VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Beatriz Cerqueira: Acordo golpista de Temer-Fiesp-Skaf destruirá direitos dos trabalhadores

13 de abril de 2016 às 12h01

paulo-skaf-e-o-inspirador-do-programa-de-governo-de-michel-temer

Quem pagará a conta do Golpe?

 por Beatriz Cerqueira, especial para o Viomundo

Somos bombardeados com textos, avaliações, enfim, tantas informações que às vezes deixamos passar questões essenciais. O discurso de Michel Temer me alertou quando ele fala sobre um “acordo entre trabalhadores e empresários”. É preciso dizer claramente o que será o golpe na vida das pessoas comuns, caso ele seja aprovado. O que seria este “acordo” proposto pelo vice-presidente.

Na minha vida de professora da rede pública, o golpe se materializará no recuo da Lei do Piso Salarial Profissional Nacional. O PSDB já deu provas de que é contra a política de Piso, só lembrar de como Aécio Neves tratou a questão quando foi governador de Minas Gerais. Com um Congresso golpista será questão de dias até o fim do Piso Salarial. Também será o fim do investimento mínimo de 25% dos impostos em educação. Cada governo investirá o que quiser, sem pressão ou fiscalização. Já tem projeto de lei sobre isso no Congresso Nacional. Esqueçam  os 10% da riqueza produzida no país sendo investidos em educação. Não só não haverá investimento como viveremos uma onda de privatizações na educação básica pública.

Na universidade, encontramos uma turma achando que é bolsista só por mérito pessoal. Mas as cotas, Prouni, expansão do número de vagas, tudo isso aconteceu porque houve política pública. Foram opções do governo. Michel Temer não terá as mesmas opções. O dia seguinte ao golpe será o primeiro dia da privatização das Universidades Federais e dos Institutos Federais. O Secretário de Educação do Estado de São Paulo já disse que não se deve investir dinheiro público na educação. Deixa para o mercado. Privatização a vista!

Minha avó, assim como milhares de trabalhadores informais, era assistida pela Previdência Social. Isso será coisa do passado. A grande pressão é pela privatização da Previdência, área muito lucrativa para o mercado, que inventa que nas mãos do poder público é deficitária.

O mundo do trabalho também não será o mesmo. Para que uma hora de almoço se você pode comer em 15 minutos? Este é o pensamento da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) e o projeto de lei em tramitação no Congresso Nacional em que o negociado irá prevalecer sobre o legislado resolverá isso rapidamente.

Como também será dado o sinal verde para a terceirização sem limites. Para que concurso público se fica mais barato terceirizar? Para que investir em empregos de qualidade para a juventude se ela será terceirizada? Adoeceu, demite. Reclamou, demite. Morreu, só colocar outro no lugar. O Congresso cuidará de aprovar lei que proíbe até que o trabalhador recorra à justiça para tentar garantir seus direitos além da redução de jornada com redução de salário, imposta pelo patrão e aprovado pelo mesmo Congresso que votará o golpe.

O Sistema Único de Saúde (SUS) será privatizado.O projeto de lei para cobrar pelos serviços prestados já está em tramitação no Congresso Nacional.

Trabalhadoras domésticas com direitos? Coisa do passado. Se pudesse, a elite restaurava a escravidão no Brasil. Como não pode, cuidará de retirar seus direitos. O Congresso aprovará leis modificando o conceito de trabalho análogo a escravo. O projeto já está lá. Esperando o momento propício para votação e aprovação!

Empresas públicas para investimento em políticas como moradia, crédito para os pobres serão coisas do passado. O que o Fernando Henrique Cardoso não conseguiu privatizar, o Temer o fará, vendendo a preço de banana o nosso patrimônio. Não teremos o Estado investindo em políticas públicas.

Isso tudo a grande imprensa não vai mostrar, mas foi esta pauta de retrocessos que os 38 deputados aprovaram ao definirem pelo impeachment da presidenta Dilma.

Seremos nós trabalhadores e trabalhadoras que pagaremos a conta deste golpe!

Beatriz Cerqueira 

Coordenadora-geral do Sind-UTE/MG e presidenta da CUT/MG

Leia também:

Historiadora: É preciso divulgar “A cara do golpe” 

 

6 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Dagmar de Abreu

13/04/2016 - 19h44

Não deixem de assistirem os vídeos de JOHN PERKINS, AS CONFISSÕES DE UM ASSASSINO ECONÔMICO.
Assistam também THE CORPORATION. São documentários que nos mostram o qto. o sistema CAPITALISMO está DESTRUINDO O PLANETA……NOSSA SAÚDE…….
Num dos vídeos de JOHN PERKINS TEM UMA ENTREVISTA QUE FALA SOBRE A IDA DE OBAMA A CUBA, IMPORTANTE….
Tenho 71 anos SINTO INFINITA TRISTEZA COM O QUE ESTÃO FAZENDO COM UM GOVERNO ELEITO PELO VOTO POPULAR. ÚNICO QUE DEU AUTONOMIA E APARELHOU A PF. JULGAMENTOS ALTAMENTE TENDENCIOSO, ASSIM COMO AS INVESTIGAÇÕES…………..ONDE ESTÃO O RESTO DO JUDICIÁRIO??????????? ESTÃO TAMBÉM CONIVENTES??????

Responder

    Elaine Santos

    13/04/2016 - 20h59

    Muito bem colocado, e isso é uma verdade que ninguém fala…realmente o governo deu total autônomia à PF para que a corrupção fosse investigada e bem no fim quem está com a cabeça na guilhotina é justamente a pessoa que não há indícios, provas de qualquer tipo de crime de corrupção… Muito decepcionada com esse sistema, e se ocorrer o impedimento da presidente, em pouco tempo todo o processo da lava jato será engavetado e pessoas como Temer e Cunha não serão julgados NUNCA!!!

FrancoAtirador

13/04/2016 - 19h39

.
.
Vazô!
.
Relatório da Polícia Federal [da Suíça] evidencia
.
que quem está pagando Propina aos Deputados
.
para que votem a favor do Impíxi da Presidente
.
É UM PATO AMARELO GIGANTE LÁ EM BRASÍLIA
.
RECHEADO DE DÓLARES NORTE-AMERICANOS.
.
.

Responder

FrancoAtirador

13/04/2016 - 19h11

.
.
Vazô!
.
Temer revela a Cunha
que votou em Aécio Neves
pra Presidente, em 2014.
.
#VazaTemer
.
.

Responder

Luccas

13/04/2016 - 17h41

Não existe acordo entre exploradores e explorados. Só existirá quando não existirem mais as duas classes. O que se chama de acordo entre empresários e trabalhadores, na verdade, é apenas uma maneira pomposa de dizer que os primeiros continuarão explorando os segundos, que terão seus direitos flexibilizados e cortados, graças a um congresso de orientação cada vez mais neoliberal. A história não perdoará os golpistas. Eu também não. Quero o sangue deles em minhas mãos.

Responder

Jotage

13/04/2016 - 16h41

“Acordo entre trabalhadores e empresários”.
Este acordo no passado (era FHC) era chamado de acordo CARACU, os empresários entravam com a CARA e os trabalhadores com o ………

Responder

Deixe uma resposta