VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Rio de Janeiro: A rebelião dos bombeiros


04/06/2011 - 15h25

04/06/2011 – 13h15
Cabral chama bombeiros presos de “vândalos” e troca comando da corporação

por sugestão do Gustavo Paim Pamplona

DE SÃO PAULO
DO RIO

da Folha.com

O governador do Rio, Sergio Cabral (PMDB), chamou neste sábado os bombeiros que invadiram o quartel da corporação, no centro da cidade, na noite de sexta-feira (3) de “irresponsáveis” e “vândalos”. Cabral anunciou o coronel Sergio Simões como novo comandante do Corpo de Bombeiros e subsecretário de Defesa Civil do Estado, no lugar do coronel Pedro Machado.

“Esses 440 irresponsáveis vão responder a processos administrativa e criminalmente. A abertura do processo disciplinas já foi determinada, a criminal cabe ao Ministério Público”, disse ele após passar mais de quatro horas reunido com diversos secretários, além da procuradora geral do Estado, Lúcia Lea, e o comandante-geral da Polícia Militar, Mario Sergio Duarte.

Ele criticou ainda o argumento usado pelos bombeiros para protestar, que são os baixos salários. “Não é verdade que é o pior salário do Brasil. E mesmo que fosse, não justificaria a invasão. Já há um programa de recuperação salarial dos bombeiros na Alerj. Se ainda não é a ideal, é a melhor do Estado do RJ até agora”, disse Cabral.

Os bombeiros estão em campanha salarial há um mês. Eles reivindicam aumento salarial de R$ 950 para R$ 2000, além de melhorias em suas condições de trabalho.

O governador também afirmou que a invasão é “inaceitável” e que não “negocia com vândalos”.

“Foi uma atitude covarde, com uso de mulheres e crianças, me chocou profundamente. Houve desrespeito à hierarquia dessa instituição tão querida e respeitada que é o Corpo de Bombeiros. Nem vou discutir a irresponsabilidade política que está por trás disso. Já apagaram incêndio com mangueira furada em governos anteriores”, afirmou.

Mário Sérgio Duarte, comandante-geral da Polícia Militar do Rio, afirmou que o uso da força não era de interesse do governo durante a ação.

“Não nos interessava o uso da força, por isso tivemos uma extensa negociação. […] Nossa preocupação era muito grande com crianças e mulheres. Aquele grupo dizia que iria reagir de toda forma possível a qualquer ação nossa, então havia um cuidado muito grande. Havia notícia que havia arma de fogo entre eles. A preocupação é de que alguns tivessem armas. Ouvimos alguns disparos na madrugada. Apreendemos um bombeiro com uma pistola. Tinham armas letais. Se essas armas foram levadas, vamos fazer apuração,” afirmou.

INVASÃO

A informação inicial era de que cerca de 600 bombeiros foram presos após invadirem o quartel central, no centro do Rio, foram transferidos — em um forte esquema de segurança — para a Corregedoria da Polícia Militar em São Gonçalo, na região metropolitana no Rio, na manhã deste sábado.

No entanto, a PM confirmou posteriormente que são 439 presos.

Ao chegarem, novamente eles fizeram uma formação com a palavra SOS, como já haviam feito quando ficaram detidos no pátio do Batalhão de Choque, no centro do Rio.

Os militares foram levados em 14 ônibus, que saíram em comboio do Batalhão de Choque. Antes, os bombeiros presos foram identificados e revistados. Das janelas dos ônibus, eles gritavam palavras de ordem e alguns exibiam a bandeira do Brasil.

Na porta do batalhão, cerca de 150 pessoas com as esposas e filhos fazem uma manifestação em favor dos bombeiros presos. Policiais do Batalhão de Cavalaria e do Choque fazem um cordão de isolamento em frente à entrada do Batalhão e o clima é tenso.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde e Defesa Civil, a quem os bombeiros são subordinados, os manifestantes responderão por invasão de órgão público, agressão a oficial e desobediência à conduta militar.

O quartel do Corpo de Bombeiros foi ocupado na sexta-feira (4) à noite por cerca de 2.000 manifestantes, de vários batalhões da cidade, alguns acompanhados por familiares — mulheres e crianças — que reivindicam melhores salários. Durante quase cinco horas — das 21h às 2h — o comandante geral da PM, coronel Mario Sergio Duarte, esteve no local negociando com os invasores. Ao longo da madrugada, alguns bombeiros deixaram o quartel.

Policiais militares do Batalhão de Choque invadiram às 6h de hoje o quartel com o uso de bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo para dispersar a manifestação. O comandante do batalhão de choque, Valdir Soares, ficou ferido durante a ação. Uma criança de dois anos foi atendida no hospital Souza Aguiar por ter inalado gás, mas já foi liberada.

O local foi invadido pelos fundos, por onde foram jogadas as bombas de efeito moral. Pouco depois os policiais do Batalhão de Choque entraram, ultrapassando uma barreira de carros dos bombeiros que haviam sido arrumados nas entradas do local pelos manifestantes para impedir a entrada da PM.

O porta-voz dos bombeiros havia dito que os militares ficariam no local até ter suas reivindicações atendidas. “Já estão dizendo que a polícia vai entrar e dar o primeiro tiro, mas nosso movimento é de paz. Queremos apenas um salário digno”, disse o cabo Benevenuto Daciolo mais cedo.

MELHORES SALÁRIOS

Há cerca de um mês os bombeiros estão em campanha salarial. Eles reivindicam um aumento de R$ 950 para R$ 2.000, além de melhorias em suas condições de trabalho.

Durante a tarde de sexta os manifestantes haviam se reunido e feito um protesto em frente à Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), no centro do Rio.

Ônibus com bombeiros de várias cidades chegaram ao local durante o dia, aumentando o número de manifestantes. Por volta das 18h, o grupo saiu em caminhada pelas ruas do centro, até chegar ao quartel central.

Lá, os manifestantes abriram os portões de ferro e entraram, ocupando o pátio interno da instituição.

O comando geral do Corpo de Bombeiros informou na manhã de hoje que a rotina de atendimento à população está mantida.

“Postos de salvamentos dos Grupamentos Marítimos, assim como quartéis, unidades de atendimento de urgências e emergências (SAMU/GSE) e serviços de socorro (combate a incêndios, salvamentos e desabamentos, etc) estão operando normalmente. Os substitutos dos bombeiros detidos pela Polícia Militar já assumiram seus postos desde o inicio da manhã na troca normal de plantões”, diz nota do comando.

PS do Viomundo: Um dos problemas é que os bombeiros, no Brasil, são militares, aos quais se aplica o princípio da hierarquia.





183 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Bruno

06 de junho de 2011 às 09h18

Bom, primeiro de tudo, repito o que já disse: se fosse em São Paulo…

Fora isso: a prisão é justa, visto que, militares que são, eles não podem se amotinar. TÃO JUSTA QUANTO ISTO é a reivindicação salarial. Bombeiros – e não só eles, PMs em geral também – devem receber de acordo com a periculosidade de seu serviço e de sua importância para a sociedade. Os R$2 mil de soldo são um piso razoável. Somadas as gratificações, o valor total deve passar dos R$3 mil, que entra em um nível decente para a importância dos cargos. Mas, novamente, nada justifica entrar em combate com o poder policial, invadir o comando do Corpo ou, como foi ilado pelo Governador, trazer mulheres e crianças para um protesto que tem tudo para acabar em violência.

Responder

alfred

05 de junho de 2011 às 20h50

Claro que os bombeiros são vândalos! E também são uns ingratos! Como eles ousam reclamar de barriga cheia, recebendo a fortuna de 950 reais por mês? Não fazem nada, fingem que salvam vidas em incêndios, enchentes, deslizamentos… como se o Rio de Janeiro, tão bem administrado, tivesse essas coisas! Os bombeiros precisam entender que o Rio tem coisas muito mais importantes pra cuidar. A Copa do Mundo e a Olimpíada, por exemplo. Vocês não imaginam como custa caro varrer a sujeira pra baixo do tapete e passar aquela mão de tinta na cidade! E o dinheiro pro Maracanã?? Gente, a reforma vai custar bem mais do que 1 bilhão! Tem mais um montão de coisas pra construir e reformar. Tem de dar um jeito mesmo naquelas obras que foram feitas pros Jogos Pan-Americanos e que depois ficaram largadas. Po, gente, é importante dar uma força pras empreiteiras. Então, ficamos assim. Bombeiros do meu Rio varonil, parem de brincar com fogo que vocês vão se queimar!

Responder

FrancoAtirador

05 de junho de 2011 às 20h46

.
.
Os bombeiros brasileiros são extremamente humildes:

Estão pedindo um salário de somente R$ 2.000,00 por mês,

menos de 1/3 do que recebe um bombeiro canadense.
.
.

Responder

João

05 de junho de 2011 às 19h15

O BOPE teve sua imagem arranhada no episódio.
Quem, agora, confiará no BOPE??

Responder

    Bruno

    06 de junho de 2011 às 09h22

    O BOPE recebeu ordens e as cumpriu. Como sua imagem pode ter sido arranhada?

João

05 de junho de 2011 às 19h03

O Governo Cabral mostrou a que veio nesta questão dos bombeiros.
Vai ser burro (politicamente falando) lá no "caixaprego" governador Cabral.
Esse episódio, assim como aquele no qual o então Governador Álvaro Dias mandou a cavalaria avançar sobre uma manifestação de Professores em Curitiba, será lembrado ad eternum.
O Governo Cabral transformou uma revindicação dos bombeiros em caso de polícia.
Não quero aqui discutir a legalidade, e a invasão do quartel. Não é essa a questão.
Quem deveria ter maturidade política para lidar com a situação é o Governador e sua equipe de governo.
Deixassem os bombeiros no quartel, e fossem negociar com os mesmos. Não tiveram maturidade nenhuma.
Em cima de um discurso legalista/moralista o governador cabral (minúsculo mesmo) chama de vândalos uma das categorias profissionais mais admiradas pela população.
Cabral foi burro, Seu governo foi truculento. E isso será eternamente lembrado.
Em tempo: solidarizo-me totalmente com os bombeiros do Rio. Caso alguém do governo cabral leia estes comentários, só quero sugerir algo: abra negociações, não pegue o Código Militar para punir trabalhadores descentes que, podem sim, ter cometido um erro do ponto de vista militar. Mas, só estavam lutando pela sua sobrevivência.

Responder

alício

05 de junho de 2011 às 18h46

Cabral 2014. Acabou ! Em todas pesquisas o Corpo de Bombeiros é a instituição mais querida e respeitada dos brasileiros. Enquanto os políticos estão na rabeira de qualque pesquisa. Vide o dia dia. Pagar R$ 930,00 a um bombeiro é ridículo. Cabral pede o boné, leva Palocci junto e adeus.

Responder

Brizola Neto: OAB do Rio age com equilíbrio no caso dos bombeiros | Viomundo - O que você não vê na mídia

05 de junho de 2011 às 18h26

[…] Leia aqui a rebeliao dos bombeiros do Rio.   […]

Responder

liz maria

05 de junho de 2011 às 18h23

Vamos nos unir a favor desses maravilhosos e heróis que ganham uma merreca uma vergonha nacional..vamos da maior força a eles e enviar mensagem de apoio a esse movimento justo para a sede da corporação no Rio e pedir um aumento justo e digno e de desmitalizar . Não é correto que eles sejam ligados a PM, aqui em sampa é a mesma pouca vergonha uma humilhação para esses nossos anjos de guarda!… Maria/maria

Responder

francisco

05 de junho de 2011 às 17h25

Azenha
Nós (creio) que escrevemos ao apresentador, blogueiro,nunca sabemos se a quem destinamos a escrita lerá de fato o escrito, seja pelos muitos escritos ou pelo teor não ser necessariamente dirigido ao público dele , mas sim um posicionamento do endereçado. Como exigis identificação, se lido o texto. A resposta poderia vir individuallizada e não dirigida a todos.

Minha mãe diz que detesta estar certa!
O que adianta me criticar publicando se não assume que tens responsabilidade? A caso antes não poderia ter contribuido para solução – celerados é como a mídia os trata, não eu!

Peço: nunca mais publique o que escrevo a vc! Sem meu consentimento! Se me identificas tenho direito de ser consultado – inclusive se o seu amigo o Nassif certa vez deu entender algo que não foi sua intenção dizer – e foi injustiçado segundo vc, nós que escrevemos podemos também errar…

Como quem seleciona as dezenas de textos enviadas a vc , pode ser outra pessoa, dirigi-me a ela com a mesma forma que tratei os bombeiros – pessoa de valor – mas não reconhecida.

òtima semana – mas assuma que não fizeste nada antes para que este problema fosse resolvido – abandonaste estes cidadãos todos!

Ao publicar o que escrevi indicaste que não amadureceu a critica e se expôs desnecessariamente aos seus leitores. Conte 1 2 3 antes de responder…

Quem quer seu sucesso somos nós!

Francisco

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    05 de junho de 2011 às 22h46

    Francisco, não entendi bem o que vc pretende, juro. Vc quer que eu apague os comentários que deixou no site, é isso? abs

Geysa Guimarães

05 de junho de 2011 às 17h03

Irresponsável é um governo que paga salário envergonhante para esses heróis anônimos e diários.
Deveria negociar e jamais permitir que o Corpo de Bombeiros pegasse fogo. São os homens-orgulho do Pais.
O Rio já tem um tiranoSerra pra chamar de seu.
Que coiso!

Responder

    Carmem Leporace

    05 de junho de 2011 às 17h11

    Deixa de falar besteiras tocadora de tuba a soldo… Sérgio Cabral é amigão de Lula e do PT..

    Fiquem com Cabral…. ele é de vocês…

    Vocês não passam é de mentirosos e demagogos… até semana passada Cabral era bom… agora não presta mais…

    Tchau tocadora de tuba.

Arlene

05 de junho de 2011 às 17h02

Vergonha!!!! Vergonha!!!! Profissões que dignificam qualquer nação, aqui, NESTE PAÍS são tratados como escravos. DIGNIDADE JÁ!!!!!

Responder

Evandro

05 de junho de 2011 às 16h46

Azenha, eu não sei como funcionam as coisas no RJ, mas em SP, a desmilitarização sempre foi uma demanda dos bombeiros.

O problema é que o comando da PM faz um lobby enorme pra impedir isso. Envolve questões de verbas para o corpo de bombeiros das quais o comando da PM não quer abrir mão.

Seria uma boa se a população soubesse que os bombeiros odeiam ser policiais militares. Durante os ataques de 2006, grampos telefônicos mostraram que até o PCC lamentou ter que atirar em bombeiro.

Sobre o RJ, o Cabralzinho segue criminalizando qualquer um que exponha a falência de seu estado. As desculpas de Cabral lembram muito as conversinhas fiadas de Serra em SP.

Vândalo é quem paga R$ 950,00 pra bombeiro.

Responder

Rasec

05 de junho de 2011 às 16h19

Cabral está certíssimo num ponto: erraram os bombeiros ao misturarem no discurso por melhores salários, discursos bíblicos, messiânicos e fundamentalistas. O Governador aponta uma deputada estadual evangélica como incitadora do movimento. O "especialista"do Globo News não contestou o discurso do Governador nesse sentido (!!!). Há projeto de cargos e salários aprovado pela Assembléia do Rio prevendo reposição salarial que atingirá os 2.000 pedidos pelos fundamentalistas só em dezembro. A categoria é formada por 15.000 homens, maior, em termos absolutos, do que a de São Paulo (não contestado no GloboNews). Foram menos de 500 os radicalistas. É o governo que mais investiu em equipamentos nos últimos anos (outra reivindicação contestada pelo especialista). Há equipamentos e veículos novos!
Eles perderam R$ 300,00 que recebiam do bolsa-formação pagos pelo Governo Federal transitoriamente. A bolsa foi cortada no último contigenciamento feito pela presidenta Dilma (mas já estava prevista a transitoriedade e isso não era salário, mas camuflava o baixo salário). Havia perspectiva de receber a Bolsa-Copa, mas o projeto nesse sentido ainda não foi viabilizado!
Isso é uma coisa!
A outra condenável e que deixa parte da população contra os bombeiros é esse discurso retomado da última eleição, confundindo e misturando argumentos salariais com bíblia, messias, religiosidade e fundamentalismo!
Erraram feio os bombeiros!

Responder

    Mauro Brum

    05 de junho de 2011 às 19h25

    Meu amigo não via por aí,esses bombeiros erraram em invadir o quartel,e bateram boca com um Comandante da Polícia Militar,ou agrediram ele,não sei o que aconteceu .O mesmo ficou revoltado e como os Bombeiros não gostam da Pm e vice-versa houve uma pressão da mesma para a PM retomar o Quartel,não houve tiros por parte dos bombeiros ,houve uso de força excessiva ( é a palavra politicamente correta para porrada ,tiros ,granadas e etc) por parte do Bope,foram tratados como marginais por um Governador insandecido que xingou,parecia possuído,esbravejou os Bombeiros,ele se esquece que isso que ele fez aumentou muito o animo dos outros Bombeiros .O fato é que a cidade está com Operação padrão de uma Corporação que tem respeito por parte da Populacão de todo Rio de janeiro .

    Bruno

    06 de junho de 2011 às 09h28

    Os bombeiros não "erraram", Mauro. Eles cometeram um crime. É bem diferente, infelizmente. Quanto a serem tratados "como marginais", é o que se espera para qualquer um que cometa um delito, seja o Abdelmassih (que a essa hora está comendo um Beirute em Beirute), o Dantas ou o bombeiro amotinado. Por mais que eu respeite o Corpo de Bombeiros mais do que qualquer outra instituição deste País, o que ESTES 440 fizeram é inaceitável.

    ivomar

    05 de junho de 2011 às 20h50

    Se a alguem contra os bombeiros só pode ser o Cabral e companhia e voee, pois a maioria da sociedade esta a favor desses trabalhadores e esses "argumentos messianicos" são tal falaciosos quamto contos da carochinha.

Ronaldo Luiz

05 de junho de 2011 às 16h12

Ainda bem que são militares. Imagina se não o fossem. É como os controladores de voo. Sendo militares suas obrigações não cumpridas, tem consequencias imediatas. Se fossem civis, aí qualquer punição teria que ser antecedida de longos inquéritos, etc.

Responder

FABIO

05 de junho de 2011 às 16h00

alguém pode me dar exemplo de um governador (político competente), tenho andado de lupa por ai.tah dificil.segundo as tecnicas de redaçao do ensino medio nao devemos generalizar.num sei nao no caso do politicos brasileiros…desesperança.

Responder

FABIO

05 de junho de 2011 às 15h53

Provavelmente os bombeiros serao punidos com os rigores da lei.São do povo!

Responder

    Carmem Leporace

    05 de junho de 2011 às 17h17

    Os petistas do mensalão deviam estar na cadeia.. ou não???

    E o Palocci….violador de sigilo deveria estar onde???

    Vocês não são do povão???

O_Brasileiro

05 de junho de 2011 às 15h27

Anarquistas, graças a Deus…
Estou ansioso para que se manifestem sobre a "esquerda" chinesa e os astronômicos salários de seus funcionários públicos…

Responder

FrancoAtirador

05 de junho de 2011 às 15h23

.
.
Duvido que não apareça algum tucano
dizendo que, para acabar com a crise no RJ,
tem que privatizar ou terceirizar os serviços
prestados honrosamente pelos bombeiros.
.
.

Responder

Carmem Leporace

05 de junho de 2011 às 15h07

Esses caras são uns demagogos e mentirosos de marca maior mesmo… não era Cabral o grande aliado de Lula e Dilma no Rio??? não eram vocês que malhavam o Gabeira??? rapaz… vocês não enganam é ninguém mesmo… não passam é de demagogos…

Lula passou 4 anos praticando suas mentiras e demagogias descaradas em cima de seus palanques no Rio, semana sim, semana também, lá estava o bufão demagogo e enganador de cima de seus palanques, inauguradno casas desse tal de minha casa, que já vinha com uma piscina em cada cômodo e colada com durepox…. segundos os próprios operários… tudo ao lado desse mesmo governador chamado Sério Cabral…

Bem, eu supunho que quando Cabral estava ao lado de Lula no palanque ele prestava… só passaou a não valer nada a partir de agora.

Me solidarizo com os bombeiros e sempre meti o malho nesse tal de Cabral… mas ele foi eleito em primeiro turno… com a apoio de Lula e Dilma… portanto… vocês não tem moral alguma para critica-lo.

Responder

tiago tobias

05 de junho de 2011 às 15h06

Quem é o criminoso? Os bombeiros que invadiram o quartel ou o Estado que paga o salário vergonhoso de R$ 900 e pouco?

Responder

    Bruno

    06 de junho de 2011 às 09h34

    O Estado é imoral. Os bombeiros invasores, criminosos.

Antonio

05 de junho de 2011 às 14h57

Cabral não engana ninguém com seu palavrório de efeito pseudo moral. Enquanto bombeiros, policiais militares e etc. trabalham como escravos, ele faz festa para a Rede Globo, enviando R$ 24 milhões da Defesa Civil do Rio para o pseudo programa filantrópico da Globolobo. Esses R$ 24 milhões só devem ser a ponta do iceberg, o resto deve estar bem escondido. Merece ser investigado.
Ah, e Cabral deve exemplarmente, mandar embora os mais de 400 bombeiros e gastar o dinheiro público para formar novos bombeiros. Eu já havia ouvido FHC chamar os aposentados de vagabundos e Kassab, no auge do seu ego e antes de vir à tona que ele sugou o dinheiro da Prefeitura com as terceirizações, chamar de vagabundo um cidadão que reclamava do porco atendimento da saúde pública, onde Kassab foi fazer um oba-oba. É recorrente entre os corruptos da nação. Só não sobra dinheiro para o salário do funcionalismo público, como acontece em São Paulo, no Rio, em Minas e até na Bahia, onde temos um governo petista que deve ter ido para o mesmo caminho da corrupção..

Responder

    Carmem Leporace

    05 de junho de 2011 às 17h04

    Larga mão de FHC tocador de tuba a soldo, Cabral não é do PSDB, Cabral é amigão do Lula rapaz… surtou mano???

    FHC deu duas surras em Lula em primeiro turno.. esqueceu???

    TChau rapaz.

    Bruno

    06 de junho de 2011 às 09h37

    O "cidadão" não reclamava do atendimento de nada. Protestava contra a Lei Cidade Limpa, que levaria a falência o negócio dele de produção de faixas e placas. E se aproveitou da visita do prefeito (maldito, que não está fazendo metade do previsto para o segundo mandato, guardando bilhões para dar uma de Marta e transformar a cidade em um canteiro de obras infernal em 2012) a um posto de saúde para fazer bagunça. E gente, esquece o FHC, ele nem late mais… virem o disco!

Kleber

05 de junho de 2011 às 14h45

Este é o retrato de um país que privilegia astros em detrimento de profissionais que dão a vida para salvar outras vidas, um país onde magistrados e políticos vivem nababescamente sob as arcas da viúva, enquanto a grande maioria é massacrada diturnamente, um país que trata um simples jogador de futebol como de fosse um Deus, vejam p exemplo deste tal Ronalducho, vai receber 4 milhões de reais para ser garoto propaganda de uma fábrica de pilhas (Duracell), e tem ainda os imbecis que irão pagar uma pequena fortuna para ver seu jogo de despedida da seleção comandada pelo "ILUSTRE" Ric Teixeira. Acorda gente.

Responder

Questionador

05 de junho de 2011 às 14h35

Tem algum bombeiro lendo este Blog? Poderia escanear e seu contra-cheque e postá-lo aqui? Tome cuidado de antes borrar o seu nome e quaisquer informacoes que possam identificá-lo. Parece que esse salário de 950 reais é com as gratificacoes. Ou seja, o salario é menor ainda.

Responder

    Bruno

    06 de junho de 2011 às 09h38

    950 reais é o soldo. O total é maior, embora seja ainda muito indigno.

FrancoAtirador

05 de junho de 2011 às 14h26

.
.
É com essas credenciais que o Cabral quer ser candidato do PMDB a presidente, em 2014 ?
.
.

Responder

Luciano Prado

05 de junho de 2011 às 14h22

Até agora a Globo vinha bancando o Cabral.

Ninguém ouvia falar dos malfeitos desse cara porque a Globo encobria tudo. O caso da lei (ou decreto) Luciano Hulck abriu a porteira para mostrar quem é esse sujeito.

A verdade sempre vem à tona.

Estou com um palavrão na ponta da língua para adjetivar essa coisa que se chama Sérgio Cabral. Essa coisa que chora lágrimas de crocodilo quando é da sua conveniência.

Não fosse a Globo não sobreviveria politicamente.

A máscara dele caiu.

Responder

    Leonardo

    05 de junho de 2011 às 15h43

    Mas ele nao é amigo e protegido do Lula?

    Carmem Leporace

    05 de junho de 2011 às 17h13

    Amigão do Lula…. essa gente não se emenda mesmo… tem tocador de tuba dizendo que Cabral era amigo de FHC em Sorborne e professor de economia ao lado de Serra em Cornnel..

    Rapaz… essa gente não vale nada… Cabral é deles….

    Quem pariu Mateus que o embale.

Elisabeth

05 de junho de 2011 às 14h12

Estou passada com Cabral…

Responder

    Joana Porto

    05 de junho de 2011 às 15h55

    Lembram de quantos MILHÕES o Cabral passou para a globo? inventou um programa qualquer para beneficiar os amiguinhos do PIG… e para os bombeiros ele dá processo e cadeia… é um ditador igual ao Hiteler esse cabral.

RICHARD PEREIRA

05 de junho de 2011 às 14h09

O homem que usa mulher e filhos em uma invasão sujeita a uma batalha campal , não é digno de ser chamado de homem,

Será certamente um , COVARDE, um CANALHA, ou qualquer dos outros adjetivos usados pelo GOVERNADOR SERGIO CABRAL .

Prendê-los é pouco , expulsá-los da corporação é o mínimo , seres abjetos com esta natureza , não merecem dó nem piedade.;

RICHARD PEREIRA

Responder

    Luciano Prado

    05 de junho de 2011 às 14h30

    Você não sabe o que diz.

    Está repetindo o mantra da Globo e de Cabral.

    A manifestação dos bombeiros – desde o início – foi pacífica.

    Quem esticou a corda foi o governo tucano de Sérgio Cabral.

    Qualquer interlocutor com espírito democrático e conseqüente não deixaria as coisas chegarem onde chegou.

    Se há algum irresponsável nessa história é o governo de Sérgio Cabral .

    Carmem Leporace

    05 de junho de 2011 às 15h33

    Finalmente um comentarista sensato que disse umas boas verdades.

    Canena

    05 de junho de 2011 às 15h55

    De heróis a canalhas, que barbaridade.
    Bombeiros a classe mais respeitada que temos.
    Salário de 323.00 + adicional não sei de quê + abono não sei de quê + gorjeta não sei de quê = 950,00.
    Professores, Médicos, Policiais, Bombeiros são as classes mais abandonadas pelos políticos.
    Hoje faltam professores nas escolas, simplesmente por que estão procurando empregos com melhoes remuneração.
    Servidor que tem um governador destes não precisa de inimigo.

    Bruno

    06 de junho de 2011 às 09h41

    Isso, salário menor que o mínimo. Vai longe mentindo desse jeito. Pode até virar Presidente da República!

    Micuim

    05 de junho de 2011 às 16h43

    Hi Richard! Pra chamar bombeiro de covarde, tu deves ser um super-herói. No mínimo.
    Conta pra gente tuas façanhas. (As do Cabral nós já sabemos…kkk)

zenha

05 de junho de 2011 às 13h23

Acordei neste sabado e fiquei vendo a cobertura dessa enorme babaquisse do senhor governador DITADOR que trata os bombeiros a paulada!!!! imagine com os movimentos sociais, oq ele é capaz?? a população do rio deveria ir pra ruas igual fez naquela terrível e individualista passeata de 100 mil pessoas pra defender os royates do petroleo!!! defender os interesses dos corruptos do pre sal vcs vao as ruas… agora o DITADOR chama o bope pros bombeiros e nao fazem nada??? toda a corporação dos bombeiros deveria se unir e exigir que o governador se retrate!!!! Q PAPELÃO!!!!!!!!! VERGONHA nacional!!!!!! e ainda irão sediar as olimpiada!!!!! VIVA O BRASIL!!!!!

Responder

Adilson

05 de junho de 2011 às 13h21

Justíssima a reivindicação dessa categoria absolutamente honrada e que tem o reconhecimneto da população, coisa que não podemos deizer o mesmo de seus patrôes…

A OAB, já está de olho nas arbitrariedades.

Sérgio Cabral conta com "O Globo" que colocou o apelido deles de "larga-vidas" .

Responder

José Eduardo Camargo

05 de junho de 2011 às 13h06

Bem observado, Azenha! É preciso desmilitarizar os bombeiros. É um completo absurdo o fato de serem militares. E mais, devem também se desvincularem da polícia. Agora, indo mais além, é também um absurdo maior ainda a existência em plena democracia de uma polícia militar. Essa é uma das heranças malditas da ditadura. E não vejo ninguém questionando isso. Uma lástima!

Responder

mello

05 de junho de 2011 às 13h03

Tudo bem, ganham muito mal, merecem, tanto quanto os professores, médicos, policiais e outros funcionários públicos , um salário digno, de pelo menos 6 salários mínimos….Mas danificar o equipamento e as instalações de trabalho (dinheiro da população), sonegar serviços à populaçã, e utilizar-se de mulheres e crianças em seu protesto….não há como aprovar.
O trabalhador tem que aprender a protestar sem prejudicar a população. E ter em mente que, ao entrar em greve, vai ter o seu dia descontado, tem que fazer um fundo de greve, tem que saber se organizar.

Responder

    cmarinsdasilva

    05 de junho de 2011 às 17h09

    lamentável sua colocação…
    aposto que vc gostou do movimento social do egito amplamente divulgada na globo…
    lamentável…menino programado.

João Vitor

05 de junho de 2011 às 12h59

Para todos os que apoiam os bombeiros, vistam o vermelho durante a próxima semana e participem das manifestações, ao menos no Rio.
Precisamos estar unidos e iniciar um novo momento em relação aos movimentos sociais …

Responder

Luís Carlos

05 de junho de 2011 às 12h51

Quando o cidadão pode expressar sua vontade através do voto as falhas do regime democrático são minimizadas. O Eleitor do Estado do Rio elegeu e reelegeu o atual governador, sendo que o senhor Sérgio Cabral Filho é um dos piores políticos regionais pós-fusão. No final da semana passada o ex-governador, ex-faquir e atual deputado federal Anthony Garotinho exibiu as marcas de tiros na parte traseira do seu carro recebidos, disse ele, quando ia em direção a Campos do Goytacazes. No Estado do Rio não existem maus políticos mas eleitores desatentos e preguiçosos.

