VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Sul21: Boate universitária foi interditada, mas a Kiss continuou funcionando


29/01/2013 - 00h40

Arte da Folha de S. Paulo. Detalhe relevante: a janela do banheiro para onde correram vários frequentadores da boate estava fechada, coberta pela armação de madeira que compunha a fachada do prédio.

28/01/13 | 19:13

Quatro estão detidos por tragédia em Santa Maria; “Legislação é falha”, diz engenheiro


Rachel Duarte, no Sul 21

Enquanto as autoridades seguem envolvidas na investigação que trará as respostas esperadas pela sociedade consternada com a tragédia em Santa Maria, o país busca entender eventuais lições que possam surgir de toda a situação. O Ministério Público e a Polícia Civil seguem realizando oitivas e acumulando documentos que esclareçam a situação do alvará da boate Kiss, além de mostrar quem utilizou o sinalizador durante o show da banda Gurizada Fandangueira. Enquanto isso, o engenheiro do Comitê Brasileiro de Segurança Contra Incêndio da Associação Brasileira de Normas Técnicas, Carlos Rosa, diz que havia alertado os bombeiros sobre falhas na legislação que são passíveis de incêndios.

Na tarde desta segunda-feira (28), o empresário Mauro Hoffmann, um dos proprietários da boate e que se encontrava foragido, compareceu à delegacia de Polícia de Santa Maria para prestar esclarecimentos ao delegado Marcelo Arigony. Hoffmann, seu sócio Elissandro Spohr e dois integrantes da banda foram detidos e levados ao presídio regional de Santa Maria. A polícia busca as informações sobre a licença para funcionamento da casa noturna, que tinha alvará vencido desde agosto de 2012. O documento estava em processo de renovação, segundo a Prefeitura de Santa Maria e o Comando da Brigada Militar.

De acordo com avaliações preliminares dos bombeiros, a boate Kiss não cumpria normas técnicas básicas de segurança contra incêndios, como respeito à capacidade de lotação e manutenção de número suficiente de saídas de emergência. Porém, em entrevista à Rádio Gaúcha, na tarde desta segunda-feira, o coronel Guido, que acompanha o caso, informou que a Kiss possui os itens de segurança recomendados. O comandante da Brigada Militar, Sérgio Abreu também declarou à emissora que “apesar de vencido, o Plano de Prevenção de Incêndio da boate não estava irregular, porque estava sob avaliação”.

O Sul21 tentou contato desde o começo da manhã com o coronel Guido, sem sucesso. O comandante da Seção de Prevenção de Incêndio do 1º Comando Regional de Bombeiros, tenente-coronel Adriano Krukoski, está em Santa Maria apoiando o trabalho dos bombeiros da região, mas não respondeu à reportagem sobre as normas necessárias para o Plano de Prevenção de Incêndio. “Tudo é com o coronel Guido”, disse.

Ausência de lei federal leva estados a dispor normas próprias sobre prevenção de incêndios

A concessão de alvarás de funcionamento para estabelecimentos como casas noturnas no país é feita pelos bombeiros e autoridades locais, baseados em normas estaduais. Apesar de a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) dispor de 64 recomendações para prevenção de incêndio, elas não têm valor de lei, podendo ser ou não seguidas pelos estados. Há oito anos uma legislação nacional é elaborada e não sai do papel.

Segundo o engenheiro do núcleo gaúcho do Comitê Brasileiro de Segurança contra Incêndio da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), Carlos Wengrover Rosa, a legislação gaúcha é falha e ele já havia alertado o Corpo de Bombeiros. “Legislações mais avançadas, como no RJ e SP, exigem um sistema de controle de fumaça. A lei gaúcha não exige. Se houvesse essa abertura superior para fumaça sair, provavelmente não teriam morrido um décimo das pessoas que morreram em Santa Maria”, explica.

Ele ressalta que é de competência do Corpo de Bombeiros a aprovação dos prédios e do Plano de Prevenção de Incêndios dos estabelecimentos e que as casas noturnas devem renovar as licenças anualmente. A fiscalização sobre a regularidade dos locais, alerta, é competência das prefeituras.”É preciso prevenir e punir os responsáveis para que não aconteça de novo”, ressalta o engenheiro.

