VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

“Cunhada” de FHC, que há 15 anos recebe de tucanos no Congresso sem trabalhar, é militante contra a corrupção

19 de fevereiro de 2016 às 10h14

Captura de Tela 2016-02-19 às 12.40.31

FullSizeRender (2)

Da Redação

Margrit Dutra Schmidt, irmã da jornalista Mirian Dutra, que teve um romance de seis anos com o então senador Fernando Henrique Cardoso, recebe salário de assessora no Congresso há 15 anos mas nunca compareceu ao trabalho. Ela bate o ponto diariamente.

Captura de Tela 2016-02-19 às 09.55.52

Conforme demonstrou o Tijolaço, sua primeira nomeação foi feita pelo próprio FHC, em 27 de março de 1995, para o cargo em comissão de diretora do Departamento de Classificação Indicativa, no Ministério da Justiça.

A essa altura a irmã, Mirian, já vivia no exílio na Europa com o filho que ela e FHC acreditavam ser do presidente da República.

A revelação de que Margrit é funcionária fantasma foi feita por Lauro Jardim, em O Globo.

O  jornalista foi quase um porta-voz da emissora quando atuava na Veja. Não é possível confirmar se foi retaliação por Mirian ter dado entrevista denunciando que a Globo tentou apagá-la da História da emissora.

Em sua página no Facebook, Margrit é uma discreta militante contra a corrupção. Refere-se ao ex-presidente Lula como Molusco e denuncia Dilma por “cultuar” Getúlio Vargas e Leonel Brizola. “O Brasil acabou. E tem gente que defende esta corja”, sentencia.

Margrit “trabalhou” nos gabinetes de Arthur Virgílio e Lúcia Vânia, antes de receber salário como assessora fake de José Serra. Isso demonstra que o PSDB teve papel ativo no acobertamento da existência de Mirian, ao lado da mídia e da empregadora da jornalista, a TV Globo:

Irmã de Mirian Dutra é desconhecida por ‘colegas’ de gabinete de Serra

Tucano nega de Margrit seja fantasma e diz que ela trabalha de casa

POR GUILHERME AMADO 19/02/2016 6:00, em O Globo

BRASÍLIA — O senador José Serra emprega em seu gabinete do Senado, como funcionária fantasma, Margrit Dutra Schmidt, irmã de Mirian Dutra Schmidt, conforme informou o blog do jornalista Lauro Jardim, no site do GLOBO. Margrit vai diariamente, de manhã e à noite, registrar sua digital na entrada principal do Congresso, a Chapelaria, mas não cumpre expediente. Serra negou que ela seja fantasma e disse que Margrit trabalha de casa, prática vetada no Senado.

Margrit foi cedida pela liderança do bloco da oposição para o gabinete de Serra em 30 de março de 2015. Na quinta-feira, portanto quase um ano depois, O GLOBO entrevistou dez dos 15 funcionários do gabinete de Serra em Brasília. Dos entrevistados, nenhum sabia dizer o que Margrit faz. Alguns sequer sabiam de sua existência.

— Margrit? Você está confundindo. Eu estou com ele desde o começo do mandato. Não tem nenhuma Margrit aqui — afirmou um funcionário do gabinete.

Margrit está na República Dominicana, conforme a própria confirmou ao GLOBO na quinta-feira:

— Estou na República Dominicana, de banco de horas. A ligação está muito ruim — disse ela.

O telefonema caiu, e, embora informada sobre o tema da reportagem, Margrit não voltou a atender aos outros telefonemas.

Serra afirma que pediu à liderança da oposição a cessão de Margrit porque “desejava que ela se dedicasse a um projeto na área de educação”:

— Ainda é um projeto sigiloso, peço que você não adiante o que é. Lançarei em breve. Queria alguém que me ajudasse em questões não econômicas. Conheço a Mag há muitos anos. Tenho relações pessoais e intelectuais — afirmou Serra.

Num primeiro momento da entrevista, Serra afirmou não saber ao certo se Margrit trabalha ou não de casa. Depois, ao ser informado pelo GLOBO de que os funcionários haviam dito que não a conheciam, Serra disse que “imagina(va)” que Margrit trabalhe de casa. Finalmente, o senador afirmou:

— Ela trabalha (de casa). Meu gabinete tem pouco espaço, não tem sala para todo mundo.

Margrit não ingressou no Senado por meio do gabinete de Serra. Trabalha no Senado há 15 anos. Em seus anos no Parlamento, a assessora trabalhou no gabinete do ex-senador Arthur Virgílio (PSDB), hoje prefeito de Manaus, e da senadora Lúcia Vânia (PSB-GO), ex-tucana, quase sempre cedida pela liderança do bloco de oposição.

Nunca foi ao Senado trabalhar. A situação se manteve até Álvaro Dias assumir o cargo, em março passado, e decidir demiti-la.

Virgílio afirmou que Margrit era “uma funcionária normal” de seu gabinete. Dias confirmou que a demitiu, mas não quis responder a outras perguntas.

— Não seria ético eu falar nisso. Não sou mais do PSDB.

A senadora Lúcia também não quis comentar.

PS do Viomundo: Margrit será demitida do Senado, informa Ricardo Noblat, que escreveu uma patética coluna detonando Mirian e em defesa da Globo. Ele mesmo diz: “Míriam reclama, hoje, de pouco ter trabalhado quando de Lisboa foi para Londres e, de lá, para Barcelona. Ora, então por que não voltou? Ou por que continuou recebendo salário da Globo sem pegar no pesado?”. A pergunta é outra, Noblat: por que a Globo pagou 7 mil dólares mensais a uma correspondente que não trabalhava? Hein? A demissão de Margrit é o começo da represália. Começou o assassinato de reputação de Mirian.

Leia também:

Tratamento distinto para duas Mirians


FullSizeRender

O livro da blogosfera em defesa da democracia - Golpe 16

Golpe 16 é a versão da blogosfera de uma história de ruptura democrática que ainda está em curso. É um livro feito a quente, mas imprescindível para entender o atual momento político brasileiro

Organizado por Renato Rovai, o livro oferece textos de Adriana Delorenzo, Altamiro Borges, Beatriz Barbosa, Conceição Oliveira, Cynara Menezes, Dennis de Oliveira, Eduardo Guimarães, Fernando Brito, Gilberto Maringoni, Glauco Faria, Ivana Bentes, Lola Aronovich, Luiz Carlos Azenha, Maíra Streit, Marco Aurélio Weissheimer, Miguel do Rosário, Paulo Henrique Amorim, Paulo Nogueira, Paulo Salvador, Renata Mielli, Rodrigo Vianna, Sérgio Amadeu da Silveira e Tarso Cabral Violin. Com prefácio de Luiz Inácio Lula de Silva e entrevista de Dilma Rousseff.

Compre agora online e receba na sua casa!

 

62 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Luiz Guilherme

06/05/2016 - 10h32

KKKKKKKKKKKKKKKKKK a corja que ela se refere tá errada, a corja são os jornalistas do PIG aliados aos golpistas do PMDB e PSDB.

Responder

RONALD

04/05/2016 - 16h45

A CORJA, QUE ELA SE REFERE, DEVE SER SERRA, FHC, ELA, E ESSA TUCANALHADA, DEMOTRALHA E AFINS, QUE SE REFESTELAM NA SUJEIRA, NA TRAIÇÃO AO POVO, NA DESTRUIÇÃO DA CONSTITUIÇÃO E DA JUSTIÇA. VERMES SEM ALMA E SEM HONRA !!!!!

Responder

Urbano

23/02/2016 - 18h12

Os bandidos dos quatro poderes da oposição ao Brasil recebem polpudos vencimentos e demais mordomias de um lado e pagos por nós, e por outro lado o suborno pago pela elite mais escroque e tão bandida quanto; agora tudo isso apenas para fazer o quê? Roubar a Nação brasileira!

Responder

Edivaldo

22/02/2016 - 22h26

Imagina se fosse alguém do PT, estaria preso.

Responder

florilda rocha

21/02/2016 - 16h27

Não aguento mais. Já na hora de pegar esse Congresso todo e jogar na fogueira… Falta de respeito ao povo pobre que necessita do salário mínimo para sobreviver. Esses canalhas esnobando com o nosso dinheiro que pagamos tão caro de impostos…

Responder

Rodrigo Nóbrega

21/02/2016 - 00h22

Essa senhora e os que a sustentam nesses cargos envergonham as pessoas de bem desse país. Essa senhora deveria ser investigada a fundo pelo mpf. Certamente se pressionada irá delatar todos os porcos da latrina de onde vive. É dinheiro público e isso deve ser investigado para o bem do país.

