VIOMUNDO

Diário da Resistência


Stedile: “É preciso garantir já o direito do Lula ser candidato em 2018”
Política

Stedile: “É preciso garantir já o direito do Lula ser candidato em 2018”


10/12/2016 - 19h49

Stedile lança Lula já

Jeferson Miola, no Facebook

João Pedro Stedile, dirigente nacional do MST, defende que Lula seja imediatamente lançado candidato à Presidência do Brasil.

Em passagem por Porto Alegre para participar de evento promovido pelo deputado federal Deonilso Marcon, do PT/RS, João Pedro disse que a burguesia que perpetrou o golpe de Estado “precisa inviabilizar a volta de um projeto que seja comprometido com os trabalhadores. Faz parte do plano, portanto, a tentativa de impedir a candidatura Lula”.

João Pedro comentou para um público de cerca de 500 ativistas e militantes que “a burguesia deu um golpe para recuperar a taxa de lucro, voltar a acumular nas suas empresas e jogar todo o peso da crise sobre a classe trabalhadora”.

Segundo ele, os golpistas colocam em prática medidas para aumentar “a exploração dos trabalhadores e para se apropriar de dinheiro público através da PEC 55, do corte de investimentos sociais e dos bens da natureza, como o petróleo e a água”.

O líder do MST entende que “isso só se completa com a inviabilização da candidatura Lula em 2018, porque eles sabem que este plano neoliberal é contra os trabalhadores; é antipopular, e não vai tirar a economia da crise”.

Para Stedile, as forças populares têm desafios fundamentais: “precisa fazer lutas de massas, ir para a rua, defender seus direitos que agora estão ameaçados com a PEC 55, com as medidas da CLT, com a reforma da previdência, que é um assalto aos direitos consagrados dos trabalhadores”.

Para ele, “porém, só isso não basta. É preciso imediatamente garantir o direito do Lula ser candidato”.

Stedile entende que se deve lançar já a candidatura do Lula nas ruas, “para constranger a perseguição que estão fazendo a ele e para demonstrar para a república de Curitiba que eles não vão prender um ex-presidente, eles vão tentar prender um candidato a presidente”.

João Pedro defende, ainda, a realização de um amplo debate nacional para discutir um programa alternativo que supere tanto o neo-desenvolvimentismo como a política de conciliação dos anos Lula e Dilma que, na sua visão, não respondem aos desafios do futuro.

LM_Lula_MST_Foto_Lula_Marques16042016-39-850x488

Crédito da foto: Lula Marques/AGPT, via Fotos Públicas

Veja também:

Moro escrachado na Alemanha; veja as fotos 





7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Roberto

12 de dezembro de 2016 às 12h14

Acho uma EXCELENTE estratégia. Até porque os golpistas pretendem cancelar as eleições de 2018.

Responder

FrancoAtirador

11 de dezembro de 2016 às 23h22

.
.
https://twitter.com/i/videos/807411866179948544

Delegado da Polícia Federal que fez Relatório na Operação Zelotes

diz em Comissão que Não Investigou Autoria da Medida Provisória

https://twitter.com/MVM_News/status/807411866179948544
.
.

Responder

Alisson Souza

11 de dezembro de 2016 às 19h33

Não existe candidatura antes do período eleitoral. Para ser candidato, Lula tem que sobreviver a 20 meses da Lava Jato. Vai ser divertido ver isso.

Responder

Bovino

11 de dezembro de 2016 às 00h28

Com Lula provavelmente inelegível e a anti-política em alta, a única chance da Esquerda em 2018 é a candidatura de Wagner Moura pelo PSOL. Senão, teremos um segundo turno Roberto Justus x Bolsonaro.

Responder

    Lukas

    11 de dezembro de 2016 às 19h07

    Alexandre Frota vai pela direita, se for assim.

Lukas

10 de dezembro de 2016 às 21h44

Como Lula se manteve inocente nesta história toda? Caramba, só ele é inocente.
Não resta outra saida: Lula 2018.

Responder

FrancoAtirador

10 de dezembro de 2016 às 21h11 Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding