VIOMUNDO

Diário da Resistência


Rádio

Pignati: Os agrotóxicos viajam pelos rios


13/02/2010 - 12h38

Wanderlei Pignati é médico, doutor na área de toxicologia e professor da Universidade Federal do Mato Grosso.  Há dez anos estuda os impactos do agronegócio na saúde coletiva.

Na primeira parte da entrevista, explica como os agrotóxicos usados em Mato Grosso podem acabar contaminando as águas de três importantes bacias hidrográficas do Brasil. Ele também fala sobre o controle do agora senador Blairo Maggi sobre a mídia local.

Vale a pena ouvir esta verdadeira aula:

pignati1a.wma

pignati1B.wma





10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

niveo campos e souza

26 de novembro de 2011 às 11h09

É urgente acabar com a prioridade do lucro a qualquer preço.
Uma indignidade humana.

Niveo Campos e Souza

Responder

Código Florestal: A ameaça aos rios brasileiros | Viomundo - O que você não vê na mídia

26 de novembro de 2011 às 02h15

[…] Ouça uma aula imperdível com o professor Pignati […]

Responder

Juli Carne Guima

23 de outubro de 2011 às 20h09

Sugiro também uma pesquisa para avaliar a contaminação por medicamentos, fabricados pelas mesmas indústrias e também usados indiscriminadamente. Diclofenaco, dipirona, antibióticos …

Responder

Deputado Padre João quer dados sobre vítimas dos agrotóxicos | Viomundo - O que você não vê na mídia

11 de agosto de 2011 às 18h51

[…] Uma aqui uma entrevista como uma das maiores autoridades brasileiras em agrotóxicos, o professor Wa… […]

Responder

Ronaldo

30 de março de 2011 às 18h56

Ao lado da liberação dos trangênicos, a leniência do governo Lula em relação aos agrotoxicos é uma das manchas na sua biografia.

Parece que a gerentona tem a mesma visão. A ver . . .

Responder

Ana Navarro

30 de março de 2011 às 10h28

Não só os agrotóxicos, o chumbo, o mercúrio. Também viajam pelos mares os materiais radioativos. Ou alguém imagina que os resíduos radiativos, que estão sendo despejados nos mares do Japão, estacionarão por lá?

Responder

    Sergio Ramos

    15 de novembro de 2011 às 10h36

    Há muito tempo um navio suéco foi interceptado pela Marinha Brasileira carregado de caixas de chumbo com material radiativo, ou seja, jogam o coco aqui!!!!
    .

Gerson Carneiro

30 de março de 2011 às 08h05

Não só os agrotóxicos viajam pelos rios, também o mercúrio (altamente tóxico) proveniente dos garimpos. Pode ainda ser transportado pelos peixes contaminados. E até pode viajar pelo vento (em forma de vapor

Tem ainda zinco, cádmio, chumbo…

Não consegui encontrar mas vi outro dia reportagem sobre população ribeirinha que estava apresentando tremores causados pela ingestão de metais pesados através do consumo da água do rio e da carne de peixes.

Responder

gilberto

30 de março de 2011 às 08h01

O Negócio é o seguinte : Tamu ferradu meu……

Responder

Marcelo de Matos

29 de março de 2011 às 23h30

Não só os agratóxicos viajam pelos rios. De repente a gente vê peixes mortos e não sabe porquê. Quando a fiscalização encontra combustível adulterado proibe a venda, mas, não recolhe o produto. Como o adulterador se livra dele? Uma das hipóteses é a de que joga em algum rio. Há pouco tempo interditaram um ou dois tanques de combustível em Paulinia. Não sei o que fizeram com o combustível. Será que foi parar no rio Atibainha?

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding