VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Dilma nega renúncia e não descarta Lula no ministério; aguarda decisão do PMDB; veja a íntegra

11 de março de 2016 às 14h18

Captura de Tela 2016-03-11 às 14.17.24

Lula é um trunfo se o PMDB se afastar do governo; é isso que a mídia, via MP paulista, quer inviabilizar agora

ENTREVISTA

Dilma Roussef diz que ‘não tem cara de quem vai renunciar’

A presidente defendeu o ex-presidente Lula e disse que pedido de prisão do MP de São Paulo “ultrapassa o bom senso”

Diario de Pernambuco, 11/03/2016

Após uma semana de turbulência política, a presidente Dilma Rousseff concedeu uma coletiva de imprensa no início da tarde desta sexta-feira. Rechaçou firmemente rumores de que iria renunciar e, se mostrando indignada, considerou que o pedido de prisão do ex-presidente Lula, feito ontem pelo Ministério Público de São Paulo, “ultrapassa o bom senso”. “Um país como o nosso não pode assistir calmamente a um ato desse contra uma liderança política responsável por grandes transformações no Brasil”, afirmou.

A presidente não quis responder perguntas sobre uma possível ida de Lula para algum ministério, o que garantiria foro privilegiado ao ex-presidente. “Eu teria o maior orgulho de ter o presidente Lula no meu governo, porque ele é uma pessoa com experiência e com grande capacidade de formulação política, gerencial. Agora não vou discutir com vocês se vai ser ou não vai ser (ministro)”.

Dilma também não quis tecer comentários sobre o promotor Cássio Conserino, responsável pelo pedido de prisão do ex-presidente. “Ele tem 25 anos de Ministério Público. Não me cabe discutir sobre o mérito disso”. Também foi concisa ao falar sobre a movimentação de retirada do apoio do PMDB ao governo.

“O PMDB é um partido muito importante da minha base”, disse, acrescentando que vai esperar a convenção do partido, que acontece neste fim de semana, para comentar o assunto. Sobre rumores de impeachment, foi firme: “Não tenho cara de quem vai renunciar”.

A presidente também negou que o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, esteja sob risco de deixar o cargo – e aproveitou para criticar a imprensa, afirmando que notícias especulando a saída do ministro são uma forma enfraquece-lo. “Todo mundo está sujeito a críticas”, resumiu. “Ou bem vivemos em uma democracia ou não vivemos”.

“Manifestação é direito democrático”, diz Dilma

Quando questionada sobre as manifestações contra o governo, marcadas para este domingo, Dilma fez um apelo para que as pessoas protestem de forma pacífica. “(a manifestação) É um direito democrático e não deve ser manchado por atos de violência. Uma das vitórias da democracia brasileira é o direito de livre manifestação”, afirmou.

PS do Viomundo: O pedido de prisão de Lula foi um ato político para inviabilizá-lo no ministério, se o PMDB se afastar o governo e Dilma fizer uma reforma ministerial com petistas e representantes da sociedade civil — como se diz que é o plano, nos bastidores.

Leia também:

O mico internacional dos promotores do MP paulista

O livro da blogosfera em defesa da democracia - Golpe 16

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.

Compre agora online e receba na sua casa!

 

27 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

marcosomag

12/03/2016 - 00h46

Não foi falta de avisos por parte da militância. O PT teve tudo nas mãos para libertar a redação do JN quando os Marinhos, de pires nas mãos, foram implorar ao José Dirceu uma salvação para o grupo empresarial depois da fracassadíssima implantação da Globocabo. O então poderoso Ministro da Casa Civil perdeu esta enorme chance.
Quando a Dilma assumiu a Presidência em 2010 tinha tudo para encaminhar com grande chance de sucesso um projeto de democratização da mídia. Preferiu uma “distensão” com a mídia golpista. Chegou a empunhar panelas no programa da Ana Maria Braga e chancelar a Veja ao demitir ministros denunciados por esta revista suja!

Enquanto isso, a pessoa inútil que ela nomeou para o Ministério da Justiça assistia inerte o Instituto Millenium organizar a imprensa corporativa contra a democracia. Filme velho, já visto no Brasil em 1964 (IBAD). Milenistas passaram a ocupar bancadas de telejornais e rádios e colunas em jornais impressos e revistas. A ponte do iceberg chamado NED (National Endowment for Democracy) a financiar o setor midiático da conspiração golpista apareceu quando foi revelada a quantia que recebia (R$70 mil mensais) um razoavelmente obscuro blogueiro, com a “boca do caixa” estando no governo Geraldo Alckmin, mas o dinheiro vinha de fontes diversificadas (certamente, “laranjas” com o NED por detrás). Seria o mote para o Ministério de Justiça e a ABIN desmantelar o setor midiático do Golpe, mas o Governo Federal não fez nada a respeito.

O já referido inútil do Ministério da Justiça também assistiu inerte a manipulação pela CIA das manifestações de junho de 2013, a organização de “movimentos” de direita como Retardados On Line, Brasil Preso e Coxinha na Rua com farto financiamento externo (o já manjado caminho de dinheiro do Departamento de Estado, via NED, via “doações” de empresários e suas “organizações sociais”, sucessão de “laranjas” até chegar ao destinatário final),
as manifestações de 15 de março de 2015 com pessoas agredidas nas ruas por usarem roupas vermelhas, presença de grupos fascistas e neonazistas, suntuosa estrutura de “trios elétricos” dos “movimentos” pagos pelo NED e até um ensaio de uma “Noite dos Cristais” tupiniquim com ataques a bomba e incêndios em imóveis usados pelo PT em várias cidades do Brasil. Com o fascismo tomando conta do país, o inútil do Ministério da Justiça achava tudo “republicano”.

O nomeado para o Ministério da Justiça, caso não fosse inútil, teria barrado a destruição progressiva das empresas de infraestrutura e da cadeia produtiva do petróleo e gás levada a efeito por um juiz de primeira instância e seus “blue caps”, procuradores talebans contra a “corrupção”. Foi a versão judicial do “faça da economia gritar” de Richard Nixon contra o governo de Salvador Allende, no Chile do começo dos anos 70. No entanto, ele assistiu inerte a destruição de milhões de empregos e a corrosão da base social de sustentação da democracia. Até os sucessivos ataques à Constituição Federal realizados pelos talebans da República de Curitiba ele deu de ombros, considerou tudo muito “republicano”.

Apesar de tudo, a Dilma ainda tem uma chance de reverter a situação. É só jogar no lixo o seu projeto absurdo da reforma da Previdência Social e cobrar os custos da crise do grande capital via taxação de dividendos e ganhos de capital. Com tal medida, o “povão” vai saber quem está do lado de quem, descer a Rocinha, o Heliópolis, o Alto do Zé do Pinho e todos os outros bairros populares do Brasil, botar os “coxinhas” para correr e evitar o Golpe.

Acorda Dilma, e aja enquanto é tempo!

Responder

Messias Franca de Macedo

11/03/2016 - 23h00

… A nossa [nossa?!] (sub)democracia está em frangalhos!
Em frangalhos!
E ‘nois’ sendo untados vagarosamente na frigideira do degredo!
E o óleo crepitante que nos ‘vaza’ não é o do pré-sal!
O óleo do pré-sal é exclusivo dos gringos premiados!
A dupla (sic) Renan/(S)erra que o diga!…

Penumbras, meu caro!
Penumbras – e lufadas de mau agouro!…

Responder

Jota cunha

11/03/2016 - 22h09

Amigos e Caros Colegas seja contra ou a favor do que se observa nas linhas e nas entrelinhas das diferentes mídias do nosso País é necessário que se pergunte a cada cidadão envolvido nas lutas em que modelo de País desejam viver? Se é o País de alguns ou se de fato é, um País de todos. Caso respondam DE TODOS (os anti DILMA) por que tal manifesto? Por que não se construir um grande ato em prol da UNIÃO? Por que ao invés de propalarmos a corrupção não exigirmos medidas para contê-la? Por que não exigir dos dez maiores devedores do LEÃO que paguem imediatamente suas dívidas ou parcelem como todo cidadão brasileiro faz? Por que não exigir do MORO a liberação das EMPRESAS para gerar mais empregos nesse momento em que o mundo vive uma grande crise? Em fim por que humilhar um dos poucos líderes do nosso País reconhecido mundialmente? Por que?

