VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Moro é o herói da Paulista superlotada; Marta é expulsa, Aécio e Alckmin vaiados; internautas escolhem cena emblemática do dia; veja qual é

13 de março de 2016 às 15h39

Captura de Tela 2016-03-13 às 15.20.04

Cena registrada em Copacabana foi escolhida por internautas da esquerda para simbolizar a manifestação do 13/03; no Rio, atores e atrizes da Globo formaram o Morobloco e em São Paulo manifestante pediu a Moro que se lembre de Aécio Neves, mencionado por vários delatores da Lava Jato. A Globo aposta em um novo Collor para 2018?

Captura de Tela 2016-03-13 às 16.55.04

por Rodrigo Vianna, no Escrevinhador

O esquenta para as marchas golpistas começou nas páginas dos jornais paulistas. No decadente Estadão, um editorial mais violento do que o de 1964 criticava neste domingo os petistas, definidos como “quase marginais”, chamou sindicalistas de “turma de boas-vidas” e disse que seguidores de Lula são “desesperados” que atuam contra “a maioria de brasileiros honestos”.

O Estadão se esquece que os honestíssimos Aécio, Agripino, Aloysio, Eduardo Cunha e Alckmin foram derrotados nas urnas em 2014? O jornal se perde em seu delírio decadente. O texto é claramente o arreganho autoritário de um pitbull desdentado que ainda se leva a sério.

IMG_5098

O texto de Kataguiri mencionando os Power Rangers bombou no twitter

Na Folha, havia chance de garimpar algum humor. O impoluto Elio Gaspari dividia espaço com o jovial Kim Kataguri, na turma de analistas. Gaspari defendeu a Constituição e chamou de golpe o “semi-parlamentarismo” proposto por PMDB/PSDB, mas não se conteve e propôs a derrubada imediata da chapa Dilma/Temer para que se convoque nova eleição.

Em suma, Gaspari fez o papel do semi-golpista. Já Kataguri não decepcionou: foi imbecil por inteiro. Usou o desenho animado dos power rangers (isso mesmo!!) como referência para o delírio golpista que escorria das páginas do jornal.

Mas vamos ao que interessa: o “esquenta” promovido pela Globo na manhã de domingo, mais uma vez, não decepcionou.

Captura de Tela 2016-03-13 às 13.12.43

A lente da GloboNews impressionou!

Logo cedo, a GloboNews usou uma espécie de “lente de aumento” para que não surgissem na tela os vazios que ainda eram evidentes no gramado em Brasília.

Depois, deu voz para sua turma de repórteres bem ensaiados. O discurso de “milhares de famílias, marchando em paz contra a corrupção e o PT” (como se PT e corrupção fossem uma coisa só) dessa vez ganhou um adendo: “muitas pessoas trazem faixas em apoio ao juiz Sérgio Moro”.

A tabelinha Globo/Moro ficou mais evidente que nunca.

Nas telas e nas fotos enviadas pela web não faltavam as faixas de apoio a um golpe militar. Mas Moro era dominante: um herói de direita, impoluto, que a direita constrói passo a passo. Um homem já perigoso para a democracia – justamente porque não se submete a ela.

Em Salvador, a Globo foi obrigada a usar imagens fechadas porque mais uma vez havia minoria de brancos e ricos na orla.

Em Brasília, por volta de 11h30, ainda eram evidentes grandes vazios no gramado em frente ao Congresso. Mas a quantidade de manifestantes parecia igualar os primeiros protestos de março de 2015.

Recife e Maceió ganharam destaque na tela. De novo, eram manifestações de brancos e ricos, na orla dominada por prédios da oligarquia nordestina.

Os repórteres chutavam números: “15 mil em Maceió”, contradizendo a imagem que mostrava 2 mil ou 3 mil pessoas marchando no bairro dos ricaços alagoanos.

Em BH, a tradicional família mineira foi pra rua em número pouco superior ao das manifestações anteriores.

Captura de Tela 2016-03-13 às 15.27.45

O conversível em Copacabana e a faixa que não deveria ter aparecido na GloboNews

O contra-ataque veio pelo céu

O ponto fora da curva parecia ser o Rio de Janeiro, onde claramente (pelas imagens abertas da orla de Copacabana) a manifestação levou mais gente às ruas do que em março/agosto/dezembro de 2015.

A Globo interrompia seu programa de Esporte a cada dez minutos para fazer o “giro pelo Brasil”. Alex Escobar, aquele mesmo que Dunga certa vez cobriu de palavrões numa coletiva da seleção, fazia cara de inteligente ao falar da “luta contra a corrupção”. Depois, voltava ao normal.

Na Globo News, o esforço da comentarista era emocionante ao narrar as imagens de Brasilia: “a diferença dessa manifestação é que agora os políticos querem aparecer nas ruas, pra disputar o dia seguinte do impeachment”; ou então “vai-se aproximando a hora de decidir o que será do poder depois que Dilma cair”.

É a tentativa de criar uma narrativa do “inevitável”.

Captura de Tela 2016-03-13 às 15.31.22

A ex-petista Marta Suplicy, agora aliada do presidente da Câmara Eduardo Cunha no PMDB, não conseguiu carona no ônibus do PSDB e foi expulsa da Paulista aos gritos de “perua” e “vira casaca”; citado por delatores na Lava Jato, Aécio foi no mesmo ônibus que o governador da merenda, Geraldo Alckmin, tendo ao fundo o grande defensor de Cunha, o réu Paulinho da Força; de acordo com o R7, o presidente do PSDB e o governador  foram vaiados. Enquanto os manifestantes gritavam “ladrão de merenda” e “corruptos”, apoiadores dos políticos usavam buzinas para abafar os protestos

Nenhuma palavra sobre o envolvimento de Temer e Aécio na Lava-Jato. Nada. A Globo nitidamente tem pressa.

Tudo isso era apenas o “esquenta” para o grande ato golpista: a passeata na avenida Paulista em São Paulo. Sim, a expectativa era de uma multidão pelo menos igual à que tomou as ruas um ano atrás.

Olho pra tela, e depois vejo pela janela vizinhos na rua vestidos de amarelo. Ao meio-dia, a turma do “chega de PT” já estava se preparando para a marcha.

A previsão é de “1 milhão de pessoas nas ruas”, berra o secretário de segurança (?) de Alckmin (aquele mesmo que lança a PM contra sindicalistas, aproveitando o clima de “prende e arrebenta” que o Estadão e a Globo tentam criar). Não cabe 1 milhão na Paulista. Mas isso é apenas um “detalhe”. A narrativa já está criada.

O dia 13, até as 12h, não trouxe nada de novo: é o arreganho golpista da classe média que pretende produzir um novo 1964, em que a farda será substituída pela toga.

A tranquilidade com que a Globo e os jornais paulistas tratam um golpe contra a democracia deve ser o grande combustível para que a reação aconteça no próximo dia 18. Sem cobertura da mídia, sem PM, sem editoriais – não importa.

O dia 18 pode ter menos gente do que o dia 13 golpista. Não importa. Mas os setores organizados precisam mostrar aos jornais golpistas, aos Kataguris/power rangers, à Globo e à classe média odienta que o golpe não será um passeio no parque.

Captura de Tela 2016-03-13 às 15.34.17

Nas faixas,destaque para a que culpou Dilma pela volta da sífilis; no Rio, gente fina protesta no barco. Enquanto isso, ativistas fizeram nova visita à Paraty House, para um Domingão na Mansão e petistas se reuniram em vigília diante da casa do ex-presidente LulaCaptura de Tela 2016-03-13 às 15.37.47

 

O livro da blogosfera em defesa da democracia - Golpe 16

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.

Compre agora online e receba na sua casa!

 

37 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Italo

15/03/2016 - 00h03

Se Moro se candidatar a Presidente, qual partido escolheria?

Responder

Assis

13/03/2016 - 19h43

Dia 18 não dá!!!!Aqui mesmo no Viomundo Leonardo Boff falou que a esquerda tinha que aprender com a direita fazer manifestação no final de semana. O trabalhador mora em Mauá, ou mora em Jandira no outro extremo de São Paulo nunca vai conseguir participar de uma manifestação depois do trabalho, o PT esqueceu de vez o povo, saudade dos comícios do Lula no Anhangabau no final de semana. Muita gente que tá postando nos blogs alternativos que vai, são ativistas da WEB, só falam… Vai ser uma manifestação de sindicalistas e funcionários públicos (baixo clero) com estabilidade. Teria muito mais apoiou se fosse no final de semana. Infelizmente moro em Santa de Parnaiba não poderei ir, eu e dezenas de amigos que moram aqui, em Barueri, Osasco, Carapicuíba, e adoraríamos estar defendendo Lula e a Democracia. Mas, com o demissões em massa, não podemos nos dar ao luxo de sair do trabalho em uma sexta.

Responder

    Sérgio

    14/03/2016 - 01h46

    Por que dia da semana? Tem que ser no domingo, 20 de março!

mineiro

13/03/2016 - 17h47

com essas passeatas , é ai que eles vao ficar mais desesperados ainda, agora é que eles vao tentar o golpe via judiciario mesmo. o pouco que eu vi , é os mesmos gatos pingados de sempre. nem os coxinhas foi a essa passeata , nao tem ninguem , vamos coxinhada golpista, vamos para rua , ajudar a turma de voces , nem voces estao indo para rua. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk mais uma vez coxinhada kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. se depender da coxinhada golpista , pode ficar tranquilo , nao vai ter golpe mesmo. nem o pig golpista ajudando , nao aparece ninguem.

Responder

Euler

13/03/2016 - 17h46

Cena emblemática realmente. Casalzinho branco, com a babá negra empurrando o carrinho com os pimpolhos do casal. Voltamos um século e meio de história? Esta é a parte do Brasil das elites que reluta em aceitar mudanças em favor dos de baixo.

Responder

Ninguém

13/03/2016 - 17h43

Por que essa tara inexplicável da esquerda em fazer manifestação em dia de semana? Por alguma expectativa besta, estava crente que dia 18 cairia num domingo. Acabei de conversar com um amigo do PSOL (da ala do Ivan Valente), e ele acabou com a minha animação, ao dizer que o dia 18 cai na próxima sexta. PUTAQUEOPARIU!!! POR QUE CAZZO A ESQUERDA FAZ ISSO? Será que alguém consegue explicar? No domingo, você tem muito mais chance de ter mais gente na manifestação (no sábado, há muita gente que trabalha). Pra que insistir numa coisa que acaba limitando o número de participantes? Não sei se vou poder ir. Vou fazer o possível para ir. Mas irei a contragosto – pelas razões acima explicadas. Essa tara não tem explicação. Uma coisa é uma manifestação espontânea, como foi no dia 4 de março. Outra, completamente diferente, é a manifestação organizada. Para mim, organizar manifestação em dia da semana é sinônimo de burrice e desorganização.

Responder

sergio martins

13/03/2016 - 17h18

Marcha dos ricos contra os pobres… só tem branco em um país de maioria negra.

Responder

Bacellar

13/03/2016 - 17h17

Mais do mesmo. Observando da janela nas adjacências da Av. Paulista vi aquele perfil manjado: 99,9% brancos (na verdade não vi nenhum negro mas devia ter alguns) classes médias/altas, boa parte maior de 40. Não são ativistas, são basicamente moradores dos bairros do entorno da avenida; Jardins, Perdizes, Bela Vista…Alguns berrando bastante alterados. O fato é que com todo show jurídico-policial-oposicionista-midiático os caras já deram no seu teto de participantes…Algo como 200 mil. Sinceramente com uma mobilização total a esquerda bate esse teto nas próximas marchas. Da pra fazer. Sem contar a qualidade do ativismo. Se houver um engajamento total, um dia 18 firme, e um 30 maior ainda, podemos mostrar que somos mais fortes na rua.

Responder

Mônica

13/03/2016 - 17h13

Não acho que devemos ser menos nas ruas dia 18, acho que podemos ser mais. Não temos a mídia para nós apoiar, mas temos o que falta naqueles que estiveram nas ruas hoje: respeito à Democracia.

Responder

Sérgio

13/03/2016 - 17h12

Para concluir: Mexeu com Lula, mexeu comigo!!!

Responder

anac

13/03/2016 - 17h07

Bem, como o próprio texto diz, vamos mostrar que a classe merdia terá que fazer e doar muito mais que apenas dancinhas para conseguir o golpe.

Responder

Mauricio Gomes

13/03/2016 - 17h00

E o safado do Moro, mandando e-mail para a GloboNews pedindo que os políticos “ouçam a voz das ruas”. Quando alguém irá dar um basta nas palhaçadas desse fascista de merda? Já passou de todos os limites da decência, agora até e-mail esse safado manda pedindo para consumarem o golpe. Fora juizeco fascista de merda!

http://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/em-email-a-globonews-moro-pede-que-politicos-oucam-a-voz-das-ruas/

Responder

Mauricio Gomes

13/03/2016 - 16h55

Não vai ter golpe! Se depuserem a Dilma na marra ou prenderem o Lula sem provas iremos tocar fogo no Brasil, e aí eu quero ver esses fascistas de merda saírem de seus protestos em Copacabana, na Paulista, etc e irem enfrentar a massa nas ruas do centro, dos subúrbios e das favelas. Não irão levar 54 milhões de votos na mão grande, e se levarem pagarão com sangue nas ruas. A começar pelos veículos de mídia e seus prepostos que são os artífices dessa palhaçada. Queimaremos e destruiremos as instalações, veículos e tudo mais que for do PIG.

Responder

Sandro Dias

13/03/2016 - 16h29

Na Paulista, 2 milhões de “coxinhas”…

E sem sanduíche de mortadela!

Chora, PT!

Responder

    mischa

    13/03/2016 - 16h51

    Teve esfiha de graça do Habib’s

    Mauricio Gomes

    13/03/2016 - 16h57

    Dois milhões? Sabe algo de geometria? Na paulista não cabem mais que 300 mil pessoas, com boa vontade. Daqui a pouco os fascistas, em seus delírios, estarão falando que haviam 10 trilhões de zumbis na Paulista. Patético!

    Antonio

    13/03/2016 - 19h04

    Você devia estar quadribêbado quando viu 2 milhões.
    Nem pondo mais dois em cima de cada um caberia isso.
    Não se deu conta que quadribêbado viu multiplas imagens da mesma cena.
    E confirma sua boçalidade escrevendo isso.

    Sidnei Brito

    14/03/2016 - 08h57

    Suspeito que também não teve merenda, né, Sandro?
    Por motivos óbvios.

marcio ramos

13/03/2016 - 16h28

Dei um role no centro depois fui fumar um na praia só tinha gente boa e mulher bonita. Coisa linda este Brasil. A direita golpista estraga prazer vai azedar, a Dilma fica, o Cunha & Familia na cadeia por favor e o Aécio abutre tem que ser pautado todo dia. Adeus Globo, vamos ocupar sua concessão, ninguém te concede mais nada. A direita medíocre é burra, sempre foi incompetente e espero FHC vivo em 2018 para ver o Lula com afaixa de presidente do Brasil depois FHC pode ir pro inferno….

Responder

    Sérgio

    13/03/2016 - 16h55

    hehehe. O brasil mudou, ou não perceberam? Empoderemos.

    Antonio

    13/03/2016 - 19h04

    O diabo devolve!

