VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Na ONU, Dilma critica guerra cambial, islamofobia e bloqueio a Cuba


26/09/2012 - 16h22

APROVAÇÃO DO GOVERNO DILMA ATINGE 62% EM SETEMBRO

do site da CNI

Pesquisa CNI-Ibope mostra que população não associa o julgamento do mensalão ao governo. As áreas mais bem avaliadas são o combate à pobreza e ao desemprego. As piores são a saúde e a tributação

O julgamento do mensalão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) não afetou a avaliação do governo Dilma Rousseff, que atingiu recorde de aprovação, com 62% da população considerando o governo  ótimo ou bom, três pontos percentuais acima do último levantamento, em junho, quando ficou em 59%. A informação é da pesquisa CNI-Ibope, divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta quarta-feira, 26 de setembro, que ouviu 2.002 pessoas em 143 municípios entre os dias 17 e 21 últimos.

Segundo a pesquisa, realizada trimestralmente, o percentual dos que aprovam a maneira de governar da presidente Dilma se manteve em 77%, um número elevado, na opinião do gerente-executivo da Unidade  de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca.  A parcela dos brasileiros que confiam na presidente da República também ficou praticamente estável, oscilando de 72% para 73% nos últimos três meses, dentro da margem de erro, de dois pontos percentuais. Mostrou-se igualmente estável a expectativa sobre o restante do governo, com 62% acreditando que será ótimo ou bom.

Embora o julgamento do mensalão tenha sido a notícia mais lembrada, mencionada espontaneamente  por 16% dos entrevistados, o fato não afetou a popularidade do governo. “As pessoas não relacionam o mensalão ao governo Dilma”, afirmou Fonseca. Ele atribuiu o recorde de aprovação do governo às medidas econômicas tomadas para reaquecer a economia, em especial o anúncio da redução das tarifas de energia elétrica, que foi a segunda notícia mais  mencionada pelos entrevistados, com um percentual de 11%.

A comparação do governo Dilma com o governo Lula revelou tendência de melhora entre junho e setembro, subindo de 16% para 18% a parcela dos que veem a gestão Dilma melhor. Mas a maioria da população (57%) continua a considerar que os dois governos são iguais.

ÁREAS DE ATUAÇÃO – Das nove áreas de atuação do governo avaliadas pela pesquisa CNI-Ibope, o combate à fome e à pobreza, com 60% de aprovação (contra 57% em junho), ao desemprego, com 57%, quatro pontos percentuais acima do levantamento de junho, e as ações no meio ambiente, com 54%, foram as melhores avaliadas.

No polo oposto, as ações do governo na área de saúde são as piores avaliadas, com desaprovação de 65% da população, praticamente o mesmo índice de descontentamento verificado em junho. A tributação continuou a segunda área de pior avaliação, embora o percentual de aprovação tenha crescido sete pontos percentuais entre junho e setembro. Apesar da melhora, o percentual de desaprovação, de 57%, supera o de aprovação (38%) em 19 pontos percentuais. Segurança pública, com 57% de desaprovação, é a terceira área pior avaliada. A parcela de aprovação da política de educação subiu três pontos percentuais, mas mesmo assim a maioria – 51% – desaprova as ações governamentais na educação.

Leia também:

Venício Lima: Liberdade de expressão comercial, só no Brasil

Rui Martins: Governo Dilma financia a direita

Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial

Beto Almeida: O pecado capital do PT

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



28 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Emiliano José: Hobsbawm e sociedades boas « Viomundo – O que você não vê na mídia

09 de outubro de 2012 às 12h18

[…] Na ONU, Dilma critica guerra cambial, islamofobia e bloqueio a Cuba […]

Responder

Ibope: Russomano despenca, Haddad estanca e Chalita sobe « Viomundo – O que você não vê na mídia

03 de outubro de 2012 às 20h38

[…] Na ONU, Dilma critica guerra cambial, islamofobia e bloqueio a Cuba […]

Responder

Saul Leblon: Engrenagem se move para esmagar referência de luta « Viomundo – O que você não vê na mídia

03 de outubro de 2012 às 20h32

[…] Na ONU, Dilma critica guerra cambial, islamofobia e bloqueio a Cuba […]

Responder

Ibope em SP: O potencial de crescimento dos candidatos até domingo « Viomundo – O que você não vê na mídia

03 de outubro de 2012 às 09h19

[…] Na ONU, Dilma critica guerra cambial, islamofobia e bloqueio a Cuba […]

Responder

Carandiru: Vinte anos depois, PMs ainda aguardam julgamento « Viomundo – O que você não vê na mídia

02 de outubro de 2012 às 13h06

[…] Na ONU, Dilma critica guerra cambial, islamofobia e bloqueio a Cuba […]

Responder

Qual será a manchete dos jornais na antevéspera da eleição? « Viomundo – O que você não vê na mídia

02 de outubro de 2012 às 01h00

[…] Na ONU, Dilma critica guerra cambial, islamofobia e bloqueio a Cuba […]

Responder

arlas

01 de outubro de 2012 às 15h17

eles praticam genocidio contra cristãos e os ocidentais que são islamofóbicos essa é boa

Responder

Eric Hobsbawn e as ideias de Marx no século 21 « Viomundo – O que você não vê na mídia

01 de outubro de 2012 às 13h38

[…] Na ONU, Dilma critica guerra cambial, islamofobia e bloqueio a Cuba […]

Responder

FUP quer movimentos sociais na campanha contra os leilões da franja do pré-sal « Viomundo – O que você não vê na mídia

01 de outubro de 2012 às 01h06

[…] Na ONU, Dilma critica guerra cambial, islamofobia e bloqueio a Cuba […]

Responder

Eleições na Venezuela ainda indefinidas « Viomundo – O que você não vê na mídia

30 de setembro de 2012 às 17h38

[…] Na ONU, Dilma critica guerra cambial, islamofobia e bloqueio a Cuba […]

Responder

Isaías Dalle: Energia elétrica, o barato pode sair caro « Viomundo – O que você não vê na mídia

28 de setembro de 2012 às 00h56

[…] Na ONU, Dilma critica guerra cambial, islamofobia e bloqueio a Cuba […]

Responder

Guardian: A crise europeia atinge novo patamar « Viomundo – O que você não vê na mídia

27 de setembro de 2012 às 13h22

[…] Na ONU, Dilma critica a guerra cambial […]

Responder

abolicionista

27 de setembro de 2012 às 13h17

Dá-lhe, Dilma! Pode soar piegas, mas tenho de confessar que essa nossa presidenta dura na queda me enche de orgulho. Que os reaças vociferem, a inteligência, a honestidade e o bom senso têm sempre razão.

Responder

Jose Mario HRP

27 de setembro de 2012 às 09h14

Ao tocar no assunto Cuba deu show de bom senso e bravura!
Tapa na cara dessa escumalha conservadora , lá e cá, que é inclemente com aquele país valoroso e igaulitário!
Parabens Presidente, honrando nossa pátria e levantando a bandeira da justiça social, da fraternidade entre os povos, da honestidade de bons amigos quanto a nossos irmãos cubanos!
E Viva Cuba Livre!

Responder

Fabio Passos

26 de setembro de 2012 às 23h01

A Presidenta Dilma fez muito bem em criticar aqueles que promovem a islamofobia…

Disseminam o preconceito contra o Islã para poder matar e roubar indiscriminadamente as populações muçulmanas com apoio e cumplicidade das populações ocidentais.

Responder

    Mário SF Alves

    29 de setembro de 2012 às 18h59

    Elevar ao extremo o pseudo argumento do risco de guerra de civilizações é o que eles mais querem. É o factóide por excelência. A meta, o que de fato importa mesmo, é jogar mulçumano contra mulçumano. O resto não é nada, o resto são os drones teleguiados, matando gente adoidado. O resto não é nada e atende pela alcunha de simples terrorismo de anti-estado.

Fabio Passos

26 de setembro de 2012 às 22h37

Aprovação impressionante.
Tomara que aproveite a oportunidade para construir avanços significativos: redução da jornada de trabalho, democratização da mídia, estratégia nacionalista de desenvolvimento…

O discurso na ONU foi bom.
A política externa ainda é bem inferior a do governo Lula mas parece menos capacho dos ianques do que no início do governo.

Responder

Julio Silveira

26 de setembro de 2012 às 20h57

Porre é ter que ver de manhã um babaca falar contra todo o discurso da Dilma, centrado no que ela disse sobre o embargo a Cuba em seu discurso. O babaca, um conservador reacionário, que tem fixação contra Cuba, não admite criticas com conteudo sobre a determinação dos povos.
Alias, como todo bossal que critica com base na propria mediocridade, desconsidera a totalidade (do pronunciamento), por sinal aplaudido por todos os presentes, pelo acessório em sua fixação.
Pior é sentir que parece haver na emissora uma clausula para oposicionismo sem noção, visto que até o apresentador fez um tipo de critica, daquelas subliminares, sobre a roupa da presidenta, ou seja os caras são um conjunto vazio, mas se acham. Mediocridade tipo exportação, sob medida para os Yankes.

Responder

    Fabio Passos

    26 de setembro de 2012 às 22h52

    As críticas do PiG são um atestado de que o discurso foi bom. rsrs

    Apenas 6% da população ainda acredita nas asneiras atrasadas e preconceituosas disseminadas pelos cães de aluguel da “elite” branca e rica.

Márcio Carneiro

26 de setembro de 2012 às 18h44

As vezes o inimigo do meu inimigo é também meu inimigo.

Creio que os progressistas ocidentais devem tomar muito, mas muito cuidado ao tentar se aliarem com o mundo islâmico achando que eles serão aliados contra o mundo “judaico-cristão-ocidental”.

Não vejo o mundo islâmico aberto a qualquer tipo de bandeira progressistas. Muito pelo contrario, o ideal deles faz o judaico-cristão mais reacionário parecer um revolucionário.

Responder

    francisco niterói

    27 de setembro de 2012 às 10h55

    Marcio
    Acredito que muitos que pregam contra a islamofobia nao “querem se aliar ao munfo islamico”. No discurso da Dilma,por ex., nao houve defesa das sharia, teocracia, etc. O que perpassa neste e em outros discursos nao é alinhamento incondicional ou aceitacao plena dos valores do outro.
    O que temos é respeito pelo outro, nao utilizando preconceitos e “superioridades” , principalmente militar e economica, para impor os nossos valores.
    Pregar contra a islamofobia é conhecer o “imprevisivel historico” que faz com que povos estejam em fases distintas do processo civilizatorio.
    Sabe a escravidao? Tiravam da Africa a mao de obra ativa, deixando criancas e idosos, arrasando a economia. Estudiosos acreditam que assim o continente teve atrasada a sua economia em 300 anos.
    Sobre os arabes, poderia te falar nas cruzadas, imperio otomano,etc.
    Assim, o que nos resta: nao aceitar o preconceito como definidor da convivencia entre os povos, ate porque sabemos quao hipocrita isso pode ser.
    Entao lutar contra a ISLAMOFOBIA é dizer nao ao preconceito como arma para, olha so a contradicao,impedir o processo civilizatorio naqueles que, por injuncao historica, sao mais fracos e portanto sujeitos a dominacao pelos mais fortes.
    Apoiando nas causas profundas e torcendo para que tenham a sua “REVOLUCAO FRANCESA”.

Willian

26 de setembro de 2012 às 16h27

Sabem quem tem islamofobia? Salman Rushdie, condenado a morte por ter escrito o livro Versos Satânicos. Outros que não sei se tem, mas deveriam, são o diretor, produtor e atores daquele filme que agride a imagem de Maomé. O pessoal do islâ é meio radical com algumas coisas, mas acho que é só o jeitão deles.

Responder

    francisco niterói

    26 de setembro de 2012 às 16h47

    Deve ser realmente o jeitao deles. Mas todos tem seus jeitos, nao é mesmo?
    O pessoal de shabra e chatila tem um jeitao contra o exercito israelense. Em bagda, veja so, tem um menino que tem um jeitao contra o exercito americano impressionante, mas veja so : os americanos jogaram uma bomba que matou a familia dele, bem como fez com que fossem amputados os dois bracos dele.
    No paquistao e no Afeganistao tem muita gente com jeitao tb contra os americanos pois fizeram ” tiro ao alvo” neles. Este ultimo caso teve ate revelacao no WIKILEAKS e ai, veja só, o ASSANGE passou o ter um jeitao contra a suecia, inglaterra e estados unidos que querem matá-lo, usando pra isso subterfugios de CANALHAS, igual àqueles subterfugios e PIADAS TOSCAS de pessoas que nao vêm que negros, islamicos, etc sao perseguidos por nao fazerem parte da visao cultural dominante. MAS AI DEVE SER O JEITAO DESTAS PESSOAS SEM SENSIBILIDADE DE SEREM TOSCOS E ANALFABETOS HISTORICOS FAZENDO PIADINHAS COM ASSUNTOS SERIOS.

Marcelo de Matos

26 de setembro de 2012 às 16h26

O PIG precisa pressionar o STF para colocar outro processo em pauta. Esse do mensalão não surtiu efeito contra o PT…

Responder

    Miriam

    26 de setembro de 2012 às 20h49

    Veja só: em um país em que um partido tem um projeto de poder, e o seu presidente é um dos mais corruptos da história desse país,e ainda tem gente que tem a cara de pau de dizer que existe uma imprensa golpista, ou o povo desse país é louco, imoral, alienado, imbecil, dados a defesa de bandidos, ou apenas são analfabetos funcionais, pois não entendem o que lê, por isso são incapazes de fazer discernimento entre o certo e o errado, e então aceita tudo de errado que alguém possa fazer, pois tudo é justificado e explicado: “os fins justificam os meios”.

    francisco niterói

    27 de setembro de 2012 às 08h42

    Vc xinga o povo de ignorante enquanto fala “partido que tem projeto de poder”. VC sim que é muito IGNORANTE, juntando a isso a ARROGANCIA, criticando sem saber.
    A ideia central de TODO PARTIDO POLITICO é ter o poder para dar executar o seu projeto. Nao precisa ser catedratico em CIENCIA POLITICA para saber disso.
    Veja o PSDB: ja tem o Aecio em 2014 para executar o seu projeto de poder. O SERRA concorre em SP e os tucanos o apoiam pois a prefeitura faz parte do projeto depoder deles.
    Vc lê amidia golpista e sai vomitando coisas sem antes pensar nas mesmas. E XINGA O POVO DO ALTO DE SUA IGNORANCIA E SOBERBA. Sobre o presidente”dos mais corruptos da historia” ja deu pra perceber quem é vc, entao vou me poupar de argumntar com cegos.

    Em suma: VC É A REPRESENTANTE DA CLASSE MEDIA MIDIATICA BRASILEIRA: IGNORANTE, ARROGANTE E VULGAR. Acusa o povo sem nem mesmo pensar no que esta dizendo. Fala besteira e nao fica ruborizada. Ataca o povo e nao tem a menor ideia de Ciencia Politica. Pra isso, vc nao precisa ir à SORBONNE, é so juntar o tico com o teco.

    Jose Mario HRP

    27 de setembro de 2012 às 09h16

    Voce acredita em duendes?
    Ou viu o Xou da XuXa demais?????


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.