VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Malu Aires: Dallagnol, pode ficar com o ‘Aha, uhu, o Fachin é nosso’. Vocês se merecem!
Rede social e Diário da Causa Operária
Você escreve

Malu Aires: Dallagnol, pode ficar com o ‘Aha, uhu, o Fachin é nosso’. Vocês se merecem!


06/07/2019 - 12h30

Malu Aires*, em seu perfil em rede social

“Caros, conversei 45 m com o Fachin. Aha uhu o Fachin é nosso.”

Passei o dia com essa frase na cabeça. Frase escrita pelo Dallagnol, no dia 13 de julho de 2015.

“o Fachin é nosso”

Há 4 anos, um Ministro do Supremo trabalha pra acusação da equipe do Dallagnol. Com esta equipe, faz as jogadas políticas mais sujas, já vistas, incluindo sua saída da 1ª pra 2ª turma, pra ganhar o sorteio da relatoria da LJ.

Neste momento, são de Fachin os pronunciamentos de que a LJ continua benta e limpa (como a bunda dele).

Em dezembro, de 2015, Fachin mudou a jurisprudência para o impeachment.

A jurisprudência que Collor teve, Fachin tirou de Dilma. Ele, no seu voto, disse que o Senado não poderia questionar a patifaria de 17 de abril e que deveria, por obrigação, acatar decisão da Câmara e manter “os ritos”, até votação do Senado.

Fachin é o pai do “rito” de cartas marcadas.

Quatro meses antes, ele já pavimentava a passagem do pelotão golpista.

Resolvido que o rito seria de atropelo democrático, determina que Cunha não seja incomodado, até abril do ano seguinte.

“Aha uhu” – gritavam os pistoleiros ForaDilma da LJ.

Fachin foi tão ordinário, estes anos, que a gente ficou imaginando se ele teria algum familiar sendo ameaçado. Não. Não é seu caso. Seu caso é falta de caráter.

“Fachin rejeita recurso em que Lula questionava imparcialidade de Moro” – isso é maio, desse ano.

Fachin deveria entregar a relatoria de tudo relativo a Lula, imediatamente.

Sua relatoria já tem lado. E é o lado criminoso.

“Aha uhu o Fachin é nosso” – pode ficar com ele, Dallagnol. Vocês se merecem e não prestam nada.

#LulaInocente

*Malu Aires é artista, compositora e intérprete

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Ricardo

08 de julho de 2019 às 16h47

É muita gente iludida com esse pt.

Responder

Luiz Carlos

06 de julho de 2019 às 19h17

Esse tal de Fachin eh um verme. como os seus conterrâneos da LJ de Curitiba. Preocupa-me a segurança no Lula naquele antro de covardes, acobertados por juízes do STF e Moro o dono da polícia federal, pois, acho que eles são capazes de tudo para eliminar Lula. Tenho minhas dúvidas, depois de tudo revelado pelo The Intercept, a respeito da morte do Teori. Vamos aguardar as novas revelações. LULA LIVRE JÁ!!!

Responder

Gustavo Horta

06 de julho de 2019 às 16h05

É uma quadrilha.
ELES NOS DISTRAEM, ELES NOS DESTROEM.
É UMA QUADRILHA DE FILHOS DO CAPETA DUCARAI.

Eita, ra ra, ru ru, o supremo é NOSSO? Que quadrilha de filhos do capeta ducarai.

> https://youtu.be/YH_iLz8RlMA

Responder

    Pardal de Castro

    07 de julho de 2019 às 09h38

    A QUADRILHA mesmo tá presa…. só no BNDES roubaram 500 BILHÓES e ainda me aparecem PDB pra defender GATUNOS… Vamos criar vergonha, PNCs!

Zé Maria

06 de julho de 2019 às 14h38

Triste Destino: Fachinha do DD e do Marréco no STF.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.