VIOMUNDO

Diário da Resistência


Pesquisa CUT/Vox: Associado diretamente a Lula, Haddad soma 22% e ultrapassa Bolsonaro; venceria todos no segundo turno
Ricardo Stuckert
Falatório Política

Pesquisa CUT/Vox: Associado diretamente a Lula, Haddad soma 22% e ultrapassa Bolsonaro; venceria todos no segundo turno


13/09/2018 - 09h42

Ricardo Stuckert

Associado diretamente a Lula, Haddad soma 22% e ultrapassa Bolsonaro

O petista registra 31% no Nordeste e venceria todos os adversários no segundo turno, indica a nova pesquisa CUT/Vox Populi

CartaCapital

A nova pesquisa CUT/Vox confirma o poder de transferência de voto de Lula, preso em Curitiba e impedido de concorrer à presidência da República pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Quando claramente apresentado aos eleitores como o candidato do ex-presidente, o petista Fernando Haddad alcança 22% de intenção de votos e assume a liderança na disputa.

Jair Bolsonaro, do PSL, aparece em segundo, com 18%. Ciro Gomes, do PDT, registra 10%, enquanto Marina Silva, da Rede, e Geraldo Alckmin, do PSDB, aparecem com 5% e 4%, respectivamente. Brancos e nulos somam 21%.

O Vox Populi ouviu 2 mil eleitores em 121 municípios entre 7 e 11 de setembro. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para cima ou para baixo. O índice de confiança chega a 95%.

O instituto tomou a decisão de associar Haddad diretamente a Lula no questionário, ao contrário das demais empresas de pesquisa.

Segundo Marcos Coimbra,diretor do Vox Populi, não se trata de uma indução, mas de fornecer o máximo de informação ao eleitor.

“Esconder o fato de que o ex-prefeito foi indicado e tem o apoio do ex-presidente tornaria irreal o resultado de qualquer levantamento. É uma referência relevante para uma parcela significativa dos cidadãos. Chega perto de 40% a porção do eleitorado que afirma votar ou poder votar em um nome apoiado por Lula”.

Um pouco mais da metade dos entrevistados (53%) reconhece Haddad como o candidato do ex-presidente.

O petista, confirmado na terça-feira 11 como o cabeça de chapa na coligação com o PCdoB, também é o menos conhecido entre os postulantes a ocupar o Palácio do Planalto: 42% informam saber de quem se trata e outros 37% afirmam conhecê-lo só de nome.

O desconhecimento é maior justamente na parcela mais propensa a seguir a recomendação de voto de Lula, os mais pobres e menos escolarizados.

De maio para cá, decresceu sensivelmente o percentual de brasileiros que afirmam não saber que o ex-presidente está impedido de disputar a eleição: de 39% para 16%.

Ainda assim, é em meio a este público que Haddad registra grandes avanços.

Na comparação com a pesquisa de julho, mês no qual o PT ainda nutria esperanças de garantir Lula na disputa, o ex-prefeito passou de 15% para 24% entre os eleitores com ensino fundamental e de 15% para 25% entre aqueles que ganham até dois salários mínimos.

O petista chega a 31% no Nordeste tem seu pior desempenho na região Sul (11%), mesmo quando associado ao ex-presidente.

Ciro Gomes é o menos rejeitado (34%) entre os cinco candidatos mais bem posicionados. Haddad tem a segunda menor taxa, 38%. No outro extremo, com 57%, aparece Bolsonaro.

O deputado, internado desde a sexta-feira 7 no Hospital Albert Einstein  , em São Paulo, registra contudo o maior percentual de menções espontâneas (13%), contra 4% de Ciro e Haddad, 3% de Marina e 2% de Alckmin.

O fato de as citações espontâneas se aproximarem da porcentagem registrada por Bolsonaro nas respostas estimuladas demonstra, ao mesmo tempo, um teto do candidato do PSL e uma resiliência que tende a levá-lo à próxima fase da disputa presidencial.

O Vox realizou diversas simulações de segundo turno.

Bolsonaro venceria Alckmin (25% a 18%), empataria tecnicamente com Marina (24% a 26%) e perderia para Ciro (22% a 32%) e Haddad (24% a 36%).

O pedetista e o petista vencem os demais. O instituto não fez a simulação de um confronto entre os dois.

Por fim, a pesquisa mediu a percepção dos eleitores em relação ao ataque a Bolsonaro ocorrido em Juiz de Fora em 6 de setembro.

A maioria absoluta, 64%, associa a facada a um ato solitário de um indivíduo desequilibrado, “com problemas mentais”.

Outros 35% acreditam tratar-se de um atentado organizado e planejado, com fins políticos.

A maior parte dos entrevistados (49% contra 33%) não crê que o episódio possa influenciar a decisão de voto dos brasileiros.

Leia também:

Estadão segue na linha de militares e sugere que Haddad, eleito, não governa





10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Apolinario jose pereira

16 de setembro de 2018 às 11h16

Nao adianta os golpistas e os torcedores dos golpistas chorar, eh Hadad/Lula. Aos torcedores da globo e fls de sao paulo, a final o Itope e foleao sao pesquisadores iraques pagos pela globo manipuladores, nao tem credibilidades nao acertam uma pesquisa, pois manipulam todas e errsm sempre. Chorem golpistas. Eh Lula/Hadad 13.

Responder

Apolinario jose pereira

16 de setembro de 2018 às 11h09

Gostaria de saber porque os canais de tv e os jornais e radios direitao, nao divulgam as pesquisas do Vox Populli que eh o instituto verdadeiro de pesquisa no brasil. Por que? So porque eh o unico instituto de pesquisa que acerta? Os outros institutos de pesquisas falsas e manipuladores, correm rapido pra desfazer o Resultado positivo do Hadad em primeiro lugar, os falsos institutos da globo, band, record e sbt, dizendo que o Hadad/Ciro estao empatados e o candidato da direitona Bosalnaro em primeiro, nao adianta manipular, Hadad esta em primeiro e ja ganhou no primeiro turno, a direitona vai ter que engolir mais uma derrota do 13 neles!!! Hadad/Lula/Manuela.

Responder

Messias Franca de Macedo

13 de setembro de 2018 às 12h43

AO VIVO
Coletiva de advogados de Lula em Genebra sobre desrespeito do Brasil as determinações da ONU
https://www.youtube.com/watch?v=gGwOLglwVV0

Responder

Lukas

13 de setembro de 2018 às 12h09

Ah, Vox Populi, quem não te conhece que te compre…Será que na urna vai ter a foto do Lula ao lado da do Andrade (sic)?

Responder

lulipe

13 de setembro de 2018 às 10h47

Pesquisa do Populi encomendada pela CUT??? Estou às gargalhadas…O saci e papai-noel votaram?

Responder

    Otto

    14 de setembro de 2018 às 13h13

    Pois é, onde anda a Justiça Eleitoral nesse caso?

    RONALD

    14 de setembro de 2018 às 16h06

    LILIPE, não ria muito não, porque seu milico deve sair do hospital em um saco… melhor já ir se acostumando…

Jose Fernandes

13 de setembro de 2018 às 10h08

o obvio, daqui pra frente e divulgar cada vez mais…e lembrar como foio o governo Lula, por que traíra Ciro, que defendia a Dilma, agora começa a atacar dizendo que foi um desastre, o Ciro sabe que quem destruiu o governo Dilma foram os golpistas congressistas,capitaneado pelo ladrão Cunha, por isso quando chamo ele de traíra não é atoa, …Ciro ..Ciro..

Responder

    Julio Silveira

    13 de setembro de 2018 às 12h56

    Mas também convem não esquecer para sermos completamente justos, que todos os golpistas canalhas foram escolhidos pelo proprio PT como aliados preferenciais para a tal coalizão, em detrimento dos partidos progressistas que fizeram a antiga frente chamada frente popular. Quem traiu primeiro?

    Lukas

    13 de setembro de 2018 às 15h03

    Dilma foi um desastre, é um fato. Ou o Brasil ficou deste jeito no dia seguinte que a Dilma saiu?


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding