VIOMUNDO

Diário da Resistência


Paraíso do Tuiuti coloca o bode Lula na Sapucaí e no estúdio de vidro da Globo; conheça detalhes do enredo
Divulgação, reprodução das redes sociais
Política

Paraíso do Tuiuti coloca o bode Lula na Sapucaí e no estúdio de vidro da Globo; conheça detalhes do enredo


04/03/2019 - 17h43

Da Redação

A vice-campeã do Carnaval carioca, Paraíso do Tuiuti, desfila esta noite no Sambódromo colocando um bode na passarela do samba, mas também no estúdio envidraçado da Globo.

A associação entre o bode, “O Salvador da Pátria”, e o ex-presidente Lula, é inegável.

No texto em que justifica o enredo, o carnavalesco Jack Vasconcelos explica que ao contar a história do bode que foi eleito em Fortaleza mas não assumiu, trata de “uma metáfora sobre democracia, representatividade e o direito de erguer símbolos aderentes ao imaginário popular”.

O nome do bode é Ioiô, mas podem chamá-lo de Lula.

“O bode mitou. Até hoje seus admiradores o defendem como ícone do empoderamento popular, representatividade dos marginalizados”, escreve Vasconcelos no texto.

No histórico do enredo, o paralelo entre o bode Ioiô e o ex-presidente Lula é inescapável: “Vocês que fazem parte dessa massa vão conhecer um mito de verdade: nordestino, barbudo, baixinho, de origem pobre, amado pelos humildes e por intelectuais, incomodou a elite e foi condenado a virar símbolo da identidade de um povo. Um herói da resistência!”.

A Tuiuti entra na Sapucaí na madrugada de amanhã por volta da 1h35m.

Será curioso ver se o carnavalesco Jack Vasconcelos será entrevistado pela Globo e se a emissora fará o paralelo que deixou de fazer em 2018, quando não associou o Vampirão com faixa presidencial ao então usurpador Michel Temer.

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Carvalho

05 de março de 2019 às 19h16

Bode expiatório. Lula é o bode expiatório, o bode no meio da sala.
O Aécio nada, né ! Sérgio Moro ! Santo homem.
Picareta-mor continua transitando com suas 1300 viagens de avião na ponte área minas-rio.
E nada da justiça dizer nada. É normal 1300 viagens de avião.
Lula é o bode. Criou-Se um problema que fez o Brasil bater recordes de crescimento seguido e saiu do governo com popularidade bem alta.
E o mais inusitado de tudo é que num esquema de bilhões de dólares Lula foi pego por um “triplex” muquifu e um sítio pequeno de baixo valor também.
Moro quer ser presidente da república. Só isso justifica tudo o que fez e faz.
Pra que fazer tantos inimigos poderosos para só chegar ao Supremo. É risco demais para pouca coisa.

Responder

Luan

05 de março de 2019 às 06h10

Lula tá preso, tuiuti!!! 2

Responder

Zé Maria

05 de março de 2019 às 05h33

-Marielle!
-Presente!

Samba-Enredo 2019

Estação Primeira de Mangueira

https://youtu.be/s91TcNhfYtY

Brasil, meu nego
Deixa eu te contar
A História que a história não conta
O avesso do mesmo lugar
Na luta é que a gente se encontra

Brasil, meu dengo
A Mangueira chegou
Com versos que o livro apagou
Desde 1500
Tem mais invasão do que descobrimento

Tem sangue retinto pisado
Atrás do herói emoldurado
Mulheres, tamoios, mulatos
Eu quero um país que não está no retrato

Brasil, o teu nome é Dandara
Tua cara é de cariri
Não veio do céu
Nem das mãos de Isabel
A liberdade é um dragão no mar de Aracati

Salve os caboclos de julho
Quem foi de aço nos anos de chumbo
Brasil, chegou a vez
De ouvir as Marias, Mahins, Marielles, malês*

Mangueira, tira a poeira dos porões
Ô, abre alas pros teus heróis de barracões
Do Brasil que se faz um país de Lecis, jamelões
São verde e rosa as multidões

https://www.vagalume.com.br/mangueira/samba-enredo-2019-historias-para-ninar-gente-grande.html
.
A Revolução dos Malês*

https://twitter.com/i/status/1086974883647627265

Na década de 1830, quando Salvador contava
com cerca de 65.500 habitantes,
sendo que 40 % deles eram escravos.
O descontentamento com as condições de vida era claro
e mesmo entre as pessoas não escravas,
sua grande maioria era formada por mestiços
e crioulos (nascidos no Brasil).

Nessa época, quando considera-se negros,
mestiços escravos e homens livres,
os afrodescendentes representavam 78% da população,
enquanto que os brancos não passavam de 22%.
Entre a população escrava, 63% era nascida na África.

*(https://pt.wikipedia.org/wiki/Revolta_dos_Mal%C3%AAs
https://pt.wikipedia.org/wiki/L%C3%ADngua_iorub%C3%A1
https://pt.wikipedia.org/wiki/Nag%C3%B4s)
https://pt.wikipedia.org/wiki/Hauss%C3%A1s

Responder

Zé Maria

05 de março de 2019 às 03h19

#BolsonaroéoCarai

https://youtu.be/dcVKb2ht6BE

Cantando o ‘Hino do BraSil’,
Acompanhando Clara Nunes,
Nestes Tempos Sombrios,
De Fascismo Explícito:

“Canto Das Três Raças”
(Mauro Duarte/Paulo César Pinheiro)

Por Clara Nunes

Ninguém ouviu
Um soluçar de dor
No canto do Brasil

Um lamento triste
Sempre ecoou
Desde que o índio guerreiro
Foi pro cativeiro
E de lá cantou

Negro entoou
Um canto de revolta pelos ares
No Quilombo dos Palmares
Onde se refugiou

Fora a luta dos Inconfidentes
Pela quebra das correntes
Nada adiantou

E de guerra em paz
De paz em guerra
Todo o povo dessa terra
Quando pode cantar
Canta de dor

ô, ô, ô, ô, ô, ô
ô, ô, ô, ô, ô, ô

ô, ô, ô, ô, ô, ô
ô, ô, ô, ô, ô, ô

E ecoa noite e dia
É ensurdecedor
Ai, mas que agonia
O canto do trabalhador

Esse canto que devia
Ser um canto de alegria
Soa apenas
Como um soluçar de dor

ô, ô, ô, ô, ô, ô
ô, ô, ô, ô, ô, ô

Responder

Zé Maria

05 de março de 2019 às 02h02

https://youtu.be/YYNO3SLW4Ts?t=502
Salve Portela! Salve Clara Nunes!

Responder

lulipe

04 de março de 2019 às 21h31

Lula tá preso, Tuiuti!!!

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Últimas matérias
Com Evo a caminho do México, Exército ocupa as ruas e faz toque de recolher “informal” na Bolívia

Da Redação Correndo o risco de ser capturado pela tropa de elite encarregada de combater o narcotráfico, financiada e treinada pela DEA, a polícia antidrogas dos Estados Unidos, o presidente Evo Morales deixou a Bolívia ontem à noite e seguiu para o México. As ruas foram ocupadas pelo Exército, a pedido da segunda vice-presidenta do […]

Ler matéria