VIOMUNDO

Diário da Resistência


Mujica, horrorizado: Por que 25% a 35% dos latino-americanos apoiam governos autoritários?; vídeo
Política

Mujica, horrorizado: Por que 25% a 35% dos latino-americanos apoiam governos autoritários?; vídeo


20/05/2022 - 14h08

Mujica sobre autoritarismo e os políticos de hoje

DW Brasil* 

Em sua videocoluna, Pepe Mujica lamenta que tantos latino-americanos apoiem regimes autoritários. Para ele, parte da culpa é de políticos que se elegem apenas para subir na vida e não cumprem a função honrosa que lhes foi atribuída pelo povo. Estes não são tão diferentes dos oligarcas russos, afirma.

*Deutsche Welle (DW) é um serviço de rede pública de televisão da Alemanha, que oferece uma programação televisiva e  amplo portal de conteúdo online em 30 línguas.

Leia também:

Samuel Pinheiro Guimarães: Bolsonaro, o destruidor do futuro do Brasil





9 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

20 de maio de 2022 às 20h36

Manchete do Dia

“Ações da Tesla despencam mais de 8%
após encontro de Musk com Bolsonaro”
.

Responder

    Zé Maria

    20 de maio de 2022 às 21h01

    Excerto

    “Havia um antigo pensador, Montesquieu, que dizia por aí
    que o perigo da Democracia era cair eu um excesso, que o
    amor à igualdade poderia levar ao despotismo. Ou que o
    excessivo amor pela liberdade poderia conduzir a regimes
    aristocráticos – ou plutocráticos, diríamos hoje.

    Essa velha afirmação de Montesquieu está presente no
    mundo moderno.
    Está nos ‘sátrapas’ (*) russos, esses senhores ricos que
    passeiam pelo em iates luxuosos. E não são só os russos,
    são muitos, sobram …
    Há quem suba num foguete para observar o mundo,
    quatro ou cinco minutos; eles se dão a esse luxo … e
    estão organizando o turismo espacial …
    Eles não são muito diferentes dos oligarcas russos.”

    (*) Detentores do poder econômico que controlam ou
    corrompem o poder político.

    Zé Maria

    20 de maio de 2022 às 21h12

    “O senhor gostaria de se juntar à SpaceX e asfaltar Marte?”
    disse Elon Musk ao candidato de Bolsonaro ao governo de
    São Paulo.

    Zé Maria

    20 de maio de 2022 às 21h36

    .
    .
    “Musk vir ao Brasil para ‘ajudar a monitorar a Amazônia’
    é conversa pra boi dormir

    O INPE [Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnoligia e Inovação (MCTI)] já faz isso
    muito bem.
    O problema é que o governo não aceita dados
    quando estes mostram que o desmatamento cresceu

    Musk deve estar é de olho nas nossas reservas de lítio” …

    Schwarza [ex-Poligonautas]
    Sergio Junior da Silva Fachin
    FAGEO/UFMT / IAG/USP
    http://lattes.cnpq.br/8119576179008893
    https://twitter.com/Schwarza79/status/1527698475839799302
    .
    .

    Zé Maria

    21 de maio de 2022 às 02h04

    https://pbs.twimg.com/media/FTKiTYTXoAARYjd?format=jpg
    “#BolsoMusk: Encontro de Bolsonaro e Musk
    Relembre: nos desertos montanhosos da Bolívia
    existem as maiores reservas conhecidas de Lítio,
    um recurso natural cada vez mais importante
    mundialmente: (https://t.co/1DDq8F1dUp)”
    https://twitter.com/DialogosDoSul/status/1527695969688625152

    https://pbs.twimg.com/media/FTMn3d5XwAEDfaY?format=jpg
    “Musk está de olho nos minérios da Amazônia:
    patrocinou o Golpe na Bolívia para obter Lítio
    e explora Cobalto na África com trabalho infantil.”
    https://twitter.com/HeraclesGibelin/status/1527738671956480005

    https://pbs.twimg.com/media/FTQH6PYXoAAiUSA?format=jpg
    “Descobrir onde tem lítio. É sobre isso a visita [de Musk].
    A Tesla precisa de lítio… E perdeu a Bolívia. Sobra o Brasil…
    Você tem lítio em Minas Gerais e depois no Chile e Bolívia.
    Será que não tem na Região Amazônica?”
    https://twitter.com/FernandoHortaOf/status/1527854872737026048

    https://pbs.twimg.com/media/FTKiTYTXoAARYjd?format=jpg
    “Em comum entre Musk e Bolsonaro
    foi a cumplicidade na articulação
    do Golpe de Estado na Bolívia,
    e a tentativa de assassinato de
    Evo Morales.
    Musk é um asset da estratégia
    de segurança dos EUA.
    Bolsonaro também.”
    https://twitter.com/ContextoGeo/status/1527639638394929153

Zé Maria

20 de maio de 2022 às 19h14

Excerto

“Atrás do barulho do ouro vão os ‘maulas’ como gado”.
“Não há ‘maula’ que não se venda por uma moeda suja”.

Pepe ‘Charrua’ Mujica

Sobre o maus políticos “que vivem como marqueses,
que entraram na Política para obter enriquecimento
material e subir na pirâmide social, e não para cumprir
tão honrosa função que lhes foi atribuída pelo Povo
do qual se distanciaram da própria essência da vida”.

Responder

    Zé Maria

    20 de maio de 2022 às 19h54

    De imediato

    Lembrei-me do R$ 1 Bilhão e 614 Milhões do Ministério da Saúde,
    sob o desgoverno Bolsonaro, para a compra de “20 milhões de Doses
    Inexistentes” da “Vacina COVAXIN” junto à “Precisa Medicamentos”,
    suposta representante do Laboratório Indiano “Bharat Biotech”,
    para o qual o Energúmeno Genocida – que se diz Presidente do Brasil –
    fazia Lobby;

    E do “Pastor Amigo de Bolsonaro” que traficava influência no MEC
    e chegou a cobrar “1 Kg de Ouro” de Propina a um Prefeito, para
    liberar uma “Verba do FNDE”, Fundo Público sob Administração do
    também “Pastor Ministro da Educação” desse mesmo desgoverno
    do Energúmeno Genocida.

Gilson de Moura Modesto

20 de maio de 2022 às 15h52

O político autoritário de direita usa um linguajar xucro, ríspido, com ameaças e pressões, o que passa ao povo a imagem de alguem indignado, forte, valente. É sabido que os que nada têm cultuam a honestidade e a valentia como seus únicos bens o que faz com que admirem os políticos de direita. Os políticos de esquerda pensam no povo e agem de uma forma republicana o que passa para o povo a imagem de uma pessoa “frouxa”, desonesta.

Responder

Darcy Brasil

20 de maio de 2022 às 15h42

Mujica (não somente ele, mas a imensa maioria dos militantes das esquerdas institucionais latinoamericana) deveria ler “Que Fazer?” de Lênin, primeiro texto de fôlego a chamar a atenção para a importância do aspecto ideológico da luta de classes. Depois, prossegueria lendo Gramsci que, em seus “Cadernos do Cárcere”, reflete profundamente sobre a importância dessa luta ideológica, que ele irá conceituar mais rigorosamente como batalha cultural, confronto entre concepções de mundo que correspondem aos diferentes interesses que se disputam em uma luta de classe, que se reflete na consciência do homem comum como uma concepção ” bizarra”, mistura de elementos contraditórios de diversas filosofias, uns em correspondência com seus interesses de classe, outros correspondendo aos interesses de classe de seus opressores e exploradores. Em minha opinião, se Gramsci tivesse sido lido e compreendido pelos bolcheviques, provavelmente a URSS não teria sido desintegrada. Os comunistas russos foram derrotados principalmente na batalha cultural, muito mais que na econômica. Não foi a baixa qualidade dos eletrodomésticos russos, dos bens de consumo duráveis russos, como alguns sugerem, a responsável pelo fim do regime socialista, mas sim a vitória da ideologia que corresponde aos interesses da burguesia russa e internacional que minou o regime soviético através de uma batalha cultural cotidiana que teve como principal vetor a Igreja Ortodoxa. O lulismo, com seu incorrigível economicismo, também franqueou as portas à direita brasileira ao, não apenas rebaixar a luta ideológica a símbolos e slogans com baixo conteúdo politico, como “três refeições por dia”, mas principalmente ao oferecer condições extremamente favoráveis à penetração da ideologia protofascista veiculada pelas igrejas neopentecostais entre o nosso povo. Em toda America Latina, os EUA investem conscientemente em poderosas armas usadas nessa batalha cultural, financiando ONGs, vinda de missionários religiosos, mídias e igrejas. …

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding