VIOMUNDO

Diário da Resistência


Política

Protógenes já tem 173 assinaturas para abrir a CPI da PrivatariaTucana


15/12/2011 - 17h26

por Conceição Lemes

No meio da tarde,  o deputado federal Protógenes Queiroz (PCdoB-SP) divulgou no twitter provavelmente a informação mais aguardada desta quinta-feira: Conseguimos 173 assinaturas de deputados para abrir a #CPIdaPrivatariaTucana. Eram necessárias 171 assinaturas para isso acontecer.

Mas a expectativa é de que ultrapassem as 200, segundo seu assessor de imprensa, com que falei há pouco:  “Não param de chegar ligações de deputados querendo assinar o pedido de CPI“.

Leia também:

Líder do PT no Senado pede CPI da Privataria. Tucano reage

Amaury Ribeiro Jr: O primo mais esperto de José Serra

Gilberto Maringoni: Internautas driblam a censura privata

Serra, sobre livro: “Lixo, lixo, lixo”

Amaury Ribeiro Jr: O primo mais esperto de José Serra

O livro que a mídia ignorou, vendeu 30,5 mil cópias em apenas 4 dias

Gilberto Maringoni: Sobre relações ambíguas com a mídia

E a subespécie andrea-aecius?

Fernando Brito: A conexão Citco-PHC

Luís Nassif: A reportagem investigativa da década

E já que vocês querem ler sobre lavagem de dinheiro…

CartaCapital: “Serra sempre teve medo do que seria publicado no livro





188 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Túlio Muniz: Portugal e a exportação de professores | Viomundo - O que você não vê na mídia

18 de dezembro de 2011 às 23h47

[…] Protógenes já tem 173 assinaturas para abrir a CPI da PrivatariaTucana Adesões podem ir além de 200 […]

Responder

jaaj

18 de dezembro de 2011 às 17h48

A privataria é fichinha perto da pirataria que rouba o nióbio do brasil com a subserviência do govêrno e da mídia bem comprados.Roubo de 100 bilhões de dólares anuais.Pesquisem e confirmem esta bomba!

Responder

maria do carmo

18 de dezembro de 2011 às 12h12

estou feliz, votei em protogenes, esse e um politico com p maiusculo, etico
vai fazer historia .
aleluia, aleluia, aleluia!

Responder

Fabricio Alves

17 de dezembro de 2011 às 14h14

Kassab sanciona lei que dá aumento de até 236% a comissionados.

Responder

Moacir Moreira

17 de dezembro de 2011 às 11h56

Olá, Azenha e demais amigos leitores e comentaristas,

O problema desta CPI é que pode se converter em CPI da dívida pública e vai sobrar também para os petistas que igualmente estão se beneficiando da privataria tucana, nunca revista nem por Lula nem por Dilma.

Portanto, o melhor para todos os envolvidos é que a idéia da CPI acabe em pizza ou ao menos continue ocultada pela grande e média imprensa em geral.

E o povo brasileiro que continue sendo ludibriado.

Abraços

Responder

Bonifa

17 de dezembro de 2011 às 11h45

A CPI tem de ser uma instituição cuja atuação se desenvolva no espaço do Congresso Nacional, isso parece óbvio. Iniciativa do Congresso, atuação no Congresso em defesa dos interesses nacionais e na luta contra a alta corrupção. Não há que envolver o Executivo de modo algum nesta atuação, a não ser que seus desdobramentos venham a exigir a tomada de providências por parte de algum ministério específico. Este é um problema que diz respeito ao Poder Legislativo e à sua atribuição de abordar todos os aspectos da vida nacional que estejam a merecer uma investigação aprofundada. O deputado Vacarezza, como representante do Executivo no Congresso, não pode se manifestar sobre o assunto senão de forma diplomática, com o devido distanciamento. Já o PT, enquanto partido político e mais ainda por se nomear como o partido dos trabalhadores, tem o dever explícito de se engajar com completa dedicação a esta CPI.

Responder

Sagarana

17 de dezembro de 2011 às 09h19

Chegamos ao ponto em que o governo fiscaliza a oposição. Que sirva ao menos para restaurar o moribundo instituto das CPIs.

Responder

Marcius Cortez

17 de dezembro de 2011 às 06h15

"Quando, semi-desperto, penso na revolução, eu a vejo como o rabo de um tigre enjaulado, movendo-se num gesto largo para logo recair sobre o dorso do prisioneiro". Penso em Jean Genet quando vejo a liderança do PT, partido que se diz de esquerda, optando pelo acordão quando o país tem um motivo para avançar.

Responder

Luiz Fortaleza

16 de dezembro de 2011 às 22h36

Prefeito tucano de Pacajús-CE foi preso com a família por desvio de dinheiro público…

VEJA NO POVO ON LINE: http://www.opovo.com.br/app/politica/2011/12/16/n

O promotor de Justiça Ricardo Rocha disse nesta manhã, em entrevista ao Grande Jornal, da Rádio O POVO/CBN, que aconteceu um "verdadeiro saque" na Prefeitura de Pacajus, município a 49,1 quilômetros de Fortaleza.
Na manhã da última quinta-feira, 15, 11 pessoas ligadas à gestão do município, incluindo o prefeito, Pedro José Philomeno Gomes Figueiredo (PSDB), familiares, secretários e vereadores, foram presas acusadas de desvio de verbas públicas, em ação do Ministério Público do Estado. Cerca de R$ 9 milhões teriam sido desviados dos cofres públicos, parte da quantia em contratações de valores "significativos", segundo o promotor. Ele afirmou que várias obras do município de Pacajus teriam sido pagas, mas nunca chegaram a ser realizadas, tendo o dinheiro sido desviado para as contas pessoais dos envolvidos no crime. Entre as acusações enumeradas por Ricardo Rocha, consta também o aluguel fraudulento de veículos, que na verdade pertenciam aos próprios políticos. "Essa quadrilha contava com a impunidade, foi um verdadeiro saque à prefeitura de Pacajus", disse. O promotor ainda comentou sobre a impunidade que predomina nos casos de corrupção no Brasil. "A legislação não ajuda. Essas pessoas são muito poderosas e usam o que tem ao dispor para desqualificar a investigação do Ministério Público", reiterou.

Responder

Marat

16 de dezembro de 2011 às 21h43

Enquanto isso o PIG está preocupadíssimo em dar espaço ao PSDB "se defender"… Lembram-se da Judith?
Eles estão dando notícias sobre o Pimentel, estão noticiando as bobagens do Serra e as falas tolas de FHC… Quanto sofisma… Acho que a tabela de preços do PIG deve ter dobrado. Passar por burros, estultos, imbecis e parciais por pouquinho dinheiro ninguém passaria…

Responder

    pedro

    16 de dezembro de 2011 às 23h43

    #aSomaEoRestoDaPrivatariaTucana

Gui Milani

16 de dezembro de 2011 às 20h30

Enquanto isso, na Ilha da Fantasia, digo, em SP…

"Agora é lei municipal: a partir desta sexta-feira (16), faltam apenas 16 dias para que subprefeitos, secretários-adjuntos e outros funcionários em cargos de confiança da Prefeitura de São Paulo comecem a receber os salários com reajustes que podem ultrapassar os 330%. Ao todo, o impacto nas contas do município serão superiores a R$ 19 milhões/ano."
http://noticias.bol.uol.com.br/brasil/2011/12/16/

Responder

Ricardo Santos

16 de dezembro de 2011 às 20h24

O insight

Interessante notar como o inconsciente coletivo atua no comportamento da coletividade (população) todos nós sabíamos, mesmo que inconscientemente, algo de errado existia nas privatizações executadas na década de 90! O trabalho da Grande Mídia em geral foi de suavizar o processo, isto é, não se aprofundar nos temas que envolviam sinais de corrupção. Na época lembro-me(eu era “bem jovem” ) que tinha um Procurador Geral da República chamado Geraldo Brindeiro (mais conhecido como o “Engavetador” Geral da Republica ou Geraldo “Blindagem”). Ou seja, o cara engavetava tudo!!!. O tucanato tinha tudo esquematizado, isto é.: Grande Mídia, Supremo e Procuradoria! Tudo ao seu favor! Naquela época não tínhamos a febre das redes sociais e a internet era para uma minoria! Todavia “o insight da corrupção” estava alojada em algum lugar do inconsciente coletivo da sociedade Brasileira, é claro, que alguns cidadãos da época(digamos mais evoluídos) sabiam da “maracutaia” TUCANA e, graças a esses “o insight da corrupção” não se apagou de nosso inconsciente( e era isso que a grande mídia queria)! Lembro-me bem que a Grande Mídia tentou travar e dificultar a internet, isto é, eles queriam o monopólio da rede, assim como o cidadão Kane(Robeto Maribundo) o fez em conjunto com os “velhacos” Antonio Carlos Magalhães e José Sarney, isto é.: lotearam para eles as concessões de Radio e Televisão da Sociedade Brasileira , por isso que a Rede Globo de televisão é esse monopólio de hoje( qualquer pessoa decente deve assistir o documentário Muito Além do Cidadão Kane da BBC disponível na INTERNET, basta procurar no Google). Mas voltando ao tema, isto é: a grande mídia não consegui dominar a Internet porque a rede é um meio de comunicação mais democrático e de dimensões complexas para ser dominada! Ela, digo: a internet! É planetária(porque não interestelar?) e, não é uma plutocracia de uma região do planeta que vai conseguir engessá-lá) Temos hoje como exemplo a Primavera Árabe e, foi graças a internet que “o insight da corrupção” da corrupção nas privatizações brasileira deslocou-se do inconsciente coletivo para o consciente coletivo da sociedade Brasileira! Temos que cobrar justiça pelo que fizeram tanto os políticos corruptos bem como os manipuladores da informação, isto é.: a Grande Mídia! Lembrando que precisamos, imediatamente, democratizar os direitos das concessões de Radio e Televisão porque do jeito que está nossa democracia corre perigo!

Responder

    pedro

    16 de dezembro de 2011 às 23h48

    Todo cuidado é pouco com o pai do mensalão do PSDB e censor de nascença Eduardo Mãos de Tesoura Azeredo e seu plano de vida; o AI-5 DIGITAL! Quando menos se espera essa cobra traiçoeira tenta emplacar o AI-% DIGITAL, todo cuidado com o esgueirante Azeredo é pouco!

Paulo Eduardo

16 de dezembro de 2011 às 19h33

Azenha ou administradores do site vai um aviso de "erro" na edição do Livro do Amaury, não sei como alertar então mando aqui…

Bom, não lembro se foi aqui no Vi o Mundo, e se foi o Editor da Geração Editorial em entrevista que pede isso, mas foi solicitado que fosse enviado possíveis "erros" de edição para modificação em novas tiragens, vai um que encontrei (contribuição), não sei se o Livro que tenho em mãos (por obra do meu irmão, pq o carinha é ligeiro, e achou aqui em Curitiba, valeu Brother!) é da primeira fornada, deve ser, observo o "erro":

Escreve Amaury – "O primo do hoje candidato tucano à Presidência da República ainda culpou…" (Pg. 170)

Acho que o Amaury e editor(es) – e talvez isso mostre que o Livro era para ser lançado em 2010, em plena campanha! – não viram isso, só se o Serra como eterno candidato predestinado (a perder a disputa) a Presidência do Brasil, já esteja sendo enfocado assim, hoje, 2011/2012, ou seja, faltando ainda 3 anos para o pleito? (rs)

————————————————————————
Agora algo do que é sobre o PT e um aspecto polítco…

Uma coisa que causou um pouco de "perplexidade" em mim, é a ligação de Rui Falcão com Palocci, sempre achei que o Rui fosse ligado a Zé Dirceu, e na substituição do Zé Dutra (problemas de saúde), havia sido cogitado a hipótese de uma eleição "extemporênea" no PT (ou mesmo uma indicação do Diretório de um Pres. para um mandato tampão) e uma das razões disso era uma certa antipatia de Dilma – para ir de eufemismo! – com Rui Falcão e quem bancou o "magrelo" foi o Zé Dirceu e alguns outros de peso, pairou uma dúvida na nesta parte do Livro.

Não que isso desabone o que Amaury relatou do PT vs PT, mas a ação coordenada de Ruy e Palocci para derrubar Pimentel, mas nenhuma linha do Zé Dirceu pareceu estranha, o Ruy tem uma certa importância, mas não é tudo isso dentro do partido (sou do PT), para aparecer com esta desenvoltura toda no QG de Campanha da Dilma? Será que foi um parceria Palocci/Dirceu? Sei não!

No mais o livro está interessante e estabelece ligações que apontam para a espinha dorsal do esquema e vai dar muito trabalho para o PSDB – será que o FHC será condenado tipo o Chirac! seria bom copiar isso dos franceses!
Dá a impressão de ser repetitivo em algumas partes, só trocando o personagens, o problema que isso não é do Livro, mas da prática ou modus operandi dos orquestradores e benefeciários da Privataria Tucana.

Flw

Paulo Eduardo

Responder

Ricardo Santos

16 de dezembro de 2011 às 18h53

O insight

Interessante notar como o inconsciente coletivo atua nos comportamentos da coletividade (população) todos nós sabíamos, mesmo que inconscientemente, algo de errado existia nas privatizações executadas na década de 90! O trabalho da Grande Mídia em geral foi de suavizar o processo, isto é, não se aprofundar nos temas que envolviam sinais de corrupção. Na época lembro-me(eu era “bem jovem” ) que tinha um Procurador Geral da República chamado Geraldo Brindeiro (mais conhecido como o “Engavetador” Geral da Republica ou Geraldo “Blindagem”). Ou seja, o cara engavetava tudo!!!. O tucanato tinha tudo esquematizado, isto é.: Grande Mídia, Supremo e Procuradoria! Tudo ao seu favor! Naquela época não tínhamos a febre das redes sociais e a internet era para uma minoria! Todavia “o insight da corrupção” estava alojada em algum lugar do inconsciente coletivo da sociedade Brasileira, é claro, que alguns cidadãos da época(digamos mais evoluídos) sabiam da “maracutaia” TUCANA e, graças a esses “o insight da corrupção” não se apagou de nosso inconsciente( e era isso que a grande mídia queria)! Lembro-me bem que a Grande Mídia tentou travar e dificultar a internet, isto é, eles queriam o monopólio da rede, assim como o cidadão Kane(Robeto Maribundo) o fez em conjunto os “venhacos” Antonio Carlos Magalhães e José Sarney, isto é.: lotearam para eles as concessões de Radio e Televisão da Sociedade Brasileira , por isso que a Rede Globo de televisão é esse monopólio de hoje( qualquer pessoa decente deve assistir o documentário Cidadão Kane da BBC disponível na INTERNET, basta procurar no Google). Mas voltando ao tema, isto é: a grande mídia não consegui dominar a Internet porque a rede é um meio de comunicação mais democrático e de dimensões complexas para ser dominada! Ela, digo: a internet é planetária(porque não interestelar) e, não é uma plutocracia de uma região do planeta que vai conseguir engessá-lá) Temos hoje como exemplo a Primavera Árabe e, foi graças a internet que “o insight da corrupção” da corrupção nas privatizações brasileira deslocou-se do inconsciente coletivo para o consciente coletivo da sociedade Brasileira! Temos que cobrar justiça pelo que fizeram tanto os políticos corruptos bem como os manipuladores da informação, isto é.: a Grande Mídia! Lembrando que precisamos, imediatamente, democratizar os direitos das concessões de Radio e Televisão porque do jeito que está nossa democracia corre perigo!

Responder

Responder

Fabricio Alves

16 de dezembro de 2011 às 17h52

O Daniel Fraga esta latindo contra os blogueiros progressistas![youtube bY4bpX600HM&feature=related http://www.youtube.com/watch?v=bY4bpX600HM&feature=related youtube]

Responder

    El Cid

    16 de dezembro de 2011 às 19h17

    depois daquele episódio com a doença do Lula, esse imbecil perdeu credibilidade (se é que ele já teve um dia…)

    El Cid

    16 de dezembro de 2011 às 20h53

    só falta esse babaca aí do vídeo denunciar o jornalista como criminoso ambiental !!

    é porque o livro pode levar muitos tucanos para gaiola !!

    Isso é crime segundo a legislação ambiental… kkkkk !!

    Luiz Fortaleza

    16 de dezembro de 2011 às 22h47

    Esse cara um idiota ou é efeito babá xuxa? Dá descarga na boca, cara e para de falar asneiras… Que discurso mais senso comum, mais acartilhado….

    Luiz Carlos

    16 de dezembro de 2011 às 22h57

    A privatizações poderiam ser boas se fossem execidas com a finalidade de lucro decente e não de benefício próprio e de amigos a preços subfagurados, com financiamento público sem respaldo de garantias, e para de enriquecimento próprio, como foi o caso do Serra e dos seus parentes envolvidos no caso. Este sujeito do vídeo omite todas estas resalvas. Esquerdopata ou alienado de direita o fato é que o livro comprova, com muitos documentos públicos, que a privatização estava contaminada de interesses particulares, que não eram os do Brasil. Se e que isto interessa a este Sr.
    Graças a estas privatizações estamos hoje com os serviços de telefonia mais inefecientes e caros do mundo, assim como péssimos serviços de energia elétrica e pedágios mais absurdos ainda.
    Isto tudo sem falar nas espionagens. Coisa de bandido!

Outro Antonio

16 de dezembro de 2011 às 16h57

Sr. VACCAREZZA, ESTÁ ESCONDENDO O QUE AO DIZER QUE O PT NÃO VAI GOVERNAR OLHANDO PELO RETROVISOR? DO QUE O Sr. TEM MEDO?

O Congresso, a Polícia Federal, o Ministério Público, todos os órgãos aos quais compete ir à fundo nessa história têm que ir com os dois pés, sabem porquê? Porque essa corrupção do PSDB é replicada nos estados aonde o PSDB desgoverna. Não precisa ser um sujeito muito inteligente para perceber isso. O Amaury precisa nos ensinar a pesquisar os documentos, para sairmos pelos estados desgovernados cançando as falcatruas dos pilantras. Vamos encontrar de montão. Só falta eles criarem uma lei que proibe descobrir falcatruas de Demotucanos. Kkkkkkkkkkk.

Responder

    Bonifa

    16 de dezembro de 2011 às 18h28

    Esta é a desculpa mais velha conhecida para o imobilismo. Camaradagem demais com quem fez tanto mal ao país e ainda pode voltar a fazer, tem um nome: Adesismo.

    El Cid

    16 de dezembro de 2011 às 21h33

    do blog amigosdopresidentelula:

    Jornal Nacional ainda não levou ao ar na quinta-feira nada sobre a CPI da Privataria, porque o deputado Vaccarezza (PT/SP) não caiu na armadilha. Veja no Jornal da Record:

    Todo cuidado é pouco nessa hora. O PIG acaba de jogar uma casca de banana para melar a CPI da Privataria: queria arrancar do governo alguma declaração que possa virar manchete de revanchismo e perseguição à oposição, para fazer de José Serra uma "pobre vítima".

    É a surrada tática de José Serra, que sempre quando é pego com a boca na botija em algum escândalo de corrupção, quer transformar os outros em algoz e ele em vítima, para inverter valores, não ter que explicar nada e não deixar ninguém saber exatamente do que trata o malfeito em que ele se meteu.

    Dessa forma a imprensa inventa que ele é o coitadinho e os outros são os malvados, como os "aloprados", e bombardeiam incessamente essa pauta, jogando para baixo do tapete o real conteúdo das denúncias que envolvem Serra.

    O lider do governo na Câmara, dep. Cândido Vaccarezza (PT/SP) não caiu na armadilha. No entanto muita gente boa não entendeu e o está crucificando. Vamos saber jogar o jogo político bem jogado dessa vez, gente. Está bom demais para cometer erros primários. Protógenes e Brizola Neto estão corretíssimos em serem contundentes, mas sóbrios, sem virarem metralhadoras giratórias diante das câmeras de TVs. Por isso conseguiram as assinaturas rapidamente, inclusive de alguns tucanos.

    Vamos entender a coisa:

    El Cid

    16 de dezembro de 2011 às 21h34

    1) CPI é instrumento do parlamento, do poder legislativo. O governo é executivo. Não pega bem em nenhuma democracia o governo, explicitamente, se envolver nestas articulações, senão seria acusado de usar a posição que desfruta no estado para tomar partido de um lado.

    Quem deve fazer esse embate são os partidos e nós, da sociedade. A maioria do PT assinou a CPI. Vamos lembrar que Lula quando era presidente não tripudiou quando José Roberto Arruda foi pego no mensalão do DEM. Não precisava. Agora também não precisa. O livro vende como água e repercute como nenhum outro. As denúncias são robustas, consistentes, documentadas e irrefutáveis. Está todo mundo curioso em botar esse assunto em pratos limpos e ficará sabendo pela internet primeiro e por último pela velha imprensa.

    O governo Dilma deve dizer que, como governo, não tem interesse específico em investigações sobre "a" ou "b" (como fez Vaccarezza). Da sua parte tem interesse em ter instituições republicanas como a Polícia Federal, bem equipada para apurar os fatos e malfeitos, independente de quem seja, sem perseguir nem proteger ninguém.

    Então não peçam à Presidenta, nem ao Ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, nem ao líder do governo na Câmara para se comportarem como se fossem líderes do PT na Câmara, porque o papel e posição deles é outra. Também não peçam para a base governista ser tão radical como a oposição, porque à oposição interessa paralisar o país, fazer um terceiro turno, ao governo não. O governo já venceu o segundo turno.

    2) Vaccarezza é deputado do PT, mas não é líder do PT, e sim líder do governo na Câmara. Ou seja, ele defende e negocia os interesses do governo da Câmara. Por isso ele não pode agir exatamente como os demais deputados do PT. Ele desarmou a bomba do PIG de fazer Serra de vítima de revanchismo quando disse que o governo "não tem interesse na CPI, nem em revanchismo". Isso nada tem a ver com veto, como muitos estão dizendo, nem tem qualquer orientação a dar quanto a lideranças do PT. O governo é uma coisa e o partido é outra. O executivo é uma coisa e o legislativo, outra.

    3) É óbvio que a oposição vai pressionar o governo para "acalmar" a base governista, ameaçando votações, obstruções, além da tese do revanchismo via imprensa, via amigos como Gilmar Mendes dizendo que é estado policial, para melar a CPI. O governo terá que ser sereno e moderado. A base governista terá que ser inteligente, paciente, sóbria, e a cada entrevista falar do conteúdo objetivo do livro, para que se apure o conteúdo, pois é irrefutável, inclusive falando menos em nomes como José Serra, e mais em recuperar o dinheiro público desviado para paraísos fiscais. Os deputados não precisam forçar, porque o nome de Serra já surge naturalmente quando se fala do assunto, e surgirá mais ainda a partir das investigações reabertas e da CPI.

    4) Independente dos jogos de bastidores e acordões no Congresso, os militantes, e nós ativistas internautas é que somos muito mais livres do que os parlamentares para discursos inflamados e dizer tudo o que povo quer saber e a velha imprensa esconde. E para pressionar os outros deputados QUE NÃO SÃO líderes do governo, para não "amarelarem" e instalarem essa CPI de uma vez por todas. Aos deputados cabem agir mais com inteligência e habilidade política do que jogar para a torcida, nesta hora. Falar, sim, o necessário, com contudência, mas sem histerismos. Vejam o exemplo do próprio Protógenes, Brizola Neto, Paulo Teixeira.

    beattrice

    17 de dezembro de 2011 às 02h17

    Armadilha?
    Sei, tudo muda de nome neste governo,
    é o governo do batismo, devem estar se insipirando na bancada evangelica.

    beattrice

    17 de dezembro de 2011 às 02h18

    Ninguem deve se espantar com o que vem de um sujeito que pertencendo supostamente ao Partido de TRABALHADORES quer "flexibilizar" a CLT y otras cositas mas.
    Espantoso é ser lider de um governo eleito para avançar no programa social.

AntoniO

16 de dezembro de 2011 às 16h40

Mauro Santayana – hoje no Carta Maior (mais uma vez, o excelente colunista nos brinda com sua lucidez).

"É o momento para que a sociedade brasileira se articule e exija do governo a reversão do processo de privatizações. As corporações multinacionais já dominam grande parte da economia brasileira e é necessário que retomemos as atividades estratégicas, a fim de preservar a soberania nacional. É também urgente sustar a incontrolada remessa de lucros, obrigando as multinacionais a investi-los aqui e taxar a parte enviada às matrizes; aprovar legislação que obrigue as empresas a limpa e transparente escrituração contábil; regulamentar estritamente a atividade bancária e proibir as operações com paraísos fiscais. É imprescindível retomar o conceito de empresa nacional da Constituição de 1988 – sem o que o BNDES continuará a financiar as multinacionais com condições favorecidas."

Responder

    Bonifa

    16 de dezembro de 2011 às 18h41

    O modelo de nossos irmãos de BRICS russos é interessante. Fizeram privatizações, mas sempre preservando 51% das ações para o Estado. O Estado tem o dever de assumir completamente o controle da Vale, que opera com material estratégico, em áreas de interesse estratégico. A questão do domínio do subsolo e os cuidados para sua exploração devem ser minuciosamente revistos e devem receber toda a atenção. A compra de terras por estrangeiros merece uma atenção especial. E a Eletrobras, a Telebras e a Nuclebras devem ser fortalecidas o quanto mais se possa.

Jotage

16 de dezembro de 2011 às 15h27

Como eleitor que vem mantendo no governo os partidos que aí estão, sugiro que o Dr. Protógenes publique nos blogs sujos o nome dos deputados que assinaram o pedido de CPI, porque nós assim poderemos eliminar os agentes duplos infiltrados e que não assinaram a lista.
É uma grande oportunidade de limpar os partidos progressistas e mostrar àqueles que tem bico grande e se diz progressista, que não vão ser reeleitos.
Está na hora de separar o joio do trigo.

Responder

José do Ceará

16 de dezembro de 2011 às 14h57

segundo o blog Os amigos do presidente Lula, essa estratégia de o líder do governo Cândido Vacarezza foi porque o pig está armando colocar o vampiro como vítima de novo.A intençao deles é fazer o pt como perseguidor e o nosferatu como pobrezinho. Era uma armadilha montada pelo parceiro deles (o pig)

Responder

    beattrice

    17 de dezembro de 2011 às 02h19

    E no dia 25 Papai Noel vem pela chaminé.
    Tem gente defendendo o indefensável.

Evandro Pereira

16 de dezembro de 2011 às 13h05

Azenha, e outros blogueiros "sujos", precisamos desesperadamente da lista dos dep. que assinaram o pedido de CPI para duas coisas: parabenizar os que assinaram e pressionar os que ainda não fizeram.

Repito: precisamos desesperadamente dessas nomes para tornar mais rápida e eficaz a ação da opinião pública atraves das redes sociais, por favor atendam nosso pedido !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Evandro Pereira
Fortaleza-CE

Responder

    Conceição Lemes

    16 de dezembro de 2011 às 13h22

    Evandro, conversei com uma pessoa habituada a lidar com essas situações na Câmara dos Deputados. Disse-me que só será divulgada depois de pedida oficialmente. Antes, a pressão sobre os deputados aumentaria muito. Nesta altura, a alternativa é solicitar a todos os deputados que adiram à CPI. abs

Thiago

16 de dezembro de 2011 às 12h36

CAROS

Vcs já viram o vídeo de VEJA intitulado LEITORA DE PRIVATARIA TUCANA ? Vocês podem me achar ingênuo, mas eu juro que dessa vez eles conseguiram me CHOCAR mais e mais. Tive que parar tudo e escrever algo sobre isso, dentro de minhas limitações. Confiram o vídeo aqui e o paralelo que me ocorreu:
http://arazaoporopcao.blogspot.com/2011/12/o-desp

Responder

Vladimir

16 de dezembro de 2011 às 12h12

Ontem fiquei, e muitos militantes do PT também ficaram decepcionados com o Deputado Cândido Vaccarezza, quando em entrevista a um canal de tv disse: " O governo não tem interesse nesta CPI (Privataria Tucana) e não olha pelo retrovisor."

Faço uma sugestão ao caro Deputado para que o Congresso aprove uma lei que perdoa todo tipo de crime que foi cometido no passado.

Responder

Rogerio

16 de dezembro de 2011 às 11h57

Correria 1 Fechou o tempo na bancada do PSDB com as assinaturas de Fernando Francischini (PR) e Marchezan Jr. (RS) em favor de CPI proposta por Protógenes Queiroz (PC do B-SP) para investigar o conteúdo do livro "A Privataria Tucana", recheado de acusações a José Serra. Ambos se disseram "desafiados" pelo autor do pedido, que, em troca, subscreveu a CPI da Corrupção -esta, contra o governo, tem escassas chances de prosperar.

Correria 2 Tucanos procuraram Marco Maia (PT-RS). O presidente da Câmara os teria tranquilizado com o argumento de que a CPI carece de objeto específico, não podendo, assim, ser criada.

Responder

    beattrice

    17 de dezembro de 2011 às 02h27

    Azenha,
    cabe uma pergunta direta e reta ao MARCO MAIA
    vem circulando com força a versão ans redes de que ele ja teria avisado o proprio Protogenes que NAO SAI.

Jotaroberto

16 de dezembro de 2011 às 11h48

O livro do Amaury realmente foi um divisor de águas. Nem Moises faria um trabalho melhor…

Responder

Paulo Chacon

16 de dezembro de 2011 às 11h42

Sou petista e sinto nojo do vacarezza (minúsculo mesmo),
Ele será "bem" lembrado na próxima eleição.
Ainda bem que existem deputados como o Protógenes e o Brizola Neto.
CPI JÁ!
Enquanto os demotucanalhas tripudiam sobre o PT, alguns petistas se comportam como donzelas na zona.
Acorda PT, senão irá para o esgoto junto com o PSDB.

Responder

    vinicius

    16 de dezembro de 2011 às 14h33

    Gente o Vacarezza é o lider do governo na camara e essa CPI não é trabalho do governo, é do legislativo, mpf pf pgr judiciario do povo principalmente e dos deputados petistas que não estejam em cargos do governo, não é vingança do pt contra o psdb! É trabalho do povo e dos orgaos do Estado brasileiro punir os mafiosos tucanos que roubaram bilhões do povo e exigir a devolução do que foi rogoverno, Estado é outra coisa os orgaos do Estado é que devem trabalhar com a gente na cola deles.

    helio araujo

    17 de dezembro de 2011 às 13h49

    Esse deputado está me levando a uma analogia com o futebol. O atacante domina a bola e parte para cima do adversário. Aí, ele aplica o drible da "vaca". Na espectativa de se concretizar um gol de placa, todos pensam que o atacante vai se projetar pela esquerda, porém, finaliza a jogada pela direita e perde o gol.. È um atacante que não fez o gol por incompetência? È um jogador comprometido com o adversário? È um jogador que levou "bola"? Não sei responder. Mas o time que esse jogador "defendia" acaba perdendo o campeonato além de perder a possibilidade de conquistas futuras por quatro, oito ou mais anos.

Fausto

16 de dezembro de 2011 às 10h05

O Brasil vive um momento histórico, o livro “A PRIVATARIA TUCANA” do corajoso e competente Amaury Ribeiro Jr., torna-se um divisor de águas no jornalismo brasileiro. Os blogs “SUJOS” revelam a força das redes sociais, e impõem aos barões da velha imprensa corrupta e à elite dominante, uma derrota impensável alguns anos atrás. Gramsci não poderia imaginar isso. O fato novo é que a blogosfera é uma realidade, nela somos os formadores de opinião, a expressão da liberdade, a democracia de imprensa, a consciência política, o poder solidário, o Brasil independente. Na blogosfera somos os donos da voz e não mais, a voz do dono! A CPI não pode virar moeda de troca, é uma conquista nossa, do povo, não pertence aos petistas atucanados que já acenam negociar com o PSDB. Temos que nos mobilizar e ficar vigilantes. Protógenes Queiroz, Brizola Neto e Ivan Valente no comando da CPI para impedir que isso aconteça. Viramos o jogo, agora vamos para o segundo tempo e jogar para definir a partida. O nosso troféu é a verdade, e o título, a democracia!

Responder

RicardãoCarioca

16 de dezembro de 2011 às 09h36

Protógenes e Brizola Neto estão lutando por por aquilo que nós também acreditamos. Temos a obrigação de ajudá-los. Vamos mandar e-mails, twittar, postar no facebook, em todo o lugar onde a Dilma, senadores e deputados estão na internet. Vamos fazer uma megapressão como jamais vista na rede. Vamos mostrar para este sr. Vacarezza que não somos apenas um voto na urna, somos cidadãos cedentos de justiça.

Responder

RicardãoCarioca

16 de dezembro de 2011 às 09h25

Se o Vagarezza não quer investigação, vamos inundar a correspondência dele, para que tenha noção de quantos votos irá perder nas próximas eleições.

Igualmente, devemos inundar a correspondência da DIlma, pois ela não pode se sentir confortável em decidir que quer ver ou não o seu partido participando da CPI.

Depois do final de semana, Dilma, todos os senadores e todos os deputados deverão ter suas caixas de correspondência abarrotadas de mensagens. Vamos fazer a nossa pressão, que vem dando certo.

E se a Dilma piscar desta vez, jogarei a toalha. Em 2014, ou será o Lula ou votarei em branco.

Responder

    El Gordo

    16 de dezembro de 2011 às 10h52

    Cândido Vacarezza de Prezzépio do Palocci.

    Marcelo

    16 de dezembro de 2011 às 11h18

    Ricardão,o Lula nunca valeu nada.Votar em branco é coisa de gente burra.Você com certeza,é
    algum militante pago pelo PT ou algum funcionário publico barnabé.Não vive de salário minimo
    como EU vivo.Aliás,pior que votar nulo,é votar no Lula,o SEU CREYSSON de Garanhuns.

    Marcelo

    17 de dezembro de 2011 às 10h44

    Tem Marcelo que pensa diferente. Eu particularmente penso exatamente o oposto do que você expressou acima. Em todas as afirmações. Dizer que uma pessoa, um ser humano, não vale nada, é forte demais. Precisa pensar melhor nisso. Acho também que se você está com problemas para viver com o salário mínimo que recebe, poderia tentar arrumar um emprego que pague mais. Desde já recomendo que você melhore no quesito "ser educado". Ninguém mais emprega gente mal educada.

    Pedro

    16 de dezembro de 2011 às 14h27

    Amigos leiam no blog Cidadania o comentario de Milton Freitas que explica o porque dessa declaraçaõ do Vacarezza, achei plausivel o que o Milton coloca, leiam lá por favor,

    beattrice

    17 de dezembro de 2011 às 02h25

    Corre nas redes uma defesa "protocolar" do Vacarezza, tao lucida e coerente quanto esperar papai noel descer da chaminé.

José Ruiz

16 de dezembro de 2011 às 09h14

Esse é um momento "sui generis": o livro do Amaury desnudou o PIG, mostrou a face perversa dos demotucanos e de quebra vai peneirar "as esquerdas" para mostrar quem realmente quer fazer alguma coisa por esse país ou quem só tem projeto de poder. Infelizmente, dentro do PT, nossa estrela maior, já surgem algumas manifestações de "composição". Aí é que está o perigo: o cúmplice é tão criminoso quanto o autor do crime. Essa conversa (fiada, sem vergonha) de "não olhar para trás" (não investigar fatos do passado) é cuspir na cara do eleitor, além de irresponsável sob todos os aspectos. Certeza que mais de 99,99% dos eleitores do PT querem a apuração dos fatos e a correção dos vícios… Essa lista de assinaturas para a CPI deveria ser mostrada agora, justamente para revelar o jogo político que NUNCA é em benefício do povo. É um divisor de águas. O Brasil tem o direito de conhecer os canalhas travestidos de mocinhos, sustentados pelo erário lá em Brasília.

Responder

Alexandre Faria

16 de dezembro de 2011 às 08h54

Senhores, leiam o que o blog do saraiva disse a respeito da declaração do Vaccareza antes de o apedrejarem.
Um Feliz Natal a todos. http://saraiva13.blogspot.com/2011/12/vaccarezza-

Responder

Marcus

16 de dezembro de 2011 às 08h45

Veja só os advogados tucanos da folha tentando desqualificar as denúncias do Amaury:
http://www1.folha.uol.com.br/poder/1022081-protog

Responder

Bruce Guimarães

16 de dezembro de 2011 às 08h02

Vai lá Deputado!!! Abra hoje essa CPI! Sexta-feira é um bom dia para isso!!!

Responder

Alvaro Tadeu Silva

16 de dezembro de 2011 às 06h59

O deputado "Vagareza" é uma vergonha para o PT, para o parlamento, para as pessoas decentes deste país. Já se foi o tempo em que se olhava o partido para ver se era um vigarista ou pessoa decente. Hoje, precisa-se estudar a biografia do deputado, senador, vereador. E às vezes, aquele que parece honesto, fica só nas aparências.

Responder

    ana

    16 de dezembro de 2011 às 14h37

    Leiam o blog do Saraiva antes de descascar o Vacarezza por favor.

    beattrice

    17 de dezembro de 2011 às 02h22

    Malabarismos com a lógica e a linguagem não justificam o indefensável.

    beattrice

    17 de dezembro de 2011 às 02h22

    Vacarezza explica sozinho porque SP não se livra do PSDB, com esse PT-SP fica dificil.

José Stefanini

16 de dezembro de 2011 às 05h50

Meu medo é que o PT e Dilma façam um novo "acordão" com o PSDB e a mídia, que tanto temem, assim como fizeram para sepultar a CPI do Banestado. Imagino que já devem ter procurado Dilma para que o PT, mesmo instalada a CPI, acabe por não aprovar nenhum requerimento de investigação em troca do fim da onda de "denuncismo" de seus ministros.
Várias CPIs aprovadas não investigaram nada, tinham seus requerimentos cruciais indeferidos e deferidos apenas o que não serviam de muita coisa.
Digo isto porque Dilma por esses dias tornou a dizer que a única regulação da mídia que ela aceita é a do controle remoto. Em boas palavras, não moverá uma palha para democratizar a mídia. Como a teme tanto, o que esperar do governo? Só faltava isto se confirmar, já que Dilma não poupa seus próprios ministros (não os defende como deveria) e agora poderá poupar os tucanos em acordo com a grande mídia.

Responder

JOSE DANTAS

16 de dezembro de 2011 às 05h19

Pode até não dar em nada, o que é mais provável num País onde sempre há aquele risco iminente de incêndio generalizado de rabos.
Agora, que depois do Livro do Amauri a mídia e a oposição vão tomar mais um pouco de cuidado com as "faiscas", isso vão, pois os rabos estarão de fora.
O fato é que existem muitos rabos por aí afora e a essa altura não dá mais para a mídia ignorar metade deles.
O líder do governo na camara já disse que o seu bloco não costuma olhar pelo retrovisor. Mas, nem com um trem na rabeira, como é esse livro do Amaury?

Responder

Marcio

16 de dezembro de 2011 às 03h50

Azenha, PF deve investigar!!!

Divulguem!!! Urgente!!!
http://www.pragmatismopolitico.com.br/2011/12/blo

Responder

    Marcelo Lincoln

    16 de dezembro de 2011 às 10h07

    Isso é grave, acho que a PF deveria entrar nessa também. Estão pensando que são coronéis

FrancoAtirador

16 de dezembro de 2011 às 03h31 Responder

ricardo silveira

16 de dezembro de 2011 às 02h00

O PT já tirou a militância das ruas há muito tempo. Que este governo não traia a população que o elegeu. O povo não quer só pão e circo.

Responder

welington cantalice

16 de dezembro de 2011 às 01h55

Azenha

acho uma boa idéia começarmos aqui deste espaço de debate que são as mídias sociais, um movimento para manter acesa a "coragem" dos nosso homens públicos, pois, com honrosas exceções, a grande maioria só quer se dar bem no congresso

olho neles!!!!!!

Responder

    pedro

    16 de dezembro de 2011 às 14h39

    #OlhaoPassarinhoJôGurgel

Hiro

16 de dezembro de 2011 às 00h52

#SerraNaCadeia , Já!!

Responder

FrancoAtirador

16 de dezembro de 2011 às 00h50

.
.
Da FOLHA.UOL:

O deputado Delegado Protógenes (PC do B-SP) afirmou nesta quinta-feira ter conseguido 173 assinaturas para abrir uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) com a intenção de investigar as acusações feitas pelo livro "A Privataria Tucana".

O livro, escrito pelo jornalista Amaury Ribeiro Jr., acusa o ex-governador José Serra de receber propinas de empresários que participaram das privatizações conduzidas pelo governo Fernando Henrique Cardoso (1995-2002).

"A perspectiva é chegar a mais de 250 assinaturas", disse Protógenes, que vai protocolar o pedido de abertura de CPI na próxima terça-feira.

Para abrir uma comissão na Câmara dos Deputados são necessárias 171 assinaturas.

Segundo o deputado, assinaram o requerimento deputados governistas –entre eles a "metade da bancada do PT"– e da oposição –PSDB, DEM e PPS.

"Eles pediram para não divulgar o nome. E quem já colocou a assinatura recebeu pressão para tirar, mas não vai tirar", afirmou Protógenes.

De acordo com ele, a CPI não pretende fazer uma revisão das privatizações feitas no governo FHC. "Ela vai fazer uma investigação dos possíveis ilícitos e irregularidades cometidos na década de 90."

O deputado pedirá ainda uma audiência pública com o jornalista na próxima semana.

"Tem investigações policiais que possivelmente vão ser desarquivadas", afirmou o delegado licenciado da Polícia Federal, em referência à Operação Satiagraha.

O deputado disse ainda considerar "sensata" a decisão do líder do governo, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), e do líder do PT na Câmara, deputado Paulo Teixeira (PT-SP), de não assinarem o pedido.

http://www1.folha.uol.com.br/poder/1022081-protog

Responder

Jonas Resende

16 de dezembro de 2011 às 00h47

Dá-lhe, Protógenes, avante, Brizola Neto, valeu, Amaury!!

Responder

João-PR

16 de dezembro de 2011 às 00h26

Se a CPI for conduzida de maneira séria (não podemos deixar de levar em conta que muita gente pode ter assinado o pedido de CPI para melar a mesma) vai faltar cadeia, ou então haverá gente que pedirá asilo político nos USA por "perseguição política".

Responder

Rabuja

15 de dezembro de 2011 às 23h39

Por favor, alguém pode me explicar a lógica do deputado?
Acabei de assistir um vídeo da Record News. Ele diz que já tem número suficiente para entrar com o pedido da CPI, mas resolveu esperar até semana que vem atendendo o pedido de alguns parlamentares que já viajaram para suas bases e desejam assinar o pedido.
Sinceramente, fica parecendo que está dando um tempo para algum acordo político de final de semana.

Responder

    Alvaro Tadeu Silva

    16 de dezembro de 2011 às 06h55

    Isto é um jogo de xadrez. Se Protógenes sentiu clima para mais de duzentas assinaturas, é melhor esperar, porque, na hora H, muita gente vai querer retirar o nome. Ontem (hoje), no jornal da BAND com o Bóris Casoy, direitista desde os tempos da Faculdade de Direito do Mackenzie, ele comentou rapidamente sobre a CPI. Murcho, cochichou que era bom apurar. Mas eram duas da manhã desta sexta-feira. Devagar, a coisa vai andando. E com a defesa enfática que fez do Serra & famiglia, FHC queimou a boca. Vai sair mais desmoralizado do que entrou..

    Marta

    16 de dezembro de 2011 às 10h06

    Quanto mais assinaturas melhor, porque na hora H tem muita revoada de tucanos e aliados, sem falar dos deputados da base aliada com rabo de palha.

    bruno

    16 de dezembro de 2011 às 14h35

    Só 173 assinaturas podem de repente virar 10 assinaturas dependendo da pre$$ão para retirar as assinaturas, o Protogenes está certo, não pode desistir de colher mais assinaturas para no caso dos de$temido$ de oca$ião pularem fora ainda assim o que sobrar de assinaturas consiga abrir a CPI.

    Rabuja

    17 de dezembro de 2011 às 13h02

    Os argumentos de vocês são coerentes, mas a história recente (CPI do Banestado) mostrou que há mais coisas entre a proposta de uma CPI e o desejo real de apurar os fatos que supõe nossa vã filosofia.
    Os rumores de que a pizza foi preparada e o forno foi aceso já não são dissimulados. Se depender do PT e do PMDB (e claro, dos partidos de oposição), não haverá CPI.

ZePovinho

15 de dezembro de 2011 às 23h21

É MAIS UM CUEQUEIRO!!!!!!!!

Elmir flagrado dando R$ 100 mil ao vereador Joaquim Teixeira

[youtube -lH-t_fIfe4 http://www.youtube.com/watch?v=-lH-t_fIfe4 youtube]

Responder

Maria Dirce Cordeiro

15 de dezembro de 2011 às 23h07

Azenha
Vc não acha que é muita coincidência a decadencia de audiencia na Globo com o lançamento do livro do Amaury?????

Responder

O_Brasileiro

15 de dezembro de 2011 às 22h31

Deve ter muito mais gente querendo se "vingar" do Serra do que tinha do Zé Dirceu…
Que vergonha, PSDB!!!

Responder

Everaldo

15 de dezembro de 2011 às 22h25

Pode esquecer a CPI, pois o deputado do PT/Tucano de São Paulo, Cândido Vaccarezza, disse que o planalto não vai olhar pelo retrovisor. Mais está valendo o esforço do deputados Protógenes e Brizola Neto.

Responder

    pedro

    15 de dezembro de 2011 às 23h04

    Nãp precisamos do Vagarezza! As intituições que tem que funcionar são as do ESTADO brasileiro e eles tem o dever de trabalhar para punir os bandidos do Trilhão e conseguir a DEVOLUÇÃO de tudo que nos roubaram!
    MPF PGR PF Judiciario trabalhem como é seu dever"

    AntoniO

    15 de dezembro de 2011 às 23h16

    Novamente o exemplo da França com a condenação do Chirac, duas DÉCADAS após suas falcatruas. Avise ao Sr. Vaccarezza que não é questão de retrovisor e sim de virar as baterias da legalidade e da justiça e processar os traidores da nação. Crime hediondo não prescreve!

    beattrice

    17 de dezembro de 2011 às 02h21

    E olhe que ninguem se apiedou do homem por ser portador comprovadamente de demencia, foi julgado e condenado. Certissimo

    luiz

    16 de dezembro de 2011 às 14h42

    ACPI é trabalho do legislativo e não do governo e Vacarezza é lider do governo na camara, A cpi deve sair pelo empenho do legislativo e os criminosos punidos pelos orgaos de Estado e por pressao do povo roubado em cima dos responsaveis pela investigação punição e mais importante a devolução de cada centavo que nos roubaram com juros.

Maisa

15 de dezembro de 2011 às 22h23

Azenha,
Sinceramente, pelo andar da carruagem, ouvindo, aqui e acolá, as declarações de "expoentes" do PT, acho que várias assinaturas serão retiradas do requerimento do Protógenes. É certo, como 2+2=4, que tem muita gente graúda do PT envolvida em falcatruas pós privataria, e podemos dar um nome que simboliza tal envolvimento: SATIAGRAHA, pois em ambos os casos, o protagonista e sempre o mesmo: DANIEL VALENTE DANTAS(e seus satélites). Este camarada, como todos conhecem, já deve ter mandado seus mensageiros com as mesmas ameaças de sempre, ou seja: "se algo me acontecer, entrego todo mundo!!!!". Louvável a iniciativa do Protógenes, com a valiosa ajuda do Brizola Neto, mas temo que isso não vá adiante, e gostaria imensamente de estar errada em minhas vesgas avaliações.

Responder

ZePovinho

15 de dezembro de 2011 às 22h23

"Bernardino · 42 minutos atrás
Acabei de ver no jornal da RECORD o Lider do PT dizer:se depender do governo nos nao vamos ollhar para tras e nao nos interessa essa CPI.Falou o porta-voz dos Covardes sr VACAREZZA
Eu ja disse aqui que o PT é um conglomerado de FROUXOS,apanham ,apanham e viram a face para os outros baterem.Vejam quem esta a frente da CPI:Protogenes e Brizola Neto,dois deputados de fibra sem rabo preso com o poder.O primeiro Delegado ilibado e corajoso o segundo de tradiçao de lutas pelo Avô leonel Brizola
Meus caros nao se iludam esse governo frouxo chefiado pela D DILMA vai colocar panos quentes contra essa CPI.ELES estao interessados em dar migalhas ao povo,visando a reeleiçao dela.Voces ainda duvidam que esse Governo é parceiro do PIG?Eles vao deixar o Protogenes na rua da Amargura sozinho e vao mandar os aliados tirar as assinaturas.É preciso um movimento supra partidario com passeatas e pressao da populaçao,caso contrario a CPI morrerá".

Bernardino:O Vacarezza merece ouvir jazz para vacas e bezerros.O PT está ficando um partido bovino.

[youtube lJ34uLZqLBM http://www.youtube.com/watch?v=lJ34uLZqLBM youtube]

Responder

    CC.Brega.mim

    16 de dezembro de 2011 às 01h01

    calma zé..
    o pt não deve peitar de frente mesmo
    quem pode tá fazendo
    perfeito.
    tudo indo bem
    foco no inimigo zé
    bjcc

    ZePovinho

    16 de dezembro de 2011 às 01h12

    CC

    O PT,me parece,vai usar essa ameaça de CPI para domesticar a oposição.O PT não quer investigar a fundo essa roubalheira.É agora ou nunca mais.

    ZePovinho

    16 de dezembro de 2011 às 11h16

    CC
    Eu só estava pressionando os deputados do PT a assinar a lista.Me parece que todos assinaram.Realmente,o Vacarezza e o presidente da Câmara,se assinassem,estariam dando um argumento ao PIG de que o governo,como insituição republicana,estaria sendo usado para perseguir inimigos políticos:um óbvio ardil de José Serra e do PSDB para se fazerem de vítimas e melar a CPI.
    A Helena foi bem clara nesse sentido.Concordo com ela:
    http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/2011

    Vaccarezza desviou da casca de banana: PIG queria transformar Serra e FHC em vítimas
    Jornal Nacional ainda não levou ao ar na quinta-feira nada sobre a CPI da Privataria, porque o deputado Vaccarezza (PT/SP) não caiu na armadilha. Veja no Jornal da Record:

    Todo cuidado é pouco nessa hora. O PIG acaba de jogar uma casca de banana para melar a CPI da Privataria: queria arrancar do governo alguma declaração que possa virar manchete de revanchismo e perseguição à oposição, para fazer de José Serra uma "pobre vítima".

    É a surrada tática de José Serra, que sempre quando é pego com a boca na botija em algum escândalo de corrupção, quer transformar os outros em algoz e ele em vítima, para inverter valores, não ter que explicar nada e não deixar ninguém saber exatamente do que trata o malfeito em que ele se meteu.

    Dessa forma a imprensa inventa que ele é o coitadinho e os outros são os malvados, como os "aloprados", e bombardeiam incessamente essa pauta, jogando para baixo do tapete o real conteúdo das denúncias que envolvem Serra.

    O lider do governo na Câmara, dep. Cândido Vaccarezza (PT/SP) não caiu na armadilha. No entanto muita gente boa não entendeu e o está crucificando. Vamos saber jogar o jogo político bem jogado dessa vez, gente. Está bom demais para cometer erros primários. Protógenes e Brizola Neto estão corretíssimos em serem contundentes, mas sóbrios, sem virarem metralhadoras giratórias diante das câmeras de TVs. Por isso conseguiram as assinaturas rapidamente, inclusive de alguns tucanos.

    Vamos entender a coisa:

    1) CPI é instrumento do parlamento, do poder legislativo. O governo é executivo. Não pega bem em nenhuma democracia o governo, explicitamente, se envolver nestas articulações, senão seria acusado de usar a posição que desfruta no estado para tomar partido de um lado.

    Quem deve fazer esse embate são os partidos e nós, da sociedade. A maioria do PT assinou a CPI. Vamos lembrar que Lula quando era presidente não tripudiou quando José Roberto Arruda foi pego no mensalão do DEM. Não precisava. Agora também não precisa. O livro vende como água e repercute como nenhum outro. As denúncias são robustas, consistentes, documentadas e irrefutáveis. Está todo mundo curioso em botar esse assunto em pratos limpos e ficará sabendo pela internet primeiro e por último pela velha imprensa.

    O governo Dilma deve dizer que, como governo, não tem interesse específico em investigações sobre "a" ou "b" (como fez Vaccarezza). Da sua parte tem interesse em ter instituições republicanas como a Polícia Federal, bem equipada para apurar os fatos e malfeitos, independente de quem seja, sem perseguir nem proteger ninguém.

    Então não peçam à Presidenta, nem ao Ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, nem ao líder do governo na Câmara para se comportarem como se fossem líderes do PT na Câmara, porque o papel e posição deles é outra. Também não peçam para a base governista ser tão radical como a oposição, porque à oposição interessa paralisar o país, fazer um terceiro turno, ao governo não. O governo já venceu o segundo turno.

    2) Vaccarezza é deputado do PT, mas não é líder do PT, e sim líder do governo na Câmara. Ou seja, ele defende e negocia os interesses do governo da Câmara. Por isso ele não pode agir exatamente como os demais deputados do PT. Ele desarmou a bomba do PIG de fazer Serra de vítima de revanchismo quando disse que o governo "não tem interesse na CPI, nem em revanchismo". Isso nada tem a ver com veto, como muitos estão dizendo, nem tem qualquer orientação a dar quanto a lideranças do PT. O governo é uma coisa e o partido é outra. O executivo é uma coisa e o legislativo, outra…………………………………………………

    beattrice

    17 de dezembro de 2011 às 02h31

    Democraticamente discordo de vc,
    o caso fica claro no conjuto da obra.
    Alias, no mesmo dialogo, alem de refutar a CPI ele condenou as multas aplicadas à CHEVRON-TEXACO e defendeu a empresa.
    Tá bom ou vamos continuar com as outras ações pregressas do dito cujo?

    ZePovinho

    17 de dezembro de 2011 às 12h52

    Acabei de saber que menos da metade do PT assinou a lista,Beattrice.Não adianta esperar por eles.Estamos sós.Temos,pelo menos,o chamado Bloquinho(PCdoB,PSOL,PDT e outros) para levar isso adiante no Congresso.

    Bonifa

    17 de dezembro de 2011 às 11h24

    Você tem toda a razão. Tudo o que os tucanos desejariam era desviar esta roubada em que se meteram para um confronto entre governo e oposição, acusando o governo de ataque desleal à oposição.

    ZePovinho

    17 de dezembro de 2011 às 12h54

    Eu continuo achando acertada a posição do governo,Bonifa,mas se for verdade que menos da metade do PT assinou podemos pensar se não teve a mão do governo na história.
    Esse debate é do Parlamento e o PT,parece,está se recusando,de novo,a fazer política.

    CC.Brega.mim

    26 de dezembro de 2011 às 21h49

    ce viu o protógenes no debate-lançamento
    do privataria?
    disse que quem pode assinou
    quem não assinou foi porque não pode
    bancada em peso.

    foco. é nossa jogada agora.
    bjcc.

    Roberto Sa

    16 de dezembro de 2011 às 11h14

    Tem muita gente do PT com o rabo preso, isso ficou claro na frase do Lula: Nós só fizemos o que todos fazem. Dita logo após o estouro do suposto mensalão. Todos que cometeram irregularidades tem de ser punidos, doa a quem doer.

    Marcelo Ramos

    17 de dezembro de 2011 às 12h21

    O PT está cada vez mais parecendo é mulher de malandro. Ninguém vem a público para defender o Pimentel, e o ministro Paulo Bernardo, que está atrasado com as propostas de regulação da mídia, parece que vai deixar para daqui há 50 anos…

Neuza

15 de dezembro de 2011 às 22h23

Estou decepcionada com o que estou acabando de ler no "site" doTerra, pois vários comentaristas estão dizendo que o presidente nacional do PT disse não interessar ao governo essa CPI, pois eu como a maioria dos brasileiros achamos que interessa à população.

Responder

    Eli

    15 de dezembro de 2011 às 22h34

    Neusa, a CPI anda independentemente do planalto, isso é coisa do congresso nacional, Significa que o goverrno não vai se meter, é isso. Não vai pressionar nem para barrar nem impedir, simples assim

    Marcos

    15 de dezembro de 2011 às 22h59

    Eu vi a declaração do Vacarezza e fiquei p. Faz 9 anos que o PT/Governo esta nas cordas em uma ação engendrada pelo PIG/PSDB e na hora que a maior maracutaia vem a tona, há pessoas do próprio governo querendo amaciar.

Maria Dirce Cordeiro

15 de dezembro de 2011 às 22h19

A demissão voluntária do Bando do Brasil, foi torpe.Eles acabaram com a Previ com a roubalheira, depois com a desculpa de enxugar o Banco, demitiram milhares que ficaram no meio da rua, pq o dinheiro pago nessas demissões não paga a fechadura da porta de suas mansões ladrões do patrimonio público.cadeia neles!!!!meu ex marido entrou nessa e se ferrou.

Responder

Marat

15 de dezembro de 2011 às 22h12

A cobertura da impren$$$a está pra lá de cômica. Caso o Protógenes consiga emplacar a CPI, como eles farão? Vão chamá-la de CPI das falsas acusações? Vão chamá-la de CPI da falta de provas – rsrsrs – o PIG está cada dia mais maluco e estúpido. Eles terão de baixar a guarda, num momento!

Responder

    adriano

    16 de dezembro de 2011 às 02h13

    Vão chamá-la de CPI do lixo.

    Marat

    16 de dezembro de 2011 às 09h36

    rsrsrsrsrs – é por ai – rsrsrs

Gerson Carneiro

15 de dezembro de 2011 às 22h10

Se os blogs são sujos; o livro um lixo; a CPI só pode ser o aterro.

Responder

    Maria José Rêgo

    16 de dezembro de 2011 às 11h59

    Na mosca!

Paulo Savino

15 de dezembro de 2011 às 22h04

Vi agora pouco no jornal da Record o VACAreza dizer que o PT não vai dirigir olhando no RETROVISOR como faz a oposição. Cada vez mais acho que tem muito cara do PT com o rabo preso.

Responder

    pedro

    15 de dezembro de 2011 às 23h08

    Que se lasquem TODOS os envolvidos! o povo quer cadeia para todos os bandidos do trilhao e que tenha se beneficiado da privataria e devolução da nossa grana corrigida, quem tem o rabo preso que perca o rabo, o povo não tem rabo preso com absolutamente ninguem. Xilindró neles.

Roberto Ribeiro

15 de dezembro de 2011 às 22h01

Cândido Vaccarezza diz que essa CPI não interessa ao Governo.
Interessa à Nação?
Dane-se esse Governo, a ele interessa ajoelhar-se perante o PIG e demitir ministros.

Responder

    Maria José Rêgo

    16 de dezembro de 2011 às 11h59

    Roberto, tanto o Vacarezza, líder do governo, como o governo, estão certos em não emitir opinião sobre este assunto, para não dar margem ao "coiso" e sua aliada imprensa partidária usar esta manifestação como arma. Este assunto deve ser tratado mesmo pelo congresso e os cidadãos, que esperam anciosos pelo esclarecimento das obscuras privatizações. Está dando tão certo que há possibilidade de conseguir até 250 assinaturas de deputados favoráveis à instalação de CPI. Viva a democracia! Viva a internet!

José do Ceará

15 de dezembro de 2011 às 21h57

Essas privatizações assim como a perseguição que impuseram a muitos funcionários de estataisBanco do Brasil,Caixa econômica federal,Banco do Nordeste,Banco da Amazonia,Petrobrás,Todas as Teles.Fora milhares de DEMISSOES que jogaram muitos familias na miséria,acarretando separações,alcoolismo,suicidios.Enquanto todos esses males se abatiam sobre os funcionários,esses senhores se locupletavam de diinheiro público.A grande injustiça que se abateve sobre muitos seres humanos,agora,começa a ser reparada.Fui testemunha de tantas atrocidades cometidas pelo psdb e seu gang durante o nefasto periodo fhc,vade retro cambada…

Responder

Luiz Carlos

15 de dezembro de 2011 às 21h51

Caro Azenha,
Não podia ser diferente mas temos muita luta pela frente. Acabo de ouvir o Dep. Candido Vacareza, líder do governo na Câmara, dizer na Record que " o governo não vai ficar olhando pelo retrovisor, que não vai ser tão irresponsável como a oposição". O que eles vão ficar esperando, que a oposição mande eles desocuparem o Brasília para eles governarem?
Com a mobilização causada pelo livro do Amaury e as assinaturas colhidas pelo Protógenes temos que pressionar o Congresso e mobilizar a sociedade para que esta CPI realmente saia.

Responder

Gerson Carneiro

15 de dezembro de 2011 às 21h45

… e José Serra já se mobiliza

[youtube xnpVwqDyHkQ http://www.youtube.com/watch?v=xnpVwqDyHkQ youtube]

Responder

Marcio H Silva

15 de dezembro de 2011 às 21h44

Vai se abrir a CPI, e daÍ? Serra. seus parentes, Dantas, Ricardoi Sergio vão devolver a Grana roubada? Vão cumprir pena na cadeia? porque PPP é preso por qualquer motivo.
Vão devolver o emprego de milhares de colegas das Teles que foram jogados na rua e muitos, como conheço, jamais conseguiram se recuperar? o baque foi tão grande que alguns se tornaram alcóolatas.
Vão devolver a grana da previdência privada que nos foi roubada quando da Migração da Sistel para a telemar prev? Grana que estou tentando recuperar na justiça?
Vão devolver grana que roubaram da previdencia quando a receita federal em 2004 devolveu a telemar, oriunde de ação da telebrás em 95, que jereissati e sergio andrade embolsaram e não devolveu a telemar previ? outra ação que temos na Justiça.
Para Serra e esta turma citada no livro, cadeia é pouco. Além da devolução da grana para o erário público, deveriam receber chibatadas em praça pública. Destruítram a vida de milhares de pessoas das teles, vale, empresas de energia estaduais, docenave, etc….

Responder

Bernardino

15 de dezembro de 2011 às 21h38

Acabei de ver no jornal da RECORD o Lider do PT dizer:se depender do governo nos nao vamos ollhar para tras e nao nos interessa essa CPI.Falou o porta-voz dos Covardes sr VACAREZZA
Eu ja disse aqui que o PT é um conglomerado de FROUXOS,apanham ,apanham e viram a face para os outros baterem.Vejam quem esta a frente da CPI:Protogenes e Brizola Neto,dois deputados de fibra sem rabo preso com o poder.O primeiro Delegado ilibado e corajoso o segundo de tradiçao de lutas pelo Avô leonel Brizola
Meus caros nao se iludam esse governo frouxo chefiado pela D DILMA vai colocar panos quentes contra essa CPI.ELES estao interessados em dar migalhas ao povo,visando a reeleiçao dela.Voces ainda duvidam que esse Governo é parceiro do PIG?Eles vao deixar o Protogenes na rua da Amargura sozinho e vao mandar os aliados tirar as assinaturas.É preciso um movimento supra partidario com passeatas e pressao da populaçao,caso contrario a CPI morrerá

Responder

    Rafael Molina

    16 de dezembro de 2011 às 03h32

    CPI Sobre o PSDB e o governo deve ser o réu?

    Você nunca jogou xadrez né?

    Ora, o PSDB vai por o livro na conta do PT, como vem tentando fazer. Só não vê quem não quer!

    Essa CPI sai e o que é pior, o PIG não vai poder dizer que é perseguição do Governo!

CMundim

15 de dezembro de 2011 às 21h35

Ouvi alguém comentar que em vez de usar alho e crucifixo para espantar vampiro, agora no Brasil passaram a usar o Livro A Privataria Tucana. Dizem que a obra é tão poderosa para desnortear vampiro que nem precisa mostrar um exemplar, basta apenas mencionar o nome do livro que o alma ruim desaparecem xingando, É LIXO, LIXO, LIXO, TUDO LIXO.

Dizem também que o tal livro também é ótimo para desarmar piratas do caribe, principalmente os que gostam de esconder os produtos dos saques das privatizacões brasileira em um localidade chamada Tortola, lá pelas ilhas virgens britanicas.

E finalmente para os navegantes darem uma boa gargalhada no fim da noite, aqui vai a nota do Principe Farol de Alexandria.

Confesso que desconhecia este lado de humorista do FHC, em todo caso divertam-se com a nota dele.

——- http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI55…

QUINTA, 15 DE DEZEMBRO DE 2011, 19H22 ATUALIZADA ÀS 19H51
Em nota, FHC apoia Serra contra livro: "É infâmia"

Terra Magazine
Dayanne Sousa

"Em resposta às denúncias de corrupção em seu governo levantadas pelo livro "A Privataria Tucana", o ex-presidente Fernando Henrique CardMso divulgou nota nesta quinta-feira (15).

Leia na íntegra:

A infâmia, infelizmente, tem sido parte da política partidária. Eu mesmo, junto com eminentes homens públicos do PSDB, fomos vítimas em mais de uma ocasião, a mais notória das quais foi o "Dossiê Cayman", uma papelada forjada por falsários em Miami para dizer que possuíamos uma conta de centenas de milhões de dólares na referida ilha. Foi preciso que o FBI pusesse na cadeia os malandros que produziram a papelada para que as vozes interessadas em nos desmoralizar se calassem. Ainda nesta semana a imprensa mostrou quem fez a papelada e quem comprou o falso dossiê Cayman para usá-lo em campanhas eleitorais contra os tucanos. Esse foi o primeiro. Quem não se lembra, também, do "Dossiê dos Aloprados" e do "Dossiê de Furnas", desmascarado nestes dias?

O ex-presidente publicou nota criticando as denúncias do livro "A privataria tucana"
Na mesma tecla da infâmia, um jornalista indiciado pela Polícia Federal por haver armado outro dossiê contra o candidato do PSDB na campanha de 2010, fabrica agora "acusações", especialmente, mas não só, contra José Serra. Na audácia de quem já tem experiência em fabricar "documentos" não se peja em atacar familiares, como o genro e a filha do alvo principal, que, sem ter culpa nenhuma no cartório, acabam por sofrer as conseqüências da calúnia organizada, inclusive na sua vida profissional.

Por estas razões, quero deixar registrado meu protesto e minha solidariedade às vítimas da infâmia e pedir à direção do PSDB, seus líderes, militantes e simpatizantes que reajam com indignação. Chega de assassinatos morais de inocentes. Se dúvidas houver, e nós não temos, que se apele à Justiça, nunca à infâmia.

São Paulo, 15 de dezembro de 2011

Fernando Henrique Cardoso"

Responder

a. barbosa filho

15 de dezembro de 2011 às 21h34

Agora há que pressionar muito para que os signitários não retirem sua assinatura, para que os partidos indiquem os membros da CPI, para que ela se instale, e para que sobrevida ao silêncio e boicote da velha mídia. Esta é a mais importante CPI desta última décadas, mais até do que aquela do "mensalão" e a que o PSDB fez contra a Petrobrás.
Esta investigação mexe com a entrega do patrimônio nacional, e mostrará com quem a velha mídia tem o "rabo preso". Será um importante avanço democrático. Trará, além do esclarecimento de um período de negociatas bilionárias (os governos do FHC foram aqueles em que ministros e assessores entrevam professores e saíam banqueiros, ou não?) um reforço enorme à luta pelo controle social e a regulação democrática da mídia.
Parabéns ao deputado Protógenes e aos demais que tomaram a patriótica iniciativa.

Responder

Regina Braga

15 de dezembro de 2011 às 20h35

Amei a CPI…Que seja bem vinda…Mas com tantos documentos,porque já não encaminhar ao Procurador Gurgel,afinal, um passeio de avião foi o suficente prá ele entrar no caso Lupi…um polícial com ficha corrida tirou o Ministro Orlando…Um livro ,com 112 páginas de documentos, não é motivo prá Procuradoria entrar com uma ação…E o Ministro da Justiça, não deveria mobilizar a Polícia Federal? È dinheiro do Povo,é dinheiro da educação, da saúde ,que foi ROUBADO,prá enriquecer uns poucos.Cadeia nos ladrões!!!

Responder

    pedro

    15 de dezembro de 2011 às 23h15

    O Jô Gurgel só trabalha na base do: Cada mergulho é um flash!

    #OlheoPassarinhoGurgel

ZePovinho

15 de dezembro de 2011 às 20h29

Lá do PHA:

[youtube qLMNxpKFgAg http://www.youtube.com/watch?v=qLMNxpKFgAg youtube]

Responder

FrancoAtirador

15 de dezembro de 2011 às 20h07

.
.
"Eram necessárias 171 assinaturas para isso acontecer."

CPI 171
.
.

Responder

psgd

15 de dezembro de 2011 às 19h46

Azenha,
Providencie, por favor, o mais rápido possível, os nomes dos deputados que já assinaram o pedido de CPI. De posse dos nomes, vamos cobrar dos deputados que ainda não assinaram, que assinem. Se não assinarem vão perder o emprego na próxima eleição. Neste momento muito importante para a Nação Brasileira, Minas Gerais está de ôlho nos seus deputados.

Responder

Gustavo Pamplona

15 de dezembro de 2011 às 19h36

CPI? Comissão Parlamentar de Inquérito? Ou será Comissão da Pizzaria Institucional? hahahahahah

Privataria Tucana? Não são as iniciais do PT? O tal Partido dos Trapalhões! hhahahhaaha

Vai dar em pizza!!! Hmmm…. deu até água na boca! hahahhahahaha

Responder

    Aline C Pavia

    15 de dezembro de 2011 às 22h52

    Obrigada por sua participação no blog!

    elisa

    15 de dezembro de 2011 às 23h00

    Dói ser chato?

    Marcos

    15 de dezembro de 2011 às 23h22

    Aprendiz de tucano…

    Jotaroberto

    16 de dezembro de 2011 às 00h47

    Que figura hein…

    Jorge Nunes

    16 de dezembro de 2011 às 08h56

    Tadinho

    RicardãoCarioca

    16 de dezembro de 2011 às 09h01

    Então, os tucanos enfiaram a mão no seu bolso, roubaram o seu dinheiro e você agradecido bate ponto em blog progressista para defendê-los? Os tucanos roubaram o seu, o meu, o nosso dinheiro de impostos, que estão guardadinhos no exterior. Francamente, defender bandido… E sem nem ter levado algum… É passar atestado de parvo.

LUIZ FORTALEZA

15 de dezembro de 2011 às 19h28

Se nenhum desistir na última hora H… agora chegou a vez dos paladinos da moral política se explicar…kkkkkkkkkkkk

Responder

Nisio

15 de dezembro de 2011 às 19h28

Sugiro dar ampla divulgação aos deputados que assianaram a Lista, como precaução para eventuais desistências por subornos e além disso estimular a assinatura de maior número de deputados.

Responder

Lu_Witovisk

15 de dezembro de 2011 às 19h18

Hoje é dia de festa!!! Viva Amaury!! Viva Protogenes e Brizola!!

Agora sim temos que ficar de olho e qdo o bicho começar a pegar, temos que ir as ruas. Esta CPI não pode acabar em pizza.

Responder

Yes we créu !!!

15 de dezembro de 2011 às 18h58

Quando a lista dos Deputados que assinaram o pedido de CPI for divulgada, vamos expor aqueles que nao assinaram, pois isso pressionara ainda mais o legislativo pra que essa investigacao nao termine numa pizzaria da Mooca.

Responder

Wendel

15 de dezembro de 2011 às 18h55

Como dito aquí, enviem Emails a todos os deputados de seus estados, e cobrem uma postura dígna deles neste novo episódio!
Precisamos remover este lixo, de nossa vida política, de uma vez por todas!
Como disseram, "vamos varrer esta raça por 30 anos" mas vejam que o tiro saiu pela culatra!
Por uma regulamentação urgente dos meios de comunicação neste país, e a cassação sumária deste vendilhões da Pátria.
Sem bandeirtas ideológicas, que fique bem claro!
Avante Brasil, é chegada a hora de uma operação Mãos Limpas, "doela a quem doela"!

Responder

/ Postado por Martins Andrade

15 de dezembro de 2011 às 18h50

VEM AÍ A CPI DA MAIOR ROUBALHEIRA DA HISTÓRIA DO BRASIL
E A GRANDE IMPRENSA NACIONAL, CALADA

O ex-delegado da Polícia Federal e atual DeputadoFederal Protógenes Queiroz, juntamente com o também Deputado Federal Brizola Neto, conseguiram as assinaturas necessárias a um pedido de CPI sobre os fatos revelados, com documentos, no livro “A Privataria Tucana”, do jornalista investigativo Amaury Ribeiro Júnior.

No trabalho do jornalista são dissecadas as vísceras das privatizações brasileiras durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, expõe a lavagem de dinheiro acontecida naquele período, e relata o modus operandi de como o dinheiro era levado para paraísos fiscais, e o seu retorno ao Brasil para ser investido em empresas aqui localizada, complementando a lavagem dos recursos roubados, e dando aspecto legal ao dinheiro retornado.

O que mais chama atenção em todo o atual processo é o silêncio das grandes empresas privadas que possuem jornais, revistas, rádio e televisão.

Essa chamada grande mídia, que diariamente revela fatos de corrupção no atual governo, muitas delas sem nenhuma prova, a não ser a declaração de alguma pessoa, ou de um bandido, como foi o caso do Ministro dos Esportes, que foi exonerado exatamente por esse tipo de jornalismo declaratório, calou-se ante o conteúdo do livro.

Essa mesma mídia que se autoproclama defensora da sociedade, como é o caso do Jornal Diário do Nordeste, do Ceará, que estampa a frase na primeira página, usurpando com a conveniência do Ministério Público uma função, que nunca foi de imprensa, esconde de seu público a informação sobre o que se passa na vida nacional.

Quer dizer: empresas privadas detentoras de concessão do governo para dentre outras coisas informar, priva seus leitores exatamente da função mais importante de um jornal, escondendo um rol de crimes em vias de investigação por Comissão Parlamentar de Inquérito, que ja, já, vai mexer com a vida nacional, uma vez que o conteúdo e as provas documentais inseridas no livro são documentos de fé pública.

Quem esconde um crime, nele se insere direto ou indiretamente.

O que pode estar havendo com as grandes empresas de comunicações para esconder os fatos revelados no livro “A Privataria Tucana” é a opção política tomada pela grande imprensa nacional. Como se sabe, os órgãos de imprensa fazem, juntos com o PSDB e DEMOS, oposição ao governo federal. E o livro aponta, dentro os beneficiários com o dinheiro das privatizações, o principal político da oposição, o presidenciável José Serra.

Outro fator, que pode estar ligado ao silêncio sepulcral, com que os órgãos de imprensa pretendem enterrar essas evidências descritas no livro “A privataria Tucana” pode ser o próprio indiciamento dessas empresas de comunicação, como beneficiárias, ou de membros das grandes famílias que controlam a mídia no Brasil.

Pelo sim, pelo não, aguardemos a CPI sobre a maior roubalheira do Brasil.

Responder

    pedro

    15 de dezembro de 2011 às 20h32

    O MP é do ESTADO e não do governo, temos que exigir que trabalhem!

    pedro

    15 de dezembro de 2011 às 20h32

    #umminutodesilênciopelamorteimpren$abrasileira

    José Netto

    16 de dezembro de 2011 às 12h44

    Claro que vai ficar caladinha, eles ajudaram no roubo, vão dizer o que? estão com lama pela boca

Eric Bittencourt

15 de dezembro de 2011 às 18h40

Precisamos de mais Protogenes e Brizolas Netos no congresso.

Responder

Alexei_Alves

15 de dezembro de 2011 às 18h39

Precisaremos manter a pressão para que o PIG seja obrigado a cobrir a CPI. Sem a nova mídia, a velha mídia irá simplesmente ignorar essa CPI, da mesma maneira como ignoraram a CPI do MST quando viram que ela estava sendo favorável ao movimento sem terra.

Responder

Frankn

15 de dezembro de 2011 às 18h38

Precisamos da lista de nomes dos deputados agora!!
Do contrário, enquanto estiverem anônimos, eles podem receber pressão por todos os lados para a retirada dos nomes.

Além disso, alguns podem e vão usar a retirada da assinatura em negociações por baixo do pano com o PSDB. Isto já deve estar acontecendo agora!! Conheço muito bem esta turma.

Responder

joni

15 de dezembro de 2011 às 18h34

Obrigada, deputado.

Responder

CLÁUDIO LUIZ PESSUTI

15 de dezembro de 2011 às 18h32

Vamos ver se a base aliada, e, principalmente , o PT , vai querer entrar a fundo nesta CPI , que é uma CPI que faltou no currículo do PT.Ela é tão fundamental como a da Comissão de Verdade, que, infelizmente , frustrou a todos pelo esvaziamento.Aliás, muito me interessa saber a posição de Dilma e Lula neste assunto.Espero que o maldito "pragmatismo político" não atrapalhe…

Responder

    CLÁUDIO LUIZ PESSUTI

    16 de dezembro de 2011 às 10h02

    Não resisto, o que eu me referi acima foi antes de o Vacarezza já dar a posição da Dilma e Lula, de que o governo e o PT nada fará pela CPI, exatamente o que eu desconfiava acima.Aí me dão um monte de negativos.Pelo jeito , postar a verdade incomoda.Engraçado que o tal "Zé Povinho" postou uma crítica muito mais forte ao PT e positivaram o cara.Não que me incomode com joinhas ou negativos, só acho que acaba sendo meio ruim este negócio de positivar ou negativar comentário dos outros.Acho que se o cara quer "negativar " ou "positivar" algum comentário deveria postar um comentário.Esta opção de joinhas e negativos serve mais a patotinhas do que a debates.

    Morvan

    16 de dezembro de 2011 às 12h11

    Bom dia.

    Cláudio Luiz Pessuti, em parte eu concordo com você, com relação ao ato de positivar ou negativar comentários. Coerentemente, acho, pois dificilmente eu faço cotação / qualificação de comentários, preferindo, quando cabível, respondê-los.
    Mas eu e você (e outros!) precisamos entender que há pessoas que pensam diferente, que acham, inclusive, mais conveniente ou mais seguro, por qualquer motivo, qualificar os comentários positiva ou negativamente.
    Claro que vai muito também a questão da consciência do leitor: qualificar o comentário ou Post pelo seu conteúdo, pela felicidade ou não da defesa do postante, e não pela sua orientação política.
    Veja o seguinte cenário: o leitor leu o seu Post. Não está achando uma maneira de responder de modo a contemplar o que [ele] realmente pensa. Ele vai qualificar, para cima ou para baixo, o seu Post. Neste caso, só me parece ilegítimo se o qualificante o fizer eivado de intenções afora o conteúdo do Post.

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

    CLÁUDIO LUIZ PESSUTI

    17 de dezembro de 2011 às 10h58

    Ok Morvan, positivo o seu comentário e posto a resposta heheeh, grande abraço.

psgd

15 de dezembro de 2011 às 18h27

Aos deputados Protóges Queiroz e Brizola Neto o nosso reconhecimento pelo belo trabalho. Voces são exemplos, para a inoperante bancada mineira, no Congresso Nacional.

Responder

Flavio Lima

15 de dezembro de 2011 às 18h17

Votei no Protogenes!

Responder

    João Da Silva

    15 de dezembro de 2011 às 19h14

    E eu no Brizola Neto

    Luís

    15 de dezembro de 2011 às 21h03

    Eu também.

    Tirando o episódio do código florestal, até agora não me arrependi.

    Morvan

    15 de dezembro de 2011 às 21h22

    Boa noite.

    Não tive esta ventura, amigo Flavio Lima; mas, acredite, votei também em gente de luta.
    De qualquer modo, Protógenes é um dos mais dignos e lúcidos representantes do povo brasileiro.
    É bom ter gente da envergadura dele nos representando.

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

Paulo P.

15 de dezembro de 2011 às 18h12

Vaccarezza fica penalizado com a Chevron: Que dó, que dó da destruidora do meio ambiente

Com uma esquerda estilo Vaccarezza quem precisa de Kátia Abreu, não é mesmo?

Minha pergunta é: Vaccarezza não poderia ao menos ter mantido a boca fechada? Ele vai pagar a multa pela Chevron? Quem quer saber a sua opinião? Se ficasse quieto não causava tanta vergonha alheia ao PT e ao governo do PT, aos militantes do PT.
http://mariafro.com.br/wordpress/2011/12/15/vacca

Responder

claudio

15 de dezembro de 2011 às 18h08

Caro Azenha.
Teria como postar a lista dos deputados e seus partidos, que honraram a pátria com suas assinaturas?

Responder

    Conceição Lemes

    15 de dezembro de 2011 às 18h14

    Oi, Claudio, já pedimos. Eles só vão divulgar depois que derem entrada no pedido. Antes há risco de pressão pra retirada da assinatura. Assim que for disponibilizada, é claro, divulgaremos. abs

    Luciano Prado

    15 de dezembro de 2011 às 19h14

    É isso mesmo. A listagem não pode ser divulgada, ainda. Tem inclusive tucanos que assinaram para retirá-las de última hora e melar o requerimento.

    Vamos com calma. O momento é delicado. Vai ser importante para saber se o PT queria mesmo a CPI ou estava tentando barganhar.

    FrancoAtirador

    16 de dezembro de 2011 às 00h31

    .
    .
    Até agora, 3 tucanos assinaram:

    Antônio Imbassahy (PSDB/BA)

    Fernando Francischini (PSDB-PR) e

    Nelson Marchezan Júnior (PSDB-RS)
    .
    .
    Não farão a menor falta.
    .
    .

    FrancoAtirador

    15 de dezembro de 2011 às 19h19

    .
    .
    Perdão, Conceição.

    Devo discordar desse método.

    Se há algum deputado que aceita
    chantagem para retirar a assinatura,
    é melhor nem assinar mesmo.

    Não podemos compactuar
    com o sigilo parlamentar.
    Lutamos por transparência.
    .
    .

    Conceição Lemes

    15 de dezembro de 2011 às 21h45

    Franco, desde ontem eu estou atrás da lista, a resposta é a mesma. O Protógenes e o Brizola sabem com quem estão lidando. Vamos dar-lhes um voto de confiança. abs

    CC.Brega.mim

    16 de dezembro de 2011 às 00h55

    ei franco
    real politik!
    estratégias
    táticas
    resultados..
    tudo valendo.

    Zé Brasil

    15 de dezembro de 2011 às 19h30

    Prezada Jornalista Conceição,

    Penso que seria de vital importância que cada um de nós que já adquiriu o livro ou não, cerrássemos (êpa!) fileiras e mantivéssemos pressão democraticamente através de e-mails e redes sociais sobre cada um dos políticos que se comprometam a assinar o pedido de abertura de mais importante CPI que permitirá ao Brasil saber o quanto foi espoliado por esta gangue que vive acusando de ilícitos aos outros a torto e a direito sem fundamento na maioria das vezes. Ela exporá as vísceras entupidas de grana, bufunfa, gergilim, money, etc, dos tunganos de rapina do patrimônio do Povo Brasileiro.
    Dona Jujú, presidenta de honra da oposição: "read my lips":Tunganos nunca mais!

    Morvan

    15 de dezembro de 2011 às 21h19

    Boa noite.

    Antes de tudo, parabéns pela cobertura via Blog do ViOMundo. Conceição Lemes, parece bastante sensato, da parte deles (refiro-me aos que buscam viabilizar a CPI) a divulgação dos endossantes somente após a consolidação da lista, mas, seria possível, sem prejuízo da própria Comissão, saber a relação dos que assinaram-na e após, qual seja o motivo, retiraram-lhe o apoio?
    Para as pessoas saberem como se comporta o seu representante ante a pressão política, que é natural, até certo ponto.

    Ficamos no aguardo da publicação e espera-se que esta CPI saia, de fato.

    :-)

    Morvan, Usuário Linux #433640.

    Márcio

    16 de dezembro de 2011 às 03h35

    Legal a resposta Conceição. Procurei por toda a rede esta informação e a sua foi a mais esclarecedora.

    Frankn

    15 de dezembro de 2011 às 18h35

    Enquanto estiverem anônimos, aí sim eles podem receber pressão para retirarem os nomes. Publicada a lista, os nomeados teriam uma bela desculpa contra qualquer pressão: "Agora já era. Já me comprometi com os eleitores."

    Sem contar que, enquanto estiverem anônimos, cada deputado pode fazer uma "negociaçãozinha" com o PSDB pedindo algo em troca para retirarem o nome. No nosso Congresso tem de tudo.

    ZePovinho

    15 de dezembro de 2011 às 21h21

    Eu tô seco pra ver os nomes!!!!!!!

pedro

15 de dezembro de 2011 às 18h06

Parabens Protogenes! Contamos com o senhor para defender o povo brasileiro dos maiores criminosos já nascidos neste país, exigimos cadeia para os bandidos e DEVOLUÇAO do nosso dinheiro corrigido.

Responder

claudio

15 de dezembro de 2011 às 18h05

Sinceramente! Estou orgulhoso disso! Iniciaremos uma verdadeira história para o Brasil!!
Parabéns nobre Deputado Delegado Protógenes Queiroz!
Sua luta e seu trabalho não será em vão!!!

Responder

Luciano Prado

15 de dezembro de 2011 às 18h04

Vixe !!!

O bicho vai pegar… o Serra, as Verônicas, os Dantas… a Folha… a Veja… o Estadão…

Responder

    Rafael Molina

    16 de dezembro de 2011 às 03h37

    A Globo…

Pedro Costa

15 de dezembro de 2011 às 18h03

Os nomes, os nomes prá gente saber quem do PT não assinou.

Responder

    Jairo_Beraldo

    15 de dezembro de 2011 às 18h42

    Zé Caridozo Dantas sinistro da justiça e Paulo Hibernado, sinistro das comunicações devem estar pressionando aliados a boicotar a CPI do Protógenes….podem apostar que sim!

    FrancoAtirador

    15 de dezembro de 2011 às 19h45

    .
    .
    É só um dos Capo do Clã G.A.F.E.* ligar

    e capitulam, ou melhor, capotam.

    *Globo, Abril, Folha e Estadão são Cosa Nostra.

    Capiti ?
    .
    .

    ZePovinho

    15 de dezembro de 2011 às 20h58

    Estou ansioso para ver os nomes,Pedro.Vamos para cima desses cretinos depois.

    Regina Maria

    15 de dezembro de 2011 às 22h34

    Isso mesmo, queremos os nomes. Aqueles que se recusarem a assinar essa CPI estarão ressaltando que não servem para nos representar, pois além de desleais são frouxos. Não são esses tais que precisamos. Chega de traidores, queremos homens de bem e nacionalistas, nos quais possamos depositar nossa confiança e valorizar nosso voto.

trombeta

15 de dezembro de 2011 às 18h03

Agora, será que o PIG vai publicar?

Parabéns à câmara dos deputados pelo belo trabalho!

Responder

    Jairo_Beraldo

    15 de dezembro de 2011 às 18h43

    Vão dar a mesma atenção que dão aos pedidos de CPI's na ALESP….

Alexandre Faria

15 de dezembro de 2011 às 18h03

Agora o "Cerra" corta os pulsos – como diria o PHA.

Responder

Yarus

15 de dezembro de 2011 às 18h02

Precisa de mais assinaturas, tem assinaturas de 3 deputados do PSDB e certamente eles vão retirar.

Os deputados Nelson Marchezan Júnior (PSDB-RS), Antônio Imbassahy (PSDB-BA) e Fernando Francischini (PSDB-PR) surpreenderam o tucanato ao assinarem a CPI da Privataria, proposta por Protógenes Queiroz (PCdoB-SP) para investigar supostos esquemas de desvio de dinheiro durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. O burburinho é fruto da publicação do livro "A privataria tucana", que acusa o ex-governador de São Paulo, José Serra, de integrar um intrincado esquema de lavagem de dinheiro em paraísos fiscais. http://www.jb.com.br/informe-jb/noticias/2011/12/

Responder

nelson freitas

15 de dezembro de 2011 às 17h59

Precisamos conseguir mais assinaturas, parabéns Protógenes precisamos esclarecer para onde foi o dinheiro das privatizações, porque tanta gente tem medo do Serra neste país?

Responder

Jefferson

15 de dezembro de 2011 às 17h57

Protogenes, sabiamos que você seria um deputado que não iria nos decepcionar!

Meus sinceros agradecimentos e votos de sucesso na Câmara dos Deputados!

O Brasil pode começar a mudar VERDADEIRAMENTE, a partir de agora, do livro que pode destruir as oligarquias e os coronéis deste país!

Responder

Jorge Santos

15 de dezembro de 2011 às 17h56

Acabei de enviar emails para todos os deputados federais por Pernambuco (enviei também para o paulista Robeto freire) solicitando apoio, colaboração.

Jorge Santos
Recife-PE

Responder

    Marat

    15 de dezembro de 2011 às 22h14

    O Freire? Esse é um dos maiores puxa-sacos do Serra… Está completamente vendido o ex-esquerdista

    CC.Brega.mim

    16 de dezembro de 2011 às 01h09

    está?
    mostrou quem sempre foi e a gente não sabia
    faz tempo
    desde esse tal de pps
    desde antes..

    enganou a gente e a gente perdoa?
    nem freire nem fhc.

@pararefletir

15 de dezembro de 2011 às 17h52

Eu também quero o livro: Carlos Augusto Gomes

Responder

ZePovinho

15 de dezembro de 2011 às 17h48

Digite o texto aqui![youtube q-QrcO1IxzQ http://www.youtube.com/watch?v=q-QrcO1IxzQ youtube]

Responder

    a. barbosa filho

    15 de dezembro de 2011 às 21h37

    Maravilha! Nada como o humor, que a direita não tem, para fazer avançar a consciência das pessoas. O Pasquim e, antes, o Barão de Itararé, já nos deram a lição…

CMundim

15 de dezembro de 2011 às 17h47

Dilma,

Protogenes para Ministro da Justica

e o Amaury para chefe da ABIN

Responder

E S Fernandes

15 de dezembro de 2011 às 17h47

Ótimo!

Vamos ver se o Brasil passa a limpo aquela década de privataria, acabe com os mal feitores política e juridicamente. É o mínimo que espero.

Responder

    Outro Antonio

    16 de dezembro de 2011 às 17h00

    É Fernandes, temos um Supremo, guinado à direita, que dura 500 anos. Muito da democracia o Brasil não tem graças ao Supremo, que apóia ficha suja, que dá HC à bandido, que pior, não deixa que haja contagem de votos, não deixa que haja auditagem de votos, já imaginou Fernades, como esse Supremo é medieval? É esse lixo que nos emperra a democracia.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding