VIOMUNDO

Diário da Resistência


Lula denuncia justiçamento pela mídia: 55 capas de revistas, 1.146 manchetes e o equivalente a 12 partidas de futebol contra ele no JN; veja nosso resumo em vídeo
Falatório Política

Lula denuncia justiçamento pela mídia: 55 capas de revistas, 1.146 manchetes e o equivalente a 12 partidas de futebol contra ele no JN; veja nosso resumo em vídeo


11/05/2017 - 01h34

Da Redação

Depois de assistir à integra do depoimento de Lula em Curitiba, o Viomundo selecionou seis trechos que considerou estarem dentre os mais relevantes. No total, são cerca de 27 minutos do total de 5 horas.

Do ponto-de-vista da defesa, o mais importante foi a denúncia final do ex-presidente de que sofreu um verdadeiro justiçamento antecipado pela mídia, o que significa que Moro não terá como absolvê-lo.

Pelas perguntas que fez — mas não foram respondidas — , Moro trabalha na linha do power point do procurador Deltan Dallagnol, inclusive na tentativa de alinhavar o mensalão ao petrolão tendo Lula como o poderoso capo de todo o esquema.

Sugerimos que o leitor assista à íntegra do depoimento, aqui, para fazer sua própria avaliação.

Pontos altos de Moro:

Passou ao público a ideia de que está dando amplo direito de defesa ao ex-presidente;

Explorou contradição entre depoimento anterior de Lula, quando o ex-presidente afirmou que sabia da reforma feita no triplex do Guarujá, e as afirmações atuais do ex-presidente de que não tinha conhecimento de que haveria uma reforma para tentar adequar o apartamento às suas necessidades.

Pontos altos do Ministério Público:

Lula fez uma retirada de R$ 7 milhões da sua empresa de palestras, porém não se preocupou em cobrir os custos de R$ 20 mil reais mensais com a guarda do acervo presidencial, mantido em depósito pela empreiteira OAS na Granero.

O estabelecimento, por conta de reuniões periódicas confirmadas pelo ex-presidente, de uma relação relativamente próxima entre Lula e o delator Léo Pinheiro, da OAS.

Pontos altos de Lula:

A demonstração de que vive em um apartamento com escada há anos e que, se tivesse de pedir um elevador de favor à OAS, o faria onde vive atualmente em São Bernardo do Campo.

A insistência na apresentação de provas materiais — um documento, qualquer documento — de que ele seja efetivamente dono do triplex, sem as quais a acusação fica num disse-me-disse.

A declaração de que Moro, como alguém que soltou e mandou grampear Alberto Youseff, poderia saber tanto quanto ele, Lula, sobre corrupção no interior da Petrobras.

O argumento de que os presos preventivamente, réus confessos, usam o nome de Lula como forma de garantir liberdade enquanto assistem a outros delatores, já soltos, viver uma vida boa com o dinheiro dos negócios escusos que promoveram.

O argumento de que ele, Lula, sofre um massacre midiático, um justiçamento nas emissoras de rádio e TV e nas manchetes de jornais que torna irreversível sua condenação. Lula relembrou que o uso da imprensa foi citado como ferramenta importante pelo próprio juiz Moro, em artigo que escreveu sobre a Operação Mãos Limpas, da Itália.

Veja também:

A íntegra do depoimento de Lula em Curitiba

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

José Fernandes

11 de maio de 2017 às 18h49

Quero saber se tem um Político com a idade desse Ser humano,que aguente a quantidade de ataques, dessa mídia fascista, canalha e esses procuradores de araque, são tao convardes que nem na audiência foram,pra encarar o Presidente Lula…cara a cara.. ,pode pegar qualquer um desse políticos do País, eles não aguentaria 10%.

Responder

Eduardo

11 de maio de 2017 às 17h01

Onde está o CNJ ? Onde está o CNMP ? Os procuradores tiveram o desplante, a criminosa atitude de anexar ao processo como peça acusatória um “contrato não assinado” e o Juiz incompetente Moro teve a covardia de perguntar sobre o mesmo a Lula, tentando fazer uma “pegadinha” inescrupulosa, com um rascunho que pode ter sido plantado pela PF , que olhando até debaixo do colchão do ex-presidente nada encontrou tornando-se malfadada e vergonhosa a invasão da residència de Lula e D.Marisa. Assim, pode-se plantar para colher! Na falta de cão o MP caçou com gato!

Responder

Mark Twain

11 de maio de 2017 às 13h59

Essa camera é obscena. Porque não “enquadraram” o juizeco na filmagem também?

Explico: É para que a voz do juizeco fique parecendo uma “voz do além”, a “voz da consciência” “A voz de deus”.

Responder

Francisco de Assis

11 de maio de 2017 às 11h08

Excelentes video-cassetadas do Lula. Sugiro também repercutir a seguinte seleção de texto-cassetadas, selecionadas por Zanuja Castelo Branco, em seu Facebook (com os recortes de vídeo correspondentes, ficaria sensacional):
—————————————————————————————.
Por Zanuja Castelo Branco, em seu Facebook
.
“Depois de 5 horas de depoimento, eis alguns trechos dos Melhores Momentos!!!
.
Moro:”Haverá perguntas difíceis…”
Lula:”Não tem pergunta difícil, doutor. Pra quem fala a verdade, não tem pergunta difícil.”
.
“Moro: o documento tem uma rasura
Lula : quem rasurou?
Moro: não sei….
Lula : então como eu vou saber também?”
.
Moro: Tem um documento aqui que fala do triplex….
Lula: Tá assinado por quem?
Moro: Hmm… A assinatura tá em Branco…
Lula: Então o senhor pode guardar por gentileza!
.
“Lula para o Moro: eu só posso responder pelo que fiz ou não fiz, as elocubrações do ministério público eles que respondam.”
.
“Lula para o Moro: eu não ia querer um apartamento pequeno em que não cabem meus 5 filhos, 8 netos e agora uma bisneta.”
.
“- naquela condução coercitiva o senhor disse aos policiais que o senhor iria ser presidente em 2018 e que se lembraria deles, senhor presidente
– jamais disse isto. que me lembraria dos policiais? não. ali eu tinha encerrado minha carreira política, dr. Moro.
mas aproveito para declarar aqui, que devido às circunstâncias do país, EU serei o presidente desta república em 2018.”
.
Moro: “saíram denúncias na folha de São Paulo, e no jornal O Globo de que…”
Lula: “Dr. não me julgue por notícias, mas por provas.”
.
“Lula pro moro: eu sei que o senhor tem mulher e sabe que mulher não fala tudo pra gente, dr moro”
.
“Lula pro moro: o apartamento era uma bosta, o senhor já procurou alguma casa pra comprar, seu moro?”
.
“Moro: O sr. Não sabia dos desvios da Petrobras?
Lula: Ninguém sabia dos desvios da Petrobras. Nem eu, nem a imprensa, nem o senhor, nem o ministério público e nem a PF. Só ficamos sabendo quando grampearam o Youssef.
Moro: Mas eu não tinha que saber. Não tenho nada com isso.
Lula: Tem sim. Foi o sr. quem soltou o Youssef.”
—————————————————————————————.

Responder

    Tárcius

    11 de maio de 2017 às 22h03

    Que ótimo “ajuntamento” fez esse Zanuja C. Branco ! E você disse bem: são verdadeiras “vídeo-cacetadas” mesmo, rs. Vou colocar no meu Face, com os devidos créditos, claro. Só pra irritar ainda mais os coxinholóides !!!

mauro silva

11 de maio de 2017 às 09h02

teve uma acusação gravíssima de lula à equipe acusadora (polícia federal/procuradoria da república) de provas plantadas nos autos.
basilar é o caso apresentado entre o 13º e o 16º minuto do 1º vídeo.
aquilo, num pais sério, redundava em inquérito administrativo e demissão a bem do serviço público.
mas o brasil não é um país sério.

Responder

Márcio Ramos

11 de maio de 2017 às 07h00

A ditadura se fortalece assim mesmo. Esta na hora de reunir as forças e acabar com o ususrpador. Os golpistas so pode ter uma saida, a cadeia. Nada de pacto com canalhas, ocupar o PIG e prender golpista é um direito do povo.
http://outraspalavras.net/blog/2017/05/10/ivana-bentes-lembrem-se-de-2013/#more-14270
“A virada de página passa também por um deslocamento radical dos imaginários das esquerdas, que têm dificuldade de se movimentar fora da forma-partido, da forma-Estado, do centralismo.”

Responder

Patrice L

11 de maio de 2017 às 02h27

Lula lacrou em todas! Se eu fosse o Moro, vazava assim que acabou a oitiva. Foi reduzido a pó! Pó de pirilim plim plim!

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.