VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Ricardo de Oliveira: Prisão de Richa beneficia aliado dos Moro

11 de setembro de 2018 às 16h33

Ricardo Almeida/ANPr

por Ricardo Costa de Oliveira*, no Facebook

A prisão da família Richa, uma vez que a política tradicional paranaense é operada por famílias, representa mais um cálculo do partido político do judiciário e das fases da Lava Jato.

Muito tarde e muito pouco.

Já deveriam ter sidos presos há vários anos, pelo menos desde o massacre dos professores.

A notícia da prisão de Beto Richa, Fernanda Richa e de José Richa Filho, o Pepe, super-secretários na gestão anterior, beneficia diretamente a candidatura senatorial de Flávio Arns, aliado próximo de Rosângela Moro, esposa do juiz Sérgio Moro e também ofusca as manchetes políticas do dia sobre Haddad e Lula, em Curitiba, em um momento em que Haddad precisa de visibilidade para subir nas pesquisas ao lado de Lula.

Como sempre é uma jogada política muito bem pensada e calculada na sua data, cronograma e no seu impacto midiático, o que continua a revelar o forte ativismo político e eleitoral do judiciário nesta conjuntura.

*É cientista político da Universidade Federal do Paraná

PS do Viomundo: Richa foi preso pelo GAECO, do MP estadual do Paraná. Na mesma data a Lava Jato fez uma operação paralela, também sobre corrupção no governo Richa. Teria sido mera “coincidência”. Pesquisa Ibope mais recente no Paraná apontou Roberto Requião (PMDB) com 40%, Beto Richa (PSDB) com 30% e Arns (Rede) com 17%.

Apoie o VIOMUNDO

Crowdfunding

Veja como nos apoiar »

O lado sujo do futebol

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Entre os mais vendidos da VEJA, O Globo, Época e PublishNews. O Lado Sujo do Futebol é o retrato definitivo do que acontece além das quatro linhas. Um dos livros mais corajosos da história da literatura esportiva, revela informações contundentes sobre as negociatas que empestearam o futebol nos últimos anos. Mostra como João Havelange e Ricardo Teixeira desenvolveram um esquema mafioso de fraudes e conchavos, beneficiando a si e seus amigos. Fifa e CBF se tornaram um grande balcão de negócios, no qual são firmados acordos bilionários, que envolvem direitos de transmissão e materiais esportivos. Um grande jogo de bolas marcadas, cujo palco principal são as Copas do Mundo.

por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet.

Compre agora online e receba em sua casa!

 

8 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Eduardo

12/09/2018 - 09h28

A direita, enfim a elite burra e seu exército de fantoches brasileiros, digo fantoches por misericórdia, na verdade um exército de acéfalos que vive de restos jogados pelas janelas, pensa que os homens livres do Brasil estão no mato sem cachorro! Ledo engano, no mato de hoje que cultivam com carinho não são mais necessários os cachorros, bastam ideias e amor ao próximo e ao Brasil.

Responder

Eduardo

12/09/2018 - 09h09

Ainda bem que Rachel Dodge passará em breve! Com a eleição de Haddad ou na pior hipótese Ciro Gomes, a Lavajatinha Dodge voltará à sua mesa com gavetas fo lado direito lotadas de processos da elite burra amarrados.Vez em quando, desamarra um dos tucanos para liberar geral!!!!!As gavetas do lado esquerdo estão vazias! Talvez nas proximas semanas uma delação do Paloci já arquitetada e requentada sem provas seja-lhe útil para fazer o que gosta!

Responder

Julio Silveira

12/09/2018 - 08h20

Prisão com data de validade até chegar ao Supremo, como outras de outros tucanos. Pura pantomima eleitoral para dar um toque de isenção neste judiciario politico que tem o lado das oligarquias..

Responder

Lukas

11/09/2018 - 19h38

Então o tucano é inocente?
Comecemos então a campanha RICHA LIVRE!

Responder

Elvis

11/09/2018 - 17h52

Pq não prendeu antes então, só prendeu pq todo mundo falou. E essa prisão e temporária, não é definitiva já que o richa não foi julgado e condenado por nenhum juiz.
É só um faz de conta para calar a boca dos críticos.
Só que agora depois de 4 anos não adianta nada. Não convence mais ninguém.

Responder

lulipe

11/09/2018 - 17h23

Esses esquerdopatas são hilários pra não dizer ridículos. Reclamavam porque não prendiam ninguém do PSDB, quando prende, sugerem que foi pra beneficiar o Juiz Moro. Vão gostar assim de teoria da conspiração lá na Netflix……#mito2018

Responder

    Lukas

    11/09/2018 - 19h40

    Estão perdendo o discurso de vítima. Não sabem como agir.

    Vitor Koyama

    13/09/2018 - 17h21

    Lulipe,
    Inconformado por prenderem o seu chefe amado?kkkkkkkkkkkkkk

Deixe uma resposta