Boate do DCE da UFSM foi interditada e Kiss continuou funcionando

Na mesma época em que a Boate Kiss foi vistoriada pelo Corpo de Bombeiros, segundo semestre de 2012, a boate do DCE da Universidade Federal de Santa Maria foi interditada. Conforme o coordenador do DCE da UFSM, Leonardo Soares, o prédio possui quatro saídas e mesmo assim, foi interditado para atender exigências estabelecidas pelo Corpo de Bombeiros. “A boate fica na Casa do Estudante, em um prédio da universidade que funciona no centro da cidade. Tivemos que fazer uma série de adequações, atendendo também exigências da Vigilância Sanitária. Estamos interditados até agora”, fala.

As adequações foram feitas, garante o estudante, e nova vistoria dos bombeiros deveria ocorrer nesta segunda-feira (28). Porém, em razão da tragédia na cidade, não foi possível. Por outro lado, a boate Kiss foi liberada para funcionar com a licença vencida.

“A casa pode ficar aberta enquanto há renovação, se o Corpo de Bombeiros não interditar. Mas a responsabilidade é do proprietário em regularizar a situação. A prefeitura também é responsável porque tem que fiscalizar o cumprimento das normas e fazer cumprir a lei”, alerta o engenheiro Carlos Rosa.

Em declaração ao G1 nesta segunda (28) pela manhã, o prefeito de Santa Maria, Cezar Schirmer garantiu que a fiscalização é rigorosa na cidade. “Os bombeiros deram o atestado. A prefeitura só autoriza se tiver o atestado. Mas dizem que o atestado estava vencido”, confirmou o prefeito ao site.

O Ministério Público do Rio Grande do Sul realiza investigação para buscar argumentação pertinente sobre a licença. Segundo o promotor criminal de SM, Joel Dutra, é considerada a possibilidade de incluir nas oitivas pessoas ligadas a órgãos públicos que possam ter favorecido a licença para a boate. “O clamor por justiça é compreensível neste momento, mas não podemos ser injustos e sair colocando todos na cadeia pela pressa de uma reposta”, pondera.

Promotor pede calma à sociedade na busca por justiça 

O promotor pede à sociedade que compreenda o ritmo das investigações, que seguem uma velocidade diferente da dor causada com a tragédia e podem durar um mês. Ele informou que um grupo de trabalho foi constituído e deverá estudar a legislação estadual no que se refere às normas preventivas a incêndios em casas de espetáculos, boates e eventos. “Vamos sugerir um gancho que possa ser alterado pela Assembleia Legislativa do RS”, falou.

Sobre a liberação dos Bombeiros para funcionamento da Kiss após vistoria no local e constatação do vencimento do Plano de Prevenção de Incêndios, Dutra disse que “há uma brecha na legislação estadual que impede que a interdição dos estabelecimentos sem alvará seja feita pela Brigada Militar”.

A versão do promotor é contestada pelo engenheiro Carlos Rosa, do Comitê Brasileiro de Segurança Contra Incêndio da ABNT. “O Corpo de Bombeiros tem poder sim de interdição, eles têm poder de polícia. Pode inclusive levar proprietários presos”, fala.

Em não havendo alvará de licença para funcionamento, as normas técnicas de prevenção deveriam ao menos estar em dia, afirma. “(Deveriam ser vistoriadas) a existência de saídas de emergência, o tamanho delas, a distância até a porta de saída, a necessidade de luz de emergência, sinalização das saídas de emergência, capacidade da casa noturna, equipamentos básicos de incêndio, entre outras normas técnicas”, cita o engenheiro.

Engenheiro aponta ao menos quatro falhas que levaram à tragédia

Sobre a tragédia de Santa Maria, mesmo sem o resultado das investigações e sem uma simulação, ele afirma ter certeza sobre ao menos quatro falhas. “Havia mais gente que a capacidade da boate, menos portas de saída, saídas menores do que a capacidade de pessoas e o extintor de incêndio sem funcionamento”, fala Rosa.

Ele alerta que as recargas de extintores devem ser feitas anualmente e com empresas confiáveis. “Não é só lá dar uma olhadinha. Se tivesse um extintor funcionando, o vocalista da banda poderia ter contido o fogo”, lamenta. O engenheiro também chama a atenção para falta de um laudo técnico dos bombeiros sobre a realização da apresentação com pirotecnia. “A legislação que dispõe sobre shows pirotécnicos alerta para ter um engenheiro responsável que avalie o que será feito e onde será feito. Um lança-chamas de cinco metros e de material de alta toxicabilidade ser usado em um ambiente com teto tão baixo é o mesmo que criança brincando com fogo. Requer bom senso”, afirma.

A tragédia na boate de Santa Maria é considerada a segunda maior envolvendo incêndio no Brasil. Até o momento foram registradas 231 mortos, a maioria jovens. Pelo menos 101 das vítimas identificadas eram estudantes da Universidade Federal de Santa Maria. Para o estudante do DCE da UFSM, Leonardo Soares, que além de mobilizar apoio na cidade perdeu cinco amigos próximos, o clima é de solidariedade e silêncio na cidade. “No domingo só ouvíamos sirenes de ambulâncias e helicópteros. No resto da cidade era um silêncio doloroso”, recorda.

O DCE da UFSM está oferecendo alojamentos para familiares que estão na cidade acompanhando os procedimentos fúnebres das vítimas. Uma caminhada foi organizada voluntariamente e sairá da Praça Saldanha Marinho, às 22 horas desta segunda-feira. Em Porto Alegre, os familiares que acompanha os pacientes removidos dos hospitais do interior estão recebendo apoio nos hospitais da capital. Voluntários também auxiliam na recepção dos hospitais e oferecem café ou abrigo em suas residências.

PS do Viomundo: O Jornal Nacional fez uma boa simulação sobre o acidente e a necessidade de portas de emergência (a boate Kiss só tinha uma).



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


28 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Fátima Oliveira: Os governos são os responsáveis por mortes preveníveis « Viomundo – O que você não vê na mídia

05 de fevereiro de 2013 às 11h29

[…] Sul21: Boate universitária foi interditada, mas a Kiss continuou funcionando […]

Responder

Sul 21: Tarso Genro desautoriza Brigada Militar e Bombeiros « Viomundo – O que você não vê na mídia

30 de janeiro de 2013 às 02h25

[…] Boate universitária foi interditada, mas a Kiss continuou funcionando […]

Responder

alexandre

29 de janeiro de 2013 às 16h59

Não podemos perder o foco,que é a tragédia na BOATE KISS;até por que conspirações,ideologias,partidarismos,clientelismo,são coisas inerentes ao governo,corrupto como nosso!!!A questão é:231 vidas foram ceifadas,e até agora,só ouvimos respostas pífias,decoradas,desconçentradas por parte das ´´autoridades“que insiste em subestimar a capacidade de dicernimento do povo.,é preciso isenção total por parte do Sr.Delegado de Policia de Sta Maria e do ministério Público e passar por cima de todo e qualquer intersse político e também responderem p/o povo as perguntas que não querem calar:porque a boate kiss, funcionava com o PPCI se não atendia todas especificações exigidas pela lei? como por exemplo:comportar +pessoas do que a capacidade permitida,uma única saída,quando era p/ter 3,extintor danificado,falta de luz de emergencia,falta de alarme de incendio,espinklers e isolamento acústico não imflamável e por último e+ importente,a BRIGADA DE INCENDIO!a prefeitura e a brigada militar são CEGAS OU O QUE?estão apenas cumprindo horário?cade a fiscalização? ou a propina já falou+alto? é´preciso apontar e punir os culpados,para então,falar em prevenção de verdade!!!!!!!!!!!!

Responder

    josé Rubim

    29 de janeiro de 2013 às 22h38

    O Hino Nacional Brasileiro deve ser mudado – e a Frase a ser usada deve ser: Pátria madrásta nada gentil. Nenhuma mãe faria essa barbarie com tantos filhos…

Renato Rovai: Procuradoria dirige licitação para compra de tablets da Apple « Viomundo – O que você não vê na mídia

29 de janeiro de 2013 às 15h37

[…] Sul21: Boate universitária foi interditada, mas a Kiss continuou funcionando […]

Responder

Saul Leblon: Contra a fatalidade, cidade nas mãos « Viomundo – O que você não vê na mídia

29 de janeiro de 2013 às 15h30

[…] Sul21: Boate universitária foi interditada, mas a Kiss continuou funcionando Prefeitos anunciam medidas para evitar repetição de tragédia […]

Responder

henrique de oliveira

29 de janeiro de 2013 às 14h14

Porque os bombeiros liberaram a boate em vez de interditala?
Não foi ai que o erro começou?

Responder

A dor e a cura nossa de cada dia | A Tal Mineira – Blog da Sulamita

29 de janeiro de 2013 às 14h03

[…] Vi o Mundo: Sul 21: Boate Universitária foi fechada, mas a Kiss continuou funcionando […]

Responder

Gerson Carneiro

29 de janeiro de 2013 às 13h39

A prefeitura de Santa Maria entregou à Polícia Civil, na manhã desta terça-feira, a documentação da boate Kiss.

Por que demorou dois dias para a Prefeitura entregar a documentação?

Ontem o prefeito havia dado entrevista isentando a Prefeitura.

Responder

assalariado.

29 de janeiro de 2013 às 13h36

Todas as vezes que ocorrem tragedias no Brasil, na época das chuvas principalmente, ergue -se a placa: Procura -se um culpado!

Sou um ignorante no assunto abordado. Porém, procuro entender os porques das desgraças a nossa volta e, vejo (mais um) gesto politico do deu$ mercado e $ua mão invi$ivel, agindo neste caso de Santa Maria/ RS.

O post diz que a boate da Universidade (UFSM), foi interditada e a boate kiss liberada. Oras, se a boate USFM, que tem QUATRO saidas de emergencia foi interditada, por que a boate Kiss, que tem apenas (UMA) saida foi liberada pelos bombeiros?

Situações tragicas surgem ano após ano, as soluções e conclusões a que se chegam via poder público (leia -se judiciário), ficam estacionárias, encobertas, mofando nas gavetas dos tribunais dos endinheirados e, QUANDO avançam na investigação/ solução, via de regra, mandam para a prisão os “culpados” que, logo em seguida, vem as milagrosas brechas nas leis e seu santo milagreiro (São Habeas Corpus), e os libertam. Enquanto isso os infratores pobres, estão onde mesmo?

Mas, observem, esse santo milagreiro, só funciona quando vão de encontro aos interesses deus dinheiro e, geralmente esses “culpados” são graúdos do poder publico e/ ou são os sempre ocultados (CORRUPTORES), do poder constituído. Afinal de contas, quem são os CORRUPTORES (NÃO DISSE CORRUPTOS), do Estado e da sociedade, são os ricos ou os pobres?

Opa! Estava esquecendo, a falha corrente em todos os drama sociais é a “justiça” ter um olho vendado e outro desvendado, entenderam? Em curtas palavras, o Estado burgues, em nome das lei do capital, fechou a boate da universidade em favor dos lucros da iniciativa privada.

Meus sentimentos as familias e ao povo solidario e consternado.

