VIOMUNDO

Diário da Resistência


Vaticano diz que terço entregue a Lula não foi presente do Papa
Política

Vaticano diz que terço entregue a Lula não foi presente do Papa


12/06/2018 - 14h02

Esclarecimento sobre a notícia da entrega de Terço do Papa ao ex-presidente Lula

Vários meios de comunicação brasileiros deram a notícia sobre a entrega de um Terço do Papa ao ex-presidente Lula

do Vatican News

Esclarecimento sobre a notícia da entrega de Terço do Papa ao ex-presidente Lula

O advogado argentino Juan Grabois, fundador do Movimento dos trabalhadores excluídos e ex-consultor do Pontifício Conselho Justiça e Paz, deu uma entrevista em sua tentativa de visitar o ex-presidente Lula na prisão de Curitiba, onde está detido há mais de dois meses.

Grabois disse que a visita era pessoal e não em nome do Santo Padre.

Ele não teve a permissão para se encontrar com Lula.

Na entrevista, ele nunca declarou que foi o Papa a enviar o Terço, mas simplesmente que se tratava de um Terço que tinha sido “abençoado” pelo Papa.

Terços como esse são levados, como o Santo Padre deseja, a tantos prisioneiros do mundo sem entrar no mérito de realidades particulares.

PS do Viomundo: O texto original foi retificado pelo Vatican News, que agora admite que Juan Grabois é consultor e não ex-consultor do Pontifício Conselho Justiça e Paz.

Leia também:

Hildegard desmascara Miriam e Sardenberg sobre “Petrobrás quebrada”



2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

ana s.

12 de junho de 2018 às 14h21

Pois é. Uns 5 ou 6 ex-chefes de estado da Europa assinaram manifesto em defesa de Lula. Antes disso, um grupo de parlamentares do Reino Unido fez a mesma coisa. Um grupo de parlamentares estadunidenses também. Mais recentemente, houve aquele manifesto assinado por intelectuais como Chomsky, Angela Davis, Zizek e tantos outros. E o Papa Francisco fez um pronunciamento em que só não disse o nome de Lula e do Brasil, mas obviamente se referiu ao caso, condenando a perseguição. Ou seja: no âmbito internacional, gente de peso tem efetivamente se pronunciado contra essa infâmia que está sendo perpetrada contra Lula e contra o povo brasileiro. Por que, então, essa lorota sobre o “emissário do Papa” e o seu rosário? É muita burrice, viu? Parece até que é coisa de gente infiltrada pra desmoralizar o movimento em defesa de Lula. Porque uma lorota como essa faz a festa da direita, que passa a relativizar todos os apoios sólidos e reais recebidos. Isso pra não falar que com o papa não poderemos contar nunca mais, né? Dá um desânimo, viu?

Responder

    Alex

    12 de junho de 2018 às 15h51

    Tem razão, Ana…


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!