Responder

Octavio

20/02/2016 - 18h15

Fernando Brito, seria politicamente incorreto dizer que, se tá todo mundo pagando, todo mundo tem o direito também de c……….

Responder

Octavio

20/02/2016 - 18h11

Acho que a galera está pegando pesado com a Margrit. Tudo indica que ela está realmente fazendo um trabalho de extensão na área de educação. Extensão do trabalho da irmã. Afinal, Educação sexual também é importante. E vcs queriam que ela fizesse este estudo no congresso? Tem que ser em casa, A produtividade é maior.

Responder

Marat

20/02/2016 - 17h46

Caras de pau… Essa proxeneta só conseguiu uma boquinha porque a irmão era amante de FHC. Consegue a boquinha, mas não trabalha, e depois vem posar de santinha. Esse farisaísmo é típico dos eleitores do PSDB. Lixo puro. Pilantra… Vai trabalhar… vai lavar roupa, infeliz!!!

Responder

Dan

20/02/2016 - 14h43

O Brasil virou surreal. Corruptos acusando gente honesta de estar envolvida com corrupção. Na verdade, a questão sempre foi ideológica, o que está em jogo é a velha e atual luta de classes.

Responder

FrancoAtirador

20/02/2016 - 14h32

.
.
Fantasma do PSDB
assombra o Senado
desde o Governo FHC.
.
(https://twitter.com/vanessasenadora/status/700724647818633216/photo/1)
.
Antes de prestar ‘Assessoramento’ ao Senador José Serra (PSDB-SP),
nos 15 Anos que recebeu Salário, sem aparecer no Congresso Nacional,
também ‘colaborou’ com o ex-Senador Arthur Virgílio Neto (PSDB-AM).
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    20/02/2016 - 15h06

    .
    .
    Artur Virgílio do Carmo Ribeiro Neto
    foi eleito, pela primeira vez,
    prefeito de Manaus, em 1988.
    .
    Ainda no início do mandato, em 1989, migrou para o PSDB,
    partido que havia ajudado a fundar no ano anterior.
    .
    Elegeu-se Deputado Federal em 1994, sendo reeleito em 1998.
    .
    Na Câmara dos Deputados, foi Líder do Governo FHC (1995-2002),
    chegando a ocupar a Secretaria-Geral da Presidência da República.
    .
    Eleito Senador, em 2002, tornou-se Líder da Bancada do PSDB no Senado.
    .
    .

julio

20/02/2016 - 14h11

Podem preparar, a mídia está sabendo de alguma bomba e o caminho foi aberto pela delação do Delcidio. Já estão falando nos bastidores que os Marinhos e Civitas vão dar o troco.

Responder

Carlos Lima

20/02/2016 - 11h37

Azenha veja que história achei nesse blog: https://andradetalis.wordpress.com/2016/01/01/fhc-trocou-a-telemig-por-sexo-no-palacio-das-mangabeiras/
verifique a veracidade.

“FHC trocou a Telemig por sexo no Palácio das Mangabeiras

A amante lobista da “telegangue”

.

por Laerte Braga

Eu não tenho tido uma preocupação muito grande com uma ordem cronológica precisa nesses fatos sobre os dois governos de FHC, mas com os fatos em si. Os fatos pessoais não interessam, exceto se associados a fatos públicos, envolvendo governos e recursos públicos.

Quando viu Edma Frade pela primeira vez, em Belo Horizonte, FHC se encantou com a mulher do jornalista Wilson Frade, um dos mais importantes de Minas à época. Uma dessas belezas que chamam a atenção, o ex-presidente logo se apaixonou. E partiu para cima. Edma não se fez de rogada e aceitou a corte de FHC. O casal começou os encontros não tão furtivos assim no Palácio das Mangabeiras, sob as bênçãos do governador do estado, Eduardo Azeredo. Até aí nada de novo no front. Ocorre que Edma era lobista da Andrade Gutierrez, que ao lado das empresas da família Jereissati e da Telefónica Espalhola, concorriam no processo de privatização da TELEMIG.

FHC acrescentou mais uma conquista e Edma, mais um negócio. A empresa constituída pelos três grupos, me falha o nome agora, era considerada pelos responsáveis pela privatização da TELEMIG como “telegangue” e isso está numa gravação publicada pelo jornal FOLHA DE SÃO PAULO, de uma conversa de Lara Resende com FHC, em que o economista deixa claro que se tratava de uma empresa sem condições e que “estamos beirando a irresponsabilidade caso ela vença”.

FHC não diz nada além de sim, é e outros monossílabos, pois a vitória do grupo na concorrência já estava acertada na cama de um quarto do Palácio das Mangabeiras com Edma. E não deu outra. O grupo levou a TELEMIG.

Nesse período de “negociações”, cai o ministro Mendonça de Barros, Comunicações e Edma, de quebra, emplaca o genro, Pimenta da Veiga para o Ministério. Paola, filha de Edma, mulher de Pimenta, encanta Brasília com sua beleza. Jornalistas, no jornalismo de fofocas que vivemos, davam plantão na Academia de Tênis, onde estava morando, até para descrever a roupa com que Paola saia cedo para caminhar. Ao ver a moça FHC é tomado de nova paixão e troca a mãe pela filha, o que significava que Pimenta da Veiga estava seguro e garantido no cargo, pelo menos até aparecer nova paixão do presidente. O fato não afetou Edma, foi apenas um negócio bem sucedido e muito bem remunerado. Frade, pela sua postura diante dos comentários intramuros dava a impressão que tinha conhecimento de tudo. E assim foi a TELEMIG. Sem choro nem vela.

Azeredo ficou com a sensação que tinha um trunfo nas mãos, até ser jogado para escanteio e perceber que foi apenas uma peça em todo esse tempo de duração do “negócio”. A rigor nem governava Minas de fato, só nominalmente. Um triunvirato formado por sua mulher, o deputado Roberto Brant e o vice-governador Mares Guia tomava as decisões. E quando tentava alguma coisa molhavam o bico em um pouco de açúcar e punham-no a brincar de governador, no máximo bananinha amassada com mel.”

Responder

Adrian

20/02/2016 - 11h34

E tem otário que acredita em meritocracia. Eu acho ótimo que isso aconteça pra esses otários engolirem o preconceito deles contra os negros, as cotas de todos os tipos.
Tem um monte de parente e comidinha ocupando cargo de chefia pq e parente e amigo de médico, juiz, diretor etc.
E uma idiotice falar em meritocracia num país extremamente corrupto como o nosso onde muitas vagas de trabalho sao um jogo de cartas marcadas.
Não é incomum só contratarem brancos e mulher gostoso já com a intenção de comer a fruta mesmo a fruta sendo casada.
Meritontos, só tonto ou gente com segundas intenções acredita em meritocracia.
O que mais se vê dentro de empresas e promoção de comidinhas e amiguinhos e parentes. Muitas vezes o parentesco e um segredo guardado a 7 chaves. E contratação de parentes tb.
Só sendo parvo das idéias pra não enxergar o óbvio. Meritocracia e uma falácia que vem de cima pra baixo e que as elites jamais seguiram.

Responder

Messias Franca de Macedo

20/02/2016 - 10h32

UM RECADO PARA O ‘miniSTRO’ ‘ZÉ TUCANO’ “QUE PROCURA INDÍCIOS PARA AUTORIZAR INVESTIGAÇÕES SOBRE O ‘MIRIAMGATE'”!

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

(…)
A Brasif , no entanto, diz que “o ex presidente Fernando Henrique Cardoso não teve qualquer participação nessa contratação, [atente, leitor(a)] tampouco fez qualquer depósito na Eurotrade ou em outra empresa da Brasif”.
(…)

18/02/2016, 18h21

FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/c

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

Com a palavra o protagonista-mor:

FHC admite ter pago mesada no exterior a jornalista

Ex-presidente diz que contrato com a empresa Brasif foi usado para repassar valores a Mirian Dutra, segundo ele, com recursos próprios

18 Fevereiro 2016 | 21h 35

O ESTADO DE S. PAULO

(…)

FONTE: http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,fhc-admite-ter-pago-mesada-no-exterior-a-jornalista,10000017153

Responder

FrancoAtirador

20/02/2016 - 10h30

.
.
Cantanhêde, como sempre, dá um “jeitinho”
.
de transferir a sujeira de FHC/PSDB para o PT
.
(https://twitter.com/turquim5/status/701003533844357120)
.
.

Responder

Julio Silveira

20/02/2016 - 05h06

Essa canalhada imoral são os que mais ladram contra a corrupção. Mas eu fico pensando em quantas Magrits ficam por aí fazendo campanha ante democrática sendo pagas pelo contribuinte? Quantos estão sendo mantidos por essa corja, sendo pagas pelos impostos para não trabalharem e ainda fazerem campanha contra o Brasil?

Responder

leandro oliveira

20/02/2016 - 01h25

Relação do PIG/FHC, mas também do uso do dinheiro público para acobertar “assunto deles”. Quem ganhou ? FHC e PIG e quem perdeu vocês sabem né ? Todos nós pagamos a conta !!!

Responder

marcosomag

20/02/2016 - 00h06

Creio que esta “revelação” pode ser uma cortina de fumaça para um possível pedido de prisão do Nunca Dantes pelo Tucanomoro e assemelhados. A imprensa golpista não iria “queimar” o FHC assim caso não tivesse um motivo muito imperativo. Devemos estar atentos para os movimentos dos procuradores tucanos e do juiz cuja patroa trabalhava para uma petroleira estrangeira.

Responder

a.ali

19/02/2016 - 23h56

êta familia… e dona dora, esclarecendo Vossas idéias (?) desconheço fhc ter dito um pio à favor do aborto enquanto em cargo público e, quanto à liberação da maconha só abriu o bico quando quis fazer média para ganhar um votinhos para os parceiros nas últimas eleições, nunca enquanto ministro ou senador ou, ainda, presidente, certo ? acho que gente que nem a senhora vê mas não enxerga lê mas não entende ou se faz de desentendida… as verdades estão caindo de maduras e a coxaiada fazendo ouvidos de mercador.

Responder

renato

19/02/2016 - 22h19

Vau ter que pagar…

Responder

Euler

19/02/2016 - 22h04

FHC, Serra, Aécio, Aloisio 300 mil, Alckmin da merenda, e por aí vai. São os tais moralistas sem moral. Se algum dia alguém conseguir levantar os dados das pessoas que saem às ruas exigindo a volta da ditadura militar e a derrubada do governo Dilma, bradando contra a corrupção, verá que se trata de gente envolvida em todo tipo de falcatrua. Sonegadores de impostos, beneficiários de empregos fantasmas, exploradores de mão de obra barata, beneficiários de verdadeiros mensalões, como os comentaristas de aluguel que desfilam na mídia golpista. Todos eles canalhas, golpistas e serviçais dos piores interesses. É só uma questão de tempo até que essas figuras revelem sua verdadeira face de moralistas sem moral alguma.

Responder

Marat

19/02/2016 - 20h33

FHC e seus eleitores adoram criticar o Bolsa Família, porém eles implantaram o Bolsa-PIG e o Bolsa-Trepada

Responder

FrancoAtirador

19/02/2016 - 20h29

.
.
Trabalha pro PSDB no Feicibuquistão
.
e Recebe Salário do Senado Federal.
.
Essa é a Margrit do Serra Entreguista.
.
.

Responder

Messias Franca de Macedo

19/02/2016 - 20h19

A ligação entre o “triplex” dos Marinho e o Miriamgate

Por conspícuo e impávido jornalista Miguel do Rosário
19/02/2016

(…)

FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.ocafezinho.com/2016/02/19/a-ligacao-entre-o-triplex-dos-marinho-e-o-miriamgate/#comment-169363

Responder

Mauricio Gomes

19/02/2016 - 19h44

Começou a operação abafa (para o FHC) e a operação calúnia (contra a ex-amante) promovida por Noblat, Cantanhêde e políticos demotucanos. Não duvido que essa mulher, caso um dia volte ao Brasil, tenha o mesmo destino da modelo envolvida com a máfia do mensalão tucano….basta olhar os comentários em sites como o BR 247, os coxinhas fascistas estão até jurando ela de morte, ameaçando agredi-la, e por aí vai….

Vai ter boneco para o FHC? Qual seria o melhor nome? Amoreco?

Responder

Andre

19/02/2016 - 19h35

Acho incrivel isso: a maioria da população sofrendo com Zika, aumento de desemprego e inflação, a economia indo em direção ao abismo e os grandes temas do Brasil são quem tem apartamento onde e quem usou dinheiro para pagar dar sua amante. Depois falam de crise de representação, o povo tem que sobreviver não está interessado nessas futricas. E ao que parece os politicos e jornalistas não estão interressados no povo.

Responder

Messias Franca de Macedo

19/02/2016 - 19h25

A BRASIF ACABA DE MATAR O DEMoTUCANO FHC

A defesa atabalhoada de FHC feita pela Brasif é a pá de cal no [mega]escândalo!
Entenda

$$$$$$$

Brasif diz que FHC ‘não teve participação’ na contratação de ex-amante

19/02/2016 16h19

(…)
A Brasif , no entanto, diz que “o ex presidente Fernando Henrique Cardoso não teve qualquer participação nessa contratação, [atente, leitor(a)] tampouco fez qualquer depósito na Eurotrade ou em outra empresa da Brasif”.
(…)

FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2016/02/1741123-brasif-diz-que-fhc-nao-teve-participacao-na-contratacao-de-ex-amante.shtml

$$$$$$$$$$$$$$$$

***

… Pra que Diabos o FHC “ficou esperando as explicações da Brasif para somente depois se pronunciar à nação brasileira [estarrecida!]”?!

“‘Tá’ vendo”, Fernando, os antigos mais velhos (sic) já diziam: “mentira, meu ‘fi’, mentira tem pernas curtas”!

Viu, estropício/energúmeno desalmado &$ [mega]corrupto?!…

Responder

Mauricio Gomes

19/02/2016 - 19h11

Essa é a meritocracia da elite, aos reis tudo e à plebe que se contente com as migalhas. E ainda protesta contra a corrupção, recebendo sem trabalhar e logo para o corrupto Zé Chevron. É o fim da picada mesmo….

Responder

Fabio Nogueira

19/02/2016 - 19h02

Estilo SENSACIONALISTA:
Soninha tem ataque de fúria e desabafa: “humilhação foi saber pela imprensa” – sobre local onde trabalha “cunhada” de FHC.

Responder

    Eduardo

    19/02/2016 - 21h25

    HAHAHAHAHAHAHA!
    Adorei!!

Edivaldo

19/02/2016 - 16h28

Olha o dinheiro das privatizações ai gente!

Responder

Airton de Oliveira

19/02/2016 - 15h53

Depois de tudo o que li acima só me resta repetir o que disse a Senadora Cidinha Campos: ” – A corrupção está no DNA do povo brasileiro”. O que estamos vendo é um investigado investigando outro investigado, é mole? Eu creio que ainda existem raros parlametares limpos, mas o problema é que não dá para preencher todas as vagas, é aí como é que fica? Só nos resta uma opção, ainda que duvidosa também, as FFAA.

Responder

    Mauricio Gomes

    19/02/2016 - 22h08

    Hã? Sai daqui seu defensor de milicos e da ditadura. A pior democracia é melhor do que a melhor ditadura militar.

Urbano

19/02/2016 - 15h43

Que coincidência! O cunhado também… Em assim sendo, permanecerá unida..

Responder

Universitária

19/02/2016 - 15h12

E esse tempo todo, ganhando sem trabalhar, explorando os contribuintes, quem vai pagar?
Alguém irá denunciar o Senador José Serra?

Alô Senado!!
http://www12.senado.gov.br/institucional/ouvidoria

Responder

Fabio Silva

19/02/2016 - 14h18

Funcionária do SERRA?! A SONINHA sabe disso?!

Responder

Haroldo Cantanhede

19/02/2016 - 13h39

Enxergo duas verdades na “carreira” desta senhora, no gabinete do senador serra: 1ª – NUNCA trabalhou no seu “emprego” e 2ª – SEMPRE bate o ponto na entrada e na saída. O resto que ela e seus asseclas, acobertadores, patronos, etc., possam dizer é a mais descarada mentira. E o senador privatista ainda diz (ou será que, inadvertidamente, poderei dizer “mente descaradamente”?) que ela “trabalha”, a partir da sua casa. O Brasil quase acabou por causa desta corja; espero que o PSDB jamais ganhe nada, nem mesmo cargo de segundo-secretário em clube de jogadores de bolinhas de gude. Mas, é claro, sempre há os paulistanos e os paulistas, que sabem ser reaças como poucos.

