VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


João Pedro Stédile: “Quadro no Brasil é de uma tragédia anunciada”
Reprodução de vídeo
Cartas da Ursene

João Pedro Stédile: “Quadro no Brasil é de uma tragédia anunciada”


23/04/2020 - 20h36

A entrevista

por Luiz Regadas

O coordenador nacional do Movimento dos Sem Terra (MST), João Pedro Stédile, disse que o quadro para o enfrentamento do coronavírus no Brasil é de “uma tragédia anunciada”, diante da falta de coordenação do governo federal, do empenho do presidente Jair Bolsonaro de atrapalhar governadores e acabar com o isolamento social.

Ele fez a afirmação durante o debate “uma visão popular sobre a crise no Brasil”, promovido pela TV do Habilidoso, com a participação dos professores Alberto Mendes e Nelson Arruda.

Veja o debate completo e aproveite para se inscrever na TV do Habilidoso no You Tube.



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

18 de maio de 2020 às 22h40 Responder

Zé Maria

23 de abril de 2020 às 22h21

Fato Trivial em Brasília: STJ atuando nas Sombras.

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) pautou, na madrugada desta quarta-feira (22)
julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva relacionado ao tríplex do Guarujá.

Os advogados de Lula afirmam que “não podem ser surpreendidos por
julgamentos lançados na madrugada para ocorrer na mesma data”.
E que um argumento foi apresentado ao STJ em setembro do ano passado,
pedindo que aguardasse a análise do STF do pedido de suspeição de Moro
como juiz da ação. Isso anularia o processo do tríplex.

O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) classificou a situação como absurda
e um desrespeito acintoso.
“Em plena pandemia de coronavírus, na calada da noite, aconteceu um absurdo
no STJ. O ministro Félix Fischer, depois de longo tempo afastado por motivos
de saúde, resolveu atropelar o Regimento do STJ para prejudicar Lula.”

Para o parlamentar, o sistema virtual é uma aberração num caso tão complexo
e delicado. “Não permite debate entre os ministros, que apenas depositam
seus votos ao final da sessão, que será no dia 28.

Pimenta considera ainda mais grave o fato de o processo ser colocado às pressas
para ser julgado, já que pode ser totalmente anulado a partir de ação que está
no STF sobre suspeição de Sérgio Moro como juiz da ação.

“O relator da 5º Turma do STJ viola de uma vez só o direito de defesa e as regras
da Corte, uma quebra no Estado Democrático de Direito”, completa Pimenta.

A presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, avalia que mais uma vez o devido processo
legal é descumprido com o ex-presidente Lula.
“Marcar audiência na calada da noite (1h da manhã), virtual, sem debater
e nem garantir presença de advogados é cercear o direito à defesa.
É urgente a anulação desse julgamento”, ressalta.

https://t.co/OGdAeHX2By
https://twitter.com/DeputadoFederal/status/1253456758749659143

Responder

Deixe uma resposta para Zé Maria

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!