VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Você escreve

Canese: Lugo teve menos tempo para se defender que motorista multado no Paraguai


25/06/2012 - 23h10

Paraguai: Franco, o novo Stroessner

por Ricardo Canese, no ABC

25 de junho de 2012

Alfredo Stroessner foi recebido em 4 de maio de 1954 — e até alguns meses depois — com júbilo por pessoas com trajetória democrática de toda uma vida. Mesmo Augusto Roa Bastos, nosso principal escritor nacional, barbaramente perseguido pela ditadura stroessnista, dedicou a ele um poema que aplaudia o novo governo — ditadura — em seu início. Indubitavelmente, Roa Bastos se enganou, já que seu apoio à incipiente ditadura foi um peso moral que carregou por toda a vida e era algo de que não queria falar, pela profunda vergonha que causava. Outros que hoje se fingem de democratas apoiaram publicamente o ditador Alfredo Stroessner por anos e mesmo décadas e, quando era evidente que a ditadura acabava, se tornaram furibundos “democratas”.

A atual maioria parlamentar, produto dos votos em lista, perpetrou na sexta-feira um autêntico golpe de Estado parlamentar. A época das quarteladas já saiu de moda, definitivamente. Há países com democracia consolidada onde nunca se produzirá um golpe de Estado, inclusive na maioria dos países de nossa anteriormente instável América Latina.

Mas, no Paraguai, como constatamos lamentavelmente, podem se dar golpes muito parecidos com o aplicado por Hitler na culta Alemanha, faz uns 80 anos, também um golpe parlamentar. Contra o governo de Fernando Lugo não foi apresentada prova alguma, como confessam desavergonhadamente os deputados que apresentaram e aprovaram um arremedo de acusação num prazo de apenas duas horas. O Senado deu menos de um dia a nada menos que o Presidente da República para exercer seu direito de defesa, enquanto em julgamentos sumários, como o das multas de trânsito, todo cidadão tem cinco dias para apresentar sua defesa. Também ao ex-presidente Cubas foram dados cinco dias para defender-se.

É provável que os insignes parlamentares, aprendizes de ditadores, consideram que uma multa de trânsito mereça mais garantias constitucionais que quem tinha exercido a Presidência da República durante quatro anos com alta aceitação popular. Foram violadas todas as normas de processo legal e de legítima defesa, porque os golpistas sabiam que a única oportunidade de chegar ao poder era fazer um julgamento político meteoricamente, mesmo violando a Constituição. De outra forma, a reação democrática de nosso povo e do mundo não teriam permitido.

Stroessner qualificava seu regime como “uma democracia sem comunismo”. Do primeiro não tinha nada e o segundo — a eliminação do comunismo — era apenas uma desculpa para eliminar, inclusive fisicamente, a todo democrata e não apenas aos valentes membros do Partido Comunista, que foram aqueles que com mais convicção e empenho se opuseram à ditadura stroessnista. O então Partido Liberal teve traidores da democracia que, desde o início, se prestaram ao jogo do ditador. Os liberais mais dignos — como Domingo Laíno — lutaram desde o início com todos os meios a seu alcance contra a ditadura, o que custou centenas de vidas, torturas, prisão e exílio não apenas a membros deste partido libertário tradicional do Paraguai, como a militantes de todos os demais partidos políticos e de organizações sociais do país, como as Ligas Agrárias.

Hoje, o ditador Federico Franco — e o bando que o apoia desde a cúpula de seu partido — trai os princípios libertários do partido e os mancha para sempre com a ditadura, uma desonra que causou profunda impressão no Partido Colorado. A horas de perpetrar-se o golpe, já existiam ameaças de morte contra pessoas íntegras que se opõem à ditadura. Não sabemos até quando teremos segurança para nossas famílias e para nós mesmos. Ainda assim, como fizemos durante a ditadura de Alfredo Stroessner, reiteramos nosso chamado a nos manifestarmos pacificamente em toda a República para exigir que o único Presidente constitucional da República do Paraguai, Fernando Lugo, assuma novamente suas funções e que se restitua o estado de direito, violado lamentavelmente pelo ditador Franco e sua quadrilha.

PS do Viomundo: Fernando Lugo lançou uma site na rede para resistir ao golpe, que fica aqui.

 Leia também:

Pública: Revolução à americana (o golpe veste roupa de civil)

Honduras: O que rolou depois do golpe

Washington vai usar golpe para bloquear Venezuela no Mercosul?

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



31 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

A mineradora, a energia de Itaipu e o golpe de Estado no Paraguai « Viomundo – O que você não vê na mídia

28 de junho de 2012 às 23h52

[…] Ricardo Canese: Lugo teve menos tempo para se defender que um motorista multado […]

Responder

Hélio Doyle: E a velha, antiga luta continua… « Viomundo – O que você não vê na mídia

28 de junho de 2012 às 01h49

[…] Ricardo Canese: Motorista multado no Paraguai tem mais prazo que Lugo […]

Responder

Rogério Madureira

27 de junho de 2012 às 23h54 Responder

Rodrigo Carvalho

27 de junho de 2012 às 21h19

Realmente, mais um golpe que envergonha e atrasa algo melhor para o Paraguai. Se o Paraguai foi suspenso do Mercosul , que seja expulso por lá não haver respeito aos poderes e presidente constituídos. E assim que for expulso, que homologuem a entrada da Venezuela. Assim, os golpistas, os EUA/CIA. os PIG’s vão pensar duas vezes antes de aprontar outra.

Responder

Taques

27 de junho de 2012 às 20h30

Do jornalista Carlos Brickmann:

“Cadê o Exército nas ruas de Assunção? Não está. Cadê os tanques fechando o Congresso e cercando os tribunais? Não há. Em que prisão foram colocados o ex-presidente e seus ministros? Em nenhuma: ao contrário, eles se reúnem normalmente, abertamente, para discutir política e criticar os atos do novo Governo. O Congresso aprovou o impeachment com votação avassaladora e a Corte Suprema considerou que o processo seguiu todos os ritos constitucionais.”

Completo: cadê o povo nas ruas?

Responder

Santayana: EUA estão de olho na Tríplice Fronteira « Viomundo – O que você não vê na mídia

26 de junho de 2012 às 20h25

[…] Breno Altman: Brasil reage de forma “branda” e pode estimular outros golpistas Canese: Lugo teve menos tempo para se defender que motorista multado no Paraguai […]

Responder

Francisco

26 de junho de 2012 às 19h49

O PT não operou NENHUMA mudança institucional no país.
– Reforma politica
– Reforma eleitoral
– Reforma agrária
– Reforma tributária
– Reforma dos curriculos das escolas militares
– Reforma do curriculo das escolas civis
– Estatização do ensino fundamental
– Estatização do ensino médio
– Estatização do ensino superior
– Estatização do ensino técnico
– Reformas plebiscitárias

Nada.

Depois reclama…

Responder

    Moacir Moreira

    26 de junho de 2012 às 21h34

    Calma, o PT só está há 10 anos no poder.

    Walmir

    27 de junho de 2012 às 13h47

    Ai, caray… quem tá pedindo reforma institucional? Única coisa que espero do governante: fazer cumprir as leis.
    Governante não precisa fazer mais do que isso.
    Se ele faz cumprir as leis, ele não atrapalha.
    Não atrapalhando, está ótimo.

Vlad

26 de junho de 2012 às 17h08

O novo ícone da esquerda pragamática e paladino da broncosfera progressista disse que não houve golpe.

http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5860767-EI20486,00-Nao+houve+golpe+de+Estado+no+Paraguai+diz+Fernando+Collor.html

Responder

oziel f. albuquerque

26 de junho de 2012 às 17h00

Vomos todos ficar pronto aqui no Brasil. até porque, pode acontecer o mesmo no nosso país um golpe parlamentar, é só o pmdb se aliar com a oposição.

Responder

Sagarana

26 de junho de 2012 às 15h55

“golpe” institucional, confirmado pela Corte Suprema. Resta ao Lugo queixar-se ao Bispo.

Responder

Bruna Oliveira

26 de junho de 2012 às 14h25

“Meu caro Ricardo. O golpe aconteceu e se sustentou justamente porque tem uma democracia forte por detrás dele; a dos EUA.” [2]

Depois desse comentários, não há mais o que dizer.

Eu acho que talvez seja o momento de mudarmos o discurso e pensarmos: a raiz e como a democracia se mantem firme. Ao bom investigador não faltam indícios das fragilidades jurídicas da sociedade e de sua ineficiência no exercício pleno da soberania popular.

Responder

C. Roberto

26 de junho de 2012 às 13h57

Parece que nosso quintal irá se transformar num lugar sem dono. Os “rapinadores” USA & UK já estão de olho nesse novo satélite…O golpe é só o início do plano. Brasil abra os olhos!!! Pesquisa para a fabricação da Bomba H já… Que adianta crescer e não ter tecnologia para resguardar suas riquezas???

Responder

    Moacir Moreira

    26 de junho de 2012 às 21h40

    Crescer endividando o povo até a Grécia sabe fazer.

    Golpe no Brasil é desnecessário.

fabio

26 de junho de 2012 às 11h32

Eu lembro que no ano passado o senado brasileiro aprovou um reajuste no contrato de energia paga ao Paraguai.
Sendo que um novo reajuste só estava previsto para 2023. E não foi um reajustizinho o valor triplicou.
A oposição condenou o aumento dizendo que existia um interesse ideológico na decisão. Já que faz parte de um pré-acordo entre LULA e o presidente do Paraguai em 2009.O viés ideológico foi amplamente negado.
Os senadores que aprovaram a decisão falaram que o valor era justo, tratava-se de um decisão para fortalecer o país
como lider da região, etc etc etc… Perguntinha e se fosse hoje, será que esse aumento “justo” sem viés ideológico seria autorizado ?

Como o acordo foi em 2011 o pagamento deve passsar a valer para 2012. A nova “ditadura” Paraguai ganhou de presente do Brasil + 240 milhões para reforçar o seu caixa.

Responder

Marcelo de Matos

26 de junho de 2012 às 09h57

Na TV Cultura o historiador tucano Marco Antonio Villa defende o golpe com base em artigo da constituição paraguaia: http://tvcultura.cmais.com.br/jornaldacultura/jornal-da-cultura-25-06-2012-2-bloco

Responder

Romanelli

26 de junho de 2012 às 08h51

essa é a porcaria ..em quem confiar e a quem dar razão ?

Hoje vemos meio que atônitos um processo legalista evoluir no PARAGUAI.

Como, como considerar ilegal, de exceção e/ou totalitário um rito previsto em lei e amparado pela Constituição “democrática” dum país ? difícil ..pior, como eventualmente punir os que do excesso sumário se beneficiam, sem no entanto prejudicarmos ainda mais o povo que a rigor não tem nada com isso ?

Chaves não titubeou, imediatamente cortou o suprimento de Petróleo ..palmas, PALMAS ???.

E por se falar em Chaves, pra mim este é outro que independente dos referendos, é outro que de tacada em tacada legislativa vai se perpetuando por sob medidas, feitas a ele sob medida.

..e pra ele, os “democratas” do Paraguai tratam de revidar brecando-o na tentativa de se aproveitar da onda “progressista” sul-americana, atrasando o quanto se pode sua filiação junto ao Mercosul, numa associação em que todos poderiam ganhar.

DIFÍCIL ..e aqui há de nos perguntarmos, e quem ganha com isso ? os povos e os países ? quem ganha com tanta baixaria e com conceitos, valores e princípios forjados num amadorismo VULGAR, um que beira mais a um oportunismo mundano e aético, este que caracteriza qualquer ordinário totalitário quando catapultado ao poder – tipo daqueles que se pedem e pagam por uma reeleição compreende ?

E por se falar em AMADORISMO VULGAR, interessante foi notar como que AQUI a imprensa golpista – a famosa PIG – tratou de imediatamente suavizar a FOTO tirada por LULA junto a bandido contumaz e, num “lapso de isonomia democrática”, correu a lembrar que em idos tempos outros políticos de reputação quase que ilibada, tb com apelo popular, posaram em seu tempo com tão ABJETO EXEMPLAR.

Interessante ..a quem tentam salvar ? pensem .. a aliança do CAPO e de sua ORGANIZAÇÃO que atravessa gerações (presente há 40 anos na administração MUNICIPAL de SP) ..ou a ex-ministro, ainda café-com-leite, que hoje se apresenta como candidato afetivo de famoso líder político que, parece, esta movido por ódio e sentimento de vingança pessoal, cega, que insiste em negar ?

..eu particularmente fico com a 1a impressão e leio isso como sinal de que o PANGARÉ AÉTICO em quem se apoiavam até recentemente já não tem tantas chances de faturar o “sweepstake”, obrigando-o com isso, ao PIG, a buscar de forma mais serena uma composição tardia, mesmo com quem há bem pouco ele jurava odiar.

e aí, devo chorar ou comemorar ? sei lá, só sei que tá cheio de “jornalista” que não vê a hora de se compor e FATURAR, e que esta só esperando a poeira abaixar.

francamente ..aí tem ??!!

REITERO, Nosso problema não é ideológico,programático ou partidário, é MORAL mesmo, e aqui, lamento, NÃO há diálogo e razão que se possa usar pra se levar ao convencimento cidadão ..verdade é que nos falta BERÇO mesmo, educação, vontade de se dar ao respeito e de se respeitar..

a propósito – PAGOT, quem te pagô e pra quem você repassô ?

..em tempo

GRAÇA FORTE acusa a antiga diretoria da PETROBRÁS de falta de planejamento, falta de controle e PIOR, de FRAUDE mesmo, ao usar do expediente de inflar dados e perspectivas.

..e ainda alerta: o atual governo esta represando a equiparação dos preços da ESTATAL aos praticados internacionalmente (estes que já vem de há MUITO caindo inexoravelmente) forçando a PETROBRÁS a trabalhar no VERMELHO e a reprogramar PRA BAIXO produção e investimentos.

então deixo ver se entendo ..THC vendeu a CVRD que não paga um TUSTA pra exportar o nosso minério às pencas aos chineses que depois voltam pra concorrer “baratinho” com o mesmo minério tributado ferozmente pros daqui de dentro.

..e hoje vendemos combustível no Mercado Interno com prejuízo só pra não CONSTATARMOS que a política PREGUIÇOSA e COVARDE de contenção de preços via aumento do juros placebo, SEM tocar em pontos nevrálgicos como a indexação dos preços e contratos por exemplo, não deu certo ..é isso?

Noutra ponta, o BB avisa que dará aporte de R$ 2 bi para uma de suas mais recentes aquisições (feitas quando do SWAP de Henrique Meireles no BC), aporte dado ao BANCO VOTORANTIN por este estar enfrentando dificuldades em manter-se líquido frente ao esforço ARTIFICIAL e hercúleo que foi obrigado a seguir pra tentar manter o mercado de veículos interno atrativo ao investidor estrangeiro.

..sei sei

“A confiança perdida é difícil de recuperar. Ela não cresce como as unhas.” – Johannes Brahms

“se vc me engana uma vez a culpa é SUA, se duas, MINHA” -ditado chinês

http://www.youtube.com/watch?v=zbFb3N7ZmtQ

Responder

    Nelson

    26 de junho de 2012 às 10h06

    “Hoje vemos meio que atônitos um processo legalista evoluir no PARAGUAI.”

    “Processo legalista?”
    Parece que nosso eminente comentarista Romanelli não leu o texto do Ricardo Canese.

    Externo

    26 de junho de 2012 às 11h21

    Em que planeta vc vive Romaneli??? Seu dircurso é inconsistente…. fraco… não resiste a meia duzia de criticas. Ta precisando se reciclar Romaneli… o mundo está mudando meu nobre… ta na hora de mudar essa cabecinha de girico sua cara… acorda!!! Planeta Terra chamando!!!

    Zezinho

    26 de junho de 2012 às 16h58

    Tá fácil assim né? Que tal elencar as contradições/inconsistências e contribuir com o debate?

    Esse truque de dizer que o outro é um zé mané e que suas teses são furadas sem contestá-las já tá muito batido.

    Faltou chamá-lo de demotucanalha e ultra-direitista troll

FrancoAtirador

26 de junho de 2012 às 06h39

.
.
Democracia Representativa Capitalista:

De Ken, por Ken e para Ken?

Barbie Clinton explica…

Responder

Acadêmicos denunciam ajuda dos Estados Unidos à repressão em Honduras « Viomundo – O que você não vê na mídia

25 de junho de 2012 às 23h56

[…] Canese: Motorista multado no Paraguai tem mais tempo para se defender que Lugo […]

Responder

Breno Altman: Brasil reage de forma “branda” e pode estimular outros golpistas « Viomundo – O que você não vê na mídia

25 de junho de 2012 às 23h48

[…] Canese: Motorista multado no Paraguai tem mais tempo para se defender que Lugo […]

Responder

ricardo

25 de junho de 2012 às 23h41

É triste como um país pode ter, nos dias de hoje, uma democracia tão fraca ponto de permitir esse tipo de golpe.

Responder

    Romanelli

    26 de junho de 2012 às 09h00

    mais triste ainda é tentarmos descobrir quais dentre as democracias presta como modelo

    será que a européia e americana com suas guerras, SEGREDOS e morticínios ? ..ou será que a brasileira sem povo nem consequência, mas com muito coronelismo ?

    pperez

    26 de junho de 2012 às 10h51

    Pior que tristeza foi a decepcionante figura de um presidente da republica eleito, ser deposto de forma humilhante e ainda sorrindo para posteridade porque, para ele,saia pela porta do coração do povo!
    Lugo percebeu sua covardia quando todos os paises vizinhos detonaram o novo governo Paraguaio.
    Agora,da calçada,tenta organizar uma reação.
    Acho que sua chance será somente nas eleições(de 2013 (se houver) mas sua credibilidade está rente ao chão!

    Romanelli

    26 de junho de 2012 às 11h18

    do que entendi, no Paraguai não há reeleição ..e o presidente após mandato vira senador vitalício, sem direito a voto

    artigo 229

    agora é o seguinte, melhor o BISPO tratar de cuidar dos seus 4 filhos (óiaaaa)

    http://pdba.georgetown.edu/Constitutions/Paraguay/para1992.html

    Julio Silveira

    26 de junho de 2012 às 09h48

    Não se iluda meu caro, o Brasil não está imune.
    Aqui todos os instrumentos de poder estão a serviço do conservadores, como lá.
    Hipocrisias a parte, já derrubamos até um presidente como lá. E outros podem ser derrubados a qualquer momento, desde que haja uma interação de forças conservadoras de direita e de esquerda, e isso acontece e já aconteceu quando o inimigo era de todos eles. E você não surpreenda pensando que não existem conservadores de esquerda. Por mais esdruxulo que pareça eles existem, se escondem atrás de grupos dessa vertente ideológica por sobrevivência politica. Mas na ação harmonizam com os grupos conservadores, quer facilitando-lhes a vida, ou mesmo se associando a esses grupos em parcerias de interesse politico mutuo como acontece frequentemente. Infelizmente o Brasil que desejo parece inalcançável, os sinais que são dados a cada dia me dizem que somos mais parecidos com um Paraguai grande.

    Nelson

    26 de junho de 2012 às 10h09

    Meu caro Ricardo. O golpe aconteceu e se sustentou justamente porque tem uma democracia forte por detrás dele; a dos EUA.

    P.S: Se é que podemos chamar de democracia aquilo que temos no grande país do norte.

    H. Back™

    28 de junho de 2012 às 00h18

    Exato! Lá têm-se dois “partidos” que fazem de conta que são partidos políticos, sendo na verdade um único partido! O programa de governo de um, é tão parecido com o do outro, que podemos chamá-lo de um único partido, o partido da CIA.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.