VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Lista de links atualizada sobre a polêmica em torno da MP 557

05 de janeiro de 2012 às 14h41

por Conceição Oliveira do Blog Maria Frô, twitter: @maria_fro

E o debate em torno da MP 557 continua. Dias atrás publiquei  no Maria Frô uma síntese do debate entre feministas e Alexandre Padilha, logo após a publicação da MP 557: O debate entre ativistas e o Ministro Alexandre Padilha em torno da medida provisória 557/2011

Diante da profusão de textos e da importância deste debate, vou usar este post para linkar os textos produzidos na blogosfera em torno da MP 557.

Começo a lista pelo Viomundo, onde há vários textos e entrevistas publicados:

As duas maiores entidades de mulheres feministas no Brasil dizem não à MP 557

Ministra Iriny Lopes: A Secretaria de Mulheres não teve nenhuma participação na MP 557

Ministro Padilha: Cadastro não ferirá privacidade da gestante

Fausto Pereira: Gestante que não aderir ao pré-natal está dispensada do cadastro

Sônia Correa: Em nome do “maternalismo”, toda invasão de privacidade é permitida

Fátima Oliveira: Governo Dilma submete corpo das brasileiras ao Vaticano

Maria José Rosado: O que é isso, Presidenta?;

Fátima Oliveira: Sem cuidar do aborto inseguro, combater morte materna é miragem;

Beatriz Galli: A MP 557 é um absurdo; em vez de proteger gestantes, viola direitos humanos;

Juliana Braga: Cadastro de grávidas desagrada feministas.

Abaixo textos de outros blogs e sites de notícias:

OPUS DEI NO BRASIL: Governo brasileiro institui sistema de vigilância de gestantes

Feministas contestam sistema de cadastro e vigilância de gestantes;

Cadastro de gestantes e bolsa-chocadeira, por Cynthia Semíramis e Idelber Avelar;

O trófeu final? Nosso útero!

Ativismo sem freio e na banguela… #MP557

Gostaria que os leitores do Blog da Mulher contribuíssem com indicação de links. Obrigada.

Atualização:

O Sexuality Policy Watch linkou os textos deste post, aqui: Pelo Mundo

Dilma apresenta o cadastro compulsório

Brazil’s Insidious New Pregnancy Registration Law Violates the Privacy of Women

A reação às críticas à MP 557

Maternidade sob vigília

Não à MP 577/2011! Em defesa da vida das mulheres!

Saúde garante auxílio deslocamento para gestantes

09 - maio 5

Feministas reúnem-se com Líder do Governo na Câmara para discutir MP 557/2011

Em 10/05/2012, às 9H na Câmara dos Deputados – Gabinete de Arlindo Chinaglia (PT)

01 - maio 4

MPF ajuíza ação contra TV Globo para que produza e exiba campanha sobre Direitos da Mulher

Por Conceição Oliveira, no twitter: @maria_fro A quem pense que com o fim do BBB12 terminou também as acusações que esta edição do programa sofreu. Mas não é bem assim. Em 2010 a rede Globo exibiu um participante do BBB prestando um serviço de desinformação e inutilidade pública ao afirmar que ‘hetero não pegavava AIDS’. Naquele […]

 

20 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Presente de natal de mau gosto da presidenta para as mulheres: MP 557Blogueiras Feministas | Blogueiras Feministas

15/01/2012 - 12h12

[…] Medida Provisória? Segundo o assessor do Ministério da Saúde, Fausto Pereira, em entrevista ao Viomundo, com a MP 557, “a subida desse cadastro para o Ministério torna-se obrigatória. Isso vai […]

Responder

Glecio_Tavares

11/01/2012 - 23h19

As medidas em torno do tratamento de drogados, destinando dinheiro publico a igrejas evangélicas não deveriam entrar em pauta também? Parece que existe alguma tendencia em institucionalizar as igrejas evangélicas como as novas ONGs pelo Brasil afora. A situação desse nosso ministro já esteve melhor.

Responder

    beattrice

    12/01/2012 - 10h38

    Pois não é Glécio?
    Mas a blindagem do ministro impede a divulgação seja em que mídia for disto:
    http://www.crprj.org.br/noticias/2011/1206-ato_cohttp://www.crprj.org.br/noticias/2011/1209plano_c

    O Conselho Federal de Psicologia vem travando uma luta mas ninguém divulga:
    "Inspeções realizadas pelo Sistema Conselhos de Psicologia confirmaram a violação de direitos humanos e de leis, sob alegação de tratamento de usuários de drogas em comunidades terapêuticas. Essas instituições, que permeiam suas práticas por discursos religiosos e morais, não se orientam por saberes técnico-científicos, e ainda assim, muitas vezes, recebem financiamento público. "
    "No Rio de Janeiro, a inspeção passou por duas instituições: o Centro de Tratamento e Reintegração aos Dependentes Químicos Shalom and Life (Macaé) e a Associação ONG Portal do Renascer (que fica em Barra Mansa, mas fora do perímetro urbano da cidade). "

@stockler_

09/01/2012 - 21h43

Gostaria que fosse corrigido o link após texto, em meu comentário anterior. O link, não leva ao artigo mencionado, "MP 557 e a mania de conspiração" http://visaodefato.blogspot.com/2012/01/mp-557-e-

Responder

@stockler_

09/01/2012 - 16h31

Esse link, mereceria ser incluído: MP 557 e a mania de conspiração http://www.viomundo.com.br/blog-da-mulher/lista-d

Responder

Rejane

07/01/2012 - 20h51

É lamentável que essa medida vá ser utilizada para rastrear as gestantes que vierem a interromper a gravidez,pois o nosso estado é laico e a presidenta está se tornando refém do vaticano com as suas atitudes medievais ,através da prática inquisidora de perseguir principalmente as mulheres em nome de Deus.Que Deus é esse e que igreja é essa, que obriga alguém a reproduzir sem qualquer condição psicológica e que proíbe o livre arbítrio?O papa precisa é de combater a pedofilia e os abusos sexuais cometidos pelos usuários da batina,basta de hipocrisia.A farsa do celibato tem que acabar e o aborto tem que ser descriminalizado através do apoio à vida e o bem estar da mulher aue tem autonomia sobre o seu eu por questão de direitos humanos,como os homens assim são contemplados.Chega de machismo fariseus hipócritas!

Responder

jose carlos de souza

06/01/2012 - 18h44

Tem um post da Fátima de Oliveira contra a MP 557 e criticando a Igreja Católica. A Dilma quase perdeu a eleição por causa desse preconceito contra as Igrejas. A Igreja defende a vida e é só. Não vai se posicionar nunca a favor do Aborto e 70% dos brasileiros concordam assim.

Responder

    Rror

    06/01/2012 - 22h42

    Bem, de acordo com a sua fonte de dados estatísticos, desses 70%, 35% já abortaram pelo menos uma vez e os outros 35%..bem, não ficam grávidos, logo não é problema deles…

    Klaus

    09/01/2012 - 11h49

    O problema só passa a ser do homem depois que a mulher decide abortar. Antes, o homem não deve se manifestar e a decisão da mulher é soberana. Correto?

    P.S. Não entendi a matemática de seu comentário.

Valéria dos Santos

06/01/2012 - 09h25

Parabéns pela iniciativa do mapeamento

Responder

Raphael Tsavkko

06/01/2012 - 05h29

Acredito ter sido um dos primeiros a escrever sobre o assunto, mas sabe como é, blogueiro de esquerda anti-governo encontra muitas portas fechadas… http://www.tsavkko.com.br/2011/12/dilma-apresenta

Responder

    Conceição Oliveira

    06/01/2012 - 17h06

    Raphael tenha dó, né?

    Gerson Carneiro

    09/01/2012 - 00h23

    Quer um lenço?

    Klaus

    09/01/2012 - 11h45

    Pacotinho de 120 gr de confete está R$1,80 na 25 de Março. O fardo de 16kg, R$200,00.

    Fátima Oliveira

    09/01/2012 - 14h19

    É verdade. Li e gostei muito. Obrigada pela solidariedade.

Charles Lamounier

05/01/2012 - 22h10

Conceição, posteio comentário abaixo em seu blog e ele foi apagado. Por quê? É um elogio e diz como tudo começou.
Apenas como registro da tática absolutamente acertada das feministas que acuaram Padilha no twitter, porque achei de uma inteligência fora de série.
Tudo começou no dia 29 quando Fátima Oliveira disparou o tuíte abaixo, no começo da tarde:
oliveirafatima_ Fátima Oliveira
Dilma faz o jogo dos religiosos ao criar cadastro obrigatório para gestantes? MEDIDA PROVISÓRIA Nº 557, 26.12.2011 http://migre.me/7kIPq
Ela ainda tuitou umas duas vezes. Daí em diante 2 feministas: Conceição Oliveira @maria_fro e Daniela Bueno @danielabueno entraram. Padilha não resisitiu e caiu na teia. Ñ pode sair. Teve presença sofrível. As feministas, deitaram e rolaram e o assunto caiu no twitter como uma bola de neve. No dia seguinte os jornais, praticamente todos registraram que o ministro havia passado a tarde toda no twitter se explicando, como FSP "Cadastro de grávidas gera revolta contra ministro" .
E agora estão dando um banho de alto nível no debate intelectual.

Responder

Wildner Arcanjo

05/01/2012 - 16h28

Pois é, isso não quer dizer que as mulheres devem baixar a guarda, mas viver com neuras…

Responder

Edineuda

05/01/2012 - 14h58

É que o feminismo já acabou e ainda não se deram conta! Já fui feminista e quanto tempo perdi! Agora sou uma pessoa que gosta da vida e que procura olhar os fatos com o máximo de isenção. Vamos aprofundar as coisas, meu povo!

Responder

Deixe uma resposta