VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Você escreve

Portos&Navios: A soberania no mar


07/05/2010 - 09h15

EAS lança o primeiro navio do Promef

Sex, 07 de Maio de 2010 07:58

do site Portos e Navios

O primeiro do Programa de Modernização e Expansão da Frota da Transpetro (Promef) será lançado ao mar e batizada de João Cândido, hoje (07), no Estaleiro Atlântico Sul (EAS), em Ipojuca, Pernambuco, em solenidade com a presença do presidente Lula. A embarcação do tipo Suezmax tem 274metros de comprimento e capacidade para transportar 1 milhão de barris de petróleo.

Trata-se da primeira embarcação de grande porte construída no Brasil a ser entregue ao sistema Petrobras em treze anos.

“Faz vinte três anos que o último petroleiro foi encomendado no Brasil”, diz Sérgio Machado, presidente da Transpetro. Para ele o Brasil não tem opção de ter ou não navios – a opção é ter navios próprios ou de terceiros. “Os fretes vão embora, os salários vão embora e os impostos vão embora”.

O presidente do Estaleiro Atlântico Sul (EAS), Angelo Bellelis, destaca que este é o primeiro navio construído em Pernambuco, apesar de todos os problemas enfrentados com a formação da mão de obra neste dois últimos anos.

Sérgio Machado destaca que o EAS é um estaleiro de quarta geração e que com a curva de aprendizagem a partir da construção do primeiro navio a produtividade será aumentada.

O EAS construirá 22 navios do Promef, sendo 10 (dez) Suezmax (160 mil TPB ), cinco Aframax (110 mil TPB), 4 (quatro) aliviadores Suezmax com posicionamento dinâmico e 3 (três) aliviadores Aframax com posicionamento dinâmico.

(da Redação)

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



56 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

J. Faustino

09 de maio de 2010 às 13h43

É de emocionar, realmente, a qualquer cidadão, que tenha consciência das transformações que se processam nesse imenso país, esse evento efetivo de sucesso de um governo que se preocupa exatamente com o que mais precisamos, que é crescer em todos os sentidos e mostrar ao mundo que somos capazes. Com DILMA estaremos nos mesmos trilhos com o mesmo horizonte pautados no desenvolvimento sustentável e estabilidade ecônomica. O povo merece e agradece!

Azenha, o blog está uma beleza. Parabéns!

Responder

Hélio Jacinto

08 de maio de 2010 às 23h45

O Marinheiro Joáo Candido já virou nome de navio, agora precisa virar filme, sua história precisa ser conhecida por todos brasileiros.

Responder

ruy garcia

08 de maio de 2010 às 11h54

(continuação)
O vídeo que posto acima é um trabalho de estudantes da Escola Técnica Henrique Lage. É a maneira de lembrar que estavam corretos os versos de Aldir Blanc quando em seu “Almirante Negro” diz que a ele a história não esqueceu.
Cândido levou quase um século para ser reabilitado, com a anistia assinada por Lula em 2007 e a inauguração da sua estátua ali, junto às pedras pisadas do cais na Praça XV, no Rio de Janeiro. Até então, tudo o que tivera do Estado era uma pequena pensão, dada em 1959, pelo então governador do Rio Grande do Sul, sua terra, Leonel Brizola.
No lançamento do navio, Lula disse que “neste país só aparece a história dos vencedores, a história dos derrotados quase nunca aparece. E a gente goste ou não goste, João Cândido é um personagem da história brasileira que mostrou que os brancos, os brancos, que chefiavam a Marinha naquele tempo, não estavam respeitando sequer a legislação brasileira, que já tinha acabado com as chibatadas que os negros tomavam.”

Responder

ruy garcia

08 de maio de 2010 às 11h52

TOMA TEU MAR, ALMIRANTE JOÃO CÂNDIDO
Deputado Brizola Neto
Que linda a obra da história, esta maravilhosa e lenta, lentíssima, máquina de fazer justiça que dá à sociedade dos homens o divino poder de expiar seus pecados, reparar seus erros e imortalizar na glória os que morreram na pobreza e no esquecimento.
Hoje foi ao mar o primeiro petroleiro construído para fazer frente às necessidades do Brasil de explorar o petróleo do pré-sal. Um gigante de 274 metros, capaz de transportar um milhão de barris de petróleo deixou o dique do estaleiro Atlântico Sul. É o primeiro dos 22 petroleiros – e de 49 embarcações, no total – encomendados pela Petrobras.
Ele leva no casco, para os mares do mundo, um nome gravado: João Cândido, o marinheiro negro que liderou a sublevação contra a aplicação de chicotadas nos navios brasileiros, uma herança da influência inglesa na formação de nossa Marinha.
(continua)

Responder

Otaciel de Oliveira

08 de maio de 2010 às 11h42

ESTOU APRENDENDO COM O PROFESSOR ARIOSVALDO (ou será Hariosvaldo?)

Esse evento foi uma desgraça para o Brasil.

Há treze anos o país não fabricava um petroleiro. E agora Lula, na presença da Dilma, resolve inaugurar este navio “fantasma”.

Que loucura! Do jeito que as coisas estão indo, e se a Dilma for eleita, este país vai se chamar no futuro de “Estados Unidos da América do Sul”. Com muito emprego, consumo, uma classe média forte, muitos carros nas garagens, poucos miseráveis e muita mercadoria pra gente comprar nos supermercados. Bem fez o PIG em esconder o evento (da inauguração do navio) ao ressaltar a propaganda eleitoral antecipada. Esse “barquinho” não está com nada.

Responder

ruy garcia

08 de maio de 2010 às 11h55

(final)
-E daqui para a frente, outros personagens que foram heróis neste país, que não saem nas páginas dos jornais, o jeito de nós homenagearmos eles é esse, é fazendo o nome deles atravessar as fronteiras brasileiras, cortando os mares do Norte e do Sul com o nome de personagens que merecem respeito neste país.
Hoje João Cãndido se liberta para o mar, céu dos marinheiros. Hoje, dia em que a Petrobras bateu recorde nacional de produção, com mais de 2 milhões de barris, o navio que carregará dentro de si o tesouro negro, nos imensos tanques onde vão as esperanças de um Brasil mais justo, humano, de uma pátria-mãe mais gentil com seus filhos, leva à proa, orgulhoso, o nome de um negro que não suportou ser tratado como um animal, como o povo brasileiro já não aceita ser.
Glória ao navegante negro, que agora vai singrar os mares do mundo.

Responder

francisco.latorre

08 de maio de 2010 às 10h52

Inacreditável: Serra defende a corrupção do mensalão tucano em entrevista na TV

Vídeo em primeira mão no blog Os Amigos do Presidente Lula em 07/05/2010 às 14:22hs
http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/2010

[youtube WvxB5yxPSKg&feature=player_embeddedhttp://www.youtube.com/watch?v=WvxB5yxPSKg&fe… youtube]

..

Responder

    francisco.latorre

    09 de maio de 2010 às 03h13

    azenha não consigo deletar esse video horrendo que bestamente joguei aí.

    ajuda aí. delete o comente por mim.

    perdão amigos. foi mal.

    figura indigesta. no lugar mais que errado.

    ..

francisco.latorre

08 de maio de 2010 às 10h42

dilma na istoé..
http://osamigosdapresidentedilma.blogspot.com/201

espetáculo.

..

Responder

Adilson

08 de maio de 2010 às 06h32

Eis o resultado da grande diferença do visionário Lula e dos retrógrados FHC e Serra, enquanto o Presidente Lula reativou a indústria naval gerando milhares de empregos, assim como colocou a Petrobras em posição de destaque, os demotucanos acabaram com a indústria naval e querem privatizar a Petrobras para os eus apaniguados.

Responder

Eduardo

08 de maio de 2010 às 09h02

Hehehe. Calma, lá, rapaz! Por estarmos no caminho certo e em ritmo crescente, tenha a certeza que chegaremos lá. Há oito anos atrás, além de não termos o que você falou também não tínhamos a mínima perspectiva!

Responder

Marat

08 de maio de 2010 às 03h10

O nome já é fantástico: João Cândido. Deve ter gente na TFP, na Opus Dei, no STF, na Millenium e na imprensa morrendo de ódio…

Responder

Marat

08 de maio de 2010 às 03h09

Temos que ter amor e admiração pelo nosso país. Teremos uma eleição plebiscitária sim! De um lado os que (mesmo não sendo o ideal), não cederam em tudo aos interesses internacionais, do outro, um batalhão de pulhas vendidos. PSDB/PFL não são dignos do Brasil. São um bando de lesa-pátria…

Responder

Mc_SimplesAssim

08 de maio de 2010 às 02h30

Se a idéia de homenagear João Cândido partiu do Lula, parabenizo o companheiro.

Responder

Mouro

08 de maio de 2010 às 01h10

Lançamento de navio petroleiro no Porto de Suape (PE)[youtube d1QJ_Fc2sHI&feature=youtube_gdatahttp://www.youtube.com/watch?v=d1QJ_Fc2sHI&fe… youtube]

Responder

Mouro

08 de maio de 2010 às 01h10

Lançamento de navio petroleiro no Porto de Suape (PE)[youtube d1QJ_Fc2sHI&feature=youtube_gdatahttp://www.youtube.com/watch?v=d1QJ_Fc2sHI&fe… youtube]

Responder

Luiz Lima

08 de maio de 2010 às 01h44

Beleza. Já temos estaleiros. Cadê os armadores? A Fronape existe para transportar petróleo – e só petróleo. E a carga geral? E os containers? Continuam na mão dos estrangeiros? Não temos um armador sequer em condições de fazer mossa que seja no tráfego mundial. Não temos cabotagem. Navegação não é sinônimo de construção!

Responder

    Carlos

    08 de maio de 2010 às 12h17

    Tens certeza do que diz?

mila

07 de maio de 2010 às 22h40

http://www.cartamaior.com.br/templates/postMostrar.cfm?blog_id=1&post_id=464

BLOG DO EMIR

06/05/2010

O anti-Lula de Serra: sua verdadeira política econômica
Serra ficou furioso. Sua equipe econômica deu entrevista à agência Reuters e abriu o jogo, revelando o plano econômico real que, caso ganhasse o tucano, colocaria em prática, confirmando os principais neoliberais de Serra – os mesmos que orientaram seu governo em São Paulo. Serra esbravejou, esperneou, distribuiu broncas, ordenou que ninguém repercutisse nos partidos da imprensa. Mas já era tarde.

A primeira medida econômica de Serra seria um duro ajuste fiscal – como é típico dos governos neoliberais. Segundo revelado por dois membros da equipe econômica tucana, se promoveria a renegociação de contratos e o corte de despesas públicas – conforme o modelo do FMI. Esse seria o começo do “choque de gestão”, típico das gestões tucanas.
“Ele vai entrar com medidas fiscais e até renegociação de alguns contratos”, disse a fonte tucana.”As despesas da máquina pública estão sob um controle muito frouxo…”

Responder

valdir

07 de maio de 2010 às 21h32

Prezado Azenha: conta a história que o presidente Abraão Lincoln, americano, enfrentou durante o seu governo uma grande pressão para importar trilhos para as estradas de ferro , fabricados da Inglaterra. Essa pressão era feita por importadores americanos e alguns deputados lobistas a favor da Inglaterra.Esses caras alegavam que os trilhos fabricados nos Estados Unidos eram de baixa qualidade e caros: o que Lincoln respondeu : se não procurarmos fazer aqui no nosso pais nunca aprederemos a fabricar e nunca o seu preço vai baixar, e a decisão de fabricar nos EUA foi tomada e o resto da história sabemos através do grande boom que as ferrovias trouxeram para aquele pais. A classe politica brasileira PSDB/DEM/PPS estão realmente na contra mão da história e querem entregar o petróleo para empresas estrangeiras e estes caras falam em defender a soberania nacional.O desmonte que fizeram todos nós conhecemos e pelos discursos que ouvimos continuam com o mesmo pensamento e desejo.Eles conhecem bem a história de Roma e foi um senador romano que disse DELENTA CARTAGO.Logo, logo podemos ouvir uma grande emissora colocar como seu slogan DELENDA BRASIL.

Responder

Sebastião Ferreira

07 de maio de 2010 às 21h28

Esse é o Lula. Sou um humilde professor de História e fiquei emocionado com a homenagem ao Navegante Negro. Se fosse o Serra, o líder da massa cheirosa, batizaria o navio de "Domingos Jorge Velho", aquele que afundou Palmares.

Responder

Henry

07 de maio de 2010 às 21h23

Se o Lula tá saindo,vamos votar na Dilma e continuar crescendo!
Chegou a hora do Brasil, e ainda tem um povinho da oposição demotucana que não aprendeu a lição!
Fora Serra, fora oposição burrra!!!

Responder

Marcelo

07 de maio de 2010 às 21h10

Me revolta como o pig destrata feitos tão importantes para o nosso Brasil.

Responder

    @marisps

    08 de maio de 2010 às 14h36

    Idem! Retirar o direito dos brasileiros de sentirem orgulho do seu país é um dos atos mais sórdidos da imprensa venal.

Francisco Giseldo

07 de maio de 2010 às 20h38

As plataformas eram construidas em CINGAPURA, alguém já viu o tamanho de CINGAPURA, é to tamanho da cidade de Natal Capital do Rio Grande do Nortes, viviamos dando emprego a esse povo. E sabe de onde vinha o ferro para fabricar, nosso ferro gusa, do qual é vendido sem agregar valor nenhum. Decisão política pode mudar e muito, por que foi isso, decisão politica de fazer aqui, de não depender dos outros, sabe o que significa formar esse pessoal todo, dá salário a toda essa gente, é só imaginar que esse contigente que hoje trabalham em todos esses estaleiros contruidos de sul a norte, eram os empregos que nós pagavámos através dos pedidos da Petrobrás. Hoje a Vale Compra Navios da China, imaginem o crime cometido quando da entrega desta empresa a preço de banana. E o que estaria acontecendo se ainda fosse estatal e tivesse que adquirir os navios de nós, nos mesmo patamares do que a Petrobrás faz. Usar nossos recursos para nós mesmo é isso, mesmo que haja um aumento do preço em relação a comprar fora, mas manutenção e ofertas de emprego, as divisas ficar aqui e o mais importante o know how, fica barato, é circulo virtuoso. Mas as bestas feras que mandavam neste país e defensores do neo-liberalismo só pensavam em ganhar títulos honóris causas quando em visita a paises de primeiro mundo. LULA foi um mascate, viajava muito, viajava, mas levava um séquito de empresários, faziam mesas de negociações, apresentavam nossos produtos, valorizava eles. Vivem a berrar que o importante é fazer negócios com os EUA, mas o que eles desqualificam de países de pouca ou nenhuma expressividade de comêrcio, é o mesmo que os EUA faz negócios e não deixa de fazer, seja pequeno ou grande. A diversificação foi um quebra mar nesta última crise, a onda veio mas chegou marolinha. PENA NÃO PODER VOTAR MAIS EM LULA. Mas estou aguardando o seguimento destas politicas com nossa nova presidente " DILMA ROUSSEF ". Bem que a lista de obras está saindo do papel.

Responder

drews

07 de maio de 2010 às 17h17

E viram como o Globo.com noticiou o lançamento do João Cândido (o navio)? http://oglobo.globo.com/pais/mat/2010/05/07/dilma
Haja paciência…

Responder

    Alexandre Tambelli

    07 de maio de 2010 às 20h28

    Vergonhoso mesmo drews! Como se não fosse importante este feito da construção de petroleiros no Brasil! A grande mídia pouco vai falar do Promef! Temos um Brasil que passa na Globo que realmente não é o Brasil de verdade!

    mila

    07 de maio de 2010 às 21h53

    É simples assim: o odio do PIGLOBO é da patria amada Brasil. O PIG conspira contra o Brasil e o povo brasileiro.

Jô Freitas

07 de maio de 2010 às 17h17

Este é o BRASIL que dará certo… Basta querer. Para isso continuar a acontecer de verdade é preciso ter consciencia na hora de votar, deixando fora do poder aqueles que sempre foram contra o nosso desenvolvimento, enquanto enriqueciam sem se preocuparem em exercer as obrigações para o qual foram eleitos.

Responder

Carlos

07 de maio de 2010 às 16h22

Cabe aqui a letra do Aldir Blanc: "Salve o navegante negro…"

Responder

yacov

07 de maio de 2010 às 19h17

Num país com a extensão territorial e litorai tão enormes como o nosso, não é possível que não se estimule a produção de navios e o transporte ferroviário. DEMORÔ!!! Até o LULA chegar lá, ninguém queria sabe disso, pelo contrário, os nossos dirigentes sempre se conformaram aos interesses da indústria automobilistica em detrimento das vocações e necessidades naturais do país. Em outras palavras, deram as costas ao seu pais, do qual, segundo eles, não sai nada de bom, e se alinharam aos interesses do capital, como sói acontecer às nossa "elitezinha bossal e vira-latas".

"O BRASIL DE VERDADE não passa na GLOBO – O que passa na GLOBO é um braZil para os TOLOS"

Responder

    Carlos

    07 de maio de 2010 às 19h38

    Interesses rodoviaristas são fortíssimos e entrelaçados: além da própria indústria automotiva (montadoras, autopeças,…), transportadoras (cargas e passageiros), bancos/financeiras/seguradoras, empreiteiras, concessionárias de pedágios,…
    A meu ver, governo Lula errou – e feio! – ao não reativar da RFFSA, embora se redima em parte pela retomada da construção da Norte-Sul, que ligará o Maranhão ao interior de SP, com possibilidade de chegar ao RS.
    A ÚNICA ferrovia estatal que restou é a Ferroeste, do Paraná, que terá como novos sócios o MS, SC e RS, do que surgirá a FERROSUL.

    (A propósito: o que restou da FEPASA?)

    Ramon

    08 de maio de 2010 às 01h56

    Precisa o nome do pai da criança que promoveu o desmonte do nosso setor ferroviário né? Lembra-se? O Lula não pode fazer tudo, mas faz muito mais que o pessoal do liberalismo à moda "liberou geral!"

Carlos

07 de maio de 2010 às 14h39

A propósito dos navios pagos com café: começava ali a formação da que viria a ser a Frota Nacional dos Petroleiros (FRONAPE), atual Transpetro.

Responder

Clovis

07 de maio de 2010 às 17h15

É uma felicidade só.

É dimais isso.

E bom Dilma pra todos.!!!!

Responder

Carlos

07 de maio de 2010 às 16h45

Desarticularam a indústria naval num país com 8 mil quilômetros de mar e mais – li na internet – coisa de 40 mil quilômetros de rios…

Responder

Carlos

07 de maio de 2010 às 13h14

(Parte 3/3)

SERÃO PAGOS COM CAFÉ

Informou, ainda, o sr. Mário Bittencourt Sampaio ao presidente da República que, em virtude de haver triplicado o preço do café este ano, precisaremos mandar para a Suécia, apenas 10 mil toneladas de café, para pagar os petroleiros, ao invés de 30 mil toneladas. Os navios custarão cerca de 243 milhões de cruzeiros, ou 65 milhões de coroas suecas, e serão pagos em três anos, com café que será importado pela Suécia.

Responder

    Luiz

    07 de maio de 2010 às 20h04

    Os cafeicultores iriam chorar com essa notícia ! Se fosse nos dias de hoje teriam que mandar 100.000.000 de toneladas de café!

Carlos

07 de maio de 2010 às 13h14

(Parte 2/3)

Segundo informou o chefe do Governo, a delegação já estudou 106 propostas de estaleiros e empresas de navegação de diversos países, aceitando propostas para 10 unidades de 16.900 toneladas e 19 de 2.000 toneladas. Entre os navios que serão fornecidos pela Suécia, está o "Vênus", lançado ao mar há alguns meses. Mais dois petroleiros serão entregues, em 1951, pelos estaleiros Uldevalla, no sul da Suécia, outro pelos estaleiros de Gotaverhen, no mesmo ano e, os dois últimos em 1952 pelos estaleiros Lindholmen. Na Inglaterra serão adquiridos quatro petroleiros, enquanto nove de pequeno porte serão construídos no Japão.

Responder

Carlos

07 de maio de 2010 às 13h14

(Parte 1/3)

Nos jornais de 27 de dezembro de 1949 – isso mesmo: há 60 anos – , notícia da que foi considerada a maior encomenda do gênero por um único país:

NAVIOS PETROLEIROS PARA O BRASIL
Serão os mesmos fornecidos pela Suécia, Inglaterra e Japão

RIO, 26 (Asapress) – O sr. Mário Bittencourt Sampaio, diretor geral do DASP e que se encontra em Estocolmo, chefiando a missão brasileira incumbida de comprar navios petroleiros para o nosso país, comunicou-se com o presidente da República, pondo Sua Excia. a par do êxito com que concluiu a concorrência para aquisição daquelas unidades. Foram aceitas as propostas suecas para a construção de seis petroleiros de 16.500 toneladas cada um.

Responder

valmont

07 de maio de 2010 às 15h44

Por essas e outras é que a economia brasileira aproxima-se do pleno emprego.
Méritos do governo Lula.
Para os que dizem que "é tudo igual", aí está uma grande diferença: MADE IN BRAZIL.

Responder

Levi França

07 de maio de 2010 às 12h40

É meu veio, pena que tá acababdo o mandato do barbudo.

Responder

    francisco.latorre

    07 de maio de 2010 às 14h01

    acabando nada.

    dilma vem aí. com tudo.

    ..

    francisco.latorre

    07 de maio de 2010 às 13h59

    dilma vem aí.

    ..

    Arthos

    07 de maio de 2010 às 18h04

    Véio França… a Dilmais – gerentona – vai consolidar tudo o que o barbudo fez… o tucanato fará uma revoada nunca dantes vista, pena, véião…

laura

07 de maio de 2010 às 15h35

Eu sou um doutor que nos anos FHc fez parte do Movimento dos Jovens Doutores protestando contra a falta de empregos. E, recém doutora, fiquei imediatamente desempregada. Com o governo Lula as particulares passaram a ser fiscalizadas e obtive um emprego. Hoje estou em uma Univeridade federal, pelo Reuni. Ou seja, o governo Lula mudou o panorama da Universidade no Brasil. Há muito a fazer, mas muito foi feito. No governo FHC as universidades federais viviam a míngua. Míngua é elogio para retratar o que ví. Hoje, ainda falta muita coisa nas federais, mas o governo Lula está investindo e investindo em projetos, bibliotecas e infra-estrutura. No Nordeste vejo uma expansão desenvolvimentista da qual orgulho-me de contribuir, sulista que sou. No sul, o coronelismo acadêmico já putrefato provoca horror de boa parte dos recém contratados por aqui. ninguém aguentava mais.

Responder

francisco.latorre

07 de maio de 2010 às 14h02

emocionante.

..

Responder

    Carlos

    07 de maio de 2010 às 16h21

    É isso. Foi um esforço gigantesco.

Gerson Carneiro

07 de maio de 2010 às 13h32

Desse "João Cândido" o dramaturgo César Vieira não se queixará de plágio, certamente se orgulhará.

Só mesmo o CARA para reinventar uma nova Revolta da Chibata.

Pêa neles, e avante!

Responder

    C. K. y A. (abrev.)

    07 de maio de 2010 às 16h39

    O navio poderia bater quilha ao som de "O mestre-sala dos mares", de João Bosco e Aldir Blanc, homenagem destes ao grande brasileiro João Cândido!!

    C. Khosta y Alzamendi (mais que 20 caracteres…)

HBR

07 de maio de 2010 às 13h21

Pequeno dicionário das recentes conquistas do País, só com boas notícias: banda larga prevista pra todo o país, construção de navios, Pré sal, empregos á toda; moradia pra todos; PROUNI – FIES; Maratona de Matemática, 10.000 doutores e Mestres; 14 novas Universidades federais, 45 Novos Campi federais; 241 novas Escolas Técnicas e Institutos de Educação ; 31 milhões de brasileiros, ingressaram na classe média e 24 milhões deixaram pra trás a linha da miséria absoluta; Brasil com reconhecimento Internacional positivo e só para acabar por enquanto, Presidente da República entre os mais infleuntes homens do mundo e, sem bomba atômica.
É mesmo véio, fica a máxima popular: em time que está ganhando, NÃO SE MEXE! Dilma neles e no Brasil também!

Responder

    ricardo ruiz

    07 de maio de 2010 às 15h28

    HBR, assino embaixo! É isso aÍ!!!

    LuizCarlosDias

    07 de maio de 2010 às 20h27

    fiz copia desse seu texo, pretendo copiar e distribuir em praças, ruas, becos, cantos do rio, do estado e no Brasil e possivel no mundo afora. Muito bom,
    abraços

Tweets that mention Portos&Navios: A soberania no mar - (via -- Topsy.com

07 de maio de 2010 às 09h47

[…] This post was mentioned on Twitter by VIOMUNDO, Antonio R. Navarro, Antonio R. Navarro, Aldo Nunes, Aldo Nunes and others. Aldo Nunes said: RT @MarxismoOnline: Petroleiro "João Cândido" será lançado hoje ao mar em PE http://ow.ly/1I8Wl Justíssima homenagem ao Almirante Negro (via @VIOMUNDO) […]

Responder

carlos hely

07 de maio de 2010 às 12h27

Antes eles eram construido na Asia, hoje no nosso país! prá frente Brasil.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Últimas matérias
Amigo de Bolsonaro, Trump proíbe exportação de máscaras, apesar de alerta sobre “crise humanitária”

Da Redação O presidente Donald Trump anunciou hoje que assinará um decreto proibindo a exportação, por empresas dos Estados Unidos, de equipamento médico utilizado no combate à pandemia de coronavírus. Isso apesar de a empresa 3M, especificamente acusada de lucrar com a emergência médica, ter dito que a decisão de Trump teria “implicações humanitárias significativas” […]

Ler matéria