VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Você escreve

Para Alckmin, “a culpa é das chuvas”


02/03/2011 - 00h30

Alckmin culpa chuva e “esquece” que  tucanos aplicam quase nada no combate às enchentes

da liderança do PT na Assembleia Legislativa

O governador Alckmin culpa a chuva pelas enchentes na Região Metropolitana de São Paulo, mas esquece que os tucanos são negligentes na realização de obras para prevenção e redução dos alagamentos ao aplicarem recursos ínfimos.

Para se ter ideia, conforme Plano de Microdrenagem do Alto Tietê, de 1998, para São Paulo se livrar dos alagamentos seriam necessários mais 91 piscinões a um custo de R$ 3,6 bilhões. Entre 2007 e 2010 (gestão Serra) os recursos aplicados para todas as ações no programa de infraestrutura hídrica de saneamento e combate às enchentes foi de apenas R$ 615 milhões, ou seja, praticamente seis vezes menos do que seria necessário apenas para a construção dos reservatórios.
Além disso, especificamente para a implantação de piscinões, neste mesmo período, foram investidos apenas R$ 134 milhões – foram previstos a construção de 13 piscinões e entregues de fato apenas 6

A continuar neste  “ritmo de tartaruga”, o governo do Estado vai precisar de 60 anos para construir os 91 reservatórios que faltam em toda a Região Metropolitana.

Verbas cortadas

Ainda no período de 2007 a 2010,  houve corte de R$ 20 milhões para  serviços e obras na Bacia do Alto Tietê e não foi investido um centavo sequer em estudos de macrodrenagem, apesar de nos orçamentos destes anos estarem previstos recursos que totalizavam R$ 44 milhões para este fim. Os dados são do SIGEO – Sistema de Gerenciamento da Execução Orçamentária do Governo do Estado.

Para agravar ainda mais a situação, na última semana, o governo do Estado interrompeu a licitação de mais um piscinão – Jaboticabal –  previsto para ser construído em área historicamente afetada por enchentes, como a Avenida Guido Aliberti, em São Caetano, e o Km 13 da Via Anchieta, em São Bernardo. O reservatório é reconhecido como o maior instrumento para conter enchentes no Grande ABC e em parte da Capital, o que beneficiaria cerca de meio milhão de pessoas.





20 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Lousan

02 de março de 2011 às 17h53

to pra ver algum politico q reconheça os erros…é tao mais facil culpar os outros…pq nao a chuva? ninguem vai conseguir entrar com um processo na justiça contra ela mesmo….

Responder

aurica_sp

02 de março de 2011 às 15h13

Nossa!!! O "Governador" apareceu, e com toda leviandade que lhe é pertinente culpou a pobre CHUVA, pior de tudo em se ruborizou enquanto repetia a mesma ladainha pela milésima vez..

Responder

henrique de oliveira

02 de março de 2011 às 11h50

Vai demorar 60 anos para talvez resolver o problema?
Do jeito que a coisa vai daqui a 5 anos São Paulo não existe mais , talvez seja essa a intenção dos tucanos se a cidade acabar , acaba os problemas.

Responder

Valdeci Elias

02 de março de 2011 às 11h31

Acho que São Pedro não gosta do PSDB . Quando o PSDB tinha apresidencia do Brasil, a falta de chuva parou o Brasil, agora que o PSDB tem São Paulo, o exesso de chuva paraliza a cidade.

Responder

Jairo_Beraldo

02 de março de 2011 às 08h51

Para Alckmin, “a culpa é das chuvas”….pra mim a culpa é da péssima qualidade do óleo de peroba.

Responder

Carmem Leporace

02 de março de 2011 às 08h16

Infelizmente para a tristeza e desgraça dessa turma do quanto pior melhor, que não tem propostas para a cidade e das duas vezes que governarama capital, só fizeram lambanças e corrupção, infelizmente pra essa turma, as chuvas não passam de abril, ou seja, com a eleição em outubro vocês vão fazer o que???? bombardear as nuvens com sais de prata ou pedir ajuda ao cacique cobra vermelha????

Responder

    Ivan

    02 de março de 2011 às 09h27

    Taí mais uma vítima da Síndrome de Estocolmo política que aflige grande parte dos eleitores paulistas.

    O clichê, o pior cego é aquele que não quer ver, vem bem a calhar…

Edemar Motta

02 de março de 2011 às 07h49

Que tal remover São Paulo para o Nordeste (sugiro para o Raso da Catarina)? Lá quase não chove.

Responder

    Valdeci Elias

    02 de março de 2011 às 11h40

    Só iria mudar o problema, os paulistanos iriam sofrer com racionamento de agua. Exemplo Higeanopolis 3 dias com agua e um sem , enquanto que Jardim Romano 3 dias sem agua e um dia com agua.

Marat

02 de março de 2011 às 07h43

Os donos do poder daqui da província "se esquecem" de reconhecer seus erros, sempre visando suas aspirações políticas. Culpam a natureza quando lhes é conveniente, porém, quando acertam, correm a colher os louros e a alardear aos quatro cantos suas façanhas.
Circulo muito pela cidade e percebo que isso aqui, não obstante a ter o melhor circuito cultural e gastronômico do Brasil, está pessima em infra-estrutura, em transporte e em educação. A situação beira o surreal e o caótico é o mais comum por aqui!

Responder

Gersier

02 de março de 2011 às 07h11

Os emplumados estavam preocupados… mas em comprar assinaturas da editora abril,assinaturas da folha,dar uma graninha pra globo.Tudo para garantir a perpetuação nos tronos de São Paulo,prefeitura e palácio no Morumbi.A grana gasta com o PIG, que em relação ao gasto a ser feito para a drenagem é uma merreca,pelo menos dava para limpar alguns bueiros.

Responder

André Oliveira

02 de março de 2011 às 07h03

O eleitor paulista é o ser mais trouxa da face da terra…Moro aqui e vi pessoas vítimas de enchentes há anos dizrem que votam no Alckmin porque não tem outra opção.. Alguns merecem se ferrar…

Responder

    Jairo_Beraldo

    02 de março de 2011 às 07h47

    Paulista é chiquérrimo….só vota na direita…em São Paulo tem até Rua Direita em homenagem a eles, mas Rua Presidente Vargas, nem pensar!

Pedro

02 de março de 2011 às 05h52

Eles constroem somente os RALOS para o dinheiro escoar tranquilo…
Basta ver o quanto já foi gasto nas marginais e olhar o resultado quando chove… sem falar da verba de publicidade gasta dizendo que nunca mais teria enchente…

Responder

Gerson Carneiro

02 de março de 2011 às 03h52

Silêncio total da velha mídia e da oposição. Em São Paulo o mundo pode acabar em consequência da incúria do Governo Paulista que tudo será tido como "normal".

Responder

    Carmem Leporace

    02 de março de 2011 às 08h24

    Carnaval chegando, e eu doidinha por um chapéu de boiadeiro desses.

n.zwiebel

02 de março de 2011 às 03h04

Qualquer um que tenha um pouco de boa vontade pode pesquisar e ver como a cidade de Toquio no Japão, resolveu o problema das enchentes. É uma vergonha que nós paulistanos não cobremos a solução deste problema em 20 anos de administração do PSDB. Onde está o Ministério Público que não cobra uma solução. Se morasse onde acontecem estes alagamentos, entraria com uma ação contra a Prefeitura cobrando todos os prejuízos sofridos. Chega de culpar S. Pedro pela irresponsabilidade de vereadores e prefeitos.
nei

Responder

beattrice

02 de março de 2011 às 01h46

Tartaruga???
Tartaruga se locomove a alta velocidade se comparada aos tucanos que não voam, se arrastam enquanto des-governam SP.

Responder

SILOÉ

02 de março de 2011 às 01h46

Definitivamente São Pedro tá de mal com São Paulo.
Eles fizeram tudim direitim, coitados!!!
Dragaram os rios fizeram picinão, recolhem o lixo todos os dias, removeram o pessoal da área de risco, rezaram em igrejas católicas, rezaram também em igrejas evangélicas, pediram bençãos aos bispos aos pastores aos pais de santos, ao papa e até agora nada!!!
Porque será???

Responder

    Jairo_Beraldo

    02 de março de 2011 às 08h51

    E em briga de Santos, não se mete a colher.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding