VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Odebrecht diz que repassou a Serra € 2 milhões de caixa dois em conta na Suíça. É ‘trapaça’ ou ‘não está mais fazendo mal a ninguém’, juiz Moro?

09 de abril de 2017 às 13h53


Em 6 de dezembro de 2016, os senadores tucanos Aécio Neves e José Serra tiveram um momento a dois com o juiz  Sérgio Moro durante evento da IstoÉ, em São Paulo

Odebrecht diz ter repassado € 2 milhões de caixa dois a José Serra

por Bela Megale e Mário César Carvalho, na Folha de S. Paulo, em 09/04/2017

O ex-presidente do grupo Odebrecht Pedro Novis disse em seu acordo de delação premiada que repassou € 2 milhões de caixa dois a José Serra (PSDB) a partir de 2006, quando o tucano disputou e venceu a eleição para o governo de São Paulo. Segundo Novis, não foi exigida contrapartida do político tucano.

Os valores, de acordo com Novis, foram depositados entre 2006 e 2007 em contas na Suíça indicadas pelo empresário José Amaro Pinto Ramos, próximo ao PSDB.

O valor corresponde a R$ 5,4 milhões, quando se corrige o euro pelos valores médios daqueles anos.

Pinto Ramos afirmou à Folha, por meio de seu advogado, que recebeu € 1,2 milhão da Odebrecht na Suíça em 2006 e 2007, mas que o montante corresponde a serviços de consultoria à empresa. Ele diz ter feito estudos de viabilidade econômica para projetos da Odebrecht na Argélia, na Turquia e no Uruguai.

A Folha revelou em agosto do ano passado que delatores da Odebrecht haviam dito a procuradores da Lava Jato que Serra recebera R$ 23 milhões em contas secretas na Suíça em 2010, quando disputou a Presidência pelo PSDB e acabou derrotado por Dilma Rousseff, do PT.

No caso dos R$ 23 milhões, Novis e outro funcionário da Odebrecht afirmaram à Lava Jato que os repasses foram feitos em contas de dois amigos de Serra: os empresários Ronaldo Cezar Coelho, fundador do PSDB e hoje no PSD, e Márcio Fortes, que já foi tesoureiro nacional do PSDB.

Em 2006, a campanha de Serra não registrou nenhuma doação da Odebrecht. Serra declarou à Justiça eleitoral que gastou R$ 25,9 milhões na eleição daquele ano.

Já na campanha presidencial de 2010, a Odebrecht doou, segundo delatores, R$ 23 milhões pelo caixa dois. A Justiça eleitoral registra R$ 2,4 milhões doados pela empreiteira ao candidato.

Novis presidiu o grupo Odebrecht entre 2002 e 2009, quando foi substituído no cargo por Marcelo Odebrecht. Amigo de Serra há mais de 20 anos, Novis se referia ao tucano em planilhas internas como “vizinho” (como de fato foram) ou “careca”, segundo disse em sua delação.

Ele tinha autonomia para repassar recursos ao tucano enquanto Emílio Odebrecht, presidente do conselho de administração, apostava suas fichas em Lula e no PT.

Segundo Novis, os € 2 milhões foram solicitados por intermediários de Serra para a campanha eleitoral de 2006. A empresa, ainda segundo o delator, não pediu nenhum tipo de contrapartida ao tucano.

O empresário apontado pelo ex-presidente da Odebrecht, Pinto Ramos já foi citado por outros delatores do grupo como um dos intermediários de propina para o projeto do submarino nuclear, orçado em € 6,7 bilhões (cerca de R$ 23 bilhões).

Ele diz que recebeu honorários da Odebrecht por ter apresentado o grupo brasileiro à estatal francesa DCNS, mas nega ter pago suborno.

Pinto Ramos já manteve escritório nos EUA e na França e tem relação antiga com tucanos. Ele chegou a ser indiciado na Suíça em 2011 por lavagem de dinheiro, sob suspeita de ter repassado suborno em negócios da Alstom com o governo paulista. As autoridades suíças, no entanto, arquivaram o caso por falta de provas, segundo o advogado do empresário, Thiago Nicolai.