Responder

Tony_SC

05 de junho de 2011 às 12h50

Chamem os controladores de voo…

Responder

Angela Maria Liuti

05 de junho de 2011 às 12h33

Aproveito este espaço para dar o meu irrestrito apoio aos BOMBEIROS do Rio de Janeiro, e de todo o Brasil, mesmo que o viomundo não queira publicar, na segunda feira estaremos nos posicionando numa campanha a favor das reivindicações trabalhistas dos Bombeiros, dos soldados, dos policiais, dos professores , dos enfermeiros e outros servidores que são sugados em sua força de trabalho em nome de códigos e lógicas de mercado ultrapassadas.
A população "aqui em baixo" que paga altos impostos e dependem de serviços publicos de qualidade vem exigir que os servidores deste País, sejam bem remunerados pelo seu trabalho, para que possam executar suas tarefas com dignidade, não com salários irrisórios, familias passando necessidade, com dividas,com falta de respeito , desprotegidos. Propomos inverter esta ordem autoritaria e segregadora, de trabalho escravo existente no Brasil.
Vergonha , covardia e vandalismo é ter politica salarial diferenciada de castas como às que privilegiam uns em detrimento de outros, tais como os vergonhos os privilegios e salarios que recebem os representantes dos legislativos, deputados estaduais, federais, senadores, vereadores, além dos altos salarios dos desembargadores, ministros e ourtros cargos do judiciário, que recebem proventos de oitoa vinte mil reais. ou mais, além de regime de férias diferencaiiadas e garantias de aposentadorias. Além de toda uma estruturauta de apoio como os deputados eoutros servidores, por exemplo, que tem a seus serviços um gabinte disponivel com funcionários liberados para atende-los, com telefone, internet, celulares à vontade, alimentação gratuita , ternos, carro á disposição, viagens áreas, (tem gabintes com mais de 10 comissionados e ou funcionarios com infraestrutura para execução de serviços, a serviço de partidos politico. Todos e toa a infraestrutura pagos com recursos do erário publico, alíás com o suor de cada brasileiro que paga imposto. Propomos uma distribuição de renda iqualitaria,afinal um bombeiro executa seu trabalho com tanto ou mais desvelo que um politico. Deixo aqui uma moção de repúdio à atitude covarde e autoritária do Gov do Rio de Janeiro e sua policia repressora.Trabalhadores não são bandidos e nem escarvos.
Florianópolis/SC

Responder

Luís

05 de junho de 2011 às 12h10

Com um aliado como o Cabral, seria melhor que o Gabeira (ou ex-Gabeira) tivesse sido eleito mesmo.

Responder

Eduardo

05 de junho de 2011 às 11h54

Incrível que alguém ainda ache o salário de um bombeiro satisfatório.

É uma vergonha.

Responder

    luiz pinheiro

    05 de junho de 2011 às 13h13

    É mesmo um absurdo achar esse salário satisfatório.
    Quem é que acha satisfatório?

Luc

05 de junho de 2011 às 11h36

Código Florestal, Bombeiros, a Pobreza como questão paisagística…..não se iludam, PMDB é PMDB sempre, com ou sem Lula, com ou sem Dilma.

Responder

Fabio SP

05 de junho de 2011 às 11h20

Tudo culpa desse governo pmdb-petista há tanto tempo no poder…

Responder

Pedro Luiz Paredes

05 de junho de 2011 às 11h02

Se todos os bombeiros são unidos mesmos basta pedir demissão em massa se o governo não abrir mão de punir os líderes.

Responder

    Juliano

    05 de junho de 2011 às 13h53

    Concordo em parte com o Pedro. acredito que não seja necessário pedir demissão em massa, mas sim paralizarem totalmente suas atividades e sem violência, fecharem os quarteis em todo o estado e entregarem a população às mãos do governador. aí sim suas reinvidações seriam totalmente atendidas, pois o Cabral e sua policia não têm como suprir a falta desse homens. como diz o amigo Bernardino, dinheiro pra o PÃO E CIRCO tem, mas para serviços essenciais não. o governador mesmo vive gastando o rico dinheirinho dos cariocas lá em terras francesas. a população tb deveria se manisfetar e entrar na briga por seus direitos, afinal qdo precisarem do resgate chamarão a quem??? aos bombeiros, nossos heróis ou ao governador, ao politico que é a perdição desse país????????? PARALIZAÇÃO TOTAL!!!

Bernardino

05 de junho de 2011 às 10h42

Dinheiro pra futebol,olimpiada e circo têm.porem para serviços essenciais nao tem a culpa é da populaçao que vota nesses CANAlhas,mesmko apanhando.É a herança cultural portuguesa,maldita e covarde.Quero ver acontecer isto em populaçoes politizadas.Infelizmente,vivemos sob a DITADURA da Imprensa e do JUdiciario que subistituiu a ditadura militar.O mais grave é que nao há LUZ no fim do TUNEL!!
Aqui, A DIREITA desmata,SOCIALISTA privatiza e COMUNISTA é CORRETOR dos DOIS!!!

Responder

    beattrice

    05 de junho de 2011 às 13h44

    Sua última frase é um epitáfio para o BRASIL, oxalá não haja lápide onde inscrevê-lo.

Norton

05 de junho de 2011 às 09h48

Azenha,é verdade que o Sérgio Cabral está construindo uma mansão em Paris?

Responder

David R. da Silva

05 de junho de 2011 às 09h45

Minha Solidariedade aos Bombeiros do RIO. A maior Liderança dos Bombeiros é a FOME. As declarações do desgovernador Cabral e sua falta de respeito com os Bombeiros é uma torpe da própria sandice desse Vigarista Político. Quer dizer que mais de 30 dias em Protesto por melhores salários…o desgovernador NÃO NEGOCIA com os BOMBEIROS e ainda os presenteia com HUMILHAÇÃO, Cassetete, Porrada, Gás de Pimenta, Gás Lacrimogênio….é muita desfaçatez do Cabral. Dia 08/06/11, Terça-Feira, Policiais Civis de Minas, PM, Agentes Penitenciários e Professores Estaduais estarão MOBILIZADOS em todo o Estado, contra os desmandos do tucano Governador Anastasia, por melhores Salários, Condições de Trabalho, e contra a Falácia dos Tucanos…O BICHO vai pegar Geral, há 3 meses que o Gov. Anastasia usa o PIG para ENROLAR esses Profissionais…Aguardem! Os Policiais Civis, há 3 meses vem exigindo respeito e que sua pauta de reivindicação seja atendida. Até agora só FALÁCIA do Tucano no PIG Mineiro. de Belo Horizonte.

Responder

    beattrice

    05 de junho de 2011 às 13h45

    15 M bate às portas, vamos acordar dona DILMA?

Carmem Leporace

05 de junho de 2011 às 09h35

Esses bombeiros são é uns folgados, isso sim.

Responder

    Christian

    05 de junho de 2011 às 12h30

    queria ver a senhora dizer isso ganhando 950 reais por mes

    Janah

    05 de junho de 2011 às 16h23

    Desculpa, mas a ração dos trolls acabou!

Luiz

05 de junho de 2011 às 09h33

Mês passado, mais de dez mil policiais e bombeiros militares mineiros pararam o centro de BH por mais de cinco horas. Era uma manfiestação por melhores salários e outras iguais estão prometidas, até que o governo Anastasia apresente uma proposta digna. Em Minas, bombeiros e PM não ganham mais do que os colegas fluminenses. Mas o governador é pusilâname, lgo chamou seu padrinho Aécio, como um menininho chama a mãe em situações de desconforto. Acontece que Aécio é o principal responsável pelo caos que impera em Minas. Agora se sabe o quanto custou o tal "choque de gestão", que nunca existiu. Fragilizado pelas "noites cariocas", Aécio não pode ajudar seu afilhado.

Responder

francisco

05 de junho de 2011 às 07h30

Ilmo Azenha,
Com que te relacionas? Como tão antenado como tú és, deixaste de observar estes que pelo desespero invadiram o quartel?!

Com quem te relacionas?
Que deixaste de comentar a condição absurda salarial de tão corajosos profissionais?

Com quem te relacionas?
Criticaste os Bombeiros….absurdamente com seu absoluto sikencio ou ausencia de escuta ou percepção social antes da invasão…. foram 493 celerados…. ou foram 493 cidadãos que abandonaste?
Com quem te relacionas?
Saõ alguma casta que vivem nas alturas celestiais …ou uma casta letrada que se vangloria de altimo social?
Abandonados por ti? Ou por todos que andam contigo?

Por que estes 5000 cidadãos foram abandonados por ti?

Prezo pela existência também! Mas os que estão a sua volta prezam sua percepção ou agudez profissionnal?

Com quem te relacionas?

A indiferença mata esperanças, carreiras politicas , amores , admiração, enfim :
Como abandonaste um movimento desta magnitude de baixo do seu nariz?

Foste ou és um Profissional , leitor crítico de nossa sociedade?

Abandonaste o pessoal da tragédia da Serra, quantos mais ?

Com quem te relacionas?

Um abraço de alguém que deseja seu Sucesso.

Lamento que você possa ter contratado um celerado, que talvez delete esta mensagem …. Se houver tal sujeito, pense não atire no seu próprio pé , pois aqueles celerados , ou outros que o blogueiro ignora ou abandonou podem vir salvar vida de alguém que amas!

Francisco
7:21 da manhã de domingo!

Responder

Jose Mario HRP

05 de junho de 2011 às 07h26

Parabens a esses 439 homens e mulheres , que com sua corajosa atitude mostrou ao Brasil mais uma triste mazela dos nossos governantes!
O arrocho salarial imposto pela disciplina militar incentivadora da leniencia e corrupção!
Botar comida em casa com essa mixaria é impossivel!
Se não fosse o Lula esse traste filho de sambista estaria atras de um balcão de padaria!
Pergunta pra ele com que dinheiro ele comprou a mansão em Angra do Reis??????

Responder

O_Brasileiro

05 de junho de 2011 às 07h22

O que o Cabral podia ter feito, desde o primeiro governo dele, era ter aumentado o salario dos bombeiros e policiais.
Mas, quando invadiram o quartel, ai o Cabral ja nao mandava mais nada, velho. So fingia que mandava…
Nessa hora, quem manda, como chamou a atencao o Azenha no PS, sao os comandantes…
Porque militar anda armado, e tem que receber ordens… Seja pra matar, seja pra morrer…
Quem nao gosta, leia o livro de Sun Tzu, A Arte da Guerra, e mande dispensar as forcas militares…
Mas, no pais do Pre-Sal, eu duvido muito!

Responder

Everson Henn

05 de junho de 2011 às 04h07

Liberdade/Anistia para os Bombeiros Já!

Criminoso é o (Des) governador que paga esse salário de fome aos profissionais que têm como missão salvar vidas. Bandido é o Comandante da PMERJ que, movido por um sentimento de vingança, ordena uma invasão absurda. Arruaceiros são os integrantes do BOPE que cumpriram como cães vassalos as ordens do dono, batendo e jogando gás pimenta em companheiros (?) de farda, mulheres e crianças. E se não morreu ninguém nessa invasão criminosa foi porque os manifestantes tiveram muito bom senso e não responderam com violência a abordagem truculenta do BOPE.

"Covardia": A cena que ilustra bem esse termo é aquele em que um oficial do BOPE – aparentemente um Coronel – joga spray de pimenta nos olhos dos manifestantes sentados, alguns deitados e imóveis no pátio do quartel. Para a sorte da memória dos bombeiros, o canalha teve seu rosto filmado pela TV e vai ser sempre lembrado nos quartéis, enquanto viver…, como o símbolo da covardia.

Toda solidariedade e apoio aos Bombeiros cariocas!

Everson Henn

Responder

benedita da silva

05 de junho de 2011 às 01h35

Maravilhoso. Parabéns bombeiros do Rio. Todo nosso apoio. Precisamos de vocês para nos salvar. Mas bem alimentados, bem como sua família. Com R$ 950,00 mensais é impossível. O Sérgio Cabral está se comportando como a ultra direita. Vândalos são os……………..dele, Sérgio Cabral.

Responder

    Leonardo

    05 de junho de 2011 às 11h04

    Cumprir a Lei é ser de direita ou esquerda?

    Por que todo esquerdista tem ojeriza, tem calafrios quando se fala em LEIS?

JAIRO

05 de junho de 2011 às 01h19

greve mal feita pau é pau .erraram feio MAS ainda tem tempo reagrupar os que estão livrese partir para o choque inevitavel.
AVANTE!!

Responder

pall kunkanen

05 de junho de 2011 às 01h01

É impressão minha ou é proibido protestar no Brasil? É geral em qualquer lugar basta dizer que é um protesto para o gás de pimenta, lacrimogênio e outros se fazer presente.
Porque se passou a ser proibido alguém deveria vir a público e dizer, do contrário estamos numa ditadura e não sabemos.

Responder

    Leonardo

    05 de junho de 2011 às 10h55

    Protestar pra voce é invadir e depredar bens públicos?

    Marcio H Silva

    06 de junho de 2011 às 01h47

    Nunca saimos da ditadura, como sabemos……

Desespero

05 de junho de 2011 às 00h47

Democracia!

Responder

VERA

05 de junho de 2011 às 00h45

O GOVERNO DE DESSE SERGIO CABRAL É UMA VERGONHA, DEVIA CHORAR E PEDIR PERDÃO POR ENVIAR BOPE PARA AGREDIR BOMBEIROS QUE SÓ QUEREM O QUE TEM DIREITO E O GOVERNADOR VEM ENROLANDO E LEVANDO EM BANHO MARIA, DIVULGANDO MENTIRAS PELA GLOBO CUJOS INTERESSES EMPRESARIAIS SE MISTURAM AOS DO ESTADO, TUDO ISSO É UM LIXO SEM TAMANHO, E UMA INDIGNIDADE COM UMA CATEGORIA QUE JÁ VEM AGUENTANDO SER HUMILHADA HÁ VÁRIOS GOVERNOS. CHEGA, SEU SERGIO, VAI JOGAR BOMBA EM OUTRA FREGUESIA!,
VERA

Responder

    Conceição Lemes

    05 de junho de 2011 às 01h05

    Vera, letras minúsculas nos próximos comentários, por favor. abs

Luci

05 de junho de 2011 às 00h45

Alguém tem noticias da esposa do cabo Tulio Anselmo? É doloroso ser parte de um momento triste, de desrespeito e truculência com os cidadãos brasileiros que denunciam salários aviltantes.Há muito tempo os bombeiros estão reivindicando aumento (justo) de salários.Ocupar o quartel foi uma medida compreensível de desespero.Querem vender a imagem que está tudo bem, ontem a professora Amanda, denunciou 930,00 o salário do professor no RN, hoje prendem bombeiros que ganham 950,00.Quais são as condições de trabalhos destes profissionais? Como vivem com 950,00?

Responder

Policial Mendigo

05 de junho de 2011 às 00h44

CABRAL TEM RAZÃO O salario da policia do RJ Não é o pior salario do Brasil mesmo!! O PIOR É AQUI DE SP! P(IOR) S(ALARIO) DO B(RASIL)

Responder

Luci

05 de junho de 2011 às 00h36

Hierarquia é a dignidade da pessoa humana.
950,00 (indigno) o salário de um bombeiro do Rio de Janeiro!

Responder

CosmeBR

05 de junho de 2011 às 00h16

Antes de aumentar o salário em mais de 100% do nada tem de haver uma melhora significativa, inclusive em formação profissional de bombeiros, policiais, professores e médicos, como uma limpeza ética, começando por cima.

Responder

    Leider_Lincoln

    05 de junho de 2011 às 13h40

    "Primeiro tem de merecer" então? Por 950 reais ao mês você então arriscaria sua vida, a deixar mulher e filhos sozinhos e mãe inconsolável para salvar quem acha que bombeiro não sabe trabalhar, CosmePSDB, é isso?

Luciano Prado

05 de junho de 2011 às 00h15

A Globo anda fazendo a cabeça do Sérgio Cabral a tal pondo de ele achar que bombeiros são uma ameaça.

E mais perigosos ainda se acompanhados de esposas e filhos.

Responder

    Leonardo

    05 de junho de 2011 às 10h56

    É culpa da Globo, foi o PIG, é a mídia.. dãããã

CosmeBR

05 de junho de 2011 às 00h14

O engraçado é que os próprios bombeiros descobriram agora quanto ganham. Porque não olharam o edital do concurso.

Responder

    Avelino

    05 de junho de 2011 às 04h21

    Caro CosmeBR
    Por quando sai no edital, tem-se um salário, que com o passar do tempo, os governo deterioram, arrocham, e a midia encobre, e quando eles se manifestam, são tratado como bandidos pelo PIG, ver o caso dos professores em SP.
    Saudações

    Leider_Lincoln

    05 de junho de 2011 às 13h41

    É CosmeBR, isso é muito engraçado Você então, é um piadista de primeira, correto? Quer palmas!?!

FrancoAtirador

05 de junho de 2011 às 00h01

.
.
A profissão de Bombeiro é uma das mais valorizadas em qualquer país minimamente civilizado.

No Canadá, por exemplo, o salário inicial de um bombeiro equivale a R$ 7.000,00/mês.

Repetindo, agora por extenso:

O salário de um bombeiro canadense, em início de carreira, é equivalente a sete mil reais por mês.
.
.

Responder

    CosmeBR

    05 de junho de 2011 às 01h44

    Agora faça um cálculo: Qual o PIB do Canadá, qual o tamanho da população, a renda per capta, a quanto tempo esses profissionais ganham um salário justo. Não dá pra fazer analogia em situações tão desiguais.

    Luiz Henrique

    05 de junho de 2011 às 12h08

    Interessante, mesmo com todas essas vantagens um congressista canadense custa menos do que um congressista brasileiro…

    FrancoAtirador

    05 de junho de 2011 às 15h46

    .
    .
    E os bombeiros brasileiros são extremamente humildes:

    Estão pedindo um salário de somente R$ 2.000,00 por mês,

    menos de 1/3 do que recebe um bombeiro canadense.
    .
    .

edmil

04 de junho de 2011 às 22h49

ESSE GOVERNADOR É UMA VERGONHA PARA OS FLUMINENSES, DINHEIRO COM SOBRA AQUI SÓ PARA OS DONOS DE EMPRESAS DE ONIBUS ,SUPERVIA ,METRO,REDE GLOBO……TRABALHDOR SÓ CHIBATA . DE UM GOVERNADOR QUE CHAMA ESTUDANTE DE "OTÁRIO" ESPERAR O QUE?

Responder

    LUIZA

    05 de junho de 2011 às 10h45

    ESSE SERGIO CABRAL NÃO PASSA DE UM VANDALO , EU PROTESTO CONTRA O SÁLARIO DOS BOMBEIROS POIS ELES SE ARRISCAM PELA SOCIEDADE SERGIO CABRAL i FORA !!!!

beattrice

04 de junho de 2011 às 22h41

Esse confronto entre BOPE e Bombeiros, numa disputa fratricida já ocorreu defronte à Bastilha do Morumbi, entre as polícias civil e militar de SP, enquanto o Zé Nero da Bolinha apreciava a guerra campal das janelas do palácio.
RIO e SP.
Os dois principais estados arrecadadores e os funcionários de estado tratados como inimigos públicos e mendigos, recebem um salário-esmola, em caso de reclamação cassetete e bomba à disposição.
Difícil dizer qual a pior dupla, CABRAL & PAES ou ALCKMIN & KASSAB, o diabo que escolha seu melhor fiel escudeiro.
A administração depende de executivos, porque este tipo de des-governador e des-prefeito não tem secretário, só executivos e ajudantes de ordens, que eles remanejam entre si, como a Costin, que já serviu cá e ora serve lá.
As estratégias são sempre as mesmas, sucatear e terceirizar via as OS dos afilhados e apadrinhados.

Responder

marcos faustino

04 de junho de 2011 às 22h36

Eu,meu Deus se manda o bope nos Bombeiros.esperar o que no brasil são umas das poucas classes que queremos ver quando estamos mal,avante herois.

Responder

rita

04 de junho de 2011 às 22h04

luto.

Responder

LuisCPPrudente

04 de junho de 2011 às 21h26

Bombeiros, policiais e professores têm que receber salários com piso inicial superior a R$1.500,00.

É uma vergonha um salário com esse piso de 900 reais para bombeiros. Parabéns aos bombeiros.

Quanto ao Antony Garotinho defender os salários dos bombeiros, ele quando foi governador nada fez para os bombeiros, não deve ter feito para os professores e nem para os policiais.

Responder

Luana

04 de junho de 2011 às 21h24

Azenha,

Bem lembrada essa questão da hierarquia, mas vai uma pergunta: Do jeito que estes militares são em relação à hierarquia, você acredita mesmo que estas pessoas fariam o que fizeram se suas barrigas e de seus filhos não estivessem doendo? Logo eles que lidam o tempo todo em salvar pessoas?

Responder

Minas

04 de junho de 2011 às 21h22

Cabral está ERRADO!!!! Bombeiros não são VAGABUNDOS, não são VANDALOS…. Quem paga R$900,00 , não pode exigir respeito!!!!

As forças são independentes… Quartel de BM não é morro do Alemão pra ser Invadido por PM !!!

Terça-feira será a vez de Minas…. Anastasia deve estar se …….. Quero até ver se tentará ludibriar a classe, como fez seu Padinhooo….

Responder

Vanya

04 de junho de 2011 às 21h15

Irresponsabilidade e acomodação política. Bombeiros mal orientados e em ato de desespero. E esse é o resultado. Erro dos dois lados. Mas não justifica essa entrada do BOPE dessa forma. Fala-se em briga política entre governante atual e ex governantre. Briga de cachorro grande que como sempre quem é mais atingido são os cachorrinho pequenos que são utilizados como bucha: o povo. Como mãe de família fiquei triste em precenciar aqueles homens, heróis, sendo tratados como bandidos. Vamos respeitar o povo! Vamos respeitar o direito das pessoas terem um salário digno! Governador, a barbárie que vimos na TV poderia ter sido evitada pois esses homens estão tentando ser ouvidos há meses! É uma falta de respeito a invasão de um bem público? Sim, mas foi um grito de Socorro de homens que salvam vidas e que não tiveram o tratamento respeitoso merecido pelo poder público! Uma grande pena e uam vergonha cada vez maior desses nossos políticos.

Responder

Leo V

04 de junho de 2011 às 21h04

O trabalho sujo de José Padilha (o do BOPE de Elite)

Será se o cineasta terá algum peso na consciência se um dia o Brasil virar um Iraque?

O que não se faz por fortuna, não? Contribuir a um projeto de invasão e matança…

Água mole em pedra dura…

Junho 4, 2011
Categoria: Flagrantes Delitos

Primeiro foi nos altos bastidores (tornados públicos com os documentos vazados pelo Wikileaks) que o governo dos EUA tentou convencer o do Brasil de que há terrorismo na fronteira comum entre Argentina, Brasil e Paraguai. Com a diplomacia internacional fracassada, a nova investida vem pelas telas de cinema. Já estão confirmados dois filmes hollywoodianos em que a tríplice fronteira será o palco de atividades de grupos terroristas. “Triple frontier” está sendo desenvolvido pelos diretores que também farão uma longa sobre a morte de Osama Bin Laden e “Tri-border” será feito pelo diretor de “Tropa de Elite”, e como ele próprio reconhece: “A idéia é ter um filme político escondido dentro de um de ação”, na película haverá “inclusive traficantes libaneses suspeitos de ajudar o Hamas e o Hezbollah”. Passa Palavra
http://passapalavra.info/?cat=8

Responder

Avelino

04 de junho de 2011 às 20h55

Caro Azenha
Quando os govenantes invadem os salários, deixando-os cada vez menor, nada se comenta. Enquanto se amplia a produção, a venda, as arrecadações, os salários dos funcionários públicos, vão em direção contrária, ficando cada vez menor.
Mas o interessante é falar do Palocci e da morte do ex BBB.
Saudações

Responder

Jair

04 de junho de 2011 às 20h49

Tenho um amigo que foi dos Bombeiros do RJ. Lembro-me das coisas que ele me contava. Combatiam sem equipamentos adequados (e isto até hoje as imagens de tv mostram), salário baixíssimo e, pra variar, uma horda de oficiais corruptos. O governador vir com essa de "vândalos e covardes" parece piada. Por que, então, ele enviou a tropa de choque e até o Bope (armados com fuzis) para impedir o protesto?
O governador Cabral, como dizem lá no Rio, é um comédia. Saia de seu gabinete, visite alguns bombeiros (e até policiais – mas aí não vale visitar só oficiais) e veja a realidade dos homens e suas famílias. Veja se consegue fazer metade do que eles fazem com o salário miserável que seu governo (e antecessores) pagam a eles.
Ah!, governador, colocar a polícia contra os bombeiros foi uma boa idéia, heim? Você teve essa idéia sozinho ou precisou da ajuda de alguém?

Responder

Mauro A. Silva

04 de junho de 2011 às 20h35

Azenha,
Sabe por que não se retira os bombeiros da alçada da polícia militar?
Simplesmente porque é o único órgão da polícia militar que é bem visto pela população!

Responder

    Luana

    04 de junho de 2011 às 21h21

    Vou estar sendo repetitiva, mas não adianta, nada vai manchar o Rio. A Globo, Cabral e demais imprensa do Rio não vão deixar. Bombeiros e demais que estão nessa categoria que se esplodam. E tem mais, quem continuar se metendo a besta vai ter mais Bope aí.

    Vou ser repetitiva mais uma vez, as coisas só acontecerão quando elas amadurecerem.

zico

04 de junho de 2011 às 20h20

FFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFFF

Responder

zico

04 de junho de 2011 às 20h19

Esse governador derrama milhoes em propaganda na conta dos marinhos, está blindado ha tempos, nenhuma denuncia de corupção desse governo avança, ta todo mundo dominado, ministerio publico, imprensa. As denuncias de corrupção na saude está aos montes, frota de carros da PM superfaturados, viagnes aos montes a paris com o dinheiro do povo, enfim, esse governador é uma farsa, acobertado pelo PT….e outro detalhe, blogueiro ricardo gama e deputado de esquerda aqui no rio são tratados a bala e ninguem faz nada, cade a justiça desse estado……

Responder

zico

04 de junho de 2011 às 20h09

Esse governador derrama milhoes em propaganda na conta dos marinhos, está blindado ha tempos, nenhuma denuncia de corupção desse governo avança, ta todo mundo dominado, ministerio publico, imprensa. As denuncias de corrupção na saude está aos montes, frota de carros da PM superfaturados, viagnes aos montes a paris com o dinheiro do povo, enfim, esse governador é uma farsa, acobertado pelo PT….e outro detalhe, blogueiro ricardo gama e deputado de esquerda aqui no rio são tratados a bala e ninguem faz nada, cade a justiça desse estado……

Responder

Márcio Gaspar

04 de junho de 2011 às 20h06

950,00 reais é de chorar. Isso nao é uma verdadeira remuneraçao para quem presta um serviço de grande relevancia para a populacao. Com este valor de 950,00, está mais para trabalho voluntário, o que nao é.

Responder

    Janah

    05 de junho de 2011 às 17h03

    Ô palavrinha boa – voluntário.
    Aliás, todo político deveria ser voluntário. Prestar serviço, tão e somente, por amor à Pátria e nem assim chegariam aos pés dos Bombeiros que arriscam a própria vida pela dos outros.

Lucas

04 de junho de 2011 às 20h00

Bem que eu tinha estranhado quando eu vi uma carreata de ônibus de bombeiro ontem. Sérgio Cabral é um gênio. Prendeu todos bombeiros do Rio de Janeiro. Garante assim que nunca mais haverá greve. Realmente genial.

Agora, sério, por que diabos nossos bombeiros e nossos policiais ainda obedecem hierarquia militar? Não está na hora de rever isso? Em qualquer sociedade não-fascista, a hierarquia militar deve existir só no exército, e olhe lá.

Responder

    Clóvis

    05 de junho de 2011 às 10h58

    Isso não é verdade Lucas. Geralmente há uma hierarquia rígida em qualquer profissão que envolva risco de morte. Até em aviões e navios comerciais, ainda que não saibamos existe uma hierarquia militar quando envolve situação de risco.

Jr.

04 de junho de 2011 às 19h46

O problema, como bem lembrou o Azenha, é o fato de os bombeiros serem militares. Juridicamente, é difícil a situação dos revoltados. Se o governador tivesse vergonha na cara, já teria aumentado os subsídios deles, e não passaria por esse desgaste. Fez escola com o governo daqui de SP.

Responder

nora j. s. silva

04 de junho de 2011 às 19h44

Nào há justificativa para a atitude do senhor Cabral. Tratar trabalhador como bandido é imperdoável. Cabral iguala-se a Alckim, Vamos exigir a soltura destes bombeiros.
Nós não podemos nos calar.

Responder

Julio Silveira

04 de junho de 2011 às 19h42

Os politicos são muitos indulgentes quando são eles que promovem os proprios aumentos, mas quando na gestão, principalmente nos executivos, são via de regra radicais na punição as categoria que reivindicam, justamente, os de passivos que foram relegados pela propria omissão politica, desinteresse ou má fé. Enquanto isso esses profissionais servem e são servidos num jantar de abutres. Professores, policiais, quantas vezes não os vemos em escaramuças para atender aos interesses dos politicos, abutres.
Fico pasmado com isso, já vi até policia contra policia quando o interesse é de todos. Enquanto isso, os abutres aprenderam a sorrir.

Responder

FrancoAtirador

04 de junho de 2011 às 19h04

.
.
Sob ameaça de invasão do BOPE, esposa de salva-vidas, grávida de 3 meses, sofreu um aborto

Rio – "Mataram o meu filho". Esta foi a afirmação do cabo Túlio Anselmo, salva-vidas de Rio das Ostras e marido de Cléa Borges Menegeli, 27 anos. Grávida de 3 meses, Cléa participava da ocupação ao Quartel Central dos Bombeiros, na Praça da República, acompanhando o marido quando sofreu um aborto.

Segundo Túlio, a confusão começou por volta de 2h da madrugada deste sábado. Cléa ficou nervosa com especulações de que o Bope invadiria o quartel e foi para o banheiro, onde perdeu muito sangue. Após o ocorrido, ela foi levada ao Hospital Souza Aguiar, mas não chegou a ser atendida.

Em seguida, Cléa seguiu para a Maternidade Oswaldo Nazareth, na Praça XV, onde deu entrada às 3h50. De acordo com seu marido, ela chegou a ser atendida, mas o hospital não apresentava aparelho de ultrassonografia. Cléa e Túlio decidiram, então, voltar ao quartel na Praça da República, mas a mulher passou mal novamente e foi levada para o Hospital dos Bombeiros, no Rio Comprido, dando entrada na unidade às 9h05. Cléa está recebendo soro e deve ficar internada no local até a manhã de domingo.

Túlio ficou revoltado com a perda do bebê. Pai de duas crianças, uma de 8 e outra de 10 anos, ele afirma que levou a mulher grávida para o protesto apenas porque se tratava de uma "manifestação pacífica".

"Não somos bichos. Não somos bandidos. Nós não apresentávamos perigo nenhum. Nosso objetivo é apenas pedir mais alimentação. Eu salvo a vida dos outros e ganho menos de R$ 1 mil para sustentar minha família. Isso não é justo", afirmou o salva-vidas, que disse não temer sofrer retaliações e que garante que vai processar o Governo do Estado pelo aborto sofrido pela esposa.

Agência O Dia

Responder

Sergio Santos

04 de junho de 2011 às 18h57

O Sr. Sergio Cabral foi o primeiro a se postar contra a política de segurança nacional que previa um piso para toda a categoria de segurança (R$2.950,00 se não me engano). Isso é o MÍNIMO que eles merecem receber, adicionando-se aí o pessoal de saúde e educação. O governador do RJ está querendo "quarteirizar" a saúde no estado. É mais uma VERGONHA desse político típico brasileiro: demagogo, além de outras "qualidades" menos nobres. A SOCIEDADE precisa saber que, enquanto não propiciarmos condições dignas de vida aos trabalhadores de segurança, saúde e educação, igualmente não teremos a contrapartida e continuaremos sendo mortos e vivendo mal, como atualmente.

Responder

C R TEIXEIRA

04 de junho de 2011 às 18h38

Os Bombeiros "militares" de todo o país têm todo o direito de reinvindicar melhores salários e condições de trabalh, ponto, não discuto! Esse negócio de Polícia Militar, Bombeiro militar, Brigada Militar é ainda um entulho da gloriosa revolução do 1° de Abril e o Brasil tem que mudar toda a estrutura das polícias estaduais. Infelizmente tenho que concordar com o governador quanto a forma, eles (bombeiros) foram mais que vândalos, foram também covardes no momento que utilizaram mulheres e crianças como escudos!

Responder

André

04 de junho de 2011 às 18h37

Eu não me conformo que um bombeiro ganhe apenas R$ 950,00… Atividades tão importantes para a saúde e tranquilidade das pessoas, que são as essencias para a vida em comunidade, tais como, lixeiro, agricultor, polícia, enfermeiro, gari, e tantas outras, tem um salário inaceitável… Já o "fundamental" setor financeiro, tão importante para a existência humana, ah! esse aí é bem remunerado. É, o mundo está de pernas para o ar…

Responder

Rodrigo

04 de junho de 2011 às 18h31

Esses bombeiros sao herois

Responder

Athaides

04 de junho de 2011 às 18h18

A repressão foi de causar vergonha até nos saudosistas da ditadura militar.
E o governador pateta ainda endossa.
Pobre Brasil.

Responder

Marcio H Silva

04 de junho de 2011 às 18h18

Bombeiros são Militares, mas como todo trabalhador tem direito de greve, no Brasil e no mundo. Meu filho é Guarda Vida e está preso na corregedoria. Estão tentando negociar com este Governador desde abril, sem sucesso. Esta semana, impacientes com o descaso do governador, que enrola e não define nada e a toda hora viaja para o exterior, adentraram o quartel, ninguem invade sua propria casa. O Governador como sempre, com aquele gesto cinico vem fazer discurso e mais uma vez é infeliz no vocabulario, chamando estes trabalhadores de vandalos. Eles recebem o pior salario do brasil e não tem vale transporte. Uma das maiores arrecadação paga um dos piores salarios para BM, PM e professores. isto é uma vergonha. Este cara não existe, filhinho de papai, playboizinho e corrupto.

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    04 de junho de 2011 às 18h21

    Conte-nos mais sobre a situação de seu filho, se puder. abs

    beattrice

    04 de junho de 2011 às 22h51

    Continuam sumindo comentários que estavam aqui agorinha.

    Marcio H Silva

    06 de junho de 2011 às 01h37

    Foi eu que pedi para retirar o comentário, pois continha meu telefone particular.

    Chico Nunes

    04 de junho de 2011 às 20h35

    Prezado Marcio, solidarizo-me quanto a este momento, de extrema gravidade para a construção de nossa democracia, no tocante ao comportamento autoritário e desqualificado desse governador que sempre que pode manifesta a sua verborragia e reacionárismo. Os Bombeiros como todo trabalhador merece ser tratado com respeito e diálogo.
    É profundamente lamentável a atitude desse sujeito. O Rio pelo visto está muito "bem servido" com esse governador e esse prefeito, que é da mesma estirpe.

    Leider_Lincoln

    05 de junho de 2011 às 13h43

    Márcio, toda a solidariedade a seu filho e a todo o valente corpo de bombeiros do Rio de Janeiro.

assalariado.

04 de junho de 2011 às 18h17

O Estado e os interesses economicos da burguesia capitalista, se confundem, é a cria e a criatura. Ou seja, a organização patronal vai além das portas das fabricas/escritórios, que em última analise, é o braço armado, juridico e economico, do capital para manter a ordem, a ordem capitalista.Os governos da social democracia são meros legisladores da exploração do capital sobre o trabalho. Ou nas palavras de Marx e Lenin: " A violência é inerente ao capitalismo. O fato de uma minoria ser proprietária dos meios de produção e apropriar-se do trabalho de milhões de seres humanos, remunerando-os apenas pelo mínimo necessário para continuarem trabalhando, já uma violência. Lançar outros milhões de seres na miséria, em nome da “modernização produtiva” e da redução de custos, para garantir o lucro máximo, é ignomínia. Mas não é esse o limite. A burguesia conta com o Estado (destacamento de homens armados, no dizer de Engels) para castigar, por meio de agressões, prisões e assassinatos, os operários que aprendem a dizer não e se levantam contra o regime de escravidão assalariada."

Responder

    Roberto Locatelli

    05 de junho de 2011 às 07h29

    A América Latina tem conseguido uma certa evolução na distribuição de renda e justi8ça social, ainda nos marcos do capitalismo. No entanto, é inevitável que o capitalismo queira tomar de volta essas conquistas. Para mantê-las e aprofundá-las, os povos de Nuestra America precisam começar a pensar diferente. É hora de socialismo.

rafael

04 de junho de 2011 às 18h04

Blogueiro com "rabo preso" fingi que nada acontece ou apóia o governador….o que um cargo no governo não faz !

Responder

Edgar

04 de junho de 2011 às 17h47

Se não me engano, a profissão em que a 'população mais confia', segundo pesquisa IBGE, a frente de professores, policiais e, veja só, políticos. E recebem como pagto 950?

É senhor governador, são de fato vândalos aqueles que não agradecem pelo régio e não merecido soldo.

Responder

    CosmeBR

    05 de junho de 2011 às 00h31

    Bem, quem já precisou dos bombeiros sabe que nem tudo são flores. Já ficamos mais de duas horas esperando os bombeiros com um menino com a perna quebrada e ainda fomos agredidos pelo telefone, enquanto que o quartel mais próximo fica a apenas 15 minutos daqui. Mas claro, merecem um salário bem melhor, mas não podia acontecer daquele jeito. Afinal, eles são militares e prestam um serviço essencial. Não sei como é a lei, mas acho que os mesmos são proibidos de fazer greve.

    Janah

    13 de junho de 2011 às 01h28

    Da próxima vez tente o bope!

JBbh

04 de junho de 2011 às 17h26

Voces ainda não viram nada…. na segunda feira o ANESTESIA, vai anunciar o aumento salarial aqui em minas…. PROVAVELMENTE NA QUARTA FEIRA 08 JUNHO, MINAS VAI PEGAR FOGO.

Responder

Jorge Nunes

04 de junho de 2011 às 17h07

Era muito mais fácil para o Sergio Cabral ter dado o aumento dos bombeiros ao invés de prender toda a guarnição da cidade do Rio de Janeiro. E se houver incêndio agora?

Responder

    Rubens

    04 de junho de 2011 às 17h56

    não se preocupe sr. Jorge com certeza se o incêndio for na residência do sr. governador e chegados não haverá problemas agora quanto ao povão…Deus é pai.

    Geysa Guimarães

    05 de junho de 2011 às 16h57

    Tomara que pegue fogo em local onde o des-governador estiver, e os bombeiros finjam que trabalham (como a maioria dos políticos).

véio zuza

04 de junho de 2011 às 17h00

Com todo respeito, todo mundo quer ganhar mais. Mas funcionário público, ainda mais militarizado, não pode invadir, não. Quem acha bonito agora não vai achar quando houver uma "quartelada" de bombeiros ou policiais contra um governo progressista, eleito pelo povo…e não adianta dizer que governo progressista negocia, porque a direita sabe criar uma sitação de provocação e jogar policiais contra um governador de esquerda…não foi o que aconteceu no "cordobazo"? Saludos e saravá!

Responder

    Rubens

    04 de junho de 2011 às 18h02

    Gostaria de entender um governo progressista , que manda tropas para atacar crianças e mulheres, antes de tentar uma negociação que poderia ser vencida pelo casaço dos manifestantes, tiveram mais paciência com os traficantes, antes das invasões no morro . Parece que o chamado governo progressista não tem paciência com reividincações a ver também a forma como o sr Cabral tratou os professores.

    CosmeBR

    05 de junho de 2011 às 00h25

    Mulheres imprudentes de mandar suas crianças para uma manifestação de invasão à um prédio público militar. Poderiam facilmente perder a guarda das crianças.

    beattrice

    05 de junho de 2011 às 13h50

    A Caixa de PANDORA do Zé da BOlinha não tem fundo, sempre surge mais um.

    Paulo

    04 de junho de 2011 às 18h43

    Sergio Cabral, "governador de esquerda"… háháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháháhá…

    João

    05 de junho de 2011 às 19h11

    Se o conceito de governo progressista é aquele que trata reivindicações de funcionários como caso de polícia, acho que passarei a em candidatos conservadores.

    Valha-me Deus! Com tem troll por aqui ultimamente.

Gerson Carneiro

04 de junho de 2011 às 16h42

VIva a nova Revolta da Chibata!

<img src=http://i1.r7.com/data/files/2C95/948F/2FF5/EDD2/012F/FA74/22A7/3BF4/BOMBEIROS.jpg>

Responder

SILOÉ -RJ

04 de junho de 2011 às 16h39

Todos tiveram ciência do valor salarial antes de se submeter ao concurso, é certo que é muito baixo, tanto quanto os dos médicos, enfermeiros, professores, policiais, etc…etc…
Aliais ganhar bem nesse pais é privilégio de muito poucos, alguns atletas, artistas, empresários e profissionais liberais, e os políticos na totalidade.
Daí eu não entender a estranheza com relação aos ganhos do Palocci.

Responder

    Leider_Lincoln

    05 de junho de 2011 às 13h46

    Ah, então a culpa é deles que aceitaram os baixos salários, e não dos salários que pioraram? Que moral alguém com ideias tão cretinas de jistiça tem para falar do Palocci ou de quem quer que seja?

    beattrice

    05 de junho de 2011 às 13h51

    Ganhar bem deve ser tb privilégio dos trolleiros tucanos e paloccianos.

    João

    05 de junho de 2011 às 19h09

    Siloé:

    Quer dizer que a culpa é do trabalhador, que não pode reivindicar melhorias salariais???

    Sua lógica é ilógica.

Fernando

04 de junho de 2011 às 16h36

Ainda bem que é o último mandato do Cabral.

Chega de porrada em bombeiro e professor, chega de polícia corrupta, chega de Bumba, Angra e região serrana, chega de despejo de pobre, chega de especulação imobiliária, chega de transporte público deficitário.

Chega da direita que desde 1995 destrói o Rio de Janeiro de Leonel Brizola e Darcy Ribeiro.

Responder

    Marcio H Silva

    04 de junho de 2011 às 18h29

    Só não pode votar no pezão. É continuidade de mediocridade.

Gerson Carneiro

04 de junho de 2011 às 16h34

"Ouvimos alguns disparos na madrugada".

No Rio de Janeiro??? Ô novidade!

"Apreendemos um bombeiro com uma pistola"

Que horror! Se ao menos bombeiro tivesse porte de arma.

Seu Cabral, o Estado do Rio de Janeiro mantem os bombeiros sequestrados. Quero saber quem vai se responsabilizar pelos afogamentos desse fim de semana.

Viva a nova Revolta da Chibata!!!

Responder

    CosmeBR

    05 de junho de 2011 às 00h13

    Bombeiro tem porte de arma.

    Gerson Carneiro

    05 de junho de 2011 às 04h16

    Óbvio que tem. São policiais.
    O que espanta é a declaração de que "Apreendemos um bombeiro com uma pistola" . Como se isso fosse algo absurdo.

    Leider_Lincoln

    05 de junho de 2011 às 13h47

    Está discutindo com um apaniguado, cumpadi? Essa gente sabe pensar não, ainda mais entender ironias…

    Gerson Carneiro

    05 de junho de 2011 às 16h41

    Carma cumpadi.
    Acho que foi de boa-fé.

Daniel

04 de junho de 2011 às 16h26

R$950 pra arriscar o pescoço em um incêndio. R$ 26,7 mil pros deputados ficarem batendo papo no Congresso (quem realmente "trabalha" são os 50 assessores). É o Brasil.

pissit: Salário do Cabral aumentou de 13,4 mil para R$ 17,2 mil em 2010 http://www.paraibaurgente.com.br/detalhe_noticia….

Responder

Maria Dirce

04 de junho de 2011 às 16h25

O discurso do Cabral é dizer que nada foi feito no governo passado.Vergonhoso o que fez para os bombeiros, ainda chama-los de vândalos.E fala ainda que alguns podem pegar até 2 anos de cadeia!!! cade os direitos humanos????? se esse país fosse justo, qtos políticos deveriam ir pra cadeia que trabalham na terça e na quinta ja somem, e ainda dão aumento pra eles mesmo.ta tudo errado,Porque não entrou no quartel e negociou o salário? foi mais fácil o Bope?deviam deixar o cabral com 950 reais por um mes apenas, mas limpar o banco dele, e faze-lo sobreviver só com isso.

Responder

    Fernando

    04 de junho de 2011 às 19h28

    Cabral está no segundo mandato, logo o governo passado foi o dele mesmo.

Sr. Indignado

04 de junho de 2011 às 16h21

As pessoas que salvam vidas ganham R$950,00 ? Só? E não podem se manifestar? E são humilhados? E a capacidade de negociação do governo? É na base da ofensa, do tititi público?
Será que o Sergio Cabral não tem vergonha? Acho que não.

Responder

    Bruno

    06 de junho de 2011 às 09h20

    Se manifestar, podem. Me parece que bombeiros trabalham no mesmo regime 12×36 dos outros PMs. Portanto, há bastante tempo livre para manifestação sem causar dano ao patrimônio público (como a invasão do comando) ou prejuízo à segurança da população (pelo fechamento dos postos de bombeiros em toda a cidade). Quanto ao Governador, tenho certeza absoluta de que ele não vale o que cospe. Mas o que os bombeiros fizeram foi INACEITÁVEL.

ulisses

04 de junho de 2011 às 16h21

O Cabral fez escola em São Paulo http://www.conversaafiada.com.br/politica/2011/04

Responder

Annibal Botto

04 de junho de 2011 às 16h16

Lembram que o governador Sérgio Cabral chamou de "Babaca" um menino que fazia reivindicações num CIEP? Lembram que o governador Sérgio Cabral mandou para a ALERJ em 2009 um projeto de lei que diminua o salário dos professores? E que quando nós professores fomos defender nosso salário e colocou a PM para nos agridir com tiros (Letais e não-letais, bombas e cavalaria)? Lembram que quando algumas pessoas foram protestar contra a presença do Barack Obama no Rio de Janeiro, ele mandou bater e prender? Lembram que nesta ocasião a PM do Cabral prendeu um menino de 16 anos e mandou raspar a cabeça dele? Lembram que ele mandou a PM prender a senhora de quase 70 anos, conhecido como a "Vovó do Fluminense"? Pois é. Essa é a democracia em curso no Rio de Janeiro, ewssa é a democracia do Sr. Cabral. No próximo dia 07 de junho, nós professores do Estado do Rio de Janeiro, faremos uma paralisação e realizaremos um assembléia para ver se entramos ou não em greve. Um professor iniciante de nível universitário recebe salário de R$740, 00, descontados os 11% da previdência, sobram-lhe R$ 658,00. OS BOMBEIROS ESTÃO CERTOS! Cadê a PEC 300 que os governadores não deixam a bancada de seus estado aprovarem? Vamos todos desmascarar esse autoritarismo e esse neoescravagismo.

Responder

    Marcio H Silva

    04 de junho de 2011 às 18h25

    Aparece lá para apoiar os Bombeiros. Isolados é mais difícil.

    pall kunkanen

    05 de junho de 2011 às 00h57

    cabral é picareta e ponto final

    Antonio

    05 de junho de 2011 às 15h01

    Pode estrar certo de que a corrupção não deixa sobrar dinheiro para o salário do funcionalismo público. É só investigar que se encontra para onde sai o dinheiro.

monge scéptico

04 de junho de 2011 às 16h10

Eles merecem ganhar mais que 900 merrecas.

Responder

ZePovinho

04 de junho de 2011 às 16h03

Vejam só…..enquanto os bombeiros fazem greve para ganhar 2000 reais líquidos(eles devem ganhar em torno de 1500-1800),o governador tem uma mansão em Búzios e outra em Angra dos Reis,dizem.

Responder

    Marcio H Silva

    04 de junho de 2011 às 18h24

    Soldado raso ganha menos que um salario mínimo, juntando as gratificações chega a 950,00. O que ajudou um pouco foi o pronasci, criada por Lula, grana para melhoria dos militares do Brasil inteiro. Mas tem que fazer a prova e curso para receber por um ano. Meu filho é guarda vida, e não recebe nem vale transporte, a PM recebe. Este Governo é uma vergonha.

Mateus

04 de junho de 2011 às 16h01

Os bombeiros já estão nessa luta por um melhor salário já tem mais um mês e não estava sendo divulgado nada em nenhuma mídia. Pelo menos não vi nada. Agora estoura um motim. Teve que haver quase uma tragédia para que nós, de outros Estados, pudéssemos saber dessa greve.
E enquanto isso, os jornais estão se ocupando em divulgar notas sobre o Palocci. Notas que não param de sair. Mas também não sai nenhuma novidade.

Responder

    Fernando

    04 de junho de 2011 às 16h28

    Foi bastante divulgada a luta dos bombeiros do grupamento marítimo, vulgo salva-vidas.

    Marcio H Silva

    04 de junho de 2011 às 18h20

    Sabe porque voce não viu? porque a rede globo proteje este sujeito. A rede globo que recebeu deste sujeito 22 milhões para abrir o museu do amanhã na praça mauá. Esta grana, recebida do governo federal era para obras de contenção de encostas na região serrana. Bem, voce sabe o que aconteceu em janeiro. E a rede globo faz a parte dela.

fran

04 de junho de 2011 às 15h58

As reivindicações dos bombeiros por melhores salários são mais do q justas.Se houve excessos,na minha humilde opinião,foi dos 2 lados.O q ñ posso aceitar é ver o governo querer se isentar de qualquer responsabilidade sobre o episódio,jogando a culpa unica e exclusivamente nos soldados,é injusto,sobretudo em se tratando de uma instituição respeitada pela prestação de serviços em prol da sociedade.Afinal,ganhar o q eles ganham,pelo serviços q eles prestam,pra mim é uma vergonha!!

Responder

Roberto

04 de junho de 2011 às 15h55

Isso é uma tragédia anunciada, alimentada por governos irresponsáveis que tratam instituições que compõe a segurança pública como brinquedo político. Como aconteceu com a saúde e a educação, sucateia-se e depois privatiza-se. Todos ganham, menos os atores principais qual seja, a população e os funcionários destas instituições.

Responder

M. S. Romares

04 de junho de 2011 às 15h54

Essa greve dos bombeiros vai pegar fogo. O governador deveria ser mais acessivel e também mais sensivel: um bombeiro receber 950 reais de salário, convenhamos, é pouco mesmo. Como também é pouco e ultrajante os salários de professores.

Responder

Darlan Reis

04 de junho de 2011 às 15h48

País da vergonha, de passado escravista, que condena seus trabalhadores a salários indignos. A hierarquia não pode ser argumento para o massacre cotidiano.

Responder

    rickiz

    04 de junho de 2011 às 19h13

    PERFEITO


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding