VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Que médico assumiria eventual morte de Genoino na cadeia?

14 de março de 2014 às 17h09

por Conceição Lemes

Os próximos dias serão cruciais para o ex-deputado federal e ex-presidente nacional do PT José Genoino Neto, condenado a 4 anos e 6 meses em regime semiaberto na ação penal 470, o chamado mensalão.

Na segunda-feira 10, por solicitação do Serviço de Perícia Médica da Câmara, ele se submeteu a dois exames complementares à avaliação clínica, realizada em 11 de fevereiro.

O holter 24 horas é um deles. Um minigravador, preso à cintura e conectado ao tórax por fios e eletrodos, registra os batimentos cardíacos durante as atividades de rotina de um dia e uma noite. Ele possibilita o diagnóstico de alterações que o eletrocardiograma às vezes não revela.

O outro exame é a angiorressonância de coração, aorta torácica e vasos supraórticos, que proporciona ao médico visualizar com imagem de muito boa qualidade os vasos sanguíneos do corpo. Detecta a formação de placas de gordura nas artérias – a chamada aterosclerose – que pode reduzir o fluxo sanguíneo.

Com base nesses exames e na avaliação clínica, a junta médica da Câmara definirá se o quadro de doenças de Genoino é incapacitante para o trabalho, o que lhe garantiria a aposentadoria por invalidez.

Esse mesmo relatório será usado pelo ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), para decidir como Genoino cumprirá a pena.

Joaquim Barbosa submeterá o relatório à junta médica da Universidade de Brasília (UnB). É a mesma que examinou Genoino em novembro do ano passado e concluiu: “não é imprescindível a permanência domiciliar fixa do indivíduo”.

Genoino está preso em Brasília há quase quatro meses. Mais precisamente há 119 dias. Desses, 111 em prisão domiciliar provisória devido a problemas de saúde.

Seus advogados já pediram ao STF e à Procuradoria Geral da República (PGR) que a pena seja cumprida permanentemente em casa devido ao “alto risco cardiovascular”.

A MÍDIA IGNOROU ALERTA DA JUNTA MÉDICA DA CÂMARA

Desde que foi preso, em 15 de novembro do ano passado, Genoino passou pela perícia de quatro juntas médicas oficiais.

A primeira, a pedido da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, foi realizada em 19 de novembro pelos médicos do Instituto de Medicina Legal da Polícia Civil do Distrito Federal. Seu resultado:

Dois dias antes, o médico responsável pelos atendimentos no Centro de Internamento e Reeducação (CIR), no Complexo Penitenciário da Papuda, advertira em relatório sobre a gravidade do caso e a inexistência no local de assistência emergencial no período noturno, fins de semana e feriados. Foi no CIR que Genoino ficou preso.

A segunda perícia, determinada pelo ministro Joaquim Barbosa, aconteceu em 23 de novembro e ficou a cargo de cinco doutores da Universidade de Brasília (UnB). Ela tinha como objetivo avaliar a necessidade de prisão domiciliar, solicitada por Genoino.

Num relatório de nove páginas, a junta médica da UnB afirmou cinco vezes: não é imprescindível a permanência domiciliar fixa do indivíduo (grifo, em negrito, da repórter). Abaixo duas delas (na íntegra, abaixo):

A terceira avaliação oficial, em 25 de novembro, foi feita pelo Serviço de Perícia Médica da Câmara dos Deputados.

Tal qual a quarta perícia, ora em andamento, a finalidade era verificar se Genoino, dada à fragilidade de sua saúde, poderia se aposentar por invalidez.

Naquele momento, a junta médica da Câmara chegou à conclusão de que Genoino “não era portador de cardiopatia grave do ponto de vista médico pericial”, e o reavaliaria em 90 dias. O que está fazendo agora.

Porém, alertou sobre o risco de futuros eventos cardiovasculares. Também que, nas condições em que se encontrava, a atividade profissional poderia acarretar descontrole da pressão arterial que, em associação com anticoagulação inadequada, aumentaria o risco de eventos cardíacos e cerebrais.

Em português claro: Genoino tem risco de acidente vascular cerebral (AVC), popularmente conhecido como derrame cerebral, infarto do miocárdio e até nova dissecção da aorta (a maior e mais importante artéria do corpo humano), como a que quase o matou em 24 de julho do ano passado.

Tanto que, em 27 de novembro, na coletiva de imprensa da junta médica da Câmara, um dos seus integrantes, o cardiologista Luciano Janussi Vacanti, atenta para isso e o estresse que o trabalho poderia causar. Ele é bem didático para os jornalistas:

O estresse altera nitidamente os parâmetros da pressão. Para uma pessoa hipertensa, como é o caso em questão [José Genoino Neto], isso tem implicação muito grande no controle da pressão arterial.

Todas as pessoas submetidas a esse tipo de cirurgia [para tratamento da dissecção da aorta], ao longo do tempo, podem ter uma piora, podem precisar reoperar. E um dos componentes que aumenta muito o risco da e a pessoa precisar reoperar é a pressão [arterial] não estar bem controlada.

Ou seja, enquanto essa pressão não estiver bem controlada, existe um risco.  Por conta disso e por conta do estresse que o trabalho ocasiona, o trabalho atrapalharia o controle da pressão arterial e aumentaria o risco.

Então, por isso temporariamente não se recomenda a atividade no trabalho.

Isso funciona pra qualquer doença relacionada ao coração em que a pressão arterial tenha um componente importante.

Porque o trabalho e o estresse levam a um aumento de adrenalina, [a adrenalina] aumenta a frequência cardíaca, aumenta a pressão, e isso tudo vai causar problemas no futuro.

Tudo isso está gravado.

A mídia, porém, ignorou.

– Por quê?

Hipótese mais provável: esses esclarecimentos do cardiologista Luciano Janussi Vacanti  ajudariam a respaldar a prisão domiciliar requerida por Genoino, contrariando os interesses midiáticos e a conclusão da junta médica da UnB que essa mesma mídia tanto festejou.

A PERGUNTA CAPCIOSA DE JOAQUIM BARBOSA PARA MANTER GENOINO NO SEMIABERTO

A propósito 1. Curiosamente, a mesma junta da UnB, que frisou cinco vezes que a prisão domiciliar não era imprescindível, recomendou “a restrição da influência de fatores psicológicos estressantes”, como uma das medidas para a pressão arterial de Genoino não subir.

Um paradoxo. Afinal, o sistema carcerário no Brasil, mesmo no regime semiaberto, é psicologicamente estressante. Consequentemente, pode contribuir para aumentar a pressão arterial.

Ou será que junta médica da UnB vive em Marte e nunca ouvir falar da realidade prisional brasileira?

Ou pensa ser possível aprisionar Genoino numa redoma de vidro para ele não sentir efeitos estressantes da cadeia?

Ou tem visão reducionista, compartimentada da saúde, minimizando a influência do estresse negativo sobre a saúde mental e desta na saúde física?

A propósito 2. A junta médica da UnB avaliou Genoino quando ele já estava de alta do Instituto de Cardiologia do Distrito Federal, onde ficou hospitalizado de 21 a 23 de novembro.

A pressão arterial já tinha baixado. As dores no peito e as “palpitações” (aumento dos batimentos cardíacos) que motivaram a internação haviam passado.  Ele estava monitorado continuamente pela equipe do hospital. E, ainda, rodeado da família tão querida.

Não é o que vai ter numa prisão, mesmo em regime semiaberto.

A propósito 3. Genoino sofre de hipertensão arterial desde 1972, quando, capturado pelos militares na Guerrilha do Araguaia, foi torturado.

Assim, toda vez que passa por situação muito estressante, a sua pressão arterial sobe, mesmo ele tomando remédios anti-hipertensivos.

Após a sua prisão, em 15 de novembro, isso aconteceu duas vezes.

A primeira, durante o voo de São Paulo para Brasília, quando teve também palpitações e dores no peito. Foi aí que decidiu pedir a prisão domiciliar.

A segunda, em 21 de novembro, já na Papuda. A pressão chegou a 25 por 16 — o normal é 12 por 8. Acabou no Instituto de Cardiologia do Distrito Federal, onde ficou internado por três dias.

A propósito 4. Joaquim Barbosa perguntou à junta médica da UnB: é imprescindível a permanência domiciliar fixa do indivíduo?

Formulação flagrantemente capciosa, para forçar a resposta que ele queria em todos os questionamentos:NÃO.

Objetivo: manter Genoino preso no regime semiaberto. É o que lhe importava.

Se estivesse preocupado em garantir a saúde do apenado sob tutela do Estado, como diz a lei, a pergunta adequada seria: Genoino corre risco de vida se ficar preso no regime semiaberto? Ou: O risco de vida é maior no semiaberto do que na prisão domiciliar?

No mundo real, não dá para dissociar o indivíduo do que acontece no ambiente real em que ele está.

O regime semiaberto significa sair do presídio para trabalhar às 7h e estar de volta às 19h, de segunda a sexta-feira. Sábado, domingo e feriado, ficar encarcerado.

Semanalmente, somam 108 horas preso e 60 trabalhando.

Aí, outra questão se impõe: com a saúde fragilizada Genoino teria condições efetivas de trabalhar?

FATORES ASSOCIADOS GERAM ALTO RISCO CARDIOVASCULAR

Genoino está com 67 anos, teve dissecção da aorta há 7 meses e 15 dias. O AVC (ficou  com sequelas mínimas nas pernas) foi há 7 meses.

Especialistas descrevem a dissecção da aorta como um evento catastrófico.  Ou seja, problema gravíssimo, de alta mortalidade na fase aguda – mata mais do que infarto do miocárdio! –, cuja causa em cerca de 75% dos casos é a hipertensão arterial.

O hipertenso tem, ainda, cinco a seis vezes mais probabilidade sofrer AVC.

Atualmente, Genoino tem hipertensão arterial crônica, aumento de colesterol no sangue e aterosclerose nas coronárias e nas carótidas.

As coronárias levam sangue para o coração, que então o bombeia para o restante do organismo. As carótidas transportam o sangue oxigenado para o cérebro.

Com o tempo, placas de gordura (chamam-se ateromas) se acumulam no interior dessas artérias, estreitando-as. Diminui, assim, o fluxo sanguíneo nelas.

Em cima das placas de gordura às vezes se formam coágulos, que podem dificultar ou interromper a passagem de sangue. É como se a mangueira d’água ficasse parcial ou totalmente entupida. Se isso acontece nas carótidas, pode causar AVC. Se nas coronárias, infarto do miocárdio.

Mais recentemente passou a ter também síndrome depressiva leve, deflagrada em paciente idoso.

Pois é a associação desses fatores que torna Genoino uma pessoa de alto risco cardiovascular.

Para diminuí-lo, ele toma remédios contra a hipertensão arterial, o colesterol aumentado e a depressão. E ainda, devido ao AVC, o anticoagulante varfarina (“afina” o sangue, evitando a formação de coágulos, capazes de entupir as artérias).

A dieta tem de ser com pouco sal, pouca gordura e restrita em alimentos ricos em vitamina K, pois ela interage com o anticoagulante, diminuindo a ação desse remédio.

Isso significa consumir com parcimônia, por exemplo, brócolis, couve-flor, grão-de-bico, espinafre, nabo, beterraba, lentilha, fígado, aipo, feijão verde, abacate, azeite, mamão, agrião, mostarda e salsa.

– Como está o Genoino agora? 

Na petição dos seus advogados ao STF e à PGR, o cardiologista Geniberto Paiva Campos, que o acompanha em Brasília, diz que os níveis de pressão arterial, colesterol, coagulação do sangue estão normais, evidenciando o benefício do ambiente doméstico na evolução da enfermidade. Geniberto foi professor de Cardiologia na UnB.

– O vai acontecer se Genoino voltar para o presídio?

Basta pedir a Genoino um histórico detalhado do que lhe aconteceu nas duas vezes que passou mal em novembro do ano passado – é o que os médicos chamam de anamnese – para prever o que pode acontecer. Ele provavelmente ficará tenso, estressado, a pressão arterial subirá, mesmo ele tomando os anti-hipertensivos, com consequências imprevisíveis.

ESTRESSE, AUMENTO ABRUPTO DA PRESSÃO ARTERIAL E POSSÍVEIS CONSEQUÊNCIAS

Um fato muito estressante para uma pessoa não é necessariamente para outra.  Cada um de nós reage de uma forma ao estresse, à tensão, à pressão.

Agora, diante de um estresse agudo a pressão arterial costuma aumentar rapidamente.

Isso acontece com todo mundo, inclusive comigo que não sofro de hipertensão.

“A máxima aumenta sempre, a mínima pode aumentar só um pouco”, explica o cardiologista Luiz Antônio Machado César, diretor clínico da Unidade de Coronariopatia Crônica do Instituto do Coração (Incor) da Faculdade de Medicina da USP. “Isso acontece por causa da descarga maior de adrenalina no sangue.”

Ou seja, se você medir a sua pressão arterial numa situação de medo, perigo, tensão, vai descobrir que a máxima está elevada – 15, 16.

“Isso não quer dizer que o estresse cause hipertensão”, observa a endocrinologista Maria Teresa Zanella, professora titular da Faculdade de Medicina da Unifesp e do Hospital do Rim e Hipertensão. “Porém, uma situação estressante numa pessoa já  hipertensa pode fazer com que a pressão arterial dela aumente mais ainda, até em níveis muito altos.”

Explico. A adrenalina é o nosso mais poderoso estimulante endógeno. Trata-se de uma substância produzida pelas glândulas suprarrenais o tempo todo.

Contudo, em situações de perigo, nervosismo, medo, tensão, ansiedade, a adrenalina é liberada em maior quantidade no sangue. Essa descarga maior é para preparar o nosso corpo para se defender.

No ato, coloca-o em condições de luta contra supostas ameaças. A pessoa fica ligada.  O coração bate mais depressa. A pressão arterial aumenta abruptamente para fornecer oxigênio suficiente para os músculos e vasos contraírem e você poder “fugir”.

O organismo reage como se, de repente, você desse de cara com um leão na sua sala. É uma reação normal a uma situação de perigo, mesmo que você não tenha de sair correndo de um leão.

Isso acontece toda vez que você sofre um estresse muito grande.

O organismo dos hipertensos, porém, tem reação maior à liberação de adrenalina do que os normotensos. Em consequência, há maior constrição de vasos  e músculos e às vezes até ocasiona sintomas como dor de cabeça e na nuca, náusea, tontura, sensação de aperto no peito, falta de ar, sudorese.

“Mesmo que o hipertenso tome medicação direito, se cuide, numa situação de estresse, nervosismo, tensão, pode haver, sim, aumento abrupto da pressão arterial”, atenta a professora Maria Teresa. “A liberação maior de adrenalina se sobrepõe à ação anti-hipertensiva do medicamento.”

– Mas essa subida rápida de pressão no hipertenso devido ao estresse oferece risco? 

“Em geral, há um pico de pressão, mas daqui a pouco ela abaixa”, afirma cardiologista Edson Stefanini, da Disciplina de Cardiologia da Faculdade de Medicina da Unifesp. “Mas pode, sim, oferecer risco ao paciente já hipertenso.”

Se o paciente hipertenso tiver um pico e mantiver a pressão muito elevada — 20 por 14, por exemplo – por horas a fio, ele pode ter uma hemorragia cerebral. É o acidente vascular cerebral.

O pico hipertensivo  por causa do estresse pode também contribuir para aumentar o trabalho do coração e comprometer o fluxo sanguíneo para o mesmo.

A pessoa sente dor como se estivesse infartando. Há falta provisória de sangue, que os médicos chamam de isquemia transitória. A elevação da pressão arterial por si só não é mecanismo causador de infarto.

“Agora, se essa pessoa tiver também obstrução nas coronárias por placas de gordura, ela pode ter um infarto do miocárdio”, adverte Stefanini.

“Quem sofreu uma dissecção da aorta, pode ter outra”, afirma Machado César. “Quando isso acontece, é no ponto onde se fez a cirurgia. Mas pode dissecar também em outro lugar, mas não é o que a gente costuma ver.”

A dissecção da aorta mata demais. A mortalidade é de 1% por hora. Quando há complicação, em 48 horas, metade já morreu.

Parêntese. Esta repórter tentou ouvir os médicos que cuidaram de Genoino quando ele teve dissecção da aorta e AVC, para entender melhor a relação estresse-aumento da pressão arterial.

Consultei previamente a família de Genoino, já que eticamente médicos são proibidos de falar sobre seus pacientes, a menos que eles autorizem.

Ela deu sinal verde. Mas os médicos declinaram.

O professor Fábio Jatene, do Instituto do Coração da Faculdade de Medicina da USP, alegou que ele apenas tinha feito a cirurgia. Faz sentido.

O cardiologista Roberto Kalil, do Hospital Sírio-Libanês, clínico responsável pelo caso, mandou simplesmente dizer que não iria falar.  Estranha a recusa. Afinal, é quem mais sabe o que aconteceu ao seu paciente, Genoino. Além disso, é tido e reconhecido como médico de famosos que adora dar entrevistas. Fechando o parêntese.

TEM DE SE CRUZAR OS PROBLEMAS DE SAÚDE DE GENOINO COM O AMBIENTE CARCERÁRIO

Conclusão: para evitar nova dissecção da aorta, outro AVC ou um infarto do miocárdio, é fundamental que Genoino mantenha sob controle hipertensão, colesterol e coagulação sanguínea.

Isso implica controle ótimo da pressão arterial com remédios, dieta, atividade física moderada e evitar o estresse, entre outras medidas.

O x da questão é como evitar o estresse da cadeia, que sabidamente altera bastante a pressão arterial de Genoino.

E a pressão arterial descontrolada pode causar novo AVC, nova dissecção da aorta e ou um infarto, já que ele tem aterosclerose nas coronárias. Acrescente-se aí o uso de anticoagulante que aumentaria o risco de problemas cardiovasculares.

Não se pode, portanto, considerar isoladamente os problemas de saúde de Genoino. Tem de se cruzá-los com a variável ambiente carcerário.

Não há também como prever quando problemas cardiovasculares acontecerão. Pior. De instalação abrupta, eles podem matar se não tratados rapidamente. E na Papuda, não há assistência emergencial no período noturno nem em fins de semana e feriados.  Semanalmente, são 108 horas a descoberto.

Assim, se eventualmente Genoino tiver algum problema cardiovascular à noite, por exemplo, a sua vida corre risco.

Que médico se responsabilizaria por eventual morte de Genoino, arriscando a própria carreira, para satisfazer o desejo de o ministro Joaquim Barbosa ver o ex-presidente do PT na prisão?

Em medicina, não existe risco zero.

E o médico que avalizar a ida de Genoino para a Papuda terá isso registrado no currículo pelo restante da vida.

Genoino, relembramos, está encarcerado desde 15 de novembro de 2013. Ele foi transferido, algemado durante o voo, para Brasília.

Pediu para cumprir a pena em São Paulo, onde  mora com a família, Barbosa negou: “O preso não pode escolher, ao seu livre alvedrio e conveniência, onde vai cumprir a pena que lhe foi definitivamente imposta”.

Bem diferente do tratamento dispensado por Joaquim Barbosa ao ex-deputado federal Roberto Jefferson, delator do mensalão.

Condenado a 7 anos e 14 dias de reclusão em regime semiaberto, ele só foi preso em 24 de fevereiro deste ano. Está em cela individual no Instituto Penal Francisco Spargoli Rocha, em Niterói, perto da sua casa no Rio de Janeiro. Quatro dias depois, teve problemas estomacais.

Em 2012, Jefferson foi operado de um câncer no pâncreas. Devido à extensão da cirurgia, é obrigado a fazer uma dieta complicada e rigorosa que é inviável na prisão. Tanto que o seu advogado entrou com novo pedido no STF para que ele cumpra a pena em casa.

Do ponto de vista de saúde, há razões médicas suficientes para que Genoino e Jefferson cumpram a pena em casa. É um direito previsto em lei. Se não for por esses motivos objetivos, que seja por humanidade.

Laudo JoseGenoino STF 26nov2013 by conceicaolemes


 

Se você quer que continuemos a produzir conteúdo exclusivo como este, torne-se assinante do Viomundo. Aos que já nos apoiam, agradecemos, sinceramente, de coração.

 Leia também:

Decisões arriscadas de Barbosa fazem Genoino perder avaliações

No STF, Genoino tem seus direitos violados como paciente; Jefferson, não

dilma
20 - fev 0

Em exclusiva a Weissheimer, Dilma adverte: “O golpe não terminou. Segunda etapa pode ser muito mais radicalizada e repressora”

Denuncia desmonte de programas e congelamento de investimentos, que considera medida de exceção

Marlon e Celso de Mello
20 - fev 1

Defesa de Lula: Conclusão de delegado da PF afronta decisão do STF

Confirma “lawfare” contra ex-presidente

Raduan a ditador
20 - fev 0

“Raduan discursou em nome de milhões de brasileiros; o senhor, sob vaias e gritos de fora Temer, falou pelo ditador”

Carta aberta de Francisco Costa a Roberto Freire, em desagravo ao escritor

 

105 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

ASSASSINOS!

25/03/2014 - 20h11

Vão botar a culpa nos médicos que davam assistência aos torturadores, como Lobo do Rio e Lamartine do Recife.

Responder

    CLEBER

    01/05/2014 - 22h38

    AVANTE GENUINO, ISTO É UMA FASE E VAI PASSAR. VOCÊ JÁ ENFRENTOU MOMENTOS PIORES, EMBORA PENSANDO QUE JAMAIS IRIA TER DE ENFRENTAR OUTRA DITADURA; A DA MÍDIA GOLPISTA ASSOCIADA AOS PARTIDOS DA PORCA OPOSIÇÃO E ALGUNS MEMBROS DA SUPREMA CORTE, CONIVENTES COM ESSE JULGAMENTO POLÍTICO. CONTEI SUA HISTÓRIA DE LUTAS AOS MEUS FILHOS E ESSES COM CERTEZA SABERÃO RESPONDER AOS PRE JULGADORES DE PLANTÃO A ALTURA QUE ELES MERECEM. A SUA PRISÃO DENTRO DO BRASIL DE HOJE É UMA VERGONHA, UMA DESMORALIZAÇÃO TOTAL DO PODER JUDICIÁRIO POR AQUELES QUE SÃO LÚCIDOS E QUE NÃO SE DEIXAM LEVAR PELOS ECOS DE UMA IMPRENSA MARGINALIZADA E COMPROMETIDA COM OS MAUS FEITORES DE NOSSO PAÍS.

    Conceição Lemes

    02/05/2014 - 10h25

    Letras minúsculas nos comentários, por favor. abs

Mariza

20/03/2014 - 09h11

O companheiro Genuíno é forte, resistiu bravamente à tortura quando na luta pela libertação do Brasil no Araguaia e não entregou nem um só companheiro. Avante Genoíno, estamos com você. Brasil e Cuba, um só coração, uma só nação!

Responder

    Luis Carlos Britto

    20/03/2014 - 22h19

    Concordo.

    O companheiro Genoino é forte…

    Pode muito bem cumprir sua pena na penitenciária!

    O resto é chororô…

    Brasil

    28/03/2014 - 09h54

    Acho que era gozação…

Mário SF Alves

17/03/2014 - 14h24

Ê, Luis Carlos Britto, você é o gênio da raça.
____________________________
Vou reproduzir:

“Então vc reconhece q houve fraude…

Se houve fraude, houve crime!

Se houve crime, Genoino foi corretamente condenado!

Finalmente um petista com um mínimo de bom senso…”

_________________________________
Tá. E que dizer disso?

“ps: papo furado essa sua teoria de q “é preciso fazer cx 2″… O PT é, disparado, o partido q mais arrecada, com grande parte das doações vindo de empreiteiras e bancos! Não tente justificar os crimes cometidos como sendo uma “necessidade” decorrente de uma legislação equivocada! O q houve foi crime de corrupção!”
______________________________
Mas, ora, estamos diante do próprio carrasco, em pessoa.
Tem razão, Luis Carlos Britto, o PT, a exemplo do radicalismo neoliberal e antipovo do PSDB, privatizou geral. Chegou mesmo ao limite da irresponsabilidade, né não? E o livro do Amauri, hein, o A Privataria Tucana. E os dividendos financeiros auferidos às ocultas e ilegalmente a partir dela? Tudo calúnia, tudo difamação, tudo invenção, não é não? Esse Amaury… Por isso ele, o PT, é tão bem visto pela grande mídia privada corporativa. Por isso ele, o PT, é tão queridinho dos neoliberais que jogaram na lata do lixo a própria história. Refiro-me ao mesmo neoliberalismo que lançou o Ocidente na maior crise econômica da História e que hoje inferniza a Grécia, Portugal, Espanha e quase toda a Europa. Aliás, pouco se nos admira que o PT, por puro pragmatismo diante da inexorabilidade do rolo compressor totalitário neoliberal, não tenha ele mesmo jogado no lixo seu próprio passado de luta pela consolidação da democracia no Brasil.

E nessa medida, o que dizer do heroico Genoino? Ah, ele também rifou o próprio passado. Aliás, ultimamente, depois desse enriquecimento todo do PT, ele estava morando num palacete, comendo caviar e andando Rolls- Royce, lembra?

Ah, sim, soube que o Genoino anda assessorando os EUA e a UE na consolidação do golpe de Estado desferido contra a Ucrânia e que pode arrasar de vez com o mundo. Esse Genoino…

Responder

    Luis Carlos Britto

    18/03/2014 - 01h06

    Incrível como vc consegue escrever tantas linhas sem dizer absolutamente nada…

    Esse papinho bobo de “provar a inocência” de Genoino com a sua alegada “pobreza” é apenas isso: papo furado!

    Genoino foi condenado por CORRUPÇÃO ATIVA e não por enriquecimento ilícito!

    Ninguém acusou Genoino de ter colocado dinheiro no bolso!

    O q ficou PROVADO foi a participação de Genoino num esquema fraudulento para levantar dinheiro pra pagamento de propina…

    O passado “glorioso” de Genoino não dá a ele (nem a ninguém) o direito de cometer crimes e ser tratado como “herói”.

    Mário SF Alves

    20/03/2014 - 12h30

    Legal.

Dilma C. Coelho

16/03/2014 - 21h03

Vocês já imaginaram a situação do JB, tem dívida com a Globo, que deu emprego a seu filho. Tem o cargo de hoje graças a indicação de LULA. Basta olhar para ele que percebe-se sua revolta, frustração, recalque. Pode ter se esforçado, mas não conseguiu o que tem por seus méritos.
Ele é infeliz. Um homem feliz não pratica essas maldades.
Pobre JB, de um modo ou de outro vai responder pelas perversidades que está praticando. Sua viagem ao exterior, às nossas custas, foi puro exibicionismo, que não lhe valeu de nada…
Pobre e infeliz JB

Responder

    Mário SF Alves

    17/03/2014 - 15h06

    Que cada um carregue sua própria cruz, diriam os arautos do salve-se quem puder neoliberal.
    ____________________
    Você tem razão. Imagino que cruz do Joaquim seja cruz pra lá de pesada. E não é pra qualquer um não, hein? Imagine ter de levar na consciência até o fim dos dias essa culpa toda por esse ódio insano desencadeado a partir da prepotência e engodo juridico-midiático que caracterizou o “julgamento” da AP 470? Imagine ter de aguentar na consciência a culpa pela eventual morte de um herói como Genoino? Haja compensação! Haja blindagem! Haja caviar! É de endoidar.

    Antônio de P. Coelho Neto

    23/11/2014 - 21h33

    Dilma preciso falar com você, meu e-mail é
    antoniocoelhoneto@yahoo.com.br.
    Um abraço, Antonio

Urbano

16/03/2014 - 18h38

Capanga e capataz: tanto fez, quanto faz…

Responder

Mário SF Alves

16/03/2014 - 17h34

É a guerra! E Genoino, como um dos generais, é um emblema. Um troféu de guerra. O mesmo se pode inferir para a acusação e a farsa de julgamento contra o ex-ministro José Dirceu também.

E a guerra é a guerra travada entre o desenvolvimentismo nacional e o subdesenvolvimentismo entreguismo praticado pelos corsários da privatização total, radical. Alguns ainda preferem se referir a essa guerra como luta de classes. Entendo que seja mesmo uma guerra travada entre os submissos ao império do Norte e os que se recusam a aceitar esse destino manifesto às avessas, e que, portanto, se recusam a admitir como verdadeiros os pressupostos da teoria do capitalismo dependente/periférico, engendrada pelo FHC.

E nessa guerra, como sempre, prevalece a máxima: aos amigos do rei os favores da Lei, aos inimigos do rei os rigores da Lei. E o rei pode ser qualquer um, desde que represente interesses colonialistas.

Responder

renato uchoa

16/03/2014 - 15h56

Adeus! Meu capitão Joaquim, aprendiz de ditador
Em configuração um cenário midiático, saída do ministro Barbosa maquiado de herói. Porta dos fundos do Supremo, na compreensão dos que não acreditam em bicho de sete cabeças, alma penada, lobisomem, na mídia marrom que se contorce de ódio a cada aprovação popular da presidenta Dilma. O esforço será gigantesco. Esconder a Constituição esfacelada e a vara de marmelo utilizada na imposição das maiores excrescências jurídicas no processo do “mensalão”. Travestidas de juridicidade. E com carta branca. Dos brancos milionários e perfumados que dominam a mídia; setores importantes da indústria, comércio, bancos privados e dos manes. Banqueiros fregueses. De habeas corpus assustadores no palácio sagrado da justiça. Não existe um risco de dúvidas. Julgamento Inquisitório mais tenebroso da historia do Supremo, AP 470. Repudiado por todos os juristas comprometidos com a normalidade jurídica e parcela significativa da sociedade brasileira, já acordada. Com todas as liberdades democráticas. A duras penas conquistadas pelo povo brasileiro. O processo de democratização em curso foi agredido, afrontado, e por aqueles responsáveis por zelar pela normalidade. Um fato grave, passível de consequências aos que agiram fora da lei. E pode escolher a data da fuga, para não julgar os futuros aliados que lhes dão o ar da graça e todos os dias caem em desgraças. No ar e na terra. E ao pó virão. Não aquele que a Polícia Federal afirma sem dono, em menos de uma semana de investigação. Joaquim arruma as meias, tira férias antes da encenação do último ato de intransigência, autoritarismo, desmoralização e humilhação dos apenados, já bastante acentuada na Corte Suprema. Pode ser 31 de março, em homenagem a ditadura militar. Em se considerando favorável a revisão da anistia, nunca fez um gesto no encaminhamento do embargo da OAB no STF. Que questiona a decisão da Corte em 2010, na ratificação da Lei da Anistia 6.683/79. Portanto, o resultado da análise da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental-ADPF (153), mantendo intocáveis os agentes públicos que praticaram crimes de tortura, assassinatos brutais, ocultação de corpos. Inexiste qualquer manifestação contrária de Joaquim com relação ao período de terror implantado em 64. Não que se possa estender aos que não lutaram abertamente por razões aceitáveis, simpatia pelo regime. Em se tratando da postura dele, assimilou ao pé da letra o autoritarismo, a força bruta, invés do argumento, da convivência democrática, do cumprimento da ordem jurídica. Fez o contrário. Ou em 1º de abril, afeiçoado que é na camuflagem sorrateira de alijar provas e manter escondido nas salas escuras ou nas togas, procedimento 2474 e laudo de exame contábil nº 2828/2006-INC, Instituto Nacional de Criminalística, que implode as bases de acusação e inocenta Pizzolato, extensão a vários. Sabe lá, a quantidade delas que inocentariam inúmeros que tiveram as suas vidas destruídas, permutadas por uma candidatura a presidência da república. E aos ministros ajoelhados em caroço de milho, podem se levantar. O ministro Lewandowski, pela postura de defesa da legalidade no julgamento do mensalão, contra tudo e todos, ao assumir a presidência da Corte em 1º de março, restabelecerá a normalidade constitucional. Inclusive a verdade. Terão que reagir (os inertes ministros) por uma questão de sobrevivência. Em se encontrando na tampa do lixo da história, precisa mudar ou podem cair no tambor. E lá se vai Joaquim Barbosa, o representante e chefe da milícia mais reacionária e truculenta da história do Brasil, na quebra da legalidade constitucional, no Supremo Tribunal Federal. Vai pegar o beco pelo lado indigno da história, cavalo selado e as esporas de ouro. No alforje, nenhum peso de consciência por ter condenado e trucidado inocentes com falsas provas. Apenas a escritura do apartamento em Miami, comprado pela empresa Assas. JBU por US$ 10 dólares, R$ 700.000, da UERJ sem trabalhar, R$ 14.000, de diárias pra cobrir as despesas mesmo estando de férias, as regalias do Supremo, e a Constituição despedaçada. Joaquim vai passando. Vai passar. O carro do lixo da história também.

Responder

Deborah

16/03/2014 - 13h40

Conceição, querida. Ótima reportagem. Obrigada por manter a gente informada sobre a realidade brasileira. Graças a blogs como o Viomundo e outros (são poucos ainda) a gente pode acreditar que o Brasil tenha alguma esperança de melhora para o seu povo. Acredito que essa mesma esperança e amor mantenha o Genoíno conservado e com saúde para prosseguir lutando pela vida e pela democracia.

Responder

nigro

16/03/2014 - 11h23

Pareceres médicos distintos não são surpresa.

Ele é portador de uma doença grave.

A eventual morte de Dirceu, seja la onde ocorrer, pouco seria afetada pela sua estada na Cadeia.

Ele vai para o semiaberto, vai apenas dormir na cadeia. De resto ficará por aí falando as besteiras sem sentido de sempre- o que é seu direito.

Responder

    Mário SF Alves

    16/03/2014 - 14h24

    Se entendi bem, você quis dizer o seu, o nosso direito, não?
    _____________________________
    E apenas pra ilustrar:

    Veja: Pode definir o conceito de advocacia “pro bono”?

    AA: É a advocacia gratuita para o bem do povo. Bastava jogar no Google, essa foi fácil.

    Veja: Quais os obstáculos que enfrentam para garantir o direito de ampla defesa dos manifestantes?

    AA: A Veja, por exemplo, é um dos obstáculos, pois criminaliza qualquer forma de pensamento diferente do seu.

    Fonte: http://www.viomundo.com.br/denuncias/advogados-ativistas-publicam-integra-de-entrevista-a-veja.html

    nigro

    17/03/2014 - 16h29

    Legal.

anac

16/03/2014 - 09h54

A casa de joaquim caiu (com confissão, ‘foi para isso mesmo’, de fraude a lei) e ainda tem gente querendo entrar nela. O cabo Bruno está debaixo dos escombros e ainda não atentou para o fato.
Recordemos, que recordar é viver,que o PiG(se não for feita a lei da mídia) sempre sai bem, que o diga a ditadura quando apoiaram o golpe, faturaram em cima dele e ainda os donos saíram impunes e alguns se arvorando em c defensores de primeira hora da democracia, enquanto os capitães do mato( milicos) da época saíram como traidores da pátria, torturados e covardes.

Responder

    anac

    16/03/2014 - 09h56

    errata: torturadores.

Adriano Medeiros Costa

16/03/2014 - 03h40

Quem diria q o grande Genoíno que sobreviveu à Ditadura Militar iria correr sério risco de morte em plena “democracia”…

Responder

Adilson

16/03/2014 - 02h04

A hora de JB está chegando, tenho certeza..

ps: Parabéns pelo excelente trabalho!

Responder

FrancoAtirador

15/03/2014 - 21h10

.
.
O Congresso Nacional, na maioria da composição,

é a Mídia Corporativa, independente de partido.

A Mídia é também hegemônica no Poder Judiciário.

Assim, cassaram o Dirceu e o trancaram na solitária.

Assim, assassinaram Gushiken. Assim, vão matar o Genoíno.
.
.

Responder

lulipe

15/03/2014 - 16h54

Já não adianta mais culpar a “herança maldita”. Estão há mais de 10 anos no poder e nada fizeram para melhorar as condições do sistema penitenciário do país, agora que políticos do PT foram condenados por corrupção apresentam discursos contra o estado de nossas cadeia para que tenham tratamento privilegiado???Então liberem todos os criminosos que têm problemas de saúde semelhantes ou então transformem as cadeias em hotéis 5 estrelas para quem sabe receber novos políticos do PT e de outros partidos…

Responder

    abolicionista

    16/03/2014 - 17h43

    Fora, fascista golpista!

    lulipe

    16/03/2014 - 19h02

    A verdade geralmente é dolorosa, caro abolicionista, é preciso conviver com ela!!!

    abolicionista

    17/03/2014 - 01h32

    E a verdade é que você apoia o golpe militar, né? A verdade pode ser dolorosa, mas pelo menos eu não a escondo, como vocês fascistas.

    Mário SF Alves

    17/03/2014 - 12h33

    Prezado abolicionista,
    Você não faz ideia de como tenho admirado seus pontos de vista e a forma que os tem exposto. Entretanto, noto que você, ultimamente, tem sido muito rigoroso, e por que não dizer, intransigente, com os comprovadamente reacionários que participam do Viom. Por quê?
    ________________________
    Onde foi parar seu espírito democrático?
    Não vê que vivemos numa democracia plena na qual, conforme o § Único, do Art. 1º, da Constituição, todo poder emana do povo, inclusive dos reacionários antipovo que fazem parte do povo?
    Não vê que no que tange aos meios de comunicação prevalece o mais estrito respeito ao mencionado princípio constitucional, e que, portanto, em se tratando de liberdade de expressão, a grande mídia corporativa, fundada a partir de concessões públicas, é especialmente equâmine e isenta em relação aos interesses políticos no País, respeitando religiosamente o contraditório e o interesse do povo brasileiro?
    Não vê que, em tal equilíbrio de forças, é justíssimo que aos reacionários seja concedido o mesmo direito na exposição de seus pontos de vista, ainda que jamais se dignem ou tenham competência para os defender democraticamente?
    Não vê que numa democracia plena como a nossa prevalece a igualdade de oportunidades, e sobretudo, a legitimidade dos reacionários à crítica, à intriga, à calúnia e à difamação?
    Não vê o quanto é proveitosa ao País a crítica descontextualizada/fofoca feita aos progressistas, aos abolicionistas, aos petistas, aos democratas e aos anti neoliberais, que a todos estigmatiza e rotula de petralhas, pogreçistas, mensaleiros e esquerdistas?
    ___________________________________
    Ironia à parte, a presidenta Dilma é que tem razão. Enquanto não tivermos poder para realizar a reforma política; enquanto prevalecer o interesse privado sobre o interesse público, especialmente no que diz respeito ao financiamento das campanhas eleitorais: controle remoto é a melhor solução.
    No mais… fica um apelo à reflexão:
    Ou usamos o “controle remoto” nesses comentários preconceituosos e antipovo, ou evoluímos ao ponto de motivar os reacionários à honestidade de defender seus [predominantemente] indefensáveis pontos de vista.
    ___________________________________________________
    Não por menos, estive imaginando um hipotético debate entre Lenin e um reacionário desses que vivem a criticar o PT, por aqui; de dentro ou de fora do Brasil.
    Se tal debate fosse conduzido conforme regras democráticas, e passados uns minutinhos entre perguntas, respostas, réplicas e tréplicas, a possível conclusão à qual chegaríamos, seria uma só: ou o reacionário alegaria dor de barriga e sairia de fininho pro banheiro ou, como de costume, insistiria em respostas falaciosas, as quais seriam contestadas até que o reacionário, desonesto intelectualmente, chegasse ao extremo de dar nó no próprio cérebro, tornando indistinguíveis o Norte do Sul.

Augusto

15/03/2014 - 16h42

Te respondo em um segundo: o perito Molina ta ai pra isso !
Poxa nao da pra habilitar os comentarios anonymous nesse blog nao… ?

Che palle!

Responder

Zé Brasil

15/03/2014 - 13h07

Ainda não se avaliou à exaustão o mal que esta açao penal causou ao País.

Frequentador de diversos blogs tenho visto coisas de arrepiar os cabelos de pessoas frias, tais são os comentários que neles aparecem.

Eles vão desde ataques pessoais aos Ministros do STF que se ativeram à letra fria das Leis, como se deve numa Corte de Justiça, em contraposição àqueles que se apegaram a teorias alienígenas não consolidadas em nossa tradição jurídica, como a Teoria do Domínio dos Fatos, do Jurista alemão Dr. Roxin, até a ameaça de mutilações e morte.

Um destes comentários, no UOL, aposto ao vídeo onde o Ministro relator da AP 470, no julgamento dos embargos infrigentes, contrapõe-se o tempo todo aos argumentos que alicerçam o voto do Ministro Barroso e ao final sucumbe ao escrever a página mais triste de nossa Justiça ao pronunciar que: “Foi feito para isso, sim”, lí o comentário de um celerado onde ele sugere que os familiares dos Ministros que votaram pela aceitação dos embargos deveriam, em sua mente doentia, que estes deveriam ser baleados em suas colunas para passarem o resto de suas vidas numa cama sendo observados por seus familiares…..no que ele é aprovado por outros tantos loucos e sociopatas.

A idéia de justiça com as próprias mãos prospera numa espiral de ódio que tem conduzido a linchamentos e cenas de amarração em postes de suspeitos depois de cenas de espancamentos pela turba.

Não se aceita a aplicação da Justiça com suas Leis e Ritos próprios e sim aquilo que em suas mentes tortas e incapazes de um pensamento crítico e fundamentado, civilizatório, são guiados e norteados pelo famoso “eu acho que é assim mesmo” turbinaods pelos colunistas irresponsáveis de nossa mídia que vociferam e os insuflam com suas mentiras e meias verdadades no dia a dia.

Olhem para onde este País, numa mísera disputa política, onde se mistura uma oposição tíbia, incompetente e desnorteada, em conjunto com uma imprensa golpista desde sempre neste País e, fato novo, quer enredar a Suprema Corte numa ação política neste abraço de afogados, que nos levará a todos rio abaixo com terríveis conseqüências para as gerações futuras do Brasil.

Vamos muito mal deste jeito.

Responder

    anac

    16/03/2014 - 10h01

    Vingança. O poder judiciário agir por vingança é promover a injustiça.

    “como a Teoria do Domínio dos Fatos, do Jurista alemão Dr. Roxin, até a ameaça de mutilações e morte.”
    Claus Roxin desautorizou o uso da teoria por joaquim que a aplicou sem o que ele diz essencial, o ato de ofício, ou seja, sem provas.
    Na Alemanha essa teoria não é usada.

    renato uchoa

    16/03/2014 - 16h00

    O supremo e o terço
    Gilmar Mendes, ministro do STF. Esse é o cara! Que solta representante da verdadeira escória brasileira. Ou deixa solta. Melhor pra nós, dizem “eles”. Uma touceira com robustas provas. Roger Abdelmassih, um “santo”, no Líbano, pitando narquilé e comendo esfiha. No Habib’s. A casa agradece, venham sempre que puderem e o STF permitir. Visão esquálida, tenebrosa, inexplicável de um representante da Corte. Pena de 278 anos de prisão. 37 mulheres dilaceradas, humilhadas, estupradas barbaramente. Infinitamente não basta… Solta pela promissora “Indústria” do habeas corpus, assassino perverso, Reginaldo Pereira Galvão. Matador sanguinário da missionária Dorothy. Banqueiros, Dantas…, a eles nem uma ranhura nos corpos. Sem necessidade de Junta Médica de compadres. Pena aplicada: habeas corpus. Orate pro nobis. É para isso que se têm os amigos. Fora ou no submundo da marginalidade. E não são pretos, pobres, prostitutas e petistas. Têm bala na agulha. Como diz o amigo Cururu. Haveremos de indagar, eles… Pagam as contas? Não se sabe ainda. Perdemos as contas. Em um país civilizado, pra sobreviver, devido às irregularidades jurídicas praticadas, no mínimo responsabilizadas criminalmente pela conduta. Na forma da lei. Que desrespeitam até dormindo. Teriam que vender pastel no beco. Barbosa chega de férias. Um rolezinho na Europa. Com direito a diárias graciosas. A festa vai começar. Aos zumbis, escolham os pares, amolem os dentes. Cá no Piauí, preparem o HEMOPI, vai ser doação forçada e respingo de sangue pra todos os lados. O dono da milícia anticonstitucional vem para o último ato. Consolidar o processo de degeneração e enterro do Supremo, combalido e esfacelado. Fatiado. Prenúncio da facção política, do comitê eleitoral. Lá instalado para concorrer nas eleições. (I) responsabilidade em parte, do pedaço da Corte, que se transformou em templo da Idade Média, e de terço na mão, reza na cartilha. Gilmar agora sai da toca escura, o dono deu o comando. Agride GRATUITAMENTE, não mais apenas os condenados, sob o regime de tortura psicológica. Perdeu a míngua aparência de magistrado e cai na vala comum dos golpistas de plantão, a serviço das camadas dominantes. Não tem mais máscara, é tudo ou nada. Insinua que todos os militantes e simpatizantes que se solidarizaram e contribuíram para o pagamento das multas imorais. Draconianas, advindas do processo espúrio que foi a AP 470, o maior julgamento de mentiras da história brasileira, são também corruptos. Barbosa vai explodir, a cada dia que passa a toga de Rei vai caindo. Mais que provado, pela postura autoritária que envergonha o país, (que a mídia esconde), tem antecedentes. Esquivou-se da decisão do Supremo em favor dos torturadores, no julgamento da ADPF 153/DF, em 2010. Mantendo o Supremo a Lei da Anistia 6.683/79, extensiva aos torturadores do aparelho policial-militar, torturaram ,assassinaram e esconderam os corpos de vários que lutaram contra a ditadura militar. Amarelou. Adoeceu. Eros Grau, Ayres Britto, Celso de Mello e Gilmar Mendes, tiveram a coragem de premiar os torturadores. Ou a indecência de assim proceder. Pela ausência de provas na AP 470, as esconderam, as que provariam a inocência de vários condenados, no íntimo gostaria de usar: A Cadeira Inquisitória, Esmaga Polegar, A Roda Alta, Viola das Comadres, Açoite, Cavalete, Berlinda, Balcão de Estiramento, alguns instrumentos de tortura da Idade Média. Nós temos afirmado em vários artigos sobre a paciência e o silêncio do PT, que nos afeta os tímpanos de vergonha. A militância de base grita, as direções acomodadas nos gabinetes e salas refrigeradas e assépticas no Brasil inteiro, precisam ouvir. Ou o toque das cornetas. Rancoroso, raivoso, Barbosa e Gilmar, vão aprofundar a crise institucional, com a conivência do Supremo. Em qualquer país civilizado já estariam afastado das funções e respondendo na forma da Lei. Aos fora da Lei, ela própria. A OAB, os juízes e juristas sérios do Brasil perceberam o perigo que as instituições estão correndo. O ato final se aproxima. E você Mané, bate palmas. Ora pro nobis.
    Por Renato Uchôa (Educador)

    Mário SF Alves

    17/03/2014 - 13h06

    Parabéns Zé! Honraste do nome.
    ___________________________
    Vale (êpa! Vale?] ressaltar:

    “Olhem para onde este País, numa mísera disputa política, onde se mistura uma oposição tíbia, incompetente e desnorteada, em conjunto com uma imprensa golpista desde sempre neste País e, fato novo, quer enredar a Suprema Corte numa ação política neste abraço de afogados, que nos levará a todos rio abaixo com terríveis conseqüências para as gerações futuras do Brasil.”
    ___________________________________________

    E, sim, tem toda razão, numa mísera disputa política¹. Imagine se fosse uma disputa contra as reformas de base do ex-presidente João Goulart?
    ________________________________________________
    Cara, das duas uma: ou nós, que nos esforçamos tanto para entender a realidade política brasileira, e que, portanto, temos claro as razões históricas de tanta injustiça cometida contra o povo brasileiro, somos completamente estúpidos em nosso posicionamento político e busca de entendimento, ou… o fascismo, mais uma vez, mostra a horrenda cara ao dissimuladamente, como todo ladrão, tentar nos roubar qualquer vestígio [o pouco que ainda nos resta] de liberdade. Só que dessa vez em nome do totalitarismo neoliberal.
    _________________________________________________________
    Em tempo:
    ¹Mísera em termos. Posso estar enganado, mas se superarmos a crise econômica mundial e fizermos prosperar o ideário de superação do capitalismo dependente, subdesenvolvimentista, que covardemente foi imposto ao Brasil, não sei não, hein, pode até não ser tão mísera assim.

Maria Amelia Silva Silveira

15/03/2014 - 13h06

Alguém questionou por que o Lula não fala ao povo. Eu pergunto: através de qual canal? Os de maior audiência pertencem a mídias falaciosas. Portanto não deixarão. Se deixarem, com certeza, não será ao vivo e haverá criminosa reedição e aí jamais ficaremos sabendo o que o Lula realmente queria nos falar. Nem a pretexto de noticiário da TV NBR,ou TV Brasil,ele poderia aparecer, sob pena do mundo vir abaixo, pois, só de fazer, dia desses, uma visita informal à Presidenta em sua morada oficial,ao final da tarde, já viram nisso motivo de escândalo! E depois dizem que o governo da Dilma é que é uma ditadura! Eles é que violentam, amordaçam, ameaçam, tolhem a liberdade de escolha,escondem a verdade, espalham mentiras,obstaculizam benefícios a todos, impedem o Brasil de ser do povo, para o povo e pelo povo e a nossa Presidenta, o PT e seus simpatizantes é que são os vilões? A ambição e o poder os cegam e mesmo assim ainda conseguem conduzir muitos eleitores também cegos de esclarecimentos e bom senso, para um profundo abismo.

Responder

    renato

    15/03/2014 - 13h57

    Vai começar as falas nos palanques, lá LULA poderá falar….
    São as regras…
    Confio..Em Dima, em Lula e pincipalmente no PT..
    PT, não é qualquer Partido, tem estrutura das mais fortes
    e respeitadas em todo o Mundo…

    lukas

    15/03/2014 - 16h12

    Você já se perguntou por que Lula não dá entrvistas também?

    Medo do que será perguntado.

    Messias Franca de Macedo

    15/03/2014 - 16h20

    Prezada Maria Amélia,

    Sobre o AGORA É LULA,

    Revista ‘Carta Capital’, ‘Caros Amigos’, ‘Retrato do Brasil’… Blogues ‘sujos’!… Portas de fábricas, sindicatos, Universidades… “O mundo das informações e da difusão dos pensamentos” não fica confinado à “grande” mídia nativa, felizmente!…

    O [eterno] presidente Lula tem a obrigação histórica da contar ao povo brasileiro a verdadeira história do MENTIRÃO, o que passa, também, por um mea culpa em relação a certas práticas adotadas pelo Partido dos Trabalhadores!

    Felicidades!

    Respeitosamente,

    Saudações democráticas, progressistas, civilizatórias, nacionalistas, antigolpistas e antifascistas,

    República de ‘Nois’ Bananas
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

    lulipe

    15/03/2014 - 16h48

    A culpa do lula não falar não é a da mídia, sempre culpada pela incompetência ou covardia do PT, Maria.Ele não fala porque sabe que sua candidata perderia votos, já que a maioria da população está a favor da condenação dos mensaleiros corruptos, infelizmente condenações pífias, mas que já trazem algum alento em um país em que políticos costumavam ser inimputáveis.

    abolicionista

    16/03/2014 - 17h45

    Se você se preocupasse com a vontade da população, não defenderia uma intervenção militar e o fim da democracia. Fora, golpista. Fascistas corruptos como você devem ser colocados atrás das grades.

Nilton Faria Magana

15/03/2014 - 12h43

O caso é estranho.
E o Jéferson está aonde?

Responder

Vlad

15/03/2014 - 12h37

haha…a auto-intitulada esquerda pragmática, eufemismo para neoliberal fisiológica, agora deu pra se preocupar pontualmente com colesterol da sua zelite.
Com a saúde das centenas de milhares de presos não estão nem aí.
Genoíno está “preso há quase quatro meses”.Haha…piadistas…está é de folga remunerada morgando em casa.

Responder

    Mário SF Alves

    17/03/2014 - 13h14

    Versão chapada da realidade. De novo, Vlad?

abolicionista

15/03/2014 - 12h06

Que tristeza…

Responder

Glória Medici

15/03/2014 - 11h54

O caso Genuino me faz trazer à tona a questão do mensalão, ou, MENTIRÃO… Se pensarmos na política nacional de séculos, veremos que temos uma história política gerada por meio de Lob’s. E nunca na história do Brasil alguém se preocupou com o que acontecia nos bastidores do senado e da câmara federal. Ou se pensa que nos bastidores nada ocorria, e que somente agora, no governo petista, essas ações começaram? É isso? Se for afirmativo, só tenho a lamentar, pois estamos em estado de analfabetismo político. Outro dado a se refletir: as escolhas são nossas, portanto fomos nós, sociedade brasileira, quem optamos por governos de coligações. Por 3 vezes rejeitamos um programa de governo genuinamente de esquerda. Optamos por alianças, porém sabemos do perigo dessas alianças, ou não? Gostaria muito que o PT tivesse governado para o povo sem necessidade de “passar a cesta da esmola”, sem necessidade de barganhar para avançar nas conquistas sociais. Infelizmente, nós brasileiros, escolhemos isso: para governar é preciso negociar! Mas negociar implica pegar pela frente uns Robertos Jefersons, esse sim, mau caráter e contra o povo brasileiro. O governo do PT tinha duas possibilidades: governar ou ser tirado do poder e nenhum avanço,em termos populares (não populistas), seria alcançado. Essa é a dúvida cruel dos partidos que não estão nas mãos dos patrões (esses sim, ricos de dinheiro e de poder político). Que fazer? Consequência a ser administrada: o nome na lama de pessoas íntegras como JOSÉ GENUÍNO, a quem eu me curvo para homenagear.

Responder

    Jésus Araújo

    15/03/2014 - 20h21

    O problema é a ideia que o homem comum faz da política. Primeiro, acha que o chefe do executivo pode tudo, como no tempo dos generais da ditadura; depois, não dá valor ao parlamentares (deputado é para resolver problemas de seus eleitores), votando em qualquer um. Correa, no Equador, sempre pedia em seus comícios: “Não me deixem só”. Sem apoio suficiente, é necessário fazer alianças fisiológica – governo de coalizão, para poder governar. Nossa democracia só avançará quando os eleitores entenderem esses dois problemas. Em sua próxima campanha, a presidenta terá de repetir o apelo do Presidente Correa. E o PT, nos programas eleitorais, deverá explicar como funciona o governo (mesmo para que a presidenta não seja cobrada de questões próprias de outros poderes, legislativo, judiciário, estaduais, até municipais, como está ocorrendo). Educar o eleitorado, pois, infelizmente, por lei sancionada por Itamar, foi banida das escolas a formação cívica, e o resultado aí está.

carlos-fort-ce

15/03/2014 - 11h44

me desculpem o termo chulo, mas o que está acontecendo com o bravo genoíno é uma tremenda sacanagem cujo único responsável perante às leis brasileiras é esse min j barbosa, que tem no ódio sua marca registrada.

Responder

antonio carlos

15/03/2014 - 11h25

Se algo acontecer Ele se tornara martir! a familia deve pedir indenizaçao ao estadi pelo acontecido.saude paz genoino!

Responder

    nigro

    15/03/2014 - 23h33

    Indenização?
    Para aterosclerose? Os fatores de risco sao o tabagismo pesado, hipertensão, diabetes, hipercolesterolemia.
    Não viaja.
    A doença dele é mesmo grave. A cadeia não vai piorá-la.

Messias Franca de Macedo

15/03/2014 - 10h52

UM SORRISO PARA O NOSSO ATRASO!

… Não nos incomodemos: quando o casal ’20’ do JN [Nacional?] anunciar a nova prisão do José Genoino, os telespectadores verão os dentes rutilantes e as sobrancelhas bem feitas no rosto bonito da Patrícia [poeta?]… E o olhar sedutor e impoluto do ‘Bonnerzinho da Fatinha’!…

… Lembremos da excepcional comédia *’Contrastes Humanos’, a fala final do protagonista, um diretor de cinema, mais ou menos assim: “Das tantas e tantas tragédias humanas, o que fica e importa, realmente, é o sorriso!”…

… O sorriso do casal ‘-20′, o sorriso do José Genoino, o sorriso dos que se despem das verdades, o sorriso daqueles que se deparam com um prato de sopa, ofertado “na boca da noite”, e servido nas moradas das ruas!… Ah o sorriso!…

*John L. Sullivan é um diretor hollywoodiano do gênero de comédias que decide mudar de rumo. Ele deseja fazer um filme sobre os problemas sociais que os Estados Unidos passavam na década de 30, época da Grande Depressão. O filme se chamaria “O Brother, Where Art Thou?” (E aí, meu irmão, cadê você?), só que para pesquisar seu tema, ele decide se disfarçar de mendigo e cruzar o país disposto a enfrentar reais privações e preconceitos. Quando ele pega a estrada, sua aventura começa e dentre muitos encontros e percalços, ele vai descobrir qual é sua verdadeira contribuição para as massas.

Título original
Sullivan’s Travels

Ano de produção
1941

Responder

Messias Franca de Macedo

15/03/2014 - 10h31

UM APELO A UM HOMEM QUE, ENFIM, PODE ENCONTRAR UM LAIVO DE BONDADE!

… “supremo” Joaquim Barbosa, imagine que a sua história de vida é triunfalmente mil vezes superior ao do simples José Genoino! Imagine, Joaquim, os livros de História do Brasil lidos pela posteridade a enaltecer o grande jurista, incensado como herói por muitos conterrâneos, apesar de ser um homem [estupidamente] mau!… A mente do senhor é fértil: entende que ser agressivo, intimida; omitir, gera logro [ainda que inconfessável! Esperteza! Viva!]; compreende que cumprir os desígnios da mídia hegemônica, abre – solenemente – as portas da Casa Grande [escravagista!]… Portanto, senhor “supremo” Joaquim, imagine a sua superioridade em termos de legados para a história da humanidade em comparado ao protagonismo fátuo do José Genoino! Imagine! E sugira, por exemplo, que um “guidô” de uma bicicleta ordinária mantenha o José Genoino encarcerado na cabeceira do leito de um quarto de uma casa alugada, e fora do original território domiciliar dele! O senhor deve pensar com ‘certeza absoluta’ (sic): os seres inferiores merecem uma morte desonrosa! Inclemente Joaquim, rogo que ao menos permita-os cercados pelos familiares mais próximos – e pelos poucos amigos que ousaram restar!…

Respeitosamente,

Messias Franca de Macedo – um dos milhões e milhões e milhões de José Genoino Neto [do Brasil]!
Feira de Santana, Bahia
República de ‘Nois’ Bananas

Responder

    Mário SF Alves

    17/03/2014 - 13h47

    Apelo???

    Ora, apelar a quem no decorrer de tão polêmico julgamento, dizem, adquiriu sob suspeição um imóvel nos EUA? Apelar a quem contrariamente à recomendação da maior autoridade mundial na teoria do domínio do fato, arbitrariamente a aplica em julgamento que culminou na confissão publica de dilatação de prazos na intenção de prejudicar alguns réus? Apelar a quem certamente tem a certeza de que imediatamente pode se mudar para fora do País se tal crime lhe causar embaraços?
    Apelar? Como? O que foi feito está feito. Não tem mais volta. É prepotência e radicalização total. É a absoluta certeza da histórica, eterna, impunidade. Tristes trópicos.

    Mário SF Alves

    17/03/2014 - 16h14

    Afinal, por que tanto medo do PT? A quem interessa a regino-duartização do Brasil?
    __________________________
    É… esse PT deve ser terrível mesmo. Pois, mesmo sem mover uma palha contra seus detratores, mesmo adotando algumas práticas do neoliberalismo, mesmo sem instituir a lei de mídia nas concessionárias de rádio e tv, ainda assim mete esse medo todo… Imagino se resolvesse fazer como o Jango e implantar as reformas de base.



    Até aqui, o golpe mais duro atingiu Rupert Murdoch e a News Corporation, segundo grupo midiático do mundo.

Prof. Alonso Bezerra de Carvalho

15/03/2014 - 10h07

É uma lástima o que estão fazendo com o companheiro José Genoíno. Conheço-o de longa data e sei de sua honestidade e compromisso com a transformação do Brasil. Conseguindo ou não ter a sua dignidade respeitada, penso que ele deveria olhar para o futuro e esperar passar essa turbulência e voltar com honradez á vida pública. Sou o seu primeiro soldado.

Responder

Zé do Zé

15/03/2014 - 10h01

Barbosa e seus mandantes são muito burros. Produzir um mártir é algo muito perigoso e o desconhecimento da História faz com que eles cometam erros primários.

Responder

Messias Franca de Macedo

15/03/2014 - 09h44

… O escabroso MENTIRÃO “acelerou a morte do ilibado Luis Gushiken”, e há poucos dias a INFAME ‘veja’ foi condenada “a indenizar a família do petista: R$100.000,00″!… Enquanto isto, o casal Carlinhos Cachoeira aproveita os prazeres da carne e da luxúria mundo afora; “o impoluto” José Roberto Arruda acaba de anunciar que será candidato a governador do Distrito Federal [sede da PAPUDA (sic)]; José (S)erra se nega a depor como testemunha em uma das ‘n’ falcatruas DEMoTUCANAS…

… Se o egrégio brasileiro José Genoino morrer na prisão, não poderemos culpar médico algum: o povo brasileiro permitiu que o MENTIRÃO fosse longe demais!…

RESCALDO: e quando o presidente Lula irá se dirigir à Nação? ‘As vozes das ruas’ precisam saber que – muito antes do coração do Genoino – o que estava em jogo(!) era o mandato popular do Lula!…

EM TEMPO GOLPISTA: a Idade Média ainda não deu as caras por estas plagas tropicais! Ademais – e de fato – o Poder verdadeiramente continua com os senhores da Casa Grande, indubitavelmente!…

República de ‘Nois’ Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Mineirim

15/03/2014 - 09h20

Existe médico que se responsabilize por morte, mesmo que comprovadamente provocada por uma ação dele?

Responder

Rodrigo Leme

15/03/2014 - 09h13

Como é engraçado que na hora de cometer o crime a pessoa não se preocupa com o estresse da cadeia.

A novilingua petista é fenomenal. Bandido é herói, juiz é bandido e provavelmente estamos em guerra com a Eurasia. Ou já mudou?

Responder

    Mário SF Alves

    16/03/2014 - 15h31

    Contrariamente ao que dispõe o § Único, do Art. 1º, da Lei Maior deste País, quase todo poder emana através da manipulação financiada pelo interesse privado da minoria… esse é o crime. Esse é o crime do qual você jamais se dará conta.

    abolicionista

    16/03/2014 - 17h46

    Fora, golpista. Vocês fascistas é que deveriam ser colocados atrás das grades.

    Rodrigo Leme

    16/03/2014 - 19h52

    Sim, pq no ideal petista de país opinião é crime maior que desvio de dinheiro.

    abolicionista

    17/03/2014 - 01h29

    Não sou petista, sou comunista mesmo. Não apoio o petismo nem o seu projeto. Mas você é fascista e golpista, embora não tenha coragem de admitir. Quer um conselho? Saia do armário, mostre a cara. De todo modo, acho que isso nos coloca em campos opostos, não?

Maria Apafrecida Jube

15/03/2014 - 08h08

Será que essa quadrilha acredita mesmo, que se eles condenarem GENUINO à pena de morte disfarçada de fatalidade, eles vão destruir o PT? Será que o crescimento fabuloso do PT com as condenações e prisões, injustas, não deu para eles entenderem que o povo não é mais teleguiado pela Globo, Veja, Folha, etc., etc., etc., que todo esse teatro de horrores só está ´potencializando o PT?

Responder

Francisco

15/03/2014 - 07h48

Se Genuino infartar e morrer no presidio, com Joaquim Barbosa vai acontecer o mesmo que acontece com o sujeito cheio da cachaça que atropela e mata no trânsito, furando um sinal vermelho.

Nada.

Joaquim Barbosa e um alcoólatra dirigindo em alta velocidade burlando regras de trânsito são idênticos: não são tangidos pela Lei.

Fazer Lei é tarefa do Congresso e da força política majoritária, o PT.

PT: numa faixa de trânsito, atravessando a rua, me sinto preso na Papuda todos os dias. Se puder me dar uma mão ai, agradeço.

Pode dar uma mão a Genuino também…

Responder

Romanelli

15/03/2014 - 07h40

Sei ..da forma como esta colocado não tem saída ..se ele morrer em CASA vão dizer que foi culpa da Justiça que o estressou, mais precisamente do Barbosa ..se no presídio, dela e dos médicos carniceiros ..verdade é que tal qual em outras situações, a FICÇÃO histórica já foi escrita antes mesmo de acontecer

Mais, já foi definido pelos partidários que: GENOÍNO, corrupto ATIVO é inocente (talvez não de seus crimes, mas por hipoteticamente não ter enriquecido nem se aproveitado do poder que teve, um “ingenuino inocente”)

Falar que na vida toda ele fumou mais de 2 maços/dia, que estava obeso, sedentário, destratado, isso ninguém fala.

Falar que ele esta passando pelo que passa por ter ERRADO e ofendido a legislação que em 30 anos de mandato, ele mesmo resolveu escrever pros OUTROS brasileiros ..aqui todos se calam.

Não, ele não é pior que os outros não, mas nem melhor pra estar tendo tratamento VIP.

Verdade é que pra equacionar o problema bastaria mandá-lo cumprir pena num HOSPITAL PENITENCIÁRIO aonde lá ele estaria cercado de todos os cuidados médicos 24 h por dia.

E nem me venham falar que estes alojamentos que servem a milhares de brasileiros não tem condições de receber o nobre parlamentar pois, aqui tb, pelas décadas em que recebeu (e muito bem) e gozou de PODER, ele bem que poderia ter atentado para o problema dos cárceres do país, estas MASMORRAS que estes políticos jamais pensariam que poderiam um dia ali dormir.

ps – e não é pq Genoíno é “pior” que os outros que eu defendo este desfecho não, mas SIM por acreditar e defender que TODOS os brasileiros precisam URGENTEMENTE serem tratados IGUAIS diante da lei ..independente do sexo, cor e/ou status que tem.

Responder

    GuaranaTai

    15/03/2014 - 11h53

    Li a matéria sob a mesma crítica…

    e cada vez mais me pergunto:

    O que, afinal, o PT fez (ou ameaçou fazer) contra o Barbosa, que o fez mudar de lado?

    Afinal, a escolha pelo nome dele foi do Lula em pessoa e certamente nenhum Presidente colocaria no STF (com mandato quase vitalício) um juiz que seja minimamente servil aos seus interesses.

    Pois o Barbosa desferiu um ataque total, com todo o potencial ‘bélico’ que tinha a mão, contra o partido que o colocou em sua atual posição.

    Duvido que uma investigação intensa e profunda não tenha sido feita, justamente para evitar que se trouxesse uma cobra para o ninho.

    Não sou tão ingênuo para acreditar que a cúpula do PT (ou de qualquer outro partido) seja composta por seres angelicais iluminados, que não fazem uso de toda sorte de abominações, arbitrariedades e ações execráveis para alcançar os objetivos de seus projetos de poder.

    Algo forçou a ‘transmutação do filhote em cobra’.

    AlvaroTadeu

    15/03/2014 - 13h13

    Esse coxinha Romanelli fala em nome de quem? Daquele ex-governador internado DUAS por overdose de cocaína? Foi levado para o hospital no helicóptero da PM do estado. Está tudo documentado. Ou daquele senador que foi detido numa ronda policial dirigindo alcoolizado e SEM carteira de habilitação? Ou daquele ex-presidente, que num país com os problemas que tivemos e ainda temos, sai por aí defendendo a descriminalização (=liberação) da maconha? Ele defende isso porque fuma? Um fuma e o outro cheira? Esse partido vai de preto (erva) e vai de branco (pó) ? Aviso aos navegantes: citei 3 cargos políticos, mas estou falando só de duas pessoas.

    Quanto ao ministro Genoíno, Romanelli, limpe sua boca suja antes de tocar no nome dele. Vai lavar a boca com o esgoto não coletado da SABESP. Genoíno corrupto? Quem privatizou não foi ele, foram seus amigos, que até 1994 eram professores da PUC, hoje são os homens mais ricos do país. Ouviu, seu coxinha destemperado?

    Luiz Moreira

    18/03/2014 - 09h25

    Concordo com o ROMANELI!
    Pega esta corja do TUCANATO e dá choque elétrico. Esta era a ação executada pelos amigos íntimos deles (PFL e adendos). Depois mudaram de nome para DEMOCRATAS. Esta tal democracia aceita qualquer canalha ou ladrão. O que aconteceu para e DEMOSTENES? Perdeu o mandato, mas continua MANDANDO.

Ernesto Kenshi Carvalho Maeda

15/03/2014 - 07h02

Conheço o Genoíno há muitos anos, e já morei no mesmo bairro (Vila Indiana), no qual ele e sua família vivem até hoje. Uma pessoa honrada, com uma história de luta em defesa da democracia e da justiça social, que nunca tirou proveito pessoal pelas posições que ocupou. Ele merece a solidariedade de todas as pessoas de bem.

Responder

Fernando Antonio Moreira Marques

15/03/2014 - 06h42

Sou safenado recente e passei a compreender que coração é coisa muito séria. Depois da cirurgia tudo muda. O coração vive nos dando sustos. Seja por alteração da frequência, seja por comportamentos “estranhos” que sempre nos deixam preocupados e ansiosos em saber se é “normal” ou se já é o início de alguma coisa mais grave.

Tem que ser muito malvado para impor castigos extremos a pessoas debilitadas. Quase um torturador.

Responder

Volnei João

15/03/2014 - 06h32

Parece que o Sr. Joaquim esta com a disposição de assumir a plenitude ca condição de “justiceiro”, chamando para si a condição de promotor, juiz, carcereiro e carrasco de execução. Assim agindo demonstraria ser um bom candidato ao Santo Ofício na Espanha Medieval.

Responder

    Luis Carlos Britto

    16/03/2014 - 16h57

    Ao contrário do que vc afirma, os mensaleiros não foram julgados e condenados por Joaquim Barbosa…

    O julgamento foi COLEGIADO e a maioria votou pela condenação dos mensaleiros!

    Mário SF Alves

    17/03/2014 - 19h36

    Ah, agora é colegiado… entendi. E na absolvição pela insana acusação de formação de quadrilha… também?
    _________________________
    E quais foram os acusadores mesmo?

    Luis Carlos Britto

    17/03/2014 - 20h29

    Agora???

    SEMPRE foi colegiado…

    E a absolvição dos mensaleiros do crime de formação de quadrilha é prova disso!

    Se dependesse apenas de Joaquim Barbosa, os mensaleiros seriam quadeilheiros tb…

    E eu concordaria integralmente com isso.

    Mário SF Alves

    18/03/2014 - 08h03

    Agora???

    SEMPRE foi colegiado…

    E a absolvição dos mensaleiros do crime de formação de quadrilha é prova disso!

    Se dependesse apenas de Joaquim Barbosa, os mensaleiros seriam quadeilheiros tb…

    E eu concordaria integralmente com isso.
    ___________________________________
    Suponho que você seja brasileiro, de etnia afro-europeia, portanto, não condizente com o padrão racial nazista, então, se dependesse só do hitler você, eu e mais de 70% da população brasileira, provavelmente nem sequer teríamos nascido.

    Pense sobre isso.

Sebastião Laércio Machado

15/03/2014 - 05h37

Parabenizo a repórter pelo didatismo formidável de seu trabalho de compilação, resultando em texto muito esclarecedor da situação de saúde de Genoino. Em minha avaliação, a conclusão é óbvia: o presidente do STF agiu no mínimo maliciosamente ao tentar obter dos médicos da UNB a resposta que queria. Foi tentativa de obter dos médicos respaldo à sua pré-disposição de agravar as penas de apenas alguns dos condenados, a qualquer custo. Repito, a qualquer custo!

Responder

Nilva Sader

15/03/2014 - 02h00

Os tucanos devem ter proibido os médicos de abrirem a boca.

Responder

Marcos Pinto Basto

15/03/2014 - 01h09

Para não me perder analisando a pantomina do julgamento da AP 470, pergunto: Aonde está a honestidade moral de seu Quinzão para aplicar a pena de prisão de 4 anos e alguns meses a José Genoíno? Pior ainda sem provas materiais ou testemunhais! Esse julgamento tem que ser anulado! Fico embasbacado com a tolerância dos outros ministros perante as barbaridades de seu Quinzão, um babaca enebriado com os elogios que recebe da Globo e da legião dos desinformados.

Responder

    Luis Carlos Britto

    16/03/2014 - 01h44

    Acho q vc não considera prova a assinatura dele nos contratos dos empréstimos forjados, né?

    Entendo…

    Mário SF Alves

    16/03/2014 - 15h55

    E por que razão a seu ver teria acontecido isso?

    Será que é tão difícil admitir que sem a reforma política o poder vai continuar sendo emanado por interesses contrários aos do povo? E que em decorrência disso, enquanto não se garantir exclusivamente o financiamento público das campanhas, “n” outras assinaturas continuarão sendo apostas a documentos que visem a transferência de dinheiro para o caixa 2? Será que é tão difícil admitir que a democracia que temos ainda é a democracia que interessa a quem nos dominou pelo totalitarismo em 64?

    Luis Carlos Britto

    16/03/2014 - 16h53

    Então o Sr concorda que houve fraude…

    Se houve fraude, houve crime!

    Se houve crime, Genoino é criminoso e foi condenado corretamente!

    Finalmente um petista com bom senso!

    Luis Carlos Britto

    17/03/2014 - 10h09

    Então vc reconhece q houve fraude…

    Se houve fraude, houve crime!

    Se houve crime, Genoino foi corretamente condenado!

    Finalmente um petista com um mínimo de bom senso…

    ps: papo furado essa sua teoria de q “é preciso fazer cx 2″… O PT é, disparado, o partido q mais arrecada, com grande parte das doações vindo de empreiteiras e bancos! Não tente justificar os crimes cometidos como sendo uma “necessidade” decorrente de uma legislação equivocada! O q houve foi crime de corrupção!

Maria A

15/03/2014 - 00h59

Por mais que a mídia/pig queira afirmar o contrário, a maioria da população entendeu os absurdos cometidos durante o julgamento da ação 470. Espero que agora o bom senso prevaleça e José Genuíno permaneça em sua residência, recebendo a assistência médica necessária que o seu grave quadro de saúde exige. Caso contrário, entenderemos que o objetivo é o de condená_lo a morte.

Responder

    Luis Carlos Britto

    16/03/2014 - 01h49

    Qual a fonte dessa sua “informação”?

    De onde vc tirou q a “maioria da população” entendeu o Mensalão como fraude?

    Se é “achologia”, prefiro achar q a maioria da população aplaudio o julgamento e foi a favor da condenação dos mensaleiros…

    Que não são quadrilheiros… São só corruptos e corruptores!

    Mário SF Alves

    16/03/2014 - 16h58

    Genoino, assim como Gushiken são inocentes. Anistia já!
    _____________________________
    Em, tempo [e para que não reste mais nem sombra de dúvida]: para a família do anticapitalista Luis Gushiken a inVeja foi condenada a pagar indenização de R$ 100.000, 00 (cem mil reais); o que é uma merrequinha se comparada ao dano moral causado e à fortuna ganha às custas de toda essa infâmia.

    ______________________________________
    Extraído do comentário do valoroso companheiro Messias Franca:

    … O escabroso MENTIRÃO “acelerou a morte do ilibado Luis Gushiken”, e há poucos dias a INFAME ‘veja’ foi condenada “a indenizar a família do petista: R$100.000,00″!… Enquanto isto, o casal Carlinhos Cachoeira aproveita os prazeres da carne e da luxúria mundo afora; “o impoluto” José Roberto Arruda acaba de anunciar que será candidato a governador do Distrito Federal [sede da PAPUDA (sic)]; José (S)erra se nega a depor como testemunha em uma das ‘n’ falcatruas DEMoTUCANAS…

    … Se o egrégio brasileiro José Genoino morrer na prisão, não poderemos culpar médico algum: o povo brasileiro permitiu que o MENTIRÃO fosse longe demais!…
    _______________________________________
    Só discordo do seguinte:

    “…o povo brasileiro permitiu que o MENTIRÃO fosse longe demais!…”

    Não, prezado Messias, o povo brasileiro não permitiu nada. O povo brasileiro mais uma vez foi impiedosamente manipulado e por isso mesmo aparentemente concordou com os termos do mensalão/mentirão do tudo [só e somente só] contra o PT. Porém o povo, em sua sabedoria/racionalidade, já deu o troco. E você sabe disso. E se essa maldita crise do capitalismo financeiro/neoliberal não nos trouxer maiores transtornos o povo vai mostrar essa racionalidade de novo. Nada muito diferente daquele pequeno agricultor que terminantemente evitava empréstimo bancário destinado a modernização agrícola. Acusavam-no de retardatário, de refratário, de ignorante, quando na realidade era a mais pura demonstração de racionalidade. Ele tinha certeza de que estaria entrando numa arapuca. Sabia por experiência própria que ia quebrar se adotasse a tecnologia empresarial-capitalista; sabia que não conseguiria concorrer em termos de preço com produtos obtidos em muito maior escala nas grandes propriedade agroindustriais. Nesse caso, sorte a nossa que ainda temos a opção de consumir produtos menos danosos à saúde, obtidos ao largo da hegemonia e sede de lucro da economia capitalista.

    Luiz Moreira

    17/03/2014 - 10h41

    Luis!
    E o que me diz da frase canalha do ministro do FHC “o que é bom a gente mostra, mas o que é ruim, esconde”? E que me diz, da compra de votos para a REELEIÇÃO? E que me diz, da “mudança constitucional”, permitindo mudar regras do jogo com o mesmo presidente durante seu mandato? Tu nunca ouviu isto? Criança surda, cega e FALSA!! Aliás, ouvi pessoal da DIREITOSA,
    dizendo para mim, em 1990, “fechamos os centros eleitorais” e votamos pelos ausentes (interior de PERNAMBUCO). Éticos, heinnn!! E, empresário de Fortaleza, dizendo para seu engenheiro, “olhe aquele fiscal, comprei ele faz pouco”. Empresário da CORRUPÇÃO, heinn!! Estes são os que comandam este sistema POLÍTICO!! Com HONESTIDADE e AMOR AO PRÓXIMO!!!Canalhas!!

Marat

15/03/2014 - 00h47

Qual médico? Oras… o Dr. Barbosa. Ele como cirurgião-chefe, apoiado pela seguinte junta médica:
Dra. Globo, Dra. Veja, Dra. Folha, Dr. Estadão, Dra. SBT, Dra. Bandeirantes et caterva…
A autópsia, que indicará morte natural será assinada por algum legista da escola do Dr. Shibata. Por fim, o perito Molina indicará que a morte foi natural mesmo, e, no dia seguinte, todos voltarão a trabalhar uns a favor, outros contra o Brasil.

Responder

ricardo silveira

14/03/2014 - 23h27

Será que não ficou claro para o presidente do STF que a AP 470, com “teoria do domínio do fato”, com provas no Inquérito 2474 fora do Julgamento, cada vez para mais pessoas, é uma indignidade da Justiça Brasileira?

Responder

Adeuvaldo Ribeiro Neves

14/03/2014 - 21h24

Conquanto devemos ter o nosso respeito pelo passado honroso do deputado José Genoino, não devemos criar clima de sentença injusta e querer imputar essa sentença a apenas ao ministro Joaquim Barbosa ( o stf não é só ele). O PT vacilou feio e está COLHENDO O RESULTADO. Espero que não vacile mais… adeuvaldo ribeiro neves, 58 anos, nascido na zona rural do bico de papagaio (tocantinópilis-to.

Responder

Regina Braga

14/03/2014 - 20h45

Depende…se for o médico que retirou, os orgãos, do garoto vivo…vai se responsabilizar com certeza,da morte de outros…no caso o Genoino!Viva o Brazil!!!!

Responder

josé Aparecido Barreto Junior

14/03/2014 - 18h14

A máscara do chefe da quadrilha do supreminho já caiu e o pig o abandonou. Sou negão, mas esse aí…, tome vergonha na cara seu traira da raça.

Responder

    Lukas

    14/03/2014 - 23h08

    Você é daqueles que acha que Joaquim Barbosa deveria ser grato ao branco que o colocou lá. No fundo, vocês sempre acharam que ele não tinha qualidades suficientes para ser Ministro do Supremo, que Lula só o colocou lá por ser negro.

    Só não tinha coragem de dizer. Agora, têm.

    Denise

    15/03/2014 - 10h48

    Que análise profunda, tão profunda quanto uma bolacha

    CarmenLya

    15/03/2014 - 13h48

    Não, Lukas, não acho que o Joaquim Barbosa tenha que ser grato aos brancos, mas acho que deveria ser justo. Se o presidente do PTB morreu em outubro ele deveria julgar com as leis da época. Se não encontrou provas materiais ou testemunhais deveria absolver os réus, pois a lei diz “in dúbio, pró reo”. Com o “domínio de fato” qualquer pessoa pode ser considerada culpada. Mas o Joaquim Barbosa não fugiu a regra do alpinista social…rasteja para atingir o objetivo, bajula quem for preciso para chegar onde quer, mas depois odeia aqueles para quem se humilhou. Procura devolver a humilhação para aplacar o ressentimento. Tanto Barbosa como Fux esquecem que a biografia é implacável…tudo isso estará lá, quando analisado por um biógrafo isento. Qualquer pessoa medianamente informada consegue ver a diferença entre os julgamentos de outros partidos e os do PT.

    Rita Fagundes

    16/03/2014 - 14h37

    Não se trata da cor da pele de ninguém, eu também sou negra e Lula não pode ser considerado literalmente um “branco” como você diz. Se trata dos desmandos de alguém interessado em prejudicar uma pessoa honrada que não traz nenhum perigo a sociedade e portanto tem o direito de cumprir uma pena injusta diga-se de passagem em seu domicilio.

    abolicionista

    16/03/2014 - 17h48

    Lukas, se dependesse de gente como você ainda estaríamos traficando escravos como no século XIX. Fora, golpista.

    Mário SF Alves

    16/03/2014 - 18h14

    Não, Lukas, nada disso. Lula o fez chegar lá porque Lula é simplesmente o maior político da história deste País. E você demonstra renitência em não querer entender.

    O que talvez o Lula não soubesse é a conclusão à qual chegou o Itamaraty a respeito do tal ser que foi por intermédio dele LEGALMENTE empoderado.

    Romilda

    17/03/2014 - 13h35

    José Aparecido, eu sou daquelas pessoas que querem ver o diabo pela frente, mas não o Joaquim Barbosa, por tanto despreza – asco, até – que tenho por senhor. Mas uma coisa é certa: ELE NÃO TRAIU SUA COR (até porque a cor nada tem a ver com o caráter de ninguem), ELE TRAIU O BRASIL.

Fernando

14/03/2014 - 17h38

Por isso é importante praticar atividades físicas e ter uma alimentação saudável.

Responder

    Lukas

    14/03/2014 - 23h09

    Ter a consciência tranquila também ajuda.

    Marcilio Serrano

    15/03/2014 - 09h04

    Com certeza coisa que falta a você, pois é inacreditável sair tanta besteira de uma boca só.

    abolicionista

    17/03/2014 - 11h32

    Como a gente faz para ter a consciência tranquila após defender um golpe militar, “intervenção armada”, a “dissolução do congresso” e a “proibição dos partidos políticos”? Como conviver com tanta mentira? Você certamente tem muito a ensinar nesse quesito…

    Mário SF Alves

    17/03/2014 - 14h53

    “abolicionista

    Como a gente faz para ter a consciência tranquila após defender um golpe militar, “intervenção armada”, a “dissolução do congresso” e a “proibição dos partidos políticos”? Como conviver com tanta mentira? Você certamente tem muito a ensinar nesse quesito…”
    _______________________________
    E aí, Lukas, vai responder ao abolicionista ou vai enfiar a violinha no saco?
    E olha que ele foi assaz generoso, só abordou a pontinha do iceberg BraZil-USA, hein?

    Ana Cruzzeli

    15/03/2014 - 07h30

    É verdade.
    Para evitar doenças cardiacas
    1-Alimentação saudável…
    2-Exercicios regulares…
    SOBRETUDO
    3-Não ser torturado durante SETE ANOS nas marmorras de uma prisão durante a ditadura…

    zezo nogueira

    15/03/2014 - 22h36

    Lamentável, tudo isso. Os excesso são perceptíveis, mesmo a olhos não inteiramente atentos. Sensação de poder exarcerbada; vaidade em padrão bam acima do aceitável; necessidade de posar como alguém de postura retilínea embora cometa deslizes inaceitáveis a quem tem isso como objetivo, conforme é domínio público. Diz-se que “Aqui se faz, Aqui se paga”. O Joaquim aumenta a cada dia, a sua dívida, ante a espiritualidade. Dígno de pena…

Deixe uma resposta