VIOMUNDO

Diário da Resistência


Rogério Correia alerta Dallagnol: Se fugir mais uma vez de audiência na Câmara, estará assinando atestado de culpa; vídeo
Fernando Frazão/Agência Brasil
Política

Rogério Correia alerta Dallagnol: Se fugir mais uma vez de audiência na Câmara, estará assinando atestado de culpa; vídeo


30/08/2019 - 22h10

Se Dallagnol fugir de audiência na Câmara é porque quer ocultar crime que cometeu, adverte Correia

 Héber Carvalho, PT na Câmara

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara (CTASP) realiza audiência pública no dia 10 de setembro para ouvir o coordenador da Força Tarefa da Lava Jato, o procurador Deltan Dallagnol.

Fruto de um requerimento do deputado Rogério Correia (PT-MG), o convite a Dallagnol tem como objetivo esclarecer as conversas vazadas entre ele e procuradores da Lava Jato, e divulgados pelo site The Intercept Brasil. A reunião está marcada para as 14h.

Entre outros temas, o parlamentar petista disse que Dallagnol precisa explicar conversas entre procuradores que apontam para atos de perseguição ao ex-presidente Lula e de manipulação do processo que culminou com a sua condenação e prisão.

“Tudo isso precisa ser debatido, a sociedade precisa ter noção do que está acontecendo. Vamos colocar os ‘pingos nos is’, ouvir o que Dallagnol tem a dizer, ouvir as denúncias, para que a sociedade tire a conclusão das injustiças que estão fazendo com o presidente Lula. Quero ver se ele vem. É importante que ele venha para dizer o que foi esse processo da Lava Jato. Infelizmente ele está fugindo, já se negou a vir a Câmara outras vezes”, destaca Rogério Correia.

Fundo bilionário

O procurador Dallagnol já recusou dois convites neste ano para prestar esclarecimentos em audiências públicas na Câmara.

Na primeira vez, em abril, Dallagnol havia sido convidado para explicar na CTASP a participação da Lava Jato no controle de dois misteriosos fundos privados – num total de R$ 9,3 bilhões – oriundos de acordos firmados entre os procuradores de Curitiba, a Petrobras, a Odebrecht e o governo dos Estados Unidos.

Em julho, Dallagnol também não compareceu a uma audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara (CDHM). O objetivo do encontro era obter esclarecimentos sobre as mensagens divulgadas pelo site The Intercept, de conversas entre o procurador e o então juiz Sérgio Moro.

Confissão de culpa

O parlamentar adverte que, se Dallagnol faltar mais uma vez, estará demonstrando que tem o desejo de ocultar os crimes que cometeu. “Se ele não vier, estará escondendo parte dos crimes que fez”, explica.

O petista destaca que também serão chamados para a audiência pública representantes do site The Intercept Brasil, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e do coletivo Juristas pela Democracia.

Veja no topo o vídeo do deputado Rogério Correia

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

31 de agosto de 2019 às 16h52

https://pbs.twimg.com/media/D-egeJwUYAI8wBF.jpg

No 1º Turno das Eleições Gerais de 2018,
no dia 07/10/2018, o ex-Governador
Jaques Wagner (PT) foi Eleito Senador
pelo Estado da Bahia.
A partir de então, tornou-se o Coordenador da Campanha Presidencial do Candidato Petista
Fernando Haddad (PT=SP), do 2º Turno que
se realizaria em 28/10/2018, domingo.

A essa altura, o então Juiz Federal de Curitiba
Sergio Moro já havia sido escolhido, sem alarde,
para o cargo de Ministro da Justiça pelo Candidato
do PSL Jair Bolsonaro (RJ), caso vencesse a eleição.

Paralelamente, o Candidato Petista – que havia sido
o 2º Colocado no Pleito do 1º Turno – crescia muito
nas pesquisas eleitorais, que na última semana
apontavam a tendência de que Haddad (PT)
superaria o oponente do PSL e venceria aquela
Eleição Presidencial.
Tanto que, no dia 24/10/2018, a Imprensa estampava
a manchete:
“Ibope: Haddad ultrapassa Bolsonaro na Cidade de São Paulo”
A Pesquisa IBOPE revelava que “o candidato do PT
à Presidência da República, Fernando Haddad, ultrapassara o seu adversário no segundo turno,
liderando as intenções de voto na capital paulista,
com 51% dos votos válidos contra 49% de Bolsonaro (PSL)”

Naquele mesmo dia 24 de Outubro de 2018, quarta-feira,
portanto, 4 dias antes do dia da votação de domingo, 28,
o procurador do MPF do Paraná, Deltan Dallagnol, Coordenador da Força-Tarefa da Operação Lava-Jato em Curitiba,
correu aflito a um Grupo de Colegas Procuradores formado ocultamente no aplicativo Telegram
e disparou:

Deltan Dallagnol
“Caros, Jaques Wagner evoluiu?
Isso é urgentíssimo. Tipo agora ou nunca kkkkk”
“Acho que se tivermos coisa pra denúncia,
vale até outra BA [Busca e Apreensão] até,
por questão simbólica.”

(https://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2019/06/deltan-queria-acelerar-acoes-contra-jacques-wagner-em-2018-mostram-mensagens.shtml)
(https://theintercept.com/2019/06/30/vaza-jato-moro-dallagnol-monique-cheker-procuradores)
(https://jornalggn.com.br/justica/por-questao-simbolica-dallagnol-queria-acelerar-acoes-contra-jacques-wagner-em-2018)
(https://guaiba.com.br/2019/06/29/dallagnol-queria-acelerar-acoes-contra-jacques-wagner-diz-jornal)
(https://www.migalhas.com.br/Quentes/17,MI305391,91041-Vazamentos+mostram+que+Deltan+queria+acelerar+acoes+contra+Jaques)
(https://www.valor.com.br/politica/6325311/dallagnol-queria-acelerar-acoes-contra-jaques-wagner-diz-jornal)
(https://www.conjur.com.br/2019-jun-29/dallagnol-acelerar-investigacoes-jaques-wagner)

Agora, já com Jair Bolsonaro (PSL) Eleito em 2018
e com 8 meses de Mandato Presidencial envolvido
na Corrupção do Filho Flavio Bolsonaro, o “Zero 1”,
e do Assessor Fabricio Queiroz, ex-Policial Militar,
no Gabinete de Deputado Estadual da ALERJ,
sem falar dos milicianos assassinos de Merielle,
estranhamente – ou nem tanto – ontem, 30/8/2019,
o mesmo Deltan Dallagnol, Procurador do MPF
do Paraná e ainda Coordenador da Força-Tarefa
da Lava Jato em Curitiba, em Entrevista ao repórter
Ricardo Senra, publicada no sítio da BBC News BR,
assim se justificou:

“BBC News Brasil – Sinto o senhor bastante cuidadoso em fazer qualquer comentário em relação ao presidente [Jair Bolsonaro].

Dallagnol – A minha atuação é técnica, nos processos. Se você me perguntar sobre Lava Jato, corrupção etc., eu falo com muita propriedade.

BBC News Brasil – Mas a gente está falando sobre corrupção e investigações…

Dallagnol – É, mas essa matéria, ela diz respeito à corrupção, mas diz respeito também a questões políticas.
Eu não vou entrar no debate político, essa não é minha seara.
A nossa atuação é técnica, é apartidária.”

[!!! SIC !!!]

https://www.msn.com/pt-br/noticias/eleicoes/ibope-haddad-ultrapassa-bolsonaro-na-cidade-de-s%C3%A3o-paulo/ar-BBOQFDA

Responder

    Zé Maria

    02 de setembro de 2019 às 17h25

    *[SIC] (Advérbio Latino = Assim; Dessa forma): Redução do Termo
    Latino “sic erat scriptum” (“assim estava escrito”), inserido após
    um termo ou expressão para indicar que uma citação foi transcrita
    exatamente como encontrada no texto original, ainda que incorreta, mentirosa, ou dela se discorde …

    Por Exemplo:

    Os Herdeiros Sem-Nome* do Roberto Marinho disseram hoje:

    “Jornal Nacional da Rede Globo: Meio Século
    de Credibilidade, Imparcialidade e Isenção”

    [!!! SIC !!!]

    *Obrigado, Ansioso Blogueiro PHA …

Zé Maria

31 de agosto de 2019 às 14h13

Os Patifes da Força Tarefa Da Lava Jato continuam fazendo no Whatsapp o mesmo serviço porco que faziam no Telegram. Têm infiltrados por toda parte.
A Organização Criminosa está tentando se rearrumar
com @ [email protected] PGR, em combinação com o Moro.

Responder

LUIS B

31 de agosto de 2019 às 10h47

E petista quando foge de interrogatório atesta o que, inocência?

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.