VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Cremego abriga ataque a Dilma e pede a médicos que denunciem SUS

28 de agosto de 2013 às 13h05

Sugerido pelo leitor Leonardo Marconi, no Facebook

Boletim Eletrônico Nº 416 by Luiz Carlos Azenha

Leia também:

Presidente do CRM/MG vai denunciar médicos cubanos na delegacia, mas nega que sugeriu omissão de socorro

Médico que duvida de estrangeiros tem filhos “importados” de Cuba

Mílton de Arruda Martins: “Elitização brutal” ajudou a concentrar médicos

O mau jornalismo da Folha no caso dos médicos “desistentes”

Juan Carlos Raxach: Carta de um médico cubano

Cebes: O SUS precisa de mais médicos. E muito mais!

Dr. Rosinha: Médicos estrangeiros são bem-vindos

Fátima Oliveira: Quem deve lavar as louças sujas são os governos

 

40 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Isidoro Guedes

29/08/2013 - 22h17

Os mesmos conselhos regionais que nunca vão a fundo nas investigações de “máfias de branco”, de “médicos fantasmas” (que assinam ponto e não trabalham…) são os “valentões” para transformar o “Mais Médicos” em caso de polícia. Um programa humanitário que leva médicos para locais onde nossos elitistas “doutores” não querem, para não se “contagiarem” com a pobreza…
Incrível não!?

Responder

edir

29/08/2013 - 17h22

Um jornalista da Globo falando positivamente sobre os médicos cubanos.

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=Sigtj8LaLV0

Responder

edir

29/08/2013 - 14h59

Ele está mesmo desesperado. È um escravo do plano de saúde (ele diz que recebe 42,00 por consulta ) e depois os cubanos é que säo escravos ? Falou falou e näo disse nada. È mais um abestalhado, recalcado que provavelmente faz parte daqueles que a Band e o SBT fez reportagens mostrando que batem o ponto no hospital do SUS e väo para seus consultórios particulares. Näo acredito mais nesta classe. Salva-se alguns.

Responder

nigro

29/08/2013 - 14h32

O Cara é louco mesmo. Mas:
1) O Brasil não tem projeto de saúde. A vinda desses médicos é prova cabal disso.
2) O “projeto” mais médicos” é marquetagem pura para tentar eleger o Padilha em SP. Eu sempre voto nulo, desta vez votarei contra ele seja lá quem for a anta que estiver contra ele.
3) Promotores e juízes vão para os rincões. Criem a carreira para profissional de saúde ir para as áreas necessitadas. Garanto que irão.
4) Legal o $$$ é liquido, sem impostos! Negócio da China para os ditadores do atraso- irmãos Castro. Parabéns petralhas.
5) Realmente paga-se uma mixaria pros médicos no Brasil. O negócio é não trabalhar para o SUS. Terceirizem parte do ministério da saúde para a AMIL e é capaz de melhorar um pouco (pouco).

Responder

    J Fernando

    29/08/2013 - 16h19

    Estão pululando muitos leitores e “sobrinhos” do tio da revista veja.
    Para quem lê diariamente os blogs “sujos” é facílimo identificar um comentário deste tipo de leitor.
    Há pouco li um outro comentário deste tipo no blog do Nassif, o comentarista começa detonando Dilma devido ao boliviano que pegou uma “carona” para o Brasil e termina elogiando o programa Mais Médicos, expressando surpresa de que “um governo horrível como este conseguir um programa satisfatório para a população carente”.
    Ah, sim, ele usa o mesmo linguajar do leitor da veja acima.

Urbano

29/08/2013 - 13h35

Só podia ser o creme do ego mesmo…

Responder

Volnei Meller

29/08/2013 - 13h19

Quem conserta oque? Até agora vi o Governo tentando consertar a omissão dos médicos brasileiros em trabalhar em regiões pobres do país, com a contratação de médicos de outtros países.
Outra coisa que vi foi parte dos médicos brasileiros teimarem em ser parte do problema ao se afastarem das ações de soluções que o governo vem propondo.

Responder

Tiago

29/08/2013 - 12h19

Pessoalmente estou muito a favor dos médicos estrangeiros e que venham muito mais. Mas o governo burlar o Revalida é algo realmente inconcebível. Se, torçamos para que não, ocorrer uma tragédia, um erro médico, QUEM se responsabilizará?

No mais, também sabemos que mesmo que cheguem 1.000.000.000 de médicos ao Brasil, isso não vai resolver a questão da saúde. Dilma e Padilha parecem querer médicos missionários, que resolvam problemas de saúde complexos apenas com um estetoscópio. E não é ingenuidade do governo, é apenas incompetência e oportunismo típicos de “vossas excelências”.

E a elite conservadora nojenta do Brasil destila seu preconceito contra os cubanos, enquanto o governo usa esse mesmo racismo para se blindar e esconder os furos desse programa.

Responder

    J Fernando

    29/08/2013 - 16h22

    Uma no cravo, outra na ferradura…
    Seu comentário ficaria melhor se resumisse para: “o governo do PT é incompetente”.

    Tiago

    29/08/2013 - 17h40

    Prezado colega J Fernando, então me permita seguir sua sugestão e corrigir:

    “O governo do [partido-que-quiser-aqui] é incompetente.”

Jose Mario HRP

29/08/2013 - 09h52

Meio off topic…..mas…..

Começou a desconstrução do diplomata Saboia nos blogs de esquerda!
Gozado, mas não consigo me enquandrar nessa claque de esquerdistas tipo boizinhos de presépio.
Ter principios quando não agrada a esquerda é ser sabujo de um presidente (da Bolivia) que teima em querer constranger nosso país , mesmo sendo os governos do Lula e da Dilma claramente a seu favor.
A inadmissivel e ultrajante revista ao avião diplomatico brasileiro em La Paz foi o ápice das estultices desse presidente de republica das bananas!
Não é porque é de esquerda que por causa disso não possa ser medíocre na condução do país!
O que ele faz lá no seu país é da conta de seu povo, mas já sobre o tradicional hábito da diplomacia brasileira de sempre dar abrigo aqueles que se desconfia estarem sendo perseguidos em seus país não é da sua conta mesmo!
Mas eis que Dilma, estalinisticamente, vem protelando a exigencia do salvo conduto,sim, porque se concedeu asilo ao senador boliviano , o concedeu baseada em fatos, provas e argumentos que ensejaram ser verdadeiro o fato de que o mesmo era um perseguido politico!
Paulo Moreira Leite como porta voz da esquerda(logo ele sempre sereno e tranquilo) desanca o Sr. Saboia, diminuindo a sua figura ao tamanho de um anão intelectualmente e pondo em dúvida sua honra e sua honestidade!
Não me alinho ideologicamente só por ser eu de esquerda e este governo se dizer também de, mas me alinho com o bom direito, com o bom senso e com o humanitarismo.
Para mim Dilma, anda muito autoritária, preza ao seu passado doído e que ela vive a bradar e mostrar numa vitimização a beira do ridiculo, querendo impor suas idéias e conceitos e esperando sempre o amém coletivo e o alinhamento automatico daqueles que sustentam seu governo as nem sempre brilhantes ações de seu governo.
Basta de ser autoritária madame!
O senador é bandido?
Porque então lhe deram asilo?
E porque essa estória , agora, de asilo só na embaixada?
Ridiculo , inadmissivel e que é figura inexistente no direito e na diplomacia internacionais!

Capachos como o atual chanceler e o anterior engolem em seco aos gritos da madame.
Eu não, e não aceito que a pessoa em quem votei se mostre uma quase traidora da classe trabalhadora e das nobres tradições da Casa do Barão do Rio Branco.

Responder

Rodrigo

29/08/2013 - 07h26

Tsc… Droga!!… Bad Request De Novo!….

Responder

Jose Borges

28/08/2013 - 23h42

Ele reclama que recebe só 42 reais por consulta do plano de saúde. Porque ele não cobra este valor em uma consulta particular? O valor hoje é do mínimo 300 reais tabelada pelo CRM. Depois falam que existe uma mafia dos médicos.

Responder

Liz Almeida

28/08/2013 - 23h39

Sr. Maurício Barcelos Costa (não vou chamá-lo de doutor, já que escreveu no seu texto que ainda não terminou o doutorado), deveria ter vergonha de escrever tantas asneiras, e usar con fins políticos um discurso contrário a um Programa que vai levar mais médicos para os pobres do país.

O sr. diz que seus filhos nunca terão vergonha do pai. Se eu fosse sua filha teria.

Responder

sergio

28/08/2013 - 23h13

A denuncia no site tijolaço onde o neto do governador do estado de goias que e amigo de certo bicheiro mostra como os medicos do estado estao representados espero que faça providencia de mudança…

Responder

braga

28/08/2013 - 22h29

azenha, gostaria muito que voce, ou outra pessoa me explicasse o que ocorre na ação penal, o tal mensalão.
não entendo como alguem pode ser condenado por desviar 74 milhões do BB (visanet) e tambem ser condenado por não ir atrás do tal BV (bonus de volume). me explica então: esse BV só é pago quando existe a veiculação de algum produto/mercadoria. certo? então como a DNA (marcos valério) recebeu esse malfadado BV? Os 74 milhões não foram totalmente desviados para o PT?
de onde saiu o dinheiro do BV. será que a globo pagou esse BV a DNA sem ter veiculado nada? o pizzolato foi condenado por não ido reclamar que o marcos valério devolvesse esse dinheiro ao BB (visanet)
mágica, eu acho.

Responder

Cego

28/08/2013 - 20h18

E quanto a CPMF o que a CREMEGO fez para mantê-lo ou lutou para acabar com ele?

Responder

francisco pereira neto

28/08/2013 - 19h35

Palavra de médico.
Quá, quá, quá…
Mas do que ele está reclamando?
Toda essa “desgraça” que classe médica sofre, só apareceu agora com a vinda dos cubanos? Vamos reforçar: Só por causa dos cubanos? Por que os de outras nacionalidades, portugueses, espanhóis e argentinos, não foram os alvos da selvageria dos médicos(?) de brancos e brancos brasileiros.
Desde quando eles brigam por uma carreira de estado?
A situação dos médicos(?) brasileiros sempre esteve cômoda por conveniência deles próprios.
Eles preferem ter vários empregos como autônomos e inclusive no sistema SUS para fazerem o que sempre fizeram. Ganhar sem aparecer no emprego. É uma merreca o que eles recebem? Sim, é uma mixaria. Mas eles não largam o osso. Por que será? O doutor aí pode explicar.
Ele é professor da Universidade de Goiás e ganha pouco? Também acho. Mas a escolha foi dele e por isso não pode reclamar.
Eu desafio quem quer que seja a me apontar um médico no sudeste e centro oeste que seja remediado ou passe necessidade. Já em outras profissões de nível superior e tão nobre quanto a medicina, eu posso apontar quantos ele quiser.
A maior idiotice que já li na vida foi ele dizer que Dilma por ter sofrido tortura é uma expert no ato de torturar a classe médica porque adquiriu know-how ( palavras minha interpretando o contexto).
O que esse profissional está ensinando aos seus alunos? Intolerância?
É por isso que a classe está agindo assim. Não tem o direito de reclamar. É um péssimo professor.

Responder

mateus

28/08/2013 - 18h59

To pensando é nos alunos desse cara que se diz médico e professor da UFG. Os alunos vão sair retardados depois das aulas com esse cara.

Responder

    Batista Neto, Jose

    29/08/2013 - 05h15

    Se for goiano, só vai piorar um pouco o retardamento!!!

    Nana

    29/08/2013 - 12h03

    Nossa, linda demonstração de preconceito!!!! Estou encantada com o que vc acha dos goianos!!!!!

    Goiano

    04/09/2013 - 14h41

    E impressionante este idiota falar mal de goiano! Goiano e um povo carismático e que sabe receber as pessoas bem! Sabe fazer uma boa galinhada com pequi e comer com tutu de feijão e maionese! Sou goiano e já morei em muito lugarzinho de merda e posso falar q nao existe estado igual a este para se viver! Fora as mulheres q sao muito bonitas e sabem se expressar! Muita gente fala mal de Goiás sem razão. Fala mal de medico sem ter precisado dos cuidados deles. Fica chamando quem esta trabalhando de coxinha e playboy! Pessoa q nunca fez plantão e nao sabe do q se trata! Vao trabalhar bando de folgados. Quero q todos vcs sejam mandados para o interior sem direito trabalhista nenhum e fiquem por lá com os cubanos! E nao venham falar mal de Goiás!

J Souza

28/08/2013 - 18h14

“Conselho Nacional de Saúde critica governo por corte no orçamento do Ministério da Saúde
16/02/2012 – 20h12
Carolina Pimentel
Repórter da Agência Brasil”

“O documento é direcionado à presidenta Dilma Rousseff, por meio do qual os conselheiros reclamam do corte de R$ 5,4 bilhões nos cofres da saúde.”

“Os conselheiros se dizem indignados pelo fato de que parte significativa do Orçamento federal tenha como destino o pagamento de juros e da dívida pública.”

http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2012-02-16/conselho-nacional-de-saude-critica-governo-por-corte-no-orcamento-do-ministerio-da-saude


Ministério da Saúde executa apenas 50% do orçamento de 2012
Governo usa R$ 46 bilhões da verba de R$ 91,7 bilhões determinada para o ano, sendo que R$ 5,4 bilhões estão ‘congelados’. Participação de 1,7% do PIB é considerada pequena

Nivaldo Souza – iG Brasília | 06/09/2012 11:54:29 – Atualizada às 06/09/2012 14:01:25″

“O Ministério da Saúde é a estrela da peça orçamentária de 2013, com R$ 79,3 bilhões… Apesar do destaque, o montante é menor que os R$ 91,7 bilhões definidos para 2012”

http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2012-09-06/saude-executa-apenas-50-orcamento-de-2012.html

Responder

O DOUTRINADOR

28/08/2013 - 17h39

Se formos analisar com frieza a maioria dos documentos emitidos pelos crm’s Brasil afora sobre os médicos brasileiros não repararem erros dos médicos estrangeiros, nota-se que na REALIDADE os Estrangeiros é que estarão CONSERTANDO MTOS ERROS de profissionais gerados pela indústria que é as faculdades de Medicina que proliferam por este País afora. Todos nós sabemos que o ensino superior no Brasil com algumas exceções, é de péssima qualidade, aja visto as provas da OAB onde menos de 10% são aprovados, se tais provas fossem aplicadas nos recém formados DOUTORES, com certeza menos de 3% seriam aprovados. A população carente que necessitam destes Médicos tem é muita sorte de serem atendidos por profissionais formados no exterior, onde a Educação é levado a sério nos níveis de Governos e a ganancia dos “empresários” da (des)educação é infinitamente menor

Responder

    J Souza

    28/08/2013 - 18h57

    Você está certo! Deveria haver “exame de ordem” para médicos também!
    Mas, isso vai contra os interesses do governo, que já disse que vai aumentar a oferta de cursos de medicina.

    Não são os conselhos regionais de medicina que determinam nem o NÚMERO e nem a QUALIDADE dos cursos de medicina. Essa atribuição é do MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO, em conjunto com o ministério da saúde.
    Quem fiscaliza a QUALIDADE dos cursos de medicina é o MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO, e não os conselhos regionais de medicina.
    (Aos conselhos regionais de medicina cabe regular a profissão, para saber se o código de ética médica foi infringido. E, antecipando-se a uma possível pergunta, a resposta é “não”, os conselhos de medicina não são mais ágeis do que o judiciário brasileiro, até mesmo porque está julgando seus pares. E quem julga hoje, pode ser julgado amanhã. Ai você já viu!)

    Portanto, QUALQUER QUEIXA SOBRE A QUANTIDADE E A QUALIDADE DOS MÉDICOS BRASILEIROS DEVE SER FEITA AO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO, e não aos conselhos regionais de medicina!

    roberto amorim

    29/08/2013 - 01h01

    É assim não, prof. J. Souza. Sim, é do interesse do governo que existam mais médicos no Brasil. Mas a qualidade do médico pode ser aferida pelo CNM e pelos CRMs. Ao contrário do que senhor afirma,a exigência ao bacharel em direito em ser aprovado no exame da OAB como requisito para o exercício da advocacia está estabelecido pelos Estatutos da OAB, isto é, criação interna da Ordem dos Advogados do Brasil. Independe, portanto, da vontade de qualquer governo. Assim, o Conselho Nacional de Medicina poderia muito bem instituir uma prova que avaliasse a capacidade do médico brasileiro ao exercício da profissão. Se essa mobilização xenófoba e de garantia de mercado que os CRMs estão fazendo, fosse no sentido de melhoria da qualidade do médico brasileiro, é bem provável que seria apoiada pela sociedade brasileira e pelo governo.

    J Fernando

    29/08/2013 - 16h28

    Essa foi legal, Roberto.
    Eu sei que a OAB tem um exame para os advogados recém-formados. Mas, não sabia que era algo criado e exigido pela própria OAB…
    Os médicos nunca pensaram em fazer a mesma coisa…

Ronaldo Silva

28/08/2013 - 15h11

Que lixo de documento hem Seu Salomão?!!!

Responder

Mardones

28/08/2013 - 15h09

Os canalhas estão mostrando a cara.

Viva o Mais Médicos!!!!

Responder

Luís Carlos

28/08/2013 - 15h03

Manifestações desse tipo se somam, dia após dia, demonstrando mais e mais o que todos já sabíamos, ou seja, a prática médica hegemônica está mortalmente ferida com o Mais Médicos. Muitos médicos/ as brasileiros não se incluem nesse comportamento xenófobo, preconceituoso e contrário ao SUS, pelo contrário. Alguns médicos que estão na assistência, vigilâncias, gestão e academia estão defendo a iniciativa do Mais Médicos e, inclusive se expondo a perseguições possíveis, assim como sempre defenderam o SUS. Esse é o momento de mudança do modelo de atenção a saúde no Brasil, e fortalecimento do SUS, com enfoque de saúde coletiva. Todos que defendemos o SUS, nessa perspectiva temos a oportunidade de manifestar nossa posição e denunciar atitudes nefastas que tem sido vistas nessas últimas semanas, banindo o atual modelo que fracassou rotundamente na garantia de acesso e qualificação dos serviços de saúde com melhoria dos indicadores epidemiológicos nacionais. Os cubanos e todos que participarem desse programa contribuírão para profunda virada na realidade da saúde pública brasileira.

Responder

Juan Delgado: Brasileiros deveriam ir aos lugares mais pobres - Viomundo - O que você não vê na mídia

28/08/2013 - 14h57

[…] Cremego abriga ataque a Dilma e pede a médicos que denunciem SUS […]

Responder

Wladimir

28/08/2013 - 14h40

Mais um canalha de jaleco branco, que ao invés de fazer o juramento de Hipócrates, fez o juramento de hipócrita. A vocação dele não é o exercício da medicina, mas sim, ganhar dinheiro!

Responder

Maria Angélica Campos

28/08/2013 - 14h30

Esse médico só esqueceu de citar que esse deve ser o salário de um dos lugares que atende. Médicos trabalham ás vezes em 10 lugares ao mesmo tempo

Responder

Regina

28/08/2013 - 14h27

“…medidas cabíveis junto à polícia, ao Ministério Público e à imprensa”. Vai protocolar no balcão do PIG. Faz-me rir.

Responder

Mineirim

28/08/2013 - 14h01

Completanto o post anterior, queria dizer que em MG o médico da Fhemig ganha menos de R$ 2 mil, conforme tabela oficial divulgada ontem em vários jornais e blogs.

Responder

    jotanunes

    28/08/2013 - 14h43

    Não defendendo, porque o salário é ruim, mas com as gratificações é uns 4 mil por 20 horas.
    o probelma é que na FHEMIG pelo menos é concurso e plano de carreira, e no programa do governo não há isso. Se fizesse um concurso aposto que as pessoas iriam se interessar mais.

    edir

    29/08/2013 - 14h45

    Conheco o truque Jotanunes. Se fossem por concursos, os médicos assumiriam a vaga lá nos cafundé, e dois meses depois estariam pedindo transferencia para outra localidade melhor. Isso acontece nos bairros de periferia. Fui membro do Conselho Local de Saúde “representando os usuários do SUS” num bairro de periferia. Os médicos chegavam através de concursos e logo batiam pé, saiam da unidade para outras mais centralizadas.

Mineirim

28/08/2013 - 14h00

Quanto terá gastado em butecos e restaurantes caros, no mês passado, o tal Dr. Maurício Barcelos Costa? Será que foi mais ou menos do que com os livros que disse ter comprado. A propósito, se em Minas Gerias um médico da Fundação Hospitalar do Estado (governado pelo psdb, assim mesmo, com minúsculas, desde 1995), quanto o órgão equivalente de Goiás paga a seus médicos (antes,logicamente, dos descontos legais)?

Responder

André Ruas de Aguiar (@andreruas)

28/08/2013 - 13h31

Esses pelo menos assumem que são de direita e que fazem de sua prática profissional sua militância política ideológica. E vão continuar a contribuir para destruir o SUS pq foram contrariados. Birrentos.

Responder

Nelson Canesin

28/08/2013 - 13h26

Queria saber desse médico, que, como ele mesmo afirma,nunca votou em Dilma e Lula, como reagiu quando esse mesmo programa foi implantado por FHC. Será que teve uma crise histérica como neste panfleto racista e xenófobo que ele assina?

Responder

Deixe uma resposta