VIOMUNDO

Diário da Resistência


Gleisi quer saber detalhes da conversa entre Bolsonaro e chefe do Exército, que manteve Lula preso com tuíte que saiu no Jornal Nacional
O comandante do Exército, general Eduardo Dias da Costa Villas Boas. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Você escreve

Gleisi quer saber detalhes da conversa entre Bolsonaro e chefe do Exército, que manteve Lula preso com tuíte que saiu no Jornal Nacional


02/01/2019 - 22h58

O que será que Bolsonaro e Villas Bôas conversaram e vai “morrer” entre eles? O que o general fez para garantir essa eleição? O que mais falta confessar sobre o ataque a Lula e à democracia? Uma fala pública assim, entre o presidente e o comandante do exército, não pode ficar sem explicações! Gleisi Hoffmann, presidenta do PT, no twitter

Bolsonaro diz que comandante do Exército ‘foi um dos responsáveis’ por ele estar na Presidência

via Extra

BRASÍLIA (Reuters) – O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira que o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, foi um dos “responsáveis” por ele estar na Presidência da República, mas não detalhou, em evento de transmissão do cargo de ministro da Defesa, que tipo de ação ele teria tomado nesse sentido.

“General Villas Bôas, o que já conversamos ficará entre nós. O senhor é um dos responsáveis por eu estar aqui”, disse Bolsonaro no evento de posse do ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva.

Em abril passado, na véspera de um julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) que poderia levar à liberdade o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Villas Bôas causou polêmica ao publicar duas postagens em sua conta do Twitter.

“Nessa situação que vive o Brasil, resta perguntar às instituições e ao povo quem realmente está pensando no bem do país e das gerações futuras e quem está preocupado apenas com interesses pessoais? Asseguro à nação que o Exército brasileiro julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição, à paz social e à democracia, bem como se mantém atento às suas missões institucionais”.

No julgamento, o ministro mais antigo do STF, Celso de Mello, chegou a questionar a publicação. “Alguns pronunciamentos manifestados no dia de ontem, especialmente declarações impregnadas de insólito conteúdo admonitório claramente infringentes do princípio da separação de Poderes impõe que se façam breves considerações a respeito desse fato, até mesmo em função da altíssima fonte de que emanaram”, disse Celso, sem citar diretamente o comandante do Exército.

(Reportagem de Ricardo Brito)

PS do Viomundo: O tuíte do comandante do Exército, “coincidentemente”, foi publicado a tempo de sair com destaque no Jornal Nacional, que repetiu o papel de moleque de recados que fazia durante a ditadura militar.

Leia também:

Depois de discurso em Libras, governo acaba com secretaria de apoio aos surdos

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Eduardo

03 de janeiro de 2019 às 12h38

Tem internauta que deveria ter bom senso e fazer curso de português antes de postar comentarios imbecis nos blogs.Escrever em português assim é pior que demonstrar a própria imbecilidade. Cordeiro de Deus, tende piedade dos internautas!

Responder

Magnaldo Nicolau

03 de janeiro de 2019 às 08h35

Simplesmente fuzilar todas autoridades que Apolinário acha que prejudicaram o povo? Um comentário desse não era nem prá ser publicado de tāo idiota

Responder

José cordeiro

03 de janeiro de 2019 às 08h21

Gleisi vc deveria se preocupar com as conversas de lula com os ditadores que saquearao os cofre do bnds que levou ao caus .se vcs fose patriotas reipeitase nosa bandeira estaria torcendo pela recuperação da Nosa economia que vcs destruí chega de ipocrezia com estis comentário só agrada esquerdista fanáticos e doutrinados

Responder

Apolinario jose pereira

02 de janeiro de 2019 às 23h48

Mais uma prova de mais um golpe dessa vez na politica brasileira, feita pela globo e cia juntos com o comandante Vilas Boas e seus capangas das forçad armadas e ministerio publico e justiças tofos juntos golpeando o povo brasileiro. Prisao no Bolsonada, Vilas Boas e todo o comando do exercito, a abobrinha procuradora Dodge e os noves ministros da suprema corte, ficando solto apenas Marcos Aureluo e Laeandoski. E fuzilar todos ja!

Responder

    Fabio Neumann

    03 de janeiro de 2019 às 11h06

    A notícia é uma porcaria. A amante, alucinada. E esse comentário vem a complementar a trama contra o Brasil.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.