VIOMUNDO

Diário da Resistência


Tânia Mandarino: Moro foi quem ligou para Valeixo para impedir cumprimento de habeas corpus de Lula
Reprodução
Política

Tânia Mandarino: Moro foi quem ligou para Valeixo para impedir cumprimento de habeas corpus de Lula


24/04/2020 - 12h44

Moro sai como um marreco que tem as penas todas chamuscadas

por Tânia Mandarino, no Facebook

Indisfarçável seu mal estar. Está sem graça, sem animus, sem moto.

Boa parte de sua fala é a fala de um grande fracassado; fala como aquele ser nostálgico que foi tudo no mundo, mas hoje tudo que “é” tem o “ex” na frente.

E assim vai lendo seu deplorável currículo vitae; fala de Lula, fala de sua parca atuação à frente do Ministério da Justiça e se humilha, ao pontuar que ficou sem a previdência que tinha recolhido por 22 anos como juiz e, por isso, só aceitou ser ministro da justiça mediante a garantia do pagamento de uma “pensão” para não deixar sua família desamparada.

Moro está com medo de morrer.

Fala como um desenganado que recorda sua biografia.

Fala em não deixar a família desamparada como se, ao sair do ministério fosse lhes faltar, ou não fosse mais capaz de trabalhar, ainda que como palestrante para incautos fanáticos.

Mesmo sendo o candidato da globo, não aposto que Moro decole rumo à maior ambição de sua vida, que jamais foi ser ministro do STF, e sim Presidente da República, cargo que Lula traz em seu currículo, mas o marreco nunca trará.

Ex-presidente ele não será, e nós devemos cuidar para que assim seja.

Seu maior troféu de vida é Lula.

Seu maior feito como ministro da justiça?

Queimar toneladas de maconha.

Dentre outras coisas, Moro sai devendo Queiroz e avião com toneladas de cocaína na comitiva presidencial.

Fala em não aparelhamento da polícia federal, depois de ter aparelhado a instituição para conseguir a injusta condenação de Lula, a quem, a certa altura de sua fala, chama de “ex-presidente” Luiz.

Diz que não ficaria bem para presidenta e presidentes da República (cita Dilma como presidente e Lula como ex) conversar com o comando da PF sobre uma investigação em curso, mas omite que, como juiz, ligou para o mesmo Valeixo, hoje exonerado, para impedir o cumprimento do habeas corpus concedido a Lula por Rogério Favretto naquele 8 de julho de 2018.

Sem falar na forma absolutamente política como conduziu a lava jato.

Faz cara de vitima e prevê um futuro no qual se tenha condições de preservar as condições de autonomia da mesma polícia federal a quem botou de joelhos no passado recente.

Patético (ou melhor, marrético), confessa que não enriqueceu, mas que não enriqueceu apenas no serviço público, como magistrado ou como ministro.

Nu, Moro esta sem foro privilegiado. Não temam esse rato!

Adeus, ex-juiz ladrão, ex-ministro inepto, adeus, capanga de miliciano.

Permaneça firme no ponto, que o lixo da História já irá passar para te recolher.





6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

25 de abril de 2020 às 19h50

(https://imgur.com/a/cHYEHXO) (https://imgur.com/hloeS1n)
Questionada pela Jornalista Daniela Lima, Carla Zambelli alega na CNN
que, como Deputada Federal, “fiscalizava” o Trabalho de Sergio Moro,
consultando de forma freqüente o Ministro da Justiça, pelo WhatsApp [!?!],
sobre andamentos de Investigações da Polícia Federal.
Neste caso, em 20/4 e 21/42020, sobre os Inquéritos contra Rodrigo Maia,
o Presidente da Câmara dos Deputados: (https://t.co/GyE3DpnxvR)
https://twitter.com/DanielaLima_/status/1254058306504724480

Responder

Zé Maria

25 de abril de 2020 às 17h31

Por Ação ou por Omissão, o Moro por onde passou
deixou, tal como seu Patrão, um Rastro de Crimes.

Responder

Zé Maria

25 de abril de 2020 às 17h19

Moro conversava todo tempo com a Zambellinha pelo WhatsApp.
Inclusive revelando situações de casos investigados pela PF,
como por exemplo o andamento de inquéritos contra Maia.
https://mediastorage.cnnbrasil.com.br/IMAGES/00/00/00/3675_6B707A01E22FE542.jpg

Responder

    Zé Maria

    26 de abril de 2020 às 03h01

    “Se eu entendi direito, as novas revelações da Zambelli só provam que ela ofereceu vaga no STF ao Moro mais de uma vez!
    E o Datena lá, chorando com ela sobre os vazamentos do Moro.
    Não, não os dos grampos ilegais!”

    https://twitter.com/VIOMUNDO/status/1254142815354961921

Sam

25 de abril de 2020 às 12h57

Paulo Martins, Mitou! Não humilha cara; assim ela chora mais, Talkey! Kkk

Responder

Paulo Martins

24 de abril de 2020 às 14h52

As viúvas de Lula ressuscitaram.
PT nunca mais.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding