de explicar situações da Lava Jato questionadas no Brasil e no mundo!

Rio de Janeiro, 10 de dezembro de 2016

Emanuel Cancella é da coordenação do Sindipetro-RJ e da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP); publicado originalmente no blog Emanuel Cancella

Leia também:

Lula candidato em 2018, sugere Stedile

 

20 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

lulipe

12/12/2016 - 22h22

Como diz o ditado:Se não pode com o pote, não pegue na rodilha! Vai ter que provar o que escreveu…

Responder

airoldi lacroix bonetti junior

12/12/2016 - 11h18

por isso que a casta de toga e mp devem sofrer investigação por abuso de autoridade sim, não adianta pcnj(partido do conselho nacional de justiça) e o pcnmpf, que não dá em nada, e furar teto constitucional de vencimentos é o que?
não frouxa cancela vamos comprar o livro, viva o povão brasileiro, viva o BRASIL!!!!!!

Responder

marco

11/12/2016 - 21h47

Pior que o lixo que o tal representa,são seus adeptos.E são muitos.

Responder

roberto

11/12/2016 - 19h15

Na década de 50, nos Estados Unidos, um casal que vendia segredos e informações americanas para outros países, foram descobertos, julgados e condenados à morte na cadeira elétrica , por alta traição à Pátria.
Aqui no Brasil o Moro faz exatamente isso e com muito mais desenvoltura,apenas se cobrindo com o guarda chuva da justiça e de juiz, o que é incrivelmente mais grave, e ao invés de ser condenado à pena máxima, ainda julga os outros por corrupção, prende e estabelece a pena, de acordo com o número de latidas de seu cachorro.
O Brasil está doente e não tem cura.

Responder

Schell

11/12/2016 - 18h09

Engano, os aéticos da vida não estão na jurisdição do desM prque: a) o aético é senador, então, teria de estar com o douto teori(a); b) em verdade, o desM não recebeu nenhuma denúncia do mpf (minúsculo) contra qualquer atucanado simplesmente porque o janot(a) não quer tirar pena de ninguém (diria o desM: não vem ao caso). Então, enquanto o preclaro janot(a) não mandar o mpf (ínfimo) investigar os atucanalhas, nada chegará ao desM. A cada verme a sua (in)disposição.

Responder

FrancoAtirador

11/12/2016 - 17h30

.
.
https://twitter.com/MidiaNINJA/status/808005314406559744
.
.

Responder

José Carlos Vieira Filho

11/12/2016 - 17h05

Honra? Que honra?

Responder

FrancoAtirador

11/12/2016 - 15h58

.
.
Tesoureiros do PSDB e do PMDB Têm ‘Môro’ Privilegiado

https://twitter.com/Cris_Caiado/status/807997394231193600
.
.

Responder

FrancoAtirador

11/12/2016 - 15h50

.
.
A Inquietude de Sérgio Moro, o Juiz da Foto ‘Infeliz’
.
O Juiz Moro foi à Alemanha pensando em se consagrar,
mas deparou-se com Protestos, Escrachos e Questionamentos
sobre sua Parcialidade na Condução da Operação Lava Jato
.
Por Flávio Aguiar, de Berlim, para a Rede Brasil Atual
.
http://www.redebrasilatual.com.br/blogs/blog-do-velho-mundo/2016/12/a-inquietude-de-sergio-moro-o-juiz-da-foto-infeliz-7983.html
.
.

Responder

Luiz Carlos P. Oliveira

11/12/2016 - 15h20

Explicar alguma coisa? Não, Cancella, DEUS nunca precisou explicar nada. Todos sabem de que lado ele está. I”m sorry.

Responder

Fernando

11/12/2016 - 13h50

Pavão exibido, louco por uma capa de jornal e revista, um pedante.

Responder

José Araujo do Espírito Santo

11/12/2016 - 12h06

Uma fortíssima razão para a não instigação do Aécio é que o Gilmar Mendes vem junto…ou tô errado?

Responder

José Araujo do Espírito Santo

11/12/2016 - 11h54

Estamos com você Cancella, porque pensamos da mesma forma; m
não somos contra prender corruptos, sejam eles Lula, Dilma ou quem quer que seja mas tem que sem usar a mesma regua para medir todo mundo. Só os canalhas, mal informados ou patologicamente ingênuos não percebem ou não querem, perceber seletividade paladinica do iMoro(al); cheguei ate, por brincadeira sugerir pelo Avaaz um abaixo assinado solicitando a mudança do nome de uma via do Rio de Janeiro, a chamada Seletiva para SeletivA jUIZ sERGIO Moro.

Responder

Gersier

11/12/2016 - 10h40

Quer dizer que então que esse TUCANO disfarçado de juizeco panaca só quer que o elogiem. Vá catar mamona tucano desabestado. Tem mais é que mostrar quem é vc mesmo, um antipatriota a serviço dos interesses dos fdp norte americanos.

Responder

Sila Mó Lá Craia

11/12/2016 - 09h45

Caro Emanuel,

Até a leitura deste post sempre procurei por alguma coisa neutra sobre o tal juiz, mas agora você aguçou e trouxe ansedade para obter o seu livro.
Estaremos ligados

Responder

Deixe uma resposta