FrancoAtirador

13/03/2016 - 16h21

.
.
Todo esse Movimento da Direita, na Prática,
.
é para Liberalizar, de vez, a Economia do País.
.
PPSDemB querem trazer o PMDB para, Juntos,
.
implementarem o Programa de Aécio/Armínio
.
de Privatização Total, via Congresso Nacional.
.
Vai ser UltraLiberalismo na Veia do Trabalhador.
.
.

Responder

    liberal

    13/03/2016 - 17h47

    Deus lhe ouça!

Julio Silveira

13/03/2016 - 16h18

O cinismo para justificar o encobrimento do ódio de classes está visível no país. Evidentemente das classes mais favorecidas pelas menos favorecidas, como sempre. Só que agora está aflorando, devido a retirada da capa de hipocrisia que havia antes. É a indignação pela retirada das mascaras de um país que sempre procurou disfarçar seu sistema de castas.

Responder

Antonio

13/03/2016 - 16h05

Infelizmente a cada dia consuma-se o golpe.
Se muitos como eu pensavam e tentavam entender como o povo alemão seguiu Hitler cegamente, há dias estou entendendo.
Globo, Veja, Folha e Estadão souberam fazer muito bem feito.
Estive na Paulista e conversei com algumas pessoas, não há nenhuma lógica ou bom sendo.
Apenas repetem o mantra e apoiam incondicionalmente corruptos como Aécio, Alckmin, Capez, Paulinho, Aluysio, Cunha e tantos outros, esses sim já réus em processos.
Pena que nossa classe média tenha mostrado ao mundo hoje que somos um país de boçais que não se dão conta do deboche dos políticos.
Pensam que são protagonistas sem perceber que não passam de figurantes.
Espero apenas que a presidente não renuncie e nem dê um tiro no peito.
Permaneça no palácio até dele ser retirada, arrastada se for o caso para que a história registre os nomes dos responsáveis pela pantomima.

Responder

renato

13/03/2016 - 16h03

Minha luta deu resultado.
Solitario com coisas de Lula e Dilma,
Não desisti…
Hoje meus filhos ficaram comigo nas redes.
Estão achando isto um absurdo, não foram ao shoping.
estão me fazendo compania em frente ao computador e
começaram a falar das coisas q

Responder

    renato

    13/03/2016 - 16h08

    …estou nervoso, indignado.
    Mas eles entenderam o que esta acontecendo
    se plugaram..
    E agora que tinha começado a estudar, um na UFPR
    e outro na UNICENTRO irati..
    Estou indignado. possesso.
    Chamaram meu lider politico, o unico no Brasil de
    ladrão assassino traficante,
    Chamaram minha presidente de quenga..
    destruiram sindicatos, atingiram a UNE, falaram mal
    de LULA na TV..
    Mostraram a familia de LULA na TV..como se fossem bandidos
    ahhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Geovan

    13/03/2016 - 16h43

    Parabéns Renato por ter informado aos seus filhos as coisas corretas. Parabéns aos seus filhos por não terem se deixado alienar como muitos jovens que sequer nem sabem por que estão participando das tais manifestações contra Dilma e Lula.

renato

13/03/2016 - 16h00

Estou pronto.
minha liderança é que manda.

Responder

    liberal

    13/03/2016 - 17h48

    Pode ir desabrochando o cinto e prepara a vaselina

Marinho

13/03/2016 - 15h55

Marta foi expulsa da manifestação? snif, snif, snif… coitadinha dela.

Responder

    Sérgio

    13/03/2016 - 17h10

    Botox não é para os pobrezinhos, é coisa de elite. A maquiagem é o que se usava uns tempos atrás. Deixe a loira Botox em paz!

Sérgio

13/03/2016 - 15h54

No pasarán

Responder

Diego Castro

13/03/2016 - 15h48

Patético. Aqui onde moro (Campinas) não tinha 100 pessoas na “manifestação”.

Responder

Deixe uma resposta