VIOMUNDO

Diário da Resistência


Motoqueiro pró-Bolsonaro atira pedra em caminhonete só porque tinha na carroceria o adesivo #LulaLivre
Arquivo pessoal
Falatório Você escreve

Motoqueiro pró-Bolsonaro atira pedra em caminhonete só porque tinha na carroceria o adesivo #LulaLivre


09/05/2018 - 13h50

Arquivo pessoal

Da Redação, com Olímpio Rocha

Já pensou você ao volante, de repente, um motoqueiro, gritando palavras pró-Bolsonaro,  se aproxima e atira um paralelepípedo contra o veículo?

Pois o médico Márcio Tarradt Rocha,  60 anos, foi alvo dessa barbárie na última sexta-feira (08/05), em Campina Grande (PB).

Só porque havia colado na carroceria do veículo o adesivo #LulaLivre.

Márcio já foi vereador e secretário da Saúde do município.

Durante o governo Dilma, atuou no Programa Mais Médicos, em Lagoa Nova, cidade vizinha .

O filho, o advogado e professor Olímpio Rocha,  postou no Facebook a mensagem abaixo, que o professor Daniel Valença, do Rio Grande do Norte, nos enviou:

“Companheiros,

vejam a que ponto chegou o fascismo em nossa cidade e em nosso país!

Seguem imagens do carro do meu pai, Marcio Tarradt Rocha, danificado por um paralelepípedo jogado por um motoqueiro, na Rua Saturnino de Brito, próximo ao Amigão, no Catolé.

O motoqueiro o destratou com xingamentos e gritou palavras de ordem pró-Bolsonaro, em razão do adesivo #LulaLivre na carroceria da camionete.

Não satisfeito, atentou contra a vida de um homem verdadeiramente de bem ao jogar a pedra contra o veículo. Graças a Deus, não atingiu meu pai.

As providências legais estão sendo tomadas e já pediremos imagens das câmeras de segurança dos moradores da rua, a fim de identificarmos o agressor.

São tempos sombrios.”

(Olímpio Rocha)

Leia também:

Delegado responsável pelas delações de Nilton Monteiro e Marcos Valério é ameaçado de morte

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



23 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

luiz Fellipe

07 de junho de 2018 às 11h56

Qual a evidencia que o motoqueiro fez gritando palavras pro-bolsonaro ? Ah é, nao tem.

Responder

Wilian

10 de maio de 2018 às 13h58

Lula livre !!!!
Porra de bosonario quem apoia essa cara só pode ser boizinho que sonega os impostos do nosso Brasil querem vê a periferia metralhada como ele disse , mas a periferia è maior quando a periferia acorda e desse o morro pra o asfalto juntos sai da frente vai corres todos os bosonario do Brasil vai pega o avião e faza pra outro país seus facistas

Responder

Paulo Baggio

10 de maio de 2018 às 11h31

Não coloco Nem o símbolo do meu time nó meu carro para não dar problema. Agora o motociclista jogar uma pedra por causa de um adesivo. É abusar da minha inteligência. Tem mais coisa aí.

Responder

    Paulo Baggio

    10 de maio de 2018 às 11h36

    Esse tipo de situação onde se nomeia os bandidos e os mocinhos apregoando suas atitudes, rotulando esse ou aquele de fascista é comentário pra boi dormir. Pode-se falar do sindicalista que empurrou aquele empresário também, que só não morreu por muita sorte. São comentários que só põe mais lenha na fogueira. Mas se o viés desse portal é esse então vou dizer: sem comentários. Vou excluir. Não me serve pra nada.

Luiz Aldo

10 de maio de 2018 às 10h01

Por incrível que pareça, a gente ainda pode extrair uma visão positiva disso tudo: existe esse médico aí que não é reaça! Os brasileiros (reaças) têm a mania de raciocinar (?!?), assim que sua fome é saciada: alguém tem fome? Morra!

Responder

Viviane

10 de maio de 2018 às 09h22

Estou só esperando o primeiro safado a vir aqui comparar essa atrocidade com as manifestações de esquerdistas contra a direita.
Não nos meçam com sua régua, senhores!

Responder

Jair

10 de maio de 2018 às 09h20

Agora foi que deu tudo que acontece com esses petistas vagabundos é culpa do Bolsonaro!

Responder

Jair

10 de maio de 2018 às 09h18

É MELHOR JÁIR SE ACOSTUMANDO!
BOLSONARO PRESIDENTE!

Responder

Pê do Bó

10 de maio de 2018 às 07h54

A.ali, quando se diz que o motorista estava ao volante, entende-se que estava em movimento. Deixa de ser burro.

Responder

Humberto Alves Gobira

10 de maio de 2018 às 06h51

Quem está morrendo de medo de Bolsonaro são os sugadores do dinheiro público.
Por estar liderando as pesquisas vai sofrer muitos ataques deste tipo de gente até por que eles sabem que vão ter que trabalhar.

Responder

Humberto Alves Gobira

10 de maio de 2018 às 06h45

Bolsonaro agora é culpado de tudo.

Responder

Jair Vieira

09 de maio de 2018 às 20h07

“Com fascista nao se negocia”.
Tem que ser olho por olho, dente por dente. E pau nos fascistas. Chega de apanhar.

Responder

    fernando

    09 de maio de 2018 às 22h43

    isso mesmo, deveria ter jogado a camionete pra cima desse motoqueiro…

L'Amie

09 de maio de 2018 às 19h24

Quando o Estado, entidade sócio-politica de qualquer das tres esferas não cumpre seu dever, certamente os problemas se tornarão imensos. Vide as situações ocorridas no Paraná, no Rio de Janeiro, em São Paulo, Brasilia. Nada foi feito. Os que delinquem se sentem confortáveis e até audaciosos, gerando exemplos em decorrência da inércia, da permissividade e até de conluiu. Não faltará juizeco para livrar o infrator, caso seja encontrado. O corpo mole das autoridades tem nos garantido a certeza de que ” Certos Assuntos não vêm ao caso ” Esperar o que dessa gente quando um Motorista do Judiciário da Bahia se aposenta com R$-24.965,00 . Se isso é assim no judiciário, o que esperar de alguém que ganha R$-975,00 e se aposentará aos 75 ? Um medico com 6+2 anos de faculdade, um engenheiro cocom 5 anos e tantos outros profissionais nunca terão esta vergonhosa regalia. Comparando, um motorista de ônibus com 8 horas na direção não passa de R$-3.000,00 e são úteis à população, produzem algo e tem leis exigentes para se aposentar.

Responder

marcosomag

09 de maio de 2018 às 18h37

Devemos tratar tais fascistas como o tal motoqueiro e o delegado aloprado da PF como os “partizans” tratavam os fascistas de vários matizes durante a Segunda Guerra Mundial.

Responder

leonardo-pe

09 de maio de 2018 às 17h33

Vai ficar PIOR. até os Estados Unidos sabem: se Bolsonaro for eleito, DESTROI O BRASIL!

Responder

Julio Silveira

09 de maio de 2018 às 17h09

Quando digo que Brontonaro vai levar o país a idade da pedra, rsrsrs, poucos querem acreditar. Não demora atacam com tacape as pessoas distraidas.

Responder

Mau Rufino

09 de maio de 2018 às 15h51

aprendam a se defender antes que seja tarde

Responder

Mauricio

09 de maio de 2018 às 15h32

Quero ver qual a desculpa que os ratos fascistas darão dessa vez. Provavelmente vão culpar o Marx, Cuba, Venezuela, Foro de SP e outras possibilidades que só cabem na mente doentia de fascistas que votam no bolsolixo.

Responder

JOSE CARLOS SALOMAO

09 de maio de 2018 às 15h21

Possivelmente , as gravações de câmeras serão apagadas antes que seja formalizada a queixa.

Responder

Cícero Costa

09 de maio de 2018 às 15h02

A pergunta que fica é: Até quando vamos ficar apanhando desses fascistas malditos ??

Quando é que vamos começar a bater também??!!

Responder

lucas

09 de maio de 2018 às 14h40

Dúvida: Como um cara pilotando uma moto, vai ter força pra arremessar uma pedra DESSE TAMANHO a ponto de quebrar o vidro de um carro em movimento??

Responder

    a.ali

    09 de maio de 2018 às 22h25

    onde, lucas, vc. leu que o carro e a moto estavam em movimento ???


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.