VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Você escreve

Justiça do Rio manda soltar 439 bombeiros presos


10/06/2011 - 10h27

Ana Claudia Costa, O Globo

RIO – Os deputados federais Alessandro Molon (PT-RJ), Protógenes Queiroz (PC do B-SP) e Doutor Aluizio (PV-RJ) conseguiram, na madrugada desta sexta-feira, habeas corpus para os 439 bombeiros que foram presos após invadirem o Quartel Central da Corporação, há uma semana. A decisão é do desembargador Cláudio Brandão. Os deputados estão seguindo para o quartel de Charitas, em Niterói, onde está a maioria dos presos, para comunicar a familiares dos detidos a decisão da Justiça. Há bombeiros presos ainda no hospital da corporação, no quartel do Méier e no Grupamento Especial Prisional, em São Cristóvão.

A informação sobre o habeas corpus movimentou o acampamento dos militares que estão desde sábado na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Alguns já se abraçam em comemoração. A liderança do movimento que está no local, no entanto, preferiu se reservar e confirmar a notícia junto aos deputados primeiro para só então reunir o grupo de bombeiros nas escadarias da Alerj. Há informações não confirmadas de que os militares presos, assim que forem liberados, irão para a Alerj.

Na quinta-feira, atendendo a reivindicações dos bombeiros, o governador Sérgio Cabral anunciou a criação da Secretaria de Estado de Defesa Civil, tendo como titular o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Sérgio Simões . Em nota, ele também afirma que vai antecipar de dezembro para julho os seis meses de reajustes salariais de 5,58% para bombeiros, policiais militares, policiais civis e agentes penitenciários.

Apesar das medidas adotadas pelo governo, o cabo Laércio Soares, um dos representantes do movimento dos bombeiros, disse na tarde de quinta-feira que a categoria não iria recuar das escadarias da Alerj nem das manifestações enquanto os presos não fossem libertados e as punições e sanções fossem canceladas. A libertação determinada pela Justiça abre caminho para novas negociações.

Durante um evento em São Paulo na quinta-feira, o governador Sérgio Cabral disse ao site G-1 que a decisão sobre a libertação dos 439 bombeiros não cabia oa governo do estado:

– Cabe à Justiça Militar decidir sobre isso: se eles permanecem presos ou se eles não permanecem presos. Nós estamos cuidando, vamos cuidar depois do processo disciplinar. O Executivo estadual não tem o que fazer, nem libertá-los, nem mantê-los presos. Isso é uma questão da Justiça.

Policiais militares do Batalhão de Choque são repreendidos por usar camisas vermelhas

Cerca de 30 policiais militares do Batalhão de Choque tiveram a saída do plantão retardada na manhã desta sexta-feira em cerca de uma hora e meia porque usavam camisas vermelhas. O grupo, que deixaria o plantão às 8h foi chamado ao alojamento pelo comandante do batalhão, coronel Waldir Soares.

Segundo os policiais, o comandante disse que eles não poderiam usar vermelho para não associar a imagem do batalhão ao movimento dos bombeiros. Ele também os proibiu de sair em grupo da unidade.

Durante o discurso, ainda de acordo com os agentes, o coronel teria ameaçado de forma velada a transferência de quem utilizasse vermelho. O coronel teria dito que poderia conferir detalhadamente a produtividade de cada policial e ver que ela não estava condizente com o batalhão para, então, transferí-los. O grupo sairia do batalhão às 8h, após um serviço de 24h, mas só foi liberado às 9h30m, e gradualmente.

RIO – Os deputados federais Alessandro Molon (PT-RJ), Protógenes Queiroz (PC do B-SP) e Doutor Aluizio (PV-RJ) conseguiram na madrugada desta sexta-feira o habeas corpus para os 439 bombeiros que estão presos, após invadirem o Quartel Central da Corporação, há uma semana. A decisão é do desembargador Cláudio Brandão. Os deputados estão seguindo para Niterói para comunicar a decisão da Justiça aos familiares dos presos que estão no Quartel de Charitas.

Leia aqui a entrevista de Marcio H. Silva, pai de um bombeiro: “Não assine nada, nem com arma na cabeça”.

Leia aqui a carta aberta dos bombeiros à população do Rio de Janeiro.





51 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Marcio H Silva

11 de junho de 2011 às 11h30

Saiu no Facebook:
BOPE R$ 2.260,00 Para arriscar a vida;
Bombeiros R$ 960,00 Para salvar vidas;
Professor R$ 728,00 para preparar para a vida;
Médicos R$ 1.260,00 para manter a vida.
E o Sérgio Cabral? Ganha R$17.000,00 para F**** a vida dos outros!

Responder

Eduardo

11 de junho de 2011 às 10h24

Acho a luta por melhora salarial muito justa, principalmente uma categoria tão valoroza e que está recebendo um salário ridículo, mas outros assuntos também devem ser discutidos aqui. Os lideres do movimento influenciados ou não por um político bem conhecido dos cariocas resolveram invadir um quartel e estimular ações que quebram a disciplina e a hierarquia militar. Talvez não fosse este o melhor caminho para ter uma melhora salarial. Agora, como ficará a hierarquia militar entre os bombeiros ? Será que seria melhor fazer uma emenda constitucional para deixar os bombeiros como civis ?

Esta greve está seguindo um caminho que todos nós sabemos como ele começa, mas não sabemos como ele termina. A adesão de policiais( que também pertencem a uma carreira que possui grandes desafios e é pouco valorizada, só quem pertence poderia entender) aos atos de greve é muito temerária também pela condição militar da polícia. E a manifestação no domingo ? Ela pode ser de grande risco, pois quem garante que dentre eles não existirão alguns que estarão armados só para enfraquecer o movimento ou transformar o movimento em um coisa diferente de uma luta por melhores condições salariais ?

Responder

    Marcio H Silva

    11 de junho de 2011 às 11h25

    Negativo. Não acredite em notícias plantadas por Cabral na midia paga por ele. O movimento surgiu no 1º G-MAR, localizado em Botafogo. O movimento começou em Abril, e ninguém escutou, nem este político que voce diz, sem saber, estar por trás. Nas assmbleias, na Alerj, uma das deputadas estaduais mais atuantes foi a Djnira Rocha do PSOL. Com a força do movimento, que outros políticos se chegaram para apoio. A manifestação de Domingo é pacífica, como foi todas as manifestações. Se houver gente armada para provocar tumulto é porque está infiltrada a mando de Cabral. Passe bem nobre leitor e formador de opinião do PIG.

    Conceição Lemes

    11 de junho de 2011 às 12h06

    Marcio, que tal vc fazer um texto contando como surgiu o movimento para publicarmos no Viomundo? abs e parabéns

    Marcio H Silva

    11 de junho de 2011 às 12h20

    A noite faço, vou visitar meu filho que está no hospital dos bombeiros em tratamento. Ele teve TDT ( Transtorno De Delirio Transitório ). Por ser muito novo e ter passado este stress na corregedoria a qual sofreu maus tratos conforme relatado na entrevista ele explodiu dentro do confinamento a que foi submetido no quartel dos bombeiros, apesar de bem tratado, as condições lá dentro era estressante. Ficou muito excitado com a situação e começou a delirar. Nunca teve este quadro anteriormente, mas já dava sinais. Tudo que fazia era muito intenso, e estava se tornando perfeccionista. O episódio foi a gota d'agua.

Gerson Carneiro

11 de junho de 2011 às 08h51

Momentos antes da invasão do BOPE (ainda durante a concentração do BOPE) bombeiros imploram para que não invadisse e avisa que há crianças e mulheres.

[youtube 0CtDprJjww4 http://www.youtube.com/watch?v=0CtDprJjww4 youtube]

Responder

    Zé Fake

    11 de junho de 2011 às 12h40

    Legal.

    Bombeiros usando sua próprias famílias como escudos humanos.

    Nota mil pra eles.

    Gerson Carneiro

    12 de junho de 2011 às 01h49

    Quanta escrotidão.

    Respeite ao menos o drama do Marcio H Silva e seu filho.

    Zé Fake

    12 de junho de 2011 às 12h26

    Estou simplesmente reconhecendo algo que todo mundo está se esforçando em ignorar. Os bombeiros tem todo o direito de reivindicar, ainda mais com os salários baixíssimos que têm. Mas eles cometeram um erro gravíssimo para o qual todo mundo está fazendo vista grossa, ao usarem as próprias famílias em sua ação.

Gerson Carneiro

11 de junho de 2011 às 08h00

Deveria ter soltado apenas 438 eis que dos 439 um é X9.

Segundo nota publicada pela Folha no dia 7, terça-feira, um cabo infiltrado pela Secretaria de Segurança na manifestação acabou preso. O cabo Cleber Santos de Almeida foi escalado para se infiltrar na manifestação, só não sabia que iria acabar preso, do total de 12 infiltrados.

"Tentei explicar a situação, mas acabei sendo agredido", diz.

Todo castigo pra cagueta é pouco.

<img src=http://4.bp.blogspot.com/-42DgxK-BwVY/TfIN9xF8srI/AAAAAAAABNE/UzJhkFg8rzo/s1600/espiao.jpg>

Responder

Angélica

10 de junho de 2011 às 22h11

Gente os professores do estado do Rio tb estão em greve. Depois do resultado do IDEB em que o Rio ficou em penúltimo lugar, o Governador colocou a culpa nos professores e vem os tratando a ferro e fogo e é claro com baixíssimos salários.

Responder

Almerindo

10 de junho de 2011 às 15h41

Azenha, fora do assunto, o metrô de SP vai retirar BANCOS para aumentar a capacidade dos vagões! É mole???
http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agenc

Responder

ratusnatus

10 de junho de 2011 às 15h38

O que o Cabral estava pensando?
Que ninguém iria saber quanto ganha um bombeiro no Rio?
Que ninguém tomaria conhecimento do plano ridículo de reajuste?

E ainda vai a TV, espumando de ódio, para desqualificar um movimento de reivindicações absolutamente justas.
Se fosse um bom político, uma pessoa de visão, não teria passado por isso. Se queimou a toa.
Não ganhou nada, só perdeu!!!

flw

Responder

emerson57

10 de junho de 2011 às 15h01

se fosse o daniel dantas não ficava nem um dia preso.
e ainda mandava demitir o cabralzinho.

Responder

Bruno

10 de junho de 2011 às 14h48

Ótimo que eles foram liberados. Melhor ainda se forem de fato processados pelo erro grave.

Responder

Fernando

10 de junho de 2011 às 14h44

Agora é mobilizar a soceidade fluminense para o impeachment do Cabral / Pezão e convocação de novas eleições.

Responder

Avelino

10 de junho de 2011 às 14h43

Caro Azenha
Battisti,solto, os bombeiros libertos, voce se tornou, de novo, parte dos blogues sujos?!
Saudações

Responder

    CARLOS HENRIQUE

    12 de julho de 2011 às 00h00

    LAMENTO MUITO PELA SUA COMPARAÇÃO MEU CARO, MAS VC TEM O DIREITO DE OPINAR. SO TENTA CONSEGUIR INFORMAÇÕES MAIS APROFUNDADAS E MENOS PARCIAIS.
    439

Luci

10 de junho de 2011 às 14h41

O Governador Cabral supostamente entende de viagens, eventos glamourosos, mas governar para o bem de todos, está sendo um desastre para a a consolidação de nossa democracia.Porque os governos insistem em governar sómente para os ricos , ainda que os pobres paguem mais impostos que os privilegiados?

Responder

Maria Dirce

10 de junho de 2011 às 14h31

Advogada denuncia Globo por ocupação ilegal no Recreio
Projac também teria sido adquirido irregularmente
A CPI do 9º Ofício, que apura irregularidades na ocupação de terrenos da Barra da Tijuca, encontrou mais um personagem para a novela em curso na Assembleia Legislativa do Rio. Trata-se do empresário Roberto Marinho, cuja família controla as Organizações Globo.

Em depoimento prestado na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), a advogada Maria Alcina Dias Torga afirmou que o 9º Ofício facilitou a grilagem de um terreno de 300 mil metros quadrados no Recreio
http://www.jb.com.br/rio/noticias/2011/06/10/advo

dos Bandeirantes. A empresa beneficiada foi a Dermesil Comércio, Administração e Participação, que pertenceria à família Marinho.

Responder

Elisabeth

10 de junho de 2011 às 14h16

E aí Molón, é isso aí Protógenes! Estou emocionada… Esta acontecendo uma coisa linda no Rio. Uma grande mobilização da população também… Ontem Tinha um mar de carros e fita vermelha no Rio! O movimento dos bombeiros virou movimento da população! Ja disse antes, este uma nova maneira de se mobilizar usando as redes sociais. Ontem ouve ate sarau na ALERJ com o pessoal dos Detonautas e galera dos los hermanos… Domingo promete!! Todo mundo em Copacabana de vermelho. EU VOU

Responder

Marcelo Fraga

10 de junho de 2011 às 13h42

Pelo menos o deputado Protógenes toma uma medida honrada depois da vergonhosa votação que foi a mudança do Código Florestal, onde ele optou pelo sim.

Responder

priscila presotto

10 de junho de 2011 às 13h31

Fico contente com a decisão .Tenho o maior respeito pela trabalho dos bombeiros .Deveriam ganhar muito bem.
E agora Cabral ,vai conseguir apagar o fogo?

Abs a todos

Responder

Zé Fake

10 de junho de 2011 às 13h04

Agora ferrou, motim tá liberado! A próxima vez que a PM quiser aumento é só começar a ocupar quartéis usando civis como escudos humanos. Depois vai se a vez dos militares. É o ovo da serpente sendo chocado.

Responder

    Zé das Couves

    10 de junho de 2011 às 14h53

    E como se não bastasse, os líderes tem ligações com a bancada evangélica.
    Militares e religiosos, as duas categorias mais reacionárias da sociedade, enfim juntas novamente.
    E a esquerda aplaudindo…

    Zé Fake

    11 de junho de 2011 às 18h48

    E pelos comentários dá pra ver que o golpismo já está vicejando…

    Anna

    10 de junho de 2011 às 16h52

    A diferença é que a população não confia em " puliça". os mesmos pitbuls que foram agredir os colegas bombeiros.
    Se quiserem imitar, vão se dar mal!

alfred

10 de junho de 2011 às 12h58

Agora o blog Papo Furado, daquele jornalista ´´progressista´´, é capaz de dizer que os bombeiros foram libertados por ordem do Cabral, este arauto da burguesia decadente.

Responder

ricardo silveira

10 de junho de 2011 às 12h56

Acho que são justas as mobilizações por melhorias salariais de qualquer categoria de trabalhadores e espero que os bombeiros sejam atendidos. Será que se os bombeiros forem atendidos em suas reivindicações, sem que haja conseqüências disciplinares ou penais aos invasores, isso significará um precedente positivo às lutas de todas as demais categorias profissionais?

Responder

alfred

10 de junho de 2011 às 12h55

Sérgio Cabral, faz o seguinte: aproveite a boa notícia, finge que não é contigo, e sai de fininho. O Brasil vai ficar eternamente agradecido.

Responder

M. S. Romares

10 de junho de 2011 às 12h20

E o que o governador está esperando pra negociar um reajuste não-aviltante? Isso já deveria ter acontecido no início do ano, mas esperaram acender o estopim. Nunca gostei desse cabral e vou continuar gostando menos ainda. Se em SP temos uns "coisos", o RJ não fica atrás.

Responder

    anna

    10 de junho de 2011 às 16h56

    aqui são a turma "batman e Robin . Por sinal o prefeito "Terremoto" ( aquele que coloco tudo" na chão" ) sumiu com suas bravatas por esses dias, porque a batata dele também está assando…

    beattrice

    10 de junho de 2011 às 19h51

    Que situação deplorável essa do RJ e de SP, por diferentes caminhos chegamos a mesma desgraça.

Rogerio

10 de junho de 2011 às 12h13

O que o STJ cometeu um ao anular a operação SATIAGRAHA e CASTELO DE AREIA? Por que o silencio da mídia e dos blogueiros sujinhos?

(faz escuro mas eu canto…)

Responder

    ricardo silveira

    10 de junho de 2011 às 15h52

    Concordo, duas decisões absurdas, pelo que se conhece, para proteger gente de colarinho branco. A decisão sobre a Satiagraha entendo como um deboche à justiça.

Geysa Guimarães

10 de junho de 2011 às 11h49

Agrada-me saber que, mais uma vez, o deputado em quem votei dignifica minha escolha.
Viva PROTÓGENES!

Responder

    Antonio

    10 de junho de 2011 às 13h02

    Estou com você Geysa. Protógenes vai mudar o Brasil – nas devidas proporções de suas funções como deputado. Estou gostando muito de seu trabalho. É de um verdadeiro brasileiro, honesto e justo.

    Bruno

    10 de junho de 2011 às 14h49

    O que votou a favor do CF que vocês xingaram veementemente? Ah, bom.

    Fabio SP

    10 de junho de 2011 às 17h15

    Não! esse é o homônimo… Existem 2 Protógenes:

    Um para o bem

    Outro para o mal.

    Só rindo.

    beattrice

    10 de junho de 2011 às 19h52

    Divergências pontuais não desqualificam alguém que já fez tanto pelo país.

    Geysa Guimarães

    12 de junho de 2011 às 00h49

    Bruno:
    Que é CF? Qualquer coisa que seja, nunca xinguei Protógenes – passei por cima até do fato que foi ele a prender Maluf (fui malufista, deixei de ser faz tempo, mas ainda defendo o homem quando leio injustiças).
    Vc não pode colocar todos no mesmo balaio.

Renato

10 de junho de 2011 às 11h41

Isso é o que deu, o Cabral sair do ombro do Lula… Quando ele ficava com aquela carinha "Eu quero aprender; Ensina eu! Ensina eu!". Não tinha essas coisas… O Lula tá fazendo falta não é só no planalto não, gente… Rsrsrsrsrsrs

Responder

    beattrice

    10 de junho de 2011 às 19h52

    Tem outros que aproveitam a ausência do LULA e estão deitando e rolando.

Marcio H Silva

10 de junho de 2011 às 11h41

O Evento em São Paulo na quinta a noite é para lançar o guia Michelin do RJ em portugues.
Gasta Grana com marketing e se recusa a dar um aumento decente para os trabalhadores.
vejam detalhes no link: http://www.blogdogarotinho.com.br/lartigo.aspx?id

Responder

Julio Silveira

10 de junho de 2011 às 11h38

Já não era sem tempo. Quem devia estar lá seriam os covardes comandantes da corporação, que devem estar confortáveis com seus vencimentos, e que ordenaram a prisão mas pouco fizeram para que essa situação financeira de seus comandados chegasse a esse lamentavel ponto de obrigá-los a revoltar-se e gritar por justiça. Deve ter sido muito dificil para os bombeiro presos ter romper a disciplina com que sempre estiveram condicionados. É muito dificil viver com salario de fome enquanto seus lideres vivem como nababos.

Responder

Marcio H Silva

10 de junho de 2011 às 11h34

A GLOBO sempre emitindo noticias mas protegendo o Governador politicamente no âmbito estadual. Ainda não confirmei se os Deputados Federais agiram na madrugada, mas que fique registrado para os leitores do BLOG que quem estava na luta desde o início eram os Deputados Estaduais do RJ Marcelo Freixo ( PSOL ), Djanira Rocha ( PSOL ), Flavio Bolsonaro ( PP ), Larisse Garotinho ( PR ) e Senador Lindberg ( PT ), Comite de direitos humanos da OAB-RJ e Defensoria Pública do tribunal de Justiça do RJ.

Responder

edmil

10 de junho de 2011 às 11h33

O RIO PRECISA TIRAR ESSE DITADOR DO GOVERNO DO RIO , QUE SÓ SABE FALAR MERDA . FORA CABRAL

Responder

    Luciano Prado

    10 de junho de 2011 às 21h49

    Verdade

Luciano Prado

10 de junho de 2011 às 11h24

O jornal O Globo e suas filiais tentam agora emprestar ao movimento dos bombeiros uma ação política ligada aos evangélicos como se isso fosse o cerne da questão. Ou como se isso significasse crime.

Qualquer movimento social busca nas forças políticas constituídas apoios para alavancar e respaldar suas reivindicações.

O estranho, o ilegal seria o movimento dos bombeiros se aliarem a terroristas da Al-Qaeda.

O Globo, mais uma vez tenta criminalizar as ações políticas de partidos legalmente constituídos e de movimentos legítimos da sociedade organizada.

Muitos são os partidos e lideranças políticas que se colocam ao lado dos bombeiros. E é isso mesmo que a população espera. Que as lideranças políticas se mexam para desfazer as arbitrariedades de Cabral e da Globo.

Cabral e Globo, tudo a ver.

Responder

gilberto

10 de junho de 2011 às 11h16

Alessandro Molon (PT-RJ), Protógenes Queiroz (PC do B-SP) e Doutor Aluizio (PV-RJ) São dos poucos que politicos que prestam…parabens….

Responder

marcio_cr

10 de junho de 2011 às 10h55

Um crime o que fizeram com os bombeiros do RJ.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Blogs & Colunas
Mais conteúdo especial para leitura