VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Presidenta do PT: Família Marinho sofre de amnésia sobre apoio que deu a Jair Bolsonaro
Divulgação
Política

Presidenta do PT: Família Marinho sofre de amnésia sobre apoio que deu a Jair Bolsonaro


27/02/2020 - 12h23

Da Redação

Os jornalões conservadores do Brasil publicaram editoriais de repúdio a Jair Bolsonaro em uníssono, nesta quinta-feira.

A Folha sugeriu que Jair Bolsonaro seja colocado sob o tacão do impeachment.

“Diante das demonstrações reiteradas de desprezo pela institucionalidade e de violações dos requisitos legais de honra, decoro e dignidade para o exercício da Presidência, talvez apenas o medo do impeachment possa deter a perigosa aventura Bolsonaro”, escreveu o editorialista do diário paulistano.

Na próxima terça-feira, os partidos de oposição se reúnem para discutir o assunto em Brasília, junto com movimentos populares e entidades da sociedade civil.

A surpresa é que o Solidariedade se juntou a PT, PDT, PSB, PCdoB e Rede.

O diário da família Marinho, O Globo, foi mais ameno com Bolsonaro, colocando no horizonte como cenoura a possibilidade de reeleição em 2022.

“Jair Bolsonaro, com as frações radicais que o cercam, parece ter decidido entrar em rota de colisão com as instituições, cujo resultado pode ser uma crise institucional que não interessa a ninguém, inclusive a ele, chefe do Executivo, um dos que dependem da estabilidade. Bolsonaro deveria desejar que a economia e o país de fato se recuperem e o permitam tentar com êxito a reeleição em 2022. A não ser que faça uma aposta arriscada, irresponsável e criminosa no caos”, diz o editorial.

Os Marinho sinalizam que ainda farão negócios com Bolsonaro, desde que ele se concentre nas “reformas” neoliberais.

Um trecho do editorial de O Globo desgostou a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann.

É que o diário conservador carioca, num surto de amnésia sobre seu próprio papel no golpe de 2016, que derrubou Dilma Rousseff, colocou Jair Bolsonaro na cota do PT:

“Foi beneficiado [Jair Bolsonaro] em 2018 por uma conjunção feliz para ele, em que a debacle da esquerda, desestabilizada pelo desastre ético lulopetista e pela teimosia do ex-presidente Lula em continuar dono do PT, somada à falta de nomes para ocupar espaços no centro, permitiu a sua eleição, com a ajuda de muitos que usaram o voto para punir o PT”, afirmou O Globo.

“Globo e verdade histórica não cabem na mesma frase. Família que articulou o golpe, cúmplice de Moro na farsa da Lava Jato e prisão do Lula, quer jogar Bolsonaro no colo do PT. Quantas décadas vão levar para pedir desculpas, como fizeram sobre a ditadura?”, escreveu a presidenta do PT.

Ela se refere ao fato de que até 1984 o fundador do grupo Globo, Roberto Marinho, elogiava a “Revolução” — ditadura militar que derrubou um presidente constitucional em 1964, fechou o Congresso, censurou a imprensa, prendeu, cassou e torturou adversários políticos.

O famoso editorial de quem mais ganhou com a ditadura

Em 31 de agosto de 2013 O Globo pediu desculpas por apoiar a quartelada, da qual Roberto Marinho foi um dos maiores beneficiários economicamente.

“Quem convocou as marchas do golpe de 2016? Quem deu horas de Jornal Nacional contra Lula, sem direito de resposta? Quem escondeu a verdade sobre Bolsonaro e cancelou debate para poupá-lo? Quem censura PT e Lula? Quem sustenta política econômica de Bolsonaro? Vocês Globo! Tudo para tirar o PT”, acrescentou Gleisi ao rebater O Globo.

Finalizou: “Globo, se têm vergonha do governo que colocaram no Planalto, pra vender o Brasil e destruir as conquistas do povo, façam a autocrítica que tanto cobram do PT. E façam jornalismo isento de parcialidade, porque sua TV é concessão pública, não propriedade familiar”.

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



9 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

29 de fevereiro de 2020 às 02h17

Alguém falou que depois das ‘Reformas’ Trabalhista e Previdenciária
haveria Investimentos Estrangeiros e Criação de Empregos no Brasil ?

https://t.co/32lZS68nBp

R$ 80 BILHÕES SAÍRAM DO BRASIL DESDE QUE BOLSONARO ASSUMIU

A Maior Fuga de Capitais da História do Brasil

Somente nos 2 Primeiros Meses deste ano (2020) a Fuga de Capital atingiu a Soma de R$ 34,908 Bilhões, Montante Equivalente ao que escapou do País em 10,5 meses do ano passado, de 2 de janeiro a 13 de novembro de 2019, fechando os 12 Meses com Saldo Negativo de R$ 44,5 Bilhões.

Enquanto isso, o IBGE informa que o Brasil iniciou o Mês de Fevereiro de 2020 com cerca de 12 Milhões de Desempregados.

https://twitter.com/DeputadoFederal/status/1233522063358537730

https://www.diariodocentrodomundo.com.br/na-maior-fuga-de-capitais-da-historia-do-brasil-investidores-retiram-r-80-bilhoes-do-pais-sob-bolsonaro/

Responder

Zé Maria

27 de fevereiro de 2020 às 19h21

E o “Napoleão de Maringá” (*), Capanga de Milícia,
só faltou levar a Cônje pra desfilar de Blindado
“Artilhado com um Canhão-Metralhadora”.

“No meio da confusão provocada com o vídeo-apelo
de Jair Bolsonaro por uma manifestação onde os
militares são insuflados a atacar o STF e o Congresso,
o Ministro da Justiça, Sergio Moro, ‘o Sem-Noção’,
montado num Urutu, é tão diplomático quanto
Ernesto Araújo” …
Está tudo gravado em vídeo, que o próprio Moro
divulga pelo Twitter:
https://twitter.com/SF_Moro/status/1232814111588802567

Jornalista Fernando Brito, no Tijolaço: https://t.co/3W6U2ngiEz

*(https://nocaute.blog.br/2020/02/27/napoleao-de-maringa)

https://twitter.com/DeputadoFederal/status/1233024829466578944
http://www.tijolaco.net/blog/moro-o-sem-nocao-desfila-de-blindado-em-brasilia/

Responder

    Zé Maria

    28 de fevereiro de 2020 às 04h28

    Napoleão de Maringá, Jagunço de Miliciano,
    persegue Grupo de Artistas
    Organizador de Festival de Música
    que ocorre desde 2017 em Belém.do Pará

    https://images.app.goo.gl/SJ2AhXXBxAkhDYXE6

    Facada FEST

    SERGIO MORO INICIA PERSEGUIÇÃO AO ROCK PARAENSE

    Os integrantes do festival de rock Facada Fest foram intimados a comparecer a Polícia Federal para prestar depoimento.
    Em despacho assinado pelo Ministro da Justiça, Sergio Moro, e pelo Procurador Geral da República, Augusto Aras, a organização do festival é acusada de “apologia de crime” e “crimes contra a honra” do presidente da república, Jair Bolsonaro.
    O motivo, alega o Ministro da Justiça, é a ilustração do cartaz do evento.

    Realizado em junho do ano passado, o Facada Fest foi um sucesso de público e não registrou nenhuma ocorrência policial.

    .Com tantos problemas ocorrendo neste momento no país – motim das policias militares, degradação ambiental na Amazônia e os indícios cada vez mais fortes de ligações entre políticos e milicianos – causa-nos espanto o uso do aparato judicial e policial de nosso país na repressão de um festival de música. Criminalizando a atividade artística e a liberdade de expressão, garantidas pela Constituição de 1988, a Constituição Cidadã.

    Seguiremos em frente. Certos de que o bom senso e a justiça prevalecerão. E que, em respeito a nossa Constituição, o direito à atividade artística e à liberdade de expressão será assegurado.

    NÃO NOS CALARÃO.

    https://m.facebook.com/facadafestbelem/photos/a.2300198270307727/2552688995058652/

    Detalhes em:
    https://www1.folha.uol.com.br/amp/ilustrada/2020/02/sergio-moro-pede-inquerito-contra-punks-de-belem-por-cartazes-anti-bolsonaro.shtml
    https://www.conjur.com.br/2020-fev-27/moro-abertura-inquerito-punks-defesa-bolsonaro
    https://www.metropoles.com/brasil/punks-de-belem-acusam-moro-de-censura-por-cartaz-anti-bolsonaro

    Zé Maria

    29 de fevereiro de 2020 às 16h19

    https://pbs.twimg.com/media/ER5lX6BXUAIBn-i?format=jpg

    Esses Procedimentos de Censura do Sergio Moro, Ministro
    do [des]governo Bolsonaro, indicam, “em tese” e “na prática”,
    que de fato está instalado no Brasil um Regime de Exceção,
    uma Ditadura Civil-Militar disfarçada de Estado de Direito.
    A Democracia Brasileira, se houve, já foi pro Espaço Sideral.

    https://twitter.com/facadafest/status/1233534870971920387

    https://congressoemfoco.uol.com.br/legislativo/moro-defende-investigacao-por-apologia-ao-crime-de-cartaz-contra-bolsonaro/

    Detalhe: O Napoleão de Maringá, Jagunço de Miliciano,
    ordenou o setor de comunicação social do Ministério
    da Justiça e Segurança Pública responder – pelo perfil
    oficial no twitter – diretamente ao pessoal do @FacadaFest,
    tentando desmentir a Mentira Descarada do Ministro:

    https://twitter.com/SF_Moro/status/1233204365806198784

    https://twitter.com/samiabomfim/status/1233217003567173633

    https://twitter.com/facadafest/status/1233534870971920387/photo/1

    Apologia ao Crime e Incitação à Violência
    os Nazi-Fascistas, inclusive os Bolsonaro,
    sempre fazem contra seus ‘oponentes’,
    pressupostos – por eles – inimigos mortais,
    mesmo fora do campo político-partidário,
    isto é, no âmbito estritamente ideológico
    – da moral, da tradição e dos costumes –
    resvalando neste caso para a Superstição,
    o Misticismo e o Fanatismo, aproveitando-se
    da Ignorância e da Boa-Fé das pessoas para,
    aí sim, obter triunfo em disputas eleitorais,
    com a Disseminação de Notícias Falsas,
    até mesmo fazendo uso de silogismos
    com base em premissas falsas, do tipo:
    ‘o rock é abortista; se é abortista, é satânico;
    portanto, todas as pessoas envolvidas
    com esse ritmo musical são abomináveis’.

    Daí a Seletividade e a Hipocrisia Reinantes:

    A acusação de crime e a sentença condenatória
    contra Lula (PT) são definitivas, mesmo antes do
    trânsito em julgado, ‘porque ele é diabólico’.
    Aliás, no plano simbólico do Fascismo Local,
    ‘todo petista é criminoso, porque o PT é do Diabo’.
    Já ‘as acusações contra Jair Bolsonaro e Clã
    são mentirosas, porque ele é honesto, pois
    Bolsonaro erra, mas não comete crimes’ …
    É quase como considerá-lo ‘um santo’.
    Da mesma forma, ‘o Moro é inatacável’.

    https://pbs.twimg.com/media/ER4BWsSXYAEFREQ?format=jpg
    https://twitter.com/delucca/status/1233405985621991425
    https://pbs.twimg.com/media/ER3j2tcWkAAn8Cc?format=jpg

    FACADA FEST, UM ATO QUE PERTURBA BOLSO[NARO] E SEUS LACAIOS

    Por Lola Aronovich, no Blog Lola Escreva: https://t.co/zivT65IW8T

    Perseguição ao Facada Fest começou
    em junho do ano passado

    O festival acontece na capital do Pará desde 2017, ou seja, bem antes da “fakeada do mito”.

    Em junho do ano passado [2019], Carluxo se incomodou com uma das imagens
    de divulgação do festival, que mostrava um palhaço com faixa presidencial sendo
    empalado por um lápis.
    Um ex-delegado e agora deputado federal do Pará pela extrema-direita
    compartilhou o cartaz na sua rede social.

    O autor da imagem do palhaço, o artista Paulo Victor Mauro, explicou que,
    quando fez a arte, o país estava no meio das manifestações em defesa da educação.
    “Por isso me deram a ideia de fazer o lápis, que representa a educação,
    derrotando essa palhaçada.
    […]
    Não tem incitação de matar ninguém.
    Não passamos a ideia de fuzilar oposição”, alfineta ele.

    Mas Carluxo não viu desse jeito.

    Foram mobilizadas quase duas dezenas de viaturas — entre PM,
    Polícia Civil, Choque, Secom e Bombeiros — para reprimir o evento,
    que acabou sendo cancelado e realizado um mês depois

    Os organizadores então adiaram o festival, já que ele aconteceria em lugar aberto (em frente ao Mercado de São Brás) e poderia atrair reaças para brigar.

    O Facada Fest 3 foi remarcado em julho para um lugar fechado.

    Porém, meia hora antes do início, quase vinte viaturas policiais chegaram
    para impedir o evento.
    Inventaram que um dos alvarás estava vencido.

    Finalmente, após a mobilização contra a censura, o Facada Fest ocorreu
    dois meses depois, com grande sucesso.
    E ainda gerou outras edições em cidades como Belo Horizonte, Campinas, Curitiba e Marabá (com cartazes que também incomodam muito:
    https://twitter.com/lolaescreva/status/1233573409902256128)

    Com um público estimado em três mil pessoas, o Facada Fest contou ainda
    com shows de rock, punk-rock, hardcore, rap, oficinas de reciclagem e
    compostagem de lixo, exposição de artes plásticas, leitura de poesia
    e arrecadação de Brinquedos para o I”Instituto Bianca e Adriele”, que cuida
    de Crianças Carentes no bairro da Pratinha, região metropolitana da capital paraense.

    Uma das fundadoras do Facada, Josy Lobato, aponta que o Facada Fest
    não é [só] um festival de rock, mas um Ato Político e Cultural.
    E ela compra a briga:

    “Ficamos surpresos, mas não vamos parar por conta disso [da perseguição].
    O Facada nasceu na periferia, já sofremos violência todos os dias.”

    Íntegra em: https://escrevalolaescreva.blogspot.com/2020/02/facada-fest-um-ato-que-perturba-bolso-e.html

Zé Maria

27 de fevereiro de 2020 às 16h03

A Mídia Fascista de Mercado está tentando recuperar
a Hegemonia da Agenda Política e Econômica perdida
no Curto Período do Carnaval da Crítica Social Popular.

As Empresas de Comunicação dão com uma mão e
retiram Direitos Políticos e Sociais com as duas mãos.

Mais que Representante da Burguesia, a Mídia Venal,
– Comprada e Vendida – é a Voz do Poder Econômico.
Entretanto, faz confusão proposital ao se referir aos
políticos como “os poderosos”, excluindo os Ricos que
assaltam os Trabalhadores todos os dias, quer seja nas
relações de Trabalho, seja na Sonegação de impostos,
sem falar nas Fraudes e Estelionatos das Corporações,
na Formação de Cartéis e no Abuso de Preços, como
por exemplo, Bancos e Empresas de Telecomunicação.
Deixam sempre de fora do grupo dos ‘poderosos’ os
Herdeiros Bilionários, Donos da Globo, do UNIBANCO
do BRADESCO, e a Lista inteira da Forbes.
Na linguagem Midiática, esses são ‘Empreendedores’
que, pela presunção de ‘vontade divina’, nasceram em
Berço de Ouro e estão Acima do Bem e do Mal, que são
escolhidos como Paradigmas dos Trabalhadores que
sobrevivem na informalidade, Sem Direito Social Algum.
E viva o Ultraliberalismo, onde ‘pobre e rico, negro e branco,
todos são iguais’. ‘Esqueça a Política’. ‘Acredite no seu Sonho’.
Dê o Sangue e o Suor a seu Patrão. ‘Um dia você chega lá’ ✞.
E assim se conduz o Gado ao Matadouro, por “Auto-Sugestão”.

Responder

Zé Maria

27 de fevereiro de 2020 às 14h42

Os Filhos do Roberto Marinho, que, além da Fortuna,
herdaram a Globo e a Linha Editorial do Patriarca,
topam até o Heleno-Mijão-de-Pijama na Presidência,
se o Guedes continuar mandando um “Foda-se!”
Fascista de Mercado Financeiro à População Brasileira.

Responder

Marcos Videira

27 de fevereiro de 2020 às 13h33

Sobre as causas da eleição de Bolsonaro, penso que Gleisi e Globo têm razão. Cada um focou apenas num aspecto: aquele que é o mais conveniente a cada um. Mas se reunirmos as duas posições, penso q estaremos enxergando a Verdade

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.