VIOMUNDO

Diário da Resistência


Você escreve

Altamiro Borges: Mídia clama por golpe


01/04/2010 - 08h06

por Altamiro Borges, no seu blog

Quinta-feira, 1º de abril, marca os 46 anos do fatídico golpe civil-militar de 1964. Na época, o imperialismo estadunidense, os latifundiários e parte da burguesia nativa derrubaram o governo democraticamente eleito de João Goulart. Naquela época, a imprensa teve papel destacado nos preparativos do golpe. Na sequência, muitos jornalões continuaram apoiando a ditadura, as suas torturas e assassinatos. Outros engoliram o seu próprio veneno, sofrendo censura e perseguições.

Nesta triste data da história brasileira, vale à pena recordar os editoriais dos jornais burgueses – que clamaram pelo golpe, aplaudiram a instalação da ditadura militar e elogiaram a sua violência contra os democratas. No passado, os militares foram acionados para defender os saqueadores da nação. Hoje, esse papel é desempenhado pela mídia privada, que continua orquestrando golpes contra a democracia. Daí a importância de relembrar sempre os seus editorais da época:

O golpismo do jornal O Globo

“Salvos da comunização que celeremente se preparava, os brasileiros devem agradecer aos bravos militares que os protegeram de seus inimigos. Este não foi um movimento partidário. Dele participaram todos os setores conscientes da vida política brasileira, pois a ninguém escapava o significado das manobras presidenciais”. O Globo, 2 de abril de 1964.

“Fugiu Goulart e a democracia está sendo restaurada…, atendendo aos anseios nacionais de paz, tranqüilidade e progresso… As Forças Armadas chamaram a si a tarefa de restaurar a nação na integridade de seus direitos, livrando-a do amargo fim que lhe estava reservado pelos vermelhos que haviam envolvido o Executivo Federal. O Globo, 2 de abril de 1964.

“Ressurge a democracia! Vive a nação dias gloriosos… Graças à decisão e ao heroísmo das Forças Armadas que, obedientes a seus chefes, demonstraram a falta de visão dos que tentavam destruir a hierarquia e a disciplina, o Brasil livrou-se do governo irresponsável, que insistia em arrastá-lo para rumos contrários à sua vocação e tradições. Como dizíamos, no editorial de anteontem, a legalidade não poderia ter a garantia da subversão, a ancora dos agitadores, o anteparo da desordem. Em nome da legalidade não seria legítimo admitir o assassínio das instituições, como se vinha fazendo, diante da Nação horrorizada”. O Globo, 4 de abril de 1964.

“A revolução democrática antecedeu em um mês a revolução comunista”. O Globo, 5 de abril de 1964.

Conluio dos jornais golpistas

“Minas desta vez está conosco… Dentro de poucas horas, essas forças não serão mais do que uma parcela mínima da incontável legião de brasileiros que anseiam por demonstrar definitivamente ao caudilho que a nação jamais se vergará às suas imposições”. O Estado de S.Paulo, 1º de abril de 1964.

“Escorraçado, amordaçado e acovardado, deixou o poder como imperativo de legítima vontade popular o Sr João Belchior Marques Goulart, infame líder dos comuno-carreiristas-negocistas-sindicalistas. Um dos maiores gatunos que a história brasileira já registrou, o Sr João Goulart passa outra vez à história, agora também como um dos grandes covardes que ela já conheceu”. Tribuna da Imprensa, 2 de abril de 1964.

“Desde ontem se instalou no país a verdadeira legalidade… Legalidade que o caudilho não quis preservar, violando-a no que de mais fundamental ela tem: a disciplina e a hierarquia militares. A legalidade está conosco e não com o caudilho aliado dos comunistas”. Jornal do Brasil, 1º de abril de 1964.

“Golpe? É crime só punível pela deposição pura e simples do Presidente. Atentar contra a Federação é crime de lesa-pátria. Aqui acusamos o Sr. João Goulart de crime de lesa-pátria. Jogou-nos na luta fratricida, desordem social e corrupção generalizada”. Jornal do Brasil, 1º de abril de 1964.

“Pontes de Miranda diz que Forças Armadas violaram a Constituição para poder salvá-la”. Jornal do Brasil, 6 de abril de 1964.

“Multidões em júbilo na Praça da Liberdade. Ovacionados o governador do estado e chefes militares. O ponto culminante das comemorações que ontem fizeram em Belo Horizonte, pela vitória do movimento pela paz e pela democracia foi, sem dúvida, a concentração popular defronte ao Palácio da Liberdade”. O Estado de Minas, 2 de abril de 1964.

“A população de Copacabana saiu às ruas, em verdadeiro carnaval, saudando as tropas do Exército. Chuvas de papéis picados caíam das janelas dos edifícios enquanto o povo dava vazão, nas ruas, ao seu contentamento”. O Dia, 2 de abril de 1964.

“A paz alcançada. A vitória da causa democrática abre o País a perspectiva de trabalhar em paz e de vencer as graves dificuldades atuais. Não se pode, evidentemente, aceitar que essa perspectiva seja toldada, que os ânimos sejam postos a fogo. Assim o querem as Forças Armadas, assim o quer o povo brasileiro e assim deverá ser, pelo bem do Brasil”. O Povo, 3 de abril de 1964.

“Milhares de pessoas compareceram, ontem, às solenidades que marcaram a posse do marechal Humberto Castelo Branco na Presidência da República… O ato de posse do presidente Castelo Branco revestiu-se do mais alto sentido democrático, tal o apoio que obteve”. Correio Braziliense, 16 de abril de 1964.

Apoio à ditadura sanguinária

“Um governo sério, responsável, respeitável e com indiscutível apoio popular, está levando o Brasil pelos seguros caminhos do desenvolvimento com justiça social – realidade que nenhum brasileiro lúcido pode negar, e que o mundo todo reconhece e proclama”. Folha de S.Paulo, 22 de setembro de 1971.

“Vive o País, há nove anos, um desses períodos férteis em programas e inspirações, graças à transposição do desejo para a vontade de crescer e afirmar-se. Negue-se tudo a essa revolução brasileira, menos que ela não moveu o país, com o apoio de todas as classes representativas, numa direção que já a destaca entre as nações com parcela maior de responsabilidades”. Jornal do Brasil, 31 de março de 1973.

“Participamos da Revolução de 1964 identificados com os anseios nacionais de preservação das instituições democráticas, ameaçadas pela radicalização ideológica, greves, desordem social e corrupção generalizada”. Editorial de Roberto Marinho, O Globo, 7 de outubro de 1984.

Livro do Luiz Carlos Azenha
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet



45 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Vieira

28 de janeiro de 2012 às 00h32

Fico lendo estes comentários e o sorriso me vem a face. É como conversa de flamenguistas e vascaínos ou de corinthianos e palmerenses. Sobre uma mesma partida, histórias tão diferentes. Uns dizem que a ditadura militar foi sangrenta…outros dizem que a implantação do regime comunista foi a que mais torturou e assassinou pessoas no mundo, superando os mortos até mesmo nas grandes guerras. Uns dizem que o governo lula elevou a situação econômica do país…outros dizem que ele já pegou o plano real pronto no forno. Uns dizem que os governos do PSDB e demais partidos foram contra ou nunca foram pelo povo …outros dizem que o governo PTista distribui migalhas à custa dos que produzem no país, iludindo os pobres diabos com bolsas. Uns falam cobras e lagartos do governos anteriores ao do PT…outros afirmam nunca ter visto um mar de lama , de corrupção e de toda sorte de falcatruas no governo do PT, onde seus principais ícones foram excluídos do governo de forma vergonhosa para não atrapalhar ainda mais os seus intentos. Uns dizem que os governo s anteriores nunca fizeram nada pela saúde , educação, etc…outros dizem que este governo nada faz e ainda mascara e manipula os números da educação do país, proibindo a reprovação nos primeiros anos. Uns dizem que a imprensa outrora se bandiou para um lado…outros dizem que o governo ptista chegou a sensurar o trabalho da imprensa e um destes episódios foi divulgado em vídeo com o Bóris. É tanta falcatrua, tanta corrupção, tanto desprezo pelo povo que não tem REALMENTE educação, saúde e segurança, que chega a ser hilária as discussões e posicionamento de esquerda ou direita quando deveria existir apenas o governo pelo povo e para o povo, o que até agora não vi. Vejo apenas a vaidade de se dizer esquerdista, direitista, socialista, comunista, e outros istas mais que não resolvem nada. E o povo continua nas filas imensas dos hospitais, que o governo deveria fazer funcionar de forma decente e humana, morrendo a espera de atendimento; matriculando filhos em escolas, que o governo deveria fazer funcionar como instituições de respeito e educadoras, mas que na verdade estão brincando de ensinar, pois tenho contato direto com o ensino público e vejo a tristeza que é. Vamos deixar as bandeiras de lado, com rixas mesquinhas, e torcer juntos pelo Brasil.

Responder

Sol

03 de abril de 2010 às 19h13

Jango ( como era chamado, era um bom homem, mas "cunhado marionete" do caudilho Brizola, político eternamente de olho gordo no PODER, mas que nada conseguiu , e voltou-se então para a Cidade Maravilhosa e acabar com ela ….. os cariocas é que pagaram toda essa conta.
Me poupem, de Dilmas, Serras, Aécios, Ciros, Garotinhos e muitos outros mais, o Brasil precisa se reeducar e se reinventar para ser uma grande nação, o que dizem e mostram aí como já sendo grande país, é fumaça, maquiagem pura !!!!!

O BRASIL é muito mais do que isso….quando pararem de pensar em seus bolsos e suas contas em bancos( lá de fora) e pensarem somente no povo, aí sim seremos grandes!

Lamentavelmente o que aconteceu em 64 e vem acontecendo até agora é somente culpa nossa, povo ignorante, sem saúde, educação e cidadania!

Responder

Alício

02 de abril de 2010 às 19h17

Não tenho blog, mas, tenho e-mail e estou alertando para "serra presidente".Até bobões dos anos setenta da TFP tenho convencido de que o tempo passou( e era errado). E, eles estão mudando. DILMA 2010 ! Façam o mesmo, orem a Deus o tempo necessário e atendam ao Mesmo com poucos minutos pelo povo brasileiro.Desgraça nunca mais. Fora PSDB/DEM/PPS.

Responder

Hélio Jacinto

02 de abril de 2010 às 17h05

Com o apoio que Serra vem recebendo desta imprensa golpista, cada vez mais fico com a certesa de que Serra nunca foi da esquerda. Em1964 no comicio da Central do Brasil no Rio de Janeiro Serra participou como agente infiltrado do exercito para justificar o golpe.
A participação de Serra no Grupo guerrilheiro Ação popular , tambem foi como agente infiltrado para apontar o pessoal que combatia o regime militar. Sua fuga para o Chile para juntar se a FHC , tambem foi marcada de mistério.
Porque sera que nenhum orgão de imprensa cobra de Serra explicações sobre sua participação na AP ??????????
Serra seu passado o condena e seu presente não o recomenda.

Responder

luiz claudio

02 de abril de 2010 às 15h55

Uma coisa eu digo a voces,não haverá golpe,só se nos quisermos,sem apoio popular nada se sustenta,por isso em outubro temos que votar e eleger a DILMA presidenta,dando um recado a essas forças do atraso que o tempo são outros,tivemos oito anos de melhorias nos nossos indicadores econômico e sociais,o que ainda foi pouco,pois afinal vivemos durante toda nossa historia de país independente sofrendo grandes injustiças,por parte dessa direita criminosa,e espero que população brasileira lembre disso.
E outra coisa, nesse país nunca tivemos uma ruptura causada por todos nós,foi sempre pelas mãos das elites,e sempre colocando o povo de lado,afinal nunca foi do interesses deles a participação nossa em nada,pois nunca quiseram e não querem mudança na estrutura social desse país,pois viver num lugar onde ser poderoso é ser inimputável é o sonho de qualquer aristocracia.Então meus conterrâneos em outubro é o mês de concretizarmos a retomada do destino desse país em nossas mãos,dizendo não a essas forças,A SORTE ESTÁ LANÇADA,só depende de nós.

Responder

Horridus Bendegó

02 de abril de 2010 às 09h21

Por isso, hoje dou imensas gargalhadas quando o PIG anuncia alarmado que mais um "bacana" foi vítima da violência da "nossa sociedade"….

Responder

    BisaRIO

    02 de abril de 2010 às 14h47

    Precisamos impedir o novo golpe tramado pela canalha (entenda-se PIG)…eles estão desesperados com a possibibilidades de vitória da Dilma, ainda no primeiro turno!!! O PT demorou demais para extirpar o cãncer (entenda-se PSDB) da máquina governativa. Mas anida há tempo!!! Dilma neles…destruamos o Serra…eles estão vindo pesado…vide MILLENIUM!!! Estejamos preparados para darmos a resposta…vamos pra cima deles como um trator!!!

José da Silva

02 de abril de 2010 às 11h20

Alguém viu as declarações mais recentes do Gal. Heleno? Aquele agente provocador ? HUGO CHÁVEZ COMEÇOU ASSIM.Depois foi eleito. E essa múmia, que não vai conseguir ser eleito para nada, vai continuar tentando dar um golpe. Se a tal "subversão" não tivesse existido, hoje nem ele podia falar. E ainda fala em legalidade e democracia e abre a boca em cerimônia oficial sem autorização dos seus chefes.Insubordinação, quebra da hierarquia e subversão.Cadeia nele!

Responder

    francisco.latorre

    05 de abril de 2010 às 11h37

    heleno?…

    será criação do manoel carlos?…

    cadeia nele.

    ou então chama o zé mayer…

    pra acalmar a 'fera ferida'.

Marat

02 de abril de 2010 às 01h51

Em nome de uma suposta "liberdade de expressão" essa turma das redações defende golpes de estado. Parece piada!

Responder

Souza Neto

02 de abril de 2010 às 01h34

É preciso dizer que as Forças Armadas são, hoje, o baluarte da Democracia Brasileira. Tem cumprido suas funções constitucionais sem desvios.

Muitos dos Oficiais do atual alto escalão das FA estavam nascendo na década de 60. Os tempos são outros!

Responder

    O vice do Lula?

    02 de abril de 2010 às 12h56

    Souza, tomara que seja outros tempos,é bom não esquecer que as cupulas das FA,geralmente vem das camadas da elite,portanto a "democracia brasileira" esta sujeita a chuvas e trovoadas,segundo os seus conceitos elitistas de democracia.A mesma "educação" que é ensinada nos quartéis é a mesma que aprendemos nas escolas de 1º, 2º e 3º grau,ou seja, toda essa "educação" ,que o Estado burgues nos ensinam é termos as mentes colonizadas,inclusive nos quartéis, e que uns nasceram pra serem explorados,outros para explorar,tudo conforme os ditames capitalistas.

    francisco.

alexandre de melo

02 de abril de 2010 às 00h41

so voto na dilma se ela declarar que o estado nao vai mais fazer
publicidade nestes meios, vai usar somente o canal brasil,
e se necessario usar pronuciamento obrigatorio.
matar o pig de fome.

Responder

Spok da Silva

01 de abril de 2010 às 20h14

O Prof. Hariovaldo de Almeida Prado aprendeu a escrever lendo esses editoriais dos golpistas de 1964.

Responder

Julio Silveira

01 de abril de 2010 às 22h49

A questão é que o PIG sempre esteve associado a canalhagem politica que infesta o Brasil, como nas representações dramaticas, em frente as cameras fazendo cenas de criticas, por detrás se acumpliciando para obter vantagens sob diversas formas concessões, apadrinhamento em concessões, troca de favores, ih, são tantas armações, que a internet começa a trazer a Luz, e é isso que eles não queriam . Pretendiam ser os vestais da moralidade publica e da sacanagem privada.

Responder

O vice do Lula?

01 de abril de 2010 às 21h07

As forças Armadas são o último baluarte(fortaleza,apoio,suporte…) da burguesia capitalista,para manter a ordem burguesa e os lucros do capital.Uma breve consulta a história do Brasil nos mostra que foram poucas as vezes em que as Forças Armadas guerrearam contra outras nações.

Pelo contrário,são inumeras as intervenções das FA para garantir a "ordem e a segurança" (De quem?). As FA serviram,durante séculos,para reprimir os escravos rebeldes,atacar os quilombos e,depois reprimir revoltas populares como a de Canudos.Também junto com a policia,agiram muitas vezes contra o movimento operário.

Por fim,em 1964,deram um golpe de Estado e assumiram diretamente o poder,para assim,defender os interesses da burguesia e entregar o Brasil para o capital internacional.Os generais daquele tempo,hoje já estão de pijamas,espero que os comandantes atuais não estejam sendo treinados novamente (pela CIA), para que em nome de uma falsa democracia burguesa,sejam usados outra vez como bucha de canhão do capital.

francisco.

Responder

    alexandre melo

    02 de abril de 2010 às 00h57

    as forcas armadas surgiram como guardas palacianas do imperio de dom pedro ii, elas eram titulos loteados
    de hierarquia apenas ilustrativa ; jamais se pensaria na nessecidade de forcas armadas ,por que nao havia perigos externos , ate que o paraguai iniciasse sua guerra. houve um desespero por que nao havia forcas armadas regulares
    era preciso comecar do zero, principalmente o exercito , pois a marinha ja exitia e era bem experiente.
    o que seria o embriao do exercito nasceu da guerra do paraguai, mas nao ascendeu ao poder, pois este estava
    na mao da guarda palaciana de dom pedro ii , e ficou para sempre.
    dai o avo do figueiredo era general, seu pai era general ele foi gneral seu filho é general seu bisneto sera general
    é a heranca da querra do paraguai

    francisco.latorre

    05 de abril de 2010 às 11h39

    na venezuela o exército é o de bolívar.

    abissal a diferença.

jose dantas

01 de abril de 2010 às 20h58

Há muito tempo que não compro a Veja, Folha, Jornal do Brasil, Veja, etc. Graças a Deus hoje emos a internet e alguns jornalistas de escrúpulo como você Azenha

Responder

Ed.Lima

01 de abril de 2010 às 17h29

A distância entre o comportamento de Serra e Dilma diante do golpe de 64 é inimaginávelmnte grande:Zé Alagão fugiu para o Chile;Dilma ficou para luta dos Heróis da democracia.

Responder

    Pesquisador

    27 de janeiro de 2012 às 23h55

    "Heróis da "democracia""???

yacov

01 de abril de 2010 às 19h15

A "comunização" a "baderna", enfim, o atentado à ordem e a hierarquia que os Jornalões denunciavam naquela época só tomou corpo e foi calado pela direita reacionária depois que o Jango assinou o projeto de Reforma Agrária, pois isso mexia, e ainda mexe, muito com os interesses de 5% dos proprietários de mais de 50% das terras agricultáveis no país. Isso sem falar dos burguesinhos que tem sítios, chácaras e similares improdutivos, só para passar o fim de semana com sua patota, enquanto povo morre de fome ao lado de imensas plantações. BASTA DE EMPULHAÇÂO!!! O BRASIL é um país de todos os brasileiros e não de uma meia dúzia de favorecidos.

Responder

Henri Cappilori

01 de abril de 2010 às 17h50

Fico me perguntando se já não estão planejando fazerem o mesmo com a Dilma. Esse processo de demonização dela, paralelamente ao processo de demonização de Chavez e da Venezuela, que tentam colar no PT… se em 64 o medo construído pelas elites era da União Soviética, agora é da Venezuela e do Iran. Em 64 era Jango "jogando o Brasil nas garras comunistas", agora o PIG trabalha com a ideia de que o PT está a lançar o país nos rumos da república bolivariana (já nem posso contar o número de vezes em que ouvi indivíduos de formação mediana repetindo essa ideia).

Se o PIG quiser, pode patrocinar outro golpe. O PIG ainda está forte, ainda manipula o povo.

TEMOS QUE FICAR DE OLHOS BEM ABERTOS.

Responder

    francisco.latorre

    01 de abril de 2010 às 21h21

    melhor não subestimar o povo.

    Tarcísio

    02 de abril de 2010 às 14h48

    Pode ser que a mídia tenha vontade de incentivar um golpe, mas não há qualquer condição para que a idéia prospere. Enumero:
    1) O que o Lula e PT estão fazendo é transformar o Brasil em uma moderna economia capitalista, ou seja alta renda percapita e estado de bem estar;
    2) Jango estava órfão do seu mentor – Getúlio Vargas – Dilma vai governar com o seu mentor vivo qualquer tentativa de golpe é uma boa justificativa para Lula aglutinar as massas e partir para o pau aí eles vão ver o que é bom para tosse;
    3) Nem a PM-SP aderiria a um golpe pois PSDB = Pior Salário Do Brasil.
    Chega … poderia ficara aqui o dia todo enumerando fatores que em caso de tentativa de golpe seria um tiro no pé, pois aí o Lula que nem quis mudar a constituição em proveito próprio teria a maior justificativa do mundo para tomar o poder por vias revolucionárias.

    francisco.latorre

    05 de abril de 2010 às 11h41

    pois é…

    pra golpear dilma tem que combinar com lula.

    é ruim…

    Cantor

    02 de abril de 2010 às 06h17

    Golpe não cola pq a população mais pobre está incluida, e dessa vez vão golpear com quem? Com as forças armadas que o FHC sucateou e que Lula está recuperando tanto em equipamentos como em mão de obra?

    Lembrem-se que, por mais retrogrados que os militares sejam, eles ainda são bastante nacionalistas, e essa coisa de liberalismo mesmo em sua versão "neo" não entra muito na cabeça deles.

David R.Silva

01 de abril de 2010 às 17h46

Apartir de hoje farei Bótons contra o PIG para distribuir e usar 24 horas. de Belo Horizonte.

Responder

mano

01 de abril de 2010 às 17h15

O SSerra também fugiu…

Responder

Orlando Bernardes

01 de abril de 2010 às 17h03

Boa oportunidade para desmascarar este PIG, esta imprensa golpista que sempre representou interesses contrários à Nação Brasileira. Que fiquemos alerta pois o momento exige.

Responder

Marcos - RS

01 de abril de 2010 às 16h20

Nasci em 1966, meu pai me contou a história de Lacerda, O Corvo, ponta-de-lança dos golpistas na mídia, avô dos tucanalhas golpistas de hoje…O pulha apostou todas suas fichas que seria presidente civil eleito, em eleições a serem convocadas dois anos depois do golpe, por Castelo Branco . Levou um pé na bunda e acabou exilado e morto em circunstâncias nebulosas depois de se encontrar com Goulart ( a quem haviam deposto) no Uruguay, nas articulações da Frente Ampla. Todos sabemos como se entra numa ditadura, todos sabemos como é difícil sair dela!
É preciso combater em todas as frentes, junto aos mais novos, a tentativa infame dos barões da mídia de justificarem hoje o golpe de ontem a fim de se locupletarem amanhã !
Nossa luta está apenas começando !!!

Responder

Leider_Lincoln

01 de abril de 2010 às 14h59

Dia primeiro de abril: a mídia finge que não foi com ela, os trols ficam quietinhos, se escondendo e todos os lacerdistas e neolacerdistas ficam quietinhos, esperando que nos esqueçamos de tudo…

Responder

Antonio - SP

01 de abril de 2010 às 14h58

Nesta data , que comemora o golpe da Ditabranda da Folha, a turminha do Instituto Milenium, aquele do convescote da imprensa golpista( não por coincidência, com representantes da mesma imprensa que apoiou o golpe de 64 !!!), devem estar babando de prazer.

Alerta, não confundir o instituto com aquela casa de prostituição refinada chamada Café Milenium, apesar que as moças que trabalham no Café são mais decentes e com mais ética do que a cambada do Instituto da CONFEGOLPE da direita.

Essa turma do instituto milenium usaram tanto o cachimbo torto da ditadura, antes, durantre e depois do golpe militar, que a boca entortou e ficaram viciados no cachimbo da ditadura.

A eleição do autoritário tucano José Serra é o atual sonho de consumo das viúvas do golpe de 64 e das elites que apoiaram aquela desgraça para o povo brasileiro.

Responder

Franciscão

01 de abril de 2010 às 14h38

O que se faz relevante é observarmos o risco real que correríamos numa eveltual eleição do sr. Serra.

Sua postura, e de seus iguais, as forças poíliticas que representa, em relação as greves e ao exercício do sindicalismo na democracia, é de conhecimento do povo paulista. Essa liderança e suas idiossincrasias no Palácio do Plananto, leva concientemente o País a ingovernabilidade e abre espaço para um golpe de Estado.

Responder

Franciscão

01 de abril de 2010 às 14h07

O que se faz relevante é observarmos o risco real que correríamos numa eveltual eleição do sr. Serra.

Sua postura, e de seus iguais, as forças poíliticas que representa, em relação as greves e ao exercício do sindicalismo na democracia é de conhecimento do povo paulista. Essa liderança e suas idiossincrasias no Palácio do Plananto, levará concientemente o País a ingovernabilidade e abrirá espaço para o tão sonhado, e já desavergonhadamente assumido, golpe de Estado com que sonham os "salvadores e guardiões da democracia" do grupo Millenium.

Responder

Peixoto/P,Prudente

01 de abril de 2010 às 13h29

Ainda bem que nesta época eu ainda éra um bebê, senão acho que também estaria morto ou então seria um ex-preso político, torturado, sei lá. Ainda bem que hoje temos a internet, p/contra-atacar as distorções, manipulações e covardia desta mídia porca, suja e fedorenta que temos por aí. Vamos eleger a DILMA, e sendo ela mais radical que o LULA, com certeza ela vai enquadrar o PIG.

Responder

Clovis

01 de abril de 2010 às 13h13

Viva a internet, e viva a esses jornalistas que sem duvidas irão ficar na história do Brasil por combater essa imprensa Golpista – Azenha – Paulo H. Amorim – Nassif – e outros…
Dei a ti essa bravura, essa inteligência e essa visão alem das montanhas, para que vos aqui na Terra defendas os meus filhos com bravura e com o coração livre como minha liberdade. Lembra te, meu guerreiro, pois quando chegares em meu reino te estenderei um tapete vermelho e lavarei teus pés com minha humildade.

Responder

Casemiro

01 de abril de 2010 às 13h13

Simplesmente REPUGNANTE a "nossa" imprensa/midia – ontem , hoje e com certeza ( e infelizmente ) continuará sendo amanhã .
Em 1964 eu tinha 18 anos, servia o exercito, e conheço muito bem o momento do GOLPE e suas consequencias danosas. O interessante é que , quando entrei já nos ensinavam que o exército era para defender a Constituição e o Poder constituido; logo depois nos fazem TRAIR a Constituição e DERRUBAR um governo eleito pelo povo.
Tal como nós (população) o exército também foi envolvido na palhaçada do golpe por uma imprensa/midia hipócrita.
Se bem que as Forças Armadas também têm seus pecados, e muitos pecadores hipócritas.
Sdçs

Responder

Kadu

01 de abril de 2010 às 13h06

Outra aula de história e mais uma certeza: NÃO COMPRAR as porcarias que o PIG produz é a principal forma de colocá-los no devido lugar.

Responder

Marcelo Figueiredo

01 de abril de 2010 às 12h48

Parece até que estou lendo o blog do Prof Hariovaldo.

Responder

maconheiro

01 de abril de 2010 às 12h39

A mentira é a única certeza de um militar .

Responder

Luiz

01 de abril de 2010 às 12h37

O preocupante não são os canalhas que publicaram (e publicam) esse tipo de coisa… são os ingênuos que acreditam em tudo que "tá no jornal"…

Responder

    NEYA

    03 de abril de 2010 às 15h00

    simceramente,desde q nascemos,fazem o q querem com nossa mente e nos ensinam o querem q aprendemos….será q tem medo de pensarmos sozinhos,abrirmos os olhos,e veremos q o mundo é tudo uma farça a começar pela história de q viemos do macaco…..conta outra…e por que ainda existem macacos??????? e se nao aprendemos o q eles tem para ensinar não seremos "educados" ou ENGANADOS COMO UM MONTE DE PAPAGAIOS q repetem o q eles nos dizem q é certo..por que não houvem o q realmente pensamos…..a escola é uma enganação!!!! por q ensina o q querem e não o q achamos q é certo….PROFESSORES DEIXEM OS ALUNOS EM PAZ!!!!!!!!!!

ricardo

01 de abril de 2010 às 11h53

As organizações Globo sempre foram contra aos interesses populares e durante muito tempo exerceram forte domínio sobre a informação que circulava no país. Hoje esse domínio parece ter se enfraquecido graças à Internet, que oferece um espaço democrático onde há informação e entretenimento.

Ninguém mais precisa ler jornais impressos para se informar e nem assistir à programação babaca da tv bobo para se distrair. Façamos uso da Internet.

Responder

Deixe uma resposta