Responder

OLAVO

11/03/2016 - 22h08

É certo que Lula é o político que mais fez pelo povo pobre, não resta dúvida alguma sobre isso. Mas convenhamos, ele, o PT e a Dilma erraram assombrosamente na condução dos governos. Erraram feio na indicação dos Ministros do STF, na indicação de pessoas para cargos-chaves. Erraram em achar que o pessoal da Mídia iriam se contentar com as verbas fartas. Errou ao frequentar os salões da elite paulistana. Erros primários pelos os quais todos nós estamos pagando agora. A conciliação parece ser uma obstinação do Lula. Por exemplo no dia do seu sequestro, no primeiro momento que ele teve para falar, faz uma citação elogiosa ao Otávio Frias, o velho. Haja conciliação. O interessante é que os caras não estão nem ai (Poderiam se sentir lisonjeados). Querem é pegá-lo e pronto.

Responder

Messias Franca de Macedo

11/03/2016 - 19h38

A ECONOMIA OU O GOLPE!

… Agora há pouco retornando para o meu triplex [Risos], parei para arrancar- com regozijo – alguns cartazes fascistas anunciando a patacoada golpista programada para o próximo dia 13.
Próximo a um poste de iluminação pública havia um rapaz numa bicicleta.
Ele falou:
“O senhor é contra este movimento?”
Um tanto apoquentado, eu respondi afirmativamente.
Ele retrucou:
“Mas, eu estou desempregado. Tenho família, e aluguel para pagar! Durante o governo Lula a vida da minha família estava boa, agora não…”
Eu tentei explicar para o jovem que a presidente Dilma Rousseff não teveque um dia de sossego, os golpistas, diuturnamente, boicotam o governo dela, de forma impiedosa, irresponsável e criminosa.
Concluí dizendo:
“vamos torcer para que o governo da presidente Dilma Rousseff possa se recuperar, e termos a retomada do desenvolvimento com geração de emprego e renda.”
Ao me despedir, desejando-lhe felicidades, imediatamente pensei no que disse o Roberto Requião em entrevista recente concedida ao jornalista Paulo Henrique Amorim.
Em síntese, o senador resumiu: “A solução está na resolução da equação ‘É a Economia , estúpido’!
Ao chegar em casa leio um texto lapidar.
Dileto(a) leitor(a), confira o texto lapidar e histórico

Responder

Hell Back

11/03/2016 - 18h54

Com essas declarações acabam-se com as pressuposições que faziam a alegria do mercado financeiro e suas especulações.

Responder

Chapiro

11/03/2016 - 18h29

O problema do Lula no ministério, além da questão de explorarem como se fosse um ato de covardia, é que fariam pressão no supremo para afastá-lo do cargo (diriam que estaria usando a máquina para atrapalhar investigações sobre ele, por exemplo, como deveriam fazer com o Cunha mas não fazem). Ou isso não é possível?

Responder

    Jurista jurássico

    11/03/2016 - 22h23

    Essas reações são previsíveis mais são desmontáveis com uma boa comunicação:
    1. não se trata de covardia mas sim de legítima defesa; está evidente que há uma perseguição do Lula e ele apenas quer ser investigado com seriedade pelo STF. Essa mesma justificativa serve para a acusação de que ele estaria fugindo das investigações. Ele só quer ser investigado por um órgão sério e isento.
    2. representações aos STF seriam feitas com certeza, mas não teriam como prosperar pois a nomeação não viola nenhuma norma, nenhuma Lei; Lula não tem condenação alguma e tem competência comprovada para dirigir um Ministério. Ele seria hábil para exercer a função de fato, sem misturar sua atuação com a sua defesa. Por isso mesmo seria bom nomeá-lo para um ministério com função bem específica. Nunca para o da Justiça rsss
    3. a intriga de que Lula no Planalto ofuscaria a Dilma também vai ser explorada; da mesma forma, Lula é esperto e saberá não invadir o espaço da Dilma.
    Acho que seria uma boa ele aceitar e logo.

Sérgio

11/03/2016 - 18h28

Imperdível o ¨AH, É Sim¨ do Bemvindo Sequeira. Um pouco de humorpara relaxar num momento tão esquisito do Brasil.
https://www.youtube.com/watch?v=q8nZQa0WUH8

Responder

FrancoAtirador

11/03/2016 - 17h03

.
.
DOMINGO TEM MARCHA DA INTOLERÂNCIA
.
Cartazes e Faixas expressando Racismo, Homofobia, Xenofobia
.
e Preconceitos Sociais, em Geral: Sexual, Religioso e de Classe.
.
De Manhã, na Praia de Copacabana, na Cidade do Rio de Janeiro.
.
De Tarde, na Avenida Paulista, no Centro Financeiro de São Paulo.
.
.

Responder

mineiro

11/03/2016 - 15h58

manifestaçao facista, nazista , golpista nao tem cara nunca de democracia e sim de golpe , violencia, e destruiçao de todos os nossos direitos. esse fantoche de de pres. que um fantoche desgraçado covarde , nao perde a oportunidade de defender esses golpista , facista. se ela nao fosse uma covarde , traidora , maldita, ja teria que ter se juntado com os movimentos sociais e toda a esquerda de verdade, e sem tomar bençao de ninguem. mas nao ainda insiste em dizer que manifestaçao de golpista, que prega o odio , a violencia é manifestaçao democratica.

Responder

mineiro

11/03/2016 - 15h51

a desgraçada da pres. traidora, covarde ainda vai pedir permissao para o pmdb golpista? o golpe batendo a porta , o fantoche covarde de pres. ainda vai tomar bençao da desgraça do pmdb. o poste de pres. fantoche covarde, o pmdb é do lado dos golpistas , é aliado do pig , da burguesia facista , nazista, golpista e ta junto com os demonios tucanos. sera que alguem avisa isso para ela , porque ela é imbecil mesmo ou ta se fazendo de idiota , nao é possivel. esse poste de pres. ta teria que ter convocado todo mundo que é contra esse golpe facista a se juntar a ela pra formar uma frente de batalha , mas nao, ela tem que tomar bençao , se acovardar para o pmdb. essa mulher nao vai fazer nada contra os golpistas , nao fez ate agora.

Responder

    Presidencialismo

    11/03/2016 - 23h23

    As coisas não são bem assim. Também concordo que a Presidenta demorou muito para enxergar a gravidade do momento. idem, o PT.
    Mas estamos num Estado Democrático e estamos lutando para mantê-lo, contra os golpistas.
    E nesse regime presidencialista que temos, qualquer governantes precisa ter uma base parlamentar. Daí a necessidade de aliança com esses partidos camaleões como o PMDB etc… Sem base parlamentar, ninguém governa… E é exatamente o que vem ocorrendo com a Dilma no 2o. mandato. Ficou sem uma base sólida e fica á mercê desses políticos aproveitadores.
    Se ela fica sem o PMDB, a chance do impeachment passar é muito maior.
    Seria excelente ela se livrar de todos esses penduricalhos safados, fazer um ministério novo e retomar as promessas da campanha etc… Mas sem maioria no Congresso isso seria quase impossível…
    Esse é o paradoxo da situação atual: a oposição “pode” jogar sujo, atrapalhar o governo, ferrar a Economia, detonar a Democracia etc… e CIA… O Governo, não. Tem que ser respeitador das regras, ser ponderado etc…
    Uma guerra bastante injusta…