Responder

Abelardo

29 de janeiro de 2013 às 12h46

Está bem claro que estão tentando encobrir gravíssimas falhas, conivências e quem sabe o que mais? Não é julgamento, é desconfiança e é natural que qualquer cidadão tenha o direito de emitir sua opinião e a minha é que desde as primeiras declarações do Cel do Corpo de Bombeiros e do Prefeito, ficaram bem visíveis a falta de consistência em algumas afirmações, principalmente diante das sucessivas repetições de que mesmo com o alvará vencido, as normas de segurança adotadas pela boate atendiam as exigências do Corpo de Bombeiros.Tentam justificar o injustificável, que é o fato de que nada funcionou: nem os extintores, nem as placas de sinalizações, nem a alta competência dos bem treinados funcionários da casa. Aliás, fora doi seguenças, que parece não terem vínculo com a casa, não há informação de que alguém tenha visto funcionários da casa auxiliando na evacuação da boate, ao contrário, por não haver ajuda alguma é que os frequentadores confiaram nas indicações das placas de sinalizações e foram para no banheiro. Esse erro gravíssimo, fez com que se perdesse preciosos minutos, que poderiam ter salvo muito mais vidas. O Promotor também comete o gravíssimo erro de pedir calma em vez e arregar as mangas e não deixar que essa calma possa beneficiar os responsáveis, como já aconteceu com os aparelhos de gravação, que sumiram misteriosamente, e adulteração de provas. A nação não quer calma, Sr. Promotor, nós queremos é apuração rápida, responsável e totalmente transparente, doa a quem doer, sem proteção e sem jeitinho brasileiro.

Responder

Bernardino

29 de janeiro de 2013 às 11h38

Rolou grana aíPorque liberaram a KISS e a boate do DCE com quatro saidas ficou interditada tem caroço nesse angu!!Como a boate pertence a universidade e o prefeitura e bombeiros pertencem a outro grupamento politico com certeza perseguiram os estudantes e abriram as pernas aos proprietario da boate com apenas uma saida: UM corredor POLONES
Se a festa tivesse acontecido na boate do DCE certamente todos estariam VIVISSIMOS e nao estariamos aqui discutindo FUMAÇA!!
CONO bom Nordestino,ouço falar que os GAUCHOS sao politicamente CORRETOS
depois dessa so se forem Corretos lá na COLCHICHINA!!! FAÇO Exceçao ao Grande Gaúcho e Brasileiro: GETULIO DORNELES VARGAS> O Maior presidente que tivemos em toda nossa HISTORIA!!!!!

Responder

trombeta

29 de janeiro de 2013 às 11h24

Causa estranheza o sumiço do prefeito de Santa Maria, Cezar Schirmer, assistindo a cobertura na televisão vi entrevistas com a presidenta Dilma, com o governador Tarso Genro, com o comandante dos bombeiros, da polícia etc. e nada do prefeito.

O PIG também faz cara de paisagem para proteger seu compadre político em má situação, claro, em homenagem à “liberdade de imprensa”.

Mas onde andará o prefeito Schirmer… escondido embaixo da cama?

Responder

Rogério Bezerra

29 de janeiro de 2013 às 11h06

Qualquer idiota perceberia que a Buate precisava de portas de emergência… O proprietário não viu isso? Ele não vai a Centros de Vendas? Quantos Chópins existem em Santa Maria?
E os Bombeiros… Fumaram alguma coisa para não enxergar?

Responder

Marcelo de Matos

29 de janeiro de 2013 às 11h06

Seria o momento de o Congresso Nacional mostrar a que veio e editar uma lei sobre instalação de danceterias e congêneres. Há muitas questões a considerar, uma delas é a localização. O que pegou fogo na boate Kiss foi o revestimento anti-ruído. Esses acessórios são usados porque a legislação, tipo lei do psiu, proíbe som alto em áreas residenciais. A solução ideal seria só permitir a instalação de casas noturnas em áreas delimitadas. Há municípios que têm avenidas destinadas a esse tipo de estabelecimento. Esses locais deveriam ter, também, transporte público ou privado até às 5 da manhã, para que os frequentadores pudessem tomar uns goles e voltar em segurança para casa. Sinalizadores e fogos de artifício, nem pensar. A tragédia, por acaso, ocorreu nos pampas, mas, poderia ter ocorrido em qualquer lugar do território brasileiro, inclusive em Sampa, o paraíso tucano. “A Prefeitura de Americana (127 km de São Paulo) cassou o alvará de todas as boates da cidade, após a tragédia em Santa Maria (RS), no último final de semana”.

Responder

Sr.Indignado

29 de janeiro de 2013 às 10h53

Só tenho uma coisa a dizer:

S P R I N K L E R

…pelamordeDeus!!!
Quando vamos ser obrigados a usar, principalmente em lugares públicos?

Responder

    Sr.Indignado

    29 de janeiro de 2013 às 10h55

    É preciso separar os culpados dos responsáveis (e tem aqueles que são os dois).

FrancoAtirador

29 de janeiro de 2013 às 10h41

.
.
O Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) é emitido depois de os bombeiros checarem quesitos básicos de segurança contra incêndios, como saídas de emergência, elevadores, iluminação e presença de extintores (veja ao lado a simulação de um espaço que oferece condições ideais). O documento é uma das exigências da Prefeitura para emissão das licenças de funcionamento de um edifício e deve ser renovado anualmente.

O baixo porcentual de casas regularizadas é preocupante, segundo o major Marcel Casassa, chefe da Divisão de Atividades Técnicas do Corpo de Bombeiros de São Paulo.
E não se justifica pela falta de pessoal.
“Pelo contrário, temos equipes suficientes para realizar vistorias em no máximo cinco dias a contar do pedido. As solicitações é que não ocorrem”, diz.

Os bombeiros pretendem alterar as regras existentes hoje no Estado para tornar mais rígido o item que define os materiais permitidos em revestimentos de paredes e tetos de boates – usados normalmente em sistemas de isolamento acústico.

O objetivo é passar a exigir dos responsáveis laudos que atestem que os produtos utilizados são resistentes ao fogo.

Hoje, essa garantia é sinalizada apenas com a assinatura de um ‘responsável técnico’.

http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/70-das-boates-de-sp-sao-vetadas-pelos-bombeiros

Responder

Eduardo Vieira Miranda

29 de janeiro de 2013 às 10h27

Isso acontece em todo o Brasil.

A boate do DCE, com quatro saídas de emergência e extintores e tals, fica interditada.

Enquanto a boate privada, que deveria ter sido interditada, é liberada para funcionar.

Talvez o DCE não goze de “amizade” com os fiscais da prefeitura e dos Bombeiros. Nesta concorrência pela diversão estudantil, quem estava ganhando o jogo, até a noite do último sábado, eram os dois empresários.

Responder

Arthur

29 de janeiro de 2013 às 10h06

Se a rede esgoto aparecer com imagens próprias de dentro da boate, enquanto interditada para a perícia, tomara que responda criminalmente por alteração de cena de crime.

Se o prefeito fosse do PT, já teriam pedido o impeachment dele, da Dilma e de toda a cúpula petista presente, passada e futura.

Espero que a imprensa golpista, na cachoeira de esgoto em que vive, tenha respeito pelas famílias das vítimas.

Responder

Julio Silveira

29 de janeiro de 2013 às 09h40

Eu só acho que junto na prisão do musico e do dono da boate, informada pela midia, deveria ter gente do poder publico digamos mais (ir)responsavel, que em suas cegueiras permitiram esse estado de coisas.
Tô cansado de ver os bodes espiarem, enquanto seus treinadores ficam ao longe olhando-os irem para a degola, e sempre arrumando a fila.

Responder

Jose Mario HRP

29 de janeiro de 2013 às 09h02

No futuro quando eles precisarem não podemos esquecer seus belos atos, pois todos somos filhos lá do cara do alto!
Grande jogada, argentinos!

http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/26836/argentina+envia+pele+para+ajudar+tratamento+de+feridos+em+santa+maria.shtml

Responder

Hélio Pereira

29 de janeiro de 2013 às 08h44

A midia vem poupando o Prefeito de Santa Maria,Cesar Shirmer, só pelo fato dele fazer parte do Grupo Tucano/Peemedebista do RS que sempre apoiou o PSDB e é comandado por Pedro Simom,um anti-petista histórico que só apoia Tucanos.
Se fosse um Prefeito do PT a midia em peso estaria pedindo sua prisão e o Procurador Roberto Gurgel já teria entrado com uma ação no STF pedindo sua cassação.
Deve ser dado “a Cézar o que é de Cézar” ou seja a RESPONSÁBILIDADE deste fato lamentável.

Responder

Lindivaldo

29 de janeiro de 2013 às 01h00

A vil direita, por sua pior face – a imprensa golpista – revela-se negra, atua nas trevas e se alimenta das misérias e das desgraças.

Obsecada pela retomada do poder, difama o País e corrompe a consciência do seu povo sem nenhum constrangimento.

Em suas ações suicidas conta com um exército de mercenários medíocres que concorrem entre si com seus trabalhos sujos.

Por uma rede de esgotos, vem derramando impunemente sobre um povo bom e ordeiro seus dejetos fedendo a ditaduras e conspirações.

De 2003 para cá, a lista de suas insanidades vem crescendo em número e ousadia.

Em 2006, por exemplo, a globo, no JN, ignorou, por completo, a colisão do Gol, voo 1907, com o jato Legacy, com 154 vítimas, porque coincidiu de ocorrer às vésperas do primeiro turno das eleições de 2006, cuja prioridade era exibir a suposta tentativa da compra de um dossiê pelos aloprados.

Com esta armação, levaram a eleição foi para o segundo turno…

Logo após, em 2007, sua sensibilidade, que oscila ao sabor de seus interesses, inverteu-se, passando a cobrir os acidentes com uma total dramaticidade.

Por exemplo, quem não se lembra da explosão do avião da TAM, em julho de 2007, quando a grande mídia indignada – globo à frente – quis subir a rampa do planalto, porque, segundo ela, o Lula foi o culpado de tudo?

Recentemente, essa incansável corja conspiradora atentou impunemente contra a economia do País, derrubando a bolsa de valores, mediante falsas previsões de apagões sem a apresentação de nenhum embasamento.

Em oito minutos, entretanto, a Presidente restabeleceu a verdade, anunciou a redução das tarifas de energia e trouxe novamente a luz e a paz para todos os lares brasileiros, deixando a velha direita cheia de ódio e desorientada.

Até que, infelizmente, ocorreu esta tragédia em Santa Maria. A morte de tantos jovens que deixou todos os brasileiros consternados…

A gravidade da tragédia, por si só, repudia qualquer exploração política, porque o momento é de solidariedade, respeito e apoio total…

No entanto, a insensível mídia – a velha globo à frente – não viu a dor, mas farejou, mais uma vez, a possibilidade de retomar a escalada alarmista, sem nenhum respeito pela comoção nacional.

Logo pela manhã, a globo news convocou o Dr. Tragédia, o vulgo Moacyr Duarte, para fazer seu trabalho sujo, ou seja, envolver o Tarso Genro, governador do PT; e, por tabela, questionar a competência do Brasil, que ora se prepara para sediar a copa em 2014 e as olimpíadas em 2016.

O Moacyr faz parte do exército de salvação da globo, sendo o mesmo o alarmista que, recentemente, deu uma entrevista ao jornal The New York Times, alertando o mundo sobre as explosões dos bueiros do Rio de Janeiro, denegrindo, assim, as imagens daquela cidade e do Brasil.

Apesar de tudo, mais uma vez a luz prevaleceu sobre as trevas; e a mentira não resistiu à verdade!

Pois, a Presidenta Dilma esqueceu a formalidade do cargo, a coragem de guerreira; e deixou o coração de mulher e mãe pulsar livre e sinceramente!

Quantos aos barões da mídia e seu soldados, não há como esperar deles emoções sinceras nessas horas, porque, afinal, eles não têm corações, movem-se de acordo com seus interesses…

E se, por acaso, eles tiverem alguma coisa parecida com um coração, este deve ser de pedra e situar-se no lado direito do peito!
Responder

Responder

    Horridus Bendegó

    29 de janeiro de 2013 às 09h41

    Parabéns por seu texto, Lindinalvo!

    Geraldo

    29 de janeiro de 2013 às 10h07

    Parabéns, amigo. Ontem à noite o William Waack escalou um dito especialista para bater no Tarso Genro. Tentam, a todo tempo, tentar envolver o governo federal na coisa sendo que, do ponto de vista administrativo, sabemos que não tem nada com isso.

    Francisco Cavalcante Souto

    29 de janeiro de 2013 às 11h10

    Parabéns pela lucidez do texto.

    renata

    29 de janeiro de 2013 às 13h24

    O Prof. Moacyr Duarte é um homem sério e íntegro. É leviandade questionar a expetise dele.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!