No Brasil, as investigações sobre a Alstom chegaram a Pinto Ramos, mas não há provas de que ela tenha cometido irregularidades.

SERRA NEGA ILEGALIDADE

O senador José Serra (PSDB) afirmou por meio de nota que “não cometeu nenhuma irregularidade e que suas campanhas foram conduzidas pelo partido, na forma da lei”.

Serra diz que “enquanto não forem abertos os sigilos dos depoimentos dos delatores investigados, é impossível apresentar qualquer comentário ou defesa, pois não se pode confirmar sequer o conteúdo das informações”.

Sobre o repasse de R$ 23 milhões em 2010, Serra disse que a campanha foi conduzida dentro da legalidade, mas afirmou que o partido era o responsável pelas finanças.
O empresário José Amaro Pinto Ramos afirma que recebeu € 1,2 milhão da Odebrecht entre 2006 e 2007, mas nega ter feito repasses a Serra. Pinto Ramos afirma que a Odebrecht pagou por três estudos de viabilidade econômica de projetos fora do país, dos quais nenhum saiu do papel.

Um dos estudos, encomendado pelo braço da Odebrecht em Portugal, era sobre a viabilidade de adutoras de água na Argélia. Outro era sobre a viabilidade de implantação de um sistema de bondes urbanos na Turquia.

O terceiro era sobre o impacto que a implantação de um sistema de bondes teria sobre o mercado imobiliário de Montevidéu, no Uruguai, de acordo com o advogado Thiago Nicolai, que defende Pinto Ramos.

De acordo com o advogado, o empresário tem contratos de todos os estudos de viabilidade que produziu e os pagamentos foram declarados às autoridades dos países em que ele atuou.

O advogado afirma que o Ministério Público da Suíça analisou todas as movimentações bancárias feitas por Pinto Ramos naquele país e concluiu que não houve repasse de suborno.

Como não havia provas de ilegalidades, as autoridades suíças arquivaram as investigações, o que equivale a ser absolvido, ainda de acordo com Nicolai.

Sobre a acusação de que teria intermediado repasse de propina no contrato do submarino nuclear, Pinto Ramos diz que recebeu honorários da Odebrecht por ter apresentado o grupo brasileiro para a empresa francesa DCNS, que detém a tecnologia do submarino nuclear que deve ser produzido no Brasil.

Segundo o advogado de Pinto Ramos, o empresário atua como consultor por conta dos contatos que criou em mais de 30 anos de atividade na Europa, EUA e Japão.

A Odebrecht diz em nota que “não se manifesta sobre o teor de eventuais depoimentos de pessoas físicas, mas reafirma seu compromisso de colaborar com a Justiça. A empresa já adota as melhores práticas de ‘compliance'”.

PS do Viomundo: No sábado (08/04), o juiz Sérgio Moro proferiu palestra na Universidade Harvard, em Boston (EUA). Lá, segundo reportagem de Cláudia Trevisan, no Estadão, ele disse que a prática de corrupção para caixa 2 eleitoral é pior que a corrupção para o enriquecimento ilícito. Afirmou também:

“Se eu peguei essa propina e coloquei em uma conta na Suíça, isso é um crime, mas esse dinheiro está lá, não está mais fazendo mal a ninguém naquele momento. Agora, se eu utilizo para ganhar uma eleição, para trapacear uma eleição, isso para mim é terrível.

“Temos que falar a verdade, a Caixa 2 nas eleições é trapaça, é um crime contra a democracia. Eu não estou me referindo a nenhuma campanha eleitoral específica, estou falando em geral”.

Algumas questões óbvias: Existe caixa 2 puro, limpinho, sem segundas intenções? Como identificá-lo? Como separar o caixa 2 eleitoral  “sujo” do  “limpo”? Juiz Moro, como classificar os 2 milhões de euros que o senador José Serra (PSDB) na Suíça? Seriam “crime contra a democracia” ou é do tipo ” não está mais fazendo mal a ninguém naquele momento”? Ou, como ele é tucano, não vem ao caso? Conceição Lemes

Leia também:

Procurador no Paraná: A “República de Curitiba” continua com seu quintal imundo

 

19 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Antônio Inácio de Lima

15/04/2017 - 09h27

O juizeco da vasajato é um delinquente perigosíssimo!

Responder

JOHN J.

11/04/2017 - 14h49

DO A PROPINA É PARA TUCANOS, OS TOGADOS DA PGR E DO STF DEIXAM PRESCREVER OU DIZEM QUE NÃO TEM PROVAS SUFICIENTES E ENGAVETAM DEFINITIVAMENTE.
A DOUTORA ELIANA CALMON CHAMAVA ESSES TOGADOS DE “BANDIDOS DE TOGAS”, POIS ALÉM DE NÃO FAZER SEU SERVIÇO, ELES NÃO PUNEM O BANDIDOS QUE COSTUMEIRAMENTE ROUBAM O ERÁRIO NACIONAL E SÓ SE INTERESSAM EM PUNIR OS POLÍTICOS QUE AJUDARAM A PF COMBATER A CORRUPÇÃO.

Todos bandidos tem que ser combatidos e eliminados do convívio social, o mais rapidamente possível, não importando o seu cargo, sua lotação ou sua posição social, seja ele banqueiro, empresário, comerciante, civil, religioso, político do legislativo, funcionário público de qualquer órgão, de qualquer governo e principalmente do JUDICIÁRIO, que é onde estão os Funcionários Públicos mais bem pagos do país, cujo serviço tem obrigação de ser bem feito, pois só assim se evita o aparecimento de bandidos no funcionalismo e a criação de quadrilhas especializadas em lesar a pátria em qualquer outro lugar.
O pior bandido é o bandido do judiciário, porque além de não combater a corrupção, ele ainda ajuda e protege a formação e a ação de outras quadrilhas de bandidos corruptos que lesam a pátria e ficam impunes.
• • DRA. ELIANA CALMON FALA –
https://www.youtube.com/watch?v=wHKIErwmG-4
• • DRA. ELIANA CALMON RESPONDE –
https://www.youtube.com/watch?v=ad5WB83Wx-U

https://www.youtube.com/watch?v=0YOCBNA2858
• • REDE GOLPE: https://www.youtube.com/watch?v=Mz2MLoG7H1E
• • JUIZES INCORRUPTÍVEIS –
?1440773959
“O PIOR BANDIDO DE UM PAÍS É O BANDIDO DO JUDICIÁRIO, PORQUE ALÉM DE NÃO COMBATER OS CRIMES DE ROUBO E CORRUPÇÃO, ELE AINDA AJUDA NA FORMAÇÃO DE QUADRILHAS DE POLÍTICOS E DE EMPRESÁRIOS QUE ROUBAM, CORROMPEM E SE ENRIQUECEM LESANDO A PÁTRIA E CONSEQUENTEMENTE O POVO DO PAÍS.” (J.J.)
• G.M. POR DALMO DALARI: http://www.correiocidadania.com.br/antigo/ed296/politica.htm
.• COLETÂNEA DE TEXTOS SOBRE FHC, O VENDILHÃO DA PÁTRIA.
https://limpinhoecheiroso.com/2014/04/15/coletanea-de-textos-fhc-o-vendilhao-da-patria/
• INVENTÁRIO DAS DENÚNCIAS CONTRA AÉCIO NEVES
http://www.ocafezinho.com/2016/07/07/inventario-das-denuncias-contra-aecio-e-a-cobertura-da-midia/#sthash.lHH0jcRX.dpbs
“Não há esperança de sobrevivência humana sem homens dispostos a dizer o que acontece, e que acontece porque é” (Hannah Arendt) – https://youtu.be/zDq9sfgvanI

Responder

Eduardo

11/04/2017 - 09h54

Onde está o PAULO SKAF, vagabundo,sem-vergonha, ladrão, imoral, hipócrita,incompetente, bate-pau e pau mandado dos empresários ?

Responder

Paulo Soares

11/04/2017 - 01h03

E sobre essa notícia:

“Marcelo Odebrecht diz a Moro que Lula recebeu dinheiro em espécie”

Vcs não vão repercutir?

Vão falar nada?

Foi o mesmo delator, Marcelo Odebrecht…

Por mim, pode prender Serra e Lula e jogar a chave fora!

E vcs, o q acham?

Responder

Joao Maria

10/04/2017 - 11h57

Ta certo juiz. 2 milhoes na conta do çerra proveniente de caixa dois nao é crime. Crime é roubar salaminho e ser condenado a 1 ano e oito meses por um juiz de Sao Paulo.

Responder

Henrique de Oliveira

10/04/2017 - 10h49

Moro não passa de um bosta a serviço dos golpistas.

Responder

PLEX

10/04/2017 - 08h18

Eles nao quiseram aceitar ao financialmento publico de campanha e nem o fim de doacoes de PJ.Os donos de capital n medem esforco pra perperuar um estado privado de excecao.

Responder

Cláudio

10/04/2017 - 04h13

:
: * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra♥♥S♥♥il e postando: A grande mídia (mérdia) é composta por sabujos sujos e sabujas sujas a serviço dos ianque$ e do $ionismo de capital especulativo internacional e outras máfias (como a ma$$onaria) dos e das canalhas direitistas…
.
.
PARA A ENÉSIMA PUTifARIA ( patifaria + putaria ) DA DIREITA:

Foi com muito cálculo que se preparou mais essa para o PT (e/ou as esquerdas, o progressismo/trabalhismo). E, ao que parece, o partido não contava nem se preveniu para essa eventualidade. Aliás, é estranho o número de vezes que o PT é pego de calças curtas, desprevenido e perplexo. E, o que mais espanta, é que seus inimigos nem parecem ser tão espertos assim.
.
.
AS MORDOMIAS DOS MARAJÁS EM PÉ DE GUERRA:
.
Os 17 mil juízes receberam em média 46,1 mil por mês em 2015;
.
Os 1,2 mil promotores e procuradores de Justiça recebem salário máximo teórico de 33,7 mil mensais;
.
Magistrados e promotores têm auxílio-moradia de 4,3 mil mensais. Se morarem juntamente com um cônjuge que também tem direito a auxílio, ambos recebem da mesma forma;
.
Todos têm 60 dias de férias por ano e, em caso de trabalho fora do local, uma diária equivalente a 1/30 da remuneração mensal;
.
Pena máxima em caso de punição disciplinar: aposentadoria compulsória com salario integral (i$$o é punição mesmo ou é premiação ?…)
.

Poesia contra a distopia (Distopia = Ideia ou descrição de um país ou de uma sociedade imaginários em que tudo está organizado de uma forma opressiva, assustadora ou totalitária, por oposição à utopia. “Distopia”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/distopia [consultado em 01-10-2016].)

::
ReXistência
.
Não deixe que aluguem o seu pensamento:
Simplesmente mude de canal ou desligue a TV
:
Diga “NãO” à Rede Goebbels
……………………………..………………. ( Cláudio Carvalho Fernandes )
.:.
::
Globo
.
PATRÃO
PADRÃO
LADRÃO
.
……………………………..………………. ( Cláudio Carvalho Fernandes )
.:.
::
.:.
Mídia cínica, mercenária, demagógica e corruta.
.
“Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma”.
.
…………………..………………………………. ( Joseph Pulitzer )
::
Se você não for cuidados@
.
“Se você não for cuidados@, os jornais [a mídia] farão [fará] você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas e amar as [‘]pesso[nh]as[’] que estão oprimindo”.
.
…………………..………………………………. ( Malcolm X )
::
.:.
::
( En la lucha de clases )
.
En la lucha de clases
Todas las armas son buenas
Piedras
Noches
Poemas
.
…………………………………………….( Paulo Leminski )
::
.:.
( Não é a beleza )
.
Não é a beleza
Mas sim a humanidade
O objetivo da literatura
.
…………………………………………….( Salamah Mussa )
::
.:.
A existência precede a essência.
.
…………………………………………….( Jean-Paul Sartre )
::
.:.
* 1 * 2 * 13 * 4
.:.
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
* * * * * * * * * * * * *
* * * *
Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já pra antonti (anteontem. Eu muito avisei…) !!!! Lul(inh)a Paz e Amor (mas sem vaselina) 2018 neles (que já tomaram DE QUATRO no PSDBosta) !!!!
* * * *
* * * * * * * * * * * * *
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Responder

Jose carlos lima

10/04/2017 - 02h58

Nóis é jeca mais é jóia

http://jornalggn.com.br/blog/jose-carlos-lima/nois-e-jeca-mais-e-joia

Responder

abelardo

09/04/2017 - 22h21

Pelo que entendi, o juiz Sérgio Moro está tentando corromper a lei. Como é que um juiz pode dizer que dinheiro sujo de propina e de caixa dois guardados no exterior, sem ser usado, não faz mal a ninguém? Eu entendo, Juiz Sérgio, que não só faz mal pelo crime que o originou, como fez mal no ato da prática do crime, como está fazendo mal até hoje aos que sofreram o prejuízo pelo crime cometido. Então, diante desse meu espanto pelas suas declarações, eu pergunto:
– O Juiz Sérgio mantém o que disse e considera que eu estou errado em meu entendimento ou o Juiz Sérgio reconhece que o meu entendimento está correto?

Responder

Sidnei

09/04/2017 - 20h57

Como Moro já percebeu que não vai dar pra acusar Lula de enriquecimento ilícito ou de ter contas no exterior, vai precisar condená-lo por ter ganhando eleições, diretamente, ou por meio de sua sucessora.
Moro, portanto, apenas ajusta seu discurso.

Responder

marco

09/04/2017 - 18h23

Além de cúmplice IMPUNE DO GOLPE DE ESTADO,é TRAPACEIRO!

Responder

FrancoAtirador

09/04/2017 - 18h03

.
.
Fosse a ‘Doação’
em Reais no Brasil
ao PT Seria Crime.

Como Foi em Euros
ao PSDB na Suíça
Não Faz Mal Algum.
.
.

Responder

Gilberto Bueno

09/04/2017 - 16h23

Palavras do próprio Juiz Moro: “Se eu peguei essa propina e coloquei em uma conta na Suíça, isso é um crime, mas esse dinheiro está lá, não está mais fazendo mal a ninguém naquele momento. Agora, se eu utilizo para ganhar uma eleição, para trapacear uma eleição, isso para mim é terrível.

“Temos que falar a verdade, a Caixa 2 nas eleições é trapaça, é um crime contra a democracia. Eu não estou me referindo a nenhuma campanha eleitoral específica, estou falando em geral”.

Olha se um bandido rouba um banco e coloca esse dinheiro na Suíça não faz mal a ninguém mais se vai disputar uma eleição é terrivel!? É preciso falar sério não logorréias senhor Juiz, tudo começa nos corruptores e nos corruptos, e também na Suíça por dar respaldo a eles. Sem respaldo dos paraísos fiscais é impossível corrupção bem como caixa 2.

Responder

robertoAP

09/04/2017 - 16h20

O Moro é o juiz mais corrupto de que se tem notícia.
Vergonha para o Brasil ,que já está sofrendo bullying do resto do mundo,por ser um país de panacas,que aceitam isso.

Responder

    leonardo

    09/04/2017 - 19h07

    Perfeito seu curto mas PRECISO COMENTÁRIO! nosso destino é a falência!

    OSVALDO LESCRECK FILHO

    09/04/2017 - 22h05

    Quanto à corrupção, no tocante aos $$$ não digo nada. Porém, como juiz, parcial, tendencioso e injusto, para mim, nas suas funções judicantes, é um merda. Serve de espelho para frustrados, recalcados e invejosos de toda espécie. É a MINHA opinião.

Rossi

09/04/2017 - 15h36

Dinheiro subtraído do povo e não devolvido continua causando o mal sim,pois a falta de medicamentos, de escolas , salários dignos de professores, de segurança pública,prostituição, menores abandonados são consequências diretas deste assalto efetuado pelos níveis mais altos de nossas elites.

Responder

Marat

09/04/2017 - 14h19

O Moro é o tipo do canalha que a Casa Grande sempre sonhou e acalenta!

Responder

Deixe uma resposta