Mauricio Gomes

11/03/2016 - 15h51

Para os acéfalos e boçais que defendem o dePUTAdo Jair BolsoASNO, vale a pena ver esse vídeo para entender o grau de ignorância e fascismo desse louco. É deprimente pessoas acharem essa besta fascista um mito ou a solução para qualquer coisa, e ainda acham que ele pode ser presidente, quando deveria estar preso.

https://www.facebook.com/danilorodrigues/videos/10154028053929532/

Responder

Lukas

11/03/2016 - 15h49

PS do Viomundo: O pedido de prisão de Lula foi um ato político para inviabilizá-lo no ministério, se o PMDB se afastar o governo e Dilma fizer uma reforma ministerial com petistas e representantes da sociedade civil — como se diz que é o plano, nos bastidores.

Ficou confuso o texto.

Responder

Lukas

11/03/2016 - 15h40

Assim que Lula for Ministro, Dilma se torna EX-PRESIDENTE.

Responder

luis

11/03/2016 - 15h24

Não sei se o Lula vai ser ministro ou não, o cabra é macho para qualquer uma das opções, explico: 1 – se for ministro será agredido pela imprensa que o quer na cadeia, não por corrupção, isso tenho certeza que ele não praticou, se houvesse praticado não iriam até a casa dele colocar escutas telefônicas, em seu instituto que não pediu dinheiro enquanto era presidente, porém terá foro privilegiado e sairá da mão do Boco Moro, juiz que se julga acima do bem e do mal e que usa ternos pretos (uniforme fascista – veja os camisas negras da Itália). 2 – se não buscar esse foro privilegiado (que acho que seria um erro – já deveria ter aceito) enfrentará o calvários porém não sozinho, haverá UM MONTE de gente com ele, e quando sair ele será imbatível nas urnas, somente se o tio sam tomar uma atitude mais drástica, isso ele faz/fez e irá fazer muitas vezes ainda, portanto Lula, se cuida pelo bem do Brasil, nós precisamos de você. Tenho cinquenta anos e não vi nesse país tamanha ajuda as pessoas mais pobres. E quanto ao Ruy Teixeira, não é fugir da justiça, se conseguir o foro privilegiado ele será julgado no STF e não por uns camisas pretas. Em tempo, minha esposa é bancária e nunca a vi falando desses 7000 famílias prejudicadas, eram terceirizados? Pense em quantas casas o Lula e a Dilma já entregaram no programa minha casa, minha vida. No fim do governo FHC fui a Caixa Econômica Federal tentar abrir uma caderneta de poupança, não consegui (olha o absurdo), pois era bolsista de pós-graduação, hoje com um governo que realmente ajuda as pessoas (pobres e ricos, classe média também) tenho minha caderneta de poupança na Caixa. Isso representa vontade de ajudar o país e o povo que nele habita, pois isso é nação, coisa que parece que seus candidatos não possuem. LULA LÁ

Responder

Dawkins Rush

11/03/2016 - 15h14

Até quando a sociedade brasileira vai aguentar esse desvirtuamento e uso político da justiça?
Chegamos ao ponto de ver dois promotores de primeira instância competindo para ver quem ferra o Lula primeiro.

Sou um daqueles que irá para a rua defender a democracia e o uso cego da justiça.

Responder

    mineiro

    11/03/2016 - 16h02

    nao é bom nos que comentamos abusar muito tambem nao , porque essa pf nao ta nem ai para ninguem. nos todos ou uma pequena parcela que pode gastar com advogados , porque a maioria nao pode , se eles ta prendendo rico , politico e pouca importa advogados , imagina nos.

Mauricio Gomes

11/03/2016 - 15h13

Lula no ministério da justiça, para botar ordem no pardieiro da polícia fascista federal.

Responder

    FrancoAtirador

    11/03/2016 - 16h45

    .
    .
    LULA NAS RELAÇÕES EXTERIORES
    .
    De fato, sempre foi o Chanceler do BraSil.
    .
    .

FrancoAtirador

11/03/2016 - 15h10

.
.
Contra a Seletividade, investigar com rigor
e defender o Estado Democrático de Direito
.
Por Luiz Araújo* e Juliano Medeiros**
.
A ação deflagrada na 24ª fase da Operação Lava Jato, na última sexta-feira, demonstra claramente que o combate a corrupção, tão desejado pela população e defendido pelo PSOL, está em risco.
.
O circo montando com a condução coercitiva de um ex-presidente que não se negou a colaborar com as investigações não tem outra função senão produzir notícia que, amplificada pela grande mídia, possa impulsionar as manifestações conservadoras do próximo dia 13 de março.
.
É muito importante que se combata de forma decidida todo e qualquer esquema de corrupção.
.
O financiamento privado para campanhas eleitorais (oficial ou em forma de “caixa dois”) está na raiz da corrupção e se vale da relação promíscua entre autoridades públicas e as grandes empresas em nosso país.
.
Em troca de facilidades para fazer grandes obras e serviços, as empresas financiam campanhas eleitorais, elegem governos e parlamentares, contaminam e viciam a democracia representativa.
.
O PT não inaugurou a corrupção em nosso país.
.
Seu pecado foi manter intacta a estrutura de corrupção herdada dos partidos conservadores que lhe antecederam, especialmente o PSDB e o PMDB.
.
Basta ver os escândalos acobertados no Metrô de São Paulo, no desvio das verbas da merenda paulista ou os vínculos do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, com empresas de engenharia, para ilustrar casos conhecidos.
.
Não é razoável supor que as doações feitas para Dilma sejam de qualidade diferente das que foram feitas para Aécio Neves.
.
São as mesmas empresas, os mesmos executivos, os mesmos interesses.
.
Ao fragilizar o Estado Democrático de Direito, desrespeitando garantias individuais consagradas, o comando da operação Lava Jato coloca em xeque sua capacidade de investigar de forma idônea todos os suspeitos.
.
Nosso partido já se posicionou sobre os últimos acontecimentos.
.
Fazer oposição de esquerda ao governo Dilma, apoiando as manifestações do povo trabalhador contra as medidas impopulares que são tomadas e propostas, não significa ser conivente com estratégias que ferem o Estado Democrático de Direito.
.
Somos favoráveis a que todos sejam investigados de forma justa, sem favorecimentos, vazamentos seletivos, pirotecnia, com garantia ao amplo direito de defesa e, principalmente, com transparência na apuração de todos os fatos considerados suspeitos.
.
Conduzir de forma coercitiva o ex-presidente Lula ou qualquer cidadão, sem que ele houvesse se negado a depor voluntariamente, apequena o Poder Judiciário e coloca em dúvida sua autonomia.
.
Não molestar figuras com vasto material comprobatório, como é o caso de políticos conservadores beneficiados em outros escândalos, como os desvios em Furnas, mostra claramente essa seletividade.
.
Para as elites, seja mantendo o governo Dilma, seja aprovando o impeachment, pelas duas vias seu programa de governo está sendo implementado.
.
Os recursos estratégicos estão ameaçados, direitos sagrados sendo retirados e a conta da paralisia da economia recai sobre aqueles milhões de brasileiros que não possuem formas de se proteger.
.
O PSOL e seus parlamentares seguirão combatendo o atual processo de impeachment por considerá-lo um instrumento que, neste momento, tem sido utilizado para reverter a derrota do PSDB nas urnas e, ao mesmo tempo, como eficiente instrumento para garantir que Dilma faça tudo que as elites desejam, distanciando-se do que prometeu e de sua base social.
.
Mas não nos calaremos diante do uso político de medidas judiciais contra qualquer cidadão,
seja ele um ex-presidente, seja ele um ativista social.
.
Sem isso, a Operação Lava Jato estará irremediavelmente comprometida.
.
*Presidente Nacional do PSOL
**Presidente da Fundação Lauro Campos
.
(http://www.psol50.org.br/2016/03/contra-a-seletividade-investigar-com-rigor-e-defender-o-estado-democratico-de-direito)
.
.

Responder

Deixe uma resposta