VIOMUNDO

Diário da Resistência


Bancários do Rio dizem que Itaú está preparando a privatização do Banco do Brasil; “reestruturação” já fechou 402 agências
Você escreve

Bancários do Rio dizem que Itaú está preparando a privatização do Banco do Brasil; “reestruturação” já fechou 402 agências


27/08/2017 - 21h06

do Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro

“Colocaram a raposa no galinheiro dos ovos de ouro”.

O ditado popular explica com exatidão o que vem acontecendo dentro do Banco do Brasil, para atender interesses privados, mais precisamente, do Itaú.

Em 2016 foi contratada, sem licitação, por “notório saber”, a Falconi Consultores de Resultados, para preparar o desmonte do BB, chamado oficialmente de “reestruturação”.

O trabalho desta empresa é enxugar a estrutura do banco público, preparando-o para a privatização, política do governo Fernando Henrique Cardoso, retomada pelo seu aliado, Michel Temer.

Entre os membros do Conselho de Administração da Consultoria Falconi está Pedro Moreira Salles, à época da contratação Presidente do Conselho de Administração da holding Itaú Unibanco, atualmente Presidente do Conselho Diretor da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban).

O absurdo é um banco privado estar conduzindo as políticas de um banco público, que tem um papel estratégico, o de fomentar o desenvolvimento econômico e social do país.

No mínimo a situação configura um conflito de interesses, já que o desmonte da rede de agências, com extinção de milhares de postos de trabalho, abriu espaço para os bancos privados, entre eles o próprio Itaú.

A primeira fase da reestruturação resultou no fechamento de 402 agências, extinção de 9.400 postos de trabalho e redução salarial drástica que atingiu quase 4 mil funcionários.

O concorrente continua dentro do BB. A mesma consultoria está fazendo o mapeamento dentro da Diretoria de Tecnologia do banco, um setor altamente estratégico a cujas informações o setor privado está tendo acesso.

Seguindo a linha de “mãos de tesoura” da Falconi, de corte dos custos, há o temor de extinção de funções, abrindo espaço para a substituição de funcionários concursados por trabalhadores precarizados de empresas terceirizadas.

Leia também:

Petrobras só afasta “agente do mercado” que deveria ter demitido





6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Pasquale

29 de agosto de 2017 às 14h15

Alguém sabe escrever aqui?
Jguz, quantos comentários incoerentes.

Responder

Willism

29 de agosto de 2017 às 13h25

Boa tarde. O Brasil tá numa situação terrível. Mantém estatais que servem de barganha pra políticos e governos corruptos fazerem seus joquetes que prejudicam todos. Os funcionários das empresas são apenas detalhes para os governos. Se leis anti-corrupção que relamente penalizem os corruptos e corruptores não salvaremos o Brasil. Lamento.

Responder

Cláudio

28 de agosto de 2017 às 19h20

Bandidos, canalhas!

Responder

antonio

28 de agosto de 2017 às 18h26

O Brasil de 209 milhões de habitantes virou um verdadeiro Haiti com nomes trocados: uma sociedade em que: os atores, os 3 poderes da republica,os grandes empresários, os religiosos, sistema financeiro, os grupos televiso manipula a sociedade todos agem igual em tudo com isto o brasil ficou sem conteudo em todos os sentidos da atividade humana o pais sendo rifado a quem dar mais dinheiro e voltando as atores todos corruptos

Responder

adhemir martins

28 de agosto de 2017 às 10h41

Fora temer. Juntamente com seus ministros corruptos. Vc. Estão destruindo o Brasil. Cambada de ratos. Fdp.

Responder

Antonio

28 de agosto de 2017 às 01h33

Primeiro quebra, depois vende a praço de lixo, sim, lixo, porque bana tá caro pra caramba!!

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Blogs & Colunas
Mais conteúdo especial para leitura