Responder

jose marcos

19/02/2016 - 13h29

Alguém, por acaso sabe o e-mail do Noblat, pois poderíamos entupir a caixa dele com a pergunta do Azenha. Este “colonista” da globo é patético de tão ridículo.

Responder

wanildo alves

19/02/2016 - 13h25

E agora José! (Cardoso mesmo), a polícia federal (do japonês) e o judiciário midiático (de um tal de moro) vão investigar as denuncias?. E a mansão do Marinhos (Globo) em Paraty, ligadas a lavanderias internacionais (serão investigadas?). Acho que o moro (minúsculo mesmo), deu um tremendo tiro no pé ( da oposição política e midiática) quando tentou chegar até o Lula (nosso eterno presidente!), via lavanderias internacionais (Mossak), ligando o Triplex aos amigos do Lula. Como diria os Inimigos do Império, no seu “Tio Sam não faz comigo”. Rede Globo não faz comigo o que faz só por dinheiro, tu vai ver que merda é, enganar o brasileiro!.

Responder

Marcelo Gaúcho

19/02/2016 - 13h13

Vai ficar por isso mesmo? Não vai devolver TODOS os salários que recebeu?

Responder

anac

19/02/2016 - 12h30

Acho que serra fez o favor a fhc de empregar a “cunhada” sem trabalhar dele fhc para calar Mirian. Unidos para manter a imagem de fhc limpa.

Responder

Nelson

19/02/2016 - 12h13

É aquilo que tenho afirmado. Eles estão se utilizando da “tática do boi de piranha”. Querem entregar a cabeça e o couro do PT às piranhas (povo), como o único e grande corrupto, para poderem passar salvos, indenes, para o outro lado do rio. Assim, ficarão mais algumas décadas a enganar os brasileiros.

E graças aos “blogs sujos”, não estão conseguindo aplicar sua tática com o êxito que pretendiam.

Responder

Dora

19/02/2016 - 11h54

Esse país é uma safadeza só e ainda tem muito mais coisas para saírem debaixo do tapete onde foram colocadas. Não existe partido nenhum q não tenha politicos sem moral e que se aproveitam do poder.Poucos ou nenhum deles estão preocupados com o povo brasileiro e com a situação em que vivemos hoje não.

Responder

Sidnei Brito

19/02/2016 - 11h41

1) Serra diz que essa senhora está trabalhando num projeto sigiloso sobre educação. A julgar pelo empenho que os tucanos têm no assunto educação, fico tentado a achar que talvez seja verdade!

2) Sobre o PS do Viomundo: Noblat provavelmente está é com inveja da Mirian. Quem, hoje em dia, consegue passar férias remuneradas na Europa por trocentos anos, tudo na faixa?

Responder

carlos

19/02/2016 - 11h29

Salta aos olhos a falta de decoro desse congresso com relação ao povo brasileiro, e a proba justiça do brasil, como um senador que já foi cassado pode faltar com decoro vejam;

Lido no Pragmatismo Político com informações de Estadão on-line

Nem era para espantar mais ninguém, já que virou rotina, mas acho que Vossas Excelências andam exagerando, sem dar a menor bola para a torcida, quer dizer, nós, como diria o Heródoto Barbeiro.

“Congresso banca ‘hábito gourmet’ dos parlamentares”, denuncia o título da página A10 do Estadão deste domingo sobre as despesas com bocas-livres patrocinadas por parlamentares em que eles torram a nossa grana sem dó nem piedade.

O jornal ilustra a matéria com a reprodução da nota fiscal 221515 do restaurante “Porcão”, de Brasília, o preferido dos políticos que não se importam com o valor da conta, emitida em nome do senador Cássio Cunha Lima (PSDB/PB).

Valor: R$7.567,60, ou seja, mais de dez salários mínimos. Na parte de “descriminação das mercadorias” encontra-se uma singela informação: “Refeições”. Não diz nem quantas foram servidas porque isso, certamente, não interessa a ninguém.

Pois ato publicado pelo Senado em 2010 determina que, para receber o ressarcimento dos gastos, os parlamentares devem apresentar “nota fiscal, datada, e com a completa descriminação da despesa”.

A boca-livre com dinheiro público foi oferecida pelo senador, após uma homenagem a seu pai, o ex-parlamentar e ex-governador da Paraíba Ronaldo Cunha Lima, que ficou famoso por ter disparado três tiros contra o seu antecessor Tarcísio Burity, em um restaurante de João Pessoa, sem nunca ter sido condenado, como relatam os repórteres Bernardo Caram e Andreza Matais.

Responder

Giusepe Sarti Rangel

19/02/2016 - 11h21

Espero que o PT não deixe mais essa história cair no esquecimento. A verdade é que cada vez mais fica demonstrada a cumplicidade criminosa entre o psdb / globo / moro……

Responder

tiao

19/02/2016 - 11h18

Com todo respeito ao Blog,mas eu acho que ele traçava as duas.

Responder

Sr. Indignado

19/02/2016 - 10h45

Caraca. As duas!!! FHC safado.

Responder

    anac

    19/02/2016 - 12h32

    Calma gente foi quando fhc era mais jovem. Mas não acredito que a “cunhada” tenha sido uma de suas conquistas. Tem outras jornalistas que foram… Tem atrizes….

    Cacilda Galiotto

    19/02/2016 - 13h57

    Gente tá ficando uma desgraceira, a justiça fica acobertando o PSDB; veja que a justiça agora arquivou as três denuncias contra o Aécio no Lava Jato; essa vergonheira do FHC e do Serra, vai pro fundo da gaveta também; sendo que todos os citados precisam e devem ser investigados, se culpados condenados; mas eles podem tudo, nada acontece com eles; precisamos começar a importunar a nossa justiça, pq assim não pode, assim não dá, né FHC?

Ninguém

19/02/2016 - 10h43

É o seguinte: a Mírian afirmou que fez dois abortos a mando de FHC durante o período em que foram amantes, isto é, enquanto FHC foi ministro e senador. O que gostaria de saber é quantas mulheres morreram ou foram presas por conta de abortos no país durante esse período e durante os oito anos de sua presidência. Esse sujeitinho ordinário deve todas as explicações do mundo a essas mulheres e famílias. Deve, no mínimo, um pedido de desculpas públicas. O FHC alguma vez defendeu publicamente o direito ao aborto PARA TODAS AS BRASILEIRAS? Não me lembro disso. Nem enquanto ministro, nem enquanto senador e muito menos enquanto presidente. Quer dizer, ele pôde custear os abortos da ex-amante com toda a discrição e segurança e sem maiores preocupações – um direito que deveria assistir a todas as brasileiras – simplesmente porque tinha condições econômicas e ocupava um alto cargo político.

Mas tucano tudo pode.

Responder

    Dora

    19/02/2016 - 11h51

    Ninguém, procure se informar. FHC sempre foi a favor do aborto (o que eu acho absurdo porque ninguém tem o direito de tirar uma vida, mesmo ela sendo um embrião) e da liberação da maconha. As atitudes dele não diferem muito do safado do Lula não e essa bomba saiu agora para tentarem mudar o foco do que está acontecendo no país. PT acabou com o Brasil, nunca se roubou tanto e apadrinhou tanto nesse país como nos últimos 13 anos.

    Sidnei Brito

    19/02/2016 - 12h47

    Querida Dora, estamos aqui falando de uma moça que é funcionária fantasma do gabinete de um senador tucano, só porque tem a felicidade de ser irmã de uma amante de um ex-presidente eleito pelo PSDB, e você me vem falar de apadrinhamento no… PT?
    Desculpa, mas precisa escolher melhor as pessoas contra quem bater panela.

    Ninguém

    19/02/2016 - 14h10

    Dora,

    Você é que precisa se informar melhor. O monopólio das (des)informações acabou, minha filha. Não dá mais para tapar o sol com a peneira. Mas você deve ser daquela turma que se aliena via falha, estafão, golpe, vesga e outros veículos menos cotados.

    Agora, me diga, pois esse é o assunto, quando foi que o hipócrita do FHC defendeu publicamente o direito ao aborto enquanto foi senador, ministro ou pr? E como justificar o injustificável?

    Maria Libia

    20/02/2016 - 08h18

    DORA, estamos falando de um fantasma que há quinze anos recebe, pelo senado sem trabalhar, só porque a irmã deu pro FHC. Esse dinheiro foi tirado do meu, do seu, de todos nós. Se voce não se indigna pelo fato, posso perguntar se, por acaso, voce também não é um fantasma?

Deixe uma resposta