VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


“Na favela não vai morrer porra nenhuma”, diz Justus, que está no grupo de risco
Foto Wikipedia
Política

“Na favela não vai morrer porra nenhuma”, diz Justus, que está no grupo de risco


23/03/2020 - 11h53

Só nesse fim de semana. O patriota Luciano Hang ameaçou demitir 22 mil funcionários se o governo decretar quarentena. O empresário Roberto Justus disse que o coronavírus é um “viruzinho, uma gripezinha que não vai chegar nas favelas”. A elite bolsonarista é uma vergonha. Sâmia Bomfim, deputada federal (Psol-SP)

Da Redação

O empresário Roberto Justus está mais preocupado com o impacto do coronavírus na economia do que na saúde pública.

Deixou isso claro em áudio que gravou no whatsapp, que o deputado federal Rogério Correia reproduziu no twitter.

Justus vai na mesma linha de Jair Bolsonaro, segundo o qual a doença é uma “gripezinha” e os danos à economia podem causar mais mal que a própria pandemia.

Há um crescente debate entre os que defendem medidas amplas e rigorosas contra o vírus e os que dizem que elas deveriam ser focadas nos mais vulneráveis.

A Organização Mundial da Saúde recomenda que haja paralisação total, para atenuar a curva de disseminação do vírus e evitar a sobrecarga do sistema de saúde — o que em si pode causar mais mortes.

A situação dramática da Itália é apontada como exemplo do que pode acontecer em outros países se medidas drásticas não forem tomadas.

Porém, existem infectologistas que argumentam que seria melhor deixar o vírus circular entre as pessoas jovens e que não têm problemas crônicos de saúde, garantindo a chamada “imunidade de rebanho”.

Assim, não haveria novas ondas de contaminação no futuro.

A opinião deles está sendo abraçada, em maior ou menor escala, por líderes políticos como Donald Trump e Jair Bolsonaro, além de empresários como Luciano Hang e Roberto Justus.

“Não podemos deixar que a cura seja pior que o próprio problema. No final do período de 15 dias, tomaremos uma decisão quanto ao caminho que queremos seguir!”, tuitou o presidente Donald Trump na madrugada desta segunda-feira.

O governo Trump recomendou distanciamento social na semana passada. Medidas mais sérias foram tomadas nos focos da epidemia nos Estados Unidos — pelos governadores de Nova York, Califórnia e Washington.

Trump não explicou quais são as opções diante de seu governo.

De acordo com o New York Times, 40% das pessoas internadas no país por causa do coronavírus têm menos de 54 anos de idade. O diário publicou um texto de uma professora de ioga que foi para o hospital com falta de ar apesar de ter apenas 26 anos.

Justus tem 64.

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

David

24 de março de 2020 às 11h42

Será que a população trabalhadora do Brasil vai tirar lições desta pandemia?
Será que vai entender a podridão que é a elite brasileira?

Responder

David

24 de março de 2020 às 11h39

A elite brasileira, que não verdade são verdadeiros parasitas, está desesperada.
Se os pobres ficarem isolados em suas casas, não tem como eles continuarem a encher os bolsos de grana fruto da exploração.
Esse é o verdadeiro motivo do desespero dos Justus da vida.
Não produzem nada e dependem do trabalho dos pobres.

Responder

Zé Maria

24 de março de 2020 às 00h55

Realmente, antes de morrer o
pessoal do Morro e da Periferia,
ainda morrerá muito Véio Burguês
como o Justus e o Louro José da Havan.

Responder

Nelson

23 de março de 2020 às 22h20

De uma coisa espúria como esse sujeito, não haveria porque esperarmos coisa melhor.

Responder

Eleonora Nassib

23 de março de 2020 às 21h53

É mais um desumano que so pensa nos negocios dele.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.